Página 1 dos resultados de 8 itens digitais encontrados em 0.193 segundos

O design universal na editoração de material didático como agente motivador e estimulador da autoeficácia para a aprendizagem; The universal design in publication of courseware as motivator factor and stimulator of self-efficacy for learning

Tiziotto, Simone Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
135.89%
No contexto da Educação a Distância Superior no Brasil, o material didático tem figurado como um dos principais recursos, no qual, realiza-se a aplicação dos pressupostos do design universal para a aprendizagem, que se trata de um modelo de universalização que propõem o oferecimento de andaimes que visem a eliminar as barreiras desnecessárias, sem eliminar os desafios necessários para beneficiar/proporcionar a aprendizagem do maior número possível de alunos. Ressalta-se que a motivação e a autoeficácia para a aprendizagem tem sido utilizadas em trabalhos brasileiros que as apresentam como importantes dimensões de aprendizagem. Contudo, há escassez de pesquisas que avaliem e mensurem os efetivos impactos destas dimensões no processo de aprendizagem permeado por implementações de propostas didáticas baseadas em princípios do design universal para a aprendizagem. O presente trabalho tem, portanto, o objetivo de avaliar o impacto dos princípios do design universal para a aprendizagem nas dimensões de motivação e autoeficácia do processo de aprendizagem em cursos superiores de Educação a Distância. Portanto, propõem a incorporação de princípios do design universal para a aprendizagem por meio da implementação de quatro propostas didáticas (leitura ou audição voz feminina ou masculina de texto; videoaula convencional ou com legenda parcialmente ambientada; controle de velocidade da expectação da videoaula; fórum com participação escrita...

Ambientes virtuais acessíveis sob a perspectiva de usuários com limitação visual

Sonza, Andréa Poletto
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.5%
Esta Tese integra-se ao leque de pesquisas já desenvolvidas pelo NIEE (Núcleo de Informática na Educação Especial) da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) para potencializar o processo de info-inclusão. A partir da perspectiva do usuário com limitação visual, objetiva estudar os aspectos fundamentais em Ambientes Virtuais para que atendam à Acessibilidade, Usabilidade e Comunicabilidade para com deficientes visuais no contexto do Desenho Universal. O referencial teórico traz informações atinentes aos Espaços Virtuais, às Tecnologias Assistivas, aos Padrões de Desenvolvimento Web e aos Conceitos de Qualidade de Uso de Sistemas. Durante a análise desta Tese, motivados por um Estudo Prévio em um Ambiente de Ensino a Distância, propusemo-nos a investigar três interfaces: dois sites e um ambiente inclusivo, que já possuíam o selo de acessibilidade. Coletamos dados por meio de mecanismos de validação automáticos e manuais. Durante a validação manual, os itens obscuros das interfaces, trazidos por usuários deficientes visuais, impulsionaram a análise e a discussão, possibilitando eleger categorias e pontuar aspectos considerados fundamentais para se ter um ambiente com qualidade de uso. Nesse contexto...

Recomendações de acessibilidade digital em cursos de educação básica a distância via web para portadores de deficiência visual

Miranda, Andréa da Silva
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: 160 f.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
45.53%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação.; Este trabalho propõe recomendações de acessibilidade digital em cursos Educação a Distância via WEB, objetivando contribuir para integração, inclusão digital, autonomia de Pessoas Portadoras de Deficiência Visual. As recomendações foram estruturadas como um guia para a implantação de ambientes virtuais de aprendizagem acessíveis visando a interatividade e a colaboração. A abordagem dada a esta pesquisa abrange as áreas da Telemática, Ergonomia de Interface-Homem-Máquina, Design Universal e Acessibilidade. A confluência destas linhas de pesquisa, subsidiaram a análise da interação dos usuários portadores de deficiência visual com a tecnologia. Esta análise foi feita com base na constatação de problemas a partir da observação e da opinião daqueles usuários ao executarem um conjunto de tarefas realizadas a distância via WEB. A flexibilidade e a funcionalidade tanto das tecnologias desenvolvidas para Educação a Distância quanto dos conteúdos textuais, sonoros ou por meio de imagens foram, igualmente, analisados. O estudo de caso realizou-se na da ACIC- Associação Catarinense de Integração do Cego e o ambiente virtual utilizado para este estudo foi o EDUCAR. Os leitores de tela utilizados foram o DosVox...

