Página 1 dos resultados de 26 itens digitais encontrados em 0.362 segundos

Atitude do consumidor em relação ao marketing (o caso português)

Correia, Luís Manuel Ferreira
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
25.66%
Orientado por Paula Odete Fernandes; As estratégias de Marketing são cada vez mais estruturadas e direccionadas para públicos alvos, sendo consideradas imprescindíveis na comunicação entre empresas e consumidores. Grandes companhias absorvem orçamentos volumosos para conseguirem transmitir a mensagem ao consumidor final. Estratégias dinâmicas e reconhecidas de agências mundiais de Marketing, são contratadas por grandes companhias para dar a conhecer os seus bens e serviços, face a uma cada vez maior concorrência a que se tem vindo a assistir com a globalização. Tendo em conta que o consumidor possui cada vez mais informação relevante sobre produtos e estratégias de Marketing que os suportam, é necessário conhecer a informação que permite ir ao encontro das reais necessidades do consumidor, bem como a forma de melhor o satisfazer e fidelizar. Assim, com o presente trabalho de pesquisa, pretendeu-se medir e conhecer a atitude do consumidor português face ao Marketing e o seu grau de satisfação em relação à qualidade dos produtos, promoção, preços dos produtos, distribuição e venda, ou seja, em relação às políticas do Marketing-Mix. Foi propósito, ainda, analisar a percepção dos consumidores quanto à regulamentação Governamental para as actividades comerciais...

"A construção de uma escala de atitudes frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista: um estudo psicométrico"; The Construction of a Scale of Attitudes towards Alcohol, alcoholism and the Alcoholic: a psychometric study.

Vargas, Divane de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
46%
Desenvolveu-se uma escala para medir atitudes de enfermeiros frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista (EAFAAA). Trata-se de uma escala do tipo likert que teve como fundamentação teórica os pressupostos de Pasqualli (1999). Para a elaboração dos itens da escala numa etapa inicial, realizou-se entrevista semi-estruturada com 30 enfermeiros, e da análise destas entrevistas foi extraído um total de 225 itens. O total dos itens foi submetido a análise de seis juízes especialistas no assunto. Após a análise somente 165 permaneceram. A escala composta por 165 itens foi submetida a um estudo-piloto com o objetivo de verificar as características estatísticas da mesma, para isso o instrumento foi testado numa população de 144 estudantes de enfermagem do último ano, de duas faculdades privadas. De posse dos instrumentos respondidos pelos 144 sujeitos, criou-se um banco de dados no programa SPSS (Satatistical Package for the Social Sciences v.8 for Windows), através do qual procedeu-se à análise estatística do instrumento. A análise fatorial originou uma escala composta por 96 itens divididos em cinco fatores: Fator 1: O Alcoolista, o trabalhar e o relacionar-se com o mesmo; Fator 2: Etiologia; Fator 3: Doença; Fator 4: Repercussões decorrentes do uso/abuso do álcool e Fator 5: A Bebida alcoólica. A consistência interna foi de 0...

Associação entre a qualidade de vida relacionada à saúde, atitudes frente ao uso de anticoagulação oral e variáveis sócio-demográficas e clínicas; Association between the quality of life related to health, attitudes towards oral anticoagulant, and clinical and sociodemographic variables.

Corbi, Inaiara Scalçone Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
35.58%
Estudo descritivo, exploratório, tipo corte transversal com 178 pacientes em uso de anticoagulação oral em seguimento ambulatorial com os objetivos de: caracterizar os pacientes em uso de terapia de anticoagulação oral (TAO) segundo variáveis sóciodemográficas, clínicas e relacionadas à TAO; analisar a associação entre qualidade de vida relacionada à saúde com a idade e o sexo dos pacientes; analisar a associação entre qualidade de vida relacionada à saúde com o tempo de uso do anticoagulante oral (ACO), presença de complicações e indicação da TAO; analisar a associação entre a presença de complicações pelo uso de ACO com a presença de orientações prévias recebidas pelos pacientes. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais e consulta aos prontuários dos pacientes, sendo a qualidade de vida relacionada à saúde, avaliada pelo instrumento SF-36. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, teste t student, ANOVA e teste Exato de Fisher. Verificamos que a maioria dos pacientes era do sexo feminino; com idade média de 55,6 anos; aposentados (36,9%); com o primeiro grau incompleto (71,1%); renda familiar média de 896,3 reais; casados (65,2%); e procedentes de outras cidades do Estado de São Paulo (83...

