Página 1 dos resultados de 1045 itens digitais encontrados em 0.241 segundos

Psicologia e educação de jovens e adultos: histórias de vida e caminhos percorridos pelos jovens que voltaram à escola; Psychology and youth and adult education: life histories and paths walked by the youths who returned to school

Szanto, Janyssa Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
186.02%
Nos últimos anos, a presença dos jovens tem sido marcante nos cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), principalmente nos grandes centros urbanos. São jovens que, por uma série de motivos, ?abandonaram? a escola, e que agora retornam a ela. Embora o tema Educação de Jovens e Adultos tem sido objeto de muitas pesquisas, principalmente na área da Pedagogia, a Psicologia pouco tem contribuído com pesquisas e propostas práticas nesta área. Diante disso, esta pesquisa teve como principal objetivo compreender, a partir das elaborações da Psicologia Sócio-histórica e da Pedagogia Histórico-crítica, os jovens que freqüentam a EJA de uma escola pública municipal de São Paulo, suas histórias de vida, seus medos, seus desejos, suas culturas e o sentido do conhecimento e da educação escolar na construção de seus projetos de vida. Para tanto, entrevistas individuais foram realizadas bem como o desenvolvimento de Círculos de Debate, a fim de proporcionar momentos de reflexão e ação com os jovens que possibilitassem a construção de um olhar mais crítico e consciente sobre sua realidade, tentando comprometê-los com possíveis transformações da mesma. A leitura do material produzido possibilitou construir um olhar sobre a escola que foi organizado em três momentos: O primeiro...

Políticas públicas de educação de jovens e adultos: o programa integrado de qualificação desenvolvido pelo município de Santo André.; Public policy for education of youths and adults: the integrated programme of qualification developed by Santo André council.

Bronzate, Sandra Torquato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
175.98%
Em sua trajetória histórica, a Educação de Jovens e Adultos no Brasil esteve, na maior parte do tempo, relegada ao segundo plano pelas políticas governamentais. A partir da década de 90 do século XX, deslocada das políticas públicas de educação instituídas pelo governo federal do período, foi realizada como política assistencial e instituída, prioritariamente, na forma de campanhas de alfabetização. Definida como atribuição dos Municípios, mas sem destinação orçamentária, passou a ser assumida por eles e financiada com recursos próprios, sem uma orientação nacional. Por sua vez, o ensino profissional, no mesmo período, sofreu alterações profundas em suas propostas pedagógicas e regulamentação institucional. Estabeleceu-se a separação entre o ensino médio e o ensino técnico, além da criação de um sistema de educação profissional hierarquizado em diferentes níveis - básico, técnico e tecnológico, conferindo à organização da educação brasileira um traço marcadamente dualista. A educação profissional básica, sustentada com recursos públicos, por meio do Plano Nacional de Qualificação/ PLANFOR - MTE, visando atender às novas demandas de qualificação e re- qualificação do mercado de trabalho...

A política de educação de jovens e adultos em regimes de privação da liberdade no estado de São Paulo.; The youth and adult education policy in deprive of freedom systems in the state of São Paulo.

Moreira, Fábio Aparecido
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
176.03%
Esta pesquisa é realizada por profissional que há quatorze anos vem trabalhando em programas de educação nos presídios do Estado de São Paulo e consiste em uma análise crítica acerca das práticas de Educação de adultos presos no Estado de São Paulo, especialmente as práticas desenvolvidas a partir da década de 80 do Século XX pela Funap. Historiamos o processo de constituição do quadro de educadores que atuam no sistema penitenciário do Estado, problematizamos a condição de precariedade em que desenvolvem este trabalho e apontamos os obstáculos para que esta experiência seja transformada em uma política pública de Educação de Adultos Presos. O trabalho é também uma tentativa de aprofundar a investigação sobre as políticas para a Educação de Jovens e Adultos em Regimes de Privação da Liberdade, praticamente inexistente, tanto na Secretaria da Administração Penitenciária quanto na Secretaria Estadual de Educação. O texto apresenta uma breve reflexão sobre as funções atribuídas à pena e à prisão, aproximações entre a Educação de Jovens e Adultos e a Educação de Adultos Presos e subsidia a reflexão sobre a especificidade desse trabalho para esta área no Estado de São Paulo, com o levantamento do quadro de educadores hoje existente no Estado...

