Página 1 dos resultados de 37709 itens digitais encontrados em 0.467 segundos

O estilo de vida de pacientes hipertensos de um programa de exercício aeróbico: estudo na Cidade de Toluca, México; The life style of the hypertensive patient of a program of aerobic exercise: study in the Toluca City, Mexico; El estilo de vida de pacientes hipertensos de un programa de ejercicio aerobio: estudio en la Ciudad de Toluca, México

REZA, Cleotilde Garci; NOGUEIRA, Maria Suely
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
115.75%
A hipertensão arterial, assintomática e desconhecida pela maioria dos seus por tadores, é importante fator de risco para complicações cardiovasculares e renais. Este é um estudo quantitativo e descritivo. Objetivou identificar os estilos de vida associados ao incremento do descontrole da pressão ar terial em pacientes hipertensos que acodem a um programa de exercício. A coleta dos dados ocorreu num centro de saúde do município do Toluca, México, durante agosto 2006 a março 2007. Foi utilizado um questionário aplicado a 200 pacientes hipertensos, através do referencial do "Modelo de Campo de Saúde da Lalonde". O estudo mostrou que o nível de pressão do grupo estudado possui relação estatisticamente significativa com o tabagismo, consumo de álcool e tratamento. A falta do controle da pressão arterial pode propiciar a evolução de doenças cardiovasculares e coronárias.; Hypertension is an asymptomatic and an unnoticed disease for the majority of hypertensive individuals and an important long-term factor of risk for cardiovascular and renal complications. It is quantitative and descriptive study. The study aims to evaluate hypertenses’s lifestyles in a program of aerobic exercise. The collection of data was made in a health center of Mexico City...

Influência do conhecimento sobre o estilo de vida saudável no controle de pessoas hipertensas; Influence of knowledge on healthy lifestyle in the control of hypertensive; Influencia del conocimiento sobre el estilo de vida saludable en el control de personas hipertensas

SERAFIM, Talita de Souza; JESUS, Elaine dos Santos; PIERIN, Angela Maria Geraldo
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
115.69%
OBJETIVOS: Caracterizar hábitos de vida e conhecimentos sobre eles associando variáveis estudadas com o controle da hipertensão arterial em pessoas atendidas em ambulatório. MÉTODOS: Estudo descritivo utilizando entrevistas e mensuração da pressão arterial, peso, altura e circunferência abdominal de 511 pessoas hipertensas em controle ambulatorial. RESULTADOS: Encontrou-se o Índice de Massa Corporal no limite superior da faixa de sobrepeso (29,04±4,35 kg/m²); 32,9% dos homens e 74,1% das mulheres tinham cintura maior que 102 cm e 88 cm, respectivamente; a pressão arterial era maior que o limite caracterizador da hipertensão arterial (151,3±20,5/91,8±15,5 mmHg); 44% referiram tabagismo ou ex-tabagismo; 59% não praticavam atividade física regular; e 24% referiram ingestão ou interrupção de bebida alcoólica e, nestes, a quantidade de etanol/dia foi excessiva (71,4±83,2 g). Apenas 22% dos hipertensos estavam controlados e, os que conheciam que o tratamento inclui a redução de peso estavam mais controlados (p; OBJECTIVE: Characterize lifestyle parameters and learn about them, associating the variables with the control of hypertension in people attending outpatient unit. METHOD: Is a descriptive study using interviews and measuring: blood pressure...

Estilo de vida e medicina: tendência atual na prática dos médicos clínicos; The advance of lifestyle medicine in Brazil: the holistic contemporary therapeutic that spreads between professionals of health in the whole World

