Página 1 dos resultados de 342 itens digitais encontrados em 0.318 segundos

Formação de professores: ações políticas e pedagógicas do Curso de Letras Espanhol EaD da UFSC-Brasil

Vieira, Vera Regina de Aquino
Fonte: Universidade Aberta; LE@D Publicador: Universidade Aberta; LE@D
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em /12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
136.16%
A proposta do presente trabalho é apresentar o Curso de Letras Espanhol da Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil, na Modalidade a Distância, bem como as razões que amparam nosso interesse de oferta, sua organização, estrutura, suporte, os recursos e as estratégias adotadas para levar a cabo o referido projeto. No marco institucional de expansão universitária e com o fim de ampliar a formação superior para mais pessoas e municípios brasileiros, fomentando assim a criação e implantação de políticas públicas no que se refere ao ensino do espanhol em escolas públicas e a atuação do licenciado no mercado de trabalho, tendo como meta garantir a formação de mais professores para que se mude a realidade brasileira, bem como atender à demanda advinda da Lei Nº 11.161, que passou a vigorar a partir de 2010 e que trata da inclusão do idioma espanhol em todas as escolas brasileiras no Ensino Fundamental e Médio, é que passamos a ofertar nosso Curso no ano de 2008. Em seu panorama mais amplo, o Curso de Letras Espanhol a Distância, tal qual o Curso presencial, propõe que se disponibilize aos alunos uma visualização das grandes dimensões abertas ao profissional da linguagem, no sentido de encorajar a criação de equilíbrio e relevância entre as atividades teóricas e práticas dos conteúdos abordados em cada disciplina da grade curricular...

Um retrato da formação de professores de espanhol como língua estrangeira para crianças: um olhar sobre o passado, uma análise do presente e caminhos para o futuro; A picture of spanish teachers' graduation as a foreign language for children: a vision about the past, an analyze on the present and ways to the future

Rinaldi, Simone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
116.08%
Este trabalho trata da formação de professores de espanhol para crianças. A pergunta inicial que nos motivou foi: o ensino de espanhol para crianças é necessário e desejável? Textos legais, teóricos, pesquisadores e pais nos mostraram que sim, tanto desejável quanto necessário. A partir disso, buscamos saber como se dá a formação dos docentes que trabalham com a faixa etária dos 7 aos 10 anos. Explicitamos alguns pontos da história do ensino de línguas estrangeiras no Brasil, das abordagens e métodos de ensino de idiomas, da criação da Universidade de São Paulo e, com ela, a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e a Faculdade de Educação - ambas responsáveis pela formação de professores de espanhol - e da inserção da língua espanhola nas escolas brasileiras de Ensino Fundamental e Médio. A partir da análise de questionários respondidos por treze informantes de São Paulo - SP, Suzano - SP, Foz do Iguaçu - PR e Porto Alegre - RS, todos professores de espanhol que já atuam com crianças no nível escolar que nos diz respeito, traçamos o perfil da formação desses docentes, da sua atuação, bem como das dificuldades vividas por eles em sala de aula. Averiguamos que tanto os professores que cursaram Magistério quando os que não optaram por essa formação secundária se valem de práticas semelhantes: usam as mesmas estratégias e as mesmas atividades. Constatamos...

O futuro é agora: possíveis caminhos para a formação de professores de espanhol como língua estrangeira para crianças; The future is now: possible paths for teacher training in Spanish as a foreign language for children.

