Página 1 dos resultados de 599 itens digitais encontrados em 0.244 segundos

The Development of Science Education Research in Brazil and Contributions from the History and Philosophy of Science

VILLANI, Alberto; DIAS, Valéria Silva; VALADARES, Juarez Melgaco
Fonte: ROUTLEDGE JOURNALS, TAYLOR & FRANCIS LTD; London Publicador: ROUTLEDGE JOURNALS, TAYLOR & FRANCIS LTD; London
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
65.99%
Over the last 50 years a new research area, science education research, has arisen and undergone singular development worldwide. In the specific case of Brazil, research in science education first appeared systematically 40 years ago, as a consequence of an overall renovation in the field of science education. This evolution was also related to the political events taking place in the country. We will use the theoretical work of Rene Kaes on the development of groups and institutions as a basis for our discussion of the most important aspects that have helped the area of science education research develop into an institution and kept it operating as such. The growth of this area of research can be divided into three phases: The first was related to its beginning and early configurations; the second consisted of a process of consolidation of this institution; and the third consists of more recent developments, characterised by a multiplicity of research lines and corresponding challenges to be faced. In particular, we will analyse the special contributions to this study gleaned from the field known as the history and philosophy of science.

Why Implementing History and Philosophy in School Science Education is a Challenge: An Analysis of Obstacles

HOETTECKE, Dietmar; SILVA, Cibelle Celestino
Fonte: SPRINGER Publicador: SPRINGER
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
55.91%
Teaching and learning with history and philosophy of science (HPS) has been, and continues to be, supported by science educators. While science education standards documents in many countries also stress the importance of teaching and learning with HPS, the approach still suffers from ineffective implementation in school science teaching. In order to better understand this problem, an analysis of the obstacles of implementing HPS into classrooms was undertaken. The obstacles taken into account were structured in four groups: 1. culture of teaching physics, 2. teachers` skills, epistemological and didactical attitudes and beliefs, 3. institutional framework of science teaching, and 4. textbooks as fundamental didactical support. Implications for more effective implementation of HPS are presented, taking the social nature of educational systems into account.; European Commission; European Commission

História e Filosofia da Ciência: da Teoria para a Sala de Aula; History and Philosophy of Science: from theory to classroom activities

Vannucchi, Andrea Infantosi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/1997 Português
Relevância na Pesquisa
65.78%
Este trabalho discute a introdução de tópicos de História e Filosofia da Ciência no ensino de Física para o segundo grau. Procurou-se dar embasamento teórico para atividades com tal temática, tanto no que diz respeito a questões metodológicas, com a análise de resultados de pesquisas em Didática das Ciências, como, também, quanto aos conteúdos histórico e filosófico. Tomando-se como tema o episódio de aperfeiçoamento da luneta no século XVII, foram elaboradas duas atividades de ensino que têm como finalidades a discussão das relações entre Ciência e Tecnologia e o papel dos referentes teóricos dos cientistas na observação e interpretação de dados. As atividades foram introduzidas em sala de aula e analisadas através de seu registro em vídeo.; The introduction of topics on history and philosophy of science in high school physics curriculum is discussed. Theoretical basis for the design of activities is presented concerning both methodological aspects, with the analysis of research on the teaching of science as, also, historical and philosophical content. Within the episode of the improvement of the telescope in the 17th century, two activities were developed, having the discussion of the relationship between science and technology and the influence of theoretical references of scientists on data observation and interpretation as themes. The activities were tried out in classroom and analysed through videotape records.

Entre a educação e o plano de pensamento de Deleuze & Guattari: uma vida...; Between the education and the plane of thought of Deleuze & Guattari: a life...

