Página 1 dos resultados de 2428 itens digitais encontrados em 0.048 segundos

A educação de infância como tempo fundador: para uma visão integrada e coerente da acção educativa

Sanches, Angelina; Sá-Chaves, Idália
Fonte: Instituto de Educação Publicador: Instituto de Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.19%
Esta comunicação refere-se ao estudo “A educação de infância como tempo fundador. Para uma visão integrada e coerente da acção educativa”, em desenvolvimento1. O objectivo geral deste estudo consiste em aprofundar o conhecimento das implicações e das relações entre as grandes transformações em curso nas sociedades contemporâneas e os desafios que elas colocam quanto ao repensar das finalidades da educação e dos modelos e qualidade da formação profissional de professores/educadores. Tomando como referência o importante significado que, em termos de desenvolvimento humano, é atribuído à educação de infância (Vasconcelos, 2005) reconhece-se como fundamental reflectir, de modo particular, acerca da natureza e qualidade dos saberes básicos (Cachapuz, Sá-Chaves e Paixão, 2004) a promover na educação pré-escolar e das competências reconfiguradoras do perfil de desempenho profissional dos educadores de infância para que, em articulação com as famílias das crianças, se tornem facilitadores do seu desenvolvimento no quadro de uma ampla perspectiva de cidadania e de sucesso para todos. O desenho do estudo configura um sistema complexo, que contempla globalmente diferentes subsistemas em interacção...

Escola infantil de Bragança (1915-1934): modernidade pedagógica e as 1as: práticas de educação de infância no interior

Castanheira, Manuel Luís Pinto
Fonte: Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Publicador: Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
76.25%
O estudo desta dissertação tem como objecto a análise da Educação de Infância na cidade de Bragança, entre 1915 e 1934, numa instituição denominada Escola Infantil, de carácter oficial, criada pela Câmara Municipal. Esta foi a primeira experiência de Educação de Infância na cidade e região transmontana. Interessou-nos a análise dos motivos da criação desta instituição no seio da sociedade brigantina, que poderá servir de exemplo para compreender o funcionamento de outras que foram criadas no País. Interessou-nos compreender tudo o que dissesse respeito ao quotidiano da vida escolar, como a nomeação de professores, os alunos, o currículo, bem como o mobiliário e materiais utilizados. O estudo permitiu a investigação de algumas das práticas educativas adoptadas, assim como o modelo pedagógico que lhe estava subjacente e que deriva, em grande parte, dos princípios pedagógicos de Froebel em torno dos quais se fez a renovação pedagógica da Educação de Infância, ao questionar as suas potencialidades em termos do presente e do futuro. O paradigma de investigação que sustenta o estudo integra-se numa perspectiva hermenêutica, utilizando metodologias de análise qualitativa na interpretação multidimensional dos problemas equacionados e numa heurística de procura de documentos. A pesquisa...

Uma história das crianças e das instituições de educação de infância numa região do interior de Portugal: Carção – Vimioso

Castanheira, Manuel Luís Pinto; Rodrigues, Maria José
Fonte: Universidade de Lisboa, Instituto de Educação Publicador: Universidade de Lisboa, Instituto de Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.24%
A história da vida das crianças ao longo dos tempos tem sido objeto de perplexidades para aqueles que se preocupam com o seu estudo sistemático e em averiguar o espaço que a criança ocupou nas sociedades do passado. Com a crescente contribuição de estudos locais, a produção cientifica em História da Educação em Portugal tem ficado mais completa. É assim fundamental compreender estes novos textos que vão aparecendo e averiguar o que altera nesta nova história da Escola e da Educação e a sua evolução ao longo dos tempos. A significativa produção de estudos, evidencia o importante espaço de discussão e de consolidação da temática como campo de pesquisa. Este estudo, pretende ser mais um contributo, e apresentar novos dados, pois realiza uma cartografia do conhecimento produzido em História da Educação de Infância na região do Nordeste-Transmontano, mais propriamente no Distrito de Bragança, no concelho de Vimioso, entre 1837 e 1983, numa perspetiva do processo de construção da memória e do conhecimento educacional e escolar. Identifica temas privilegiados pelos pesquisadores, que carecem de desenvolvimento, tentando avançar as questões de pesquisa na área. O paradigma de investigação que sustenta o estudo integra-se numa perspetiva hermenêutica...