Políticas públicas de educação de jovens e adultos no ABC paulista: conquista de direitos e ampliação da esfera pública; Public Policies of young and adult education in ABC Paulista: the rights achievement and expansion of the public sphere

Ancassuerd, Marli Pinto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
185.96%
A educação de jovens e adultos é um campo de políticas, práticas e reflexões que está para além dos limites da escolarização, sentido estrito. É considerada como parte integrante da história da educação em nosso país, na verdade, um dos maiores problemas da educação e que envolve milhões de brasileiros. Este trabalho tem como foco programas, projetos e ações concebidos e implementados, nos últimos anos, pelos governos locais dos municípios que compõem o ABC Paulista, em parcerias com a sociedade civil. As políticas analisadas foram desenvolvidas pelas administrações municipais no período 1987-2003, quando foi possível ver o surgimento e a coexistência de duas gerações de políticas: a primeira baseada na idéia de um estado de bem estar social e a segunda, ancorada no princípio da participação social objetivando a ampliação das esferas públicas, local e regional. No conjunto das municipalidades do ABC, este estudo recaiu sobre Diadema, Santo André e Mauá. Foram realizadas entrevistas com gestores públicos, dirigentes sindicais, representantes de entidades parceiras, coordenadores, professores; grupos focais com alfabetizandos, sendo os dados analisados à luz de extensa documentação atos legais...

Masculinidades, raça e fracasso escolar: narrativas de jovens na educação de jovens e adultos em uma escola pública municipal de São Paulo; Masculinities, race and school failure: narratives by young students in Youth and Adult Education in a public municipal school in São Paulo

Brito, Rosemeire dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
175.96%
Nesta tese, busca-se uma reflexão sobre a dimensão simbólica dos conteúdos de gênero existentes em narrativas de jovens rapazes estudantes de um projeto de EJA da rede municipal da cidade de São Paulo, o chamado projeto CIEJA. A coleta de dados foi realizada em uma das unidades do referido projeto e o problema do estudo foi construído a partir da percepção da recente concentração de jovens rapazes, negros e pobres, na educação de jovens e adultos. Assim sendo, procurou-se verificar e investigar as possíveis relações entre masculinidades, raça e rendimento escolar, tendo por base os relatos dos jovens sobre as experiências escolares vividas antes e após seu ingresso no CIEJA. A proposta metodológica presente nessa investigação considera que relatos narrativos são portadores de reflexões que dotam de sentido as ações individuais, de tal forma que ao tomar em consideração as histórias contadas sobre a escolarização é possível ter acesso aos símbolos culturais que estruturam e fundamentam as masculinidades em sua relação com o rendimento escolar. Foram realizadas entrevistas com jovens, uma entrevista em grupo com o corpo docente da unidade do CIEJA e outra com a equipe técnica responsável pela gestão e orientação pedagógica da escola. A análise dos dados revela que os jovens compartilham significados de gênero condizentes com o que esperavam ser o modelo hegemônico de masculinidade nas escolas. A hegemonia e o caráter normativo dessa forma de identidade de gênero masculina foram mantidos ao longo de seus percursos escolares...

Professores de matemática na educação de jovens e adultos: o pensamento geométrico no centro das atenções; Teachers of mathematics in the education of youngsters and adults: the geometric thought in the center of attentions

