Página 1 dos resultados de 413 itens digitais encontrados em 0.339 segundos

Promoção e Educação da Saúde Oral

Morais, Sara Catarina Nogueira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
65.87%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; A educação é um conceito que implica a formação do Homem em todas as suas vertentes. É um processo organizado de formação dos indivíduos, de acordo com uma tradição e segundo as expectativas de cada pessoa e da comunidade em geral. Pode ser definida como um processo progressivo de socialização, regulado e dirigido, bem como útil para a aquisição de conhecimentos e competências para a vida, onde ocorre uma transmissão de saberes e fazeres. Realizou-se um estudo exploratório e descritivo, recorrendo a métodos de investigação qualitativa, utilizando a entrevista semi-estruturada a quatro enfermeiras especialistas, a exercerem atividade profissional nos cuidados de saúde primários, para darem resposta à questão que serviu de ponto de partida para o estudo: Quais os conhecimentos dos enfermeiros para realizarem sessões de educação em saúde oral? Recorreu-se à análise de conteúdo para tratarmos as informações obtidas. Desta análise, emergiram duas categorias com três subcategorias, respetivamente: -Promoção da saúde oral: Concetualização, Público-alvo, Atividades Desenvolvidas -Formação para desenvolvimento de atividades de promoção da saúde: Fontes de conhecimento...

Impacto de Sessões de Educação para a Saúde Oral em Crianças do 1º Ciclo, no Concelho de Estarreja

Santos, Ana Margarida Pires dos
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
65.86%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; A prevenção e promoção da saúde oral assumem atualmente uma grande importância, tendo sido um tema já abordado em diversos estudos. É em idades mais precoces que se deve começar a atuar, dotando e capacitando as crianças com conhecimentos e instrumentos que lhes permitam a aquisição e manutenção de hábitos de saúde e higiene oral saudáveis. Foi efetuado um estudo observacional prospetivo do tipo coorte em escolas do concelho de Estarreja no ano letivo 2011/2012, tendo como objetivo global de avaliar se sessões de educação para a saúde oral em Crianças do 1º Ciclo do ensino básico melhoravam o seu estado de saúde oral. Os objetivos deste estudo foram: a caracterização da amostra em estudo, avaliação da eficácia das sessões, a avaliação e promoção da saúde oral e a avaliação da possível relação entre algumas variáveis em estudo e os dados sociodemográficos e os índices aplicados (IHO-S e ICDAS). A amostra em estudo foi constituída por 279 crianças distribuídas por dois grupos...

Educação e motivação em saúde bucal: prevenindo doenças e promovendo saúde em pacientes sob tratamento ortodôntico; Education and motivation in oral health: preventing disease and promoting health in patients undergoing orthodontic treatment

BARDAL, Priscila Ariede Petinuci; OLYMPIO, Kelly Polido Kaneshiro; BASTOS, José Roberto de Magalhães; HENRIQUES, José Fernando Castanha; BUZALAF, Marília Afonso Rabelo
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
85.84%
INTRODUÇãO: os cirurgiões-dentistas têm a responsabilidade de prevenir doenças, minimizar riscos e promover saúde. Os pacientes também precisam ser despertados sobre o seu papel nos cuidados com a saúde bucal. No caso de pacientes em tratamento ortodôntico, é particularmente difícil manter uma higiene bucal satisfatória devido à presença de bandas, fios e ligaduras. Torna-se, então, indispensável a instituição de métodos preventivos de motivação e orientação para o controle mecânico da placa dentária. OBJETIVO: verificar os efeitos de ações educativas, preventivas e motivacionais sobre a saúde bucal de pacientes em tratamento ortodôntico fixo. MéTODOS: os participantes receberam gratuitamente dentifrício e escova dental durante todo o estudo e instruções sobre higiene bucal foram fornecidas e reforçadas no decorrer dos 6 meses da pesquisa. Foram realizados exames clínicos baseline e após 6, 12 e 24 semanas, para verificação dos índices de Placa, Gengival e Sangramento. RESULTADOS: as condições de saúde bucal dos participantes, que inicialmente eram insatisfatórias, melhoraram significativamente no decorrer do estudo, considerando-se todos os índices. As ações preventivas, educativas e motivacionais realizadas foram estatisticamente eficazes na melhora da saúde bucal dos pacientes ortodônticos. CONCLUSõES: a promoção de saúde e a prevenção de doenças devem fazer parte do atendimento que os ortodontistas direcionam aos seus pacientes...

