Página 1 dos resultados de 10442 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Necessidade energética estimada, valor energético e adequação de macronutrientes da alimentação dos idosos de Fortaleza/CE; Estimated energy requirement, energy value and adequacy of food macronutrients in the diet of elderly in Fortaleza / Ceará

MENEZES, Tarciana Nobre de; SOUZA, José Maria Pacheco de; MARUCCI, Maria de Fátima Nunes
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.89%
O objetivo deste estudo foi verificar a necessidade energética estimada, o valor energético e a adequação de macronutrientes da alimentação dos idosos de Fortaleza. Este estudo é epidemiológico, transversal, com coleta de dados primários. As variáveis de estudo foram: necessidade energética estimada, valor energético da alimentação e adequação dos macronutrientes da alimentação. O inquérito alimentar utilizado para obtenção do valor energético da alimentação (VEA) foi o recordatório de 24 horas (R24). O cálculo da necessidade energética estimada (NEE) da população foi realizado a partir das equações propostas pelo Institute of Medicine (IOM, 2002). A adequação dos macronutrientes da alimentação foi verificada a partir dos valores propostos nos intervalos da distribuição aceitável de macronutrientes (IOM, 2002). Foi avaliada a alimentação de 458 idosos (153 homens e 305 mulheres). A média etária dos idosos foi 70,9 anos (DP= 7,9 anos). O valor energético médio da alimentação dos homens foi superior ao das mulheres. O valor energético médio da alimentação dos idosos foi inferior ao valor médio da necessidade energética estimada, tanto dos homens como das mulheres (p=0,000). Quanto à proporção de proteína da alimentação...

Evolução da alimentação escolar no município de São Paulo-SP.; Evolution of school feeding in the city of Sao Paulo, Brazil.

Magno, Marina Sambrano de Oliveira; Cyrillo, Denise Cavallini; Sarti, Flávia Mori
Fonte: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição; São Paulo Publicador: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição; São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.85%
O Programa Nacional de Alimentação Escolar constitui uma das mais antigas políticas sociais ainda vigentes no Brasil, sendo a política pública de alimentação e nutrição de maior longevidade no país. O objetivo do presente artigo é analisar a evolução institucional do programa desde as primeiras iniciativas, em nível local, até alcançar seu formato atual de política pública federal, com operacionalização municipal. Inicialmente pautado em ações centralizadas que desconsideravam hábitos alimentares regionais e fomentavam um padrão alimentar baseado em alimentos processados desde a infância, o programa foi alvo de inúmeras mudanças ao longo de várias décadas. É possível identificar significativa mudança de paradigma, partindo de uma campanha de complementação alimentar de caráter compensatório até tornarse uma política pública amparada em aspectos formativos de educação alimentar, promoção de alimentação saudável e consolidação de sistemas produtivos locais. Dentro de tal contexto, o programa de alimentação escolar do município de São Paulo-SP assume importância ímpar pelos aspectos culturais, históricos e sociais que representa. O programa de alimentação escolar inovador, criado em nível local no município de São Paulo na década de 1930...

"Percepções maternas sobre a alimentação de pré-escolares que frequentam instituição de educação infantil"; Maternal perceptions of the nourishment of pre-school children that attend infant education institution.

Marins, Silvia Sanches
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
A alimentação na fase pré-escolar constitui-se um processo complexo devido aos fatores relacionados ao desenvolvimento próprio dessa fase e aos referentes às condições ambientais. Visto que os hábitos alimentares adquiridos na infância tendem a se solidificar na vida adulta, é de suma importância atitudes assertivas durante esta fase do desenvolvimento infantil, estimulando assim, precocemente, a formação de hábitos saudáveis. Assim, é fundamental que o enfermeiro conheça as dificuldades e atitudes das mães diante da alimentação de seus filhos, para que possa atuar de maneira efetiva, promovendo desta forma a saúde das crianças a médio e longo prazo. Este estudo teve como objetivo conhecer as percepções de mães sobre a alimentação de seus filhos de 3 a 6 anos que freqüentam Instituição de Educação Infantil (IEI). Trata-se de pesquisa qualitativa, utilizando entrevistas semi-estruturadas para coleta de dados. A população deste estudo compreendeu mães de pré-escolares matriculados em uma IEI, sendo 10 mães de crianças em período integral e 11 em período parcial. A análise de conteúdo possibilitou a identificação de seis unidades temáticas: a importância da alimentação da criança; como é a alimentação da criança; as estratégias utilizadas durante as refeições; alimentação da criança na instituição; influência da IEI no hábito alimentar dos pré-escolares e expectativas das mães referentes à alimentação. Identificou-se que a alimentação dos pré-escolares assume grande importância para as mães...