Santana, Ivanilde da Conceição
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2010 Português
Relevância na Pesquisa
175.98%
A presente pesquisa de cunho qualitativo tem como propósito responder à seguinte questão: quais as tensões e re-ações dos professores de matemática que atuam na Educação de Jovens e Adultos, frente a situações de ensino-aprendizagem da geometria que ocorrem a partir do conhecimento construído pelo aluno ao longo de sua vida/trabalho? Desse modo, nos aproximamos dos professores que atuam na Educação de Jovens e Adultos de escolas públicas de São Paulo, tanto pela via de questionários como pelo diálogo sobre suas expectativas e postura pedagógica a partir de questões reflexivas sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o ensino da geometria. Os resultados da pesquisa indicaram, entre outros aspectos que, embora o ensino da geometria seja pouco delineado nos planos de trabalho da EJA, ainda assim, os professores participantes do estudo mostraram-se conscientes de sua importância e das possíveis contribuições do seu ensino. Nessa perspectiva, a pouca experiência com a prática pedagógica da geometria aliada à dominância da matemática escolar parecem levar a obstáculo quando os professores procuram elaborar atividades relacionando a geometria com a vida cotidiana do educando. A análise das manifestações aponta que os esforços empreendidos pelos professores na busca de reconhecer/respeitar os conhecimentos prévios dos alunos estão repletos de tensão e ansiedade dada a expectativa da necessidade de contextualizar/problematizar o ensino da geometria a partir da realidade do educando adulto.; The current qualitative research aims at answering the following question: what are the tensions and reactions of the mathematics teachers who dwell in the Education of Youngsters and Adults...

Jovens e experiência social na educação de jovens e adultos; Youth and social experience in the youth and adult education.

Moreno, Gilberto Geribola
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
175.98%
Essa dissertação é o resultado final de uma pesquisa que teve como pressuposto a necessidade de se investigar as dinâmicas e práticas escolares não se limitando apenas aos elementos presentes no interior da escola. Compreendese que o entendimento sobre a experiência social e os modos de vida dos jovens estudantes são elementos fundamentais para o desenvolvimento dos processos educativos. Adotase, como categoria analítica, as noções de jovem e juventude. Estas são relacionadas à categoria de experiência desenvolvida por Thompson (1981), entendida como um conceito articulador entre as dimensões estruturais e cotidianas da vida social. O trabalho se deu através de uma investigação etnográfica que tomou como aporte teórico as proposições da antropologia urbana. As categorias de cenário, mancha e trajeto desenvolvidas por Magnani (2000) foram operacionalizadas para o entendimento das relações que os jovens estabelecem entre a escola, as instituições locais, a vizinhança e espaços sociais da região. O foco inicial da investigação incidiu sobre jovens estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), tendo como campo empírico de pesquisa um equipamento público voltado ao atendimento desse segmento da população na periferia da cidade de São Paulo. Através da observação de campo foi possível definir dois tipos de grupos juvenis no interior da escola investigada: um grupo entre 15 e 18 anos nomeados jovens jovens e outro entre 18 e 26 anos nomeado como jovens adultos. A partir dessa constatação foi possível definir aspectos da circulação desses jovens pelo bairro...

Material didático para educação de jovens e adultos: história, formas e conteúdos; DIDACTIC MATERIAL FOR YOUTH AND ADULTS EDUCATION: history, forms and contents.

Mello, Paulo Eduardo Dias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
185.97%
Este trabalho investiga historicamente a produção de material didático para a Educação de Jovens e Adultos, tendo por objetivos o entendimento da trajetória histórica dessa produção desde a constituição da EJA, como campo de políticas públicas até o período mais recente de nossa história, a caracterização da produção didática dos anos 1996 a 2008, em seus aspectos formais e de conteúdo a partir dos sujeitos envolvidos na produção, e uma investigação da concepção de EJA e dos fundamentos epistemológicos do ensino e aprendizagem por meio da análise da forma e conteúdos de duas coleções didáticas: a Coleção Cadernos de EJA e a Coleção ENCCEJA. Além da análise historiográfica, a pesquisa utiliza referenciais da História Cultural, da História do Currículo e das Disciplinas Escolares, entendendo o material didático e o livro didático em particular, como objetos multidimensionais e complexos, que através de sua forma e conteúdos revelam expressões ideológicas, concepções de educação de jovens e adultos, de currículo para EJA, de métodos de ensino e aprendizagem para jovens e adultos. Depreende-se como marca distintiva da produção didática da EJA sua ampla diversidade, em resposta às características intrínsecas que marcam essa modalidade de ensino...

As políticas para a Educação de Jovens e Adultos nos governos Lula (2003-2010): incongruências do financiamento insuficiente; "Youth and Adult Education policies in Lulas government (2003-2010): incongruences of the insufficient financing".

