Página 1 dos resultados de 165 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

Variáveis moderadoras do impacto da responsabilidade social das empresas no compromisso organizacional

Vicente, Ana Luísa Fialho Meneses Sepúlveda
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
66.85%
A responsabilidade social das empresas (RSE) trata-se de um conjunto de políticas e consequentes práticas adoptadas pelas empresas, integrando as dimensões ética, legal, social e ambiental na estratégia organizacional e, em consequência, gerando valor para todos os seus stakeholders. O compromisso organizacional (CO), enquanto vínculo psicológico que os colaboradores estabelecem para com a organização, parece ser influenciado pelas percepções dos colaboradores relativamente a práticas e políticas de RSE. Com uma amostra de 289 colaboradores, procurámos clarificar qual o papel que as variáveis sócio-demográficas (género e idade) e profissionais (antiguidade e função) dos colaboradores exercem na relação entre percepções de RSE e CO. De acordo com este objectivo, foram conduzidas análises de regressão múltipla hierárquicas, tendo-se concluído que a variável género e a variável função moderam parcialmente o impacto de percepções de RSE no compromisso pessoal. Contrariamente ao esperado, a variável antiguidade não revelou moderar a relação entre a RSE e o compromisso pessoal, mas a variável idade revelou moderar parcialmente a relação entre a RSE e o compromisso de necessidade. As implicações teóricas e práticas destes resultados são analisadas e discutidas.; Corporate social responsibility (CSR) is a set of policies and consequent practices adopted by enterprises...

A satisfação laboral e o compromisso organizacional dos colaboradores de uma empresa de comércio e reparação automóvel

Cunha, Luís Alberto Martins
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.93%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos); O principal objectivo do presente estudo é o de saber se existe uma relação positiva entre o Satisfação Laboral e Compromisso Organizacional. Procura-se também saber quais as influências de determinadas variáveis sócio-demográficas nestes dois constructos. Os dados foram recolhidos numa organização de comércio e reparação automóvel cujas delegações se encontram espalhadas pelo norte do país, sendo que houve um total de 159 respostas num universo de 281 colaboradores convidados a participar no estudo. Os instrumentos aplicados foram o Inquérito de Satisfação no Trabalho de Spector (1997) e as Três Escalas de Avaliação do Compromisso de Meyer e Allen (1997). Testes estatísticos de diferenças e de correlações foram aplicados assim como também foi utilizada a regressão linear simples para calcular a predição, de 26%, da Satisfação Laboral para com o Compromisso Organizacional. Os resultados mostram haver uma relação positiva entre a Satisfação Laboral e o Compromisso Organizacional, e revelaram também que a sub-escala do Compromisso Calculativo é aquela que encontra maiores dificuldades nas relações com as sub-escalas da Satisfação Laboral.; The main goal of this study is to know if there is a positive relation between Job Satisfaction and Organizational Commitment. This study aims also to know what are the influences of some social-demographic variables in these two dimensions. Data were collected in a Commerce and Automobile Repair Organization whose delegations are spread in the north of the country. It was obtained 159 answers in a universe of 281 employees...

O impacto das características do trabalho no compromisso organizacional

Maciel, Bárbara Sofia Sepúlveda Brito
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.85%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e Recursos Humanos); O tema do compromisso organizacional tem sido alvo de diversos estudos ao longo das décadas e, ainda actualmente, não existe uma definição consensual que agrade a todos os investigadores do tema. Iremos falar acerca de diferentes perspectivas do conceito e tentar compreender de que forma este pode, ou não, ser influenciado pelas características do posto de trabalho nas organizações. O estudo foi realizado numa empresa industrial a colaboradores de diversas áreas funcionais. Para medir o compromisso organizacional (CO), foi utilizado o questionário de Carochinho e Neves e Jesuíno (1998). Com base no modelo conceptual de Hackman e Oldham (1975, 1980), foram medidas as características centrais do trabalho através da Escala de Diagnóstico de Trabalho, traduzida e adaptada por Isabel Silva e José Keating (2011), da versão original de Hackman e Oldham (1975, 1980). Os resultados obtidos nesta investigação permitem-nos dizer que a necessidade de desenvolvimento pessoal é a variável, de todas as outras, demonstra maior capacidade preditiva do compromisso organizacional. Através da informação obtida podemos dizer que indivíduos que procuram desafios desenvolvem um vínculo mais aprofundado com a organização.; Throughout the decades...