Atividades para promoção de alimentação saudável em escolas de ensino fundamental do município de Guarulhos, SP; Activities for healthy eating promotion at elementary schools in the city of Guarulhos, SP

Iuliano, Bianca Assunção
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.88%
Introdução: Muito tem se falado sobre a importância da educação nutricional em escolas para formação de hábitos alimentares saudáveis desde a infância e, em decorrência, controle de doenças crônico nãotransmissíveis na população, mas pouco se conhece a respeito de ações que promovam alimentação saudável na escola. Este conhecimento é essencial para aperfeiçoar e/ou criar estratégias pedagógicas e políticas de promoção da saúde. Objetivo: Descrever e analisar as atividades relacionadas à promoção de alimentação saudável realizadas em escolas de ensino fundamental do Município de Guarulhos. Metodologia: Levantamento descritivo com abordagem qualitativa, realizado em 20% das escolas de ensino fundamental de Guarulhos, por meio de entrevista estruturada de profundidade, com diretores e coordenadores, e da técnica de Análise de Conteúdo Temática. Resultados: Foram encontradas 26 diferentes estratégias pedagógicas dirigidas aos alunos de 13 escolas estudadas. Dentre as estratégias desenvolvidas com alunos, a algumas estão presentes em todas as escolas, como Alimentação Escolar, Orientações informais do professor durante a Alimentação Escolar, Sistema de distribuição da Alimentação Escolar centralizado. Observam-se ainda que a maioria das atividades encontradas são realizadas em função da Horta e/ou da Alimentação Escolar. Algumas Estratégias diferenciadas...

Representação da alimentação e do programa alimentar para crianças menores de 5 anos, na ótica dos seus responsáveis; Representation of food and the food program for children under 5 years old according to their responsibles.

Uicab Pool, Gloria de Los Ángeles
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
A alimentação da criança é uma necessidade e um direito que deve ser respeitado porque dela depende, em parte, o nível de saúde e desenvolvimento que poderá ter em sua vida adulta, na qual interferem fatores sociais e culturais que determinam a forma de alimentá-la. Portanto, torna-se relevante identificar as representações sociais que as reponsáveis pelo cuidado do menor de 5 anos têm em relação à alimentação e aos componentes alimentares do Programa Oportunidades, considerando seu contexto social e cultural, desde o enfoque teórico das Representações, exposto por Quieroz (2000). Para tal, foi realizada uma investigação qualitativa, com abordagem antropológica, tipo etnográfica, baseada em observação participante e em entrevistas semi-estruturadas dirigidas à responsáveis pelo cuidado do menor, as quais pertencem ao módulo No. 8, da cidade de Tizimín, Yucatán, México. O trabalho de campo foi realizado durante os meses de janeiro a abril de 2008, tendo sido solicitado, previamente, o consentimento livre e esclarecido das responsáveis. As informações captadas foram transcritas e, posteriormente, foi realizada a análise de conteúdo, segundo o recomendado por Gómes (1993), resultando em duas categorias empíricas: 1) dar de comer e 2) uma ajuda. Em relação à primeira...

O cuidado com a alimentação de crianças menores de um ano na perspectiva materna; The care of food in children less than one year old in maternal perspective.

