Página 1 dos resultados de 4417 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Empresas que se destacam pela qualidade das informações a seus usuários externos também se destacam pela utilização de artefatos modernos de contabilidade gerencial?; Do companies who stand out for information quality for external users also stand out for the use of modern management accounting artifacts?

GUERREIRO, Reinaldo; CORNACHIONE JÚNIOR, Edgard Bruno; SOUTES, Dione Olesczuk
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
47.13%
Estudos empíricos têm indicado baixo grau de utilização de artefatos modernos de Contabilidade Gerencial propostos pela literatura. No âmbito teórico, a teoria da contabilidade engloba o pressuposto de que a contabilidade deveria atender eficazmente os seus usuários externos e internos. Este estudo tem dois objetivos principais: avaliar se (a) empresas brasileiras que se destacam pelo seu porte na economia brasileira utilizam artefatos modernos de Contabilidade Gerencial e (b) empresas que se destacam pela qualidade de suas informações aos usuários externos, também, se destacam pela maior utilização de artefatos modernos de Contabilidade Gerencial de apoio a usuários internos. Uma amostra de 90 empresas foi examinada, selecionadas dentre empresas listadas entre as 500 maiores empresas (edição de 2005 de Melhores e Maiores) e dentre o rol de empresas que foram indicadas ao Prêmio ANEFAC-FIPECAFI-SERASA, Troféu Transparência, entre os anos-base de 1996 a2004. Dados foram coletados por meio de questionário endereçado ao gestor da área de Contabilidade Gerencial, contendo questões relativas ao grau de utilização de artefatos tradicionais e modernos de Contabilidade Gerencial. Os resultados do estudo demonstram que (a) as empresas da amostra utilizam artefatos modernos de Contabilidade Gerencial e (b) a amostra de empresas indicadas para o prêmio não se diferencia...

Perfil das redes de cooperação científica: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade - 2001 a 2009; Profile of scientific cooperation networks at Congresso USP de Controladoria e Contabilidade in 2001-2009

CRUZ, Ana Paula Capuano da; ESPEJO, Márcia Maria dos Santos Bortolocci; COSTA, Flaviano; ALMEIDA, Lauro Brito de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
47.06%
Este estudo objetivou delinear o perfil das redes de cooperação configuradas entre os pesquisadores envolvidos no Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, mapeando, a partir da estrutura de relacionamento, a forma de cooperação manifestada no período 2001-2009. Trata-se de um artigo descritivo, de natureza quantitativa que, a partir de conceitos de redes sociais de colaboração, mapeou a estrutura de relações configurada entre os 1.120 autores envolvidos nos 882 artigos científicos veiculados em 9 edições do Congresso. Os dados foram coletados dos anais do evento e tratados trienalmente com auxílio do software Ucinet 6.0. Os achados evidenciaram que parte dos atores ocupou posição privilegiada na estrutura da rede, mostrando-se abertos a outros grupos e assumindo posições de pontes que ligaram pesquisadores que não estariam conectados sem a sua presença. Em linhas gerais, o perfil das redes de cooperação mostrou-se predominantemente caracterizado pela presença de laços fortes. Embora se tenha identificado um perfil de redes de cooperação deficiente em alguns quesitos, o universo explorado apresentou sinais de desenvolvimento. A rede teve sua densidade aumentada no último período e houve diminuição das relações fortes. Porém...

Em busca de um delineamento de proposta para classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES; In search of a plan for ranking international accounting periodicals for Qualis CAPES

BEUREN, Ilse Maria; SOUZA, José Carlos de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
O artigo objetiva buscar subsídios ao delineamento de uma proposta para classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES. Para tanto, foi realizada pesquisa exploratória, por meio de levantamento, com abordagem quantitativa dos dados e corte seccional. Os dados foram levantados no Portal de Periódicos da CAPES, obtendo-se um total de 50 periódicos. Os resultados da pesquisa mostram: os periódicos internacionais de contabilidade disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES; os periódicos internacionais de contabilidade indexados no SCOPUS ou ISI e não disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES; os periódicos da área contábil citados por periódicos da área contábil indexados no SCOPUS; os periódicos da área contábil citados por periódicos da área contábil indexados no SCOPUS e não disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES e o fator de impacto 2006 dos periódicos da área contábil citados por periódicos da área contábil indexados no SCOPUS. Com base nos achados da pesquisa foi delineada uma proposta de classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES, a qual pretende ser um ponto de partida para a discussão e construção de uma proposta em face da revisão do Qualis CAPES em 2007.; The objective of this article was to search for ways to support the outlining of a proposal for ranking international accounting periodicals for use by Qualis CAPES. To do so...

