Página 1 dos resultados de 4323 itens digitais encontrados em 0.039 segundos

Sexualidade na adolescência: a convivência de conflitos e a interferência na aprendizagem escolar. Um estudo de caso numa escola privada de ensino fundamental em Itabuna-Bahia-Brasil

Silva, Eliabe Izabel Moraes da
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.28%
O presente estudo analisa o desabrochar precoce da sexualidade na adolescência e a influência que estas atitudes estão interferindo na aprendizagem escolar dos pré-adolescentes da Escola Pio XII. Procuramos demonstrar como a realização de um trabalho planejado de forma dinâmica, abrangente com práticas pedagógicas criativas e ações educativas inovadoras podem levar o grupo a elaborar um pensamento que resgate o sentido de novo, moderno, dinâmico, atual,inusitado, discutindo de forma científica e crítica com enfoques inovadores os temas do interesse do grupo, esclarecendo as dúvidas, questionando situações novas na vida de cada um, buscando aproximação com a vida do estudante, levando a um trabalho de construção de valores pensando numa mudança real, na busca da auto-afirmação de uma postura coerente e madura. Pretendemos mostrar os passos utilizados para a elaboração de um trabalho multidisciplinar, objetivando inovar o ensino de temas que envolvam o desenvolvimento físico, social e psicológico de crianças que estão explicitando precocemente sentimentos sexuais em relação aos colegas, deixando de priorizar aspectos da vida social e psicológica que irão sedimentar o seu futuro como cidadão. Foi elaborado um projeto objetivando dinamizar o processo ensino-aprendizagem...

O corpo adolescente na educação; percepções relatadas por adolescentes a respeito da interferência da aplicação de exercícios de bioenergética na aprendizagem escolar

Pizzi, Laine Maria Alves
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.34%
O adolescente passa por transformações físicas, emocionais, fisiológicas e psíquicas que interferem na aprendizagem e na sua capacidade intelectual. O desenvolvimento corporal, assim como as propriocepções e as sensações que emergem do corpo, são temas pouco explorados pelos educadores. Trazer à tona o corpo do adolescente e estudar a relação corpo/mente se fez necessário para aprofundar o conhecimento e o desenvolvimento na fase da adolescência. A aprendizagem é vista aqui como um processo do saber do mundo interno, que são as percepções que o indivíduo tem de si mesmo, suas sensações emocionais e físicas, e no saber que vem do mundo externo, sua relação com o educador, colegas e com o universo tecnológico que formam o processo cognitivo. O objetivo desta pesquisa foi analisar as interferências na aprendizagem, referidas pelos alunos, de um trabalho corporal realizado em sala de aula, baseado na teoria e nos exercícios corporais da Análise Bioenergética, Lowen (1982) e complementado por outras escolas psicocorporais, a exemplo de Boadella (1992). O trabalho foi realizado em duas escolas, uma particular e outra pública estadual, com alunos do segundo ano do ensino médio com idade entre 15 e 17 anos. Foram utilizados exercícios corporais como recurso para obter consciência e autopercepção corporal visando adquirir mais atenção e interesse nos conteúdos e sugerindo a sua utilização durante a aula...

Percepções dos psicopedagogos clínicos relativas aos casos de dificuldades de aprendizagem escolar