Pelegrin, Rosileia Carolina Prearo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
No primeiro ano de vida, os cuidados com a criança são de importância vital devido ao fenômeno do crescimento/desenvolvimento e sua dependência. Neste contexto, um fator imprescindível dentre suas necessidades básicas é a nutrição. Oferecer à criança alimentos que não o leite materno antes do sexto mês de vida é, em geral, desnecessário e pode deixar a criança mais susceptível a diarréias, infecções respiratórias e desnutrição. Entretanto, a introdução tardia de alimentos não lácteos no esquema alimentar infantil leva ao aparecimento de retardo de crescimento e deficiências nutricionais. O Ministério da Saúde, bem como a OMS, preconizam o aleitamento materno exclusivo até seis meses de idade e a oferta do leite materno até os dois anos. O objetivo deste estudo constituiu analisar o cuidado materno na alimentação das crianças menores que um ano, considerando o perfil da alimentação ofertada pelas mães e a compreensão que estas fazem destes cuidados às crianças. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, baseado em dados quantitativos e qualitativos. É parte de um projeto multicêntrico intitulado Deficiência de ferro em crianças entre 3 a 12 meses: compreensão de determinantes biológicos...

Você é o que você come? Os cuidados com a alimentação : implicações na constituição dos corpos

Camargo, Tatiana Souza de
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.85%
Na atualidade, a preocupação acerca dos cuidados com a alimentação e o corpo parece fazer parte da ordem do dia. Propostas através de enunciados veiculados em diferentes produções de mídia, campanhas de saúde e educação escolar, entre outros âmbitos, as noções atuais de cuidados com a alimentação – ao serem tomadas como verdades – delineiam os processos de constituição de subjetividades e de inscrição dos corpos. Este trabalho, inserido no conjunto de pesquisas que procuram fazer o cruzamento entre o campo dos Estudos Culturais em suas vertentes pós-estruturalistas e os escritos de Michel Foucault, tem como objetivos principais discutir a maneira como os discursos que prescrevem cuidados com a alimentação, ao proporem normas de conduta, definem modos de ser, estar e agir no mundo; assim como investigar e problematizar a configuração de tais proposições na atualidade. Para tanto, empreendi uma pesquisa histórica buscando olhar para as relações entre os discursos a respeito dos cuidados com a alimentação e outros elementos – como a política, a economia, os saberes científicos, as crenças religiosas, os padrões morais de conduta, entre outros – e apreender a singularidade de sua existência...

A ação do Conselho Municipal de Alimentação Escolar para a implantação de uma alimentação escolar baseada na agricultura familiar no Município de Parobé, RS

Gonçalves, Eder Wolney da Roza
Tipo: trabalho de conclusão de especialização Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) tem dentre seus objetivos o acesso a alimentos necessários ao crescimento, a aprendizagem e a suprir de 20% a 70% das necessidades nutricionais diárias das crianças em idade escolar. O Conselho de Alimentação Escolar (CAE) representa a possibilidade da participação popular nas políticas públicas devendo desempenhar a função deliberativa e fiscalizadora dos atos praticados pelo PNAE. Questiona-se, portanto: Se as ações tomadas, em conjunto, entre a administração pública, através do seu programa de Alimentação Escolar e o Conselho de Alimentação Escolar do município de Parobé, RS são capazes de oferecer aos estudantes municipais do ensino infantil e fundamental uma alimentação balanceada, baseada na agricultura familiar que atenda ao mínimo de 30% da compra total com estes gêneros, bem como, verificar se ocorre a fiscalização dos atos do PNAE pelo Conselho Municipal de Alimentação Escolar, como está previsto na lei de criação deste conselho. O presente trabalho objetivou: Identificar como e o quanto a Administração Pública de Parobé, RS, por intermédio do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), faz uso da produção agrícola familiar do município para convertê-la em merenda escolar. O foco encontra-se nas relações do poder público...