Contabilidade e seu ambiente no Brasil

Niyama, Jorge Katsumi; Silva, César Augusto Tibúrcio
Fonte: Fundação instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças Publicador: Fundação instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças
Tipo: artigo / article
Português
Relevância na Pesquisa
47.08%
O presente trabalho analisa o desenvolvimento do ambiente regulatório, legal e de negócios na contabilidade Brasileira, incluindo a educação contábil, e a estrutura acionária, o desenvolvimento do mercado de capitais, e a profissão de auditor e de contador.A contabilidade Brasileira foi influenciada pela legislação fiscal. Nos dias de hoje, esta influencia é ainda mais forte devido à legislação societária e às regras dos órgãos governamentais. Entretanto, nos últimos anos ela sofreu mudanças significativas. Mesmo assim, permanecem ainda diferenças significativas entre os padrões contábeis brasileiros e os padrões internacionais, apesar dos esforços feitos pelas entidades brasileiras, no sentido de adequar as normas contábeis aos padrões de divulgação financeiros internacionais. A profissão de contador no Brasil e os conselhos representativos não são, politicamente, suficientemente fortes para influenciar o governo. Os padrões de contabilidade brasileiros publicados pelo Conselho de Contabilidade Federal não têm autoridade legal.Deficiências no ensino de contabilidade no Brasil fez com que se fizesse exames de proficiência e se introduzisse um continuo desenvolvimento profissional através do Conselho de Contabilidade Federal.

Internet: desafio para uma contabilidade interativa

Catelli,Armando; Santos,Edilene Santana
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 Português
Relevância na Pesquisa
47.08%
O fenômeno explosivo da Internet, insuspeitado há 10 anos, e que hoje se expande de modo acelerado e abrangente em todas as atividades humanas, tem impactos relevantes também na contabilidade. A interatividade, como característica da nova forma de comunicação inaugurada com a Internet, apresenta desafios ao Sistema Contábil Gerencial, cujas respostas, na forma de uma visão interativa da empresa, do patrimônio e do processo de gestão, se expressam na abordagem do Sistema de Gestão Econômica. As insuficiências da Contabilidade Financeira em expressar a realidade das empresas da nova economia no mercado de capitais são igualmente identificadas. Ao mesmo tempo, são comentadas as oportunidades que se abrem à contabilidade financeira, com a divulgação das demonstrações mediante os recursos de linguagem da Internet, com base nos projetos desenvolvidos por entidades reguladoras, particularmente pelo International Accounting Standards Committee (IASC). Com o incremento da comunicação contábil interativa via Internet e com o aprofundamento do debate sobre a contabilização das empresas de ativos intelectuais intensivos, como as da nova economia, preconiza-se, sob a égide da interatividade, uma renovação da Contabilidade Financeira e sua maior aproximação da Contabilidade Gerencial...

Contabilidade ambiental: um estudo sobre sua aplicabilidade em empresas Brasileiras