Uma história das crianças e das instituições de educação de infância numa região do interior norte de Portugal

Castanheira, Manuel Luís Pinto; Rodrigues, Maria José
Fonte: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa Publicador: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
86.19%
A história da vida das crianças ao longo dos tempos tem sido objeto de perplexidades para aqueles que se preocupam com o seu estudo sistemático e em averiguar o espaço que a criança ocupou nas sociedades do passado. Com a crescente contribuição de estudos locais, a produção cientifica em História da Educação em Portugal tem ficado mais completa. É assim fundamental compreender estes novos textos que vão aparecendo e averiguar o que altera nesta nova história da Escola e da Educação e a sua evolução ao longo dos tempos. A significativa produção de estudos, evidencia o importante espaço de discussão e de consolidação da temática como campo de pesquisa. Este estudo, pretende ser mais um contributo, e apresentar novos dados, pois realiza uma cartografia do conhecimento produzido em História da Educação de Infância na região do Nordeste-Transmontano, mais propriamente no Distrito de Bragança, no concelho de Vimioso, entre 1837 e 1983, numa perspetiva do processo de construção da memória e do conhecimento educacional e escolar. Identifica temas privilegiados pelos pesquisadores, que carecem de desenvolvimento, tentando avançar as questões de pesquisa na área. O paradigma de investigação que sustenta o estudo integra-se numa perspetiva hermenêutica...

Educação e Formação em Educação de Infância: contributos da investigação para repensar as práticas

Sanches, Angelina; Sá-Chaves, Idália
Fonte: Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Publicador: Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.24%
A presente comunicação decorre de um estudo para doutoramento (2012) e centra-se na reflexão acerca das perspetivas que informam e determinam a natureza e a qualidade da intervenção educativa e da formação profissional em educação de infância. O enquadramento teórico assenta numa perspetiva epistemológica de matriz complexa e sistémica que procura articular, de forma coerente, problemáticas relativas aos desafios e problemas que as condições de incerteza e de imprevisibilidade que caracterizam a contemporaneidade colocam aos cidadãos, a natureza das modelizações curriculares de suporte às práticas educativas em contextos de educação de infância e o perfil de competência profissional do educador de infância. O objetivo principal do estudo consiste em aprofundar a reflexão acerca das linhas de ação e de formação em educação de infância, com vista à construção de uma profissionalidade comprometida com o bem-estar, a aprendizagem e o desenvolvimento dos diferentes intervenientes no processo educativo pré-escolar, crianças e adultos. Do ponto de vista metodológico inscreve-se numa perspetiva de natureza qualitativa e interpretativa, com características de estudo de caso, centrado sobre os processos de formação e de intervenção dos educadores de infância do distrito de Bragança. Integra o recurso a diferentes fontes e instrumentos de recolha...

Educação de infância: um tempo (re)fundador das interações instituição (pré)escolar/família

Sanches, Angelina
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.2%
A presente comunicação centra-se na reflexão acerca dos processos de (inter)ação dos contextos que, nas sociedades contemporâneas, constituem os pilares principais do desenvolvimento e construção identitária da criança - a família e a escola, incidindo mais especificamente sobre a etapa pré-escolar. Refere-se a um estudo que teve como principal objetivo analisar as representações dos educadores de infância e dos pais/família acerca das aprendizagens a desenvolver pelas crianças ao nível da pré-escolaridade e das estratégias de ação e de formação para as promover. Ao nível do quadro concetual, relevamos o papel da complementaridade mútua, que aos dois contextos cabe assumir, a complexidade que esse processo envolve e a importância do desenvolvimento de competências que possibilitem, aos futuros profissionais de educação de infância, a concretização de práticas que englobem uma visão ecológica dos sistemas enquadradores da infância. Em termos metodológicos, o estudo inscreve-se numa abordagem de natureza qualitativa e recorre a métodos mistos de recolha e análise de dados. Colaboraram no estudo, através da inquirição por questionário, 229 educadores de infância e 1340 pais (ou seus representantes legais) e...