Diretrizes para criação de objetos de aprendizagem acessíveis

Macedo, Claudia Mara Scudelari de
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 272 p.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
45.67%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2010; A educação on-line se tornou o meio preferível em relação às outras modalidades para facilitar o aprendizado e disponibilizar conteúdos educacionais. Sob o olhar da educação inclusiva, oferece novas oportunidades de acesso aos indivíduos que possuem alguma forma de desabilidade. Estes conteúdos incluem várias mídias e são criados em formatos diversos utilizando uma grande variedade de ferramentas de autoria. A utilização de diferentes mídias e tecnologias para suporte ao aprendizado tende a ampliar os problemas de acessibilidade que são intrinsecamente ligados à mídia de apresentação do conteúdo. Esta tese propõe um conjunto de diretrizes para criação de objetos de aprendizagem acessíveis, com a intenção de orientar e contribuir com os professores conteudistas e desenvolvedores de objetos de aprendizagem na elaboração de materiais acessíveis pela disponibilização de mídias alternativas ou equivalentes. Neste trabalho, entende-se objetos de aprendizagem como conteúdo particular, que pode ser disponibilizado em ambientes de aprendizagem...

"Tenho um aluno com transtorno de aprendizagem" : a subjetividade social de professoras em uma escola do Distrito Federal

Sá, Ana Luiza de França
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
45.67%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014.; O presente trabalho tem como objetivo dissertar sobre a subjetividade social de professoras de uma escola do Distrito Federal a respeito do paradigma médico recorrente nas práticas pedagógicas como recurso necessário à rotina escolar. A identificação sobre a concepção das professoras da escola sobre o tema da aprendizagem colaborou para a produção teórica sobre o conhecimento dos supostos transtornos de aprendizagem e sua relação com a prevalência de aspectos biológicos e/ou sociais para a compreensão desse fenômeno. A recorrência de informações sobre o que são os supostos transtornos de aprendizagem não contribui, no entanto, para a prática pedagógica das professoras que participaram desta pesquisa como córpus, por acreditarem que o encaminhamento médico de crianças com suspeita de transtorno de aprendizagem faz parte da rotina pedagógica, mas não colabora para práticas diferenciadas para a superação das dificuldades apresentadas por elas. O que se identificou foi a manutenção do rótulo de incapacidade pautado em concepções de aprendizagem que compreendem o fenômeno como assimilação e reprodução dos conhecimentos exigidos pela escola...

Um processador com arquitectura MIPS para ensino

Silva, Bernardo Francisco Peralta Pires da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
35.58%
A influência da tecnologia digital é extremamente significativa em campos tão diversos como, por exemplo, o das telecomunicações onde as comunicações digitais adquiriram já uma individualidade própria, ou o do controlo onde os processadores digitais ocupam hoje um lugar indispensável. A rápida evolução sentida na última década nas técnicas digitais, nomeadamente no domínio dos mini e micro-computadores, impõe uma constante reestruturação curricular que permita ir além do âmbito limitado das disciplinas de “Arquitectura de Computadores”, “Sistemas Digitais”, “Computação Reconfigurável” ou “Modelação e Síntese de Computadores”, disciplinas estas leccionadas na Universidade de Aveiro aos cursos de Mestrado Integrado de Engenharia em Computadores e Telemática (MIECT) e Mestrado Integrado em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações (MIEET). O conhecimento do funcionamento dos computadores é muito importante para permitir que os estudantes de engenharia compreendam alguns conceitos da área de processamento de informação, a adaptabilidade de diversos algoritmos por simples programação, assim como a modularidade inerente aos sistemas digitais. Nesta dissertação é apresentado um método que irá fazer uso dos conhecimentos adestrados nas disciplinas anteriormente mencionadas...