Atitudes de familiares de portadores de transtornos mentais frente aos transtornos mentais: a influência do grupo de autoajuda; Attitudes of mental disorder patients' relatives towards the mental disorders: the influence of a self-help group

Machado, Angelina Moda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
45.96%
Diferentes pessoas podem ter atitudes diferentes frente a um mesmo objeto, mas esta diversidade de posicionamento não deve ser encarada como características idiossincráticas ou estáveis, não nascem num vazio social, são fruto de interação social, de processo de comparação, identificação e diferenciação social que permite situar uma posição frente a outras em um determinado momento. A família, enquanto grupo, atravessa os tempos passando por inúmeras transformações e críticas, sem se afastar da responsabilidade e das exigências dos papéis socialmente atribuídos a ela. O transtorno mental permanece ainda obscuro, não existindo uma causa que o explique como tão estigmatizante, mas, o adoecer psíquico, é facilmente percebido, pois, os indivíduos que adoecem, apresentam comportamentos diferentes daqueles normalmente aceitos pela sociedade. Os grupos de autoajuda são homogêneos, seus participantes passam pelo mesmo sofrimento, são de apoio mútuo e educacional, a liderança vem do interior do grupo, reporta-se somente a um único evento desestruturador de vida, os membros participam voluntariamente, sem fins lucrativos, objetivam o crescimento pessoal dos integrantes e tem caráter anônimo e confidencial. Partindo-se do princípio de que as atitudes frente aos transtornos mentais e seus portadores são passíveis de serem trabalhadas e modificadas...

A presença da família em sala de emergência pediátrica: crenças dos pais e dos profissionais de saúde; Family presence in emergency room pediatric beliefs of parents and health professionals.

Mekitarian, Francine Fernandes Pires
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
25.58%
A presença da família durante a realização de procedimentos invasivos e/ou da reanimação cardiopulmonar em pediatria é um tema presente nos debates desencadeados pela literatura nos últimos anos. Atualmente essa é uma prática determinada pelas atitudes dos profissionais em permitir que a família esteja presente nesses momentos. É fundamental conhecer o significado que a própria família atribui ao fato de permanecer ou não no atendimento de emergência. Os objetivos deste estudo foram: conhecer a experiência e as crenças das famílias a respeito de sua permanência na sala durante o atendimento de emergência à criança e identificar as percepções e as crenças de profissionais de saúde em relação a presença da família durante o atendimento de emergência. Método: Trata-se de estudo exploratório, com abordagens quantitativa e qualitativa. A amostra foi constituída por 46 profissionais de saúde de um serviço de emergência pediátrica de um Hospital Universitário de São Paulo e 6 famílias de crianças atendidas na sala de emergência do mesmo serviço. Para a identificação da percepção e crenças dos profissionais foi utilizado um questionário semi-estruturado de auto-preenchimento e a análise foi realizada segundo os parâmetros da estatística descritiva. Com as famílias foi utilizada a investigação narrativa e os dados obtidos foram analisados buscando identificar temas principais. Resultados: Os profissionais de saúde possuem dois tipos de crenças relacionadas à experiência: (1) crenças que apoiam a presença da família a família observa os esforços realizados para salvar a vida da criança; a família fornece informações importantes; a família possibilita que a criança fique mais colaborativa; a família não interfere no atendimento; dar tranquilidade à família; é um direito da família; o lugar dos pais é do lado do filho; e a família dá conforto à criança e (2) crenças que restringem a presença da família a família interfere na atuação dos profissionais; não ter tempo para dar atenção à família; a família restringe o ensino aos estudantes; um profissional deve ficar junto com a família; gera memórias negativas do atendimento; e a família interfere no atendimento. A experiência das famílias foi organizada em cinco temas: a iminência de morte do filho; meu lugar é do lado do meu filho; ser reconhecido como importante; eu sei o que é melhor para mim; se eu tiver que passar por isso que seja assim. Os temas revelam a vulnerabilidade da família e a necessidade de estar presente e fazer escolhas na situação de atendimento de emergência do filho. Conclusões: O estudo revelou que tanto as famílias quanto os profissionais de saúde tem a necessidade de dar um sentido às experiências que vivem frente ao atendimento de emergência da criança. Para que se possa prestar uma assistência pautada no modelo do Cuidado Centrado na Família...

