Página 1 dos resultados de 274 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

A construção secular de uma identidade étnica transnacional : a cabo-verdianidade

Góis, Pedro Manuel Rodrigues da Silva Madeira e
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
27.68%
Cabo Verde é um dos poucos países do mundo que tem tido uma emigração ininterrupta ao longo de mais de dois séculos. É um país marcado pela existência de algumas dezenas de milhares de emigrantes e de centenas de milhares dos seus descendentes no exterior de Cabo Verde a par de outros tantos no interior do arquipélago. Como podemos pensar a existência de uma identidade colectiva nestas condições? Como se formam e mantêm os vínculos de ligação a Cabo Verde nos núcleos de emigrantes e seus descendentes? Como é “ser caboverdiano” em diferentes destinos migratórios ao longo do tempo? As observações efectuadas em alguns dos destinos migratórios onde se estabeleceram Caboverdianos em confronto com os dados recolhidos no arquipélago de Cabo Verde, levaram-nos a estruturar a hipótese de uma co-influência recíproca no que respeita às dimensões que constituem a identidade social e cultural cabo-verdiana contemporânea. No nosso caso, invertemos o tradicional olhar e analisamos a identidade cabo-verdiana a partir não do arquipélago de Cabo Verde mas do arquipélago migratório e do confronto com os vários “outros” com que se tem defrontado ao longo dos últimos séculos. A análise efectuada permite questionar o modo como se estruturam as ligações simbólicas entre os cabo-verdianos que se movem no seio de um mundo social transnacional e descobrir a construção de uma identidade social transnacional baseada numa “identificação étnica”. A partir daqui encontramos o campo conceptual que nos permite discutir sociologicamente a “etnicidade” cabo-verdiana enquanto dimensão que enforma uma “identidade étnica transnacional”. O nosso percurso leva-nos de volta aos clássicos da sociologia para...

Desafios à paz na Guiné Bissau : o papel da etnicidade na reforma do setor de segurança

Soares, Tiago Luís Rodrigues de Castro
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.68%
A Guiné Bissau tem sido assolada anos a fio por uma instabilidade económica social e política. O colonialismo utilizou uma política baseada na etnicidade através da divisão entre diferentes grupos étnicos para estabelecer o seu domínio. Nesta dissertação partimos do princípio que a realidade social é construída, nessa perspetiva as diferenças étnicas são uma construção social na medida em que são utilizadas por quem as categoriza. O colonialismo fez dessa categorização a sua forma de assunção do poder. A luta de libertação conseguiu diluir essas diferenças e conseguiu unir a sociedade no processo de independência. No período pós-independência sucederam-se vários golpes de estado associados à progressiva degradação da situação económica do país, criando instabilidade política e reavivando as questões da etnicidade na sociedade guineense. A intervenção da comunidade internacional foi alicerçada em intervenções para a construção da paz, que deram origem à criação de enquadramentos políticos, cujo objetivo principal residia na reforma do Estado, em especial a reforma do setor de defesa e de segurança. Esta dissertação tem como principal objetivo analisar como é que as organizações internacionais...

Introdução à sociologia : etnicidade : contrastes e politização

Machado, Fernando Luís; Almeida, João Ferreira de
Fonte: Universidade Aberta Publicador: Universidade Aberta
Tipo: info:eu-repo/semantics/other; info:eu-repo/semantics/lecture
Publicado em //1996 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Académico - Licenciaturas; Condições sociais e diferenciação cultural das minorias étnicas em Portugal. Fatores de politização da etnicidade.

Identidade e comportamento lingüístico na percepção da comunidade plurilíngüe alemão-italiano-português de imigrante - RS

Krug, Marcelo Jacó
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.29%
O presente estudo investiga o papel da língua na constituição da identidade e etnicidade dos grupos de base imigrante em contato em uma comunidade rural multilíngüe em português, italiano e alemão de Imigrante, no Rio Grande do Sul, Brasil. A concepção básica que subjaz a esse propósito é a de que a língua constitui um dos principais fatores de determinação da identidade e etnicidade de um grupo social, neste caso representado por descendentes de imigrantes alemães e italianos. A pergunta que orientou a pesquisa, na comunidade escolhida, é como se dá essa interrelação entre língua e identidade no contato entre dois grupos de fala contrastantes, germânico e românico, e ao mesmo tempo semelhantes, na medida em que compartilham o traço em comum de grupo minoritário falante de uma variedade dialetal aloglota oriunda da imigração a partir do século XIX. Tal objetivo envolveu quatro pontos essenciais: em primeiro lugar, pretendeu-se verificar o papel da língua na constituição de padrões de identidade, bem como se varia entre um grupo étnico e outro. Em segundo lugar, pretendeu-se analisar no sentido de sustentar a hipótese de uma identidade múltipla dos diferentes grupos étnicos e sociais em contato na comunidade e descrever os condicionadores dessa multiplicidade (situação...

