Página 1 dos resultados de 1384 itens digitais encontrados em 0.171 segundos

Validação do diagnóstico de enfermagem Angústia Espiritual: análise por especialistas; Validation of the nursing diagnosis Spiritual Anguish: analysis by experts; Validación del diagnóstico de enfermería Angustia Espiritual: análisis por especialistas

CHAVES, Erika de Cássia Lopes; CARVALHO, Emília Campos de; HASS, Vanderlei José
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
136.07%
OBJETIVO: Realizar a validação de conteúdo do diagnóstico de enfermagem Angústia espiritual. MÉTODOS: Utilizando o referencial metodológico proposto por Fehring, foi empregado um questionário semi-estruturado, respondido por uma amostra de 72 enfermeiros, para avaliação do título, definição e características definidoras do diagnóstico Angústia espiritual, bem como, sua disposição na Taxonomia II da North American Nursing Diagnosis Association. RESULTADOS: O melhor domínio para classificação do diagnóstico em estudo, segundo os enfermeiros peritos, é o Domínio 10; no entanto, suas classes requerem revisão. Espiritualidade prejudicada demonstrou ser um título adequado ao conceito investigado. A validação das características definidoras identificou sete delas como importantes indicadores clínicos do diagnóstico e apenas a característica não se interessa pela natureza foi considerada pouco relevante. O escore total do diagnóstico foi 0,72, sendo, portanto, considerado validado. CONCLUSÃO: Uma nova proposta apresentada ao fenômeno em estudo foi considerada pertinente. Este estudo pode oferecer subsídios para a validação clínica do diagnóstico investigado.; OBJECTIVE: To validate the nursing diagnosis Spiritual anguish. METHODS: Using the methodological framework proposed by Fehring was utilized a semi-structured questionnaire answered by a sample of 72 nurses...

Paciente laringectomizado total: validação das características definidoras para o diagnóstico de enfermagem comunicação prejudicada

Santana,Mari Elizabeth de; Sawada,Namie Okino
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
126.02%
Este estudo teve por objetivo validar as características definidoras do diagnóstico de enfermagem "Comunicação prejudicada ao paciente submetido à laringectomia total." Para sua realização, optou-se pelo modelo validação de conteúdo diagnóstico (CDV) de FEHRING (1986, 1987). Coletaram-se os dados por meio de uma escala de freqüência do tipo Likert, composta por vinte e seis características definidoras da lista oficial da North American Nursing Diagnosis Association (NANDA) e três características definidoras fictícias. Participaram do estudo vinte e seis enfermeiros assistenciais e docentes. Os resultados demonstraram uma CDV total de 0,84 para as características definidoras maiores e CDV total de 0,69 para as características definidoras menores. Reconheceu-se que o estudo validou as características definidoras preconizadas pela NANDA para o diagnóstico de enfermagem comunicação prejudicada.

Competências e o processo ensino-aprendizagem do diagnóstico de enfermagem

Almeida,Miriam de Abreu
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
125.94%
Trata-se de um estudo qualitativo, em nível exploratório, descritivo e interpretativo, e teve como objetivo relacionar as concepções que discentes e docentes possuem sobre competências com o processo ensino-aprendizagem do diagnóstico de enfermagem. As informações foram coletadas em duas etapas, primeiramente através de oito entrevistas individuais semi-estruturadas. Num segundo momento, foram realizados dois grupos focais, um de docentes e outro de discentes. Utilizou-se Análise de Conteúdo como metodologia de análise. Como resultado emergiram três categorias: Relação com os saberes/conhecimentos, Estratégias de ensino-aprendizagem e Contexto Institucional do Curso.