Carvalho, Marcelo Pagliosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
175.93%
Esta pesquisa tem como objetivo analisar as políticas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) adotadas no Brasil durante os governos de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2006 e 2007-2010) e as repercussões do seu financiamento, com destaque especial para o impacto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) nessa modalidade educacional. Desenvolvemos uma análise do Estado capitalista no Brasil e suas repercussões na educação. Dois autores foram escolhidos como principais referências nessa tarefa: Antonio Gramsci e Nicos Poulantzas. Estudamos algumas consequências, na área educacional, do processo de reforma do Estado ocorrido no país a partir dos anos 1990, considerando a correlação de forças e as contradições presentes nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva, bem como suas repercussões na educação brasileira, em especial na EJA. Contextualizamos essa modalidade educacional no Brasil, sistematizando um breve histórico de sua configuração, desde a década de 1980 até esse começo de século XXI. Analisamos também as principais políticas adotadas para a EJA nas gestões do presidente Lula. Estudamos, ainda, aspectos importantes relacionados com a adoção do Fundef e do Fundeb na educação brasileira e como a EJA foi tratada em ambos...

Um estudo das representações sociais sobre química de estudantes do ensino médio da educação de jovens e adultos paulistana; A study of social representations about chemistry of Sao Paulo's Youth and Adult Education students

Pereira, Camila Strictar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
185.88%
Este estudo tem por objetivo identificar como o termo "Química" se apresenta nas concepções de escolares da Educação de Jovens e Adultos da rede pública estadual de São Paulo. Para isso, foi utilizado como suporte teórico e metodológico a Teoria das Representações Sociais e sua análise estrutural, a Teoria do Núcleo Central. Os dados foram obtidos a partir de questionário, aplicado a 186 estudantes, com faixa etária entre 18 e 58 anos, utilizando-se da técnica de evocação livre de palavras, seguida de hierarquização das mesmas. Para a análise do material coletado, utilizou-se da técnica de Análise de Conteúdo, de Bardin, e da Análise Estrutural das representações sociais, proposta por Abric. Os dados obtidos a partir das questões de livre evocação e hierarquização de palavras permitiram identificar e compreender as relações estabelecidas por estes estudantes para o termo "química", permitindo que se explicitassem os vários possíveis sentidos dessa palavra. De modo geral, os dados indicam uma representação organizada, majoritariamente, na vivência escolar formal com restritas relações ao conhecimento de senso comum e com o cotidiano. A Teoria do Núcleo Central nos apresenta um panorama estrutural da representação social desse grupo...

A educação de jovens e adultos na formação de professores de matemática: expectativas e desafios; Young and adult students education in the formation of Mathematics teachers: expectations and challenges

Silva, Kleber William Alves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
176.03%
A presente pesquisa procurou examinar o desenvolvimento profissional dos professores de Educação de Jovens e Adultos da Rede Municipal de Guarulhos enquanto professor de matemática assim como o papel de uma intervenção instrucional em termos de formação continuada da rede municipal. Para a realização de tal pesquisa procuramos, primeiramente, analisar respostas oriundas de questões apresentadas a nove professores - um questionário composto de dez questões formuladas com o objetivo de obter respostas a nossa questão de pesquisa assim desenhada: compreender de que modo e em que alcance o programa de formação continuada - da rede municipal de Guarulhos - tem contribuído para definir posturas e caminhos a serem tomados pelos professores de matemática da educação de jovens e adultos. Em um segundo momento, significados foram atribuídos às manifestações desses professores, pela via da impregnação de aspectos previamente considerados - de cunho político, cognitivo e cultural. Os resultados indicam que os professores e as professoras de Educação de Jovens e Adultos da Rede Municipal de Guarulhos embora não tenham tido em sua formação inicial e continuada orientação efetiva nessa modalidade, têm refletido e revisto seu entendimento sobre como lidar com os processos de ensino e aprendizagem de matemática de jovens e adultos. Indicam também que esses professores têm refletido sobre a própria postura diante da educação matemática junto a EJA...