"Avaliação da influência da educação precoce em saúde bucal e do uso de dentifrícios fluoretados sobre a prevalência de cárie dentária na primeira infância do município de Belém-Pará"; Evaluation of the influence of early education oral health care and the use of fluoridated dentifrice on the prevalence of dental caries in early childjooh int he city of Belem - Pará

Galindo, Vaneska Azevedo de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2003 Português
Relevância na Pesquisa
105.79%
RESUMO Este estudo avaliou a influência da educação precoce em saúde bucal do núcleo familiar e do uso de dentifrícios fluoretados sobre a prevalência de cárie dentária na primeira infância. Foram compostos dois grupos de crianças na faixa etária de 6 a 30 meses, diferindo entre si quanto ao acesso à atenção odontológica. O grupo I foi formado por 152 crianças pertencentes ao Projeto Odontobebê (Universidade Federal do Pará), enquanto o grupo II constituído por 94 crianças que não haviam recebido atendimento odontológico até a data do exame. Foi aplicado um questionário às mães com 19 perguntas a respeito dos hábitos alimentares, condutas de higiene bucal e utilização de dentifrícios fluoretados pelas crianças. Sinais clínicos da doença cárie, incluindo lesões cavitadas e manchas brancas ativas, além da presença de biofilme visível, foram avaliadas através do exame clínico. Os dados coletados foram submetidos à análise estatística, utilizando-se o software estatístico Minitab versão 11.0 com um nível de significância de 5% (P; SUMMARY This paper has evaluated the influence of early education in oral health care of the family nucleus and the use of fluoridated dentifrices on the prevalence of dental caries in early childhood. Two groups of children were made up from children aged o0 t0 30 months...

"Cuidando da saúde bucal do filho: o significado para um grupo de mães"; Caring the child?s oral health: what does it mean for a group of women?

Santi, Liliane Nascimento de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2003 Português
Relevância na Pesquisa
65.8%
O ato de cuidar tem sido atribuído ao gênero feminino. Na sociedade ocidental, a mãe é a principal cuidadora dos filhos no que se refere ao cuidado em geral, na alimentação, na vestimenta, na educação e na saúde. Na promoção da saúde bucal infantil, o cuidado materno, bem como uma boa relação dentista-mãe são essenciais. Objetivou-se compreender os significados atribuídos pelas as mães de crianças de 0 a 6 anos em tratamento odontológico acerca de seu papel como cuidadora da saúde bucal do filho. Constitui-se de uma pesquisa qualitativa com desenho metodológico de uma pesquisa estratégica. Participaram como sujeitos, dez mães com filhos em atendimento odontológico pelo Curso de Graduação em Odontologia, de Especialização em Odontopediatria e da Clínica de bebês da Universidade de Ribeirão Preto ? UNAERP na cidade de Ribeirão Preto, estado de São Paulo/Brasil. Realizou-se entrevistas semi-estruturadas e observação durante o atendimento odontológico. Os dados foram analisados segundo a técnica de análise de conteúdo proposta por Bardin (1979). Considerando o perfil do grupo de mães a idade variou de 26 a 39 anos, todas eram casadas ou viviam em união consensual, nenhuma estava inserida no mercado de trabalho formal. Depreendeu-se dos dados seis categorias temáticas: a) Saúde: ?quando não tem nada? ... ?saúde é a base de tudo?; b) Saúde? É saúde da boca também!?; c) Saúde bucal é ter bons hábitos; d) O Processo saúde ? doença e a relação com os cuidados maternos na saúde bucal; e) Cuidado à saúde bucal do filho: o sentido desse fazer; f) Profissional odontólogo: referência para o cuidado em saúde bucal. Percebeu-se que a saúde para essas mães reveste-se de um significado mais amplo...