Diagnóstico de enfermagem Eliminação urinária prejudicada em pessoas com Diabetes Mellitus

Teixeira,Carla Regina de Souza; Nakanish,Meiri Kiyomi; Becker,Tânia Alves Canata; Zanetti,Maria Lúcia; Kusumota,Luciana; Landim,Camila Aparecida Pinheiro
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
126.08%
Estudo exploratório descritivo com o objetivo de descrever os diagnósticos de enfermagem em pessoas com diabetes mellitus que apresentaram diagnóstico de enfermagem Eliminação urinária prejudicada. Os dados foram obtidos através do exame físico e a técnica de entrevista dirigida. Após a coleta de dados, procedeu-se a identificação dos diagnósticos de enfermagem nomeados de acordo com a Taxonomia II da NANDA, utilizando o processo de raciocínio diagnóstico de Risner. Das 31 pessoas entrevistadas, identificou-se 10 (32%) sujeitos que apresentaram o diagnóstico de enfermagem eliminação urinária prejudicada. Conhecer os fatores relacionados e as caracteristicas definidoras desse diagnóstico possibilita que o enfermeiro trace intervenções de enfermagem que preservem a função renal, e consequentemente a nefropatia diabética.

Diagnóstico de enfermagem: mobilidade física prejudicada em pacientes acometidos por acidente vascular encefálico

Costa,Alice Gabrielle de Sousa; Oliveira,Ana Railka de Souza; Alves,Felipe Emmanuel Coelho; Chaves,Daniel Bruno Resende; Moreira,Rafaella Pessoa; Araujo,Thelma Leite de
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
126.01%
O estudo teve como objetivo investigar a ocorrência do diagnóstico de enfermagem Mobilidade Física Prejudicada em pacientes com AVE. Estudo exploratório, desenvolvido em unidades de reabilitação, de novembro de 2007 a março de 2008, por meio de entrevista e exame físico. A Taxonomia II da NANDA foi utilizada para a identificação do diagnóstico. Foram avaliados 121 indivíduos, com idade média de 62,1 anos, 52,3% homens, com média de 1,5 episódio de AVE em 3,4 anos. O diagnóstico esteve presente em 90%, com média de 5,8 características definidoras. Dificuldade para virar-se foi a característica mais presente, e 3,4 fatores foram relacionados por paciente, com destaque para a Força muscular diminuída, além de Prejuízos neuromusculares (100%). Destaca-se a necessidade de enfocar-se esse diagnóstico no planejamento das intervenções após o AVE, com vistas à promoção da saúde desses pacientes.

Revisão do diagnóstico de enfermagem Estilo de Vida Sedentário em pessoas com hipertensão arterial: análise conceitual

Guedes,Nirla Gomes; Lopes,Marcos Venicios de Oliveira; Cavalcante,Tahissa Frota; Moreira,Rafaella Pessoa; Araujo,Thelma Leite de
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
125.98%
Este estudo tem por finalidade revisar os componentes do diagnóstico de enfermagem Estilo de vida sedentário (EVS) propostos pela NANDA-I em indivíduos com hipertensão arterial. A revisão foi desenvolvida a partir da análise de conceito, com o auxílio do método da Revisão Integrativa da Literatura a partir de 43 artigos pesquisados em cinco bases de dados (LILACS, CINAHL, PUBMED, SCOPUS E COCHRANE). Foram utilizadas as seguintes combinações de descritores e equivalentes nas línguas inglesa e espanhola: Estilo de vida sedentário and Hipertensão e Sedentarismo and Hipertensão. O processo de revisão conduziu aos seguintes resultados: modificação da definição do EVS, de nomeações de alguns indicadores clínicos e acréscimo de outros. Considera-se que o estudo subsidiou uma direção para a eficiência diagnóstica de indicadores clínicos do EVS, contribuindo para o refinamento e o aprimoramento desse diagnóstico e seus componentes.

Diagnóstico de Enfermagem amamentação ineficaz: Estudo de identificação e validação clínica

Abrão,Ana Cristina Freitas de Vilhena; Gutierrez,Maria Gaby Rivero; Marin,Heimar de Fatima
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 Português
Relevância na Pesquisa
126.03%
Trata-se de um estudo descritivo analítico, que teve como objetivo a identificação e validação clínica das características definidoras do diagnóstico de enfermagem amamentação ineficaz, segundo a classificação da Associação Norte-Americana de Diagnósticos de Enfermagem. A pesquisa foi desenvolvida em uma unidade de puerpério e em um Ambulatório de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo-Brasil. A amostra constituiu-se de 124 mulheres e crianças, que estavam em processo de aleitamento. A coleta de dados foi feita através de consulta de enfermagem realizada com o binômio mãe-filho, utilizando-se de um instrumento previamente elaborado e testado. A maioria das mulheres consultadas eram solteiras, primíparas, encontravam-se na faixa etária de 20 a 29 anos, com 1º grau incompleto. As características definidoras identificadas com maior freqüência foram "processo de aleitamento materno insatisfatório", "ferimento do mamilo na primeira semana" e "falta de manutenção da sucção da mama". Os resultados encontrados permitiram concluir que as características definidoras propostas pela NANDA para o diagnóstico amamentação ineficaz foram validadas clinicamente.