Benedetti, Sandra Cristina Gorni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
55.93%
Por meio de nove atmosferas distintas, distribuídas em três capítulos, construiu-se um esboço de cartografia teórica de alguns estudos educacionais voltados à filosofia das multiplicidades de Gilles Deleuze & Félix Guattari, a partir da seguinte questão: o que se passa entre a educação e o plano de pensamento desses autores? As atmosferas anteriores e o primeiro capítulo dizem da construção do objeto da presente pesquisa: desde sua errância até a opção por tal plano de pensamento, e não outro. No segundo capítulo, são selecionados e apresentados alguns conceitos que permitem considerar a educação escolar na ausência do sujeito da educação, tradicionalmente tomado como fundamento e fim último da lida pedagógica; daí a opção pela concepção de aprendizagem de Deleuze. No último capítulo, questiona-se o lugar da identidade como ficção psíquica que a escola tem auxiliado a construir desde sua fundação, assim como se discutem os devires da educação por meio da análise dos efeitos de ruptura, resistência e criação materializados em 11 textos que enfrentam a tradição pedagógica com novas armas. Municiados de conceitos do plano de pensamento de Deleuze & Guattari e de outros criados a partir deste...

Uma análise da história e filosofia da ciência presente em livros didáticos de física para o ensino médio; An analysis of the history and philosophy of science presented in physics textbooks for secondary education

Pagliarini, Cassiano Rezende
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
55.91%
Pesquisas atuais na área de ensino de ciências têm enfatizado a importância de uma formação científica humanística que seja ampla e geral, mais significativa para estudantes em todos os seus níveis de ensino. Assim, considerando o âmbito das pesquisas sobre as potencialidades do uso da história da ciência no ensino e a importância de se ensinar sobre a natureza da ciência (NdC), torna-se relevante pesquisar a presença desses conteúdos nos livros didáticos, dada sua grande influência no ensino, já que assume um papel crucial na educação, e também o fato de o livro didático não ser totalmente desprovido de conteúdos desse tipo. Sendo assim, este trabalho analisa como a história da ciência é apresentada por alguns dos mais populares livros didáticos de física para o ensino médio no Brasil, bem como as concepções sobre a natureza da ciência envolvidas nestas narrativas históricas. Geralmente, a história da ciência encontrada nos livros didáticos é distorcida e simplificada, o que se chama de pseudo-história, reforçando alguns conhecidos mitos científicos e transmitindo falsas concepções acerca da natureza da ciência a estudantes e professores. Nesta análise, dois importantes norteadores educacionais brasileiros são considerados...

Entre as palavras e a intervenção social: análise de uma trajetória individual em uma ação de educação ambiental interpretada a partir da filosofia da práxis; Between words and social intervention: analysis of an individual trajectory in an environmental education action interpreted from the philosophy of praxis

Malagodi, Marco Antonio Sampaio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.08%
Essa pesquisa aborda um esforço de compreensão e de elaboração da dialética de uma ação desenvolvida pelo autor no campo da educação ambiental, fazendo emergir os desafios da integração entre teoria e prática na produção científica. Embora não tenha se estruturado como uma pesquisa-ação, a investigação resultou no esclarecimento da distância que a separa daquela metodologia. O objeto da pesquisa foi inicialmente a trajetória do autor através do acontecimento do Curso de formação de agentes locais de sustentabilidade (2003-2004) promovido pela Universidade de São Paulo e financiado por uma empresa brasileira do setor de celulose e papel. Inicialmente pretendeu-se demonstrar a tese de que a pouca dedicação à dimensão teórica naquela prática (representada pelas imprecisões no uso das palavras que se empregava) poderia indicar uma obstrução significativa da dialética teoria-prática nas formas de pensamento-linguagem do autor, dificultando a reflexividade crítica que se pretendia alcançar neste processo formativo. Seguindo as pistas de uma pedagogia da práxis, desenvolveu-se um estudo filológico a partir das noções de dialética, filosofia da práxis e pedagogia, interrogando-se sobre o conceito de práxis. Essa investigação levou o pesquisador a revisitar algumas trajetórias de sua iniciação no campo da educação ambiental. Entre as interpretações que se tornaram possíveis na argumentação da tese...