"Saúde bucal em idosos: queixas relatadas, Ribeirão Preto (SP)"; "Elder oral health: related complaints. Ribeirão Preto"

Bulgarelli, Alexandre Favero
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
65.8%
O trabalho estudou queixas, cuidados, importância e satisfação com a saúde bucal em uma população de idosos cadastrados no Núcleo de Saúde da Família III na cidade de Ribeirão Preto. Os idosos foram selecionados para participarem na pesquisa levando-se em conta a capacidade cognitiva (Mini Mental Examination), as atividades normais da vida cotidiana, bem como o consentimento em participar por livre vontade. Os participantes responderam um questionário, em suas residências, sobre saúde bucal elaborado especificamente para o presente estudo, em data previamente agendada pelo pesquisador. O questionário continha questões relacionadas à situação sócio-demográfica, cuidados com saúde bucal, situação protética, auto-avaliação sobre saúde bucal, bem como queixas referentes a este fato. Procurou-se desta forma, identificar o perfil da população estudada segundo levantamento das queixas mais prevalentes, situação em relação aos cuidados com dentes e/ou próteses, bem como a satisfação e o valor dado à saúde bucal. Os dados receberam tratamento estatístico para observação de associações de variáveis através de Teste exato de Fisher e Qui-quadrado, aceitando-se a associação quando o valor de p era menor ou igual a 0...

"Saúde bucal e tratamento odontológico: representações sociais de mães usuárias de um serviço de saúde"; ?Oral health and dental treatment: the social representations of mothers users of a health service.?

Domingues, Sidney Marcel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/07/2006 Português
Relevância na Pesquisa
85.76%
A figura da mãe no interior do ambiente familiar é de extrema importância, devido ao fato de que ela é a personagem principal da família, com voz decisória, no trato de questões de saúde e doença, sendo, também, responsável pelo equilíbrio no binômio saúde-doença, podendo, portanto, estar sendo a porta de entrada para uma boa ou má educação em saúde bucal para seu filho. O presente estudo teve por objetivo investigar quais as representações sociais de mães de crianças da faixa etária de 0 a 5 anos de idade do Núcleo de Saúde da Família IV, em Ribeirão Preto ? SP, procurando saber qual o pensamento das mesmas em relação à saúde bucal e ao tratamento odontológico. Com a análise das entrevistas, constatamos uma grande dificuldade, por parte das mães, em se expressar a respeito do que seria saúde. Para elas a saúde bucal está relacionada com normas de higiene, dietéticas e a ida ao dentista, restringindo-se na preocupação com a estética e pouco com a função. Já em relação ao tratamento odontológico, verificou-se que a grande maioria das mães entrevistadas demonstrou apresentar medo, causado pela sua experiência anterior com o tratamento. Para essas mães o tratamento odontológico particular está associado à pontualidade e ao atendimento da maneira desejada e o tratamento oferecido pelo setor público à demora e à falta de equipamentos/materiais. Pode-se perceber que duas questões são importantes para elas e podem estar determinando a decisão de ir ou não ao dentista: humanização e competência. Esta pesquisa contribui para o diagnóstico em saúde bucal e para o desenvolvimento de ações públicas voltadas à melhoria das condições de saúde da população e busca subsidiar possíveis mudanças nas ações dos cirurgiões dentistas...

Efetividade de procedimentos coletivos em saúde bucal: cárie dentária em adolescente de Embu, SP,2005; Effectiveness of ?collective procedures? in oral health: dental caries in adolescents of the city of Embu, State of Sao Paulo, Brazil, 2005

Junqueira, Simone Rennó
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
85.8%
Introdução: O Estado de São Paulo passou de uma situação de alta (1986) para baixa prevalência de cárie aos 12 anos de idade (2002). O declínio (62%) explica-se pela fluoretação das águas de abastecimento, pelo uso de dentifrícios fluoretados e pela ampliação do acesso às ações coletivas de saúde bucal, na qual se inserem os procedimentos coletivos (PC). Estes foram incorporados na rotina das Unidades de Saúde do SUS e englobam atividades anuais de educação e prevenção em saúde bucal em espaços sociais, principalmente escolas. Objetivo: Comparar a prevalência de cárie entre adolescentes que participaram ou não, quando crianças, dos PC. Métodos: A população foi constituída por 219 estudantes do 1o ano do ensino médio (14 a 22 anos), egressos de escolas públicas que recebiam os PC de 1a a 4a série (A), 1a a 8a série (B) ou que não recebiam os PC (C), no município de Embu, SP, em 2005. A variável dependente, ocorrência de cárie, foi medida pelo índice CPOD. Variáveis socioeconômicas, de hábitos de higiene bucal e de padrões dietéticos compuseram modelos bivariados e de regressão múltipla para avaliar sua capacidade em predizer três desfechos: CPOD?1; CPOD?4; C?1. Resultados: O CPOD da amostra foi 2...