Rinaldi, Simone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
126.1%
Neste estudo doutoral procuramos dar continuidade à nossa pesquisa anterior, em nível de Mestrado, na qual apresentamos um retrato da formação de professores de espanhol como língua estrangeira para crianças. Agora, propusemo-nos oferecer diretrizes para uma formação inicial ou continuada de docentes de espanhol que trabalhem ou queiram atuar com alunos dos primeiros anos do ensino fundamental. Nossa trajetória iniciou-se pela revisão bibliográfica, muitas vezes campeada entre as referências de disciplinas cursadas, outras tantas escolhidas em estantes de bibliotecas, livrarias reais e virtuais. Nossas leituras, análises e reflexões começaram pela área da legislação referente ao ensino de línguas estrangeiras (Lei paulista 1.750 de 08 de dezembro de 1920; Decreto Federal 1.164, de 1939; LDBEN, 1996; Resolução CNE/CEB 7/2010; PCN, 1998; RCNEI, 1998), passaram pelos conceitos e fundamentos dos mais renomados pensadores da educação, em especial teóricos vinculados ao desenvolvimento infantil (BROFENBRENNER, 1996; BRUNER, 1978, 2006; FREUD, 2010; GESELL, 2002; PIAGET, 1967, 1972; SKINNER, 1970, 1974; VYGOTSKY, 2002, 2005), à aquisição da linguagem (CHOMSKY, 1959 apud BARALO, 2004; PIAGET, 1967, 1972; TOMASELLO...

Atitude Curricular: Letramentos Críticos nas Brechas da Formação de Professores de Inglês; Curricular attitude: critical literacy in gaps of English teacher education

Duboc, Ana Paula Martinez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
116.06%
Este trabalho é fruto de uma pesquisa-ação colaborativa desenvolvida em uma instituição de ensino superior a qual buscou ressignificar a prática pedagógica de disciplinas do currículo universitário de professores de língua inglesa de forma a contemplar as demandas postas pelas sociedades contemporâneas. Para tanto, utilizou-se das contribuições de teorias pós-modernas, com ênfase para preceitos do pós-estruturalismo, articulando-as com estudos mais específicos sobre linguagem, texto e significação ao considerar também as discussões dos multiletramentos. Após uma breve fase de observação, a pesquisa aos poucos elegeu determinados aspectos deste aporte teórico no caso, o entendimento de letramento crítico como postura filosófica pautado numa crítica problematizadora o que culminou no nascimento da ideia de atitude curricular nas brechas do curso de formação de professores de línguas, sinalizando, com isso, a necessidade de mudança ou agência diante da prática curricular. Sob essa orientação, foram planejados diversos ciclos de ação ao longo da pesquisa, os quais tentaram ressignificar aquela ação pedagógica de maneira que o ensino da língua inglesa contemplasse um propósito educacional crítico. A introdução deste trabalho apresenta as justificativas da investigação...

Práticas de formação de professores de português língua adicional em um instituto cultural brasileiro no exterior

Costa, Éverton Vargas da
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
116.16%
Esta pesquisa tem por objetivo descrever como acontece a formação de professores de Português como Língua Adicional em um Instituto Cultural Brasileiro, situado na capital de um país sul-americano. Entende-se formação de professores como ações inerentes às práticas cotidianas nas quais os participantes se envolvem no espaço escolar. Desde a perspectiva da racionalidade prática, prioriza-se os conhecimentos produzidos na prática do professor, e não unicamente a ampliação de seus conhecimentos técnicos (Pérez Gómez, 1995). As noções de conhecimento-na-ação e de reflexão-na-ação, propostas por Schön (2000), oferecem um paradigma da formação profissional a partir das práticas que possibilita compreender as ações do professor com seus pares e no seu local de ensino como geradoras de conhecimento a partir do diálogo reflexivo dos profissionais com situações problemáticas. Com base nesses aportes teóricos, a pesquisa aqui relatada empreendeu um estudo etnográfico de 22 dias de observação participante das atividades desenvolvidas pela equipe de professores em reuniões pedagógicas e intervalos entre as aulas. A geração de dados foi feita através de anotações, gravação em áudio de conversas entre os participantes e de registro fotográfico. A coleção de dados analisada reúne 30 eventos de formação...