Santos,Adalto de Oliveira; Silva,Fernando Benedito da; Souza,Synval de; Sousa,Marcos Francisco Rodrigues de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
A globalização da economia e a conscientização da sociedade estão forçando, atualmente, as empresas a adotarem uma postura responsável perante o meio ambiente, isto é, produzir sem agressão à natu-reza.Para isto elas estão implantando um Sistema de Gestão Ambiental de acordo com as normas da série ISO 14000. Fazer este gerenciamento exige a aplicação de um considerável montante de recursos financeiros, devendo-se ter constante preocupação em controlá-los. En-tende-se que a contabilidade é uma das ferramentas mais eficientes e eficazes para este processo. Observa-se, no entanto, que poucas empresas, no Brasil, utilizam a contabilidade na sua gestão ambiental. Portanto, o principal objetivo da realização deste estudo é verificar qual o grau de desenvolvimento da Contabilidade Ambiental nas empresas brasileiras. Após uma revisão bibliográfica sobre o tema, foi elaborada uma pesquisa de campo que consistiu no envio de um questionário aos departamentos de contabilidade de indústrias potencialmente poluidoras. O universo compreendeu as empresas listadas no guia "As 500 maiores empresas do Brasil", edição 2000, da revista Exame; e a amostra foi de 50 empresas cujo faturamento, em 2000, ultrapassou US$ 50 bilhões.

Análise dos periódicos Brasileiros de contabilidade

Oliveira,Marcelle Colares
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
47.15%
Esta pesquisa teve como objetivo analisar as características dos Periódicos Brasileiros de Contabilidade. O levantamento das características dessas publicações revelou que a observação das normas, internacionalmente reconhecidas, para a apresentação de periódicos, de fascículos e de artigos, ainda é incipiente. Do levantamento das características dos artigos publicados, no período de 1990 a 1999, em cinco periódicos nacionais de Contabilidade intencionalmente selecionados, observou-se que a maioria dos autores são docentes, evidenciando que ainda é nas universidades que se origina a maioria das pesquisas contábeis, reflexo da carência de centros de pesquisa contábil, dos mecanismos de incentivo à pesquisa e da pressão pela divulgação delas nas Instituições de Ensino Superior. Considerou-se que, como os autores com pós-graduação são a maioria, isso reforça a importância desses veículos de comunicação e de seu conteúdo para a comunidade científica nacional. As cinco áreas temáticas privilegiadas com maior percentual de trabalhos são, sucessivamente, Contabilidade Gerencial, Contabilidade Financeira, Teoria da Contabilidade, Educação e Pesquisa Contábil e Contabilidade de Custos. Os temas mais abordados nos periódicos evidenciam uma mudança no paradigma contábil...

"Jogos de empresas" aplicados ao processo de ensino e aprendizagem de contabilidade

Santos,Robertovatan dos
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
O jogo sempre esteve presente na história do homem. No entanto, a utilização dos "Jogos de Empresas" como estratégia de ensino e aprendizagem em negócios teve seu incremento nos Estados Unidos, a partir da década de 50, com a finalidade de treinar executivos da área financeira. Este trabalho estuda a aplicação dos jogos simulados de gestão, conhecidos como "Jogos de Empresas" em Contabilidade. "Jogos de Empresas" são abstrações matemáticas simplificadas de uma situação relacionada com o mundo dos negócios. Um jogo de empresas permite, em laboratório, experimentos muitas vezes não possíveis na realidade, propiciando aos jogadores novas experiências, sendo um recurso adicional para fixação do aprendizado, simulando situações reais de gestão e/ou outras. No desenvolvimento deste estudo foram resgatados os conceitos de didática como a arte e ciência do ensino, as diferentes correntes teóricas que abordam o processo de ensino e aprendizagem, a aprendizagem de adultos denominada andragogia, e as contribuições da teoria dos jogos para tomada de decisão, relacionando estes com o ensino de contabilidade. Propusemos e testamos através de uma pesquisa experimental um "Jogo de Empresas" especificamente projetado para o ensino e aprendizagem em Contabilidade. Este permite que o professor e/ou aluno tenham flexibilidade na montagem e formatação dos relatórios contábeis...