Filosofia da educação na formação do pedagogo: discurso de autonomia e fabricação de heteronomia; Philosophy of Education: discourse of autonomy and fabrication of heteronomy.

Vieira, Marilene de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.06%
Esta tese teve por objetivos analisar a possibilidade de a disciplina Filosofia da Educação contribuir para que os educandos construam sua autonomia e propor diretrizes para seu projeto. Teoricamente, a investigação apoia-se no processo de autocriação da sociedade e da fabricação de seus indivíduos, nas dimensões imaginárias e conjuntistaidentitária. Para melhor compreensão da disciplina, buscaram-se a sua instituição na formação dos educadores, com análise do monopólio legislativo do Estado na educação; a institucionalização da formação dos professores e a tentativa de cientismo da educação. Elegeram-se como material empírico da proposta, as disciplinas de Filosofia da Educação do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Viçosa, que guardavam, em geral, identificação/semelhança com seus congêneres em outras instituições, bem como entrevistas com dirigentes acadêmicos e professores que as ministravam. Em virtude de a organização, estrutura e conteúdo dessas disciplinas não potencializarem a interrogação e nem a possibilidade de construção de sua autonomia pelos educandos, consistindo tão-somente em discurso de autonomia e fabricação da heteronomia, este trabalho fundamentou-se no pensamento de que a única Filosofia da Educação que pode contribuir para a construção do sujeito reflexivo e deliberante...

Leopoldo Zea e a contribuição de sua filosofia para a educação; Leopoldo Zea and the contribution of philosophy to education

Marcondes, Ofelia Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
55.99%
O objetivo deste trabalho é apresentar as duas principais categorias presentes na filosofia de Leopoldo Zea: circunstância e mestiçagem, buscando elementos que possam contribuir para o pensamento educacional. O pensamento de Leopoldo Zea, filósofo mexicano do século XX, está na base da Filosofia da Libertação e iniciou suas pesquisas com o objetivo de compreender o homem a partir de sua realidade mais próxima, o México. Entende o homem como pessoa concreta, de carne e osso, inserido em suas circunstâncias, com as quais dialoga de maneira dialética: transforma-as, ao mesmo tempo, que é transformado por elas. As circunstâncias constituem sua situação vital, nas quais manifesta sua concretude e expressa sua liberdade. O homem é concebido como um ente histórico que participa da tripla dimensão temporal (passado-presente-futuro) e constrói a história à medida que enfrenta os problemas apresentados pelas circunstâncias. Sob essa perspectiva, busca a identidade do homem latinoamericano que deve se compreender como mestiço e reconhecer sua condição de dependência sócio-cultural para que possa iniciar um processo de libertação de qualquer situação de opressão. A libertação do homem de seu estado de dependência sócio-cultural só é possível através da compreensão histórica e do conhecimento de si mesmo. Daí decorre a proposta de que educar é formar homens livres...

Narrativas infantis: estudo da agência da criança no contexto de uma creche universitária; Children´s narratives: a study of child´s agency in the context of a nursery school within a university.

Melo, Ceciana Fonseca Veloso de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
55.89%
Esta dissertação de mestrado tem por objeto de estudo as narrativas de crianças de 4 anos, de um agrupamento de creche universitária, com Projeto Político Pedagógico que se aproxima de propostas da chamada pedagogia da participação: reconhecendo na ação comunitária (que inclui a agência da criança) a força do processo educativo. Segundo as perspectivas de John Dewey, um dos pioneiros da educação nova ou progressiva, a Filosofia da Experiência é capaz de orientar as práticas pedagógicas não transmissivas, revisando e ressignificando os saberes constituídos. Desde Rousseau, no século XVIII, até os dias atuais, buscam-se novos caminhos para a educação de crianças, reconhecendo sua especificidade e seus direitos à participação em questões que lhes afetam. Para atingir os objetivos de uma educação de qualidade para a primeira infância, deve-se romper com as históricas tendências escolarizantes das propostas pedagógicas e considerar a cultura infantil em sua diversidade, tendo nas brincadeiras simbólicas seu eixo norteador. As teorizações do psicólogo contemporâneo Jerome Bruner, sobre a competência linguísticas das crianças e a capacidade de perceber e construir significados culturais fazem das narrativas infantis uma ferramenta para a pedagogia da participação. Adotou-se a investigação empírica para o registro de narrativas de crianças em instituição de educação infantil...