Alimentação e nutrição na mídia : um estudo sobre as revistas on-line femininas para adolescentes Capricho e Todateen; Alimentation and nutrition on the media : a study of the online teen girl magazines Capricho and Todateen

Luciana Sales Purcino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Na sociedade contemporânea, os meios de comunicação social assumem um papel central nas atividades em geral, configurando-se como uma ferramenta fundamental para o exercício da cidadania e para a difusão do conhecimento, situação constatada também no campo da alimentação e da nutrição. O tema alimentação e nutrição é cada vez mais evidenciado nas diversas mídias; uma presença que tem sido valorizada por seu potencial em contribuir com a promoção da alimentação saudável e da saúde; mas também, tem sido questionada quanto à credibilidade e à adequação, muitas vezes, comprometidas por influências de mercado como, por exemplo, as determinadas pela indústria da estética. Diante desta problemática, nesta dissertação objetivou-se avaliar a qualidade dos conteúdos relacionados ao tema alimentação e nutrição das revistas on-line femininas para adolescentes Capricho e Todateen. Foi realizada uma pesquisa qualitativa através do método Análise do Conteúdo em associação a referenciais teórico-conceituais dos Estudos Culturais. O corpus de análise foi constituído por 111 textos (68 textos da revista on-line Capricho e 43 textos da revista on-line Todateen). O corpus foi selecionado através de busca no site das revistas Capricho e Todateen com palavras-chave relacionadas ao tema alimentação e nutrição...

O Programa Nacional de Alimentação Escolar e a sustentabilidade : o caso do Distrito Federal (2005-2008)

Carvalho, Daniela Gomes de
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2009.; Esta dissertação tem como objeto de estudo o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), também conhecido como Programa Nacional de Merenda Escolar, criado como política assistencialista em 1955. Após a promulgação da Carta Magna de 1988, a alimentação escolar passou a constituir-se em direito de fato. O art. 208, VII da Constituição determina como dever do Estado, garantir, por meio de programas suplementares à educação, o atendimento ao aluno com material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (1996) reitera o mandamento. Há 54 anos de existência, o PNAE ligou-se a diferentes órgãos de governo. Hoje, é coordenado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que repassa os recursos federais diretamente às secretarias estaduais de educação e prefeituras. Após sua descentralização em 1993, o PNAE se desmembrou em Programas Estaduais de Alimentação Escolar (PEAEs), e em Programas Municipais de Alimentação Escolar (PMAEs). Desde 2005, passou a ser eixo da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. O objetivo geral da pesquisa é analisar a relação alimentação escolar e sustentabilidade na prática do PNAE...

Política de alimentação escolar : tem caroço nesse angu? : a gestão e o controle social do PNAE; School food policy : has this lump mush ? the management and social control of the program

Costa, Jordanna Maria Nunes
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2013.; A presente pesquisa analisa a gestão e o controle social do Programa Nacional de Alimentação Escolar no município de Girau do Ponciano /AL, com o objetivo de compreender o contexto histórico internacional, que propiciaram a construção de uma política de alimentação escolar no Brasil; o processo de descentralização do PNAE e as fragilidades que permeiam a gestão do programa;analisar a relação do FNDE com os diretores de escolas frente à gestão do Programa no contexto de uma política de estado; e, ainda, propor uma ferramenta pedagógica que estimule a transparência e o controle social na execução do PNAE. A pesquisa divide-se em três capítulos, em que, no primeiro, traça-se o percurso histórico da política de alimentação escolar e das entidades subsidiárias do MEC responsáveis pela formulação e execução da alimentação escolar. O segundo capítulo trata doprocesso de descentralização e da política de financiamento do PNAE, com vistas a discutir a relevância do planejamento na política de alimentação escolar e o papel dos agentes educacionais. O terceiro capítulo aborda a função e a visão dos órgãos de fiscalização e controle face à execução e gestão do programa nos municípios...

Avaliação de conhecimentos de higiene e segurança alimentar de manipuladores de alimentos em unidades de alimentação e nutrição do sector hospitalar : Trabalho de Investigação : Evaluation of food hygiese and safety knowledge of employees from hospital´s alimentation and nutrition units

