Página 1 dos resultados de 101 itens digitais encontrados em 0.106 segundos

Prazer e sofrimento no trabalho do enfermeiro em unidades de terapia intensiva: estratégias defensivas; Satisfaction and suffering in the work of nurses in Intensive Care Units: defensive strategies.

Martins, Julia Trevisan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
55.97%
Pesquisa qualitativa que teve como objetivos descrever as características do trabalho de enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), identificar os sentimentos de prazer e sofrimento vivenciados por eles e verificar as estratégias defensivas que utilizam para enfrentar os sentimentos de sofrimento advindos do trabalho nestas unidades. Contou com a participação de oito enfermeiros de um hospital universitário localizado no Norte do Paraná. A coleta de dados ocorreu de dezembro de 2006 a fevereiro de 2007, realizada por meio da técnica de entrevista semi-estruturada com questões norteadoras, cujo conteúdo foi registrado mediante uso de gravador e transcritos posteriormente. Para analisar os dados foi utilizado o método de análise de conteúdo com respaldo teórico nas contribuições da Psicodinâmica do Trabalho. Das entrevistas foram desveladas quatro categorias analíticas: a gerência do trabalho, o sofrimento no trabalho, as estratégias defensivas por eles utilizadas e o prazer no trabalho. Estas categorias agregam às subcategorias temáticas. Ser gerente da UTI para os sujeitos significa prestar cuidados aos pacientes, administrar a assistência, a equipe de enfermagem e de saúde e os equipamentos e recursos materiais. As vivências de sofrimento estão relacionadas com o cuidar do paciente em estado crítico...

Construindo cuidado: a relação com os profissionais da saúde nas práticas discursivas de pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares; Constructing care

Souza, Laura Vilela e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.04%
O objetivo geral deste trabalho foi compreender as práticas discursivas de pessoas diagnosticadas com Anorexia Nervosa (AN) ou Bulimia Nervosa (BN) com relação a produção de sentidos sobre as relações profissional-paciente no âmbito do tratamento desses transtornos alimentares (TA), aqui considerados não como quadros diagnósticos, mas como construções sociais. Esse objetivo foi traçado no diálogo com a literatura científica na área que identifica poucos espaços de escuta dessas pessoas sobre o que elas consideram importante em suas relações com os profissionais de saúde, e no diálogo com as narrativas das participantes deste estudo que apontaram a boa qualidade do relacionamento profissionalpaciente como importante na construção de um atendimento considerado satisfatório. De maneira específica, buscou-se compreender como o uso de diferentes repertórios interpretativos e discursos sociais participam da produção de sentidos sobre as relações profissional-paciente, além de investigar as implicações dos diferentes posicionamentos assumidos por ambos na coconstrução de descrições de si, direitos, deveres e lugares ocupados pelos pacientes na relação com os profissionais. Para tanto, foram entrevistadas 12 mulheres diagnosticadas com AN e BN atendidas por um serviço de assistência em TA. 5 dessas mulheres responderam de forma mais pessoal sobre o que é um relacionamento significativo com um profissional...

A relação entre os mecanismos de defesa e a qualidade da aliança terapêutica em psicoterapia de orientação analítica de adultos : um estudo exploratório; The relation between defense mechanisms and the quality of therapeutic alliance in analytic psychotherapy

Gomes, Fernando Grilo
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.14%
Introdução: O estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade em uma psicoterapia psicanalítica é fundamental para o processo terapêutico. Este estudo avaliou a influência do nível de funcionamento defensivo do paciente na qualidade da aliança terapêutica estabelecida durante a psicoterapia. Método: Pacientes em psicoterapia psicanalítica e seus respectivos terapeutas responderam ao Helping Alliance Questionary (HAq II). Os sintomas dos pacientes foram avaliados através do Symptom Checklist- 90-R (SCL 90), e seu o nível defensivo através da Escala de Funcionamento Defensivo do DSM-IV-TR. Resultados: Não houve associação entre o estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade e o nível defensivo do paciente. No entanto houve diferença significativa quando a versão do terapeuta foi comparada com a respondida pelo paciente: os pacientes estabeleceram uma aliança terapêutica de melhor qualidade em relação a seus terapeutas do que o inverso. Discussão: O fato da aliança terapêutica de boa qualidade ter se estabelecido independentemente do nível defensivo do paciente sugere que o treinamento e as características pessoais dos terapeutas podem levar a uma capacidade de conectar-se com o paciente...