Relatos dos professores de ciências sobre a natureza da ciência e sua relação com a história e a filosofia da ciência; Report of Teachers of Science on the nature of science and its relationship with the History and Philosophy of Science.

Santana, Edson Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
65.85%
A abordagem da natureza da ciência e sua relação com a história e a filosofia da ciência, têm sido reconhecida tanto no âmbito nacional, como é possível encontra-la nos PCNs ( Parâmetros Currriculares Nacionais ), e também no contexto internacional como apresenta o Projeto 2061 produzido pela AAAS ( Associação Americana para o Progresso da Ciência ). Além destas, o tema é constante em diversas pesquisas, demonstrando assim sua relevância. Esta pesquisa procurou compreender como os professores interpretariam esta temática. O resultado demonstrou problemas com esta compreensão, ou seja, os professores não teriam estas questões bem compreendidas e, portanto as mesmas poderiam ser abordadas de formas inadequadas ou simplesmente não seriam abordadas. Há também um outro fator, pois diferentemente de outras questões relacionadas ao Ensino de Ciência como Sexualidade e Meio Ambiente, cujas mesmas são relatadas pelos professores. A temática sobre a natureza da ciência e sua conexão com a história e a filosofia da ciência, além de mal compreendidas, não haveria ainda uma clara consciência sobre a importância do assunto. Assim caberia aos cursos de formação de professores tratar a questão em duas frentes...

Aprender história com sentido para a vida: consciência histórica em estudantes brasileiros e portugueses; Learn history with sense to life: historical consciousness of brazilian and portuguese students.

Alves, Ronaldo Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
55.8%
É possível aprender História com sentido para a Vida? Esta pesquisa, cujo objetivo é compreender em que medida o pensamento histórico de estudantes brasileiros e portugueses apresenta aspectos de uma consciência histórica pertinente para a reflexão acerca das demandas da cultura histórica contemporânea, pautou-se por essa indagação. Em outras palavras, procurou verificar como o ensino de História, nas escolas públicas de Brasil e Portugal, tem contribuído para o desenvolvimento de uma consciência histórica que possibilite a satisfação das carências de orientação temporal e constituição de identidade na sociedade atual. Para a consecução dessa meta coletou informações com o intuito de conhecer os diferentes perfis de caráter socioeconômico e cultural dos grupos pesquisados, além de narrativas discentes geradas pela interpretação de um fato histórico comum a Brasil e Portugal - a transferência da família real portuguesa (1808). Tal material empírico foi analisado com critérios quantitativos e qualitativos, balizados pela interpretação do repertório teóricoepistemológico composto por experiências de autores de diferentes áreas do conhecimento histórico como a Filosofia da História, a Didática da História e a Educação Histórica. Este percurso possibilitou a construção de uma tipologia de análise narrativa que permite verificar as tendências de constituição do sentido histórico à orientação temporal subsumidas a grupos pesquisados. Em outras palavras...

Discutindo a natureza da ciência a partir de episódios da história da cosmologia; Discussing the nature of science from episodes of the history of cosmology

