Página 1 dos resultados de 10595 itens digitais encontrados em 0.049 segundos

O desenvolvimento de autonomia como factor de adaptação ao ensino superior

Preto, Leonel
Fonte: Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca Publicador: Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.17%
Neste artigo reflectimos sobre o processo de transição e adaptação, por parte do estudante, ao ensino superior. Partimos da ideia chave de que a transição de um estado de maior dependência, que caracteriza a primeira e grande parte da segunda década de vida, para um estado de maior maturidade requer um processo de separação e individuação. Este processo, tumultuoso ao mesmo tempo que necessário, surpreende o aluno que transita para o ensino universitário, porque é característico da adolescência tardia e da jovem adultez. A teoria de Chickering, integrada numa perspectiva desenvolvimentista e psicossocial, contribui significativamente para a compreensão deste processo. Dos sete vectores descritos por este autor, destacamos o «desenvolvimento da autonomia» como influenciador do sucesso adaptativo ao ensino superior. Enfatiza-se, ainda, a importância de um maior envolvimento da escola, que pode ajudar o aluno ao longo do processo de formação.

As instituições de ensino superior perante a problemática ambiental

Matos, Alda; Cabo, Paula; Ribeiro, Maria Isabel; Fernandes, António
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.22%
Para Morin (2005:55) o desenvolvimento verdadeiramente humano significa o desenvolvimento conjunto das autonomias individuais, das participações comunitárias e do sentimento de pertencer à espécie humana. De facto, as expressões Desenvolvimento Humano, Desenvolvimento Sustentável e Educação Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – EADS são uma realidade discursiva atual. Porém, do discurso à ação, vai um longo percurso e as Instituições do Ensino Superior – IES não constituem exceção neste trajeto. Vários autores creem que as IES deveriam ocupar o vazio deixado por outras instituições, devido ao dever doutrinal para com a comunidade de se traduzirem em modelos sustentáveis na gestão, ensino e investigação. Assim, o objetivo deste artigo é expressar, nas palavras de diversos autores, a problemática da EADS no ensino superior. A metodologia utilizada foi a recolha e análise de conteúdo de informação documental: literatura sobre a temática, artigos científicos e documentos emanados de acordos internacionais sobre a EADS no ensino superior. Conclui-se que as questões relativas à EADS avançam muito lentamente, privadas de um plano global, concertado e contínuo. Tem-se assistido a políticas públicas que implementam reformas educativas em resposta às problemáticas ambientais. Todavia...

Ambientalização curricular do ensino superior: a licenciatura em Enfermagem Veterinária da Escola Superior Agrária de Bragança

Matos, Alda
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.21%
No ensino superior português a ambientalização dos cursos é residual. Segundo a documentação consultada, ainda que existam instituições com modelos de gestão ambiental mais eficientes, verificam-se lacunas no âmbito das funções básicas: docência, investigação e extensão. Tornou-se assim pertinente elaborar uma investigação, elegendo uma licenciatura (Enfermagem Veterinária) numa instituição de ensino superior (Escola Superior Agrária de Bragança – ESAB), com o objetivo de observar em que medida são incorporadas temáticas ambientais no ensino-aprendizagem. Foram utilizadas fontes de informação primária e secundária. No âmbito da informação primária foram aplicados questionários aos alunos do 3º ano e ao corpo docente do curso e efetuadas entrevistas aos órgãos decisores, no ano letivo de 2011/12. Do estudo concluiu-se que a ESAB é uma instituição amiga do ambiente quanto à gestão de recursos. Todavia, embora tenha assumido compromissos no âmbito da Educação para o Desenvolvimento Sustentável – EDS, não implementou ainda um plano de EDS ajustado aos conteúdos programáticos dos cursos. A ambientalização curricular está presente no curso, situando-se a maior força na Coerência e Reconstrução entre Teoria e Prática e a maior debilidade na Ordem Disciplinar: Flexibilidade e Permeabilidade. Biofísica foi a disciplina que mais se afastou das expectativas dos alunos...

