Página 1 dos resultados de 411 itens digitais encontrados em 0.100 segundos

Promoção e Educação da Saúde Oral

Morais, Sara Catarina Nogueira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.09%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; A educação é um conceito que implica a formação do Homem em todas as suas vertentes. É um processo organizado de formação dos indivíduos, de acordo com uma tradição e segundo as expectativas de cada pessoa e da comunidade em geral. Pode ser definida como um processo progressivo de socialização, regulado e dirigido, bem como útil para a aquisição de conhecimentos e competências para a vida, onde ocorre uma transmissão de saberes e fazeres. Realizou-se um estudo exploratório e descritivo, recorrendo a métodos de investigação qualitativa, utilizando a entrevista semi-estruturada a quatro enfermeiras especialistas, a exercerem atividade profissional nos cuidados de saúde primários, para darem resposta à questão que serviu de ponto de partida para o estudo: Quais os conhecimentos dos enfermeiros para realizarem sessões de educação em saúde oral? Recorreu-se à análise de conteúdo para tratarmos as informações obtidas. Desta análise, emergiram duas categorias com três subcategorias, respetivamente: -Promoção da saúde oral: Concetualização, Público-alvo, Atividades Desenvolvidas -Formação para desenvolvimento de atividades de promoção da saúde: Fontes de conhecimento...

Comportamentos, hábitos e conhecimentos de saúde oral das crianças: percepção dos pais/encarregados de educação

Rodrigues, Carla Maria Nobre Balseiro
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
76.16%
Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta; A cárie dentária é onipresente em todas as populações existentes no mundo e é o factor-chave responsável pela dor e perda dos dentes. Esta é uma das doenças mais prevalentes na idade pré-escolar e escolar e exerce forte impacto no bem-estar individual e social da criança. Sabendo que a família tem influência na definição de comportamentos de saúde oral e um papel fundamental no desenvolvimento dos hábitos e dos conhecimentos da criança, este estudo teve como principal objectivo descrever e analisar os comportamentos, os hábitos e conhecimentos de saúde oral das crianças e relacioná-los com a percepção que os pais/encarregados de educação têm relativamente à saúde oral dos seus filhos/educandos. Este estudo de carácter descritivo pretendeu analisar e comparar as respostas dadas pelos pais/encarregados de educação e pelas crianças, avaliando se os hábitos, os conhecimentos e os comportamentos das crianças auto-relatados pelos pais/encarregados de educação eram consonantes com as respostas dadas pelas crianças. Para este estudo escolheu-se uma amostra de conveniência de pais/encarregados de educação e respectivas crianças/educandos da Instituição Jardim-de-Infância e C.A.T.L. “O Varino" da Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros. Como instrumentos de recolha de dados foram utilizados dois questionários elaborados para o estudo. Um destinava-se aos pais/encarregados de educação e o outro às crianças. Também foi observada a cavidade oral das crianças para determinar a prevalência de cárie dentária e avaliar o índice de acumulação de placa bacteriana. A amostra foi composta por 94 pais/encarregados de educação e respectivas crianças que se encontravam em condições de análise. Para responder aos nossos objectivos os questionários foram elaborados tendo em conta três dimensões: a primeira dimensão para caracterização sócio-demográfica da amostra; a segunda para conhecer e avaliar comportamentos e hábitos em saúde oral da amostra; e a terceira para avaliar os conhecimentos em saúde oral da amostra. Relativamente à observação da cavidade oral verificou-se que 76...

"Avaliação da influência da educação precoce em saúde bucal e do uso de dentifrícios fluoretados sobre a prevalência de cárie dentária na primeira infância do município de Belém-Pará"; Evaluation of the influence of early education oral health care and the use of fluoridated dentifrice on the prevalence of dental caries in early childjooh int he city of Belem - Pará

