Página 1 dos resultados de 30319 itens digitais encontrados em 0.025 segundos

Capacidade funcional e risco de queda - aptidão física, composição corporal e medo de cair em idosos institucionalizados

Novo, André; Mendes, Eugénia; Antunes, Catarina; Babo, Catarina; Costa, Mónica; Dias, Renato; Preto, Leonel
Fonte: Departamento de Desporto. Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Departamento de Desporto. Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
http://www.vgportal.ipb.pt/idadesaude/2011/index.html; Garantir uma capacidade funcional no idoso que permita independência tanto nas actividades de vida diária (AVDs) como nas actividades instrumentais de vida diária (AIVDs) é essencial para que lhe seja possível continuar a viver com qualidade e a envelhecer de forma mais autónoma e saudável. Paúl (1997) identificou a perda da capacidade funcional como a principal razão encontrada na decisão de institucionalização de indivíduos idosos. Nesta linha, a capacidade funcional é um indicador importante na avaliação do idoso, com ou sem patologias conhecidas, e a sua mensuração é imprescindível para a detecção de factores de risco e implementação de estratégias adaptativas que minimizem esse risco. O declínio da capacidade funcional, nomeadamente, ao nível da aptidão física que envolve a redução dos níveis de força muscular, alterações da marcha e alterações do equilíbrio estático estão amplamente assinaladas na literatura como factores de risco major para a ocorrência de quedas na população idosa. As quedas constituem um grave problema de saúde pública. A epidemiologia refere-nos que 32% das pessoas acima dos 65 anos têm pelo menos uma queda por ano; que a frequência é maior em mulheres que em homens...

Trabalho por turnos, saúde e capacidade para o trabalho dos enfermeiros

Costa, Isabel Maria Alves Rodrigues da
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
O trabalho por turnos é responsável pela desregulação dos ritmos biológicos normais, obrigando o organismo a esforços de adaptação que podem levar ao desgaste, com consequências na saúde (física e psicológica), na vida familiar e social, no trabalho (segurança e desempenho) e consequentemente na capacidade para o trabalho. Estes efeitos assumem particular relevância em termos de saúde ocupacional quando consideramos as profissões envolvidas, o grau de responsabilidade que exigem e as implicações para os consumidores de bens e serviços, nomeadamente na área da saúde. Para analisar a saúde e a capacidade para o trabalho dos enfermeiros que trabalham no turno fixo diurno e dos enfermeiros que trabalham por turnos rotativos foi realizado um estudo observacional, transversal, do tipo descritivo-correlacional. Por amostragem não probabilística e acidental, constituiu-se uma amostra de 90 enfermeiros dos H.U.C./E.P.E., distribuídos segundo o regime de trabalho: o Grupo I com 42 indivíduos a trabalhar no “turno fixo diurno” (idade média de 40,69 anos) e o Grupo II com 48 indivíduos a trabalhar por “turnos rotativos” (idade média de 33,44 anos). Os instrumentos de colheita de dados utilizados foram: o Questionário do Sono...

Associação do estado nutricional com capacidade cognitiva, sexo e idade em idosos residentes na cidade de Maringá/PR; Association of nutritional status with cognitive ability, gender and age in elderly residents in the city of Maringá / PR

Bennemann, Rose Mari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Introdução - Estudos de avaliação do estado nutricional mostram que indivíduos idosos apresentam risco nutricional, que pode estar associado à capacidade cognitiva, sexo e idade. Objetivo - Verificar a associação do estado nutricional com capacidade cognitiva, sexo e idade em idosos residentes na cidade de Maringá/PR. Métodos - O estudo foi de associação, transversal, de base domiciliar, com coleta de dados primários, desenvolvido com idosos ( 60 anos ou mais) da Pastoral da Pessoa Idosa (PPI) da paróquia Santo Antônio de Pádua da cidade de Maringá/PR. As variáveis analisadas foram: capacidade cognitiva, estado nutricional, sexo e idade. A capacidade cognitiva foi avaliada por meio do miniexame do estado mental (MEEM) e o estado nutricional, segundo o indicador nutricional área muscular do braço (AMB). Para verificar a associação entre os agrupamentos foi utilizado o teste qui-quadrado (2) e o teste exato de Fisher. A diferença entre as variáveis e os agrupamentos foi verificada por meio dos testes de Wilcoxon-Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Resultados - Participaram da pesquisa 214 idosos (69,2 por cento mulheres). Quanto ao estado nutricional, 48,6 por cento apresentaram estado nutricional adequado. As mulheres e o grupo etário dos idosos 80 anos apresentaram maior proporção de idosos com estado nutricional adequado (52...