Ambientalização curricular do ensino superior: a licenciatura em Enfermagem Veterinária da Escola Superior Agrária de Bragança

Matos, Alda
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: conferenceobject
Português
Relevância na Pesquisa
76.2%
A Educação Ambiental veio a constituir-se como uma das estratégias inquestionáveis para o cumprimento dos princípios de desenvolvimento sustentável, por permitir o contacto direto dos cidadãos comuns na resolução dos problemas locais/globais. Todavia, para se tomarem decisões coerentes e sustentáveis é necessária uma formação sistémica, ética e comprometida com a promoção de um desenvolvimento humano integral e sustentável, consolidada e assente numa visão de futuro. O ensino superior é considerado por diversos autores o órgão de excelência para responder a este desafio. Todavia, tem sido visível a nível mundial que, embora as instituições de ensino superior se encontrem altamente especializadas nas ciências, estão debilmente preparadas para formar os alunos de acordo com uma perspetiva ética, globalizante e interdisciplinar. Tanto mais que as organizações mundiais advertem para a mudança de mentalidades e de comportamentos no ensino superior, pois são estas instituições que preparam o maior número de pessoas que gerem as instituições públicas e privadas, tendo ainda a indispensável função da produção e difusão do conhecimento e dos valores para a sociedade.

O b-learning no ensino superior: reflexões em torno de práticas

Monteiro, Angélica; Moreira, J. António
Fonte: Centro de Inovação e Estudo de Pedagogia no Ensino Superior- Instituto Politécnico de Coimbra Publicador: Centro de Inovação e Estudo de Pedagogia no Ensino Superior- Instituto Politécnico de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
86.11%
Este texto aborda a incorporação da tecnologia através da adoção de modalidades mistas (blended) no ensino superior. Questionámos docentes da Universidade do Porto acerca das suas motivações para o recurso ao b-learning, as facilidades e as dificuldades encontradas e qual o possível impacto das tecnologias nas suas práticas. Para apoiar a reflexão que pretendemos suscitar, apresentamos dados recolhidos através de inquéritos por entrevista (Monteiro, 2011) e do cruzamento destes dados com um referencial teórico.

2º Encontro Bibliotecas do Ensino Superior : partilha, criatividade e engenho: relatório e conclusões

Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Ensino Superior da BAD
Fonte: Associação Portuguesa de Bibliotecários Arquivistas e Documentalistas Publicador: Associação Portuguesa de Bibliotecários Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.11%
Encontro realizado na Universidade de Aveiro de 6-7 de junho de 2013; Apresentam-se neste documento as principais linhas de reflexão e debate que ao longo dos dois dias de encontro foram o mote para levar à prática a partilha, a criatividade e o engenho no quotidiano das bibliotecas de ensino superior em Portugal

Mapear o estudar no ensino superior : abordagens dos alunos ao estudo numa E.S.E.

Rosário, Pedro; Oliveira, Maria Conceição
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
76.21%
Integrado na linha de investigação SAL (Students Approaches to Learning), este trabalho centra-se no estudo da perspectiva dos alunos sobre a sua experiência de aprendizagem. Assim, o objectivo da presente investigação centrou-se na avaliação das abordagens à aprendizagem dos alunos do ensino superior, mais precisamente numa Escola Superior de Educação do ensino particular, situada no Porto. Os resultados obtidos sugerem que os alunos optam preferencialmente por uma abordagem profunda à aprendizagem. Esperamos que este estudo possa contribuir para uma melhor compreensão da aprendizagem dos alunos no ensino superior, sobretudo no momento actual do sistema de ensino universitário em reformulação de currículos e metodologias para dar cumprimento às sugestões de “Bolonha”, promovendo alunos cada vez mais autónomos na sua aprendizagem e, consequentemente, responsáveis pela construção do seu próprio saber.; Integrating the research on Students Approaches to Learning (SAL) this article focuses on students’ perceptions of their own learning experience. Evaluating students’ approaches to learning was the main goal of the empirical study presented here. The sample integrated students from a private School of Education in Oporto. Data suggest that students opt for the use of a deep approach to learning. We hope this study highlights a better understanding of students’ approaches to learning. According to present demands of Bologna rules...