Faces da urbe : processo identitário e transformações urbanas em Criciúma/SC; Faces da Urbe: Processus Identitaire et Transformations Urbaines à Criciúma (1945 – 1980)

Nascimento, Dorval do
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.29%
Estudo sobre os processos de mudança da identidade urbana da cidade de Criciúma (SC), no período 1945 – 1980, a partir da emergência de discursos e pertencimentos centrados na etnicidade e que provocaram uma efetiva transformação dos anteriores esquemas identitários presentes na Urbe. Acompanha-se a constituição da cidade construída a partir da atividade de extração do carvão e sua posterior transformação, urbana e identitária, a partir de esquemas de pertencimentos centrados na noção de origem étnica. Observa-se a atuação dos grupos sociais e governos municipais na consolidação de uma identidade urbana que teve na etnicidade o seu ponto de confluência.; C’est un étude sur le processus de changement de l’identité urbaine dans la ville de Criciúma pendant la période 1945 – 1980 à partir de l’emergence des discours et des appartenances centrées sur l’éthnicité qui ont causé une effective transformation des schémas identitaires antérieurs présents dans la Urbe. Accompagnant ce processus, la constitution de la ville est construite à partir de l’activité de l’extraction du charbon et sa posterieure transformation urbaine, identitaire et aussi à partir des schémas des appartenances centrées sur la notion d’origine ethnique. L’action des groupes sociaux et municipaux est nettement observée dans la consolidation d’une identité urbaine qui a connu son point de confluence dans l’ethnicité.

Os movimentos e povos indígenas e a politização da etnicidade na Bolívia e no Peru : das etnogêneses às esquerdas no poder

Duval, Fábio Amaro da Silveira
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, 2014.; A presente tese pretende discutir, como questão de fundo, a politização da etnicidade como fundamento para a ação coletiva e para a constituição de fidelidades de grupo, em movimentos sociais e partidos políticos, cotejando-a com formas tradicionais de fidelidades e fundamentos para a ação assentados nas concepções de classe derivadas dos discursos da esquerda moderna. Para tanto, explora-se, recorrendo a elementos diacrônicos e sincrônicos relevantes para os processos de estruturação social, os casos da Bolívia e do Peru, tanto da perspectiva da formação e ação de movimentos indígenas e partidos étnicos propriamente ditos, como da incorporação das populações indígenas à ação política coletiva efetuadas a partir do elemento aglutinador classista pelos partidos e organizações de esquerda nos quais estão representadas. Centrada nos casos da ascensão política de Evo Morales, na Bolívia, e de Ollanta Humala, no Peru, o substrato empírico das análises percorre uma narrativa que se inicia com a conformação da etnogênese da categoria indígena pelos colonizadores espanhóis e se estende ao período contemporâneo. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The aim of the thesis is to explore...

Categorias de diferença, crime e reclusão : glossários, estatísticas e experiências

Cunha, Manuela Ivone P. da
Fonte: Católica Editora Publicador: Católica Editora
Tipo: info:eu-repo/semantics/bookpart
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
27.74%
Como se reflecte a “diferença” no crime e na justiça penal em Portugal? As respostas a esta questão dependerão das noções utilizadas para delimitar essa diferença: “raça”, “etnicidade”, “estrangeiros”, “imigrantes”, “minorias”. Tal depende também, por sua vez, se focarmos estatísticas, índices, ou, de um outro ângulo, experiências do crime e do sistema de justiça. Os dados quantitativos e os qualitativos iluminam aspectos diferentes mas complementares da mesma paisagem. Este texto foca ambos. Em primeiro lugar, utiliza estatísticas oficiais, que permitem captar a “diferença” apenas em termos do par de categorias estrangeiros / nacionais, independentemente da “raça” ou etnicidade. Em segundo lugar, recorre a um estudo etnográfico numa prisão de mulheres que permitiu captar o modo como categorias de raça e etnicidade podem jogar no crime, na sua repressão e na experiência da reclusão. Em todos estes três domínios a classe e a natureza das áreas residenciais emergem como condições importantes para a relevância da etnicidade. As intersecções variáveis entre etnicidade e classe, mediadas por condições tais como o bairro e a estrutura da economia local da droga contribuem para inibir...