Os primeiros contatos de professores de línguas estrangeiras com a prática de Teletandem

Souza, Micheli Gomes de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 156 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
116.21%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; O contexto teletandem de ensino e aprendizagem de línguas, por meio de ferramentas de comunicação audiovisuais a distância, como o Skype, permite que aprendizes de línguas estabeleçam uma parceria virtual e colaborativa de aprendizagem de línguas, por meio da qual um ajuda o outro a aprender sua língua de proficiência. O presente trabalho teve como objetivo analisar como professores de espanhol vinculados a duas unidades dos Centros de Estudos de Línguas (CEL) em duas cidades do interior do estado de São Paulo, vivenciaram o primeiro contato com o contexto teletandem de aprendizagem de línguas, por meio de um curso de extensão semipresencial. A partir da análise do que os participantes dizem sobre o contexto teletandem, tendo em vista suas experiências como praticantes de teletandem e como possíveis implementadores dessa prática entre seus alunos, foi possível tecer reflexões sobre quais as possíveis implicações das experiências dos participantes para a inserção do contexto teletandem nos CELs e quais as possíveis contribuições desse contexto para a formação continuada de professores. Dentre as atividades requeridas aos participantes no decorrer do curso...

A perspectiva sociocultural e a formação de professores de línguas

Salomão, Ana Cristina Biondo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 42-76
Português
Relevância na Pesquisa
126.11%
This article aims to trace a historical development of language teacher education in Brazil and abroad, as well as to discuss the tenets of Vygotsky’s sociocultural perspective as a theoretical basis on which teacher development can be anchored in the contemporary world. Since learning to teach is now understood as a complex and long process of development, which results from the participation in social practices and contexts associated with teaching and learning, we intend to discuss how such a theory is in line with an interpretive view of reality and provides elements for the (re)construction and transformation of teaching practices. In this view, knowledge is understood as intimate and dynamically linked to experience, highlighting the role of human agency in our own development.; Este artigo pretende traçar um histórico do desenvolvimento da formação de professores de línguas no Brasil e no exterior, assim como discutir os postulados da perspectiva sociocultural, de Vygotsky, como base teórica na qual a formação pode se ancorar na contemporaneidade. Uma vez que aprender a ensinar hoje é entendido como um processo longo e complexo de desenvolvimento, resultado da participação em práticas sociais e contextos associados ao ensino e aprendizagem...

As representações dos Tapirape sobre sua escola e as linguas faladas na aldeia : implicações para a formação de professores; Tapirape representations about schooling and spoken languages in their village : implications for teacher education

Maria Gorete Neto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
126.17%
Esta tese busca construir interpretações para as representações dos professores e líderes do povo Tapirapé, que vive no Mato Grosso, a respeito de sua escola e sobre as línguas, Tapirapé e portuguesa, faladas na aldeia. A escola Tapirapé tem sido considerada uma escola bilíngüe de sucesso (cf. Ferreira, 2000/2001) uma vez que tem conseguido ensinar tanto a língua indígena como a língua portuguesa e uma vez que obedece a alguns princípios que vêm sendo apontados como essenciais na construção de uma escola indígena (cf. RCNEI, 1998) quais sejam: o currículo considera a realidade e a cultura indígena; a língua de instrução é a língua Tapirapé; os professores e demais funcionários da escola são Tapirapé; há participação efetiva da comunidade nos assuntos referentes à escola. Entretanto, apesar dessas características, os Tapirapé têm argumentado que a sua escola tem mudado o modo de vida Tapirapé e isto inclui tanto aspectos da vida diária Tapirapé como também a língua Tapirapé e a educação indígena. Com o intuito de compreender esses questionamentos e contribuir na discussão, norteia este trabalho a seguinte pergunta de pesquisa: "Que representações são construídas pelos Tapirapé sobre: a) as línguas Tapirapé e portuguesa faladas na aldeia? b) a escola?". Os registros analisados foram gerados etnograficamente (Erickson...