Pacheco, Aline Paiva
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.4%
O estudo tem como preocupação central investigar quais as percepções dos Psicopedagogos Clínicos de São Luís no estado do Maranhão em relação aos casos das dificuldades de aprendizagem escolar, descrevendo e analisando as concepções e opiniões dos profissionais da Psicopedagogia Clínica acerca dos motivos pelos quais o indivíduo possui estas dificuldades. Para tanto, foram selecionadas 13 (treze) psicopedagogas do município de São Luís, no estado do Maranhão, sendo que apenas 10 (dez) foram entrevistadas. A pesquisa apresenta caráter investigativo, com uma abordagem descritiva qualitativa, na busca por respostas em torno do objeto pesquisado. A coleta de dados foi feita através de entrevistas semiestruturada, das quais foram elaboradas 13 (treze) perguntas comuns a todos os participantes. O presente estudo buscou referências em teóricos da Psicopedagogia como Visca (1987, 1991, 1996, 1998), Fonseca (1995), Fernandez (1990, 2001), Bossa (1994, 2000a, 2000b), Paín (1985, 1992, 1998), além dos educadores Piaget (1973, 1998) e Vygotsky (1989), entre outros renomados teóricos da área Psicopedagógica e da Educação e a partir das concepções destes pôde-se compreender de que forma a Psicopedagogia Clínica está contribuindo como agente transformador das dificuldades de aprendizagem no âmbito escolar...

Motivação para a Aprendizagem Escolar : adaptação de um Instrumento de Avaliação para o Contexto Português

Imaginário, Susana; Jesus, Saul Neves de; Morais, Fátima; Fernandes, Catarina; Santos, Rita; Santos, Joana; Azevedo, Ivete
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.52%
Estar motivado para a aprendizagem escolar é fundamental para que os alunos obtenham bons resultados académicos e para assegurar uma diminuição das taxas de indisciplina e de abandono escolar. Através de uma revisão da literatura procuramos identificar os instrumentos existentes que avaliem este construto e que se encontrem validados para português. Siqueira e Wechsler (2006) desenvolveram a “Escala de Motivação para a Aprendizagem Escolar”, um instrumento utilizado na população estudantil brasileira, mas que apresenta alguns fatores com baixos indicadores de consistência interna. Neste estudo procuramos adaptar esta escala para o contexto português recorrendo a uma amostra de 791 alunos de diferentes níveis de ensino. Obtivemos uma medida unidimensional constituída por 14 itens, com um coeficiente alfa de .820 e uma correlação teste-reteste de .602, constituindo-se como um bom instrumento para avaliar este conceito e ultrapassando os problemas encontrados no estudo realizado no Brasil.; Être motivé pour l›apprentissage scolaire est essentiel pour que les étudiants obtiennent de bons résultats scolaires pour assurer des taux plus faibles d’indiscipline et d’abandon scolaire. Grâce à un examen systématique de la littérature on a identifié les instruments existants pour évaluer cette construction et qui se trouvent validés pour le contexte portugais. Siqueira et Wechsler (2006) ont élaboré « l’Échelle de Motivation pour l’Apprentissage Scolaire »...

Avaliação Cognitiva Assistida de Crianças com Indicação de Dificuldade de Aprendizagem Escolar e Deficiência Mental.; Cognitive Assisted Assessment of Children With Learning Disabilities and Mental Retardation

Maria, Margaret Rose Santa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/1999 Português
Relevância na Pesquisa
56.23%
O presente estudo teve por objetivo avaliar aspectos do funcionamento cognitivo, dentro de uma abordagem de avaliação assistida, de crianças encaminhadas a serviços de Psicologia, com queixa de dificuldade de aprendizagem escolar e classificadas como deficientes mentais leves. Foram avaliadas 29 crianças de 8 a 11 anos de 1ª a 3ª série, com tarefas de perguntas de busca de informação com exclusão de alternativas e de raciocínio analógico. Seguiu-se um delineamento em fases: inicial sem ajuda, assistência, manutenção e transferência. Com base nos indicadores de desempenho de cada tarefa, realizou-se uma análise comparativa do desempenho dos sujeitos nas diferentes fases. Foram detectadas variações de sinais de recursos potenciais entre as crianças, classificando-as em: ganhadoras, subgrupo predominante, alto-escores e não-ganhadoras. Analisaram-se as operações cognitivas apresentadas na resolução das tarefas e os comportamentos da criança em relação à tarefa. Em um grupo relativamente homogêneo quanto à classificação psicométrica do nível mental, a avaliação assistida permitiu identificar variação intragrupo diferenciando crianças que não apresentavam eficiência na solução de problemas, requeriam muita ajuda da examinadora e não mantinham o desempenho após a suspensão da assistência...