Viveiros, Frederico Costa de
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: trabalho académico Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.85%
Resumo da tese: As doenças de origem alimentar são uma das principais preocupações ao nível de saúde Pública. Para as evitar é fundamental que todos os manipuladores de alimentos recebam formação específica em higiene e segurança alimentar. Nas unidades de alimentação e nutrição do sector hospitalar é fulcral o cumprimento deste pré-requisito, com vista a não fornecer géneros alimentícios prejudiciais à saúde e impróprios para o consumo, tendo em conta a imunodepressão e especificidades dos doentes hospitalizados. Desta forma, surge a necessidade de uma avaliação contínua e individualizada, da eficácia, das acções de formação ministradas neste sector da restauração. Este estudo teve como objectivo avaliar os conhecimentos de higiene e segurança alimentar dos manipuladores de alimentos em unidades de alimentação e nutrição do sector hospitalar. Os resultados foram obtidos através da aplicação de um questionário, cotado de 0 a 20 valores, a 99 manipuladores de alimentos em 2 unidades de alimentação e nutrição do sector hospitalar. A média obtida no questionário aplicado foi de 15,0 +-2,5 valores. Contudo verificou-se a existência de diferenças com significado estatístico entre os resultados das 2 unidades de alimentação e nutrição. As temáticas com mais erros foram: temperaturas de confecção...

Alimentação Vegetariana: ingestão de nutrimentos chave, durante o ciclo de vida e desportistas, prevenção de doenças crónicas : Monografia : Vegetarian Diet: Intake of Key Nutrients During the Life Cycle and Athletes Prevention of Chronic Diseases

Parente, Ana Rita Mendonça
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: trabalho académico Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Resumo da tese: Actualmente, nos países Ocidentais, um maior número de indivíduos adere ao padrão alimentar vegetariano, existindo em Portugal, no ano de 2007, 30 000 vegetarianos. O vegetarianismo consiste numa alimentação saudável e nutricionalmente adequada proporcionando mesmo benefícios na prevenção e tratamento de diversas patologias. No entanto, a alimentação vegetariana deve ser bem planeada e os profissionais de saúde, especialmente os nutricionistas, devem possuir conhecimentos sobre este tema de modo a aconselhar os vegetarianos sobre quais as opções alimentares que satisfazem as suas necessidades nutricionais, dando especial importância aos nutrimentos chave, como as proteínas, ácidos gordos essenciais e algumas vitaminas (B12 e D) e minerais (cálcio, ferro, zinco e iodo). A alimentação ao longo do ciclo de vida e em desportistas requer necessidades nutricionais específicas, são exemplos as gestantes, lactantes, crianças, adolescentes, idosos e desportistas. Como tal é indispensável que os indivíduos pertencentes a estes grupos adoptem recomendações alimentares adequadas simultaneamente ao vegetarianismo e à fase do ciclo de vida em que se encontram e/ou ao seu desempenho desportivo. É assim através de uma alimentação bem planeada que todos os indivíduos pertencentes a estes grupos poderão beneficiar das vantagens proporcionadas pela alimentação vegetariana...

Avaliação da Qualidade do serviço de Alimentação num Jardim-de-Infância de Coimbra : Trabalho de Investigação : Evaluation of Food Service Quality at Kindergarten in Coimbra

Galinha, Maria Inês dos Santos Guerra e Saraiva
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: trabalho académico Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Resumo da tese: Introdução: A infância é uma das fases particularmente importantes da vida para o estabelecimento de hábitos alimentares saudáveis, que podem permanecer por toda a vida adulta, e que aliados à prática da actividade física, promovem a saúde e que previnem a doença. Objectivos: O principal objectivo do trabalho de investigação foi a avaliação da qualidade do serviço de alimentação num Jardim-de-Infância de Coimbra. Metodologia: A metodologia do trabalho de investigação teve como base a aplicação do Sistema de Planeamento e Avaliação de Refeições Escolares (SPARE) que permitiu avaliar a qualidade das ementas e a adequação energética e nutricional das refeições escolares, bem como avaliar as condições hígiosanitárias e ambiente do refeitório do Jardim-de-Infância. Resultados: O plano de ementas foi considerado, de uma forma geral, "Aceitável", apesar dos domínios, "Carne, Pescado e Ovo", "Acompanhamento de Cereais, Derivados e Tubérculos" e "Acompanhamento de Hortícolas e Leguminosas" da avaliação qualitativa de ementas terem sido "Não Aceitável". As refeições do almoço foram consideradas não adequadas às necessidades energéticas e nutricionais das crianças, uma vez que foram hiperenergéticas e hiperproteicas. As condições hígio-sanitárias e ambiente do refeitório foram consideradas...