Henrique, Alexandre Bagdonas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
55.8%
Nesta pesquisa estudamos alguns episódios da história da cosmologia no século XX, buscando episódios interessantes que permitiram a discussão de certos aspectos da natureza da ciência de forma explícita na formação inicial de professores de ciências. Um dos objetivos desta pesquisa é fornecer subsídios para que se possa ensinar cosmologia com uma abordagem histórico-filosófica, o que é sugerido pelos PCN no tema estruturador "Universo, Terra e Vida". Esta proposta busca contribuir para a introdução de conteúdos de história e filosofia da ciência nos cursos de formação de professores e consequentemente na educação básica. O episódio histórico escolhido foi a controvérsia entre a teoria do Big Bang e a do Estado Estacionário, que ocorreu a partir da segunda metade do século XX. Tendo em vista a possibilidade de analisar as influências religiosas sobre essa controvérsia, argumentamos sobre a importância de se discutir a relação entre ciência e religião nas aulas de física, utilizando episódios da história da cosmologia como tema motivador. São apresentados três personagens históricos envolvidos nas controvérsias cosmológicas da década de 1950: o Papa Pio XII, Fred Hoyle e Georges Lemaître...

História e filosofia da ciência no ensino de ciências naturais: o consenso e as pespectivas a partir de documentos oficiais, pesquisas e visões dos formadores; History and philosophy of science in teaching of natural sciences: the consensus and the perspectives from official documents, research and teachers viewpoints

Kapitango-a-Samba, Kilwangy Kya
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
65.91%
A análise do distanciamento entre as orientações teóricas das instâncias decisórias (ID) sobre a inclusão da abordagem dos aspectos da História e Filosofia da Ciência no Ensino de Ciências Naturais (HFCECN) constitui o nosso objetivo de investigação, cujo problema foi identificar as ID e saber em que elas se distanciavam entre si em relação à HFCECN. Para tal, delimitamos o estudo de caso único qualitativo, tendo o Brasil como unidade caso sob o aspecto da HFCECN, cujas múltiplas unidades de análise foram as ID. Para coleta e análise de dados utilizamos a entrevista semiestruturada com especialistas, a análise de conteúdo e a análise documental. Da investigação resultou a identificação de quatro ID em relação à HFCECN, das quais três foram analisadas e identificamos que elas apresentam desconexão/discrepância metodológica e epistemológica de perspectivas diferentes, portanto, a convergência entre as ID está longe de ocorrer na realidade material do sistema educacional, o que pode inviabilizar a efetiva HFCECN. Os regulamentos oficiais apontam para a contextualização externa (sociocultural) e as pesquisas parecem assumir a HFC como conteúdo no ensino de ciências naturais, porém, dos 72 trabalhos de pesquisa analisados...

A significação de representações químicas e a filosofia de Wittgenstein; The meaning of chemical representations and the philosophy of Wittgenstein.

Silva, Jackson Gois da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.13%
Nesta tese fazemos um estudo da significação de representações químicas a partir da filosofia de Wittgenstein. Na comparação dessa filosofia com as propostas mais importantes do Ensino de Ciências, que são os paradigmas de Mudança Conceitual, Modelos Mentais e Perfis Conceituais, percebemos que essas propostas têm em comum o pressuposto representacional do significado. Isso quer dizer que o significado ocorre, nessas propostas, porque há uma relação de representação com objetos mentais, além de uma dependência lógica entre essas representações. Procuramos mostrar, a partir daí, os aspectos da filosofia de Wittgenstein que possibilitam a compreensão do significado como uso, e não como dependente de representações, objetos mentais ou da lógica. Com nossa proposta, o significado está integralmente na aprendizagem das formas de uso da nossa linguagem, não em entidades exteriores a ela. Isso resulta em consequências práticas para o ensino, uma vez que atividades que envolvem a fala e as ações a ela ligadas estão ao alcance de professores e pesquisadores, mas entidades mentais com dependência lógica não estão. Encontramos em nossa revisão da literatura a contribuição de um grupo de pesquisadores que tem produzido conhecimentos há uma década...