Aprendizagem escolar e televisão: uma experiência com a pedagogia da comunicação em 5ª série do 1º grau; School learning and television: an experiment with the communication pedagogy in the 5th year of the 1st. degree.

Porto, Tania Maria Esperon
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/1996 Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
O fenômeno do fracasso escolar no ensino de 1º grau, os interesses dos jovens adolescentes por mídias, as características e comportamentos específicos destes jovens em início de adolescência motivaram esta pesquisa sobre o cotidiano de alunos e professores de 5ªs séries. Assim, a preocupação central deste estudo está voltada para questões que dizem respeito aos adolescentes, situando-os em duas instâncias formadoras: escola e televisão. O presente trabalho, realizado sob a forma de pesquisa qualitativa, consistiu de um estudo de caso e de um experimento didático com professores e alunos, realizados em 1994, numa escola pública de periferia na cidade de Campinas, no Estado de São Paulo. Neste contexto, apresentam-se na tese: * informações obtidas com o estudo de caso acerca da escola, do corpo docente e sobre uma das 5ª séries, objetos de investigação; * informações obtidas sobre a classe pesquisada (5ª série B), seus interesses, problemas, sua relação com a escola, com a TV e com a telenovela; * uma experiência didática sistematizada e analisada através da Pedagogia da Comunicação. As atividades desenvolvidas para o estudo do cotidiano escolar encaminharam-se para a utilização da Pedagogia da Comunicação...

Inclusão de alunos com deficiência intelectual: considerações sobre avaliação da aprendizagem escolar

Valentim, Fernanda Oscar Dourado
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 143 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
56.46%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Educação - FFC; Com a proposta de inclusão escolar, divulgada mais fortemente a partir da década de 1990, no Brasil, surge a preocupação em revisar os papéis que a escola comum passa a desempenhar, frente a essa nova realidade. Tal movimento implica profundas mudanças na concepção de educação e, consequentemente, nas concepções sobre ensino, aprendizagem e avaliação. A prática usual de avaliação da aprendizagem, desenvolvida nas escolas, tem-se mostrado, predominantemente, restrita à mensuração e à utilização de instrumentos que pouco contribuem para a prática pedagógica do professor e, dessa forma, se constituem em práticas pouco favoráveis à inclusão do aluno com deficiência intelectual. A avaliação da aprendizagem deve ser capaz de identificar o potencial de aprendizagem dos alunos, indicar suas necessidades e oferecer subsídios ao planejamento da prática pedagógica do professor. Diante disso, esta pesquisa teve por objetivos identificar e analisar como vem sendo desenvolvida a avaliação da aprendizagem escolar, nas escolas municipais do Ensino Fundamental – ciclo I...

Sono, saúde e aprendizagem em crianças do 1.º ciclo do ensino básico

Coelho, Sónia; Anastácio, Zélia
Fonte: Centro de Investigação em Estudos da Criança Publicador: Centro de Investigação em Estudos da Criança
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em 05/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.32%
Na presente investigação pretendeu-se averiguar a influência da qualidade do sono, enquanto função vital e momento reparador e de descanso, na saúde, no comportamento e na aprendizagem escolar de crianças em idade de 1.º Ciclo do Ensino Básico. Pretendeu-se ainda identificar fatores externos com influência nesta qualidade do sono. Efetuou-se um estudo transversal e seguiu-se uma metodologia quantitativa. Para instrumento de recolha de dados construiu-se e validou-se um questionário, exclusivamente para o efeito desta investigação. Consideraram-se variáveis dependentes os sintomas à chegada à escola, as dificuldades sentidas na sala de aula, os sintomas durante o dia, dificuldades em adormecer, sintomas ao deitar, acordar durante a noite, dificuldades em levantar de manhã, sintomas ao acordar, sonhos, pontualidade, alimentação e aproveitamento escolar. Os fatores associados foram sexo, idade e ano de escolaridade, agregado familiar, partilha de quarto, gosto pela escola e disciplinas preferidas, atividades fora da escola e existência de aparelhos eletrónicos no quarto. A amostra, de conveniência, incluiu todos os alunos (n=114) de uma escola de 1.ºCEB, sendo 56 crianças do sexo feminino e 58 do sexo masculino. O preenchimento dos questionários foi feito pelos próprios alunos no 2.º...