Nogueira, Maria do Carmo Júnia de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
125.7%
Trata-se de pesquisa empírica à base de depoimentos de médicos, a respeito do avanço da lifestyle medicine no Brasil, tendência terapêutica contemporânea de caráter holístico que cresce cada vez mais entre os profissionais de saúde no mundo inteiro. Para uma corrente da medicina atual, a mudança em curso na atuação dos médicos os coloca como "portadores" (cf. Weber) socialmente autorizados de mudança dos estilos de vida "não saudáveis". Isso acontece através da consulta médica, que incorpora uma "metodologia" que vem sendo valorizada na formação e na prática desses profissionais, cujos efeitos incidem na concepção renovada, com tendência hegemônica, de "consumo de saúde". O desafio da prática médica hoje é encarado como tendo a ver com a implantação desse tipo de interesse, que exige a realização de um tipo de consulta que permita a avaliação do indivíduo, tendo em vista orientá-lo para o auto-cuidado. O desenvolvimento daquilo que se poderia chamar uma "cultura de si" permite uma aproximação com a idéia de "promoção da boa saúde", um conjunto de programas que acaba voltado para o estilo de vida, com orientações mais individuais que coletivas, porém sempre integrais. Nesse sentido, o intuito do médico também é despertar o interesse dos indivíduos para a "vontade de não morrer"...

Fatores preditores do alcance das metas do programa de intervenção no estilo de vida em nipo-brasileiros de Bauru, SP; Predictors of accomplishment to the goals in a lifestyle intervention study among Japanese-Brazilians. Bauru - SP.

Camargo, Marilia Alessi Guena de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
115.79%
DE CAMARGO, M. A. G. Fatores preditores do alcance das metas do programa de intervenção no estilo de vida em nipo-brasileiros de Bauru - SP. 2008. 99 f. Dissertação (Mestrado em Saúde na Comunidade). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP. Objetivos: Identificar fatores associados ao alcance das metas de um programa de intervenção no estilo de vida em Nipo-Brasileiros de Bauru, SP. Metodologia: Os fatores associados ao alcance das metas (perda de peso de 5%, prática de 150 minutos de atividades físicas semanal, consumo alimentar com teor de gordura saturada inferior a 10% das calorias totais, consumo diário de 400g de frutas, verduras e legumes), após 12 meses de intervenção foram investigados em modelos de regressão logística ajustados, As avaliações do estilo de vida e perfil de saúde foram conduzidas no início do estudo e após 12 meses de seguimento. Resultados: No total, 458 nipo-brasileiros, 56% do sexo feminino, 84% de 2ª geração, idade média (DP) de 60 (11) anos foram analisados. Foram incluídos nos modelos múltiplos para cada desfecho investigado os indivíduos com excesso de peso (n=329), que reportaram não terem o hábito da prática de 150 minutos de atividades físicas semanal (n=278), consumo alimentar com teor de gordura saturada superior a 10% das calorias totais (n=107) e consumo diário inferior a 400g de frutas...

Estilo de vida de escolares do ensino médio no município de Florinópolis, Santa Catarina, Brasil

Farias Júnior, José Cazuza de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: dissertação(mestrado) Formato: xii,121 f.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
115.66%
Dissertação(mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física; O objetivo deste estudo epidemiológico transversal foi descrever a prevalência de comportamentos relacionados à saúde e analisar suas possíveis inter-relações em uma amostra representativa dos escolares do ensino médio no município de Florianópolis-SC, Brasil. A seleção da amostra por conglomerado em dois estágios incluiu 1.107 escolares (530 rapazes e 577 moças) de escolas públicas e particulares, com média de idade de 16,4 (DP=1,28; 15-18 anos). As informações referentes ao estilo de vida dos escolares foram coletadas a partir da utilização de um questionário auto-administrado, que possibilitou o levantamento de informações sociodemográficas, prática de atividades físicas, hábitos alimentares, tabagismo e etilismo. Medidas de dobras cutâneas (tríceps e subescapular) foram efetuadas a fim de estimar a percentagem de gordura corporal. Na análise dos dados, utilizou-se os recursos da estatística descritiva (média, desvio padrão, freqüência relativa e intervalo de confiança), medida de associação Qui-quadrado e teste "t" para comparação entre amostras independentes. Os resultados evidenciaram que a maioria dos jovens não trabalha (75...