Intervenções de enfermagem para o diagnóstico de enfermagem Desobstrução ineficaz de vias aéreas

Martins,Ivete; Gutiérrez,Maria Gaby Rivero de
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
126.06%
Este estudo teve como objetivos identificar as ações de enfermagem prescritas pelas enfermeiras do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC) para pacientes com o diagnóstico de enfermagem Desobstrução Ineficaz de Vias Aéreas e compará-las com as contidas na Classificação das Intervenções de Enfermagem (NIC), visando ao aprimoramento da prescrição de enfermagem para este diagnóstico. Trata-se de um estudo retrospectivo, cuja fonte de dados foram 435 prontuários de pacientes internados no período de julho a dezembro de 2000, analisados após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa do IDPC. As ações de enfermagem prescritas pelas enfermeiras foram: fazer inalação, estimular deambulação, sentar paciente em poltrona, estimular a tosse, estimular a ingestão hídrica, aspirar a cânula endotraqueal, observar padrão respiratório, a saturação de oxigênio, a presença de cianose de extremidades e fazer ausculta pulmonar. Foram identificadas algumas convergências com a NIC, tais como: facilitar a remoção de secreção por meio de hidratação, mobilização do paciente, estímulo da tosse, aspiração de secreção e controle/monitorização da condição respiratória. Considera-se que as ações prescritas pelas enfermeiras são pertinentes...

Definições operacionais das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Volume de Líquidos Excessivo

Boery,Rita Narriman Silva de Oliveira; Guimarães,Heloisa Cristina Quatrini Carvalho Passos; Barros,Alba Lúcia Bottura Leite de
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
125.97%
As definições operacionais são requisitos importantes no ensino da Semiologia e Semiotécnica nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Enfermagem. Este estudo descritivo, acerca das definições operacionais elaboradas para as características definidoras do diagnóstico de enfermagem Volume de Líquidos Excessivo em portadores de cardiopatias foi realizado a partir de revisão da literatura, no período de 1985 a 2001. As definições operacionais foram analisadas criticamente por quatro enfermeiros especialistas em diferentes campos clínicos de atuação. Após os ajustes sugeridos por esses especialistas, os dados foram enviados a uma consultora técnica, para avaliação conclusiva.

Atitudes de alunos e enfermeiros frente ao diagnóstico de enfermagem: attitudes of nurses and nursing students

Oliva,Ana Paula Vilcinski; Lopes,Diná de Almeida; Volpato,Márcia Paschoalina; Hayashi,Alda Aparecida Mastelaro
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
126.01%
INTRODUÇÃO: No processo de enfermagem proposto por Horta, o termo diagnóstico de enfermagem (DE) foi substituído por problemas de enfermagem, reaparecendo na literatura brasileira no final da década de 80. Desde então, as enfermeiras vêm se apropriando do conhecimento sobre os conceitos diagnósticos, especialmente a classificação de DE da North American Nursing Diagnosis Association. OBJETIVOS: Descrever as atitudes de enfermeiros e estudantes de enfermagem em relação ao conceito DE e analisar as associações entre atitudes frente ao DE e o grau de experiência com o tema. MÉTODOS: Para esta pesquisa foi utilizado o instrumento Positions on Nursing Diagnosis. A amostra foi constituída de 81 participantes de três universidades do estado do Paraná. RESULTADOS: A análise das respostas mostrou que o grupo dos alunos obteve melhores escores em atitudes que o grupo de enfermeiros e o grupo com média de contato maior apresentou melhores escores em atitudes que o grupo com médias de contato menores. CONCLUSÃO: Maior intensidade de contato com DE e ser estudante estão associados a melhores atitudes frente ao DE quando comparados a enfermeiros.