A educação de jovens e adultos: um estudo a partir das quedas nas matrículas iniciais no período de 2000 a 2012; The education of youth and adults: a study from the initial enrollment declines in the period 2000-2012

Souza, Marcio Rocha de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
185.95%
A presente dissertação analisa os índices nas quedas das matrículas iniciais nos cursos de Educação de Jovens e Adultos no Brasil entre 2000 a 2012, com ênfase a partir do ano de 2008 após a Reorganização destes cursos na cidade de São Paulo, promovida pela Secretaria Municipal de Educação. Os conceitos que fundamentaram nossas análises foram os do trabalho, educação e das contradições, analisados sob o capital. Na pesquisa ao ampliar a escala de observação,revelaram-se quedas nas matrículas em âmbito nacional. A partir da constatação nos índices dessas quedas nas matrículas em EJA, tornou-se o foco da pesquisa identificar as condicionantes e as determinantes que impulsionaram tais quedas nas matrículas destes cursos para Jovens e Adultos. Buscamos fundamentar a hipótese central ao problema apresentado sob dois parâmetros. O primeiro na investigação pela abordagem quantitativa, pela frequência dos índices apontados pelos institutos oficiais de recenseamento e estatísticas consultados e analisados sob a metodologia de análise de conteúdos, de acordo com Bardin (1977) e o segundo parâmetro qualitativamente, pela presença com que os dados emergiram no levantamento empírico em campo.O materialismo dialético foi a base epistemológica que norteou o pensamento central nas análises...

Gênero e sexualidade na educação de jovens e adultos : um estudo de caso

Oliveira, Karina Fürstenau de
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
175.94%
Mudanças nas condições de vida repercutem no cotidiano atual do/a idoso/a, fazendo com que muitos deles/as procurem formas de diversão, como por exemplo os bailes da terceira idade, que criam condições para a integração com novas pessoas, podendo inclusive formar laços afetivos. Nos últimos anos, houve um aumento de alunos/as da pré e terceira idade matriculados na Educação de Jovens e Adultos. Assim, a EJA é uma modalidade de ensino oferecida em algumas escolas brasileiras com objetivo de oportunizar o retorno aos estudos de sujeitos que não puderam concluí-los em tempo regular. No caso da terceira idade, esses/as alunos/as não estão somente em busca de aprendizado, mas também de um local onde possam se expressar, estabelecer laços de amizade, amores, conhecer seus corpos, suas sexualidades, etc. Contudo, na sociedade ocidental, ainda, a velhice é vista como sinônimo de decrepitude, o/a idoso/a é tido/a como assexuado/a, desconsiderando-se, assim, as suas possibilidades de terem e se verem com desejos, paixões, amores. Pensando nestas questões, esta pesquisa de mestrado visou analisar como o gênero e a sexualidade aparecem em práticas escolares e nas falas de alunos/as, com idade superior aos 50 anos, e de professores/as de uma escola com Educação de Jovens e Adultos. Neste estudo...

Realidades da educação de jovens e adultos no ensino fundamental-presencial no municipio de Itaituba (PA) : desafios da gestão, do planejamento e das políticas educacionais na efetivação do direito á educação em escolas da cidade e do campol

Francisco Claudio de Sousa Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
176.01%
O motivo para realização deste trabalho foi o de procurar compreender os desafios da gestão educacional em uma realidade do país bem diferente de uma metrópole ou grandes centros urbanos. O foco de análise teve como preocupação a Educação de Jovens e Adultos - EJA, em nível de Ensino Fundamental-presencial, no sistema municipal de Itaituba, Estado do Pará, onde os moradores da cidade, do campo, os ribeirinhos, os moradores das florestas e das comunidades garimpeiras, são cidadãos de direitos. O autor apoiou-se na pesquisa qualitativa para interpretar a realidade educacional do município mencionado e, como procedimento de coleta de dados, fez uso das entrevistas semi-estruturadas e para tratamento dos dados, aplicou a análise de conteúdos recomendada por Bardin (2011). Buscou este trabalho levantar sentidos, compreensões, entendimentos dos sujeitos que trabalham nas escolas urbanas e rurais sobre a educação e a modalidade EJA. Os sujeitos da pesquisa foram diretores, vice-diretores, supervisores escolares, professores que lecionam em classes de EJA e os sujeitos da Secretaria Municipal de Educação de Itaituba que coordenam o ensino, a educação do campo e especificamente a Educação de Jovens e Adultos. Participaram do estudo 05 (cinco) escolas urbanas e 04 (quatro) rurais...