A educação (sócio)lingüística no processo de formação de professores do ensino fundamental

Pereira, Ana Dilma de Almeida
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
136.06%
Tese(doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Classicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2008.; Esta tese apresenta um estudo investigativo sobre as contribuições da (sócio)lingüística no processo de formação de professores do Ensino Fundamental. É uma pesquisa qualitativa de natureza etnográfica e colaborativa, (sócio)lingüisticamente orientada, desenvolvida em cursos de formação inicial e continuada de professores do Ensino Fundamental. A pesquisa é desenvolvida em diferentes contextos de formação: em um Curso de Pedagogia de uma Universidade Pública de Brasília/DF; em duas turmas de graduação do Curso Normal Superior de uma Instituição de Ensino Superior Privada de Brasília/DF; no minicurso Modos de Falar/Modos de escrever para interessados na área de alfabetização, letramento e formação de professores em um Congresso Científico em João Pessoa/PB; e no Programa de Formação Continuada de Professores – Pró-Letramento no estado do Maranhão. Como aparato teórico, são defendidos os seguintes eixos como sustentadores de qualquer processo de formação de professores responsáveis pela educação (sócio)lingüística: as contribuições mais recentes da (sócio)lingüística...

Duas abordagens em harmonia ou conflito? o professor e o material didático em um curso de formação de professores de E/LE

Freitas, Maria Cecilia Martínez Amaro
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
116.09%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Mestrado em Língüística Aplicada, 2008.; Estudos voltados para a formação de professores de língua estrangeira, doravante LE, atualmente vem merecendo uma maior atenção por parte dos pesquisadores da área da Lingüística Aplicada. Isso se deve, em parte, a busca da compreensão das variáveis que afetam a formação do professor e por conseqüência sua prática. O nosso trabalho focaliza duas dessas variáveis consideradas embrionárias na formação de professores de LE: a abordagem e o material didático (MD). Para tal estudo realizamos uma análise contrastiva entre duas professoras universitárias, uma que utilizava o livro didático (LD) como ferramenta principal em suas aulas e outra que utilizava MDs autênticos variados. Observamos a relação existente entre abordagem declarada e o material utilizado. Analisamos também, desde a perspectiva dos alunos-professores, a visão que eles possuíam sobre o uso e o não uso do LD em um curso de formação de professores de LE, além de conhecer as características que esperavam do LD e alguns critérios que consideram seguir em suas futuras escolhas. Os resultados demonstraram que embora as duas professoras formadoras...

Discursos e identidades de gênero no contexto da escola

Lima, Maria Cecília de
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
145.71%
Tese(doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Classicas, 2007.; Nesta tese, tratararemos de gênero social no contexto da escola. Esta é uma pesquisa de cunho etnográfico, cujo objetivo central é a análise das representações de gênero presentes em gêneros discursivos – apresentados aos(às) alunos(as) sob a forma escrita – empregados em aulas de Língua Portuguesa do último ano do Ensino Fundamental no interior de Minas Gerais, que suscitaram discussões acerca de identidades de gênero; bem como em discussões suscitadas quando do trabalho com os gêneros discursivos na sala de aula. As bases teóricas desta pesquisa são a Análise de Discurso Crítica (Chouliaraki e Fairclough, 1999; Fairclough, 2003), a Lingüística Sistêmico-Funcional (Eggins, 2004; Halliday e Matthiessen, 2004) como modelo de descrição gramatical, estudos sobre Gênero Social (Lazar, org., 2005; Walsh, 2001; Talbot, 1998) e sobre Gênero Discursivo (Martin, 1997; Eggins e Martin, 2000; Eggins, 2004). Os resultados da pesquisa mostram que, embora haja a veiculação de discurso sobre a emancipação da mulher, bem como diretrizes para se trabalhar questões de gênero apresentadas nos PCNs (Brasil...