Implementação dos Princípios de Deming no Ensino Superior Português

Saraiva, Margarida
Fonte: Revista Brasileira de Docência, Ensino e Pesquisa em Administração Publicador: Revista Brasileira de Docência, Ensino e Pesquisa em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.23%
Em Portugal, como em muitos outros países, as crescentes preocupações com a qualidade e sua melhoria nas instituições de ensino superior e a necessidade destas demonstrarem perante terceiros que são responsáveis e que gerem eficaz e eficientemente os seus recursos, desempenhando correctamente as suas funções e contribuindo de forma efectiva para o desenvolvimento da sociedade em que se inserem, conduziram a que, cada vez mais, seja discutida a possibilidade de aplicação de abordagens e referenciais inicialmente concebidos para o sector empresarial, como os modelos baseados nos princípios e conceitos da Gestão da Qualidade Total (TMQ). Assim, neste presente artigo procurou-se analisar, de uma forma sistemática e acessível, informação relevante sobre a Total Quality Management, debruçando-se essencialmente sobre os 14 Princípios de Deming, e averiguar se as técnicas da Gestão da Qualidade Total, desenvolvidas por Deming, poderiam ser aplicadas no ensino superior português. Neste sentido, aplicou-se um inquérito por questionário em duas instituições de ensino superior portuguesas: o ISCTE e a Universidade de Évora. Os resultados deste estudo evidenciaram que as duas instituições de ensino superior portuguesas poderiam implementar alguns dos 14 princípios de Deming e a sua correcta aplicação permitiria caminhar no longo percurso da qualidade até à excelência.

Redes de Ensino Superior: Contributos Perante os Desafios do Desenvolvimento

aa, vv
Fonte: Redes de Ensino Superior: Contributos Perante os Desafios do Desenvolvimento Publicador: Redes de Ensino Superior: Contributos Perante os Desafios do Desenvolvimento
Tipo: book
Português
Relevância na Pesquisa
86.24%
Este livro que agora editamos resulta do projecto Redefinição de uma rede de Ensino Superior em Portugal: desafios decorrentes da demografia, do crescimento económico e da coesão regional (PTDC/CPE-PEC/103727/2008). Com este livro pretendemos divulgar um conjunto de diversos trabalhos que discutem a temática das redes de ensino superior, particularmente o seu papel na sociedade. Dado que os desafios que se apresentam quer às instituições de ensino superior, quer às entidades públicas como às famílias são muito diversificados, julgamos ser de todo pertinente a compilação de alguns resultados obtidos a partir de diversos estudos sobre esta temática, realizados por investigadores portugueses e brasileiros que participaram em diversas fases de desenvolvimento do projecto. Este livro encontra-se organizado em duas partes. Na primeira parte encontra-se um conjunto de trabalhos realizados na sequência do 16.º workshop da Associação Portuguesa de Desenvolvimento Regional (APDR), subordinado ao tema Redes de ensino superior: contributos e novos desafios para a economia e para a sociedade, o qual teve lugar na Universidade de Évora em Abril de 2012. Estes textos vão surgir de acordo com a ordem em que foram apresentados no workshop. Naturalmente...

Mulheres Licenciadas e a Promoção do Desenvolvimento em Países de Língua Oficial Portuguesa: Que diferença faz o Ensino Superior?

Joaquina Ramos, Isabel; Lucas, Maria Raquel; Rego, Maria da Conceição; Silva Carvalho, Maria Leonor
Fonte: Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa Publicador: Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
86.11%
A relação entre o ensino superior e o desenvolvimento está em geral bem estabelecida. Os países e as regiões com elevados níveis de qualidade de vida também mostram níveis elevados de literacia. Inversamente, nos países em desenvolvimento, e noutros com grandes proporções de cidadãos com baixos níveis de qualidade de vida, coexistem habitualmente baixas taxas de qualificação da população associadas com as mais altas taxas de pobreza e exclusão social, desemprego, analfabetismo, mortalidade infantil, incidência de HIV, malária e tuberculose, entre outras. Acresce que, neste países, a desigualdade de género nas esferas sociais, políticas e económicas é relevante e evidente. Níveis mais elevados de educação promovem maior bem-estar e qualidade de vida, por via dos rendimentos auferidos. No caso particular das mulheres, as mais qualificadas terão tendência a melhorar o seu estatuto na sociedade e a modificar positivamente o seu estilo de vida. Por outro lado é expectável que motivem, de forma natural, à sua descendência a importância da aprendizagem e da aquisição de conhecimentos. Esta questão é particularmente pertinente em sociedades de tipo matriarcal onde as mulheres desempenham um papel determinante na economia. Do ponto de vista da sustentabilidade dos territórios...