Desenvolvimento e aplicação de um novo ensaio para a determinação eletroquímica da capacidade antioxidante de compostos modelo e de matrizes complexas; Development and application of a new assay for the electrochemical determination of the antioxidant capacity of model compounds and of complex matrices

Ferreira, Rafael de Queiroz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Este trabalho descreve o desenvolvimento e aplicações práticas de uma nova e simples metodologia eletroquímica para a determinação da capacidade antioxidante de moléculas modelo específicas e/ou algumas amostras complexas de alimentos normalmente consumidas no Brasil. Outros sistemas de interesse teórico ou tecnológico também foram investigados. O método se baseia no uso de uma quantidade conhecida de um íon inorgânico como oxidante e na determinação cronoamperométrica de sua concentração remanescente após reação com as espécies antioxidantes de interesse. Contudo, testes iniciais para diferentes marcas comerciais de sucos de laranjas usando Fe3+ como oxidante (ensaio FRAP modificado), só obtiveram êxito quando o antioxidante apresenta um comportamento eletroquímico totalmente irreversível como, por exemplo, o ácido ascórbico. Para superar esse problema, o ensaio foi então desenvolvido usando o Ce4+ como oxidante (ensaio CRAC) uma vez que sua redução após reação pode ser realizada em 0,8 V vs Ag/AgCl, uma região de potencial na qual não ocorre a redução das espécies formadas pela oxidação reversível ou quase reversível do antioxidante. Devido ao elevado potencial anódico requerido quando o Ce4+ é usado...

Saúde oral, capacidade mastigatória e estado nutricional de indivíduos pós-tratamento de câncer de cabeça e pescoço; Oral health, capacity masticatory and nutritional status of individuals after treatment of head and neck cancer

Gonçalves, Jeanne Kelly
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Câncer de cabeça e pescoço é um termo amplo comumente utilizado para definir neoplasias da cavidade oral, faringe e laringe. O tratamento com cirurgia, quimioterapia e radioterapia está associado a vários efeitos colaterais, dentre eles prejuízos na condição oral, capacidade mastigatória e quadros de desnutrição. O presente estudo teve como objetivo verificar a influência da condição de saúde oral sobre a capacidade mastigatória e o estado nutricional em indivíduos que realizaram tratamento para câncer de cabeça e pescoço. A condição oral foi avaliada de acordo com a classificação do índice CPOD, CPI e avaliação de uso e necessidade de prótese; a capacidade mastigatória com o uso da Escala Funcional Intraoral de Glasgow; e o estado nutricional por meio do R24h e antropometria (ASG-PPP, IMC, CB, PCT e CMB). Foram incluídos no estudo dados de 23 indivíduos (18 homens e 5 mulheres) após tratamento do câncer de cabeça e pescoço com idade média de 57 anos. De acordo com a avaliação da condição oral, o CPOD médio foi 24,3, 43,4% da amostra era edêntulo, 91,3% necessitavam de prótese e apenas 56,5% utilizavam prótese. Indivíduos idosos apresentaram maior índice de utilização de prótese. O estado de saúde oral foi correlacionado com a capacidade mastigatória...

Saúde oral, capacidade mastigatória e estado nutricional de indivíduos pós-tratamento de câncer de cabeça e pescoço; Oral health, capacity masticatory and nutritional status of individuals after treatment of head and neck cancer

