Página 1 dos resultados de 614 itens digitais encontrados em 0.042 segundos

Educação infantil e ensino fundamental: desafios e desencontros na implantação de uma nova política; Early childhood education and fundamental education: challenges and mistakes in the implementation of a new policy

CORREA, Bianca Cristina
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
96.3%
Neste artigo, apresentamos uma análise do processo de ampliação do ensino fundamental e seus reflexos sobre a educação infantil com base em resultados de pesquisa realizada entre 2008 e 2010, cujo objetivo foi estudar esse processo em um sistema municipal de ensino do interior do Estado de São Paulo. A pesquisa, de abordagem qualitativa, desenvolveu-se em duas escolas de ensino fundamental e em uma escola de educação infantil. Os resultados revelam, de um modo geral, como nossas atuais políticas públicas têm priorizado os investimentos no ensino fundamental, sem aumentar de modo significativo o seu montante, ao mesmo tempo em que, na implantação de novas medidas, desconsideram a realidade da escola e não a preparam para as mudanças. Além dos resultados dessa pesquisa, para a produção deste artigo também analisamos dados advindos do acompanhamento de um estágio curricular na disciplina de Educação Infantil que compõe um curso de Pedagogia em universidade pública paulista. Assim, tomando como base os resultados da pesquisa e da análise dos estágios, neste trabalho discutimos, de modo mais específico, como a ampliação do ensino fundamental no município, da forma como vem se realizando, tem se refletido negativamente sobre a organização pedagógica da educação infantil. Constatamos...

Psicologia ambiental, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Infantil: integração possível?; Environmental and Developmental Psychology and Early Childhood Education: is there a possible integration?; Psicología ambiental, Psicología del Desarrollo y Educación Infantil: ¿es posible esa integración?

CAMPOS-DE-CARVALHO, Mara; SOUZA, Tatiana Noronha de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
96.17%
Objetiva-se mostrar como vem sendo feita a integração entre Psicologia Ambiental, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Infantil, tendo como base pesquisas empíricas com foco na organização espacial em creches, agrupadas em duas linhas: (1) pesquisas sobre arranjo espacial (maneira como móveis/equipamentos estão posicionados em salas de crianças de 1-2/2-3/3-4 anos), evidenciaram como um dos elementos ambientais mediadores da interação criança-criança e criança-educador favorece certas práticas educativas e interativas e impede outras; (2) estudos sobre uma escala norte-americana de avaliação de qualidade de ambientes infantis coletivos e outro sobre análise de princípios de qualidade de creches em documentos nacionais e estrangeiros indicaram a adequabilidade da escala para nosso contexto e o compartilhamento de indicadores de qualidade. Tais dados empíricos demonstram a possibilidade de integração entre Psicologia Ambiental, do Desenvolvimento e Educação Infantil.; This paper aimed to show the integration between Environmental Psychology, Developmental Psychology, and Early Childhood Education, focusing on two groups of empirical studies on spatial organization in day-care centers: (1) studies on spatial arrangement (the way in which furniture / equipments are arranged in rooms for 1-2/2-3/3-4 year-old children); (2) studies on a North-American scale for assessing the quality of center-based child care...

Uma experiência de desenvolvimento de projetos didáticos na educação infantil bilíngüe.; Bilingualism in early childhood education: an experience with the project approach.

Martins, Marizilda Guimarães Lemos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
96.22%
Este trabalho investiga o ensino bilíngüe na educação infantil. Apoiado em pesquisas recentes sobre o bilingüismo, ele propõe uma reflexão sobre as características de uma pedagogia de projetos na educação infantil, a partir da análise de uma experiência com projetos didáticos realizada com crianças, com idades entre 3 e 4 anos, em uma pré-escola bilíngüe (português/inglês) em São Paulo. Este estudo apresenta, portanto, o resultado dessa experiência. Tanto a abordagem de projetos, notadamente na educação infantil, como a aquisição de uma segunda língua por crianças pequenas têm sido objetos de intensa pesquisa nos últimos anos. Entretanto, pesquisas em que o foco seria o trabalho com projetos, usado como uma estratégia para a aprendizagem em todas as áreas da educação infantil, utilizando uma segunda língua como meio de instrução, não têm surgido com freqüência, ainda que a incidência desses fatores em conjunto não seja rara. A análise parte de uma perspectiva sócio-cultural, notadamente da teoria de Vygotsky, recentemente utilizada como fonte de compreensão para o processo de aquisição de uma segunda língua. Observou-se que nesse processo as crianças são colocadas em situações que são práticas sociais de investigação...