Ser português na Trinidad: etnicidade, subjectividade e poder.

Vale de Almeida, Miguel
Fonte: Celta Editora Publicador: Celta Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1997 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
A narrativa do artigo baseia-se na relação simultaneamente profissional e pessoal entre o autor e uma luso-descendente da Trinidad e Tobago, autora de um livro sobre os portugueses daquele país das Caraíbas. A discussão desenvolve-se em torno das construções de “raça” e “etnicidade” no contexto dos novos estados-nação pós-coloniais e multiétnicos. A ideia central é a de que esta área de debate antropológico só pode crescer para lá das quase-evidências do construcionismo social se incorporar na análise os processos de poder simultaneamente ao nível das disputas políticas colectivas e ao nível do seu ancoramento na subjectividade dos projectos de vida.; This paper is the narrative of a professional and personal relationship between the author and the author of a book on the Portuguese of Trinidad and Tobago, herself of Portuguese ancestry. The discussion revolves around the constructs of “race” and “ethnicity” within the context of multiethnic and postcolonial new nation-states. The main notion is that this area of anthropological debate can only overcome some unquestioned assumptions of social constructionism if and when it incorporates the analysis of power processes — both at the level of collective political struggles and at the level of life projects’ subjectivity.

Luso-africanos em Portugal: nas margens da etnicidade

Machado, Fernando Luís
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/1994 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Ao contrário do que é comum pensar-se, a actual presença africana em Portugal não se reduz aos imigrantes, mas engloba outras categorias sociais que aqui se propõe designar por luso-africanos. Essa designação engloba duas situações principais. Uma, mais antiga, é a dos africanos de nacionalidade portuguesa, de condição social média ou elevada e muitas vezes racialmente mistos, que optaram por se fixar em Portugal na sequência da descolonização. Outra, que se começa agora a configurar, é a dos filhos dos imigrantes que já nasceram e/ou cresceram em Portugal. Embora diferentes entre si, estas duas categorias têm, pelo menos, em comum aquilo que as diferencia dos imigrantes propriamente ditos: o grau de fixação na sociedade portuguesa e a ausência de um projecto de regresso aos países de origem. Tanto uns como outros se têm mantido à margem da crescente politização da etnicidade em Portugal. Mas, sobretudo se os contrastes sociais e culturais do conjunto das comunidades africanas com a população portuguesa, já hoje muito elevados na maioria dos casos, aumentarem significativamente, isso poderá alterar-se a breve prazo.; Contrary to the common way of thinking, the actual African presence in Portugal, is not restricted to immigrants...

Etnicidade em Portugal: contrastes e politização

Machado, Fernando Luís
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/1992 Português
Relevância na Pesquisa
37.47%
Neste artigo é esboçada uma análise global da situação das comunidades imigrantes em Portugal e das tendências que poderão marcar o seu futuro. Partindo da problemática da etnicidade, sociologicamente mais fecunda que a das "minorias étnicas", chama-se a atenção para as múltiplas dimensões sociais, culturais e políticas que constituem os trajectos dessas comunidades na sociedade portuguesa. Na primeira parte, procura-se localizar as diferentes comunidades imigrantes num espaço de contrastes sociais e culturais com a população portuguesa, visualizando-se, ao mesmo tempo, as linhas de diferenciação que entre essas várias comunidades se estabelecem. Na segunda parte, a análise focaliza-se na emergência de formas de acção colectiva entre os imigrantes. no que se considera ser o grau zero de politização da etnicidade.; In this article a general analysis of immigrant communities in Portugal and the tendencies that can influence their future is attempted. Starting from the problematic of ethnicity, sociologically more useful than "ethnic minorities", the article focuses on the multiplesocial, cultural and political dimensions that make up the paths of these communities in Portuguese society. In the first part, different immigrant communities are contrasted socially and culturally with the Portuguese population...

A investigação sobre imigração e etnicidade em Portugal: tendências, vazios e propostas

Machado, F. L.; Azevedo, J.
Fonte: ACIDI - Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, IP Publicador: ACIDI - Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, IP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Este texto faz um balanço geral da produção científica sobre imigração e etnicidade em Portugal entre 2000 e 2008, identifica vazios e sugere linhas de investigação futuras. Aborda sucessivamente os seguintes pontos: quanto se estuda, porque se estuda tanto e quando se estuda? O que se estuda, em termos de temas e grupos? Quem estuda o quê? Como se estuda? O que não se estuda, devia estudar e porquê?