Gonçalves, Jeanne Kelly
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Câncer de cabeça e pescoço é um termo amplo comumente utilizado para definir neoplasias da cavidade oral, faringe e laringe. O tratamento com cirurgia, quimioterapia e radioterapia está associado a vários efeitos colaterais, dentre eles prejuízos na condição oral, capacidade mastigatória e quadros de desnutrição. O presente estudo teve como objetivo verificar a influência da condição de saúde oral sobre a capacidade mastigatória e o estado nutricional em indivíduos que realizaram tratamento para câncer de cabeça e pescoço. A condição oral foi avaliada de acordo com a classificação do índice CPOD, CPI e avaliação de uso e necessidade de prótese; a capacidade mastigatória com o uso da Escala Funcional Intraoral de Glasgow; e o estado nutricional por meio do R24h e antropometria (ASG-PPP, IMC, CB, PCT e CMB). Foram incluídos no estudo dados de 23 indivíduos (18 homens e 5 mulheres) após tratamento do câncer de cabeça e pescoço com idade média de 57 anos. De acordo com a avaliação da condição oral, o CPOD médio foi 24,3, 43,4% da amostra era edêntulo, 91,3% necessitavam de prótese e apenas 56,5% utilizavam prótese. Indivíduos idosos apresentaram maior índice de utilização de prótese. O estado de saúde oral foi correlacionado com a capacidade mastigatória...

O estresse laboral e a capacidade para o trabalho de enfermeiros no Grupo Hospitalar Conceição

Negeliskii, Christian
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Esta dissertação é um estudo descritivo e transversal, com o objetivo de avaliar a relação entre o estresse laboral de 368 enfermeiros (73,3% da população) do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e o Índice de Capacidade para o Trabalho e suas correlações. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário com questões sócio-ocupacionais e de duas escalas: a Job Stress Scale e o Índice de Capacidade para o Trabalho. Para análise e associação dos dados foi utilizado Teste t-Student para as variáveis simétricas e o Qui-quadrado para as categóricas. O grupo de enfermeiros é predominantemente feminino (93,2%), com idade superior a 40 anos (51,8%), casado (64,8%), trabalha em atividades assistenciais (63,9%) nos diferentes hospitais e unidades básicas de saúde do GHC, está na instituição em média há 10,89 anos, possui pelo menos um curso de Pós-Graduação (76%) e sente-se satisfeito com a unidade de trabalho (70,5%). Identificou-se o estresse laboral em 23,6% dos enfermeiros, sendo que 15,2% apresentaram Alta Exigência no trabalho e 8,4% Trabalho Passivo, segundo o modelo de demanda-controle de Karasek. O Apoio Social exerce influência positiva significativa sobre os grupos expostos ao estresse laboral...

Especificidade de ativos e capacidade tecnológica : uma análise da relação no setor vitivinícola gaúcho

De Rossi, Greice
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Os limites de uma firma são determinados a partir das capacidades e recursos que esta possui. A firma não poderá desenvolver atividades que necessitem de capacidades e recursos dos quais não dispõe, ao menos que seja capaz de aprimorar tais elementos em sua estrutura. A capacidade tecnológica é o conjunto de habilidades que permitem este aperfeiçoamento e que determina a diferenciação dos recursos da firma, gerando suas especificidades, ou o que chama-se de ativo específico. A capacidade tecnológica e os ativos específicos atuam para que a firma apresente vantagens competitivas e se mantenha atuante frente a um mercado que muda constantemente. Contudo, as diferenças que podem ser percebidas de setor para setor de atividade, ou até mesmo entre firmas de um mesmo setor, são capazes de influenciar a relação entre tais elementos para o desenvolvimento da firma. Com o intuito de analisar a relação entre os ativos específicos e a capacidade tecnológica, foi conduzida uma survey no setor vitivinícola gaúcho. A escolha do setor deve-se a sua busca contínua para expressar a singularidade de suas técnicas através do produto que comercializa, o vinho. Ademais, o setor vitivinícola gaúcho concentra atualmente mais de 90% da produção brasileira de uva e derivados. Foram entrevistadas 221 vinícolas...

Fadiga e capacidade para o trabalho entre motoristas de caminhão do entreposto hortifrutigranjeiro e mercado de flores de Campinas, SP; Fatigue and work ability among truck drivers of supply center (fruit, vegetables, prodict whole sale market) and flowers market of Campinas, SP