Tendências recentes de abordagem à contabilidade pública em Portugal

Marques,Maria da Conceição da Costa
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 Português
Relevância na Pesquisa
47.1%
Face à especial atenção que tem vindo a ser dada à contabilidade pública não só em Portugal como na maioria dos países desenvolvidos do mundo, revelase de particular interesse um estudo evolutivo/cronológico da contabilidade pública em Portugal. Com efeito, esta contabilidade, submetida durante anos a um anonimato sem sentido, viu, sobretudo com a adesão de Portugal à Comunidade Europeia em 1986 e, mais tarde, à União Económica e Monetária, um interesse especial não só do Governo e entidades envolvidas, como do público em geral. E tanto assim é, que sobretudo desde 1990 que se assiste à aprovação de um conjunto de diplomas reguladores das matérias inerentes à contabilidade pública, inseridos num processo de reformas que ainda não terminou. É com este pano de fundo que pretendemos elaborar este trabalho, o qual esperamos elucide o leitor sobre os progressos da contabilidade pública em Portugal, que, de uma contabilidade meramente legal, passa a uma contabilidade baseada em critérios emergentes de economia, eficiência e eficácia.

A representação das palavras contabilidade, custos e investimento para os universitários e profissionais da área econômica/financeira

Panhoca,Luiz; Accioly Jr,Horácio; Nakagawa,Masayuki; Silva,Olga Maria Panhoca da
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
Considera-se que os profissionais da área da Contabilidade e áreas afins devam compreender os termos empregados na área contábil como requisito necessário para o exercício profissional. Pretendeu-se verificar a visão dos estudantes da área e suas representações dos termos contabilidade, custos e investimento. A perspectiva teórico-metodológica, orientadora desta pesquisa, é a Teoria das Representações Sociais, podendo ser entendida como assertivas do senso comum que se elaboram coletivamente nas interações sociais, sujeito-sujeito e sujeito-grupo para dar conta da realidade. Foram coletados 566 depoimentos em diversas regiões do Brasil. Como resultado, verificou-se que não existe consenso na representação social dos termos estudados e se destacaram quatro classes de pensamento. Pode ser observado que os alunos de Contabilidade formavam um bloco que se polarizava à representação dos alunos de Administração e Marketing. Também se posicionam, distintamente, os alunos de primeiros e segundos anos de graduação em relação aos alunos de terceiros e quartos anos. Constatou-se que não existe consenso para os termos investigados. Esta análise tende a mostrar que o primeiro grupo demonstra relacionar os termos à gestão...

Contabilidade: aspectos relevantes da epopéia de sua evolução

Iudícibus,Sérgio de; Martins,Eliseu; Carvalho,L. Nelson
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
47.08%
Trata o presente ensaio, como objetivo principal, de aspectos relevantes da epopéia da evolução da Contabilidade, através das várias fases históricas de seu desenvolvimento, desde o estado de simples método de escrituração baseado nas partidas dobradas até sua maturação como ciência social aplicada de forte fundo econômico. Ao longo do trabalho são analisados os vários enfoques, abordagens e teorias, bem como circunstâncias históricas e outras que possam explicar a Contabilidade enquanto ciência genuinamente social. Na interpretação mais atualizada dessa disciplina, a cientificidade contábil deve ser procurada, preferencialmente, numa série de características como, por exemplo: no entendimento e mensuração aplicados aos elementos do patrimônio; na preponderância do valor econômico em lugar de simples custos ou preços; no caráter preditivo das demonstrações contábeis; na introdução do fator risco e do conceito do valor do dinheiro no tempo nas avaliações contábeis, bem como na consideração de custos imputados e de oportunidade etc. A Contabilidade pontifica pela observação das características anteriormente vistas e pela incorporação, em seu arcabouço conceitual, da premissa da prevalência da essência sobre a forma...

Análise das condições de oferta da disciplina contabilidade introdutória: pesquisa junto às universidades estaduais do Paraná