O exercício da medicina e o código de defesa do consumidor

Pazinato, Tássia Cividanes
Tipo: trabalho de conclusão de graduação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66%
A presente monografia objetiva avaliar a possibilidade de incidência da Lei. 8.078/90 – o Código de Defesa do Consumidor – sobre a relação estabelecida entre médicos e seus pacientes. A metodologia escolhida para tanto foi a de análise doutrinária em livros e artigos de revistas científicas, jornais e meios eletrônicos pertinentes (documentação indireta), conjugada com uma pesquisa jurisprudencial relativa ao tema. Para interpretação dos dados coletados, fez-se uso do método hipotético-dedutivo. Os resultados alcançados apontam que a relação médico-paciente encontra-se sob a égide do Código de Defesa do Consumidor.; The present study aims to appraise the possibility of incidence of the Act 8.078/90 – the Brazilian Consumer’s Protection Code – over the relation established between doctors and their patients. The chosen methodology was doctrine analysis in books and articles of scientific magazines, journals and correlated electronic media (indirect documentation), united with a research of Case Law in regard of the subject. In order to understand the collected data, it was used the hypothetical-deductive method. The achieved results indicate that the doctor-patient relation is situated under the shield of the Consumer’s Protection Code.

A relação entre os mecanismos de defesa e a qualidade da aliança terapêutica em psicoterapia de orientação analítica; The relationship between defense mechanisms and the quality of therapeutic alliance in analytic psychotherapy

Gomes, Fernando Grilo; Ceitlin, Lucia Helena Freitas; Hauck, Simone; Terra, Luciana
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.16%
Introdução: O estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade em uma psicoterapia psicanalítica é fundamental para o processo terapêutico. Este estudo avaliou a influência do nível de funcionamento defensivo do paciente na qualidade da aliança terapêutica estabelecida durante a psicoterapia. Método: Para avaliação da qualidade da aliança estabelecida, pacientes em psicoterapia psicanalítica e seus respectivos terapeutas responderam ao Helping Alliance Questionnaire (versão paciente e versão terapeuta, respectivamente). O nível defensivo foi inferido através da Escala de Funcionamento Defensivo proposta no Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, quarta edição, texto revisado. Resultados: Não houve associação entre o estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade e o nível defensivo do paciente. No entanto, houve diferença significativa quando a versão do terapeuta foi comparada com a respondida pelo paciente: os pacientes estabeleceram uma aliança terapêutica de melhor qualidade em relação a seus terapeutas do que o inverso. Conclusão: O fato de a aliança terapêutica de boa qualidade ter se estabelecido independentemente do nível defensivo do paciente sugere que o treinamento e as características pessoais do terapeuta podem levar a uma capacidade de conectar-se com o paciente...

Insatisfação do usuário da atenção básica com o Sus : análise multinível da pesquisa da ouvidoria

Passero, Lúcia Gimenes
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
55.91%
O desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro, ampliando o acesso com integralidade e equidade, tem demandado um esforço de avaliação permanente. Neste contexto, a avaliação do usuário é fundamental para garantir a qualidade e o alinhamento do Sistema com as expectativas da população. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os fatores contextuais e individuais associados à satisfação dos usuários, que utilizaram a Atenção Básica, com o SUS como parte da pesquisa desenvolvida pelo Departamento de Ouvidoria Geral do Ministério da Saúde. Este estudo transversal contou com população de 18.673 usuários do SUS, com 16 anos ou mais, de 62 municípios brasileiros. Os dados individuais foram coletados por meio de contato telefônico, selecionados aleatoriamente. Os dados contextuais dizem respeito às características de estrutura demográfica, investimento público em áreas sociais, condições econômicas, nível de desenvolvimento, características da rede pública de saúde, cobertura de Saúde da Família e resultados em saúde dos municípios e foram coletados das bases de dados públicas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e da Sala de Apoio à Gestão Estratégica do Ministério da Saúde. Foi realizada uma regressão logística multinível em dois níveis: individual e contextual. A prevalência de insatisfação foi de 63...