Principais dificuldades que os alunos de viola de arco apresentam quando ingressam no ensino superior português: relatório de estágio

Pires, Bárbara Sofia Vaz
Fonte: Escola Superior de Música de Lisboa Publicador: Escola Superior de Música de Lisboa
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em /01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
76.15%
A maioria dos instrumentistas de cordas friccionadas apresentam problemas ou dificuldades ao longo de toda a sua aprendizagem musical. Como professora e violetista, realizei este relatório de estágio com o intuito de pesquisar onde se focam a maioria desses problemas. Este relatório de estágio está dividido em duas diferentes secções, a primeira apresenta todo o trabalho pedagógico efectuado com três diferentes alunos, de diferentes níveis ao longo do ano lectivo de 2012/13 na Fundação Musical dos Amigos das Crianças (FMAC), e a segunda apresenta toda a investigação que realizei para concluir quais as principais dificuldades que os alunos de viola de arco apresentam quando ingressam no Ensino Superior. A investigação apresenta uma vasta pesquisa literária e o testemunho dos professores de várias instituições, como a Universidade do Minho, Escola Superior de Música e Artes de Espectáculo, Universidade de Aveiro, Escola Superior das Artes Aplicadas de Castelo Branco e Escola Superior de Música de Lisboa que ajudaram à profunda análise deste tema. Os resultados revelaram que os principais problemas apresentados nos estudantes de viola de arco são de origem técnica, ou seja, postura (posição do corpo, distribuição do peso correcto pelas pernas e escolha adequada do instrumento de acordo com a fisionomia do aluno); mão direita (pega correcta dos dedos no arco...

A auditoria interna em instituições do ensino superior: o caso do Ensino Público Politécnico

Saraiva, Elsa Cristina de Sá Martins
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em /11/2010 Português
Relevância na Pesquisa
76.25%
Sumário A prática regular de Auditoria interna e externa na Administração Pública é, cada vez mais, uma realidade para avaliar a correcta aplicação dos recursos públicos. A Auditoria Interna tem sido impulsionada, uma vez que se reconhece produzir valor acrescentado, ajudando a gestão, até no que diz respeito a questões de combate à corrupção. Pelo simples facto de existir, a actividade de Auditoria Interna é dissuasora da potencial prática de actos fraudulentos. Assim, tal como em outros organismos da Administração Pública, nas Instituições de Ensino Superior Público Politécnico, o papel dos gestores é agora de assumpção de maior responsabilidade, devendo gerir os recursos públicos de forma eficiente e eficaz, procurando, na actividade de Auditoria Interna um instrumento de apoio à concretização dos seus objectivos e responsabilidades. O presente projecto surge na sequência do Mestrado em Finanças Empresariais da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu e pretende ser um contributo para realçar a importância da Auditoria Interna para a gestão de uma Instituição de Ensino Superior Público Politécnico. Os instrumentos de trabalho utilizados para desenvolver o projecto foram...

A contabilidade na gestão do ensino superior público: estudo de caso

Mendes, Ivaldina da Conceição Pedro
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal.Escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal.Escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em /06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
76.19%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção de grau de Mestre em Contabilidade e Finanças; Num contexto de extrema exigência e transparência na gestão dos dinheiros públicos, as Instituições de Ensino Superior Público, são obrigadas, de acordo com o POC-Educação, a implementar três sistemas contabilísticos, a contabilidade orçamental, a contabilidade patrimonial e a contabilidade analítica, exigindo-se que a informação contabilística, quer através da consulta direta quer através de indicadores calculados com a sua informação, permita que a gestão do ensino superior público, disponha de mais instrumentos para apoiar e avaliar a sua gestão. Neste contexto, este estudo pretende saber se a Contabilidade implementada nas Instituições de Ensino Superior Público permite para além do cumprimento da legalidade, apoiar a gestão na tomada de decisão, quer por consulta direta dos seus mapas, quer através de indicadores calculados com base na informação contabilística. Na componente empírica apresentou-se um estudo de caso, no qual, foi elaborado um inquérito, que foi enviado, por e-mail, ao Senhor Presidente do Instituto Politécnico de Setúbal. Através das respostas obtidas...

2º Encontro Bibliotecas do Ensino Superior: partilha, criatividade e engenho: relatório e conclusões

GRUPO DE TRABALHO DAS BIBLIOTECAS DE ENSINO SUPERIOR DA BAD
Fonte: Associação Portuguesa de Bibliotecários Arquivistas e Documentalistas Publicador: Associação Portuguesa de Bibliotecários Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/report
Publicado em 28/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.11%
Apresentam-se neste documento as principais linhas de reflexão e debate que ao longo dos dois dias de encontro foram o mote para levar à prática a partilha, a criatividade e o engenho no quotidiano das bibliotecas de ensino superior em Portugal.