Educação infantil, espaços de confronto e convívio com as diferenças: análise das interações entre professoras e meninas e meninos que transgridem as fronteiras de gênero; Early childhood education, spaces of confrontation and familiarization with differences: analysis of interactions between teachers and girls and boys who transgress the gender boundaries

Finco, Daniela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.24%
Esta tese apresenta o resultado de um estudo realizado em uma escola municipal de Educação Infantil da rede municipal de São Paulo (Emei). O objetivo foi observar e interpretar as interações entre professoras e crianças em geral e, especialmente, as crianças que transgridem os padrões de gênero que lhes são impostos, dando significados e estruturando suas experiências sociais. Trata-se de investigação qualitativa, de inspiração etnográfica, que envolveu quatro turmas de crianças de 3 a 6 anos e suas professoras e recorreu aos registros das observações em caderno de campo e às entrevistas realizadas com professoras. Apresenta os construtos e os conhecimentos nos quais as professoras se baseiam, ao lidar com os conflitos relativos às questões de gênero na infância, tais como a explicação das diferenças baseada na Biologia e na Genética e a compreensão da identidade de gênero das crianças como estática e universal. Os resultados apontam para práticas e estratégias de organização dos tempos e dos espaços, caracterizadas por uma disciplina heteronormativa de controle, regulação e normatização dos corpos e dos desejos de meninas e meninos. Destacou-se, nesta forma de organização institucional, uma intencionalidade pedagógica que tem no sexo um importante critério para a organização e para os usos dos tempos e dos espaços. Entretanto...

O Programa de Educação Continuada. Formação Universitária (PEC) - Municípios e sua relação com alunos-professores de educação infantil; The Continuing Education Program Universtity Education (PEC) Cities and its relation with Early Childhood Education student-teacher.

Simões, Márcia Rigoldi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.39%
Esta pesquisa tem como objetivo analisar o Programa de Educação Continuada Formação Universitária (PEC) Municípios - 2ª edição (2006-2008) e sua relação com alunos-professores de Educação Infantil participantes. Diante da complexidade desse Programa, que é uma das iniciativas empreendidas no Brasil, para certificar, no âmbito do ensino superior, milhares de professores de Educação Infantil, em serviço, das redes públicas de ensino, fez-se necessária uma delimitação no amplo universo a ser pesquisado, para aprofundamento sobre o tema. Optou-se, então, pelo Material Impresso de Educação Infantil do PEC-Municípios, porque esse material atua como eixo organizador das atividades propostas a alunos-professores e por trazer temas e assuntos relevantes referentes a esse nível de ensino. Além da análise do PEC-Municípios (origem, princípios, formato e atividades pedagógicas) e do seu Material Impresso de Educação Infantil (estruturação, temas e concepções), por meio de documentos oficiais, esta pesquisa avalia também como essa iniciativa foi apropriada por uma parte de seu público-alvo: os professores de Educação Infantil do polo de Catanduva, interior de São Paulo, participantes do Programa. Em outras palavras...

A atuação profissional da supervisão escolar na educação infantil: estudo de caso em uma escola municipal de educação infantil de São Paulo; The role of professional supervision in early childhood education School: a case study in a municipal school of early childhood in São Paulo

Cabral, Cristina Filomena Bastos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.29%
Este trabalho teve como objeto de pesquisa a prática de profissionais da Supervisão Escolar na Educação Infantil. O objetivo da investigação foi trazer uma discussão sobre as atribuições do Supervisor Escolar, mediante a realização de um estudo de caso em uma Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) da rede pública da cidade de São Paulo, envolvendo um total de seis supervisores que atuaram na unidade estudada. Considerado o período de 1997 a 2007, em dez anos de vigência da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, nº 9394/96, o estudo constou do exame documental de dispositivos legais relativos à normatização da ação supervisora no município de São Paulo e de registros escritos realizados pelos supervisores escolares em forma de Termos de Visita. Também envolveu a análise de relatos orais, obtidos a partir de entrevistas semiestruturadas com esses profissionais. Este estudo identificou três aspectos fundamentais no que diz respeito à atuação do Supervisor Escolar, especialmente na Educação Infantil da Unidade escolar analisada: primeiramente, o discurso presente nos Termos de Visita demonstra que existe um acúmulo de tarefas de cunho administrativo e burocrático, em que são priorizadas ações no Ensino Fundamental em detrimento da Educação Infantil na prática desses profissionais. Quanto aos dados obtidos nas entrevistas...