Estudo do diagnóstico de enfermagem fadiga em gestantes atendidas numa unidade básica de atenção à saúde

Alves,Viviane Moreira; Moura,Zélia Arcanjo; Palmeira,Isaura Letícia Tavares; Lopes,Marcos Venícios de Oliveira
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
126.02%
OBJETIVO: Analisar o diagnóstico de enfermagem Fadiga em gestantes. MÉTODOS: Estudo transversal com 66 gestantes. Os dados foram coletados através de um roteiro estruturado de entrevista e exame físico. Para a análise foram geradas estatísticas descritivas com a freqüência absoluta e percentual e aplicados testes de associação. RESULTADOS: Do total, 72,7% apresentaram o diagnóstico de enfermagem Fadiga. As características definidoras mais citadas foram: Aumento das queixas físicas (78,8%), Sonolência Ambiente barulhento (66,7%) e Cansaço (65,2%), e os fatores relacionados que estiveram mais presentes na amostra foram Estilo de vida enfadonho (54,5%), Ansiedade (45,5%) e Anemia (40,9%). CONCLUSÃO: O diagnóstico Fadiga apresenta determinadas características e fatores relacionados importantes, que devem ser foco da atenção por parte dos enfermeiros.

Validação do diagnóstico de enfermagem Angústia Espiritual: análise por especialistas

Chaves,Erika de Cássia Lopes; Carvalho,Emília Campos de; Hass,Vanderlei José
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
126.03%
OBJETIVO: Realizar a validação de conteúdo do diagnóstico de enfermagem Angústia espiritual. MÉTODOS: Utilizando o referencial metodológico proposto por Fehring, foi empregado um questionário semi-estruturado, respondido por uma amostra de 72 enfermeiros, para avaliação do título, definição e características definidoras do diagnóstico Angústia espiritual, bem como, sua disposição na Taxonomia II da North American Nursing Diagnosis Association. RESULTADOS: O melhor domínio para classificação do diagnóstico em estudo, segundo os enfermeiros peritos, é o Domínio 10; no entanto, suas classes requerem revisão. Espiritualidade prejudicada demonstrou ser um título adequado ao conceito investigado. A validação das características definidoras identificou sete delas como importantes indicadores clínicos do diagnóstico e apenas a característica não se interessa pela natureza foi considerada pouco relevante. O escore total do diagnóstico foi 0,72, sendo, portanto, considerado validado. CONCLUSÃO: Uma nova proposta apresentada ao fenômeno em estudo foi considerada pertinente. Este estudo pode oferecer subsídios para a validação clínica do diagnóstico investigado.

Registro do diagnóstico de enfermagem fadiga em prontuários de pacientes oncológicos

Gorini,Maria Isabel Pinto Coelho; Silva,Priscila de Oliveira da; Chaves,Patrícia Lemos; Ercole,Juliane Porto; Cardoso,Bruna Crasoves
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
126.04%
OBJETIVO: Identificar o registro de diagnóstico de enfermagem (DE) fadiga, as características definidoras e as intervenções de enfermagem em prontuários de pacientes oncológicos internados em hospital. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal retrospectivo. A coleta de dados foi realizada em 107 prontuários de pacientes com diagnóstico médico de câncer, nos meses de agosto a dezembro de 2007. RESULTADOS: Foi encontrado um DE fadiga representando 0,9%, entretanto, foram encontradas, nas evoluções diárias registradas pelo enfermeiro, as características definidoras do DE fadiga em 15,9% dos prontuários. CONCLUSÃO: Apesar de identificar as características definidoras (sinais e sintomas), os enfermeiros não estabelecem o DE fadiga. Por esta razão, surgem dúvidas quanto à adequação das características definidoras deste diagnóstico Outros estudos sobre esta temática devem ser feitos para aprimorar a assistência de enfermagem ao paciente oncológico.