Valeria Aparecida Masson
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
Este estudo trata da capacidade para o trabalho relacionada a fatores que compõem o estilo de vida, as condições de trabalho, fadiga e os aspectos de saúde de motoristas de caminhão e visa em sentido mais amplo, a promoção da saúde no trabalho. A pesquisa consiste de um estudo epidemiológico transversalde caráter quanti-qualitativo, com aplicação de questionários para uma amostra de 105 motoristas de caminhão que transportavam carga para o Entreposto Hortifrutigranjeiro e Mercado de Flores de Campinas (CEASA). O objetivo foi avaliar a fadiga e caracterizar o perfil sociodemográfico, estilo de vida e condições de saúde, relacionados com a capacidade para o trabalho. Foram utilizados os seguintes instrumentos: Questionário com Dados Sociodemográficos, Estilo de Vida e Aspectos de Saúde e Trabalho; Índice de Capacidade para o Trabalho; Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares; Escala de Sonolência de Epworth e Questionário para Avaliação da Fadiga. A amostra analisada era constituída apenas por pessoas do sexo masculino, com média de idade de 37,5 anos e baixa escolaridade. A maioria dos sujeitos apresentou ótima capacidade para o trabalho. A percepção de fadiga manifestou-se com mais intensidade no item "dificuldade de concentração e atenção". Constatou-se correlação entre o índice de capacidade para o trabalho e a fadiga...

Capacidade de desativação de espécies reativas de oxigênio por polpas de frutas congeladas; Scavenger capacity of reactive oxygen species by frozen fruit pulps

Lizziane Cynara Vissoto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
A diversidade de frutas frescas e/ou processadas comercializadas atualmente tem conquistado cada vez mais o mercado consumidor, com destaque para a produção de polpas de frutas congeladas, que além de permitirem o consumo de frutas durante o período não sazonal, possuem diversos compostos bioativos em sua composição. A atenção que as frutas e suas polpas vêm recebendo é devido ao crescente reconhecimento da associação direta entre o consumo de frutas e de vegetais e à prevenção de várias doenças crônico-degenerativas, as quais podem ser provocadas por espécies reativas, incluindo as espécies reativas de oxigênio. Este benefício tem sido atribuído aos compostos com capacidade antioxidante presentes em frutas e vegetais, com destaque para os compostos fenólicos e o ácido ascórbico. Considerando as observações acima e o aumento na comercialização e consumo de polpas de frutas congeladas, os objetivos deste trabalho foram: (1) determinar os teores de compostos fenólicos totais (CFT), flavonoides totais (FT) e ácido ascórbico (AA) nos extratos aquosos de 18 polpas de frutas congeladas, (2) avaliar a capacidade de desativação de algumas espécies reativas de oxigênio (radical peroxila (ROO?), peróxido de hidrogênio (H2O2) e radical hidroxila (?OH) por esses extratos...

Cálculo de capacidade de movimentação de cais portuário: aplicação para terminal de granéis sólidos

Triska, Yuri
Tipo: tccgrad Formato: 139 f.
Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Civil.; Dentro da área de logística de transportes, os portos possuem vital importância, considerando-se principalmente as vantagens do modal aquaviário e sua relevância no comércio exterior. Um dos valores de maior interesse para o planejador portuário é a capacidade de movimentação do porto, onde a capacidade de movimentação no cais possui papel determinante. No entanto, diversos fatores influenciam esse valor, dificultando a sua avaliação. O conceito de capacidade de instalações portuárias é relacionado à obtenção de indicadores operacionais alcançáveis e de nível de serviço considerado adequado. O presente trabalho tem como objetivo o cálculo da capacidade de cais de um terminal hipótetico que movimenta granéis sólidos vegetais – soja em grãos, farelo de soja e milho. Também é feita breve avaliação do desempenho das operações portuárias. Para o cálculo da capacidade, foi utilizada teoria de filas, e os indicadores operacionais adotados foram os calculados para a base de dados do ano analisado. No modelo, foi considerada a prioridade de um dos operadores para a movimentação de carga em um dos dois berços. Foi avaliada também a influência da sazonalidade nas operações e na capacidade portuária. Os resultados apontam valores de capacidade de movimentação anuais e mensais para cada mercadoria...