Estudo de implementação de um modelo EFQM numa instituição de ensino superior : Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL)

Santos, Ricardo Simões
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
76.16%
Mestrado em Gestão e Estratégia Industrial; Num setor cada vez mais competitivo, como o do ensino, as Instituições de Ensino Superior (IES), dependem cada vez mais, da qualidade dos serviços prestados, dado que o sucesso obtido através da gestão de Qualidade, não depende apenas do reconhecimento dos seus utilizadores, mas sim e cada vez mais, da capacidade de atração de financiamento, assegurando a sustentabilidade presente e futura da organização. Deste modo, não basta apenas, satisfazer os “requisitos mínimos de qualidade”, mas sim, superar as expectativas criadas, o que levanta dificuldades, dada a natureza organizacional muito própria das IES. Atendendo ao desafio criado, as IES, tendem a incorporar na sua estratégia, Sistemas Internos de Garantia da Qualidade (SIGQ), com vista a melhoria contínua, do seu desempenho. Recorrendo à metodologia de estudo de caso, pretende-se com o presente trabalho, analisar a aplicabilidade de um SIGQ no desempenho organizacional de uma IES, baseado no modelo da European Foundation for Quality Management (EFQM), e implementado no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL). Procura-se identificar as vantagens e as dificuldades sentidas durante a sua implementação...

Financiamento do ensino superior em Portugal: repensar o modelo em função do desempenho

Cruz, Maria João Marques da
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 17/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
76.32%
Tese de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas; O presente trabalho tem como objetivo apresentar um modelo de financiamento para as instituições de ensino superior portuguesas baseado em indicadores de desempenho. No momento atual, o ensino superior português encontra-se numa encruzilhada. Por um lado, é exigido um maior envolvimento das instituições de ensino superior para a realização da sua missão, nomeadamente através da formação de quadros que promova o desenvolvimento socioeconómico de Portugal. Por outro lado, tendo em conta a conjuntura atual, existe uma quebra no financiamento público acompanhada por uma forte restrição da utilização dos fundos públicos, bem como uma crescente exigência por parte dos contribuintes em saber como estes fundos são utilizados. Existe assim uma exigência crescente, tanto no sentido de uma maior prestação de contas por parte das autoridades públicas, como quanto ao retorno do investimento feito. O financiamento público português atual é feito através de uma fórmula de financiamento baseada no número de alunos do sistema de ensino superior. Pretendese repensar este modelo e sugerir um em que seja privilegiado o desempenho das instituições. Isto é...

A fiscalização prévia da contratação pública e as imposições da União Europeia no contexto da autonomia das instituições de ensino superior de direito público

Nunes, Mónica Lousã Machado
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 12/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
76.25%
Tese de Mestrado em MPA - Administração Pública; O presente estudo descreve o regime da fiscalização prévia da contratação pública pelo Tribunal de Contas e confronta-o em termos gerais com outros regimes. Analisa numa perspetiva histórica, as alterações introduzidas na legislação nacional e as respetivas imposições da União Europeia, quer as vigentes, decorrentes do Memorando de Entendimento sobre as Condicionalidades de Política Económica [Memorando de Entendimento (celebrado entre o Governo e a Comissão)], quer as constantes da proposta de Diretiva de 20.12.2011 COM (2011) 896 (destinada a substituir a Diretiva 2004/18/CE). Em especial, efetua o enquadramento da fiscalização prévia dos contratos públicos celebrados pelas instituições de ensino superior de direito público e conjuga-o com o regime legal e constitucional destas, em particular com a sua autonomia. Expõem-se os números dos contratos submetidos a fiscalização prévia pelas instituições de ensino superior de direito público no último triénio, comparando-os com a generalidade dos submetidos ao Tribunal de Contas. Faz-se referência aos casos de recusa de visto decorrentes da qualificação das instituições de ensino superior de direito público como entidades compradoras vinculadas ao Sistema Nacional de Compras Públicas. Apresenta-se a perceção dos intervenientes (Tribunal de Contas e instituições de ensino superior de direito público)...