Validação de conteúdo das atuais e de novas características definidoras do diagnóstico de enfermagem débito cardíaco diminuído

Lopes,Juliana de Lima; Altino,Denise; Silva,de Cássia Gengo e
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
126.02%
OBJETIVO: Validar o conteúdo das características definidoras, tanto aquelas atualmente aprovadas como as identificadas por meio de revisão de literatura, para o diagnóstico de enfermagem Débito Cardíaco Diminuído. MÉTODOS: Trata-se de um estudo de validação de conteúdo utilizando o modelo proposto por Fehring. As características definidoras foram validadas por 18 peritos (oito enfermeiros e dez médicos), usando uma escala do tipo Likert de cinco pontos e seguindo a classificação: escore maior do que 0,80 foram consideradas como as características principais, as com peso entre 0,50 a 0,79 como secundárias e as com média menor ou igual a 0,50, como irrelevantes. RESULTADOS: Dentre as 79 características definidoras investigadas, 38 (48,1%) foram validadas, dentre elas, 17 presentes na NANDA-I e, 41 (51,9%) foram consideradas como irrelevantes para este diagnóstico, sendo que oito estão listadas na NANDA-I. CONCLUSÃO: As características definidoras listadas atualmente na classificação da Taxonomia da NANDA-I não abrangem completamente o diagnóstico de enfermagem débito cardíaco diminuído.

Diagnóstico de enfermagem memória prejudicada em idosos hospitalizados

Souza,Priscilla Alfradique de; Santana,Rosimere Ferreira
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
126.03%
OBJETIVO: Identificar e analisar o diagnóstico de enfermagem Memória Prejudicada (DEMP) em idosos hospitalizados. MÉTODOS: Estudo quantitativo, exploratório, realizado com aplicação de um protocolo e identificação do diagnóstico de enfermagem Memória Prejudicada em 61 idosos internados em um hospital universitário do Estado do Rio de Janeiro. RESULTADOS: Dentre esses idosos, 24 (39,4%) possuíam o DEMP, 50% eram mulheres; 33,3% com idades entre 71-75 anos e 45,8% cursaram o ensino fundamental incompleto. Foram encontradas 125 características definidoras, sendo a principal, esquecimento para efetuar uma ação em horário planejado. Evidenciou-se um total de 54 fatores relacionados e predominantemente (50%), desequilíbrio hídrico e eletrolítico. CONCLUSÃO: A busca pela identificação de diagnósticos de enfermagem no ambiente hospitalar justifica-se pela necessidade de enfermeiros capacitados anteciparam os riscos desencadeantes das internações e, sobretudo dos prejuízos de memória e manutenção da capacidade funcional. Com vistas à reabilitação pós-alta e promoção de um atendimento integral.

Fatores relacionados ao diagnóstico de enfermagem autocontrole ineficaz da saúde entre diabéticos

Freitas,Roberto Wagner Júnior Freire de; Araújo,Márcio Flávio Moura de; Marinho,Niciane Bandeira Pessoa; Damasceno,Marta Maria Coelho; Caetano,Joselany Áfio; Galvão,Marli Teresinha Gimeniz
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
126.02%
OBJETIVO: Investigar os fatores relacionados ao diagnóstico de enfermagem autocontrole ineficaz da saúde em usuários, de serviço de atenção básica à saúde, com Diabetes mellitus tipo 2, tratados com antidiabéticos orais (AO), segundo o sexo. MÉTODOS: Estudo de análise secundária de um banco de dados de pesquisa realizada, entre janeiro e julho de 2009, nos domicílios de 377 usuários de 12 centros de saúde da família de Fortaleza-CE. Para determinar a presença do diagnóstico de enfermagem foi realizada uma analogia entre as questões do teste Medida de Adesão ao Tratamento e quatro das cinco características definidoras do diagnóstico pesquisado. RESULTADOS: Os homens tinham um sentimento de impotência maior (30,4%) que as mulheres (18,4%) acerca da tomada dos AO (p=0,034). As mulheres conseguiram perceber melhor os benefícios da tomada correta dos AO no controle do Diabetes (p=0,002). CONCLUSÃO: Fatores de caráter socioeconômico importantes no controle da doença como a demanda excessiva e deficit de apoio social foram predominantes e significativos entre os homens.