Relação entre satisfação laboral e compromisso organizacional numa empresa de tecnologias de informação

Sousa, Jóni Diogo Ferreira de
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.96%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos); A presente investigação procura explorar a relação entre a satisfação laboral, adoptando a definição de Spector (1997), e o compromisso organizacional, de acordo com o modelo das três componentes de Meyer & Allen (1991). Os dados foram recolhidos numa empresa do sector das Tecnologias de Informação sediada em Braga, tendo obtido um total de 81 respostas. Para avaliar a satisfação laboral dos participantes, utilizou-se o Inquérito de Satisfação com o Trabalho, versão portuguesa do Job Satisfaction Survey (Spector, 1985), adaptada para a população portuguesa por Malheiro (2009). De forma a medir o grau de compromisso dos colaboradores, adoptou-se as Escalas de Três Componentes do Compromisso Organizacional de Meyer e Allen (1997), adaptadas para a população portuguesa por Nascimento, Lopes e Salgueiro (2008). A análise dos dados baseou-se em modelos de correlação e de regressão, sendo objectivo deste estudo predizer o compromisso tendo como preditor a satisfação com o trabalho. Os resultados sugerem uma associação positiva entre a satisfação e o compromisso organizacional...

O modelo das características do trabalho e o compromisso organizacional à luz da troca social

Afonso, Manuel Maria Teixeira Marinho
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.85%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, Organizações e Recursos Humanos); Esta investigação avalia a relação entre as características do trabalho e o compromisso organizacional. Para avaliar as características do trabalho e os seus resultados, usamos a versão portuguesa do Job Diagnostic Survey (JDS) de Hackman e Oldham (1975), a Escala de Diagnostico do Trabalho (Silva & Keating, 2011). O compromisso foi avaliado com o Organizational Commitment Questionaire (OCQ) de Mowday, Steers e Porter (1975), adaptado e validado para o contexto português por Carochinho, Neves e Jesuíno (1998). Verificamos as qualidades psicométricas dos instrumentos, com maior incidência na Escala de Diagnóstico do Trabalho, onde foram encontradas algumas limitações. Como era nosso objetivo verificar quais eram os preditores do compromisso efetuamos análises de regressão. Os resultados apontam que as características de trabalho, à exceção da variedade de competências, são preditoras do compromisso organizacional, mas mediadas pela satisfação geral e pela motivação interna. Este trabalho partiu da teoria da troca social e os resultados reforçam o que Tsui...

Compromisso organizacional : a validade da sua medida

Pinto, Avelino Rodrigo Araújo Semelhe Sousa
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.99%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos); Existe pouco consenso entre os investigadores, relativamente ao conceito de compromisso organizacional e às suas medidas. A investigação que tem sido realizada sobre este constructo sugere que maiores níveis de compromisso organizacional podem acarretar vantagens tanto para as organizações como para os próprios colaboradores. Neste sentido, dada a relevância que o compromisso organizacional tem vindo a adquirir, urge esclarecer e alcançar um consenso relativamente ao seu conceito e assegurar a validade das medidas que são utilizadas para o avaliar. Em Portugal, existem poucas medidas de compromisso organizacional adaptadas e validadas para a população portuguesa. Assim, o presente estudo procura analisar a versão portuguesa do Organizational Commitment Questionnaire (OCQ), instrumento originalmente desenvolvido por Mowday, Steers & Porter (1979), adaptado e validado para a população portuguesa por Carochinho, Neves & Jesuíno (1998). Pretende-se detetar e compreender a origem de possíveis problemas com a sua estrutura e com a formulação dos itens na versão portuguesa. Ao mesmo tempo...

A força do sistema de gestão de recursos humanos e o compromisso organizacional; The strength of the system of human resources management and the organizational commitment