Galindo, Vaneska Azevedo de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2003 Português
Relevância na Pesquisa
85.95%
RESUMO Este estudo avaliou a influência da educação precoce em saúde bucal do núcleo familiar e do uso de dentifrícios fluoretados sobre a prevalência de cárie dentária na primeira infância. Foram compostos dois grupos de crianças na faixa etária de 6 a 30 meses, diferindo entre si quanto ao acesso à atenção odontológica. O grupo I foi formado por 152 crianças pertencentes ao Projeto Odontobebê (Universidade Federal do Pará), enquanto o grupo II constituído por 94 crianças que não haviam recebido atendimento odontológico até a data do exame. Foi aplicado um questionário às mães com 19 perguntas a respeito dos hábitos alimentares, condutas de higiene bucal e utilização de dentifrícios fluoretados pelas crianças. Sinais clínicos da doença cárie, incluindo lesões cavitadas e manchas brancas ativas, além da presença de biofilme visível, foram avaliadas através do exame clínico. Os dados coletados foram submetidos à análise estatística, utilizando-se o software estatístico Minitab versão 11.0 com um nível de significância de 5% (P; SUMMARY This paper has evaluated the influence of early education in oral health care of the family nucleus and the use of fluoridated dentifrices on the prevalence of dental caries in early childhood. Two groups of children were made up from children aged o0 t0 30 months...

Análise do conhecimento em saúde bucal dos professores de ensino fundamental das escolas públicas de Bauru-SP; Analysis of the oral health knowledge of teachers of public schools at Bauru-SP

Sant'Anna, Rute Moreira de Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
86.06%
Os professores da rede pública são referenciais de informações sobre saúde bucal para seus alunos, seja por trazer a responsabilidade dos ensinamentos em saúde, ou por estabelecer, pela convivência periódica, oportunidades de trabalhar questões dos cuidados na prevenção das doenças bucais através de suas atitudes e ensinamentos, na construção dos conceitos de saúde em geral aos escolares. Este trabalho teve como objetivo geral analisar o conhecimento dos professores de ensino fundamental da 1ª à 4ª série da rede pública no município de Bauru-SP sobre saúde bucal. Como objetivo específico, investigar qual a atitude desses profissionais, em relação à educação em saúde e promoção de saúde bucal na sala de aula. Foram realizadas entrevistas individuais por meio da aplicação de um questionário semi-estruturado contendo 20 questões abertas e fechadas, com 307 professores, de 24 escolas estaduais e municipais. Verificou-se, neste estudo, resultados em que se destacam: 92,5 % dos entrevistados relataram falar da importância da saúde bucal para os alunos, 36,0 % receberam treinamento de saúde bucal, 48,0 % citaram prevenção à cárie como função do flúor. Por outro lado, 10,7% desconheciam local de acesso ao flúor...

Formação de agentes comunitários de saúde na região amazônica: o uso de videoconferência como ferramenta auxiliar na educação em saúde bucal

Maia Junior, Adelson Francisco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
96.01%
O objetivo deste estudo é apresentar uma metodologia de ensino à distância, por meio de videoconferência, para capacitar Agentes Comunitários de Saúde em relação à prevenção e educação em saúde bucal. Foram preparados doze módulos a serem desenvolvidos no período de um ano, sendo que cada módulo foi constituído por uma aula presencial e uma não presencial. Os temas adotados nestes módulos permitirão aos Agentes Comunitários de Saúde multiplicar os conhecimentos adquiridos nas micro-áreas em que atuam. O instrumento de medida proposto foi um questionário a ser aplicado antes, durante e após a capacitação, composto por questões relacionadas à saúde bucal. A videoconferência como ferramenta auxiliar de ensino é uma alternativa para a capacitação do ACS, uma vez que os municípios da região amazônica se situam afastados dos grandes centros formadores e dificultam o acesso destes profissionais. O planejamento de aplicação na região amazônica não exclui a possibilidade de aplicação da metodologia aqui apresentada em outras áreas geográficas de difícil acesso.; The objective of this study is to present a methodology for distance learning through videoconferencing to train Community Health Workers for the prevention and oral health education. It were prepared twelve modules to be developed within one year...