Particularidades da infância na complexidade social: um estudo sociológico acerca das configurações infantis; Childhood particularities in the social complexity: a sociological study on children configurations

Gomes, Lisandra Ogg
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
86.05%
A infância e a atuação das crianças na sociedade nem sempre foram objeto de interesse por parte dos pesquisadores dos campos da sociologia e da educação, mas os processos de socialização foram estudados com afinco. Esta tese não trata dos modos de socializar as crianças, mas da forma como elas socializam-se e interagem nos seus espaços sociais. O objetivo principal é compreender como, em um determinado grupo de crianças, suas ações estiveram articuladas às instâncias da mídia, da escola e da família com o intuito de explicitar, através da prática, a necessidade de um diálogo pertinente entre as teorias de socialização e as teorias da sociologia da infância. Assim sendo, esta pesquisa está fundamentada em quatro pilares: a estrutura institucional, a agência das crianças, a história da infância e das crianças e os sentidos produzidos por elas na atualidade. A estrutura das instituições família, escola e mídia representa um elemento central para a análise das ações infantis, pois as crianças nascem em um contexto histórico-cultural e precisam aprender a se orientar e a entender as regras e os valores construídos pela sociedade. As crianças, na interação com seus pares e demais indivíduos...

Eu canto pra você: saberes musicais de professores da pequena infância; I sing to you: early childhood teachers musical knowledge

Cunha, Sandra Mara da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.19%
Quais são os saberes que as professoras da pequena infância movimentam para trabalhar a música quando não são especialistas no assunto e nem passaram por um aprendizado profissionalizante nessa área? É possível identificar esses saberes, buscar aprofundamentos que promovam mudanças nas práticas musicais instituídas e construir um trabalho em que a música seja pensada também como área de conhecimento? Foi com o objetivo de responder a esses questionamentos que nasceu este trabalho de doutorado, e o tema de estudo sobre o qual ele se debruça são os saberes e práticas musicais de professores da pequena infância. Seus principais objetivos são: desenvolver a pesquisa, tendo como base o conhecimento musical que estava em jogo na ação educativa das professoras com as crianças, refletir sobre suas práticas, e incentivá-las a trabalhar em sintonia com o fazer musical infantil. Em encontros semanais, realizados durante todo o ano letivo, as professoras compartilharam seu trabalho com crianças de zero a cinco anos de idade, de duas escolas públicas da zona sul da cidade de São Paulo: uma escola municipal de educação infantil - EMEI e um centro de educação infantil - CEI. Tendo em vista que o tema de investigação possui um caráter singular e multifacetado...

A dimensão ficcional da arte na educação da infância

Richter, Sandra Regina Simonis
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
76.29%
Para abarcar a relevância de problematizar concepções polarizadas na redução do sensível ou exacerbação do racional que orientam ações educativas em artes plásticas na infância, o estudo faz emergir as contradições e ambigüidades da tensão filosófica em torno das noções de imagem pictórica e imaginação poética a partir do contraste entre o legado cultural que remonta aos gregos antigos e a ruptura promovida pela fenomenologia da imaginação poética em Gaston Bachelard. Entre a sacralização ou a condenação filosófica que permanece e o que a fenomenologia bachelardiana da imaginação material projeta à educação, em sua interlocução com Merleau-Ponty e Paul Ricoeur, podemos afirmar que a imaginação não é dinâmica desordenada, vestígio fantasmal da percepção visual, pelo contrário, é dinâmica projetiva que encontra toda sua força ou energia transfigurativa quando coloca o corpo em linguagens e transfigura a realidade para engendrar narrativas e plasmar ações na convivência mundana. Afirmação que exige passar a considerar na educação infantil a importância formativa da experiência de encantamento das primeiras aprendizagens extraídas de um saber fazer – fingere – que desde a infância constitui a linha de demarcação a partir da qual aprendemos a interpretar e engendrar ações que dão às coisas outro curso. Este estudo...