A avaliação da capacidade para o trabalho em elementos policiais : um estudo de caso no comando da polícia de segurança pública de Braga

Pereira, Maria dos Anjos Gabriel
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 10/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
Dissertação de mestrado em Sociologia (área de especialização em Sociologia da Saúde); O presente estudo foi efectuado com o objectivo de avaliar os efeitos das condições de trabalho na saúde, em particular os efeitos do trabalho por turnos e a sua interferência na capacidade parta o trabalho. Pretendeu-se Estudar a capacidade laboral e a situação de saúde, mediante a determinação do ICT e do perfil de saúde dos trabalhadores, relacionar o ICT dos trabalhadores com o seu perfil de saúde e analisar o impacto do trabalho por turnos na saúde e na capacidade laboral. Participaram neste estudo 327 polícias em serviço no Comando da Polícia de Segurança Pública de Braga. A metodologia utilizada centrou-se na aplicação do questionário do ICT e do questionário DUKE – PERFIL DE SAÚDE, ambos adaptados para a população portuguesa. A análise dos dados foi feita no SPSS, versão 15. Os resultados revelaram que os inquiridos apresenta uma situação de saúde com um “score de saúde geral” com (M=72,8; DP= 15,44). Quanto ao ICT, constatou-se que 42,5% dos inquiridos apresenta “Boa capacidade “para o trabalho, 29,4% “Moderada capacidade”, 19%, “ Excelente capacidade” e 9,2% tem uma “pobre capacidade” para o trabalho. Estes resultados apresentam valores abaixo...

Efeitos de um programa de exercício na aptidão física pós transplante hepático: o caso da polineuropatia amiloidótica familiar nas suas componentes composição corporal, capacidade funcional e função neuromuscular

Tomás, Mª Teresa
Tipo: info:eu-repo/semantics/lecture
Publicado em /11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.55%
Introdução – A Polineuropatia Amiloidotica Familiar (PAF) é uma amiloidose sistémica heredo-degenerativa e autossómica dominante, e cuja manifestação predominante é a polineuropatia mista sensitiva motora e autonómica. Aos sintomas motores e sensitivos associam-se também alterações cardíacas, renais, urinárias, genitais e digestivas que se traduzirão em incapacidade funcional progressiva. Esta doença endémica de Portugal apresenta o seu início em média depois dos 20 anos com progressão para a morte em cerca de 10 anos. O tratamento etiopatogénico desta doença, com reconhecida eficácia, passa ainda pelo transplante hepático que apesar de tudo é efectuado já numa fase sintomática da doença e ao qual se encontra associada medicação com efeitos negativos para o metabolismo muscular e consequentemente para a capacidade de produção de força. Tanto a progressão da PAF como o próprio transplante resultam em limitações funcionais que podem ser melhoradas através do exercício físico. Do nosso conhecimento não existem estudos sobre a aptidão física destes pacientes submetidos a transplante hepático nem sobre os efeitos de um programa de exercício físico. Objectivo: Verificar o efeito de um programa de exercício físico combinado na aptidão física de indivíduos portadores de PAF submetidos a transplante hepático há menos de 12 meses. Adicionalmente...

Influência de um programa de exercício físico na aptidão física pós-transplante hepático. O caso da polineuropatia amiloidótica familiar nas suas componentes composição corporal, capacidade funcional e função neuromuscular

Tomás, Maria Teresa Barreiros Caetano
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.55%
Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Actividade Física e Saúde; Introdução – A Polineuropatia Amiloidotica Familiar (PAF) é uma amiloidose sistémica heredo-degenerativa e autossómica dominante, e cuja manifestação predominante é a polineuropatia mista sensitiva motora e autonómica. Aos sintomas motores e sensitivos associam-se também alterações cardíacas, renais, urinárias, genitais e digestivas que se traduzirão em incapacidade funcional progressiva. Esta doença endémica de Portugal apresenta o seu inicio em média depois dos 20 anos com progressão para a morte em cerca de 10 anos. O tratamento etiopatogénico desta doença, com reconhecida eficácia, passa ainda pelo transplante hepático que apesar de tudo é efectuado já numa fase sintomática da doença e ao qual se encontra associada medicação com efeitos negativos para o metabolismo muscular e consequentemente para a capacidade de produção de força. Tanto a progressão da PAF como o próprio transplante resultam em limitações funcionais que podem ser melhoradas através do exercício físico. Do nosso conhecimento não existem estudos sobre a aptidão física destes pacientes submetidos a transplante hepático nem sobre os efeitos de um programa de exercício físico. Objectivo: Verificar o efeito de um programa de exercício físico combinado na aptidão física de indivíduos portadores de PAF submetidos a transplante hepático há menos de 12 meses. Adicionalmente...