Santos, Carla Sofia Amorim dos
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.03%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia das Organizações, do Trabalho e dos Recursos Humanos); O presente estudo tem como objetivo explorar a relação entre a força do sistema de gestão de recursos humanos (GRH) com o compromisso organizacional à luz da teoria de Mowday et al. (1979). Recorrendo à utilização do modelo desenvolvido por Bowen & Ostroff (2004) e operacionalizado para a população portuguesa por Coelho et al. (2010), para a análise do compromisso organizacional foi utilizada a escala de Mowday et al (1979), cuja validação para a população portuguesa foi levada acabo por Carochinho et al. (1998). Assim, apresenta-se a análise fatorial do questionário desenvolvido por Coelho et al. (2010). Os dados foram recolhidos em duas empresas, uma do setor da produção de vinhos, sediada em Avintes, Vila Nova de Gaia (116 sujeitos) e outra do setor da indústria automóvel localizada no concelho de Braga (211 individuos). Foi recolhido um total de 327 questionários. Para analisar a relação entre a força do sistema de GRH e o compromisso organizacional foram utilizados os dados da primeira empresa descrita. Uma vez que é objetivo da presente investigação perceber se um sistema de gestão de recursos humanos forte influencia o compromisso organizacional...

Formação profissional e compromisso organizacional : a relação entre os dois conceitos

Ferreira, Sofia de Jesus Martins
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.85%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos); O presente estudo debruça-se sobre um tema ainda em fase de estudo inicial, nomeadamente pretende estudar a ligação entre a transferência da formação profissional, com base no modelo de Holton (1996) e o compromisso organizacional, segundo o modelo de três componentes de Meyer & Allen (1991). Para isso foi utilizada uma amostra de 52 sujeitos, de uma empresa de distribuição de gás natural. Os quais responderam ao Learning Transfer System Inventory (LTSI) e o Organizatinal Commitment Questionnaire (OCQ). A base desta investigação era a de que alguns fatores de transferência da formação (Apoio Social, Motivação e Benefícios percebidos) têm um impacto significativo nos níveis de compromisso organizacional geral e específicos (afetivo, normativo e instrumental) dos colaboradores. Os resultados foram obtidos através de testes de associação e demonstraram que, de facto, estes fatores de transferência têm um impacto significativo, sobretudo nos níveis gerais de compromisso, mas também no compromisso afetivo. Ou seja, no desejo dos colaboradores em permanecerem na organização. Estes resultados irão ser discutidos à luz de outras investigações anteriores...

Liderança Ética: seus efeitos na confiança e compromisso dos seguidores

Batista, Ana Rita da Silva
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.81%
A liderança ética é um estilo de liderança que só recentemente começou a ser tratado na literatura, começando a despertar interesse devido aos potenciais benefícios que poderá ter numa organização. Foi desenvolvido um estudo correlacional de forma a observar os efeitos dos comportamentos éticos de um líder na confiança, no compromisso organizacional e nos comportamentos de ajuda. Os dados foram obtidos através da aplicação de questionários a trabalhadores de empresas portuguesas. Os resultados demonstraram que os comportamentos éticos têm efeitos positivos nos três comportamentos organizacionais estudados. Foram também encontrados efeitos positivos da confiança e da integridade nos comportamentos éticos, bem como efeitos da confiança no compromisso organizacional. Por sua vez, o compromisso organizacional demonstrou ter efeitos nos comportamentos de ajuda. Através desta investigação foi possível concluir que um líder que apresente comportamentos éticos irá influenciar de forma positiva vários comportamentos organizacionais, contribuindo para uma maior eficácia por parte dos trabalhadores. ##Abstract Ethical Leadership – Effects on follower’s trust and commitment Ethical leadership is a leadership style that has only recently begun to be addressed in the literature...

A importância dos valores de vida e qualidade de vida no trabalho no compromisso afectivo à organização

Lourenço, Marta Isabel Fernandes
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.89%
O objetivo geral deste estudo é avaliar e compreender qual o efeito que as dimensões da Qualidade de Vida no Trabalho (Características do trabalho; Carreira: Formação, Promoção, Apoio, Reconhecimento e Componente Económica; Condições de trabalho; Relações de trabalho; Equilíbrio Trabalho-Família e Lazer) e os valores de vida (família e trabalho) têm no Compromisso Organizacional Afetivo. Para a realização deste estudo foi aplicado um questionário a 161 trabalhadores de uma empresa multinacional do sector alimentar e posteriormente foram realizadas análises estatísticas aos dados. Verificou-se uma relação positiva e significativa entre as dimensões da QVT e o compromisso organizacional afetivo. As dimensões Carreira e Relações de Trabalho apresentaram-se como preditores significativos do Compromisso Organizacional Afetivo. Não se verificaram diferenças significativas no compromisso organizacional afetivo entre o grupo que atribuiu mais importância e prioridade ao trabalho e o grupo que atribuiu mais importância e prioridade à família; Abstract: The Importance of Life Values and Work Quality of Life on Affective Commitment to the Organization The main goal of this study is evaluate and understand the effect that the dimensions of Work Quality of Life (Work characteristics; Career: Training...