Hofer,Elza; Peleias,Ivam Ricardo; Weffort,Elionor Farah Jreige
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
47.08%
O ensino da Contabilidade vem sofrendo mudanças, causadas pelas novas diretrizes curriculares e pelas exigências do mercado de trabalho. A combinação desses e de outros fatores leva à necessidade de avaliar as condições de oferta dos cursos de Ciências Contábeis, e uma opção é estudar disciplinas específicas, por sua importância ao longo do curso. Este trabalho relata o resultado de uma pesquisa realizada durante o 2º Semestre de 2003, com os cursos de Ciências Contábeis das Universidades Estaduais do Paraná, para avaliar as condições de oferta da disciplina Contabilidade Introdutória. A pesquisa é exploratória e descritiva, realizada junto aos coordenadores dos cursos e professores da disciplina. Foram usados procedimentos de coleta de dados por meio de entrevistas de profundidade e questionários, pesquisa documental indireta na legislação brasileira sobre ensino superior de Contabilidade, revisão bibliográfica, e dados coletados junto aos Programas de pós-graduação stricto sensu em Controladoria e Contabilidade recomendados pela CAPES. Os resultados apontam aspectos favoráveis, como a titulação acadêmica dos professores, esforços com a renovação do corpo docente e a preocupação dos coordenadores em designar os melhores professores para a disciplina. Revelou a preferência por algumas obras sobre Contabilidade Introdutória...

Em busca de um melhor entendimento da contabilidade gerencial através da integração de conceitos da psicologia, cultura organizacional e teoria institucional

Guerreiro,Reinaldo; Frezatti,Fábio; Casado,Tânia
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
47.08%
Pesquisas empíricas constatam que apesar de fatores indutores e facilitadores do ambiente externo, o que se observa é o baixo grau de implementação de novas técnicas e conceitos de contabilidade gerencial nas empresas. A teoria institucional é uma abordagem sociológica que tem sido aplicada na área contábil para estudar esse fenômeno. Essa teoria foca a contabilidade como uma instituição dentro da empresa, isto é, uma rotina formada por hábitos que dá sentido a determinado grupo de pessoas. O ponto central sobre o qual repousa a teoria institucional é a idéia de hábitos de um grupo de pessoas: a instituição é estruturada a partir de rotinas e as rotinas dependem de hábitos. A hipótese de pesquisa que se coloca é que determinados conceitos da psicologia e da cultura organizacional podem contribuir para uma melhor compreensão da abordagem institucional aplicada à Contabilidade Gerencial. Nesse contexto, o objetivo deste ensaio é aprofundar o nível de entendimento sobre as causas do gap que existe entre a teoria e a prática da Contabilidade Gerencial. O método de pesquisa utilizado envolve a correlação entre a abordagem institucional com a abordagem de cultura organizacional e ainda com o conceito de inconsciente da psicologia...

Diferenciações entre a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial: uma pesquisa empírica a partir de pesquisadores de vários países

Frezatti,Fábio; Aguiar,Andson Braga de; Guerreiro,Reinaldo
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.1%
Este trabalho objetiva identificar os principais elementos que diferenciam a Contabilidade Financeira da Contabilidade Gerencial em vários países do mundo. A evolução mostra que, em algum momento, na verdade, em alguma situação esses dois ramos da Contabilidade poderiam ser assemelhados e, até mesmo, iguais. Contudo, as diferentes demandas e percepções de seus usuários, em vários países, fazem com que elas se distanciem. Para entender essas diferenças foi feita uma pesquisa em 24 países a fim de identificar os elementos que podem apresentar diferenciações entre os dois ramos da Contabilidade. Os elementos incluídos neste estudo foram definidos a partir da combinação de abordagem de vários autores. A pesquisa de campo foi desenvolvida por meio da aplicação de um questionário com estrutura de perguntas baseada em escala Likert, respondido por especialistas. Percebeu-se que os principais elementos que diferenciam as duas Contabilidades são: aplicação de princípios, foco de análise, grau de confiabilidade, agentes que influenciam ou podem influenciar, freqüência de emissão de relatórios e exigência legal de pessoal habilitado em amplitudes variadas. As diferenças reforçam a necessidade de um sistema de informação contábil que possa atender...