Atitudes de estudantes de psicologia acerca do álcool, do alcoolismo e do alcoolista; Psychology students' attitudes about alcohol, alcoholism and alcoholics.

Merces, Neuri Pires das
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
Introdução: O estudo da atitude dos profissionais de saúde frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista ainda é escasso na literatura brasileira, e, em relação às atitudes dos psicólogos e estudantes de psicologia, não estão disponíveis na literatura nacional estudos que tenham se ocupado desse fenômeno. Após os movimentos sanitaristas da reforma psiquiátrica no Brasil, no final da década de 1980, houve aumento significativo desses profissionais em vários serviços de saúde, inclusive naqueles destinados ao atendimento de pessoas com problemas relacionados ao álcool e ao alcoolismo. O que torna importante identificar questões relacionadas ao preparo e às atitudes dos futuros profissionais de psicologia frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista. Objetivo: Verificar e analisar as atitudes dos estudantes de psicologia frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista. Método: Estudo exploratório de abordagem psicométrica, realizado com uma amostra de 159 estudantes do último ano do curso de psicologia de três faculdades da cidade de São Paulo. Para coleta de dados utilizou-se a Escala de Atitudes Frente ao Álcool, ao Alcoolismo e ao Alcoolista (EAFAAA) e um questionário sociodemográfico. Para análise dos dados utilizaram-se testes da estatística descritiva (frequências simples...

Avaliação das atitudes no curso de estatística: contextos universitários latino-americanos; Evaluation of attitudes in the statistics course: Latin American university contexts

Pereda, Ana Sofia Aparicio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
96.02%
O objetivo deste estudo é fornecer uma visão geral e atualizada da pesquisa empírica e transcultural das atitudes dos estudantes universitários em relação à Estatística. A nossa enfases é a avaliação a nivel pessoal, especialmente o estudo do aspecto afetivo através das atitudes frente à Estatística para o qual fazemos uma revisão das escalas propostas assim como propomos uma escala originalmente desenvolvida para professores de escola e adaptada neste estudo. Considerando os resultados, fazemos um longo estudo das caracteristicas psicométricas desta escala em populaçoes de estudantes universitarios de diferentes especialidades e caracteristicas do Perú, Colombia, Chile e Brasil. Antes de fazer a parte avaliativa e comparativa entre os países, fazemos uma proposta metodológica das práticas de avaliação do processo de ensino-aprendizagem em cursos de Estatística para uma instituição superior considerando uma adaptação da proposta do Enfoque Ontosemiotico da cognição e Instrução Matemática (EOS) de Godino et al, 2008. Também fazemos uma aproximação na avaliação institucional dos cursos de graduação e pós graduação em Estatística desenvolvidos pelo governo federal no Brasil e as políticas de avaliação no Peru...

Implantação de programa de produção mais limpa e prevenção à poluição em análise química

Souza, Dalva Inês de
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.58%
Este trabalho tem como objetivo geral implantar um programa de produção mais limpa e prevenção à poluição na disciplina de análise química do curso técnico de química de escola de nível médio. O foco do estudo foi análise química quantitativa por métodos clássicos de volumetria e gravimetria, desenvolvido com 3 turmas de alunos. Para isto, a literatura foi revisada, buscando-se os conceitos de Produção mais Limpa (PML), good housekeeping, Prevenção à Poluição (P2), Planos Curriculares Nacionais (PCNs), Constituição Federal e Estadual e implicações de assuntos ambientais e de segurança no ensino da química. A seguir efetuou-se um plano de trabalho e realizou-se a implementa-ção de medidas. Foram estabelecidas como medidas a minimização de reagentes, insumos e resíduos, a reutilização e reciclagem dos mesmos e a conscientização dos alunos sobre sua responsabilidade ambiental em 2 turmas de alunos, mantendo-se a outra como turma controle. Para avaliação de resultados foram usados indicadores quantitativos e qualitativos como quantidades de reagentes, insumos (água potável, detergente e papel toalha) e resí-duos, análise estatística dos resultados analíticos através teste Q, teste F, teste de t student e coeficiente de variação...