Perceção de Justiça: Influência no Compromisso Organizacional

Lourenço, Sílvia
Fonte: Universidade Europeia - Laureate International Universities Publicador: Universidade Europeia - Laureate International Universities
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 18/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.03%
Resumo Esta dissertação consiste numa análise da relação entre as diferentes dimensões da justiça organizacional e as diferentes dimensões do compromisso organizacional. O principal objetivo é compreender se a perceção que os colaboradores têm relativamente à justiça organizacional tem efeito/influência no compromisso que têm com a organização onde trabalham. Para além disso, tentou perceber-se se o clima organizacional teria efeito moderador na relação destas variáveis. Fizeram parte da amostra 55 participantes de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 22 e 56 anos. Foi usada uma metodologia quantitativa (questionários), cuja análise permitiu chegar aos resultados pretendidos. Os resultados mostram ser divergentes: relativamente ao compromisso afetivo, este é afetado negativamente pelas duas dimensões da justiça organizacional; o compromisso normativo é afetado positivamente apenas pela justiça procedimental; e o compromisso calculativo é afetado positivamente pela justiça distributiva. O clima organizacional demonstrou ter efeito moderador apenas na relação entre a perceção de justiça distributiva e procedimental com o compromisso organizacional normativo. Deste modo terminou-se com a análise das variáveis sociodemográficas...

Estudo do papel mediador do suporte organizacional percebido na relação entre as características do trabalho e o compromisso organizacional afetivo

Calmeiro, Flávia Raquel dos Santos
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.79%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; O presente estudo investiga o papel mediador do suporte organizacional percebido na relação entre as características do trabalho (i.e. exigências quantitativas e autonomia) e o compromisso organizacional afetivo. Os dados foram obtidos numa amostra de trabalhadores portugueses (N=1885), colaboradores numa instituição bancária. Os resultados suportam a existência de uma mediação parcial do suporte organizacional percebido, mas respeitante apenas à característica da autonomia no trabalho. Assim, os resultados são discutidos e são referidas as limitações do estudo, bem como sugeridas linhas de investigação futura.; The present investigation examines the mediator role of perceived organizational support on the relationship between work characteristics (i.e. job demands and autonomy) and affective organizational commitment. Data was obtained from a sample of Portuguese workers in a bank (N=1885). Results reveal a partial mediation of perceived organizational support, and only in what concerns to the relationship between job autonomy and affective organizational commitment. Therefore...

Relação entre a qualidade de vida no trabalho e o compromisso organizacional afectivo: Um estudo de caso aplicado numa multinacional da indústria alimentar

André, Susana Cristina Monteiro Marques
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.88%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; A Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) é um tema cada vez mais atual numa perspetiva de Recursos Humanos centrada no capital humano e tem conquistado uma importância acrescida no contexto organizacional. O objetivo principal deste estudo, visa avaliar, testar e compreender a relação entre as Dimensões da QVT (Características do Trabalho/Emprego e formação e desenvolvimento de competências pessoais e profissionais; Carreira: promoção, reconhecimento e componente económica; Relações sociais e justiça no trabalho; Equilíbrio Trabalho/Família; Trabalho e lazer e Condições de trabalho) e o Compromisso Organizacional Afetivo. Para a análise deste estudo, foram utilizadas duas escalas: o Inventário sobre a QVT, desenvolvido por Rafael e Lima e os itens da escala de Compromisso Organizacional Afetivo e foram aplicados, através de um questionário online, a uma amostra de 161 adultos empregados, em empresa multinacional da Industria Alimentar. Verificou-se uma relação positiva e significativa entre a QVT e o Compromisso Organizacional Afetivo. ------ ABSTRACT -----The Quality of Work Life is an actual subject on a Human Resources perspective and centralized in the human capital and has been conquering an increase importance in the organizational context. The main objective of this study...

Práticas de gestão de recursos humanos e intenções de saída: Compromisso uma variável mediadora?