A percepção dos docentes quanto às práticas de contabilidade estratégica: um estudo comparativo

Silva,Paula Danyelle Almeida da; Santos,Odilanei Morais dos; Ferreira,Aracéli Cristina de Souza
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.12%
O objetivo deste estudo é medir o grau de compreensão e uso do termo "Contabilidade Estratégica" e o mérito de determinadas práticas consideradas de Contabilidade Estratégica, de acordo com a percepção dos docentes de programas de pós-graduação stricto sensu em Contabilidade no Brasil. Adicionalmente, os resultados obtidos são comparados com pesquisas realizadas com controllers em nível nacional e internacional. Trata-se de um estudo descritivo, delineado por meio da utilização de questionário com questões fechadas e pontuadas em escala Likert. A amostra contou com a participação de 43 respondentes, de um universo de 104 professores ministrantes de disciplina de Contabilidade e representantes dos programas de pós-graduação stricto sensu em Ciências Contábeis. A margem de erro é de 10%, para um nível de confiança de 90%. Na escala de variação de 1 a 7, a média para o nível de percepção dos docentes quanto à compreensão do termo "Contabilidade Estratégica" ficou em 5,14, aliado a um uso menos intenso, com média de 4,02. Esses resultados sugerem que a temática ainda não é totalmente pacífica, podendo-se dizer que se trata de uma abordagem emergente na Contabilidade. Em relação às práticas de Contabilidade Estratégica...

Evolução do ensino da contabilidade no Brasil: uma análise histórica

Peleias,Ivam Ricardo; Silva,Glauco Peres da; Segreti,João Bosco; Chirotto,Amanda Russo
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
A pesquisa histórica permite identificar, resgatar e analisar marcos relevantes da evolução da sociedade, no mundo e no Brasil. Um marco importante é o impacto das ocorrências econômicas, políticas e sociais no ensino, pois tais mudanças demandam profissionais mais bem preparados. Em função do exposto, este trabalho apresenta o resultado de pesquisa realizada nas áreas de Contabilidade e Economia, sobre a evolução do ensino de Contabilidade no Brasil, e o impacto que alguns eventos econômicos, políticos e sociais tiveram nessa evolução. A pesquisa é histórica, documental, bibliográfica e descritiva. Foi analisada a legislação nacional sobre o ensino comercial e contábil promulgada no Brasil, do século XIX até os dias atuais. Foram identificadas ocorrências relevantes no cenário nacional, a partir da chegada da Família Real, em 1808, e os efeitos que esse fato e outros que se sucederam tiveram sobre a regulamentação do ensino da Contabilidade no Brasil. Os resultados obtidos permitiram identificar como algumas ocorrências econômicas, políticas e sociais afetaram o ensino contábil e a forma como a legislação analisada evoluiu até os dias atuais.

Em busca de um delineamento de proposta para classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES

Beuren,Ilse Maria; Souza,José Carlos de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
O artigo objetiva buscar subsídios ao delineamento de uma proposta para classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES. Para tanto, foi realizada pesquisa exploratória, por meio de levantamento, com abordagem quantitativa dos dados e corte seccional. Os dados foram levantados no Portal de Periódicos da CAPES, obtendo-se um total de 50 periódicos. Os resultados da pesquisa mostram: os periódicos internacionais de contabilidade disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES; os periódicos internacionais de contabilidade indexados no SCOPUS ou ISI e não disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES; os periódicos da área contábil citados por periódicos da área contábil indexados no SCOPUS; os periódicos da área contábil citados por periódicos da área contábil indexados no SCOPUS e não disponíveis no Portal de Periódicos da CAPES e o fator de impacto 2006 dos periódicos da área contábil citados por periódicos da área contábil indexados no SCOPUS. Com base nos achados da pesquisa foi delineada uma proposta de classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES, a qual pretende ser um ponto de partida para a discussão e construção de uma proposta em face da revisão do Qualis CAPES em 2007.