Aproximações entre a legislação da Educação Infantil brasileira, seus pressupostos teóricos e a prática pedagógica: o processo de reflexão sobre a ação docente como meio de aprimoramento da atuação do professor; Affinities between the legislation of Brazilian Early Childhood Education, its theoretical and pedagogical practice: the process of reflection on teaching as a means of enhancing the teaching performance.

Saito, Heloisa Toshie Irie
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.32%
A presente pesquisa pretende analisar em que medida os pensamentos de Henri Wallon (1872-1962), Jean Piaget (1896-1980) e Lev Semenovich Vygotsky (1896-1934) estão presentes nos documentos oficiais voltados para a Educação Infantil brasileira, especialmente, na Lei de Diretrizes e Bases (LDB) 9.394/96, no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI) e nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI), e se a prática institucional se embasa no que postulam tais documentos e, consequentemente, em seus fundamentos teóricos. Assim, foram analisadas a legislação voltada para a Educação Infantil e a prática educativa nesse nível de ensino, considerando-se a conjuntura social, econômica e política que lhes dá sustentação, por entendê-las como expressões do desenvolvimento histórico-social. Além disso, foi desenvolvido um estudo de campo que objetivou levantar a percepção dos professores e da equipe gestora, de um Centro de educação infantil de um município do noroeste do Paraná, acerca das práticas pedagógicas ali efetivadas e das suas representações em relação a essa ação educativa. Na primeira parte do trabalho, apresenta-se um breve histórico da educação das crianças pequenas...

Avanços e retrocessos na oferta da educação infantil no Brasil: análise financeiro-orçamentária dos recursos destinados a essa etapa da educação 2001 - 2010; Advances and setbacks in the provision of early childhood education in Brazil: analysis of financial-budgetary resources to this stage of education 2001-2010.

Nascimento, Ana Paula Santiago do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.35%
Este trabalho analisa as políticas de financiamento da educação promovida no âmbito da União, dos Estados e municípios, no período de 2001-2010 e o quanto essas políticas colaboraram para a garantia do direito à educação das crianças de 0 a 6 anos de idade na educação infantil. Teve-se como objetivo analisar os avanços e retrocessos da oferta da educação infantil no Brasil e o investimento financeiro dos entes federados para atingir as metas do Plano Nacional de Educação 2001-2010 referente a essa etapa da educação básica. Esse estudo parte do princípio que sem tais recursos dificilmente se atingirá uma educação infantil de qualidade em quantidade suficiente para todas as crianças. Como forma de contextualizar o objeto de pesquisa, realizou-se uma análise histórica da legislação nacional que transformou a educação infantil em um direito de todos os cidadãos, assim como os aspectos históricos do financiamento da educação no Brasil: as receitas que o compõe e as destinações realizadas pelos diferentes entes federados. Através da descrição e análise de políticas e programas, dos montantes financeiros arrecadados e das destinações realizadas pelos diferentes entes federados, dos dados de atendimento e da situação das instituições de educação infantil...

Inclusão na educação infantil: do viver o preconceito da diferença ao (con) viver com a diferença; Inclusion in early childhood education: from living the prejudice of difference to living with the difference