Aconselhamento genetico e prevenção da cegueira : percepção e conduta de oftalmologistas e pacientes portadores de deficiencia visual; Genetic counseling and prevetion of blindness : perception and conduct of brazilian ophtalmologists and patients with visual impairement

Priscila Hae Hyun Rim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
35.58%
O presente trabalho tem por objetivos verificar a percepção de oftalmologistas brasileiros em relação à contribuição da Genética em sua atuação médica rotineira e a conduta frente a portadores de doenças hereditárias; investigar o nível de conhecimento e a conduta desses pacientes a respeito de sua condição e verificar a contribuição do aconselhamento genético na vida destes pacientes. Duzentos oftalmologistas que atuam na região de Campinas, SP, Brasil (universidades e/ou clínicas particulares) foram convidados a participar, por via postal, de uma entrevista sobre os seus conhecimentos, práticas e opiniões no campo da genética. A casuística de pacientes foi constituída por 53 portadores de deficiência visual importante (acuidade visual com a melhor correção menor que 0,3), de provável etiologia genética, entrevistados em um hospital universitário no período de 18 meses. O conteúdo da entrevista consistiu de perguntas sobre seus conhecimentos, opiniões, condutas e a situação ocular relativos à sua condição, utilizando-se de questionários de múltipla escolha, que permitiram a análise estatística, com comparação de proporções e testes de associação. Examinou-se também uma amostra-controle...

Representações sociais do corpo, mídia e atitudes

Furtado, Everley Rosane Goetz
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiii, 446 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
35.79%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2009; Este estudo teve como objetivo principal caracterizar as representações sociais dos estudantes universitários em relação à saúde e à estética corporais, assim como as atitudes destes frente às difusões midiáticas a respeito do corpo. Para a fundamentação teórica, utilizou-se a perspectiva das representações sociais, considerando as abordagens dinâmica (do saber, identitária e de orientação), dimensional (atitude e de campo) e estrutural (elementos da representação). Foram realizados dois tipos de procedimentos exploratórios distintos para levantamento de dados, ambos com abordagens quantitativas e qualitativas. O primeiro procedimento, de natureza descritiva, consistiu na análise documental de artigos relativos ao corpo difundidos pela mídia impressa em três revistas de circulação nacional (#Saúde#, #Boa Forma# e #Estilo#); o segundo de natureza empírico-descritiva, elaborado para caracterizar as representações sociais dos participantes a respeito do corpo e diagnosticar as atitudes destes frente a tais difusões midiáticas. Os resultados referentes ao material textual obtido a partir da pesquisa documental foram submetidos a uma análise lexical hierárquica descendente. Na segunda etapa...

As voltas que o modo dá

Silva, Iandra Maria da
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 241 f.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
25.58%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Linguística.; O emprego dos modos verbais indicativo/subjuntivo costuma ser apresentado pelas gramáticas e livros didáticos da língua espanhola de acordo com princípios sintáticos # o indicativo é utilizado nas orações principais e o subjuntivo está atrelado à subordinação sintática # ou do ponto de vista semântico - o subjuntivo é caracterizado como o modo da nãorealidade, da hipótese, frente à realidade e objetividade do indicativo, com base na referência ao mundo extralinguístico. Critérios de outra ordem, como as atitudes do enunciador ou a dimensão metalinguística que intervém no processo de produção dos enunciados, costumam ser deixados de lado, ou considerados em estudos específicos, como é o caso desta tese que julga insatisfatória a dicotomia sintático-semântica resumida nas linhas iniciais e pretende estudar outros traços significativos da escolha modal, através de um modelo de análise que inclui as variáveis: informação, tipo de oração, modalidade, pessoa do discurso, item lexical, estrutura temporal e canal. Para desenvolvimento da pesquisa são analisadas orações substantivas precedidas por negação e concessivas com o conector aunque...