Motivação para a aprendizagem escolar : adaptação de um instrumento de avaliação para o contexto português; Motivation for school learning : adaptation of an evaluation instrument for the Portuguese context; Motivation pour l’apprentissage scolaire : adaptation d’un instrument d’évaluation pour le contexte portugais; Motivación para el aprendizaje escolar : adaptación de un instrumento de evaluación para el contexto portugués

Imaginário, Susana; Jesus, Saul Neves de; Morais, Fátima; Fernandes, Catarina; Santos, Rita; Santos, Joana; Azevedo, Ivete
Fonte: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF) Publicador: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.54%
Estar motivado para a aprendizagem escolar é fundamental para que os alunos obtenham bons resultados académicos e para assegurar uma diminuição das taxas de indisciplina e de abandono escolar. Através de uma revisão da literatura procuramos identificar os instrumentos existentes que avaliem este construto e que se encontrem validados para português. Siqueira e Wechsler (2006) desenvolveram a “Escala de Motivação para a Aprendizagem Escolar”, um instrumento utilizado na população estudantil brasileira, mas que apresenta alguns fatores com baixos indicadores de consistência interna. Neste estudo procuramos adaptar esta escala para o contexto português recorrendo a uma amostra de 791 alunos de diferentes níveis de ensino. Obtivemos uma medida unidimensional constituída por 14 itens, com um coeficiente alfa de .820 e uma correlação teste-reteste de .602, constituindo-se como um bom instrumento para avaliar este conceito e ultrapassando os problemas encontrados no estudo realizado no Brasil; Being motivated for school learning is essential for students to obtain good academic results and to ensure a decrease in the rates of indiscipline and school dropout. Through a systematic literature review we tried to identify the existent instruments to assess this construct validated for the Portuguese context. Siqueira and Wechsler (2006) developed the “Motivation Scale for School Learning”...

Aprendizagem escolar e sua avaliação em educação de infância e 1º ciclo

Pavão, Sofia Chaves
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 28/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.55%
Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico (Relatório de Estágio).; O presente relatório de estágio concede uma visão geral do trabalho realizado pela autora nas disciplinas de Prática Educativa Supervisionada I e II do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Apresenta uma análise crítica e reflexiva da prática desenvolvida nos dois momentos de estágio, nomeadamente das observações, planificações, ações e avaliações efetuadas. Ao longo desta análise procuramos não só estabelecer comparações entre as práticas no Pré-escolar e no 1.º Ciclo, como também realizar o confronto desta componente prática com a teoria, de modo a aprofundar a sua compreensão e consistência. Contudo, neste resumo, destacaremos essencialmente os resultados obtidos quanto à integração curricular e às estratégias de ensino-aprendizagem privilegiadas, bem como as conclusões alcançadas num estudo sobre a avaliação da aprendizagem. Em relação aos dois primeiros aspetos, verificamos que, tanto no Pré-escolar como no 1.º Ciclo, os conteúdos relativos ao Conhecimento do Mundo/ Estudo do Meio foram os que permitiram maior integração das diversas áreas curriculares e que as estratégias privilegiadas ao longo das práticas foram a exposição e o questionamento. Os resultados em questão decorreram de análises sistemáticas de registos de observação...