Raça, etnicidade e origem nos censos de EUA, França, Canadá e Grã-Bretanha

Petruccelli,José Luis
Fonte: Universidade Cândido Mendes Publicador: Universidade Cândido Mendes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
A proposta deste trabalho é a de expor, resumidamente, as maneiras como, nos recenseamentos, são classificadas por raça/etnicidade, as populações de quatro países com histórico de povoamento bastante diferenciado. Há que se ressaltar que na América Latina, mesmo nos países que têm experimentado considerável aporte de africanos pelo tráfico colonial, além de contar com povos autóctones no seu território, que apresentam, portanto, processos históricos de miscigenação, não se registra inclusão de quesitos relativos à cor ou à origem étnica das suas populações. Como duas exceções, os casos da Colômbia e do Uruguai aparecem realizando uma pesquisa por amostra específica sobre a cor, o primeiro, e um suplemento para estimar a origem étnica da população das áreas urbanas, o segundo. Cabe anotar que o presente levantamento se beneficiou, na sua realização, pela utilização ampla dos recursos da Internet, acessando as páginas das instituições estatísticas dos respectivos países, de institutos de pesquisa e de universidades. Em particular, esta foi a forma pela qual fac-símiles dos questionários dos diferentes censos estudados foram obtidos.

Voltando aos registros paroquiais de Minas colonial: etnicidade em São José do Rio das Mortes, 1780-1810

Libby,Douglas Cole; Frank,Zephyr
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Este artigo trata dos complexos temas de etnicidade e classificação social no Brasil dos séculos XVIII e XIX. Bases de dados substanciais, de fontes primárias distintas, permitem vislumbrar um quadro integrado dessa complexidade, tal como evoluiu nas Minas Gerais. A lógica no uso das categorias étnicas/de cor e sociais emerge pelo cruzamento de nomes e características individuais nos registros de batismo e de casamento e em listas nominativas. O texto fo caliza a paróquia de São José do Rio das Mortes e fornece respostas preliminares para questões relativas às práticas de maternidade e de casamento, sugerindo como designações étnicas e de cor se consolidaram ao longo de várias gera ções. Os achados apontam para a pre-valência de exogamia entre os escravos, enquanto a endogamia e, talvez, até mesmo um processo de racialização teriam predominado entre a população livre e liberta de todas as designações étnicas e de cor.

Letramento, etnicidade e diálogo intercultural

Martins,Maria Sílvia Cintra
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.47%
Defendo a relevância da aplicação do conceito de etnicidade na área dos Estudos do Letramento com vistas à compreensão mais adequada e detalhada de fenômenos que comportam aspectos de hibridismo e de tensão cultural inerentes ao diálogo intercultural. Apresento relato de pesquisa de campo de viés participativo com a intenção de explicitar a forma de aplicação desse conceito na área dos Estudos do Letramento. Concluo que o conceito de etnicidade mostra-se fértil para dar conta de situações que envolvem fatores de invisibilidade típicos de zonas de conflito, propiciando, ainda, a compreensão mais adequada dos conceitos bakhtinianos de dialogismo, de polifonia e de arena de conflito.

Política, religião e etnicidade: relações e deslocamento de fronteiras

Pedde,Valdir; Santos,Everton; Nunes,Margarete Fagundes
Fonte: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília Publicador: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Tendo como ponto de partida a interpretação de uma história de vida, o artigo centra sua análise na inter-relação da política, da religião e da etnicidade, apontando questionamentos e apresentando leituras acerca dos processos identitários contemporâneos, dos tensionamentos e conflitos resultantes dos trânsitos religiosos, das lutas étnico-raciais, do fazer "político" e da democracia na sociedade brasileira contemporânea.

Entre percursos e discursos identitários: etnicidade, classe e género na cultura hip-hop

Simões,José Alberto
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Com o presente artigo pretende-se abordar o modo como a chamada cultura hip-hop, ainda que propagada globalmente, pode ser adoptada e adaptada ao nível local, produzindo desta forma simultaneamente convergência e divergência cultural. O foco desta análise será o percurso e a construção identitária de diversos protagonistas desta cultura, em torno de três dimensões interligadas: a etnicidade, a classe e o género. Para além de uma discussão teórica inicial sobre o modo como estas dimensões têm sido abordadas, pretende-se apresentar igualmente dados empíricos provenientes de uma pesquisa etnográfica realizada em Portugal, mais especificamente na área metropolitana da cidade de Lisboa. As conclusões a que se chegaram, ainda que específicas e contextuais, apresentam afinidades com outras sobre fenómenos idênticos, revelando-se importantes para a compreensão destas práticas e respectivas interpretações em diferentes contextos nacionais.