Arquivo Permanente da Casa de Saúde São Sebastião: prontuário médico do paciente

Marques, Willian Agostinho
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: tcc (graduação em biblioteconomia)
Português
Relevância na Pesquisa
46.05%
TCC (graduação em Biblioteconomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis; Esta pesquisa aborda a questão do Prontuário Médico do Paciente do Arquivo Permanente da Casa de Saúde São Sebastião. Na introdução consta a justificativa, diagnóstico e os objetivos da pesquisa. A revisão de literatura aborda o referencial teórico sobre arquivos e prontuário médico do paciente. Os procedimentos metodológicos enfatizam a pesquisa documental e os tipos de documentos analisados. A análise dos resultados relaciona as vantagens, definições e a importância do Prontuário Médico do Paciente para o paciente, a instituição, o médico e equipe profissional envolvida. Também salienta a importância para fins de estudo e estatística, uma vez que através do correto preenchimento é que serão esclarecidas, questionadas ou comprovadas algumas situações ou procedimentos, que poderão até servir para defesa legal. Ainda, salienta cuidados com os documentos que compõe o prontuário de cada paciente, desde sua abertura, quando da chegada do paciente a instituição, seguindo seu roteiro durante o período de internação e atendimento e também depois da alta hospitalar aonde a documentação seguirá para o arquivo permanente.

V??nculo longitudinal na aten????o prim??ria: avaliando os modelos assistenciais do SUS

Cunha, Elenice Machado da
Tipo: thesis
Português
Relevância na Pesquisa
46.12%
O v??nculo longitudinal pode ser definido como ???rela????o terap??utica entre paciente e profissionais da equipe de Aten????o Prim??ria em Sa??de (APS) ao longo do tempo, que se traduz na utiliza????o da unidade b??sica de sa??de (UBS) como fonte regular de cuidado para os v??rios epis??dios de doen??a e cuidados preventivos. O v??nculo longitudinal contribui para diagn??sticos e tratamentos mais precisos, diminui????o dos custos da aten????o e maior satisfa????o do paciente. O presente estudo teve por objetivo investigar o atendimento a tal atributo na experimenta????o de diferentes modelos assistenciais organizativos da APS no contexto do SUS. O estudo, que est?? estruturado em tr??s artigos/cap??tulos, teve in??cio com a identifica????o do v??nculo longitudinal como caracter??stica central da APS. Revis??o conceitual possibilitou definir o termo, identificar tr??s dimens??es para an??lise do atributo (identifica????o da UBS como fonte regular de cuidados; rela????o interpessoal entre profissional e paciente; e continuidade informacional), e construir roteiro para investigar o v??nculo longitudinal no ??mbito da APS municipal. Revis??o bibliogr??fica sobre os modelos assistenciais no Brasil identificou propostas atuais com experi??ncias consolidadas de estrutura????o da APS. Esses munic??pios/modelos foram: Camaragibe ??? que aderiu ?? Estrat??gia Sa??de da Fam??lia; e Belo Horizonte ??? que segue os princ??pios orientadores do modelo Em Defesa da Vida/Acolhimento...

O erro m??dico e a viola????o ??s normas e prescri????es em sa??de: uma discuss??o te??rica na ??rea de seguran??a do paciente

Nascimento, Nadia Bomfim do; Travassos, Claudia Maria de Rezende
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
55.89%
Em 1999, o relat??rio do Instituto de Medicina (IOM), ao apontar que h?? significativa ocorr??ncia de eventos adversos e que mais da metade dessas ocorr??ncias eram ocasionadas por erro m??dico, suscitou in??meras a????es e pesquisas na ??rea de Seguran??a do Paciente. As infec????es relacionadas ?? assist??ncia ?? sa??de (IRAS), um dos problemas enfrentados na ??rea, ?? alvo de pesquisas que intentam criar procedimentos e estrat??gias no sentido de prevenir tais eventos. A higieniza????o de m??os, por ser a medida mais simples no controle das IRAS e, paradoxalmente, a que possui mais baixo ??ndice de ades??o entre os m??dicos, ?? alvo de in??meros programas e campanhas. A necessidade de revers??o do quadro apontado tem gerado extensa literatura que, entre outros, identifica barreiras e fatores de risco para a baixa ades??o a normas e procedimentos de higieniza????o de m??os, como tamb??m busca compreender os aspectos comportamentais envolvidos. Este artigo apresenta alguns modelos te??ricos explicativos voltados para a compreens??o da din??mica comportamental que envolve a consecu????o do erro e da viola????o e realiza uma an??lise com possibilidades ?? depreens??o do processo. Por fim, considera-se que os modelos explicativos apresentados...