Motivação para a aprendizagem escolar e práticas familiares de literacia: Análise da relação em crianças no 1º ano de escolaridade

Martins, Cátia Sofia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
56.4%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; A temática da motivação tem sido alvo de muito trabalho e ampla discussão. Várias têm sido as teorias elaboradas na tentativa de encontrar uma definição uníssona e respectivos mecanismos de funcionamento. Mas os estudos têm procurado esgotar a multiplicidade de relações que influenciam este tema. Nesta linha de investigação, surge o presente estudo, que pretende relacionar a motivação para a aprendizagem com as práticas de literacia familiar em crianças do primeiro ano de escolaridade (seis anos). Um dos instrumentos utilizados foi uma escala de motivação para a aprendizagem inicialmente desenvolvida por Stipek e Ryan (1997), que se encontra sub-dividida em seis dimensões (competência percepcionada, satisfação, ansiedade, expectativa para o sucesso e preferência pelo desafio). Na continuidade de um estudo elaborado por Mata (2002), aplicou-se um questionário de práticas e hábitos de literacia parentais desenvolvido pela autora a 115 crianças no início da escolaridade. Também participaram neste trabalho 49 pais, que responderam a uma versão do questionário elaborada por Mata (2002). Deste modo, a hipótese geral deste trabalho assenta na existência de uma relação positiva entre a motivação para a aprendizagem (através dos valores revelados pela escala) e o nível de literacia familiar relatado pelas crianças e respectivos pais. No que concerne as sub-escalas da motivação...

Avaliação cognitiva assistida de crianças com indicações de dificuldades de aprendizagem escolar e deficiência mental leve

Santa Maria,Margaret Rose; Linhares,Maria Beatriz Martins
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 Português
Relevância na Pesquisa
56.23%
O presente estudo teve por objetivo avaliar aspectos do funcionamento cognitivo, dentro de uma abordagem de avaliação assistida, de crianças encaminhadas a serviços de Psicologia, com queixa de dificuldade de aprendizagem escolar e classificadas como deficiente mental leve. Foram avaliadas 29 crianças de oito a onze anos, de primeira a terceira série, com tarefas de perguntas de busca de informação com exclusão de alternativas e de raciocínio analógico. Foi seguido um delineamento em fases e com base nos indicadores de desempenho de cada tarefa realizou-se uma análise comparativa do desempenho dos participantes nas diferentes fases. Em um grupo relativamente homogêneo quanto à classificação psicométrica do nível mental, a avaliação assistida permitiu identificar variação intra-grupo, diferenciando crianças que não apresentaram eficiência na solução de problemas, requereram muita ajuda e não mantiveram o desempenho após a sua suspensão, daquelas eficientes e transferidoras.

Efeitos aversivos das práticas de avaliação da aprendizagem escolar

Leite,Sérgio Antônio da Silva; Kager,Samantha
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.37%
O presente artigo tem como objetivo discutir os efeitos aversivos das práticas tradicionais de avaliação da aprendizagem escolar. Baseando-se em dados de pesquisa coletados através de entrevistas com jovens do último ano do ensino médio, organizaram-se núcleos temáticos que permitiram identificar os aspectos aversivos do processo de avaliação da aprendizagem escolar, bem como os seus efeitos nos alunos. Na discussão, aponta-se como alternativa o processo de avaliação diagnóstica para o trabalho pedagógico dos professores.

Avaliação do desempenho de crianças e intervenção em um jogo de senha

Macedo,Lino de; Petty,Ana Lúcia; Carvalho,Gisele Escorel de; Carracedo,Valquiria
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
56.23%
Os objetivos foram analisar, na perspectiva construtivista de Piaget, como crianças resolviam e compreendiam problemas relativos a um jogo de Senha e apresentar formas de intervenção face às respostas dos sujeitos e aos critérios propostos para a análise das respostas. O procedimento consistiu em solicitar que 60 crianças, entre 7 e 12 anos de idade, preenchessem formulários, sobre suas decisões em relação aos problemas propostos. As respostas foram classificadas em três níveis: 55% dos sujeitos (N=33) apresentaram um desempenho correspondente ao nível I, 20% (N=12) ao nível II e 25% (N=15), ao nível III. Classificar as formas de resolução por níveis indicou que recursos foram utilizados pelas crianças para resolverem o desafio do Senha. Estas análises possibilitaram a sugestão de intervenções a serem feitas por profissionais interessados na aprendizagem escolar de crianças por meio de jogos.