Dewey: a educação como instrumento para a democracia; Dewey: education as a tool for democracy

Baraldi, Sandro Adrián
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
55.97%
A educação dita tradicional, que só exige um trabalho de memorização de um conteúdo rígido e fixo, procura formar indivíduos para que se adaptem à sociedade em que vivem. Dessa forma, essas metodologias pedagógicas são conservadoras, ou seja, esperam que o sujeito adquira passivamente o conhecimento dessa sociedade e encontre o seu lugar social, modificando a si mesmo para conformar-se ao modus vivendi, porém sem alterar ou modificar em nada essa sociedade em que habita. O pressuposto latente nesse modo de pensar é a aceitação passiva da sociedade e a consideração de que nenhuma mudança é bem-vinda. John Dewey discorda dessa postura conservadora da educação e da sociedade humana como um todo e propõe uma filosofia da educação que seja crítica com ela mesma e com o mundo que nos cerca e, assim, possua capacidades reconstrutivas. O objetivo dessa filosofia é sua aplicação na formação de um ser humano, de modo a oferecer condições que o possibilitem criticar e reconstruir a sociedade em que deseja viver. Desse modo, para que seja possível esse novo estilo de vida, Dewey propõe um sistema filosófico que não seja um modelo fechado e eterno, mas orientações gerais que possibilitem a reconstrução contínua da sociedade.; The so-called traditional education requires only memorization of a rigid and fixed content...

Aspectos filosóficos e educacionais da química: investigando as concepções de doutorandos em química; Philosophical and educational aspects of chemistry

Lemes, Anielli Fabíula Gavioli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
55.91%
Este trabalho investigou concepções de dez estudantes de doutorado em química de uma Universidade pública paulista, sobre aspectos da filosofia da química. Buscou-se compreender como a química se caracteriza para esse grupo de pesquisadores, a fim de obter subsídios a respeito de como essa ciência pode ser mais bem ensinada e aprendida. Utilizou-se, como referencial teórico, trabalhos das áreas de filosofia da química e ensino de química, abordando as peculiaridades dessa ciência, para analisar o conjunto de transcrições de dois grupos de entrevistas semi-estruturadas realizadas com os doutorandos. A análise dos dados obtidos levou à classificação das concepções dos doutorandos em duas categorias e nove subcategorias. A categoria "características da área de atuação da química" foi subdividida em "presença profissional no setor produtivo", "aplicação prática", "desenvolvimento de novas formas de explicação", e "interfaces com outras ciências". A segunda categoria, "características do pensamento químico", abrangeu as subcategorias "realismo químico com referência a imagens", "realismo químico sem referência a imagens", "valorização das evidências experimentais", "caráter qualitativo e relacional entre as entidades químicas"...

O estatuto ontológico e epistemológico do conceito de orbital em livros didáticos de Química Geral no século XX: uma análise de seus fundamentos, suas representações e implicações para a aprendizagem; Ontological and epistemological status of the concept of orbital in twentieth-century General Chemistry textbooks

Rozentalski, Evandro Fortes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
55.8%
Um dos tópicos discutidos no âmbito da Filosofia da Química diz respeito ao realismo científico dos conceitos químicos, como, por exemplo, o conceito de orbital. O estatuto ontológico (referência ou não à realidade) dos orbitais passou a ser objeto de intenso debate a partir de 1999, quando da publicação do trabalho de Zuo e colaboradores, corroborado sem maiores ressalvas pelo editorial da revista Nature, no qual se afirmava que orbitais haviam sido observados diretamente. Nesse debate, não apenas aspectos ontológicos foram levantados, mas, também, aspectos epistemológicos em relação a esse conceito (o que é o orbital e a possibilidade de observá-lo). Esses aspectos têm implicações para a Química e, especialmente, para o Ensino de Química. Diante disso, esta dissertação tem como objetivo investigar como o conceito de orbital foi apresentado nos livros didáticos de Química Geral voltados para o Ensino Superior, ao longo do século XX. Foram selecionados livros didáticos utilizados no Brasil nesse período, por meio da identificação simultânea nas seguintes bases de dados: os catálogos das bibliotecas da Universidade de São Paulo (USP); da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e do site Estante Virtual...