Estilo de vida e comportamentos de risco de estudantes trabalhadores do ensino médio de Santa Catarina

Bem, Maria Ferminia Luchtemberg de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xi, 147 f.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
115.66%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O objetivo do estudo foi diagnosticar a situação laboral, caracterizando o estilo de vida de estudantes trabalhadores, matriculados em escolas públicas estaduais do Ensino Médio do Estado de Santa Catarina. Esta pesquisa, de caráter transversal, foi considerada como um estudo epidemiológico descritivo, sendo os dados coletados através de um questionário, previamente testado em estudo piloto. A população incluiu adolescentes entre 15 e 19 anos de ambos os sexos. A amostra foi determinada por um processo de múltiplos estágios, estratificada por região geográfica (incluindo as Coordenadorias Regionais de Educação - CREs), tamanho da escola e turmas. Foram utilizados os programa EPI-INFO 6.0 e o software SPSS 9.0 for Windows, incluindo medidas de tendência central, dispersão e representação gráfica dos dados. Para as associações, utilizou-se o Qui-quadrado. Participaram desse estudo 5.083 escolares, sendo 40,6% (n=2.064) do gênero masculino e 59,4% (3.100) do feminino. A idade média dos sujeitos foi de 17,1 anos (DP=1,16). A maioria era solteira (96,7%; n=4.888), não tinha filhos (97...

Estilo de vida dos portadores do vírus HIV atendidos no município de Florianópolis

Eidam, Cristiane de Lima
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: ix, 97 f.| tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
115.78%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física.; Este estudo objetivou avaliar o estilo de vida de indivíduos portadores do vírus HIV. A amostra, selecionada por conveniência dentre aqueles que voluntariamente aceitaram fazer parte do estudo, foi constituída de 111 soropositivos (68 homens e 43 mulheres), com média de idade de 37,0 anos (DP = 7,5). Os dados foram coletados através de uma entrevista, no período de outubro a dezembro de 2002, contendo informações sócio-demográficas; clínicas de saúde; estilo de vida (Perfil do Estilo de Vida Individual) e nível de atividade física habitual (IPAQ-8). Na análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva básica, teste t de Student para amostras independentes, qui-quadrado, ANOVA one-way e o teste "post - hoc" de Tukey, utilizando-se o pacote estatístico SPSS - versão 10.0. Nas características sócio-demográficas verificou-se que 71,2% possuíam fonte de renda (47,8% eram economicamente ativos); prevaleceram as profissões que caracterizavam um tipo de trabalho ativo, 55,9% pertenciam a famílias com até 3 pessoas, 45,9% era o chefe da família, 56,8% possuíam mais de oito anos de estudo formal...

Comportamento de risco à saúde e estilo de vida em motoristas de ônibus urbanos

Deus, Maria José de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: [176] f.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
115.66%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Este estudo teve como objetivo conhecer os comportamentos de risco à saúde e estilo de vida em motoristas de transporte urbano por ônibus da cidade de Florianópolis-SC. Caracteriza-se como um estudo descritivo de caráter exploratório. A população e amostra deste estudo incluíram 182 motoristas de ônibus em atividade na Empresa de Ônibus Canasvieiras Transportes Ltda, sendo 179 homens e 03 mulheres com idades entre 22 e 65 anos. Os dados foram coletados em um primeiro momento através da aplicação de uma entrevista dirigida com intuito de obter o perfil sócio-demográfico e profissional, como também o grau e tipo de estresse, ansiedade, os aspectos sociais, afetivos, profissionais, de saúde e incidência de dores. Posteriormente, para diagnosticar as condições de saúde, foram realizadas avaliações de nível de aptidão física relacionada à saúde (grau de flexibilidade das articulações, composição corporal e capacidade cardiopulmonar) e avaliação postural. Além disso, foi realizada uma descrição das instalações físicas e da frota da empresa. Verificou-se que a maioria dos motoristas apresentam menos de 5 anos (30%) ou mais de 25 anos (25%) na função...