Análise do conhecimento em saúde bucal dos professores de ensino fundamental das escolas públicas de Bauru-SP; Analysis of the oral health knowledge of teachers of public schools at Bauru-SP

Sant'Anna, Rute Moreira de Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
75.85%
Os professores da rede pública são referenciais de informações sobre saúde bucal para seus alunos, seja por trazer a responsabilidade dos ensinamentos em saúde, ou por estabelecer, pela convivência periódica, oportunidades de trabalhar questões dos cuidados na prevenção das doenças bucais através de suas atitudes e ensinamentos, na construção dos conceitos de saúde em geral aos escolares. Este trabalho teve como objetivo geral analisar o conhecimento dos professores de ensino fundamental da 1ª à 4ª série da rede pública no município de Bauru-SP sobre saúde bucal. Como objetivo específico, investigar qual a atitude desses profissionais, em relação à educação em saúde e promoção de saúde bucal na sala de aula. Foram realizadas entrevistas individuais por meio da aplicação de um questionário semi-estruturado contendo 20 questões abertas e fechadas, com 307 professores, de 24 escolas estaduais e municipais. Verificou-se, neste estudo, resultados em que se destacam: 92,5 % dos entrevistados relataram falar da importância da saúde bucal para os alunos, 36,0 % receberam treinamento de saúde bucal, 48,0 % citaram prevenção à cárie como função do flúor. Por outro lado, 10,7% desconheciam local de acesso ao flúor...

Análise dos fatores associados às perdas dentárias em adultos da zona leste do município de São Paulo; Analysis of the factors related to dental losses in adults of the eastern area of the City of São Paulo, Brazil

Martins, Julie Silvia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
75.77%
Introdução - As perdas dentárias em adultos, configuram-se em um problema de saúde pública. Dada a relevância da problemática a Organização Mundial de Saúde propôs como meta para o ano 2000, que 75% dos adultos entre 35 e 44 anos de idade apresentassem 20 dentes ou mais funcionais. Objetivo Estudar a influência das variáveis de nível individual, familiar e de contexto na ocorrência de perdas dentárias superiores a 12 dentes em adultos de 40 anos de idade. Métodos Utilizando-se dados obtidos de um levantamento epidemiológico de saúde bucal realizado em 9 Unidades Básicas de Saúde, que desenvolvem a estratégia Saúde da Família, localizadas na zona leste do município de São Paulo, associados aos dados do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB), foram desenvolvidas análises estatísticas pelo teste de associação do qui-quadrado, e análise multinível, tendo como variável dependente a ausência de mais de 12 dentes, baseando-se no componente P (perdido) do índice CPO-D (P 12 e P>12). As variáveis independentes foram obtidas de 3 níveis. As relativas ao nível I envolvem aspectos demográficos; socioeconômicos; características da família, dos domicílios, da ocupação, da saúde geral dos indivíduos e do núcleo familiar; hábitos e cuidados com a saúde bucal; autopercepção da saúde bucal; acesso a serviços odontológicos...

Programa de educação em saúde bucal para crianças com fissura labiopalatina; Interactive kit for oral health education of cleft lip and palate children

Franco, Adriana Cristina Silveira Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
75.87%
O presente estudo teve por objetivo avaliar a efetividade de um programa de educação odontológica em pacientes com fissura de lábio e/ou palato. A amostra foi composta de 38 pacientes com fissura de lábio e/ou palato, matriculados para tratamento no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais/Universidade de São Paulo (HRAC/USP), entre 5 a 12 anos, divididos em 2 grupos: Grupo 1 (controle) - pacientes que realizaram profilaxia profissional e Grupo 2 (experimental) - pacientes que receberam orientação de educação e motivação em saúde bucal e controle de placa bacteriana. Os pacientes foram avaliados durante 6 sessões, com intervalos de 30 dias entre as mesmas. Para avaliar o controle de placa, utilizou-se o índice PHP. A avaliação foi realizada por meio do Aplicativo Dent Clean que faz parte do programa de educação em saúde bucal. Para avaliar o conhecimento sobre saúde bucal foi utilizado um questionário composto de 16 questões na 1a e 6a sessão. Para as comparações do PHP inicial e após 6 meses entre os grupos utilizou-se os testes de Mann-Whitney e Wilcoxon. Os conceitos obtidos pelos questionários foram submetidos à análise estatística por meio do teste t e teste t pareado. Com relação ao exame PHP inicial...