Atitudes em relação à bioestatística de discentes e docentes da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara-UNESP

Bonafé, Fernanda Salloumé Sampaio; Loffredo, Leonor de Castro Monteiro; Campos, Juliana Alvares Duarte Bonini
Fonte: Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual Paulista - UNESP Publicador: Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual Paulista - UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
45.83%
O objetivo deste estudo foi verificar a atitude de discentes e docentes da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara (UNESP) em relação à Bioestatística. Como instrumento de medida, utilizou-se a Escala de Atitudes em Relação à Estatística (EAE). A reprodutibilidade da Escala foi estimada pela estatística Kappa (k) com ponderação linear e sua consistência interna pelo Coeficiente alfa-Cronbach (?). Os indivíduos foram agrupados segundo sua atitude em relação à Estatística em positiva e negativa; posteriormente, estudou-se sua associação com as variáveis de interesse pelo teste de qui-quadrado (?2) ao nível de significância de 5%. A amostra foi composta por 272 alunos de graduação, 83 de pós-graduação e 24 docentes, sendo predominantemente feminina (78,2%). Entre os estudantes, 67,5% participaram do programa de iniciação científica. A reprodutibilidade e a consistência interna da Escala foram adequadas (?=0,7093; ?=0,9334). A maior parte da amostra (74,4%) apresentou atitude positiva frente à Estatística. Houve associação entre a atitude e a atividade funcional (p=0,0204), série cursada (p=0,0316) e desempenho (p=0,0002). Assim, conclui-se que a maioria dos participantes apresentou atitude positiva em relação à Bioestatística...

Perfil das atitudes de formandos em enfermagem frente aos transtornos mentais no Brasil, Chile e Peru

Pedrão,Luiz Jorge; Galera,Sueli Aparecida Frari; Silva,Maria Concepcion Pezo; Cazenave Gonzalez,Angelica; Costa Júnior,Moacyr Lobo da; Souza,Maria Conceição Bernardo de Mello e; Senmache,Gricelda Uceda
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
25.83%
Este estudo teve por objetivo traçar um perfil de atitudes de formandos em enfermagem frente aos transtornos mentais em três culturas diferentes: Brasil, Chile e Peru. Para isso foi utilizada a escala de opiniões sobre a doença mental. Os resultados mostraram diferenças estatisticamente significantes no nível de 5% nos fatores autoritarismo, ideologia de higiene mental, restrição serial e visão minoritária, favoráveis aos estudantes brasileiros. No fator etiologia interpessoal, os resultados foram favoráveis aos estudantes peruanos e no fator etiologia de esforço mental, favoráveis aos chilenos. No fator benevolência não houve evidência estatística que afirmasse diferença. Esses resultados permitem concluir que os formandos brasileiros apresentaram atitudes mais positivas frente aos transtornos mentais, mostrando-se menos autoritários, restritivos e discriminadores que os chilenos e peruanos, portanto, com maiores possibilidades de desenvolverem condutas mais terapêuticas com a pessoa portadora dos transtornos referidos.

Evidências de validade da Escala Informatizada de Atitudes frente à Estatística - eSASPortuguês: um estudo correlacional

Vendramini,Claudette Maria Medeiros; Bueno,Juliana Maximila de Paula; Barrelin,Evelyn Christina Peres
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
85.91%
Esta pesquisa objetivou investigar as evidências de validade da versão informatizada de uma escala de atitudes frente à Estatística. Participaram deste estudo 35 estudantes de psicologia que cursavam a disciplina de estatística no primeiro semestre de 2010 de uma universidade particular do interior do estado de São Paulo, todos do período noturno, 82,9% do gênero feminino, com idades variando entre 17 e 56 anos (M=23; DP=9,3). Os estudantes responderam à escala de atitudes SASportuguês, composta de 33 itens, do tipo Likert de cinco pontos, nas versões informatizada e lápis-papel. Os alunos foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos; o primeiro respondeu à versão lápis-papel e em seguida à versão informatizada, e o outro respondeu na ordem inversa. Os resultados indicaram uma correlação linear positiva significativa entre as duas versões da escala revelando validade da versão eletrônica. A versão lápis-papel da escala já apresentava evidências de validade comprovada em pesquisas anteriores.