Aprendizagem auto-regulada: fundamentos e organização do Programa SABER

Bilimória,Helena; Almeida,Leandro S.
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.36%
Este artigo apresenta um programa de promoção da auto-regulação da aprendizagem escolar para adolescentes. À luz das teorias da auto-regulação, em particular do modelo do adaptable learning, as 12 sessões do programa desenvolvem competências de análise e de definição de objectivos, de planeamento e de avaliação das tarefas de aprendizagem e de resolução de problemas. Neste quadro, as actividades do programa cobrem componentes motivacionais, cognitivas e metacognitivas da aprendizagem. Por sua vez, à luz das teorias construtivistas da aprendizagem aposta-se numa dinâmica de treino assente, em primeiro lugar, na realização individual das tarefas, seguida da discussão em grupo das estratégias usadas e resultados atingidos. A par da estrutura organizativa das 12 sessões do programa, descreve-se a estrutura interna de cada sessão, destacando-se a dinâmica das mesmas e os procedimentos seguidos de forma a maximizar o envolvimento e a auto-regulação dos alunos.

O esquema corporal de crianças com dificuldade de aprendizagem

Rosa Neto,Francisco; Amaro,Kassandra Nunes; Prestes,Daniela Bosquerolli; Arab,Claudia
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.28%
Reconhecendo a importância do esquema corporal para o desenvolvimento global da criança, o objetivo desta pesquisa foi verificar o desenvolvimento do esquema corporal de escolares na faixa etária de 6 a 10 anos com queixa de dificuldades de aprendizagem, encaminhados ao Núcleo de Avaliação e Intervenção Motora - NAIM/LADEHU/UDESC. Participaram do estudo 39 crianças, sendo 24 meninos e 15 meninas, provenientes de escolas públicas de Florianópolis. O esquema corporal foi avaliado através da Escala de Desenvolvimento Motor - EDM. Todos os participantes apresentaram atraso no desenvolvimento da Idade Motora Geral e na Idade Motora do Esquema Corporal. O déficit aumentou conforme a idade cronológica dos participantes e a classificação do Quociente Motor Geral e do Quociente Motor do Esquema Coporal do grupo foi Muito Inferior. Os dados sugerem que o desenvolvimento das capacidades motoras, em especial do esquema corporal, são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades essenciais à aprendizagem escolar.

Avaliação da aprendizagem e inclusão escolar: a singularidade a serviço da coletividade

Souza,Ana Maria de Lima; Macedo,Marasella del Cármen Silva Rodrigues
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.37%
Pretende-se com este trabalho discutir a avaliação da aprendizagem escolar como meio de inclusão/exclusão a partir da análise de conceitos que permeiam as duas temáticas. Através de um estudo teórico são apresentados aspectos relevantes que possibilitam ou dificultam a consolidação do processo de avaliação para a diversidade, em torno das seguintes questões: Como analisar a inclusão se não a partir da reflexão sobre a sua lógica contrária, a exclusão? Como avaliar para a inclusão, considerando as diferenças, sem relativizá-las ou centrá-las apenas nas limitações físicas, intelectuais ou sociais? Foram adotadas, como referencial, teorias críticas na intenção de superar uma visão determinante acerca das características individuais, que compreendam os seres humanos inseridos em um contexto social, histórico e cultural amplo e repleto de contradições. Conclui-se que a escola deve preparar indivíduos capazes de avaliar suas ações, generalizar conhecimentos e experiências, fazer análises e sínteses, considerando não apenas a dimensão individual, mas, sobretudo, coletiva.