Vital, Marcia Regina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.25%
A tese insere-seno conjunto de estudos já realizados sobre o preconceito visando contribuir com levantamento de discussões relevantes tanto no que se refere ao âmbito social como, principalmente, ao escolar, com enfoque na educação infantil. Toma como referencial teórico a Teoria Crítica da Sociedade e a Psicanálise. Tem por objetivo investigar as interações entre crianças, a fim de conhecer as tensões e possíveis atitudes preconceituosas entre elas. Foi realizada com base numa abordagem qualitativa, de tipo etnográfico, optando-se por fazer uma pesquisa com crianças para conhecer suas atitudes, expressões, e comportamentos. Para sua realização, foi escolhida uma escola municipal de educação infantil (EMEI), da cidade de São Paulo, que atende crianças de quatro a seis anos de idade,em período integral e parcial. O instrumento escolhido para coleta e descrição dos fatos foi o registro das observações da rotina das crianças. Algumas categorias psicológicas como atitudes e preconceito foram tomadas como norteadoras da pesquisa. A análise e interpretação das observações evidenciaram atitudes preconceituosas entre as crianças no que se refere às questões de gênero, diferenças físicas significativas e religiosas. Também demonstraram que as crianças não tinham oportunidade de discutir sobre essas atitudes...

A articulação da educação infantil com o ensino fundamental I: a voz das crianças, dos professores e da família em relação ao ingresso no 1º ano; The articulation of early childhood education and elementary education (Y1-Y5): the voice of children, teachers and family in relation to admission to the 1st school year.

Rabinovich, Shelly Blecher
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.38%
O objetivo desta pesquisa consiste em conhecer as expectativas das crianças, dos pais, dos professores e da gestão em relação ao processo de implantação do Ensino Fundamental de 9 anos e verificar como as escolas estão se organizando para receber as crianças de seis anos. Essa pesquisa foi motivada, portanto, pela necessidade de buscar respostas a um problema que presenciamos enquanto professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental I da rede pública e particular da cidade de São Paulo: a falta de articulação entre o último ano do infantil e o primeiro ano do Ensino Fundamental, após à aprovação da lei que altera o Ensino Fundamental de oito para nove anos (lei nº 11.114/05 e lei nº 11.274/06). Para cumprir os objetivos do estudo, realizamos primeiramente a coleta dos dados numa Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI), localizada no bairro da Bela Vista, na cidade de São Paulo, durante o período de junho 2008 a dezembro de 2008 e, num segundo momento acompanhamos algumas das crianças que frequentaram o 3º estágio da Educação Infantil para uma escola Estadual de Ensino Fundamental I, localizada no bairro da Bela Vista, na cidade de São Paulo, durante o período de fevereiro de 2009 a julho de 2009. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa...

Crianças assentadas e educação infantil no/do campo: contextos e significações; Settled children and early childhood education in/of the countryside: contexts and meanings

Silva, Juliana Bezzon da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.27%
O objetivo deste estudo foi compreender as vivências das crianças nas turmas de educação infantil em assentamentos rurais e analisar significações sobre a educação infantil no/do campo nesses contextos. Para isso, foram realizadas pesquisas de campo em instituições de educação infantil de dois assentamentos rurais da região nordeste do Estado de São Paulo. Os procedimentos para construção do material empírico foram: observação participante com registro em diário de campo durante o período de um mês em cada; entrevistas semiestruturadas com familiares (quatro participantes de cada assentamento), professores (duas participantes em cada), outros profissionais da educação (em um assentamento: diretora e monitora do ônibus; no outro: diretora e coordenadora pedagógica) e crianças de cinco anos de idade (quatro participantes em cada assentamento). O material construído foi analisado e integrado de acordo com a perspectiva teórica e metodológica da Rede de Significações, em diálogo com a proposta de etnografia de Elsie Rockwell e com a proposta de metodologia para análise de conteúdo de John B. Thompson. Os resultados das interpretações apontaram para: (a) a forte presença de significações sobre a alfabetização observada nas atividades da educação infantil e pelos discursos sobre a importância da alfabetização para as crianças desde seus anos iniciais visando melhores condições de vida; (b) a necessidade de autonomia político-pedagógica e administrativa para as escolas do campo; (c) a formação e trajetória de vida das professoras repercutindo nas interações pedagógicas com as crianças do campo; (d) as vivências das crianças marcadas pela interação com a natureza e com as atividades agropecuárias; (e) e as possibilidades de articulação entre o contexto rural e as práticas pedagógicas. A instituição educacional demonstrou-se como espaço privilegiado para o contato intencional e pedagogicamente planejado das crianças com a natureza...