Turismo e etnicidade

Grünewald,Rodrigo de Azeredo
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
Um dos aspectos mais significativos que marcam os estudos em antropologia do turismo é o da mudança cultural percebida em sociedades hospedeiras em conseqüência do impacto de um fluxo turístico. Muitas vezes essas mudanças são acompanhadas de uma reorganização da população hospedeira em linhas étnicas, ou seja, com o estabelecimento de etnicidades orientadas para o turismo. O artigo pretende examinar as relações entre turismo e etnicidade em termos teóricos e tentar promover uma melhor compreensão do turismo étnico para o meio acadêmico.

Uma abordagem crítica do conceito de "etnicidade" na obra de Fredrik Barth

Villar,Diego
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.29%
O presente trabalho discute a abordagem de Fredrik Barth para o problema da etnicidade com base em uma análise abrangente de sua obra. Levam-se em conta algumas idéias-chave que aparecem de maneira recorrente nos escritos programáticos e teórico-metodológicos desse autor, bem como em seus estudos etnográficos. Analisa-se o poder explicativo dos fatores ecológicos e demográficos em seu modelo, a importância de sua tese da identidade relativa, a genealogia das influências teóricas encontradas nas explicações barthianas e o problema do ator racional como fio condutor de sua concepção interacionista das relações sociais.

Trajetórias entre contextos e mediações: a construção da etnicidade Potiguara na Serra das Matas

Lucia Silva Lima, Carmen; Monteiro Athias, Renato (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
Esta dissertação é uma etnografia do processo de construção da etnicidade dos Potiguara da Serra das Matas, localizados nos municípios de Monsenhor Tabosa e Tamboril, no centro-oeste do estado do Ceará. Consiste, portanto, numa descrição do cotidiano e das trajetórias dos núcleos familiares que compõem esse grupo étnico. Procuramos evidenciar, neste trabalho, os múltiplos contextos de formação da identidade étnica Potiguara. Enfatiza-se a importância da mediação das agências externas no desenvolvimento da identidade Potiguara, revelando as relações que se estabelecem em vista da afirmação da etnicidade e do acesso aos direitos indígenas assegurados na Constituição Federal. Verificada a íntima relação entre etnicidade e direitos indígenas, bem como as implicações desta na identidade Potiguara, a análise efetuada privilegia a criação da escola indígena pela Secretaria de Educação do Estado do Ceará SEDUC, evidenciando como o grupo projetou sua indianidade através desta ação, demarcando uma nova fase, caracterizada pelo reconhecimento oficial presente na implantação da educação diferenciada. Como conclusão, é possível afirmar que a identidade Potiguara vai sendo construída a partir da relação entre o processo e o contexto das interações. Contrariando a crença na total liberdade dos atores sociais...

Etnicidade indígena no contexto urbano: uma etnografia sobre os Kalabaça, Kariri, Potiguara, Tabajara e Tupinambá de Crateús

Lucia Silva Lima, Carmen; Monteiro Athias, Renato (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
No município de Crateús, a partir da década de 1990, iniciou-se um processo de mobilização social e política que resultou na constituição dos grupos Kalabaça, Kariri, Potiguara, Tabajara e Tupinambá. Desencadeada pela ação da Pastoral Raízes Indígenas da Diocese de Crateús, a referida mobilização foi empreendida por moradores da zona urbana da cidade. Esta tese tem como objetivo analisar a etnicidade dos que compõem estas coletividades, considerando as implicações do contexto urbano nesta construção. Para atingir a finalidade deste estudo antropológico, relacionamos etnicidade, etnologia indígena e antropologia urbana. Por meio do relato etnográfico, que integra texto e imagem, é evidenciado o processo de urbanização da cidade, mostrando como ela se tornou um pólo distribuidor de bens e serviços no Centro-oeste do Ceará. Privilegiando a visão dos indígenas, é examinado como eles vivem, a percepção que eles têm da cidade e do ser indígena neste espaço. Através da abordagem das trajetórias dos núcleos familiares que compõem as coletividades estudadas é apresentado como se constituiu os grupos étnicos, a influência dos agentes externos, a lógica da adoção dos etnônimos e os múltiplos contextos de edificação da identidade étnica. A política indígena e as relações interétnicas são contempladas...