Alimentação mediterrânica e o controlo glicémico da diabetes mellitus tipo 2

Andrade, Sara Rute Castro
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: trabalho académico Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Resumo da tese:Itrodução: A prevalência da Diabetes Mellitus (DM) tipo 2 é cada vez maior em todo o mundo. Para este aumento contribuem vários factores. Entre eles encontra-se a susceptibilidade genética e diversos factores ambientais, tais como, a inactividade física e a elevada ingestão energética. As principais complicações da DM tipo 2 afectam vários órgãos e a esta patologia associam-se elevadas taxas de mortalidade e morbilidade. O controlo glicémico (CG) é fundamental para inverter e evitar estas situações e a alimentação surge como um componente integral deste controlo. A alimentação mediterrânia (AM) tem sido associada a padrões elevados de saúde e anunciada como preventiva no que diz respeito a doenças crónicas associadas a hábitos alimentares, como é o caso da DM tipo 2. Objectivos: (1) Caracterizar a população diabética tipo 2 que frequenta a consulta de Diabetes do Hospital Garcia da Horta (HGO), a vários níveis; (2) Verificar a aproximação da alimentação destes doentes à alimentação do tipo mediterrânico; (3) Avaliar a relação entre a AM e o CG da DM tipo 2. Métodos: Estudo transversal realizado aos diabéticos tipo 2 que frequentam a consulta de Diabétes do HGO. A amostra é constituída por 100 diabéticos tipo 2...

Políticas de alimentação e nutrição : monografia : food and nutrition policy: Brazil and Portugal : Brasil e Portugal

Gregório, Maria João
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: trabalho académico Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Resumo da tese:A alimentação e a nutrição constituem direitos humanos fundamentais consignados na Declaração Universal dos Direitos Humanos e são requisitos básicos para a promoção e protecção da saúde. No Brasil, os temas alimentação e nutrição desde meados do século passado, estão presentes na agenda política, enquanto que em Portugal só mais recentemente (década de 90 do século passado) são considerados como alvo da implementação de políticas, acompanhando as directrizes da União Europeia (UE). O Brasil apresentou o primeiro Programa Nacional de Alimentação e Nutrição em 1972, sendo que em 1999 foi implementada a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN). Esta política marcou um grande avanço na ampliação e aperfeiçoamento do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN), que representa a melhor fonte de informação de consumo alimentar e do estado nutricional da população brasileira. O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) expressa a preocupação do Brasil para com a alimentação escolar. Portugal, na actualidade, não possui uma politica de alimentação e nutrição, desenvolvendo apenas alguns programas relacionados com esta temática que actuam de forma isolada...

Alimentação em final de vida: A opinião dos enfermeiros

Pinto, Jorge
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.89%
RESUMO A alimentação em final de vida desempenha um papel importante, uma vez que afeta o doente, a família e os próprios profissionais. Os Enfermeiros, sendo aqueles que estão mais próximos do doente, têm como foco da sua atenção e intervenção a alimentação do doente. No entanto, pouco se sabe sobre a sua opinião relativamente à alimentação do doente terminal (Bryon, de Casterlé & Gastmans, 2008). Desta problemática emergem duas questões de investigação: “Qual é a opinião dos Enfermeiros relativamente à alimentação do doente terminal?” e “Como percebem os Enfermeiros o início/suspensão da alimentação no doente terminal?”; bem como dois objetivos centrais: “Conhecer a opinião dos Enfermeiros relativamente à problemática que envolve a alimentação em final de vida” e “Analisar a opinião dos Enfermeiros relativamente ao início/suspensão da alimentação no doente terminal”. Neste sentido foi realizado um estudo descritivo do tipo inquérito e transversal, em que a população é constituída por todos os Enfermeiros que prestam cuidados diretos aos doentes internados nos serviços de medicina (três) do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Geral de Santo António. Para a recolha de dados foi construído um questionário de raiz. A amostra é constituída por 74 Enfermeiros...