Análise ergonómica na indústria automóvel : análise da capacidade de trabalho e dos factores psicossociais na perspectiva do envelhecimento produtivo

Ferreira, Maria Luísa Olímpio
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Mestrado em Ergonomia; Este estudo teve como objectivo estudar as relações entre a idade, os determinantes do trabalho e os factores psicossociais com a capacidade para o trabalho. A amostra foi constituída por 27 trabalhadores da indústria automóvel. Para analisar a capacidade para o trabalho, utilizou-se o Índice de Capacidade para o Trabalho (Fernandes da Silva et al, 2006) e para os factores psicossociais, a versão média portuguesa do Copenhagen Psychosocial Questionnaire (Fernandes da Silva et al, 2012). A média da capacidade para o trabalho foi de 39,96 pontos (dp=5,56), o que corresponde a uma ?boa capacidade para o trabalho. Verificou-se uma correlação negativa forte entre a idade e o ICT (?=-0,578; p=0,002), ou seja, à medida que a idade aumenta, o valor médio do ICT diminui. Os resultados do COPSOQ mostraram que das sub-escalas em que o valor mais alto corresponde a pior resultado, as ?exigências cognitivas e a ?insegurança laboral apresentaram valores críticos. As sub-escalas com valores favoráveis foram: ?problemas em dormir, ?burnout, ?stress, ?sintomas depressivos?. Nas sub-escalas em que o valor mais baixo corresponde a pior resultado, as sub-escalas com melhores valores foram: ?possibilidades de desenvolvimento...

Envelhecimento ativo, capacidade funcional e atividade física: análise de fatores que contextualizam o processo de envelhecimento e sua percepção por parte de pessoas idosas

Pinto, Paulo Ferreira
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas Publicador: Faculdade de Ciências Médicas
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.55%
RESUMO: O envelhecimento populacional saudável ocupa parte da agenda do processo do envelhecimento humano, retratando uma preocupação social com repercussões nas economias societárias. O processo de envelhecimento, quando abordado fora do paradigma do envelhecimento saudável, desconsidera socialmente o potencial humano das pessoas idosas, promovendo a segregação e motivando atitudes de preconceito e discriminação, além de desperdiçar a experiência, o saber, a cultura e a capacidade de participação da pessoa idosa como contributo para a sociedade a que ela está inserida. O foco central da Política Nacional de Saúde do Idoso brasileira se inscreve na promoção de um envelhecimento saudável, nomeadamente por meio da manutenção da capacidade funcional ao valorizar a autonomia, a independência física e a integridade mental da pessoa idosa. O desafio para a viabilização do processo de envelhecimento ativo e bem-sucedido consiste na maximização das capacidades, potencialidades e recursos pessoais, comunitários e políticos. Pressupõe, também, uma concepção ampliada de viver, contextualizada no contínuo da vida, capaz de externar a preocupação com a saúde e o bem-estar, integrando as pessoas em fase de envelhecimento no contexto do ciclo de vida. Diante do exposto...

Aplicação do método da capacidade de retenção de solventes na determinação da qualidade de farinhas panificáveis

Antunes, Patrícia Isabel da Conceição
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em /09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
A caracterização do trigo através de parâmetros estruturais, de processamento e de composição química, permite antecipar a sua aptidão tecnológica. As análises físico-químicas e reológicas aplicadas à farinha permitem avaliar e predizer o seu comportamento no processo de panificação. Foram estudados dois tipos de farinha de trigo a nível físico-químico, tendo-se determinado a humidade, cinza, proteína, glúten (húmido e seco) e capacidade de retenção de solventes, e a nível reológico, tendo-se realizado as avaliações alveográficas e farinográficas. Pretendeu-se aplicar o método da capacidade de retenção de solventes, que mede a capacidade de retenção de cada um de quatro solventes (água e soluções de ácido láctico, carbonato de sódio e sacarose) após centrifugação para determinação da qualidade das farinhas destinadas a produtos de panificação. Na farinha T65P2 verificou-se uma forte correlação entre a capacidade de retenção de solventes do ácido láctico e a extensibilidade, e entre a capacidade de retenção de solventes da sacarose e a absorção obtida no ensaio farinográfico. Para a farinha T65P3 verificou-se uma correlação forte entre a capacidade de retenção de solventes da água e o teor em cinza. O método de capacidade de retenção de solventes tem um potencial de aplicação que merece ser estudado no sentido de melhorar a predição científica sobre a aptidão dos trigos e as características panificáveis de farinhas de trigo.