Desenvolvimento da pesquisa em Contabilidade Gerencial: as restrições da abordagem monoparadigmática de Zimmerman

Frezatti,Fábio; Nascimento,Artur Roberto do; Junqueira,Emanuel
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.06%
Este trabalho tem por objetivo analisar o desenvolvimento conceitual da Contabilidade Gerencial levando em conta suas peculiaridades e influências possíveis. Trata-se de um ensaio baseado em uma pesquisa bibliográfica que identificou demandas, conflitos e necessidades metodológicas para a pesquisa em Contabilidade Gerencial, tendo como pano de fundo um debate entre Ittner e Larcker (2001; 2002), Zimmerman (2001), Hopwood (2002), Lukka e Mouritsen (2002) e Luft e Shields (2002), considerados extremamente destacados na análise dos rumos da pesquisa em Contabilidade Gerencial. A justificativa para o estudo está na percepção de que o desenvolvimento das ciências depende, além de estudos que buscam seu crescimento linear, de estudos que se dediquem à reflexão crítica sobre o conhecimento nelas produzido. A inovação consiste na discussão das especificidades da área, a apresentação do monoparadigma como limitador de pesquisa, as teorias organizacionais como oportunidades, o poder político do mainstream e a falta de rigor metodológico dos trabalhos. Conclui que o crescimento da Contabilidade Gerencial decorre de inúmeros elementos, fundamentais para o crescimento qualitativo das pesquisas na área, destacando-se a necessidade de uma clara personalidade para as pesquisas...

Empresas que se destacam pela qualidade das informações a seus usuários externos também se destacam pela utilização de artefatos modernos de contabilidade gerencial?

Guerreiro,Reinaldo; Cornachione Júnior,Edgard Bruno; Soutes,Dione Olesczuk
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
47.13%
Estudos empíricos têm indicado baixo grau de utilização de artefatos modernos de Contabilidade Gerencial propostos pela literatura. No âmbito teórico, a teoria da contabilidade engloba o pressuposto de que a contabilidade deveria atender eficazmente os seus usuários externos e internos. Este estudo tem dois objetivos principais: avaliar se (a) empresas brasileiras que se destacam pelo seu porte na economia brasileira utilizam artefatos modernos de Contabilidade Gerencial e (b) empresas que se destacam pela qualidade de suas informações aos usuários externos, também, se destacam pela maior utilização de artefatos modernos de Contabilidade Gerencial de apoio a usuários internos. Uma amostra de 90 empresas foi examinada, selecionadas dentre empresas listadas entre as 500 maiores empresas (edição de 2005 de Melhores e Maiores) e dentre o rol de empresas que foram indicadas ao Prêmio ANEFAC-FIPECAFI-SERASA, Troféu Transparência, entre os anos-base de 1996 a2004. Dados foram coletados por meio de questionário endereçado ao gestor da área de Contabilidade Gerencial, contendo questões relativas ao grau de utilização de artefatos tradicionais e modernos de Contabilidade Gerencial. Os resultados do estudo demonstram que (a) as empresas da amostra utilizam artefatos modernos de Contabilidade Gerencial e (b) a amostra de empresas indicadas para o prêmio não se diferencia...

Um caso de mudança na contabilidade gerencial: a dinâmica política e social

Wanderley,Cláudio de Araújo; Cullen,John
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
O principal objetivo do presente estudo é explicar a dinâmica política e social do processo de mudança na contabilidade gerencial em uma companhia de distribuição elétrica brasileira privatizada, articulando e estudando as interconexões entre os ambientes inter e intra-organizacionais (nível político e econômico; nível do campo organizacional e nível intra-organizacional). Este trabalho adota o estudo de caso interpretativo como método de pesquisa para analisar as mudanças na contabilidade gerencial que aconteceram na companhia estudada durante um período de 8 anos, isto é, entre 2000 (o ano de privatização) até 2007. Este artigo defende que, para compreender essas mudanças na contabilidade gerencial, é importante discutir e entender a dinâmica social e política do ambiente inter e intra-organizacional, já que as práticas e os critérios no nível do campo organizacional, em combinação com a lógica intra-organizacional, formaram o sistema de contabilidade gerencial da companhia. Para explicar as mudanças na organização sob análise, este trabalho fundamentou-se nos construtos propostos por Dillard, Rigsby et al. (2004) para articular e compreender os três níveis do sistema social e político. Esses construtos são baseados nos eixos de tensão de Weber e na teoria de estruturação de Giddens. A análise deste caso indica que aconteceram profundas mudanças nos sistemas gerenciais da companhia após o processo de privatização...