Aptidão física e estilo de vida de escolares do ensimo médio de Florianópolis - SC

Silva, João Marcos Ferreira de Lima
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: xi, 117 p.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
115.79%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, 2008; O objetivo do presente estudo correlacional de corte transversal foi verificar o nivel de aptidao fisica e sua relacao com o estilo de vida de escolares do ensino medio da cidade de Florianopolis, SC. A amostra foi selecionada por conglomerados de turmas nas escolas da rede estadual de ensino, com um total de 529 sujeitos (192 rapazes e 337 mocas) com media de idade de 16,19+ - 0,98 anos (15-19 anos). Os testes fisicos seguiram as padronizacoes sugeridas pelo Plano Canadense de Avaliacao da Atividade Fisica, Aptidao e Estilo de Vida (CSEP), avaliando a condicao de saude da composicao corporal (massa corpora, estatura, perimetro de cintura e dobras cutaneas), testes de flexibilidade, forca de pressao manual, impulsao vertical, isometria dorsal, flexao de bracos, abdominal e teste de banco (aptidao aerobia), enquanto o estilo de vida foi determinado pelo questionario Fantastic. A analise de dados utilizou-se de estatistica descritiva (media, desvio padrao e prevalencias), medidas de associacao (teste t para proporcoes e regressao de Poisson). Os resultados indicaram que 57,48% dos escolares sao da classe economica B...

Revisão do diagnóstico de enfermagem Estilo de Vida Sedentário em pessoas com hipertensão arterial: análise conceitual

Guedes,Nirla Gomes; Lopes,Marcos Venicios de Oliveira; Cavalcante,Tahissa Frota; Moreira,Rafaella Pessoa; Araujo,Thelma Leite de
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
115.71%
Este estudo tem por finalidade revisar os componentes do diagnóstico de enfermagem Estilo de vida sedentário (EVS) propostos pela NANDA-I em indivíduos com hipertensão arterial. A revisão foi desenvolvida a partir da análise de conceito, com o auxílio do método da Revisão Integrativa da Literatura a partir de 43 artigos pesquisados em cinco bases de dados (LILACS, CINAHL, PUBMED, SCOPUS E COCHRANE). Foram utilizadas as seguintes combinações de descritores e equivalentes nas línguas inglesa e espanhola: Estilo de vida sedentário and Hipertensão e Sedentarismo and Hipertensão. O processo de revisão conduziu aos seguintes resultados: modificação da definição do EVS, de nomeações de alguns indicadores clínicos e acréscimo de outros. Considera-se que o estudo subsidiou uma direção para a eficiência diagnóstica de indicadores clínicos do EVS, contribuindo para o refinamento e o aprimoramento desse diagnóstico e seus componentes.

Juventude: etapa da vida ou estilo de vida?

Szapiro,Ana Maria; Resende,Camila Miranda de Amorim
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
115.68%
Este artigo propõe uma reflexão sobre o ideal de juventude no mundo atual a partir da emergência da nova forma-sujeito na contemporaneidade: o sujeito "causa de si mesmo", marcado pela maximização dos valores de autonomia e de liberdade. Essa forma-sujeito se constitui na ausência de um enunciador coletivo, revelando, aparentemente, uma condição de autossuficiência que, entretanto, oculta um estado de desproteção e de desamparo. Nesse cenário, esse novo sujeito acredita ser naturalmente voltado a viver livre de determinações, aberto a todas as direções e sempre disposto a recomeçar. Diante da imposição social de múltiplas performances e de flexibilidade, características da contemporaneidade, alcançar a maturidade deixou de ser um ideal a atingir, e permanecer jovem tornou-se a fórmula que melhor corresponde a essa capacidade de constante reinvenção de si. Nessa perspectiva, no mundo atual onde se deve tudo experimentar sem se fixar, ser jovem tornou-se um estilo de vida.