A medida de utilização de capacidade conceitos e metodologias

Feijó,Carmem Aparecida
Fonte: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
O objetivo deste texto é discutir um tema pouco debatido em análises de conjuntura no Brasil que é a precisão das estatísticas sobre o grau de utilização da capacidade produtiva. Partimos da pesquisa de Robin Marris sobre a economia da utilização de capacidade e sugerimos duas interpretações do comportamento das firmas com respeito à tomada de decisões sobre como utilizar a capacidade produtiva. A seguir, avaliamos dois tipos de metodologia para mensuração de capacidade. Concluímos que o conceito de capacidade não apresenta uma definição teórica única e sua mensuração é bastante difícil, implicando que a interpretação dos resultados estimados deve levar em conta as restrições conceituais e metodológicas da variável grau de utilização de capacidade.

Proposta de utilização da técnica de contagem como preditor da capacidade vital lenta em indivíduos hospitalizados

Palmeira,Aline Cabral; Araújo,Rodrigo Cappato de; Escossio,Anna Luiza; Sarinho,Silvia Wanick; Rizzo,José Angelo; Andrade,Flávio Maciel Dias de; Costa,Emília Chagas; Correia Junior,Marco Aurélio de Valois
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
OBJETIVO: avaliar se existe correlação entre a capacidade vital lenta e o tempo máximo de fonação, mais especificamente pela técnica de contagem numérica e se é possível a partir do tempo máximo de fonação estimar a capacidade vital lenta em indivíduos hospitalizados. MÉTODOS: trata-se de um estudo do tipo transversal, crossover e a escolha das técnicas (espirometria e técnica de contagem numérica) foram realizadas de forma randomizada (sorteio simples). A capacidade vital lenta foi mensurada por meio da espirometria e o tempo máximo de fonação foi avaliado a partir da técnica de contagem numérica. RESULTADOS: participaram da pesquisa 221 pacientes hospitalizados. Foi verificada uma correlação positiva entre a capacidade vital lenta e o tempo máximo de fonação avaliados de forma absoluta (r = 0,75; p < 0,001) e relativa (r = 0,76; p < 0,001). A partir da regressão linear simples dos dados, foram verificados equações das retas analisadas de forma absoluta, Capacidade vital lenta = 55 Técnica de contagem numérica + 735 (r2 = 0,56; p < 0,0001) e relativa, Capacidade vital lenta = 0,84 Técnica de contagem numérica + 14 (r2 = 0,57; p < 0,0001). CONCLUSÕES: os resultados obtidos nesta pesquisa mostraram uma boa correlação entre as técnicas avaliadas...

Capacidade antioxidante de frutas

Melo,Enayde de Almeida; Maciel,Maria Inês Sucupira; Lima,Vera Lúcia Arroxelas Galvão de; Nascimento,Rosilda Josefa do
Fonte: Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo Publicador: Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Extratos aquoso e acetônico de 15 frutas foram submetidos a ensaios para investigar a habilidade de seqüestrar o radical estável 1,1-difenil-2-picrilhidrazil (DPPH) e a capacidade de inibir a oxidação em sistema modelo ?-caroteno/ácido linoléico. Todas as frutas exibiram propriedade antioxidante, entretanto a ação foi diferenciada entre elas. O extrato aquoso da acerola, caju, mamão "Formosa", mamão Havaí, laranja pêra e goiaba foram os mais eficazes (superior a 70%), enquanto que o do abacaxi, laranja cravo, manga rosa, melão espanhol, melão japonês, melão orange flesh e pinha apresentaram ação moderada (60-70%) e o da manga espada e melancia exibiram a mais fraca capacidade de seqüestrar o radical DPPH. Os extratos acetônico da acerola, caju, pinha e goiaba exibiram uma forte capacidade de seqüestrar o radical DPPH (superior a 70%). Em sistema modelo ?-caroteno/ácido linoléico, o extrato aquoso da pinha e o acetônico da goiaba exibiram moderada capacidade antioxidante (60-70%) enquanto que a acerola (extrato aquoso) e o mamão formosa (extrato acetônico) os menores percentuais. Frente à capacidade antioxidante exibida, as frutas podem ser apontadas como fontes de antioxidantes naturais, destacando-se a acerola...