Programa de educação em saúde bucal para crianças com fissura labiopalatina; Interactive kit for oral health education of cleft lip and palate children

Franco, Adriana Cristina Silveira Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
96.07%
O presente estudo teve por objetivo avaliar a efetividade de um programa de educação odontológica em pacientes com fissura de lábio e/ou palato. A amostra foi composta de 38 pacientes com fissura de lábio e/ou palato, matriculados para tratamento no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais/Universidade de São Paulo (HRAC/USP), entre 5 a 12 anos, divididos em 2 grupos: Grupo 1 (controle) - pacientes que realizaram profilaxia profissional e Grupo 2 (experimental) - pacientes que receberam orientação de educação e motivação em saúde bucal e controle de placa bacteriana. Os pacientes foram avaliados durante 6 sessões, com intervalos de 30 dias entre as mesmas. Para avaliar o controle de placa, utilizou-se o índice PHP. A avaliação foi realizada por meio do Aplicativo Dent Clean que faz parte do programa de educação em saúde bucal. Para avaliar o conhecimento sobre saúde bucal foi utilizado um questionário composto de 16 questões na 1a e 6a sessão. Para as comparações do PHP inicial e após 6 meses entre os grupos utilizou-se os testes de Mann-Whitney e Wilcoxon. Os conceitos obtidos pelos questionários foram submetidos à análise estatística por meio do teste t e teste t pareado. Com relação ao exame PHP inicial...

Elaboração de manuais de orientação para o cuidado em saúde; The development of handbooks of health care guidelines; Elaboración de manuales de orientación para el cuidado en salud

Echer, Isabel Cristina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
85.83%
Este artigo relata a experiência da autora na construção de manuais de orientação para o cuidado em saúde, no qual a descrição da metodologia utilizada é o foco principal. Tais manuais de orientação têm como objetivo subsidiar a orientação verbal dos profissionais da saúde aos pacientes e familiares, reforçando assim,a educação em saúde.; Es un relato de experiencia que aborda la trayectoria de la autora en la construcción de manuales de orientación para el cuidado en salud y tiene la descripción de la metodología utilizada como punto principal. Dichos manuales de orientación tienen como objetivo sostener la orientación verbal de los profesionales de la salud a los pacientes y sus familiares, reforzando así la educación en salud.; This article is an experiment report on the author’s development of health care guideline manuals, focusing on a methodological description. These guiding manuals aim to support health care professionals to provide oral teaching to patients and family members, thus enhancing health education.

Conhecimento sobre saúde bucal por concluintes de pedagogia

Garbin, Cléa Adas Saliba; Garbin, Artênio José Isper; Santos, Karina Tonini dos; Hidalgo, Lídia Regina da Costa; Moimaz, Suzely Adas Saliba
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 453-462
Português
Relevância na Pesquisa
86.04%
Este estudo teve por objetivo investigar as opiniões e o conhecimento de concluintes do curso de Pedagogia da cidade de Araçatuba, São Paulo, Brasil, em 2009, sobre saúde bucal. Para tanto, foi utilizado um questionário semiestruturado, abordando as opiniões dos estudantes sobre educação em saúde bucal e seu conhecimento sobre aspectos relativos à cárie dentária, à odontologia preventiva e à odontologia na primeira infância. de um universo de 120 estudantes, 92 (76,6%) consentiram participar do estudo. Destes, 86,8% acadêmicos acham que o professor deve atuar como educador em saúde bucal e 92,4% consideram importante a sua integração com profissionais de saúde. Responderam corretamente sobre o conceito de placa bacteriana e cárie dentária, respectivamente, 9% e 34,8%. Sobre o surgimento da cárie e sobre a possibilidade de se ter dentes saudáveis a vida inteira, responderam corretamente 67% e 83,7%, respectivamente. Assim, os concluintes de Pedagogia têm opiniões positivas em relação à educação em saúde bucal; entretanto, o seu conhecimento sobre a temática abordada é insatisfatório, uma vez que eles serão futuros professores e formadores de opinião.; This study aimed to investigate the opinions and knowledge on oral health among 2009 graduates in Education at the city of Araçatuba (state of São Paulo). To this end...