O uso dos instrumentos IRDI e AP3 no acompanhamento da constituição da imagem corporal/especular de crianças em centros de educação infantil; The use of the IRDI and AP3 instruments in the monitoring of the formation of children`s body/specular image in Early Childhood Education Centers

De Césaris, Delia Maria Carmen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.29%
O presente estudo, como desdobramento da Pesquisa Multicêntrica de Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil (IRDI), se propõe explorar o potencial de aplicação do instrumento IRDI e da AP3 (Avaliação Psicanalítica aos 3 anos), criados no contexto daquela pesquisa. Este estudo exploratório tem o intuito de oferecer uma metodologia a profissionais do campo psi para o acompanhamento da constituição da imagem corporal/especular no âmbito da Educação Infantil, mediante a aplicação de entrevistas semi-estruturadas. O objetivo é o de dar subsídios a esses agentes para a detecção precoce de possíveis transtornos na constituição psíquica e para o acompanhamento do desenvolvimento dito normal. Para atingir tal objetivo, a tese configurou-se como um trabalho clínico-teórico e atravessou as seguintes etapas: a) Análise da estrutura e fundamentos das pesquisas IRDI e AP3; b) Estudo de um caso clínico que deu origem ao estudo dos IRDIs e AP3 no nível da Educação Infantil; c) Análise dos indicadores que aludem à construção da imagem corporal/especular e interpretação e, segundo os mesmos, dos achados clínicos do caso mencionado; d) Aplicação, em dois Centros de Educação Infantil, de entrevistas semiestruturadas e análise das mesmas...

Educação infantil de 0 a 3 anos: um estudo sobre demanda e qualidade na região de Guaianazes, São Paulo; Early childhood education 0 to 3 years: a study on demand and quality in the region of Guaianazes, São Paulo

Correia, Maria Aparecida Antero
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.27%
A pesquisa realizada na região de Guaianazes, periferia da cidade de São Paulo, teve por objetivo compreender como são implementadas as políticas públicas, aqui as de Educação Infantil, particularmente as dirigidas às crianças de 0 a 3 anos de idade. Para tanto, foram realizadas entrevistas com diretores, professoras, coordenadoras pedagógicas e mães de duas creches da região, denominadas centros de educação infantil, além da diretora regional de educação. Foram ainda realizadas doze horas de observação em cada um dos centros. Um estudo documental completou o conjunto de recursos necessário para a investigação. Como resultado foi verificado que a demanda por vagas é a tônica e seu equacionamento, um poderoso pretexto para a expansão da rede conveniada de creches, seguindo a tendência geral do município. Dessa forma, o estudo indicou que aspectos importantes para a caracterização da educação infantil de qualidade, como espaços físicos ou formação profissional são deixados em segundo plano. As entrevistas, principalmente, evidenciaram que a situação de pobreza da região e uma suposta desestruturação familiar, presente solidamente no discurso da dirigente entrevistada e no dos demais produzem ações para crianças carentes...

Contribuição para a história da educação infantil em Ribeirão Preto: experiências de funcionários e professoras das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs); Contribution to the history of early childhood education in Ribeirão Preto: the experiences of teachers and other employees from municipal pre-schools

Darahem, Gabriela Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
96.22%
Tradicionalmente, o senso comum considera que creches e pré-escolas têm, como função principal, abrigar crianças enquanto seus pais trabalham. No entanto, a maneira com que as crianças são tratadas em tais instituições tem recebido maior atenção recentemente, uma vez que há reconhecimento cada vez maior de que creches e pré-escolas influenciam de maneira crítica o desenvolvimento das crianças pequenas. Nesse sentido, creches e pré-escolas, isto é a Educação Infantil, constitui parte integrante do Ensino Básico de acordo com a legislação brasileira, que obriga o poder público a oferecer vagas a todas as famílias interessadas. No contexto da valorização crescente da Educação Infantil, é importante que se conheça sua história, de modo a compreendermos melhor por quê a Educação Infantil ainda recebe menor preocupação do que as demais etapas de ensino por parte do poder público e da sociedade. A presente pesquisa foi dedicada a essa história, com foco na cidade de Ribeirão Preto - SP. Para tanto, utilizamos a abordagem metodológica da história oral, reconhecida como história viva no tempo presente, e centralizada em entrevistas com áudio gravado e transcrito na íntegra. Os alvos das entrevistas foram professores e funcionários veteranos e/ou aposentados de creches e Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs)...