Escolas eficazes na educação de jovens e adultos: estudo de casos na rede municipal do Rio de Janeiro

Silva,Jaqueline Luzia da; Bonamino,Alicia Maria Catalano de; Ribeiro,Vera Masagão
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
175.99%
O artigo apresenta uma pesquisa que buscou identificar características de escolas que têm a capacidade de incidir positivamente no processo de alfabetização e na redução dos índices de evasão dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Foram analisadas três escolas da rede municipal do Rio de Janeiro que integram o Programa de Educação de Jovens e Adultos (PEJA) e têm bons indicadores de aprendizagem, permanência e aprovação, à luz da literatura sobre a pesquisa em eficácia escolar. Os resultados mostram que as escolas eficazes na modalidade EJA tomam atitudes explícitas para promover a assiduidade dos alunos. Estas instituições são organizadas quanto à disciplina e orientação curricular, além de contar com equipes pedagógicas (diretores, coordenadores, orientadores e professores) integradas e focadas no ensino e na aprendizagem. E mantêm altas expectativas em relação ao desempenho e à trajetória escolar dos alunos.

O ensino de arte na educação de jovens e adultos: uma análise a partir da experiência em Cuiabá (MT)

Araújo,Gustavo Cunha de; Oliveira,Ana Arlinda de
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
175.96%
O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa de mestrado desenvolvida no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, na qual buscamos compreender como acontecem as práticas pedagógicas no ensino de arte na Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Cuiabá, Mato Grosso. Como procedimento metodológico, o estudo fundamentou-se na pesquisa qualitativa, de caráter descritivo e interpretativo. Concebendo a docência em uma concepção construtivista, baseada na proposta triangular para o ensino da arte, ressaltando o fazer, a leitura e a contextualização durante as aulas, observou-se como uma professora agiu como mediadora na construção do conhecimento em arte. Esse conhecer é importante, pois a educação é fundamentada na construção de conhecimento e tem na atividade humana, neste caso, a arte, a sua concretização. Embora alguns jovens e adultos tenham demonstrado conceitos de arte que necessitem ser ampliados, por meio do conhecimento das diferentes manifestações artísticas, notou-se como a professora procurou desenvolver nesses educandos a concepção de que arte é uma produção humana, ou seja, objeto de conhecimento que faz parte da vida desde os primórdios da humanidade. Além disso...

A especificidade da educação de jovens e adultos no discurso curricular da rede municipal de ensino do Recife

Solange Vasconcelos Marques, Eliza; Tenório de Carvalho, Rosângela (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
176.02%
Esta dissertação, desenvolvida no período de 2008-2010, tem como objeto de investigação discursos acerca da Especificidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em textos curriculares produzidos e divulgados pela Rede Municipal de Ensino da Cidade do Recife, no período de 1960 a 2003. Nosso objetivo foi apreender como aparecem os enunciados sobre a especificidade da EJA nos referidos textos curriculares. A análise foi desenvolvida sob o enfoque da Educação Popular e da Teorização Crítica do Currículo nas versões desenvolvidas por Paulo Freire, João Francisco de Souza, Henry Giroux. Adotamos como abordagem metodológica a análise qualitativa em diálogo com a análise do discurso foucaultiana. Adotamos como procedimentos de análise os quadros indicadores da função enunciativa utilizados por Rosângela Carvalho em sua tese em 2004, associada ao do cenário discursivo. Os textos em análise foram: O movimento de cultura popular, no início dos anos 1960 (Memorial do MCP 26 anos), A proposta curricular do Teimosia Proposta Curricular meados da década de 1980, e Proposições para o ensino fundamental da educação de jovens e adultos (versão preliminar) ano 2003. Por fim, a pesquisa permitiu concluir que os discursos curriculares produzidos em contextos históricos diversos...