Avaliação da saúde bucal e impacto na qualidade de vida em pacientes com transtornos mentais atendidos no CAPS/Butantã; Assessment of oral health and impact on quality of life in patients with mental disorders attended the CAPS / Butantan

Carvalhaes, Cristina Lima Leite
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
65.85%
Estudos epidemiológicos mostram que a incidência de transtornos mentais e comportamentais tem aumentando nos últimos anos e estas condições são acompanhadas de uma gama de doenças bucais que estão relacionadas à medicação utilizada e ao grau de instrução, condições financeiras, idade, estado de saúde geral e acesso ao atendimento odontológico dos pacientes. Entretanto, são escassos estudos que abordam a epidemiologia da saúde bucal e o impacto dela na qualidade de vida destes pacientes. Este estudo teve o objetivo de avaliar as condições bucais dos pacientes com transtornos mentais e comportamentais atendidos no Centro de Atendimento Psicossocial do Butantã (CAPS/Butantã) e o impacto da saúde bucal na qualidade de vida. Foram coletados dados demográficos, queixa principal, história médica [evolução da doença psiquiátrica, presença de comorbidades (hipertensão arterial sistêmica, doenças cardiovasculares, diabetes, distúrbios hepáticos, distúrbios hematológicos, distúrbios renais, distúrbios gastrointestinais e distúrbios respiratórios), medicações em uso], hábitos (álcool, fumo e drogas ilícitas), e história odontológica. No exame físico intraoral foram avaliados os índices de CPOD...

Como os integrantes profissionais de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) conhecem e praticam os conteúdos de Odontologia - análise de um caso; How the agents of a Basic Health Unit (UBS) know and practice the dental content - analysis of a case

Kulik, Marco Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
85.88%
A Atenção Primária em Saúde (APS), que é base para o Sistema Único de Saúde (SUS), tem dois componentes fundamentais que são a integralidade e a educação em saúde. Compreender as moléstias crônicas em seu contexto social e familiar é dever dos profissionais que atuam nas equipes de Saúde da Família (eSF). Neste cenário, a incorporação dos profissionais da área de Saúde Bucal (SB) à Estratégia Saúde da Família (ESF) trouxe novas necessidades de conhecimento e prática para os trabalhadores da equipe de Saúde da Família executarem suas tarefas especialmente no atendimento domiciliar. Portanto, há necessidade de criação de materiais educacionais em Teleodontologia que sejam adequados às necessidades de informação e que respeitem o conhecimento prévio dos trabalhadores sobre Saúde Bucal (SB). Assim, é importante saber o que os profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) conhecem e como aplicam os conceitos da promoção em Saúde Bucal (SB). Esta pesquisa procura saber o quanto cada categoria de profissionais de uma equipe de Saúde da Família (eSF) do Município de Platina, SP, conhecem e praticam Saúde Bucal (SB) e aplicam em suas atividades diárias. Para isso, foi elaborado um questionário aberto de livre adesão e os respondentes emitiam...