A política de educação infantil no município de Campinas-SP : um diálogo com as fontes documentais; The politics of early childhood education in the city of Campinas-SP : a dialogue with the documentary sources

Elaine Regina Cassan
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.28%
Esta pesquisa tem por objetivo compreender o processo de construção da Política de Educação Infantil no município de Campinas/SP, no período de 1993 a 2008. Para tanto, tomou como fonte, documentos localizados sob a guarda da Secretaria Municipal de Educação (SME), bem como, outros coletados junto a profissionais que atuaram na Rede assumindo diferentes funções. A pesquisa se insere numa perspectiva crítica e interdisciplinar e está ancorada no paradigma de investigação qualitativa. Os procedimentos para coleta de dados estão assentados nos referenciais de March Bloch (2001) e Le Goff (2003), especialmente no que subsidiam a construção do conceito de documento e monumento, processos de seleção, organização, crítica e análise documental. Do trabalho, com as fontes documentais, emergiu três eixos recorrentes e significativos que deram visibilidade a continuidades e mudanças ocorridas na Política de Educação Infantil. São eles: diretrizes político-pedagógicas, formação de professores e currículo. A pesquisa revelou que o documento foi um potente suporte para a compreensão das políticas de educação infantil implementadas, dos sujeitos, e dos processos vivenciados. Revelou que as políticas implementadas pelas gestões municipais operaram em consonância com as mudanças legais ocorridas no âmbito nacional...

Narrativa e dramatização nos entrelugares da educação infantil; Narrative and drama in early childhood education land

Tania Cristina Alves dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.17%
Nesta pesquisa, busco discutir quais as contribuições que a arte, por meio das narrativas e dramatizações, pode trazer para as crianças de 03 a 06 anos. Tomando como base algumas práticas registradas e documentadas no cotidiano de um Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) da rede municipal de Campinas, desenvolvidas por mim e por outra professora, as quais envolvem histórias contadas pelas crianças, busco demonstrar sua capacidade de representação e criação a partir de vivências que transitam entre os movimentos corporais e a contação de histórias. Esta pesquisa é pautada na concepção histórico-cultural abordada por Vygotsky (1991) que apresenta a criança como sendo um ser social, inserida em uma cultura que se constitui nas relações de alteridade. Um outro aporte teórico é o referencial da Pedagogia da Infância que, conforme Prado (1998) e Gobbi (1997), apresenta as crianças como protagonistas, donas da cena e portadoras de vozes e ouvidos, vistas como aquelas que produzem história e constroem cultura, sendo necessário assegurar seus direitos de serem crianças. Para sustentar as definições de narrativa, dramatização, dialogo com Santos (2002), Slade (1978), Koudela (1992) e Machado (2004). As análises feitas a partir de algumas vivências apontam para a necessidade de um investimento maior no trabalho com a arte nas instituições de Educação Infantil. Também apontam para a importância das práticas que envolvem a arte no desenvolvimento da capacidade imaginária e criativa das crianças e sua expressão.; In this research...

Vitória vai à escola : o papel da afetividade na formação de professores da educação infantil; Vitoria goes to school : the role of affectivity in teacher education in early childhood education

Mariana Parro Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.25%
No momento em que, no Brasil, se discute a Formação de Professores da Educação Infantil, este trabalho pretende fazer uma reflexão, junto com professoras de uma escola da rede pública de Piracicaba, acerca da afetividade na Educação e da importância do toque para a Formação de Professores que atuam na Educação Infantil. Procurou-se pensar o toque como um encontro afetivo entre professores e crianças. Como ponto de partida, procurou-se conhecer a trajetória de vida destas professoras, percebendo a sua formação e seus saberes a cerca das relações afetivas dentro dos espaços escolares. Para isso, este trabalho teve como elemento central a vivência para a consciência corporal e compreensão da dimensão do toque, dessa linguagem essencial para o ser humano, que é imprescindível nessa trajetória. Entrar em contato com o outro e consigo mesmo, permite também fazer uma reflexão sobre o papel da professora e do professor que lidam com bebês e crianças pequenas. Além das vivências, foram utilizados questionários e alguns instrumentos da etnografia, como entrevistas, observação e registo em caderno de campo. Proporcionar uma formação que pense e sinta o corpo é necessário para poder transmitir esse cuidado para as crianças. A vivência da educação e do cuidado corporal para os professores pode auxiliar suas atividades dentro dos espaços escolares...