Saúde bucal: uma revisão crítica sobre programações educativas para escolares

Pauleto, Adriana Regina Colombo; Pereira, Maria Lucia Toralles; Cyrino, Eliana Goldfarb
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 121-130
Português
Relevância na Pesquisa
86.03%
Em saúde bucal, a situação epidemiológica brasileira ainda é grave devido às condições sociais e econômicas da população, à pequena parcela de investimentos que a área recebe em relação ao total do SUS e à falta de informação sobre os cuidados básicos de saúde. Embora a odontologia se mostre muito desenvolvida em tecnologia, não responde em níveis significativos às demandas dos problemas de saúde bucal da população. Nesse contexto, a educação em saúde bucal tem sido cada vez mais requisitada, considerando o baixo custo e as possibilidades de impacto odontológico no âmbito público e coletivo. A importância de práticas preventivas e educativas em saúde bucal nos levou a realizar este estudo, apontando diferentes programas odontológicos, mediante estudo de revisão, para analisá-los em suas propostas, metodologias, possibilidades e limitações, visando refletir sobre o tema com foco nos aspectos educativos que ainda desafiam os programas de saúde bucal. Identificaram-se quatro tendências nos programas analisados. O estudo apontou para a necessidade de se repensar as práticas educativas.; The Brazilian epidemiological situation in oral health is still serious due to inappropriate social and economic conditions of the population; the small amount of investment compared to the total amount of SUS; and lack of information about basic health cares. Although the dentistry sector seems to be very developed regarding technology...

Avaliação do programa de educação em saúde bucal da Faculdade de Odontologia de Araçatuba

Pereira, Alessandro Aparecido
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 141 f. : il. + 1 cd-rom
Português
Relevância na Pesquisa
96.09%
Pós-graduação em Odontologia Preventiva e Social - FOA; Um programa de Educação em Saúde para ser considerado eficiente precisa ser avaliado de maneira objetiva. O objetivo deste estudo foi avaliar o Programa de Educação em Saúde Bucal desenvolvido pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba-UNESP. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa por amostragem em alunos de 5as.e 8as. séries da rede pública de Araçatuba/SP, onde o tamanho mínimo da amostra foi de 384 escolares para cada série. Para participar da pesquisa as crianças e adolescentes deveriam ter estudado em Araçatuba/SP da 1a. a 4a. série do ensino fundamental em escola da rede pública estadual ou municipal. Os dados foram coletados através de um questionário com questões sobre o conhecimento em saúde bucal e analisados utilizando o software EPI 2000. Nas 23 questões de múltipla escolha obteve-se o número médio de acertos de 14, na 5a. série e 15, na 8a. série, correspondendo a mais de 50,0% de acertos em ambas as séries. As perguntas abertas foram analisadas pelo método de análise de conteúdo, quando o que mais se destacou foi a importância de escovar os dentes para evitar a cárie, 79,2% dos escolares da 5a. série e 77,2% da 8a.série demonstraram a influência positiva do Programa no cuidado dos dentes. Após a análise dos resultados pode-se concluir que o Programa de Educação em Saúde Bucal avaliado...

Educação em saúde bucal na escola: uma análise dos sujeitos envolvidos no processo

Santos, Karina Tonini dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 140 f. : il. + 1 cd-rom
Português
Relevância na Pesquisa
86.07%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Odontologia Preventiva e Social - FOA; A Educação em Saúde Bucal no âmbito escolar constitui um instrumento essencial para o desenvolvimento integral da criança. O objetivo da pesquisa foi: verificar a influência de pré-escolares participantes de um Programa de Educação em Saúde Bucal (ESB) nas práticas de saúde bucal de sua família; investigar a percepção de acadêmicos de Odontologia sobre ESB; analisar a visão de escolares frente ao tema “como cuidar do dentes”; investigar as opiniões e conhecimento de concluintes de Pedagogia sobre saúde bucal. A amostra foi composta por 119 pais de pré-escolares, 78 acadêmicos de Odontologia, 60 crianças e 120 concluintes de Pedagogia. A pesquisa foi caracterizada como um estudo exploratório descritivo, com abordagem quanti-qualitativa. Para a coleta de dados com pais e acadêmicos de ambos os cursos, foram utilizados questionários semi-estruturados, auto-aplicados, com perguntas abertas e fechadas. As percepções das crianças foram coletadas por meio de redações e de desenhos. Participaram do estudo 63 (52,9%) pais, 54 (69,2%) acadêmicos de Odontologia, 43 (71,6%) crianças e 92 (76...