Desenvolvimento da subjetividade: análise de histórias de superação das dificuldades de aprendizagem

Rossato,Maristela; Martínez,Albertina Mitjáns
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.45%
Este artigo discute a subjetividade numa perspectiva sistêmica e processual, orientado pela Teoria da Subjetividade desenvolvida por González Rey, analisada na trajetória escolar de estudantes identificados com dificuldades de aprendizagem. Tem por objetivo analisar como ocorre o movimento da subjetividade no processo de superação das dificuldades de aprendizagem escolar. A pesquisa foi realizada com três estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental, por meio de Estudo de Caso Múltiplo. Foram utilizados sistemas conversacionais, instrumentos apoiados em indutores escritos e indutores não escritos, momentos informais, análise documental e observações no ambiente escolar. Concluímos que a superação das dificuldades de aprendizagem pode se dar pelo reconhecimento do sujeito no estudante, pela vivência de condições favorecedoras à produção de sentidos subjetivos e pela reconfiguração de elementos da subjetividade do estudante. Essas reflexões deram sustentação para definirmos o desenvolvimento da subjetividade como mudanças subjetivas que impactam, ganham certa estabilidade e são capazes de desencadear outras mudanças, gerando novos níveis qualitativos de organização subjetiva.

O jogo dominó das 4cores: estudo sobre análise de protocolos

Macedo,Lino de; Petty,Ana Lucia; Carvalho,Gisele E. de; Souza,Maria Thereza C. C. de
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.23%
Esta pesquisa teve como objetivo analisar protocolos com registros do jogo Dominó das 4cores, para investigar diferentes formas de resolução propostas por 46 crianças, de idade entre sete e onze anos, que frequentavam atividades em um contexto de oficinas de jogos. Para a coleta de dados, os participantes resolveram situações-problema e as informações foram obtidas por meio da análise dos protocolos. A partir desta análise, foi possível caracterizar os modos de resolução em termos de respeito às regras, estratégias, erros e acertos. Os resultados indicaram que: 1- os sujeitos jogaram de acordo com as regras; 2- atuaram regularmente por ensaio-e-erro; 3- houve alta frequência de erros percebidos a posteriori. Como consequência, foi possível propor intervenções para desencadear a observação das ações e a construção de novos procedimentos e atitudes favoráveis ao jogar, assim como ao desenvolvimento e à aprendizagem escolar.

Abordagem psicológica do problema de aprendizagem escolar: o que nos ensina a criança que não aprende?

Vasconcellos Pires Ferreira, Patrícia; Tarcisio da Rocha Falcão, Jorge (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
56.54%
Este trabalho teve por objetivo investigar os problemas de aprendizagem escolar de crianças da segunda série do Ensino Fundamental, a partir do olhar da Psicologia, entrelaçando cognição e afetividade. Apesar de o fracasso escolar ter múltiplas causas, fizemos o recorte para a situação em que o mesmo assume a forma de sintoma, denunciando, na linguagem da nossa sociedade, o seu mal-estar. Entrevistamos professoras e seus alunos, seguindo um roteiro básico, e solicitamos que os mesmos desenhassem uma situação de ensino-aprendizagem; para as crianças solicitamos, também, o desenho de suas famílias. Todos esses dados foram interpretados tendo como corpo teórico principal a proposição de Alícia Fernandez, segundo a qual a criança que não consegue aprender pode estar se defendendo de algo que não pode traduzir em palavras. Também baseamos as nossas reflexões nas idéias de Jean Piaget, Sigmund Freud, L. Vygotsky, Jerome Bruner, Antonio Damásio, Anny Cordié, Sara Paim, no que se refere às possíveis articulações entre a cognição e afetividade no processo de aprendizagem. Observamos que as professoras têm a compreensão de que o fracasso escolar de seus alunos pode ultrapassar as questões pedagógicas...