Preditores socioeconômicos da qualidade da alimentação de crianças

Molina,Maria del Carmen Bisi; Lopéz,Pilar Monteiro; Faria,Carolina Perim de; Cade,Nágela Valadão; Zandonade,Eliana
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
OBJETIVO: Desenvolver índice de qualidade da alimentação e analisar fatores socioeconômicos associados à baixa qualidade da alimentação entre crianças. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com amostra representativa de 1.282 crianças de sete a dez anos de idade residentes em Vitória, ES, em 2007. As crianças foram sorteadas em 26 escolas públicas e seis privadas. Dados socioeconômicos e de hábitos de vida das crianças foram obtidos a partir de questionário estruturado enviado ao domicílio e preenchido preferencialmente por suas mães. Um questionário de freqüência alimentar foi construído a partir de estudos realizados com crianças brasileiras e testado em escola pública. Para avaliação da qualidade da alimentação foi desenvolvido um índice, denominado Alimentação do Escolar (Índice Ales), levando em consideração as recomendações nutricionais para a população brasileira e o hábito de realizar o desjejum. A associação entre a qualidade da alimentação e fatores socioeconômicos foi investigada utilizando a regressão logística multinomial. Foram estimados odds ratio ajustados e os intervalos com 95% de confiança para as variáveis que permaneceram no modelo. RESULTADOS: Segundo o Índice Ales...

Preditores socioeconômicos da qualidade da alimentação de crianças

Molina,Maria del Carmen Bisi; Lopéz,Pilar Monteiro; Faria,Carolina Perim de; Cade,Nágela Valadão; Zandonade,Eliana
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
OBJETIVO: Desenvolver índice de qualidade da alimentação e analisar fatores socioeconômicos associados à baixa qualidade da alimentação entre crianças. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com amostra representativa de 1.282 crianças de sete a dez anos de idade residentes em Vitória, ES, em 2007. As crianças foram sorteadas em 26 escolas públicas e seis privadas. Dados socioeconômicos e de hábitos de vida das crianças foram obtidos a partir de questionário estruturado enviado ao domicílio e preenchido preferencialmente por suas mães. Um questionário de freqüência alimentar foi construído a partir de estudos realizados com crianças brasileiras e testado em escola pública. Para avaliação da qualidade da alimentação foi desenvolvido um índice, denominado Alimentação do Escolar (Índice Ales), levando em consideração as recomendações nutricionais para a população brasileira e o hábito de realizar o desjejum. A associação entre a qualidade da alimentação e fatores socioeconômicos foi investigada utilizando a regressão logística multinomial. Foram estimados odds ratio ajustados e os intervalos com 95% de confiança para as variáveis que permaneceram no modelo. RESULTADOS: Segundo o Índice Ales...

A alimentação orgânica e as ações educativas na escola: diagnóstico para a educação em saúde e nutrição

Cunha,Elisângela da; Sousa,Anete Araújo de; Machado,Neila Maria Viçosa
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.85%
A pesquisa envolveu um diagnóstico das ações educativas e alimentação orgânica do Projeto Sabor Saber (PSS) em uma escola estadual em Florianópolis, Brasil. A partir de uma abordagem qualitativa, utilizou a entrevista semi-estruturada, a análise documental e os grupos focais para a coleta de dados. Participaram da pesquisa: gerente da alimentação escolar, diretora, grupo de escolares e professores da escola. Os resultados evidenciaram que o PSS avançou em seus objetivos, aliando introdução de alimentos orgânicos a ações educativas em alimentação, saúde, nutrição e meio ambiente, mas sem avaliações sobre este processo. O alimento orgânico está presente na alimentação escolar; contudo, não há registro de ações de educação em saúde e nutrição. A alimentação é conteúdo na disciplina de Ciências; todavia, os temas alimentação, saúde e nutrição surgem sem planejamento prévio. A avaliação dos escolares sobre a alimentação é positiva; porém, os alimentos orgânicos não foram referidos. Concluiu-se que a utilização do alimento orgânico ainda não integra o projeto pedagógico desta escola; no entanto, os professores refletiram sobre a necessidade do desenvolvimento de ações de educação em saúde...