A atitude dos universitários em relação ao profissional de limpeza urbana

Leal,Noêmia Soares Barbosa; Soares,Mário Florentino; Rocha,Ivania Tavares da; Ribeiro,Cristiane Galvão
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
35.74%
Com o objetivo de identificar as atitudes dos universitários das redes pública e privada frente ao profissional de limpeza urbana (gari), este estudo apresenta uma pesquisa de campo do tipo descritiva, realizada com 200 estudantes universitários, sendo 100 de uma universidade pública e 100 de uma universidade privada na cidade de João Pessoa-PB. A coleta de dados foi feita por meio de escalas de atitudes, motivação e desejabilidade social, adaptadas, quando preciso, ao ofício de gari e analisadas por meio do pacote estatístico SPSS, em sua versão 15.0 utilizando-se da estatística descritiva e inferencial. Discutem-se temáticas de amplo interesse da Psicologia social, tais como preconceito, atitude, estereótipo e discriminação bem como seus impactos na relação homem-trabalho. Os resultados encontrados revelam que as mulheres são mais conscientes quanto à importância da profissão gari para o bom funcionamento público, bem como que há preconceito nas relações sociais, e, embora este seja expresso de modo sutil, ainda marca negativamente as relações sociais.

A prática docente frente à desatenção dos alunos no Ensino Fundamental

Micaroni,Natália Inhauser Rótoli; Crenitte,Patrícia Abreu Pinheiro; Ciasca,Sylvia Maria
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
45.64%
OBJETIVO: Identificar o conhecimento e os conceitos estabelecidos pelos professores sobre a atenção e sua relação com a aprendizagem. MÉTODOS: Foi realizado levantamento e a análise de dados coletados por meio de um questionário com múltipla escolha. O questionário apresentou 4 questões referentes às atitudes práticas do professor frente à desatenção e 8 questões referentes ao conhecimento dos professores sobre a atenção, nas quais foi atribuída uma pontuação. Os dados foram analisados qualitativamente e quantitativamente, por meio de análise estatística descritiva e aplicação do teste não paramétrico de Kolmogorov-Smirnov, para análise da distribuição dos dados. RESULTADOS: Os resultados obtidos nesta pesquisa demonstraram que os professores, embora saibam que há diferença entre Transtorno do Déficit de Atenção (TDA) e desatenção, possuem dificuldades em identificar situações em que ocorre TDA e desatenção, em diferenciar dispersão e distração, em identificar situações que envolvem atenção e os fatores que a limitam. CONCLUSÃO: Os professores participantes da pesquisa demonstraram conhecimento inconsistente sobre os desdobramentos da atenção e desatenção, que são elementares para subsidiar uma prática diária.

A prática docente frente à desatenção dos alunos no Ensino Fundamental

Micaroni,Natália Inhauser Rótoli; Crenitte,Patrícia Abreu Pinheiro; Ciasca,Sylvia Maria
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
45.64%
OBJETIVO: Identificar o conhecimento e os conceitos estabelecidos pelos professores sobre a atenção e sua relação com a aprendizagem. MÉTODOS: Foi realizado levantamento e a análise de dados coletados por meio de um questionário com múltipla escolha. O questionário apresentou 4 questões referentes às atitudes práticas do professor frente à desatenção e 8 questões referentes ao conhecimento dos professores sobre a atenção, nas quais foi atribuída uma pontuação. Os dados foram analisados qualitativamente e quantitativamente, por meio de análise estatística descritiva e aplicação do teste não paramétrico de Kolmogorov-Smirnov, para análise da distribuição dos dados. RESULTADOS: Os resultados obtidos nesta pesquisa demonstraram que os professores, embora saibam que há diferença entre Transtorno do Déficit de Atenção (TDA) e desatenção, possuem dificuldades em identificar situações em que ocorre TDA e desatenção, em diferenciar dispersão e distração, em identificar situações que envolvem atenção e os fatores que a limitam. CONCLUSÃO: Os professores participantes da pesquisa demonstraram conhecimento inconsistente sobre os desdobramentos da atenção e desatenção, que são elementares para subsidiar uma prática diária.