Política nacional de educação infantil : a participação de atores não estatais na elaboração da política pública; Nacional policy of early childhood education

Isabel Cristina de Andrade Lima e Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.28%
Analisamos nesta tese a participação de atores não estatais no processo de elaboração da Política Nacional de Educação Infantil (PNEI), tomando como referencial teórico-metodológico a abordagem de redes de políticas públicas. Problematizamos o papel do Estado em agir como o principal agente na elaboração de políticas públicas e intermediação de diferentes interesses para o enfrentamento dos problemas da educação infantil. A questão síntese envolveu saber qual o papel dos atores não estatais na elaboração da PNEI. Buscamos suporte na análise de documentos e em entrevistas semi-estruturadas e concentramos o foco na atuação de cinco atores não estatais envolvidos no processo de elaboração da PNEI (2003-2005): CNTE, CONTEE, ANPEd, MIEIB e UNESCO. Constatamos que o processo de elaboração da Política Nacional de Educação Infantil envolveu a participação de atores estatais e não estatais articulados em torno de uma rede a qual denominamos de rede de políticas públicas de educação infantil. Identificamos que essa rede foi instituída pelo Estado, como uma política de governo, caracterizando-se como um modelo de governança. As análises permitiram confirmar a hipótese de que no processo de elaboração de políticas públicas de educação infantil por meio de rede de políticas públicas os atores não estatais cooperaram entre si e estabeleceram interdependências. Ao identificar que esses atores influenciaram tanto na forma como ocorreu o processo quanto no conteúdo da política elaborada...

Trajetórias na docência : professores homens na educação infantil; Professional lives in teaching : male teachers in early childhood education

Mariana Kubilius Monteiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
96.18%
Essa pesquisa analisa as trajetórias profissionais de professores homens que atuam na rede municipal de ensino de Campinas/SP, área profissional ocupada predominantemente por mulheres no Brasil e em muitos outros países. Buscou-se evidenciar as trajetórias profissionais dos sujeitos, a escolha da profissão e a sua experiência profissional. A partir da perspectiva antropológica das histórias de vida, todos os professores homens que atuavam na rede municipal no primeiro semestre de 2012 foram entrevistados, totalizando sete entrevistas, além da coleta de dados estatísticos junto à Secretaria Municipal de Educação. A análise das trajetórias constatou que a influência de mães e professoras, uma experiência positiva durante a escolarização obrigatória e a intenção de ocupar cargos na gestão escolar foram aspectos que levaram os sujeitos à escolha dos cursos de Magistério e/ou Pedagogia. A escolha pela carreira na Educação Infantil recebeu influência dos conhecimentos dos cursos de formação e se mostrou como uma oportunidade de emprego. O ingresso e permanência na profissão foi marcado tanto por desafios característicos da área de atuação como por dificuldades decorrentes de uma noção hegemônica de masculinidade - que levou a questionamentos acerca da presença masculina na Educação Infantil...

Percursos para a construção de indicadores da qualidade da educação infantil; Paths for the establishiment of early childhood education quality indicators

Andrea Patapoff Dal Coleto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
96.38%
Pensar a educação para a primeira infância é reconhecer este período notável para o desenvolvimento infantil. Todos os bebês e crianças pequenas precisam, de experiências de vida de qualidade que promovam avanços em todos os aspectos: afetivo, social, intelectual e físico em um clima relacional de confiança e afeto. Neste contexto, é imperativo discutir os critérios de qualidade do ambiente educativo que é oferecido às crianças. A presente pesquisa consiste em um estudo da avaliação da qualidade da Educação Infantil com atendimento de 0 a 3 anos. Para tanto, discutiu-se as concepções de infância, a Educação Infantil como direito, as políticas públicas que regem este segmento de ensino, avaliação institucional, suas dimensões e modelos de avaliação da qualidade da Educação Infantil em diversos países nesse contexto de ensino. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de natureza exploratória-descritiva estruturada em duas partes. A primeira parte se constituiu em um levantamento amostral (survey), com escala Likert que teve como objetivo conhecer as concepções e o grau de satisfação dos dirigentes, professores, educadores e pais de alunos no que se refere à qualidade da educação nessa modalidade de ensino por meio de um instrumento construído para este fim. A segunda parte...