Barbosa, Rita Espregueira Mendes Saldanha
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.93%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; O presente estudo pretende fornecer evidências acerca da relação mediadora do Compromisso Organizacional na relação entre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e as Intenções de Saída dos colaboradores. Neste sentido também se tentou verificar se os vários tipos de Compromisso também exerciam a função mediadora desta relação. Assim criaram-se as seguintes hipóteses: (1) O Compromisso Organizacional tem um efeito mediador na relação entre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e as Intenções de Saída, (2) O Compromisso Afetivo tem um efeito mediador entre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e as Intenções de Saída, (3) O Compromisso Calculativo tem um efeito mediador entre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e as Intenções de Saída e (4) O Compromisso Normativo tem um efeito mediador entre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e as Intenções de Saída. Participaram neste estudo 202 sujeitos. Os resultados obtidos apresentam que existe mediação total da variável Compromisso Organizacional, bem como das suas dimensões, Compromisso Afetivo e Compromisso Normativo, não se comprovando a terceira hipótese do estudo. -------- ABSTRACT ------- The purpose of this study is to give/show evidence about the mediation effect of the Organizational Commitment in the connection between the Human Resources Management Practices and the Turnover Intentions of the employees. It was also attempted to check if the various types of the Commitment fulfilled the mediation effect of this connection. Therefore the following hypotheses were created: (1) The Organizational Commitment has a mediation effect in the connection between the Human Resources Management Practices and the Turnover Intentions...

Liderança transformacional, clima e compromisso organizacional

Guerra, Catarina Custódio Robalo
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; O presente estudo pretende estudar as relações entre as três variáveis: liderança transformacional, compromisso organizacional e clima organizacional. Para a realização do estudo contou-se com a participação de 252 sujeitos de diversos sectores de actividade. Assim, tentou-se verificar se a liderança transformacional e o compromisso organizacional, tal como nos estudos de Ismail e Yusuf, estavam relacionados. Tal como os autores mencionados, conclui-se que a liderança transformacional e o compromisso organizacional estão associados positiva e significativamente. Por outro lado, tentou-se verificar também se a liderança estava associada à percepção do clima organizacional. Tal como Shanker e Sayeed, verificou-se essa associação positiva e significativa tendo a liderança um impacto positivo na percepção do clima organizacional. Tentou-se ainda verificar a existência de uma associação entre clima e compromisso organizacional. No seguimento das investigações de Clerq e Rius, verificou-se uma associação positiva entre clima e compromisso tendo este impacto no compromisso. Por fim, foi pertinente verificar a existência de uma associação entre clima e compromisso organizacional afectivo que...

Práticas de gestão de recursos humanos e intenções de saída: o efeito moderador do compromisso organizacional

Santos, Patrícia Isabel Freitas dos
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.85%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Social e das Organizações.; O trabalho apresentado tem como objetivo averiguar a relação existente entre as Práticas de Gestão de recursos humanos, as Intenções de Saída e o Compromisso Organizacional. Nomeadamente, pretende-se averiguar se o compromisso organizacional tem um efeito moderador na relação existente estre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e as Intenções de Saída. Colaboraram no estudo 202 sujeitos, sendo que a maioria tem entre 30 a 39 anos e 68.8% pertencem ao género feminino. Confirmou-se a primeira hipótese que sugere que as práticas de gestão de recursos humanos têm uma associação negativa com as intenções de saída, sendo esta associação estatisticamente significativa. No que diz respeito à hipótese 2, esta apenas se confirmou para o compromisso instrumental, indicando que o compromisso instrumental exerce um efeito moderador na relação entre a perceção de práticas de gestão de recursos humanos e as intenções de saída.

O compromisso organizacional num contexto de insegurança laboral

Palhinha, Inês Godinho Teles
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.86%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Este estudo pretende analisar a relação entre Insegurança Laboral e Compromisso Organizacional e verificar se as Práticas de Gestão de Recursos Humanos exercem um efeito moderador nesta relação. Participaram neste estudo 525 participantes, colaboradores de diferentes organizações de todo o território português. Os resultados revelaram um efeito negativo e significativo entre Insegurança Laboral e Compromisso Afetivo; um efeito negativo e significativo entre Insegurança Laboral e Compromisso Normativo e um efeito positivo mas não significativo entre Insegurança Laboral e Compromisso Calculativo. Não foi possível comprovar a existência de um efeito moderador das Práticas de Gestão de Recursos Humanos na relação entre Insegurança Laboral e Compromisso Afetivo e Insegurança Laboral e Compromisso Normativo. Verificou-se, no entanto, um efeito moderador das Práticas de Gestão de Recursos Humanos na relação entre Insegurança Laboral e Compromisso Calculativo. Observou-se ainda que, as Práticas de Gestão de Recursos Humanos que exerceram um efeito moderador na relação entre Insegurança Laboral e Compromisso Calculativo foram: Integração e Acolhimento; Avaliação de Desempenho...