O professor e a educação em saúde : um estudo qualiquantitativo; The schoolteacher and the health education : a qualiquantitative study

Fabíola Mayumi Miyauchi Kubo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
O professor de ensino fundamental pode assumir um papel muito importante na educação em saúde dos escolares. O objetivo desta pesquisa foi identificar a opinião dos educadores quanto ao papel da escola em relação à saúde dos alunos, se e como trabalhavam conteúdos sobre saúde geral e bucal, se existiam dificuldades em ensinar saúde bucal e como estes profissionais achavam que as Faculdades de Odontologia poderiam auxiliá-los nesse papel de educadores em saúde. Um questionário semi-estruturado foi respondido por 89 professores, de 18 à 65 anos de idade, os quais ministravam aulas para 1ª a 4ª série em escolas municipais de Indaiatuba. Os dados obtidos foram analisados qualiquantitativamente por meio do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Verificou-se que os professores acreditavam ser função da escola orientar e conscientizar os alunos sobre saúde e eles trabalhavam assuntos de saúde geral e bucal de diversas formas. Porém, relataram algumas dificuldades ao abordar o tema saúde bucal e expressaram a necessidade de parcerias em projetos entre as faculdades de odontologia e as escolas. Concluiu-se que 94% dos professores ensinavam educação em saúde para seus alunos.; The schoolteacher of basic education can play a very important role in schoolchildren´s health education. The aim of this research was to identify the educators´ opinions about the role of school in relation to student?s health...

Educação em Saúde Bucal para Idosos Residentes em Município de Pequeno Porte

Medaglia, Graziela Mayra Vieira
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: tccgrad Formato: 70 f.
Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Odontologia.; Objetivo: Construir melhores práticas de educação em saúde bucal orientadas aos idosos. Método: Pesquisa-ação realizada em grupos de convivência para idosos. Os grupos foram divididos em Não-Intervenção (G-NI) e Intervenção (G-I), aleatoriamente. Participaram, no total, 69 idosos: 33 do G-I e 36 do G-NI. Em ambos, foram coletados dados sobre uso de serviços odontológicos, hábitos de higiene bucal e conhecimento em saúde bucal, utilizando-se um questionário fechado. Os idosos dos G-NI realizaram suas atividades de modo rotineiro. Os idosos do G-I participaram de uma série de 3 encontros nos quais foram realizadas atividades educativas em saúde bucal, com metodologias ativas fundamentadas na construção compartilhada do conhecimento. Para a identificação e construção das melhores práticas, foram considerados parâmetros quantitativos e qualitativos. Na dimensão quantitativa dois aspectos foram analisados: conhecimento sobre saúde bucal e utilização de serviços odontológicos. Para análise do conhecimento adquirido pelos idosos, utilizou-se o instrumento REALD-30, com 30 palavras relacionadas à saúde bucal/odontologia. Foi aplicada análise estatística descritiva e inferencial. A dimensão qualitativa foi realizada por meio de entrevista aberta individual com 10 idosos. Os dados foram gravados...

Análise do conhecimento e das concepções sobre saúde oral de alunos de odontologia: avaliação por meio de mapas conceituais

Struchiner,Miriam; Vieira,Alexandre Rezende; Ricciardi,Regina Maria Vieira
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 Português
Relevância na Pesquisa
85.95%
O objetivo inicial deste trabalho foi apreender a estrutura cognitiva de alunos do último ano (sétimo período) do curso de graduação em odontologia da UFRJ em relação à temática do esmalte. Essa temática é de fundamental importância para a compreensão da saúde oral, na medida em que oferece conceitos científicos importantes e fundamentais para o exercício da prática clínica e preventiva, bem como por ser objeto de estudo em várias disciplinas ao longo do curso de Odontologia. Para a análise da estrutura cognitiva, utilizou-se a estratégia de mapas conceituais proposta por Novak e fundamentou-se na teoria da Aprendizagem Significativa, de Ausubel. A análise dos mapas elaborados pelos estudantes possibilitou um estudo não só sobre a estrutura cognitiva e as concepções sobre saúde oral dos alunos, como também permitiu um diagnóstico do conhecimento em diversos aspectos relevantes à formação científica e profissional, apontando para a necessidade de se repensar o processo ensino-aprendizagem nos cursos de Odontologia.