Arte na educação da infância : saberes e práticas da dimensão estética

Pontes, Gilvânia Maurício Dias de
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
76.18%
O presente trabalho teve por objetivo investigar a relação entre experiências estéticas e prática docente com linguagens artísticas, narradas em memoriais produzidos por professores da educação da infância, no Curso de Especialização em Ensino de Arte e Educação Física na Infância, desenvolvido pelo Paideia/UFRN. A abordagem do tema experiência estética solicitou o estabelecimento de interfaces entre aportes teóricos que envolviam diferentes campos de conhecimento, tais como filosofia, semiótica, arte/educação e pedagogia. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa em que a metodologia assumiu, como princípios e estratégias de análise, a semiótica discursiva e alguns pressupostos da pesquisa (auto)biográfica, referentes à produção de narrativas como experiência de formação. O corpus da pesquisa foi composto por cinco memoriais de formação. Na análise dos textos, buscou-se identificar como as experiências estéticas dos professores estavam presentes nos discursos que teciam sobre a sua prática. A produção de sentido na leitura das narrativas dos professores ocorreu a partir do estabelecimento de relações entre estética, arte, ensino e infância. As conclusões indicam que as experiências estéticas vivenciadas por eles...

As políticas de educação da infância no CEMEI do CAIC Prof. Zeferino Vaz; The politics of early childhood education in the CAIC CEMEI Prof. Zeferino Vaz

Silvia Vallezi Fulachio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
86.22%
Esta pesquisa teve por objetivo compreender, através de uma perspectiva histórica, as práticas institucionais do CEMEI do CAIC Prof. Zeferino Vaz, em Campinas-SP, analisando as políticas públicas para a educação da infância que permearam o funcionamento da instituição. O estudo abrangeu o período de 1994, ano da inauguração do CAIC, até 2008, quando ocorreu a padronização normativa para a elaboração dos Projetos Pedagógicos. Para tanto, tomou como fonte documentos produzidos pelos profissionais da escola como os Projetos Pedagógicos, as atas do Conselho de Escola, e outros registros internos. Além disso, a análise estabeleceu relações entre esses documentos e as publicações do Ministério da Educação, legislações e normas que nortearam a implantação do CAIC no município. O estudo histórico dessa instituição escolar e dos processos educacionais vivenciados pelos seus profissionais, permitiram perceber que as políticas públicas para a educação da infância foram implementadas no interior da escola a partir de múltiplas apropriações. A preocupação com essas apropriações possibilitou entender que o tratamento dispensado à infância no ambiente escolar se relacionou com as representações dos profissionais acerca desse período da vida e do processo de sua educação. Buscando compreender as maneiras pelas quais a legislação foi apropriada e as representações sobre a infância configuradas...

O Projecto DATEC: procurando a qualidade na utilização das tecnologias na educação de Infância.

Folque, Maria Assunção; Ramos, José Luís; Pacheco, Francisco
Fonte: Departamento de Pedagogia e Educação - Univerisdade de Évora Publicador: Departamento de Pedagogia e Educação - Univerisdade de Évora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.18%
Este artigo procura defenir critérios de qualidade na utilização das TIC na educação de infância, a partir da experiência do projecto DATEC. O projecto DATEC é um projecto de investigação que decorreu entre Janeiro de 2000 e Dezembro de 2001, financiado pelo programa Connect (UE-DGXXII) em associação com o grupo de trabalho “Children´s Awareness of Technology (CHAT), parte da European Network of Excellence for Intelligence Information Interfaces (i3). O Projecto DATEC propôs-se a identificar as aplicações baseadas em tecnologias de informação e comunicação que melhor promovem o desenvolvimento e a aprendizagem das crianças até aos oito anos de idade e as práticas educativas a que estão associadas. O projecto foi desenvolvido por investigadores suecos, ingleses e portugueses (ver caixa parceiros) em colaboração com professores e educadores em escolas e jardins de infância e um importante número de Organizações ligadas à Educação de Infância e às Tecnologias da Informação e Comunicação da Europa. Os produtos e resultados do Projecto estão disponíveis no local virtual sediado numa das instituições parceiras com a seguinte morada: http://www.ioe.ac.uk/cdl/datec. Este local virtual constitui-se assim como um recurso para pais...