Mudança dos mecanismos de defesa e das características de personalidade no processo terapêutico

Loureiro, Diana de Paiva Silvano Calado
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica; Os mecanismos de defesa são um dos conceitos mais originais e uma das mais duráveis contribuições teóricas da psicanálise. O objetivo desta revisão de literatura consiste em aprofundar questões relacionadas com o desenvolvimento e evolução de conceções acerca do conceito, compreender funções relevantes dos mecanismos de defesa, e sobretudo fazer uma pesquisa acerca da investigação empírica ao nível do papel dos mecanismos de defesa no processo e eficácia da psicoterapia, e em torno das variáveis relacionadas com os mecanismos de defesa, com especial enfoque na psicoterapia psicodinâmica. A partir da literatura revista, conclui-se que apesar do reconhecido impacto dos mecanismos de defesa na relação terapêutica, e do aumento da pesquisa empírica na última década, ainda não se verifica uma visão clara acerca das suas implicações e inter-relações com outras varáveis. Cada vez é mais discutido o impacto de variáveis relacionadas com o terapeuta, na evolução do funcionamento defensivo do paciente no decorrer do processo terapêutico. A informação obtida através da literatura foi alvo de uma reflexão critica relativamente às implicações dos achados da investigação empírica...

Reações e sentimentos do profissional de enfermagem diante da morte

Martins,Edna Lúcia; Alves,Rozilda das Neves; Godoy,Sueli Aparecida Ferreira de
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1999 Português
Relevância na Pesquisa
45.89%
Através deste estudo, do tipo exploratório descritivo, propomos compreender as reações e sentimentos dos profissionais de enfermagem diante dos pacientes fora de possibilidade terapêutica. Foram realizadas entrevistas individuais, semi-dirigidas, com nove profissionais de enfermagem (6 aux. de enfermagem e 3 enfermeiras) de um hospital geral da cidade de Maringá-PR. Constatamos que, para estes profissionais, o fato de lidarem com a morte diariamente é extremamente angustiante e, portanto, utilizam de mecanismos de defesa tais como negação, racionalização, para conviverem com as perdas rotineiras. Isto faz com que os profissionais de enfermagem podem deixar de perceber as limitações e angústias do paciente, o que pode vir a comprometer a qualidade do trabalho assistencial. Com base nos resultados encontrados, sugerimos a criação de um espaço terapêutico no hospital, com os profissionais da saúde, para que através de grupos de reflexão a expressão das angústias, medos, impotência e dor diante da morte e do morrer possa ser facilitada e compartilhada.

Fatores associados a abandono precoce do tratamento em psicoterapia de orientação analítica

Hauck,Simone; Kruel,Letícia; Sordi,Anne; Sbardellotto,Gabriela; Cervieri,Aline; Moschetti,Laura; Shestatsky,Sidnei; Ceitlin,Lucia Helena Freitas
Fonte: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
65.91%
INTRODUÇÃO: A eficácia da psicoterapia psicanalítica foi bem estabelecida através de ensaios clínicos controlados; no entanto, algumas das características individuais que predizem melhores resultados são ainda pouco estudadas. O objetivo do estudo foi avaliar a associação entre os dados demográficos, o diagnóstico psiquiátrico, a sintomatologia clínica, a qualidade de vida, os critérios de indicação da psicoterapia, o estilo defensivo e o abandono da psicoterapia psicanalítica antes de 3 meses de tratamento. MÉTODO: Uma amostra consecutiva de 56 pacientes foi avaliada após a indicação da psicoterapia, através de um protocolo padronizado, do World Health Organization Quality of Life Bref (WHOQOL-Bref), do Self Report Questionnaire, do Defensive Style Questionnaire, da Escala de Funcionamento Defensivo do Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, 4ª edição, texto revisado (DSM-IV-TR) e da Avaliação do Funcionamento Global (Global Assessment of Functioning), e acompanhada por 3 meses. RESULTADOS: A taxa de abandono foi de 12,5%. Não houve diferença quanto à Avaliação do Funcionamento Global, Self Report Questionnaire e Defensive Style Questionnaire. Os pacientes que abandonaram estavam satisfeitos com sua saúde...