As práticas preventivas no controle da cárie dental: uma síntese de pesquisas

Chaves,Sônia Cristina Lima; Vieira-da-Silva,Lígia Maria
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 Português
Relevância na Pesquisa
85.79%
Foi realizada uma revisão sistemática de trabalhos de pesquisa sobre a efetividade das ações preventivas no controle da cárie dental, publicados no MEDLINE no período compreendido entre 1980 e 1998. Foram localizados 210 artigos, sendo que seus resumos foram analisados segundo as estratégias de intervenção, os tipos de desenho de pesquisa utilizados e os efeitos. As práticas preventivas mais avaliadas foram os dentifrícios com flúor (20,5%), os bochechos com flúor (17,2%) e os selantes oclusais (18,1%). Houve uma predominância de estudos em indivíduos na idade escolar entre 6 e 12 anos (53,8%). Observou-se um maior número de trabalhos oriundos da Europa Ocidental (58,6%), seguidos dos Estados Unidos (20,4%). Não foram encontradas relações entre o resultado (estudos efetivos e não efetivos) e o tipo de estratégia avaliada, por um lado, e o tipo de desenho do estudo utilizado, por outro. Esse fato revela que outras explicações para a diversidade dos resultados devem ser buscadas, principalmente no que diz respeito ao contexto de implantação dos programas (onde, como e quem os implementa). A educação em saúde oral está sendo pouco descrita ou considerada nos estudos de intervenção isolados.

Conhecimentos e práticas em saúde bucal com crianças hospitalizadas com câncer

Barbosa,Aline May; Ribeiro,Dayane Machado; Caldo-Teixeira,Angela Scarparo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
85.76%
O objetivo do estudo foi avaliar os conhecimentos e práticas em saúde bucal (SB) com crianças hospitalizadas com câncer. A amostra foi composta pela equipe de enfermagem, cuidadores e crianças. Foi aplicado um questionário relacionado ao conhecimento geral sobre SB, métodos e instrumentos utilizados para a higiene oral (HO) e dados socioeconômicos. Baseado nos resultados, quem realiza a HO das crianças são os cuidadores (90,7%), que receberam orientações da equipe de enfermagem em 21,4% dos casos. Com relação ao desconforto na cavidade bucal, a equipe de enfermagem reportou que todos apresentaram manifestações clínicas, enquanto apenas 62,8% dos cuidadores reportaram casos. Todos os participantes consideram importante haver um CD no setor de oncologia. Pôde-se concluir que não existe um protocolo de cuidados com a higiene bucal de crianças hospitalizadas com câncer e que as manifestações bucais mais frequentes entre os pacientes em tratamento antineoplásico foram: mucosite, enjoos, vômitos, xerostomia e ausência de paladar.

Avaliação das ações de educação na saúde bucal de adolescentes dentro da Estratégia de Saúde da Família

Turrioni,Ana Paula Silveira; Salomão,Fernanda Gonçalves Duvra; Monti,José Fernando Casquel; Vazquez,Fabiana de Lima; Cortellazzi,Karine Laura; Pereira,Antonio Carlos
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
85.87%
OBJETIVO: avaliar as ações de educação na saúde bucal de adolescentes dentro da Estratégia de Saúde da Família. METODOLOGIA: foi aplicado um questionário e realizado exame clínico avaliando biofilme e inflamação gengival em 80 adolescentes antes e depois das intervenções. Um estudo qualitativo da técnica de escovação também foi realizado em 15 adolescentes pertencentes à amostra. RESULTADOS: observou-se melhora na higiene oral dos que participaram das ações na escola, aumento no número daqueles que apresentaram gengiva saudável ou inflamação leve no segundo exame nos grupos escola e visita domiciliar. Com relação ao consumo de doces, o grupo semanal e da escola apresentou diminuição entre o 1º e o 2º exames. Houve um aumento na frequência de escovação no grupo escola. CONCLUSÃO: diante da importância das ações educativas verificadas neste estudo, parece-nos importante o processo de capacitação e o planejamento conjunto das ações entre os profissionais da escola e os profissionais de saúde.