Um presente com futuro? a importância da qualidade na educação de infância

Franca, Raquel Epifânio da
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em /12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
76.22%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório pretende descrever parte da ação pedagógica desenvolvida numa sala de jardim-de-infância durante a Prática Profissional Supervisionada realizada no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar. Começando por fazer a contextualização dos dois locais (creche e jardim-de-infância) onde decorreu a PPS, é apresentada seguidamente a problemática, relativa à importância da qualidade na educação de infância. Começando com uma breve descrição das caraterísticas de desenvolvimento das crianças nesta faixa etária, à qual se segue a revisão da literatura sobre a importância da qualidade na educação de infância, nomeadamente em situações de baixa condição social, este capítulo termina com uma reflexão sobre a situação portuguesa relativamente ao tema estudado. No capítulo seguinte são descritas algumas das atividades desenvolvidas no decorrer da PPS com um grupo de crianças com três anos em quatro áreas distintas: educação física, expressão plástica, expressão musical e conhecimento do mundo. A descrição das atividades é enquadrada por fundamentação teórica com o objetivo de justificar a pertinência das opções tomadas. O relatório termina com uma reflexão sobre o trabalho efetuado e com considerações pessoais sobre o que constituiu esta oportunidade formativa e de crescimento pessoal.; Abstract This study pretends to describe part of the pedagogical action developed during the Master in Preschool Education in a kindergarten classroom...

A Educação de Infância e a gestão do grupo de crianças: relato de um percurso

Machado, Sandra; Simões, Ana
Fonte: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa, Publicador: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa,
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/bookpart
Publicado em /03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
76.18%
O presente artigo tem como primordial objetivo apresentar o processo de desenvolvimento pessoal e profissional no decorrer da Prática Profissional Supervisionada, nas valências de creche e jardim de infância, decorrente do Mestrado em Educação Pré-Escolar. Pretendemos evidenciar as evoluções e as aprendizagens ocorridas bem como as problemáticas que mais nos interpelaram. Considerámos como problemática mais significativa a gestão do grupo de crianças na educação de infância considerando as suas variadas especificidades e a sua complexidade. Tomámos como quadro teórico de referência o interface entre sociologia e pedagogia da infância, partindo da defesa da criança ativa e competente e na certeza de que a gestão de um grupo é um dos maiores desafios para um educador. O objetivo consiste em perceber as complexidades existentes e refletir sobre as problemáticas que emanam do terreno, do contacto direto com as pessoas e com as situações quotidianas, tendo a preocupação em identificar possíveis respostas ou caminhos na certeza de que em educação as respostas não são estanques nem existem verdades absolutas.

A emergência da infância

Gondra,José Gonçalves
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
86.13%
Neste artigo, procuro analisar três aspectos que funcionarão como ferramenta para pensarmos a emergência da infância. Em um primeiro momento, refiro-me a algumas experiências-limite da vida, na medida em que elas ajudam a arranhar as visões que naturalizam a vida e a infância, em especial aquelas forjadas no interior do campo médico. Na sequência, tento demonstrar que a ideia de infância não pode ser pensada no exterior das instituições que lhe são associadas, como a casa e a escola. Por fim, procuro chamar atenção para o fato de que a institucionalização geral da infância se encontra profundamente acoplada a projetos de governo da população, inclusive da "população infantil", projeto este que, por sua vez, se vê ancorado em saberes oriundos da demografia, da higiene pública e do urbanismo, por exemplo.

A educação da infância das classes populares: uma releitura das obras de Paulo Freire

Peloso,Franciele Clara; Paula,Ercília Maria Angeli Teixeira de
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
116.2%
Paulo Freire foi um dos educadores brasileiros mais reconhecidos mundialmente. Todavia, é possível perceber que seus pressupostos são, na grande maioria, difundidos nos estudos e práticas sobre educação de pessoas jovens e adultas. Assim, o objetivo deste estudo foi o de apresentar outra leitura relativa aos pressupostos freirianos, ou seja, associa-los à educação da Infância. Pois, historicamente, o legado freiriano foi pouco mencionado nas práticas pedagógicas e discussões referentes a esse âmbito. A metodologia utilizada baseou-se numa pesquisa qualitativa, de caráter teórico. A partir da análise de oito das obras de Paulo Freire, considerou-se que: Freire fazia menção, em muitas passagens dessas obras, sobre diferentes infâncias, crianças e sua educação. Sob essa perspectiva, evidenciou-se que o pensamento freiriano pode se configurar como um forte aliado à compreensão da infância e da educação das crianças das classes populares.