A Organização do Tempo Curricular na prática Pedagógica da Educação de Jovens e Adultos

Cândida Sérgio, Maria; Tenório de Carvalho, Rosângela (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
175.93%
Esta dissertação desenvolvida no período de 2007 2009 tem como objeto de investigação a organização e materialização do tempo curricular na prática pedagógica da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Nosso objetivo foi mostrar como a organização do tempo curricular na prática pedagógica vem sendo desenvolvida na escola, particularmente na sala de aula. Partimos da concepção de educação como processo de humanização, conforme teorias de Paulo Freire, João Francisco de Souza para os quais o diálogo, a ética, o confronto de saberes e a reflexão crítica são princípios fundamentais no processo de ressocialização de pessoas jovens e adultas. Nesse estudo, dialogamos com teorias pedagógicas que têm o currículo como instrumento norteador para uma prática pedagógica humanizadora e emancipadora a exemplo dos estudos de Paulo Freire e Henry Giroux. Situamos o objeto no contexto histórico, temporal e curricular à luz dos conceitos organização e regulação do tempo desenvolvido por Elias Norbert e da categoria central tempo curricular desenvolvido por Eliete Santiago. Para o desenvolvimento desse estudo, adotamos uma abordagem metodológica fenomenológica com um diálogo etnográfico do campo da pesquisa. Definimos como categorias de análises o tempo curricular e a prática pedagógica...

Profissionais fazendo matemática: o conhecimento de números decimais de alunos pedreiros e marceneiros da educação de jovens e adultos

José Gomes, Maria; Elizabete de Souza Rosa Borba, Rute (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
175.95%
No presente estudo, investigamos o conhecimento matemático de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), com profissões de pedreiros e marceneiros, acerca de números decimais. Objetivamos identificar as estratégias pessoais utilizadas por estes alunos na resolução de problemas envolvendo números decimais, bem como observar a possibilidade de aplicação dos conhecimentos utilizados na resolução de uma situação de contexto familiar (construção civil ou marcenaria) para outras situações-problema que envolviam contextos pouco ou não familiares (construção civil ou marcenaria e agricultura) aos alunos. Significativa quantidade de pesquisa já foi realizada sobre números decimais. Dentre estes, encontram-se Porto (1995); Silva, Silva, Borba, Aguiar e Lima (2000); Rodrigues (2003); Cunha e Magina (2004); NEPEM (2004); Borba, Selva, Spinillo e Souza (2004); Selva e Borba (2005) e Silva (2006). Poucos estudos, porém, focaram o aluno da EJA e este estudo se propõe a investigar o conhecimento de decimais nesta modalidade de ensino. Participaram da investigação oito estudantes, sendo quatro pedreiros e quatro marceneiros, alunos dos Módulos I e II da Educação de Jovens e Adultos. Os participantes realizaram uma atividade com 12 situações problemas envolvendo o conceito de números decimais relacionado aos conceitos de área e de perímetro. Os dados foram coletados por meio de entrevistas clínicas piagetianas...

Menos Com Menos é Menos ou é Mais? resolução de problemas de multiplicação e divisão de números inteiros por alunos do ensino regular e da educação de jovens e adultos

Alves, Evanilson Landim; Maia, Lícia de Souza Leão (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: dissertacao
Português
Relevância na Pesquisa
176%
Afirmar que menos com menos é mais não é uma ação trivial, tampouco uma verdade que se sustenta em todas as situações. A princípio isso já indica que aprender e ensinar conceitos relativos à multiplicação e divisão de números inteiros na Educação Básica tem sido uma tarefa hercúlea para àqueles que precisam desenvolvê-la. A marcha desse processo, na maioria das vezes, tem sido marcada por intempéries e frustrações constituídas e constitutivas de resistências como a ausência de situações que dão sentido à multiplicação e a divisão de números inteiros relativos, as formas de representação dessas operações e a falta de relação significativa entre as atividades forjadas pela escola e as características de quem deveria aprender. É diante de tantas questões que esta pesquisa nasce com vistas a entender as dificuldades e resistências de adolescentes, jovens e adultos escolarizados na compreensão dos conceitos relativos à multiplicação e a divisão de números inteiros, dado que apesar de a literatura já indicar estudos sobre a aprendizagem dos números inteiros, realizadas com as operações adição e subtração, ainda não se têm registros de experimentos realizados com as operações multiplicação e divisão em z. Soma-se a isso a nossa curiosidade como professor da Educação de Jovens e Adultos e do Ensino Fundamental dito regular sobre a origem das competências e estratégias empregadas por esses estudantes na resolução de situações...