Prevenção da hipertensão e sua relação com o estilo de vida de trabalhadores

Castro,Maria Euridéa de; Rolim,Maysa Oliveira; Mauricio,Tibelle Freitas
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
115.71%
A hipertensão arterial é uma doença de fácil diagnóstico e com uma diversidade terapêutica eficaz para seu controle. Entretanto, grande parte dos hipertensos continuam ignorando-a, não controlando seus níveis tensionais, mesmo após diagnosticados. Dessa maneira, objetivou-se averiguar o conhecimento dos trabalhadores de uma Universidade Pública acerca do controle e da manutenção da pressão arterial dentro dos parâmetros normais e analisar a prática das medidas preventivas com vista à adoção de um estilo de vida compatível com o nível funcional ótimo. Foi realizado estudo descritivo com 32 trabalhadores de uma Universidade Pública Estadual em Fortaleza-Ceará. Utilizou-se um roteiro de entrevista semi-estruturado, sendo as falas categorizadas em unidades temáticas. Depreendeu-se que os trabalhadores conhecem as mudanças de hábito a serem adotadas para prevenção da hipertensão. Relativo à obesidade, 26 (81%) a consideram como fator de risco para a hipertensão. Quanto ao álcool e à raiva, 25 (78%) e 17 (53%), respectivamente, afirmaram serem indicativos para elevação da pressão arterial, bem como o fumo, citado por 23 (72%) respondentes. Entretanto, a alimentação desses trabalhadores urge maior atenção...

Tecnologia educativa em saúde na prevenção da hipertensão arterial em trabalhadores: análise das mudanças no estilo de vida

Santos,Zélia Maria de Sousa Araújo; Lima,Helder de Pádua
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
115.74%
Pesquisa participante que analisa as mudanças no estilo de vida de 20 trabalhadores da construção civil, serviços gerais e segurança, na prevenção dos fatores de risco da hipertensão arterial sistêmica, a partir da aplicação de uma tecnologia educativa em saúde. Os dados foram coletados através de entrevista entre agosto/dezembro de 2006 e analisados com base na análise de conteúdo de Bardin. Os sujeitos revelaram noções sobre fatores de risco da síndrome hipertensiva e as condutas preventivas. Para esses, um estilo de vida saudável incluía prática de exercícios físicos, gerenciamento do estresse, alimentação saudável e ausência de vícios. A implementação da tecnologia educativa possibilitou mudanças no estilo de vida em 16 sujeitos, os motivou a manter estas mudanças e a inserir outras que fossem necessárias à prevenção e/ou controle dos fatores de risco ambientais da hipertensão arterial sistêmica, conseqüentemente, evitando ou postergando a instalação deste agravo em si mesmos e nos seus familiares.

Perfil sociossanitário e estilo de vida de hipertensos e/ou diabéticos, usuários do Programa de Saúde da Família no município de Teixeiras, MG

Cotta,Rosângela Minardi Mitre; Batista,Kelly Cristina Siqueira; Reis,Roberta Sena; Souza,Gisele Adriana de; Dias,Glauce; Castro,Fátima Aparecida Ferreira de; Alfenas,Rita de Cássia Gonçalves
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
115.69%
O objetivo deste estudo foi traçar o perfil sociossanitário e estilo de vida da população hipertensa e/ou diabética do município de Teixeiras (MG). Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas nos domicílios de hipertensos e/ou diabéticos cadastrados no Programa de Saúde da Família de Teixeiras (MG), selecionados aleatoriamente. Foram entrevistados 150 hipertensos (10,33% da população hipertensa) e 30 diabéticos (15% da população diabética), havendo uma predominância de indivíduos idosos (idade média=63,59 + 13,12 anos), do sexo feminino (74,4%), de baixa escolaridade (40,9% de analfabetismo) e de baixa renda (mediana de 0,5 salário mínimo). O tratamento destas morbidades foi basicamente medicamentoso (96,6%); houve uma elevada prevalência do sedentarismo (67,4%). Além disso, houve um grande consumo per capita diário de açúcar (153g + 110,66g), sal (18g + 21,26g) e óleo (60g + 43,23g). Os resultados obtidos apontam para a importância de intervenções multiprofissionais, por meio do Programa de Saúde da Família, com o objetivo de promover a adoção de hábitos e estilos de vida saudáveis, prevenir complicações dessas doenças e proporcionar melhoria da qualidade de vida.