O compromisso organizacional como resultado da perceção dos benefícios da formação

Lopes, Filipa Catarina Rosa
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.06%
O presente estudo pretendeu averiguar o efeito da perceção dos benefícios da formação no compromisso organizacional dos colaboradores (n=142) para com a organização onde trabalham. Adicionalmente, recorreu-se ainda a duas variáveis demográficas (idade e antiguidade), analisando a sua influência no compromisso organizacional e na perceção da formação proporcionada pela organização. Foi possível comprovar uma associação positiva entre a perceção dos benefícios da formação e o compromisso organizacional, sendo que a primeira variável é significativamente preditora do compromisso organizacional e dos seus componentes. Verificou-se também que a idade se relaciona de forma positiva e significativa com o compromisso normativo, tendo inclusivé poder de predição neste compromisso. Já relativamente ao compromisso calculativo e organizacional (escala total), estes apresentaram correlações positivas e significativas com a idade e antiguidade, no entanto a antiguidade apenas prediz o compromisso calculativo e a idade o compromisso organizacional. No que se refere à perceção dos benefícios da formação, apurou-se que esta variável apenas se relaciona positiva e significativamente com a idade, sendo esta variável considerada preditora. Estes resultados permitiram refletir acerca das implicações do papel da formação no desenvolvimento do compromisso organizacional dos colaboradores...

Compromisso organizacional e intenções de saída : Será a antiguidade uma variável moderadora?

Belo, Neuza Raquel
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.95%
Este estudo visa explorar a influência da antiguidade nos níveis de compromisso e nos níveis de turnover e ainda verificar se a sua presença altera a relação existente entre essas duas variáveis. A importância e pertinência deste estudo é assim verificar se face à conjuntura atual que afeta as organizações, a antiguidade na empresa deixa de ser uma condição para o compromisso e para as intenções de saída, ou se pelo contrário o seu impacto se mantém tal como nos mostra a literatura, que nos diz que a antiguidade ajuda a promover o compromisso organizacional e consequentemente a diminuir as intenções de saída. Participaram neste estudo 525 sujeitos (180 do sexo masculino e 345 do sexo feminino), colaboradores de diferentes organizações de todo o território português. Os resultados revelaram um efeito positivo e significativo entre o Compromisso Organizacional e as Intenções de Saída; um efeito positivo e significativo entre a Antiguidade e o Compromisso Organizacional; um efeito positivo e significativo entre a Antiguidade e as Intenções de saída; e por fim verificou-se que a Antiguidade modera a relação entre o Compromisso Calculativo e as Intenções de Saída. Não foi assim possível, comprovar a existência de um efeito moderador da Antiguidade na relação entre o Compromisso...

Engagement ou compromisso organizacional : Conceitos iguais ou diferentes?

Silva, Miguel Cunha e
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Este estudo tem como objectivo testar a existência de diferenças percepcionadas entre os conceitos de Engagement e Compromisso Organizacional (CO) que, por vezes, são confundidos quer na literatura quer em contexto das práticas organizacionais. Colocou-se a seguinte questão exploratória: Será que o CO e o Engagement são conceitos iguais ou diferentes quando percecionados pelos colaboradores? Colocaram-se cinco hipóteses: (1) O Engagement no trabalho e o CO têm uma associação positiva entre eles; (2) O CO tem um impacto significativo e negativo nas Intenções de Saída (IS); (3) O CO tem um impacto significativo e positivo na Satisfação Laboral (SL); (4) O Engagement tem um impacto significativo e negativo nas IS; (5) O Engagement tem um impacto significativo e positivo na SL. Participaram neste estudo 150 participantes, colaboradores em diferentes organizações de todo o território português. Os resultados revelaram que os participantes percepcionaram a escala como tendo duas variáveis distintas, ou seja, CO e Engagement são diferentes na perspectiva dos colaboradores. Confirmou-se que o CO tem um impacto significativo e negativo nas IS e um impacto significativo e positivo na SL e nas suas duas dimensões (Intrínseca e Extrínseca). Quanto ao Engagement...