Conhecimento sobre saúde bucal por concluintes de pedagogia

Garbin, Cléa Adas Saliba; Garbin, Artênio José Isper; Santos, Karina Tonini dos; Hidalgo, Lídia Regina da Costa; Moimaz, Suzely Adas Saliba
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 453-462
Português
Relevância na Pesquisa
65.87%
Este estudo teve por objetivo investigar as opiniões e o conhecimento de concluintes do curso de Pedagogia da cidade de Araçatuba, São Paulo, Brasil, em 2009, sobre saúde bucal. Para tanto, foi utilizado um questionário semiestruturado, abordando as opiniões dos estudantes sobre educação em saúde bucal e seu conhecimento sobre aspectos relativos à cárie dentária, à odontologia preventiva e à odontologia na primeira infância. de um universo de 120 estudantes, 92 (76,6%) consentiram participar do estudo. Destes, 86,8% acadêmicos acham que o professor deve atuar como educador em saúde bucal e 92,4% consideram importante a sua integração com profissionais de saúde. Responderam corretamente sobre o conceito de placa bacteriana e cárie dentária, respectivamente, 9% e 34,8%. Sobre o surgimento da cárie e sobre a possibilidade de se ter dentes saudáveis a vida inteira, responderam corretamente 67% e 83,7%, respectivamente. Assim, os concluintes de Pedagogia têm opiniões positivas em relação à educação em saúde bucal; entretanto, o seu conhecimento sobre a temática abordada é insatisfatório, uma vez que eles serão futuros professores e formadores de opinião.; This study aimed to investigate the opinions and knowledge on oral health among 2009 graduates in Education at the city of Araçatuba (state of São Paulo). To this end...

Avaliação do conhecimento em saude bucal dos profissionais do ensino fundamental; Oral health knowledgment evaluation for elementary school professionals

Rita de Cassia Alencar Duarte Michel Vellozo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2006 Português
Relevância na Pesquisa
75.85%
A Odontologia, atualmente, baseia-se na prevenção e educação em saúde bucal para manutenção dos dentes na arcada dentária. A escola tem sido considerada um local adequado para o desenvolvimento de programas de saúde, por reunir crianças em faixas etárias propícias à adoção de medidas educativas e preventivas. Apesar disso, poucos programas têm trabalhado de forma multidisciplinar, envolvendo a participação dos profissionais das escolas como agentes multiplicadores de conhecimento em saúde bucal. Um dos papéis do ensino fundamental é educar para a saúde, fazendo com que as crianças sejam capazes de adquirir hábitos e comportamentos saudáveis, buscando melhor qualidade de vida. Dessa forma, a escola assume um papel muito importante na saúde do escolar. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o nível de conhecimento em saúde bucal dos profissionais de escolas públicas do município de Campos dos Goytacazes-RJ, selecionadas aleatoriamente, sobre os diversos fatores relacionados à cárie, à higiene bucal, os procedimentos básicos necessários para a manutenção da saúde bucal, bem como as patologias que acometem a cavidade bucal. Foram distribuídos 415 questionários, e participaram da pesquisa 167 profissionais do ensino fundamental...

Oral health behaviours in a sample of portuguese adolescents: an educational issue

Veiga, Nélio; Pereira, Carlos; Ferreira, Paula; Correia, Ilidio J.
Fonte: Scientific Research Publicador: Scientific Research
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
65.92%
Introduction: Oral health education is an important issue that should be given to children and adolescents, allowing the acquisition of correct oral health behaviors. The objective of this study was to determine the prevalence of oral health behaviors among a sample of portuguese adolescents and verify the association with socio-demographic factors, in order to analyze the main needs related with oral health education to improve oral health status among adolescents. Methods: A cross-sectional study was designed with a sample of 447 adolescents aged 12 to 19 years old, attending a public school in Sátão, Portugal. A self-administered questionnaire was applied questioning about socio-demographic factors and oral health behaviors to each adolescent in the classroom. Prevalence was expressed in proportions and crude odds ratio (OR) with 95% confidence intervals (CI) were used to measure the strength of association between oral health behaviors and socio-demographic factors. Results: The prevalence of tooth brushing (twice-a-day or more) was 90.6%. Five point eight percent of adolescents reported daily flossing, more frequent among female gender (female, OR = 2.03, 95% CI = (1.35 to 3.05)) and adolescents older than 15 years (>15 years...