Um estudo acerca dos cursos de formação de professores de língua estrangeira e o paradigma contemporâneo

Unternbäumen, Enrique Huelva; Araújo, Ana Carolina Nunes de
Tipo: artigo / article
Português
Relevância na Pesquisa
116.16%
Este artigo descreve uma pesquisa que investigou três cursos de Licenciatura em Língua Estrangeira (espanhola, francesa e inglesa) em uma universidade federal do Brasil, quanto a se estão, de fato, preparando os professores para a prática docente em conformidade com os parâmetros teóricos contemporâneos. De cada curso, colaboraram três professoras em formação cursando o último semestre e uma professora formadora, perfazendo um total de 12 participantes. Foram usados questionários abertos com questões sobre o curso, as disciplinas e conhecimentos considerados necessários ao professor em formação. Os resultados sugerem que os cursos investigados têm sua base mais próxima do paradigma estruturalista que do paradigma comunicativo contemporâneo. As participações sugerem que a base teórica oferecida aos professores em formação não mostra ser completamente consistente com os fundamentos para o ensino de línguas comunicativo. Desta forma, identificam-se lacunas na estrutura dos cursos investigados as quais demandam correção para chegarmos a uma formação de professores de línguas que vá ao encontro de toda a produção teórica já disponível para essa tarefa. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The research here described investigated three Under-graduate Courses for Foreign Language Teacher Education (languages were Spanish...

A formação de professores de língua inglesa e o Estágio Supervisionado : o movimento das experiências, crenças e identidades

Costa, Fabrízia Lúcia da
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
115.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2014.; Para melhor compreender como o licenciando em Língua Inglesa (LI) constrói-se e é construído como professor, durante o curso de Letras, este estudo busca discutir de que modo as experiências de professores em formação inicial contribuem para a (re) significação de crenças e as possíveis (re) construções da identidade profissional, tendo como referenciais as vivências com as práticas durante do Estágio Curricular Supervisionado. O estudo foi realizado com 9 (nove) alunas-professoras de uma instituição de ensino superior do interior do Estado de Goiás, Brasil. Adotando uma abordagem qualitativa (FLICK, 2009) de coleta e análise de dados, este estudo de caso (LÜDKE; ANDRÉ, 2003; YIN, 2005) foi conduzido por intermédio da aplicação dos seguintes instrumentos de pesquisa: narrativa oral, narrativa visual e explicação gravada, questionários, entrevista semiestruturada, gravação de aulas em áudio e vídeo e observação com registro de notas de campo. Os dados, gerados no segundo semestre do ano de 2013, foram analisados à luz dos estudos culturais (HALL...

Here I stand : a long [r]evolution. Ideology, culture and curriculum : Michael Apple and progressive critical studies

Paraskeva, João M.
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
175.9%
Tese doutoramento em Educação - Especialidade de Desenvolvimento Curricular.; O trabalho que aqui se apresenta surge na sequência da dissertação de mestrado que tivemos oportunidade efectuar - As dinâmicas dos conflitos ideológicos e culturais na fundamentação do currículo1 - e propõe uma análise em torno da contributo tanto do trabalho, como do pensamento de Michael Apple no campo da educação, em geral e do currículo, em particular. Para a consecução deste nosso objectivo estruturamos a nossa investigação em 6 capítulos, a saber: Methodology and the Power of the Personal; Here I Stand; General Tensions in the Curriculum Field I; General Tensions in the noção de cultura como artefacto ordinário. Um e outro, conferem ao pensamento e obra de Michael Apple um cheque de credibilidade para os argumentos que constrói e desconstroi em torno de determinadas questões, nomeadamente, o conhecimento curricular e os fundamentos do triunfalismo das políticas da Nova Direita. Uma vez identificadas e tratadas não só a relevância curricular e o conceitos de hegemonia como radicais inquestionáveis no pensamento e obra de Michael Apple, como ainda a maternidade sócio política das três obras Ideology and Curriculum...