Prevalência do diagnóstico de enfermagem: nutrição desequilibrada mais do que as necessidades corporais em gestantes

Moura,Escolástica Rejane Ferreira; Valente,Mayenne Myrcea Quintino Pereira; Lopes,Marcos Venícios de Oliveira; Damaseno,Ana Kelve de Castro; Evangelista,Danielle Rosa
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
125.97%
OBJETIVO: Identificar a prevalência do Diagnóstico de Enfermagem (DE) nutrição desequilibrada: mais do que as necessidades corporais em gestantes e verificar a associação entre o DE e as variáveis sociodemográficas e obstétricas. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo,exploratório, realizado com 146 gestantes atendidas em unidades básicas de saúde de Município da região metropolitana de Fortaleza(Ceará). Os dados foram coletados por meio de formulário durante consulta de enfermagem ao pré-natal. Foram realizados o cálculo do Índice de Massa Corporal e da mensuração da dobra da pele do tríceps. RESULTADOS: O DE em estudo foi determinado em 100 (68,4%) gestantes. Verificou-se diferença estatística significativa da idade entre gestantes com e sem o DE (p= 0,001); paridade (p= 0,026) e idade gestacional (p= 0,002). CONCLUSÃO: O DE pesquisado apresentou prevalência marcante nas gestantes pesquisadas, estando associado a fatores evitáveis por ações educativas voltadas ao planejamento familiar, como idade materna e paridade.

O ensino da avaliação do paciente: delineamento do conteúdo pelo diagnóstico de enfermagem

Pimenta,Cibele Andrucioli de Mattos; Cruz,Diná de Almeida Lopes Monteiro da; Araujo,Thelma Leite de; Graziano,Kazuko Uchikawa; Kimura,Miako; Miyadahira,Ana Maria Kazue
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1993 Português
Relevância na Pesquisa
125.97%
O levantamento de dados e o alicerce no qual se fundamenta o cuidado de enfermagem. Na atividade profissional do enfermeiro não está claramente delimitado e nem há consenso sobre quais sejam as entidades clínicas, problemas ou fenômenos que se quer atender. Isso leva a dificuldades em definir quais dados coletar. Esta indefinição está presente no ensino da avaliação do paciente. Acreditando que a determinação dos fenômenos a serem privilegiados direcionam o tipo de dado a ser coletado, as autoras propõem o diagnóstico de enfermagem como estrutura referencial para a coleta de dados do paciente.

Identificação das características definidoras do diagnóstico de enfermagem excesso de volume de líquidos

Guimarães,Heloísa Cristina Quatrini Carvalho Passos; Barros,Alba Lúcia Botura Leite de; Rivero de Gutierrez,Maria Gaby
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2000 Português
Relevância na Pesquisa
126%
Este estudo foi realizado com o objetivo de identificar as características definidoras do diagnóstico de enfermagem Excesso de Volume de Líquidos, proposto pela NANDA. Os dados foram coletados num hospital especializado em cardiologia, com uma amostra de 29 pacientes, cuja seleção foi realizada por duas enfermeiras peritas no assunto. Concluiu-se que houve concordância das duas peritas na identificação de nove pacientes com o diagnóstico em estudo e 20 sem o diagnóstico. As características definidoras identificadas aparecem em percentagens diferentes nos pacientes estudados.

Identificação do diagnóstico de enfermagem "risco de quedas em idosos com acidente vascular cerebral"

Morais,Huana Carolina Cândido; Holanda,Gabrielle Fávaro; Oliveira,Ana Railka de Souza; Costa,Alice Gabrielle de Sousa; Ximenes,Camila Monique Bezerra; Araujo,Thelma Leite de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
125.97%
Estudo proposto para verificar a presença do diagnóstico de enfermagem (DE) "Risco de quedas de idosos com acidente vascular cerebral (AVC)". Trata-se de estudo observacional, exploratório, transversal, com análise descritiva, realizado em uma associação beneficente de reabilitação em Fortaleza/CE, Brasil, de janeiro a março de 2010, por fonte primária, com entrevista e exame físico, com idosos que tiveram pelo menos um episódio de AVC. Participaram 37 indivíduos: 20 (54,1%) mulheres, média de 70,6 anos; 18 (48,6%) residiam com companheiro, média de 5,2 anos de estudo. O Risco de quedas foi identificado em todos os idosos. Dentre os fatores de risco identificados, destacaram-se: Equilíbrio prejudicado (100%), Idade acima de 65 anos (83,7%) e Déficit proprioceptivo (83,7%). Os enfermeiros devem considerar o risco de quedas como um dos enfoques do cuidado de enfermagem, bem como implementar e avaliar os resultados de intervenções relativas à prevenção de quedas.