Os jogos de linguagem e o ensino de filosofia: uma abordagem wittgensteiniana; Language games and teaching of philophy: a wittgensteinian reading

Pereira, Rafael
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
65.91%
Este trabalho apresenta uma análise wittgensteiniana de alguns problemas ligados ao ensino de filosofia. Tomando como ponto de partida a difícil relação entre a formação inicial do professor e a cultura escolar, esta dissertação trata as transformações a que a filosofia é submetida na passagem da academia à escola como mudanças nos usos da linguagem filosófica. Esta mudanças são esclarecidas à luz dos conceitos de jogos de linguagem e formas de vida, desenvolvidos na filosofia tardia de Ludwig Wittgenstein, como alternativa a teorias linguísticas referenciais e metafísicas. Examinando os limites das explicações que fundamentam os jogos de linguagem em geral, torna-se compreensível o aspecto do aprendizado dos jogos linguísticos da filosofia que, irredutível à compreensão de razões, reside na vontade do aprendiz que, como tal, só pode ser persuadida. Este é o viés pelo qual será enfrentada a questão didática da motivação dos alunos. Ademais, o problema da persuasão e a atenção aos usos da linguagem filosófica animam, se não um método, uma estratégia de uso da história da filosofia no ensino médio, na qual a história da filosofia se torna uma ocasião para o aluno afrontar os limites do sentido de sua forma de vida.; This work presents a Wittgensteinian analysis of some problems linked to the teaching of philosophy. Taking as starting point the difficult relationship between initial training teachers and school culture...

O naturalismo e o contratualismo em John Locke e em Jean-Jacques Russeau : convergencias mapeadas pela analise de algumas categorias de seus pensamentos a luz metodologica do materialismo historico-dialetico; Naturalism and contractualism in John Locke and in Jean-Jacques Russeau : convergences mapped by the analysis of some categories of their thoughts by the methodological light of the historical-dialectical

Gustavo Araujo Batista
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
55.84%
Este trabalho é uma síntese feita a partir de uma pesquisa bibliográfica de filosofia comparada da educação, desenvolvida sobre dois tipos de pensamento pedagógico, elaborados, respectivamente, por John Locke (1632-1704) e por Jean-Jacques Rousseau (1712-1778); nessa pesquisa faz-se uma leitura de suas propostas pedagógicas à luz teórico-metodológica do materialismo histórico-dialético. Procurou-se contextualizar historicamente os dois autores abordados, com o intuito de demonstrar em que medida as rupturas e as permanências geradas pelas contradições nas infraestruturas econômicas das sociedades de suas respectivas épocas interferiram nas superestruturas políticas, filosóficas, intelectuais, religiosas e pedagógicas e, conseqüentemente, em suas trajetórias existenciais e em suas obras. Dividindo-se em três capítulos, no primeiro discorre-se sobre a contextualização histórica dos dois filósofos estudados, passando-se em revista os Séculos XVII e XVIII em seus vários aspectos, assim como nele se faz uma descrição acerca das biografias e das personalidades desses autores; no segundo incumbe-se de abordar os pensamentos lockeano e rousseauniano como um todo, ressaltando-se as principais categorias pelas quais seus autores estruturam e articulam as suas idéias acerca do conhecimento...

O ensino de filosofia da educação no contexto da educação a distancia; Teaching philosophy of education in the context of distance education

Roseli Helena de Souza Salgado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.07%
O presente estudo tem o intuito de investigar a possibilidade, os limites e desafios ao ensino de Filosofia da Educação e ao filosofar na EAD. Para isso, parte da história desta, passa pelo relato da experiência vivida como professora de Filosofia da Educação, no curso de Pedagogia ministrado na modalidade a distância, numa Universidade da rede privada, apontando os pressupostos, exigências e finalidades deste ensino e sua importância na formação do professor.; This study has as intent to investigate the possibility, limits and challenges to the teaching of philosophy of education and philosophize in the EAD. To do this, this part of the story, through the account of experience as a teacher of philosophy of education, the pedagogy course taught in distance mode, a University private, pointing out the assumptions made, requirements and purposes of education and its importance in teacher education.