Associação do sobrepeso com variáveis sócio-demográficas e estilo de vida em universitários

Silva,Diego Augusto Santos; Quadros,Teresa Maria Bianchini de; Gordia,Alex Pinheiro; Petroski,Edio Luiz
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
115.76%
OBJETIVO: Analisar a associação do sobrepeso com variáveis sociodemográficas e estilo de vida de calouros de uma universidade pública brasileira. PARTICIPANTES: 685 calouros avaliados em Abril de 2008. MÉTODOS: O sobrepeso foi verificado pelo índice de massa corporal. O estilo de vida e as variáveis sociodemográficas foram estabelecidos através de um questionário auto administrado. RESULTADOS: apresentaram sobrepeso 16% dos calouros e 5,1% estilo de vida inadequado. Universitários do sexo masculino (OR=2,69; 95%IC: 1,64-4,42), com idade > 20 anos (OR=2,01; 95%IC: 1,25-3,25), casados (OR=2,44; 95%IC: 1,11-5,40), que reportaram estar mais de 2 kg acima do peso saudável (OR=17,05; 95%IC: 7,73-37,63) e que reportaram ingerir bebidas com cafeína mais de duas vezes por dia (OR=1,66; 95%IC: 1,00-2,75), tiveram mais chance de sobrepeso. CONCLUSÃO: O estudo evidencia a necessidade de orientação do universitário para um estilo de vida saudável e da oferta de programas de atividades físicas no campus que vise à redução do excesso de peso, com atenção especial aos universitários do sexo masculino, mais velhos e casados.

O estilo de vida do cliente com hipertensão arterial e o cuidado com a saúde

Teixeira,Enéas Rangel; Lamas,Alinny Rodrigues; Costa e Silva,Juliana da; Matos,Ronivaldo Menegussi de
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
115.69%
Esta pesquisa tem como objetivo descrever os componentes da história de vida do sujeito que influenciam o cuidado com a saúde. A pesquisa é quantitativa, e sua amostragem é de 220 clientes adultos e idosos de uma Unidade de Saúde de Niterói-RJ. Quatro temáticas foram analisadas: características do grupo, hábitos de vida, comportamentos aditivos e estado emocional. 50% dos clientes tinham entre 50 e 70 anos; 38%, mais de 70 anos. 81% eram do sexo feminino. 65% possuíam o 1º grau incompleto. 54% não praticavam atividades físicas. 46% dos sujeitos já fizeram uso de tabaco. 37% fizeram uso de bebida alcoólica. 41% dos sujeitos consideravam-se tranqüilos, e 59% apresentavam transtornos emocionais. 27% não realizavam atividades de lazer. O estilo de vida é fundamental para a promoção e manutenção da qualidade de saúde, e isso requer estratégias de trabalhos adequadas aos aspectos psicossociais do sujeito.

O paciente portador de marcapasso cardíaco e a repercussão em seu estilo de vida

Frota,Mirna Albuquerque; Falcão,Patrice Vale; Santos,Zélia Maria de Sousa Araújo
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
115.72%
Objetivou-se discutir a repercussão no estilo de vida do paciente portador de marca-passo. Os informantes foram sete usuários que se submeteram ao implante de marca-passo definitivo no Hospital de Messejana - CE, Brasil, de maio a junho de 2004. A análise dos dados foi desenvolvida a partir da categorização dos conteúdos das entrevistas, emergindo como resultado duas categorias temáticas: condições de vida mediante a descoberta da doença e repercussão do autocuidado no estilo de vida no contexto da promoção da saúde. Conclui-se que há necessidade de formar equipes multiprofissionais para atuar com estratégias em educação em saúde, ampliando e divulgando a utilização do marca-passo definitivo, e objetivando a adesão destas pessoas à prática do autocuidado.