Evolução e Crescimento do Ensino Superior em Angola

Carvalho, Paulo de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Estudos Africanos e Escola Superior de Educação e Ciências Sociais – Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Estudos Africanos e Escola Superior de Educação e Ciências Sociais – Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: info:eu-repo/semantics/bookpart
Publicado em /09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
76.2%
O autor apresenta a evolução do ensino superior em Angola, desde a sua implementação em 1962 até aos dias de hoje, com 140 mil estudantes. A rede de instituições de ensino superior conta neste momento com 17 universidades (10 das quais privadas), 19 institutos superiores (sendo 12 privados) e 2 escolas superiores autónomas (ambas estatais). A pergunta que o autor apresenta é: será que este crescimento se fez acompanhar da correspondente atenção à qualidade de ensino? A resposta a esta pergunta é negativa, porquanto existem vários indicadores que apontam para a promoção da mediocridade e a ausência de aposta em investigação científica, para além da possibilidade de obtenção de diplomas sem a indispensável competência académica e profissional. Mas o mal vem de níveis inferiores de ensino, tal como o autor demonstra.; The author illustrates the growth of higher education in Angola, since its implementation in 1962. It now has 140,000 students. The network of higher education institutions currently consists of 17 universities (10 of which are private), 19 higher education institutes (including 12 private) and two independent higher education schools (both state-owned). The author asks the following question: is this growth accompanied by corresponding attention to the quality of teaching? The answer to this question is no. A number of indicators point to the promotion of mediocrity...

Cabo Verde e São Tomé e Príncipe: Ensino Superior e Trajetórias em Portugal

Seibert, Gerhard
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Estudos Africanos e Escola Superior de Educação e Ciências Sociais – Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Estudos Africanos e Escola Superior de Educação e Ciências Sociais – Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: info:eu-repo/semantics/bookpart
Publicado em /09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
76.23%
Desde sempre Portugal contribuiu para o desenvolvimento de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe através do ensino superior que alunos dos dois arquipélagos frequentaram em universidades portuguesas. Como o desenvolvimento do ensino secundário em Cabo Verde era mais avançado, esta colónia tinha proporcionalmente mais estudantes universitários em Portugal do que São Tomé e Príncipe. Durante a época colonial, Portugal tinha quase um monopólio na formação superior dos cabo-verdianos e são-tomenses. Os primeiros que frequentaram as universidades portuguesas foram os membros da pequena elite cultural e profissional das duas sociedades crioulas, seguidos, depois da II Guerra Mundial, por representantes da classe dirigente que as liderou durante o processo de descolonização e no período pós-colonial. Com a independência dos dois arquipélagos, em 1975, e o aparecimento da oferta de vagas e bolsas para o ensino superior para muitos outros países, Portugal tornou-se em, apenas, um entre outros países onde cabo- -verdianos e são-tomenses obtiveram os seus diplomas universitários. Contudo, os dados disponíveis mostram que Portugal sempre continuou a ser um destino importante para alunos de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe. Esta escolha deve-se também ao facto de Portugal...

O optimismo na educação: Uma abordagem para o Ensino Superior: Um estudo nos cursos de Educação de infância e professores do ensino básico do 1º ciclo

Faria, Sofia Barreiros Macedo de
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
76.22%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Esta dissertação de mestrado aborda o tema da educação para o optimismo no Ensino Superior. A primeira parte deste trabalho consiste num enquadramento teórico do tema, que se inicia com uma breve perspectiva histórica sobre a Psicologia Positiva, seguindo-se uma abordagem aos conceitos de optimismo e pessimismo, fazendo-se ainda uma breve referência à origem do optimismo e do pessimismo e ao bem-estar subjectivo. Por fim faz-se a ligação destes conceitos à educação, principalmente no Ensino Superior, e termina-se com uma revisão sobre os instrumentos existentes para avaliar o optimismo e o pessimismo. A segunda parte deste trabalho é composta por dois estudos efectuados a alunos dos cursos de Educação de Infância e de Professores do Ensino Básico do 1o ciclo de uma Escola Superior de Educação. No primeiro estudo, que teve como objectivo principal verificar as diferenças e semelhanças apresentadas pelos alunos ao nível do grau de optimismo/pessimismo entre os 4 anos de cada um dos dois cursos, foi aplicada a escala ELOT - versão adaptada para a população portuguesa, em dois momentos distintos, no início e no final de cada ano, de cada curso. No segundo estudo...