A atuação das "Instituições Auxiliares da Escola" sobre educação da infância mineira na década de 1920

Guimarães,Paula Cristina David
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.15%
O presente trabalho tem por objetivo identificar e analisar as "Instituições Auxiliares da Escola" e suas atuações sobre a educação da infância mineira na década de 1920. Para isso, foram consultadas a Revista do Ensino de Minas Gerais e a Legislação Mineira do período. Para a análise dos dados, foram utilizadas as chamadas "ferramentas foucaultianas", sobretudo aquelas que nos ajudam a compreender as relações de poder, a produção de saber e de verdade no interior dos discursos. Os resultados apontam a atuação de variadas instituições auxiliares da escola no Estado mineiro, entre elas as "Associações das Mães de Família", as "Caixas Escolares", as "Ligas de Bondade", os "Pelotões de Saúde" e os "Grupos de Escoteiros"; apontam, ainda, que tais instituições tinham como compromisso auxiliar a escola na educação "mais ampla" da infância, oferecendo a ela ensinamentos morais, de higiene e saúde.

O discurso da psicologia sobre a educação da infância pobre em Minas Gerais (1925-1930)

Guimarães,Paula Cristina David
Fonte: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Publicador: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.11%
Este artigo traz à tona a influência discurso da psicologia sobre a educação da infância pobre em Minas Gerais durante a década de 1920. Para isso, investiga as publicações da Revista do Ensino, periódico mineiro responsável por formar e informar professores que atuavam nas escolas públicas do estado naquele período. As análises apontam que o discurso da psicologia produziu diversas relações de poder, efeitos de verdade e de saber sobre a educação da infância dentro do espaço escolar, sobretudo a partir do momento em que defendia uma escolarização diferenciada para esses alunos.

Educação da infância: estar junto sem ser igual. Conflitos e alternativas da relação da educação infantil com o ensino fundamental!

Souza,Gizele de
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
96.11%
O texto que ora se apresenta propõe discutir a especificidade da educação infantil na relação com o ensino fundamental, etapas constitutivas da educação básica segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n. 9394/96 em vigor. O propósito recai na problematização da intricada relação entre educação infantil e ensino fundamental, a partir do olhar de pesquisadora da educação infantil e no intuito de demarcar as particularidades dessa área de pertencimento e identificar um fio condutor, um elo de articulação no trabalho com o ensino fundamental que preserve as peculiaridades, trajetórias e identidade de cada etapa educativa (educação infantil e ensino fundamental). A bibliografia especializada na educação infantil é utilizada como fonte, bem como compõem a base empírica, dados estatísticos fruto de uma pesquisa, em andamento, coordenada pela Universidade Federal do Paraná, com dados de violações de direitos da criança e do adolescente registrados por Conselhos Tutelares de 36 municípios que incluem Curitiba e Região Metropolitana, Vale do Ribeira e Litoral do Paraná. Um dos elos entre a educação infantil e o ensino fundamental defendido no texto é a constituição de um projeto de formação humana...

Infância e educação em Platão

Kohan,Walter Omar
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
76.24%
Este trabalho estuda, desde uma perspectiva filosófica, o conceito de infância em Platão, com ênfase nos seguintes diálogos: Alcibíades I, Górgias, A República e As Leis. Num primeiro momento, situamos a questão da infância no marco mais ampliado do projeto filosófico e político de Platão. A seguir, propomos quatro traços principais do conceito de infância em Platão: a) como possibilidade (as crianças podem ser qualquer coisa no futuro); b) como inferioridade (as crianças - como as mulheres, estrangeiros e escravos - são inferiores em relação ao homem adulto cidadão); c) como superfluidade (a infância não é necessária à pólis); d) como material da política (a utopia se constrói a partir da educação das crianças). Não há a pretensão de levar Platão a algum tribunal. Busca-se apenas delimitar um problema e uma forma específica de enfrentá-lo, com vistas a contribuir para a análise da produtividade dessa perspectiva na história da filosofia da infância e da educação ocidental, bem como nas atuais teorias e práticas educacionais. Ao mesmo tempo, de forma implícita, procura-se oferecer elementos para problematizar uma visão já consolidada entre os historiadores da infância - particularmente desde o já clássico História social da infância e da família de Philippe Ariès -...