Avaliação formativa e formação de professores

Rosário, Fernanda; Araújo, Lígia; Fialho, Isabel
Tipo: lecture
Português
Relevância na Pesquisa
126.01%
O contexto educativo atual é cada vez mais diversificado, mais condicionado por condições económicas difíceis que potenciam desigualdades no sistema educativo e por novas realidades culturais e sociais a que a Escola e os professores não podem ser alheios. O sucesso escolar é atingido de formas cada vez mais diversificadas inutilizando o conceito de escola de massas e requerendo uma escola inclusiva. A prática letiva prevê a diversificação de metodologias de ensino e aprendizagem. A avaliação formativa reveste-se de vital importância neste âmbito, uma vez que se provou que a sua utilização melhora o sucesso escolar, como atestam estudos realizados por Paul Black and Dylan Wiliam (King’s College London School of Education). No presente texto, apresenta-se o resultado de um estudo realizado numa escola do Alentejo, em que participaram quinze professores do 2.º e 3.ºciclos das disciplinas de Línguas Estrangeiras, Língua Portuguesa e Matemática. Tendo como instrumento de recolha dados um inquérito por questionário, procurámos conhecer as perceções dos professores sobre a avaliação das aprendizagens dos alunos, designadamente a avaliação formativa e de que forma os professores estão envolvidos em práticas de avaliação formativa. Procurámos ainda saber em que medida a formação de professores contempla a avaliação formativa e se os professores sentem necessidade de formação nesta área. Serão...

Avaliação Formativa e Formação de Professores. Um estudo exploratório

Araújo, Lígia; Fernanda, Rosário; Fialho, Isabel
Fonte: Pedago Publicador: Pedago
Tipo: bookpart
Português
Relevância na Pesquisa
126.03%
O contexto educativo atual é cada vez mais diversificado, mais condicionado por condições económicas difíceis que potenciam desigualdades no sistema educativo e por novas realidades culturais e sociais a que a Escola e os professores não podem ser alheios. O sucesso escolar é atingido de formas cada vez mais diversificadas inutilizando o conceito de escola de massas e requerendo uma escola inclusiva. A prática letiva prevê a diversificação de metodologias de ensino e aprendizagem. A avaliação formativa reveste-se de vital importância neste âmbito, uma vez que se provou que a sua utilização melhora o sucesso escolar, como atestam estudos realizados por Paul Black and Dylan Wiliam (King’s College London School of Education). No presente texto, apresenta-se o resultado de um estudo realizado numa escola do Alentejo, em que participaram quinze professores do 2.º e 3.ºciclos das disciplinas de Línguas Estrangeiras, Língua Portuguesa e Matemática. Tendo como instrumento de recolha dados um inquérito por questionário, procurámos conhecer as perceções dos professores sobre a avaliação das aprendizagens dos alunos, designadamente a avaliação formativa e de que forma os professores estão envolvidos em práticas de avaliação formativa. Procurámos ainda saber em que medida a formação de professores contempla a avaliação formativa e se os professores sentem necessidade de formação nesta área. Serão...

A formação de professores de português, língua segunda (PL2) em Angola o caso da universidade Katyavala Bwila/Benguela

Chicumba, Mateus Segunda
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
126.23%
Tese de mestrado, Lingua e Cultura Portuguesa (Língua Estrangeira/Língua segunda), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2012; A língua portuguesa em Angola é considerada língua oficial e detém um estatuto institucional, sendo reconhecida como factor de unificação de uma nação multilingue, exclusiva na governação, órgãos de comunicação social, na comunicação no exército, prevalecente na produção literária e no conhecimento científico e, não menos importante, língua de intermediação no concerto de outros Estados, mormente da CPLP. Língua exclusiva de escolarização, é hoje língua materna de muitos angolanos, sobretudo da geração do período pós-independência, situação que muito deve à dinâmica de conflitos pós-coloniais. No período de vigência do regime colonial, o sistema educativo esteve estruturado em língua portuguesa, tendo sido marginalizadas as línguas faladas pelo povo angolano. No período pós-independência (desde 1975), o ensino continuou a ter as peculiaridades herdadas da doutrina anterior. Todavia, em 1978, criou-se o Instituto Nacional de Línguas (actual Instituto de Línguas Nacionais), órgão incumbido de investigar e organizar a estrutura de base científica das línguas nacionais...