Equilíbrio dinâmico, estilo de vida e estados emocionais em adultos jovens

Cruz,Ivana Beatrice Manica da; Barreto,Daniele Coronel Mena; Fronza,Andressa Boer; Jung,Ivo Emilio da Cruz; Krewer,Cristina Costa; Rocha,Maria Izabel de Ugalde Marques da; Silveira,Aron Ferreira da
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
115.74%
Uma hipótese para explicar algumas desordens periféricas vestibulares seria sua correlação com variáveis do estilo de vida. Assim, a realização de estudos populacionais sobre o tema em adultos jovens é relevante. OBJETIVOS: Analisar a prevalência de indicação de alterações no equilíbrio dinâmico em adultos jovens e sua possível associação com variáveis do estilo de vida, saúde e estados emocionais negativos (pois podem intervir nos resultados). MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado um estudo epidemiológico transversal, não-probabilístico, retrospectivo-clínico, em adultos jovens (18-32 anos) de uma comunidade universitária com 751 indivíduos, com média de 22.45± 3.32 anos. Variáveis do estilo de vida, saúde e estados emocionais negativos (EEN), que são depressão, ansiedade e estresse, foram coletadas via entrevista. Teste de Unterberger foi aplicado para averiguar indicação de alteração no equilíbrio dinâmico. Indivíduos com equilíbrio dinâmico alterado (EDA) foram então comparados com os sem alteração (controle). RESULTADOS: Da amostra 642 (83.6%) desviaram menos que 45º enquanto que 109 (14.2%) apresentaram um desvio maior que 45º sendo então considerados o grupo EDA. O grupo EDA apresentou maior prevalência de tabagismo...

Relação entre perfil psicomotor e estilo de vida de crianças de escolas do município de João Pessoa, PB

Lucena,Neide Maria Gomes de; Lucena,Larissa Coutinho de; Aragão,Paulo Ortiz Rocha de; Melo,Luana Gadê Bandeira de; Rocha,Thiago do Valle; Andrade,Suellen Marinho
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
115.74%
O objetivo do estudo foi comparar o grau de desenvolvimento psicomotor e o estilo de vida de crianças matriculadas nas redes pública e privada de ensino do município de João Pessoa, PB. O estilo de vida foi estimado pelo desempenho de atividades escolares e não-escolares. Participaram do estudo 74 crianças de 9 a 12 anos (10,5±1,2 anos), 38 meninas e 36 meninos. Para avaliação, foi aplicada a bateria de testes psicomotores de Picq e Vayer e um formulário com questões sobre atividades desempenhadas na escola e fora dela. Os dados revelam que, das 74 crianças avaliadas, 63 (85%) apresentavam distúrbios no desenvolvimento psicomotor, com maior incidência nas escolas da rede pública. Dentre as atividades escolares, 35% das crianças com distúrbio psicomotor indicaram não fazer atividade alguma no recreio; das que apresentaram desenvolvimento típico, nenhuma disse não fazer atividade alguma e 36% indicaram fazer esporte (contra 5% daquelas com distúrbio); quanto às atividades não-escolares, televisão, jogos eletrônicos e internet foram apontadas como preferidas por 44,3% das crianças com distúrbio, e por nenhuma com desenvolvimento típico. A preferência das crianças que apresentaram distúrbio por atividades mais estáticas sugere associação entre estilo de vida e perfil psicomotor.

Significando o processo de viver a cirurgia de revascularização miocárdica: mudanças no estilo de vida

Callegaro,Giovana Dorneles; Koerich,Cintia; Lanzoni,Gabriela Marcellino de Melo; Baggio,Maria Aparecida; Erdmann,Alacoque Lorenzini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
115.68%
O estudo objetivou compreender como os pacientes significam seu processo de viver após a experiência cirúrgica de revascularização miocárdica. Será apresentada, neste artigo, uma categoria e sete subcategorias, que representam as mudanças significadas a partir dessa experiência, ou seja, as "consequências", componente do modelo paradigmático, segundo a Teoria Fundamentada nos Dados, método do estudo. Participaram, da coleta de dados, 23 sujeitos. As entrevistas foram semiestruturadas e ocorreram no período de outubro de 2010 a agosto de 2011. As mudanças significadas relacionam-se aos aspectos de vida social e sexual, trabalho, alimentação, atividade física e tratamento medicamentoso. Conclui-se que a experiência cirúrgica de revascularização incita o refletir e o (re)pensar o estilo de vida, apresenta limitações e dificuldades que desafiam adaptações nos hábitos cotidianos dos pacientes e familiares para um processo de viver mais saudável.