Atitudes pré-hospitalares frente aos sintomas sugestivos de IAM, em pacientes atendidos em uma emergência cardiológica do Recife

de Araújo Gouveia, Viviane; Guimarães Victor, Edgar (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
35.89%
As condutas adotadas pelos indivíduos durante o infarto agudo do miocárdio (IAM) podem influenciar o prognóstico intra-hospitalar. Objetivo: Avaliar as atitudes pré-hospitalares de indivíduos atendidos em uma emergência cardiológica, frente aos sintomas preditores de IAM. Metodologia: Trata-se de uma série de casos. A amostra foi composta por 115 indivíduos com diagnóstico de IAM com supradesnivelamento do segmento ST. As variáveis avaliadas foram: as características sócio-demográficas e clínicas, a interpretação que os pacientes atribuíram aos sintomas, as condutas adotadas pelos pacientes frente aos sintomas de IAM e os desfechos maiores (alta, CRM, AVC, óbito, recrudescência de angina ou re-infarto) até a alta hospitalar. A análise estatística foi realizada através do teste Qui-quadrado ou o teste exato de Fisher, quando necessário. Todas as conclusões foram tomadas ao nível de significância de 5%. Resultados: A maioria dos pacientes correspondeu ao sexo masculino (68,7%). A média do tempo de deslocamento da população geral até a emergência foi de 53 horas. A proporção de condutas que não resultariam em benefícios para o IAM foi maior entre os indivíduos do sexo feminino (66...

Contrato didático na disciplina estatística 2 oferecida no curso de psicologia da UFPE: especificidades e elementos que compõem o processo ensino-aprendizagem

Magalhães Moreno Nobrega, Giselda; Tarcisio da Rocha Falcão, Jorge (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
55.95%
Para Brousseau as situações didáticas referem-se ao conjunto de relações que envolvem o professor, o(s) aluno(s) e o saber a ser ensinado-aprendido. Desse sistema de relações emergiu a noção teórica de contrato didático, fenômeno instituído no contexto de sala de aula e aqui entendido como uma lente através da qual é possível observar elementos que permeiam o funcionamento da mesma, interferindo no processo ensino-aprendizagem. Esse estudo teve por objetivo geral investigar a dinâmica de funcionamento da sala de aula da disciplina Estatística 2 oferecida aos alunos do curso de graduação em Psicologia da Universidade Federal de Pernambuco, o que caracteriza uma situação peculiar e referida na literatura como problemática visto que o conhecimento a ser trabalhado nessa disciplina é oriundo de uma área de conhecimento para além do foco tradicional do curso. Especificamente, essa pesquisa objetivou encontrar respostas para as seguintes perguntas: 1. Quais as características do contrato didático na sala de aula da disciplina Estatística 2 oferecida a alunos do curso de Psicologia? 2. Quais as características do contrato didático estabelecido em uma disciplina típica do curso de Psicologia oferecida a alunos deste Departamento? 3. Em que medida tais características diferem entre si? 4. Que aspectos do contrato didático na disciplina Estatística 2 poderiam ajudar a entender eventuais dificuldades pedagógicas dos alunos de Psicologia ao cursarem tal disciplina? Foi solicitado a alunos do curso de Psicologia que elegessem uma disciplina que eles considerassem típica do seu curso. Foi eleita pelos alunos e...

Do vínculo à informalidade :imagens e representações do trabalho e do emprego no Brasil

Silva Xavier, Roseane; Weber, Silke (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
35.58%
O presente estudo visa a contribuir para a compreensão das mudanças no mundo do trabalho e suas repercussões no Brasil. Seu objeto são as novas ou transformadas representações sociais do trabalho no contexto do desemprego estrutural e da globalização. Os objetivos centrais que guiaram a investigação foram: a) identificar o impacto das mudanças no mundo do trabalho nos significados e atitudes frente ao próprio conceito de trabalho e ao conceito de emprego ; b) investigar a dinâmica, os mecanismos e processos pelos quais se constituem e se transformam tais representações, construindo-as compreensivamente. O universo da pesquisa foi a população economicamente ativa residente na Região Metropolitana do Recife. Foram utilizadas as técnicas qualitativas de grupos focais e entrevistas em profundidade. A segmentação dos entrevistados e participantes dos grupos seguiu o critério de situação no mercado de trabalho: vínculo formal (CLT), informal, empregador e desempregado, conforme caracterização do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Os referenciais teóricos utilizados para a análise foram os conceitos sociológicos de ideologia e hegemonia (GRAMSCI...