A relação entre os mecanismos de defesa e a qualidade da aliança terapêutica em psicoterapia de orientação analítica

Gomes,Fernando Grilo; Ceitlin,Lucia Helena; Hauck,Simone; Terra,Luciana
Fonte: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.16%
INTRODUÇÃO: O estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade em uma psicoterapia psicanalítica é fundamental para o processo terapêutico. Este estudo avaliou a influência do nível de funcionamento defensivo do paciente na qualidade da aliança terapêutica estabelecida durante a psicoterapia. MÉTODO: Para avaliação da qualidade da aliança estabelecida, pacientes em psicoterapia psicanalítica e seus respectivos terapeutas responderam ao Helping Alliance Questionnaire (versão paciente e versão terapeuta, respectivamente). O nível defensivo foi inferido através da Escala de Funcionamento Defensivo proposta no Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, quarta edição, texto revisado. RESULTADOS: Não houve associação entre o estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade e o nível defensivo do paciente. No entanto, houve diferença significativa quando a versão do terapeuta foi comparada com a respondida pelo paciente: os pacientes estabeleceram uma aliança terapêutica de melhor qualidade em relação a seus terapeutas do que o inverso. CONCLUSÕES: O fato de a aliança terapêutica de boa qualidade ter se estabelecido independentemente do nível defensivo do paciente sugere que o treinamento e as características pessoais do terapeuta podem levar a uma capacidade de conectar-se com o paciente...

O erro médico e a violação às normas e prescrições em saúde: uma discussão teórica na área de segurança do paciente

Nascimento,Nadia Bomfim do; Travassos,Cláudia Maria de Rezende
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
75.96%
Em 1999, o relatório do Instituto de Medicina (IOM), ao apontar que há significativa ocorrência de eventos adversos e que mais da metade dessas ocorrências eram ocasionadas por erro médico, suscitou inúmeras ações e pesquisas na área de Segurança do Paciente. As infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), um dos problemas enfrentados na área, é alvo de pesquisas que intentam criar procedimentos e estratégias no sentido de prevenir tais eventos. A higienização de mãos, por ser a medida mais simples no controle das IRAS e, paradoxalmente, a que possui mais baixo índice de adesão entre os médicos, é alvo de inúmeros programas e campanhas. A necessidade de reversão do quadro apontado tem gerado extensa literatura que, entre outros, identifica barreiras e fatores de risco para a baixa adesão a normas e procedimentos de higienização de mãos, como também busca compreender os aspectos comportamentais envolvidos. Este artigo apresenta alguns modelos teóricos explicativos voltados para a compreensão da dinâmica comportamental que envolve a consecução do erro e da violação e realiza uma análise com possibilidades à depreensão do processo. Por fim, considera-se que os modelos explicativos apresentados...

A relação profissional-paciente: o entendimento e implicações legais que se estabelecem durante o tratamento ortodôntico

Melani,Rodolfo Francisco Haltenhoff; Silva,Ricarda Duarte da
Fonte: Dental Press Editora Publicador: Dental Press Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.13%
OBJETIVO: investigar a relação profissional/paciente na área da Ortodontia. Foram analisados os aspectos legais que permeiam o tratamento ortodôntico. METODOLOGIA: a pesquisa foi realizada por meio de dois questionários: um dirigido a 10 profissionais da área de Ortodontia e o outro dirigido a 100 pacientes em tratamento ortodôntico dos respectivos profissionais. RESULTADOS: a análise das respostas obtidas demonstrou que a preocupação estética é a principal motivação que leva os pacientes aos consultórios ortodônticos. Os profissionais acreditam existirem fatores imprevisíveis que podem intervir no desenvolvimento e no resultado do tratamento ortodôntico. Apesar deste fato, 40% dos profissionais asseguram ao paciente o sucesso do tratamento. Para todos os profissionais, o principal meio de defesa do ortodontista frente a um processo de responsabilidade civil é o prontuário completo. Porém, 90% dos entrevistados não possuem em seu prontuário a ficha de procedimentos executados, com as intercorrências anotadas e assinatura do paciente, pressupondo o consentimento do tratamento. Nos contratos escritos de honorários e manutenção foi verificado que 50% dos profissionais formalizavam o registro. CONCLUSÃO: concluiu-se que existe uma preocupação em relação à parte financeira...