Formação de professores de espanhol para crianças no Brasil: alguns caminhos possíveis

Fernández,Gretel Eres; Rinaldi,Simone
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
116.09%
Este trabalho procura delinear a atual situação do ensino de espanhol como língua estrangeira para crianças brasileiras. Partimos das questões legais que envolvem a aprendizagem e o ensino a crianças nos primeiros anos do Ensino Fundamental e que apresentam uma lacuna na qual é possível incluir o ensino de língua estrangeira antes do proposto nas referidas leis. Apoiamo-nos, também, nas teorias de desenvolvimento propostas por Piaget (1967) e Vygotsky (1993) que descrevem as etapas pelas quais as crianças passam. Fundamentamo-nos, ainda, nos postulados sobre aquisição/aprendizagem de línguas estrangeiras de Krashen (1995) bem como na hipótese do input compreensível, na medida em que entendemos que interage com a teoria vygostkyana sobre a zona de desenvolvimento proximal (ZDP). Além disso, tomamos como base os estudos de Cameron (2001) sobre ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras para crianças, nos quais são criticados alguns pontos da teoria de Piaget, entre eles a limitação etária que o pesquisador afirmava que as crianças apresentam. Valemo-nos, ainda, do trabalho de Carranza (2002) que concorda com a hipótese do filtro afetivo formulada por Krashen que, segundo aquela pesquisadora, atua diretamente no processo de aquisição da língua estrangeira. Este artigo...

O professor formador como objeto de pesquisa e o início das pesquisas no Brasil sobre formadores de professores de línguas estrangeiras

Halu,Regina Célia
Fonte: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
116.21%
Este trabalho visa situar o surgimento do professor formador universitário como objeto de pesquisas acadêmicas, considerando o contexto brasileiro e com foco mais específico nos formadores de professores de línguas estrangeiras. Pressões globais e nacionais teriam trazido à tona a necessidade de contemplar uma formação integral do professor do ensino superior, o que pode ser evidenciado por programas do governo, por iniciativas de instituições de ensino superior e pelo próprio desenvolvimento de pesquisas sobre o professor formador em várias áreas, incluindo a de línguas estrangeiras. Um levantamento bibliográfico dessas pesquisas no Brasil na primeira década do século XXI, a partir dos principais bancos nacionais de teses e dissertações, mostra a gradual abertura dos programas de pós-graduação na área de Letras e Linguística Aplicada para a pesquisa sobre formação de professores e formadores e o início do tratamento de questões e contextos específicos da formação profissional de professores formadores universitários atuando na área de línguas estrangeiras.

O professor formador como objeto de pesquisa e o início das pesquisas no Brasil sobre formadores de professores de línguas estrangeiras

Halu,Regina Célia
Fonte: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
116.21%
Este trabalho visa situar o surgimento do professor formador universitário como objeto de pesquisas acadêmicas, considerando o contexto brasileiro e com foco mais específico nos formadores de professores de línguas estrangeiras. Pressões globais e nacionais teriam trazido à tona a necessidade de contemplar uma formação integral do professor do ensino superior, o que pode ser evidenciado por programas do governo, por iniciativas de instituições de ensino superior e pelo próprio desenvolvimento de pesquisas sobre o professor formador em várias áreas, incluindo a de línguas estrangeiras. Um levantamento bibliográfico dessas pesquisas no Brasil na primeira década do século XXI, a partir dos principais bancos nacionais de teses e dissertações, mostra a gradual abertura dos programas de pós-graduação na área de Letras e Linguística Aplicada para a pesquisa sobre formação de professores e formadores e o início do tratamento de questões e contextos específicos da formação profissional de professores formadores universitários atuando na área de línguas estrangeiras.