Fonoaudiologia e promoção da saúde: relato de experiência baseado em visitas domiciliares

Goulart,Bárbara Niegia Garcia de; Henckel,Caroline; Klering,Clara Eunice; Martini,Maristela
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
85.97%
OBJETIVO: relatar a experiência de atuação fonoaudiológica para promoção da saúde baseada em visita domiciliar. MÉTODOS: a partir da realização de visitas domiciliares e entrevistas com um morador de cada domicílio visitado foram levantadas demandas gerais ligadas ao processo de saúde-doença, bem como realizadas as orientações e encaminhamentos para os serviços de atenção básica, quando necessário. RESULTADOS: foram visitadas 30 famílias, das quais 27 têm a mulher como principal provedora afetiva e financeira do núcleo familiar; sendo que nenhuma destas mulheres concluiu o ensino fundamental. Em média residem cinco moradores por domicílio, sendo pelo menos, duas crianças e um idoso; 10 das famílias visitadas não possuem, entre os residentes, alguém com trabalho fixo. As crianças costumam frequentar regularmente a escola. Tabagismo e alto índice de abandono dos estudos na adolescência também foram comumente referidos. Dentre as 63 crianças residentes nos domicílios visitados, os atrasos de linguagem e distúrbio fonológico consistem as alterações da comunicação humana mais comumente referidas, assim como o uso de chupeta e/ou mamadeira. Cada visita resultou em breve relato descritivo dos achados...

Fonoaudiologia e promoção da saúde: relato de experiência baseado em visitas domiciliares

Goulart,Bárbara Niegia Garcia de; Henckel,Caroline; Klering,Clara Eunice; Martini,Maristela
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
85.97%
OBJETIVO: relatar a experiência de atuação fonoaudiológica para promoção da saúde baseada em visita domiciliar. MÉTODOS: a partir da realização de visitas domiciliares e entrevistas com um morador de cada domicílio visitado foram levantadas demandas gerais ligadas ao processo de saúde-doença, bem como realizadas as orientações e encaminhamentos para os serviços de atenção básica, quando necessário. RESULTADOS: foram visitadas 30 famílias, das quais 27 têm a mulher como principal provedora afetiva e financeira do núcleo familiar; sendo que nenhuma destas mulheres concluiu o ensino fundamental. Em média residem cinco moradores por domicílio, sendo pelo menos, duas crianças e um idoso; 10 das famílias visitadas não possuem, entre os residentes, alguém com trabalho fixo. As crianças costumam frequentar regularmente a escola. Tabagismo e alto índice de abandono dos estudos na adolescência também foram comumente referidos. Dentre as 63 crianças residentes nos domicílios visitados, os atrasos de linguagem e distúrbio fonológico consistem as alterações da comunicação humana mais comumente referidas, assim como o uso de chupeta e/ou mamadeira. Cada visita resultou em breve relato descritivo dos achados...

Educação em saúde auditiva no neonato e lactente com profissionais de enfermagem

Barbosa, Camila Padilha; Griz, Silvana Maria Sobral (Orientadora); Linhares, Francisca Márcia Pereira (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: dissertacao
Português
Relevância na Pesquisa
95.96%
A audição é um dos sentidos necessários à aquisição de importantes informações para o desenvolvimento humano. Essa relação entre audição e o desenvolvimento da linguagem oral faz com que o diagnóstico da perda auditiva deva ser realizado o mais cedo possível. Para isso, é necessária a atuação de uma equipe multidisciplinar. Este estudo destaca os profissionais de Enfermagem, pelo fato destes estarem em contato mais direto e por maior tempo com a clientela atendida no serviço de saúde. Entretanto, para que estes profissionais atuem na promoção da saúde auditiva há necessidade destes obterem informações sobre esta temática, por meio de ações educativas, considerando que esta não é abordada sistematicamente em sua formação profissional. O eixo norteador desta dissertação foi: ações de educação em saúde podem modificar o conhecimento dos profissionais de enfermagem frente à saúde auditiva do neonato e lactente? Para responder essa questão foram feitos três artigos. O artigo de revisão objetivou investigar estudos sobre educação em saúde e capacitação que abordassem o tema triagem neonatal e/ou audição. As bases de dados pesquisadas foram Lilacs, Medline e IBECS, resultando em dez estudos...