Relação comercial do ortodontista brasileiro com o seu paciente, natureza obrigacional dos serviços prestados e riscos do tratamento ortodôntico

Soares,Elionai Dias; Carvalho,Adriana Silva de; Barbosa,Jurandir Antônio
Fonte: Dental Press Editora Publicador: Dental Press Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
56.16%
OBJETIVO: investigar a opinião do ortodontista brasileiro sobre a problemática paciente x profissional em relação: 1) à importância da relação comercial estabelecida pelo CDC (Código de Defesa do Consumidor); 2) à natureza obrigacional dos seus serviços ortodônticos; 3) às explicações, ao paciente, dos riscos inerentes ao tratamento ortodôntico. METODOLOGIA: para tal, foi realizado um censo estatístico através de questionário enviado a todos os ortodontistas do Brasil, devidamente inscritos no Conselho Federal de Odontologia. RESULTADOS E CONCLUSÕES: participaram da pesquisa 1.469 ortodontistas (27,43% do universo pesquisado). Dessa forma, verificou-se que 86,93% dos ortodontistas brasileiros reconhecem a importância da relação comercial com seu paciente, de acordo com o CDC; 35,33% dos profissionais consideram a Ortodontia como uma atividade de meio, isto é, execução do tratamento ortodôntico sem promessa profissional de um resultado final; e 63,31% orientam, de forma oral e escrita, os seus pacientes sobre os riscos do tratamento ortodôntico. Concluiu-se que o ortodontista brasileiro está consciente da importância do CDC na relação comercial estabelecida com o seu paciente, o consumidor final. No entanto...

Pacto em defesa da saúde: divulgando os direitos dos usuários pela pesquisa-ação

Koerich,Magda Santos; Backes,Dirce Stein; Marchiori,Mara Caino
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
55.78%
Objetivou-se divulgar e discutir a Carta dos Direitos dos Usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com pacientes e familiares que buscaram atendimento em serviço público hospitalar. Optou-se pela pesquisa-ação, com abordagem qualitativo-construtivista, que propõe a participação coletiva e ação planejada com ênfase na mudança de uma situação. A coleta de dados ocorreu concomitantemente às discussões com os usuários da saúde, no decorrer do ano de 2007, durante encontros semanais de aproximadamente uma hora. As falas codificadas e analisadas resultaram em três eixos temáticos: direitos e deveres dos usuários; qualificação profissional; acolhimento em saúde. Concluiu-se que a carta dos direitos dos usuários do SUS se coloca como um dispositivo importante para o cidadão conhecer os seus direitos de acesso ao sistema de saúde, bem como contribuir de forma critica e co-responsável nas discussões e delineamentos em prol de um sistema de saúde mais resolutivo e eficaz.

Responsabilidade médica e o código de defesa do consumidor

Ribeiro, Antônio de Pádua
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 120276 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
55.9%
Examina o tema da responsabilidade médica à luz do Código do Consumidor e do Código Civil. Assinala que, no curso da história, a relação médico-paciente tem passado por um processo de despersonalização, decorrente da massificação das relações sociais. Aborda a peculiaridade da cirugia estética embelezadora quanto à obrigação médica de assegurar o resultado pretendido. Sugere que o prestador de servições médicos documente-se adequadamente para evitar a condenação em indenizações por pretensos danos causados a seus pacientes, inclusive danos morais.

Procedimentos Médicos Realizados à Distância e o Código de Defesa do Consumidor.

Schaefer, Fernanda
Fonte: Juruá Publicador: Juruá
Tipo: livro Formato: 37946 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.97%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. 347.56:614.25(81) S294p; Segundo o autor, o simples estudo da responsabilidade civil médica já não é suficiente para regular procedimentos diagnósticos e terapêuticos que utilizam novas tecnologias para a consecução de seus fins. É preciso que essa relação, por ser eminentemente contratual, também seja analisada à luz do Código de Defesa do Consumidor, para que garantias mínimas consubstanciadas em princípios como da boa-fé, da transparência e da confiança sejam impostas e preservadas. O autor demonstra ainda que a legislação brasileira existente é suficiente e adequada para proteger o paciente e resguardar seus direitos fundamentais em face do desenvolvimento biotecnológico.

Do erro médico

Direito, Carlos Alberto Menezes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 86333 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.89%
Comenta a importância do papel dos médicos na estrutura das sociedades democráticas e modernas. Fala que o tema da responsabilidade civil na área médica tem despertado enorme interesse, porque a busca da prestação jurisdicional em decorrência do erro do médico tem sido elevada. Por último, refere à responsabilidade dos hospitais e dos planos de saúde após o advento do Código de Defesa do Consumidor.