Impact of oral health on quality of life among the elderly population of Joaçaba, Santa Catarina, Brazil

Biazevic,Maria Gabriela Haye; Michel-Crosato,Edgard; Iagher,Fabíola; Pooter,Cleiton Eduardo; Correa,Silvia Letícia; Grasel,Cláudia Elisa
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - SBPqO Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - SBPqO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 Português
Relevância na Pesquisa
65.81%
The objective of this study was to investigate the impact of oral health conditions on the quality of life of elderly people in Joaçaba - SC, in Southern Brazil. A survey based on systematic sampling of clusters was carried out with 183 elderly people that belong to old age groups. The survey was conducted in order to assess the oral conditions of the participants (use of and need for prosthesis) based on the criteria from the World Health Organization publication "Oral Health Surveys, Basic Methods", 4th edition. The oral health impact profile (OHIP) was used to evaluate the impact of oral condition in the quality of life. ABIPEME (Brazilian Association of Market Research Institutes) criterion was used, together with the level of education and the number of people in the household to determine social inequalities. The participants were mostly women (82%) and the OHIP mean was 10.35. No correlation was observed between the OHIP level and formal education or between OHIP and number of residents per household. There was a correlation of 0.240 (p = 0.001) between ABIPEME and OHIP. The OHIP mean for those not using maxillary prosthesis was 12.48 and the mean for those using it was 9.81 (p = 0.399). The mean OHIP for those in need of maxillary prosthesis for those who did not need it was 13.00 and 8.88...

Oral health care: the knowledge and work of the community health agent

Venancio,Elizandra de Queiroz; Paula,Elza Maria de Queiroz Venancio de; Reis,Cássia Barbosa
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
75.78%
Introduction: With the reorganization of oral health policy in 2004, the community health agent is regarded as a facilitator of oral health practices in her area. Objective: To identify knowledge and practice of community health agents in oral health care. Material and method: This is a qualitative study, based on the theory of social representations, and the data were collected through semi-structured interviews, using the collective subject discourse as the technique of tabulation and analysis of data. The sample consisted of 11 interviews, delimited by saturation. Data collection was conducted during the period April-June 2010, in Dourados, Mato Grosso do Sul. Result: The results indicate that respondents understand what oral health is, realize the impact of oral health on overall health, guide the community regarding oral health carein their work practices, operate and provide care in the basic health unit, but have not been trained to act as instructors. Conclusion: The community health workers have knowledge of common sense oral health, acquired through their own life experiences and observation of the world, but show some uncertainty due to lack of training.This points to the need for investment in ongoing education for these professionals so that they can continuously assist the population in the process of empowerment of knowledge about health.

Public primary oral health care: a bioethical reflection

Fonseca,Luciara Leão Viana; Mota,Joaquim Antônio César; Gonçalves,Patricia Furtado
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
75.75%
In Brazil, a reduction in the prevalence of tooth decay has been observed recently. However, the distribution pattern of oral diseases still reflects widespread inequality in the access to public preventive and dental care. The oral health status of certain populations highlights the differences in the availability, accessibility and acceptability of education and oral health care. In this context, bioethics can be used as a concrete tool for the discussion, improvement and consolidation of citizenship, human rights and social justice. The purpose of this review is to reflect on Brazilian public primary oral health care from a bioethical standpoint. To do so, it is necessary to start with an analysis of the role of bioethics in public health in Brazil and to approach some of the ethical issues surrounding dental care in the Brazilian public health system.

Oral health conditions among pregnant women attended to at a health care center in Manaus, Amazonas, Brazil

Bressane,Larissa Borges; Costa,Lívea Nancy Bulcão da Silva; Vieira,Janete Maria Rebelo; Rebelo,Maria Augusta Bessa
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
65.86%
PURPOSE: To evaluate the oral health conditions of pregnant women enrolled in the Prenatal and Birth Humanization Program of the Theomário Pinto Costa primary healthcare unit in the south-central zone of Manaus, Amazonas METHODS: The population comprised 50 pregnant women, independent of pregnancy trimester. To assess the prevalence of dental caries, we used the DMFT Index, and for gingivitis, we used the Plaque Index and Gingival Bleeding Index. A questionnaire was used to investigate socioeconomic conditions, access to dental services and self-perception regarding oral health. RESULTS: One hundred percent of the population presented with caries; the mean DMFT score was 10.0, and the M component (missing teeth) was predominant (4.28). Among the pregnant women examined, 62% presented with moderate gingival inflammation, and 64% presented with at least some plaque. With regard to educational level, 10% of the population had completed an elementary education, 20% had not completed an elementary education, 34% had completed a high school education, and 6% had not completed a university-level education. CONCLUSION: Considering the results, it can be seen that the oral health status of the population was unfavorable, although a majority considered their oral health to be normal or good.