As tecnologias solidárias : do investimento no conhecimento ao desenvolvimento pessoal

Mourato, Dulce Cristina Cebola
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
25.67%
Tese de doutoramento, Educação (Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011; A motivação deste estudo teve as suas raízes na promoção da inclusão, mais especificamente em temas relacionados com a acessibilidade, a universalidade de acesso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e a sua disponibilização para todos. Este tese centrou-se no desenvolvimento do conceito de Tecnologias Solidárias enquadrado pela revisão da literatura e investigação empírica em situação formal de aprendizagem nas escolas dos hospitais. Partiu-se do pressuposto que as TIC, assim entendidas, contribuem para ajudar as pessoas com incapacidades a desenvolver os seus conhecimentos e valores pessoais. Diversas questões de investigação foram colocadas: i) Como é que as TIC eram usadas nas escolas dos hospitais? ii) Qual o perfil dos utilizadores envolvidos no processo de ensino aprendizagem (atitudes dos alunos, professores e outros utilizadores em relação às TIC e ao seu uso) nestes contextos? iii) Que ajustamentos/alterações ocorrem no uso das TIC como Tecnologias Solidárias, tendo em contas as necessidades específicas de cada aluno? iv) De que modo o ambiente de aprendizagem se modifica quando as TIC são usadas como Tecnologias Solidárias? v) Como é que as práticas de ensino evoluem quando as TIC são usadas como Tecnologias Solidárias? A investigação centrou-se em três escolas dos hospitais ligadas a uma instituição oficial que funcionava como mediadora de ensino-aprendizagem entre essas escolas e as escolas de origem onde os alunos hospitalizados estavam matriculados. Cinco docentes e os seus alunos participaram no estudo que decorreu em três escolas dos hospitais durante aproximadamente três anos. O desenho do estudo baseou-se na operacionalização de Tecnologias Solidárias e foi estruturado em três fases: Exploração...

Intervenção educativa no pré-escolar e no 1º ciclo do ensino básico: reflexão sobre as práticas e estudo exploratório : o uso do computador no desenvolvimento de competências das crianças

Pinto, Maria Helena Moreira
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 06/07/2011 Português
Relevância na Pesquisa
15.55%
Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico (Relatório de Estágio).; O presente relatório de estágio, nos moldes previstos no Diário da República, 1ª Série, nº 38 de 22 de Fevereiro de 2007, é o culminar do trabalho realizado durante os estágios no Pré-Escolar e no 1º Ciclo do Ensino Básico, no âmbito das Práticas Supervisionadas I e II do Mestrado em Educação do Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Este irá conter uma análise e reflexão às práticas desenvolvidas e opções tomadas durante os dois momentos de estágio, procurando estabelecer comparações entre o trabalho desenvolvido no Pré-Escolar e no 1º Ciclo. As análises e reflexões serão acompanhadas de fundamentação teórica de forma a dar consistência às afirmações proferidas. No seguimento das práticas, foi realizado um estudo sobre as Tecnologias de Informação e Comunicação. O estudo recai em questões relacionadas com a utilização das TIC nas práticas lectivas e o seu contributo para o desenvolvimento de competências nos/as alunos/as. A um dado momento do estudo, de forma a incidir mais nas competências de escrita, foi pedido aos alunos do 3º ano (turma onde decorreu o estágio no 1º Ciclo) para realizarem um trabalho de elaboração de histórias com e sem recurso ao computador. De forma a que as crianças dessem a conhecer o seu trabalho e experimentassem uma ferramenta disponibilizada na internet para publicações de histórias...