Página 1 dos resultados de 2524 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

Crisis y superación en el ámbito de la Geografía crítica: construyendo la metageografía.; Crisis and overcoming in critical Geography: constructing the metageography?

Carlos, Ana Fani Alessandri
Fonte: PONTIFICA UNIV CATOLICA CHILE, INST GEOGRAFIA; SANTIAGO Publicador: PONTIFICA UNIV CATOLICA CHILE, INST GEOGRAFIA; SANTIAGO
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
El punto de inicio del razonamiento desarrollado para la construcción de lo que se denomina metageografía, parte con el reconocimiento de un estado de crisis en la Geografía, y en segundo lugar, de su rol como posibilidad, a pesar de ser una ciencia fragmentada, de comprender el mundo moderno, pues su conocimiento puede constituirse en un movimiento hacia la totalidad. En un sentido más amplio, se reflexiona sobre el lugar de la Geografía en la explicación de la realidad en constante cambio. ¿Es posible pensar que, a pesar de sus avances, la Geografía se encuentra en un estado de crisis? Nos enfrentamos con la obligación de revelar sus indicios y, por consiguiente, la necesidad de construir un camino hacia adelante en la necesidad de comprender la realidad desde o por la Geografía. La metageografía es una propuesta teórico-metodológica para la superación de la situación de crisis en que la disciplina se encuentra, a partir de la práctica socioespacial como modo explicativo.; The starting point of reasoning, developed here, for the construction of which I call metageography is, firstly, the recognition of a state of crisis in Geography, and secondly its role as a possibility, even though it is a science fragmentary, of understanding the modern world...

"A geografia escolar na prática docente: a utopia e os obstáculos epistemológicos da geografia crítica"; School geography in teaching practice: utopia and epistemological obstacles in Critical geography

Kaercher, Nestor André
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.34%
Esta tese apresenta dois focos principais de interesse: o ensino de Geografia no Ensino Fundamental e Médio (EFM) e a formação de professores de Geografia. Nos interessamos, particularmente, em saber como o movimento de renovação da Geografia, genericamente denominado Geografia Grítica (GC), chegou no EFM. Os objetivos principais desta tese foram averiguar como a efervescência e renovação da Geografia Acadêmica pós-1978 chegaram ao ensino de Geografia do EFM, qual a contribuição do movimento denominado GC na renovação do ensino desta disciplina e quais as concepções de Educação e de Geografia que os licenciados estão construindo com e para seus alunos do EFM. Para alcançar estes objetivos observamos dez licenciados em Geografia, nos anos de 2002 e 2003, que lecinavam no EFM, em treze escolas distinas nos turnos da manhã, tarde e noite, na cidade de Porto Alegre, estado do Rio Grande do Sul, perazendo um total de 154 (cento e cinqüenta e quatro) observações que totalizaram 212 (duzentas e doze) horas/aula. Constatamos a dificuldade de se renovar as práticas pedagógicas, bem como de se construir um bom embasamento teórico que promova um ensino de Geografia atual, dinâmico, plural, instigante, reflexivo e radicalmente democrático. Este trabalho nao teve a pretensão de ser prescritivo do "bem ensinar Geografia"...

Geografia física: balanço da sua produção em eventos científicos no Brasil; Physical geography: balance of production in scientific events in Brazil

Souza, Marcos Barros de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.37%
Discutir as tendências teóricas e conceituais da Geografia física é fundamental para que se possa visualizar trajetórias, abordagens, influências e debates que ocorreram na Geografia nos últimos 50 anos. Foi realizado um balanço dos trabalhos produzidos e publicados nos Anais e/ou Caderno de Resumos e Contribuições Científicas de eventos científicos, ocorridos no período de 1954 a 2004, tais como: Congresso Brasileiro de Geógrafos, Encontro Nacional de Geógrafos, Encontro Nacional de Estudos Sobre o Meio Ambiente, Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica e Simpósio Nacional de Geomorfologia. Esta pesquisa teve como objetivos: realizar levantamento bibliográfico e destacar alguns aspectos do percurso histórico da Geografia no mundo e no Brasil, destacando a Geografia Física; efetuar balanço de como vem sendo abordada a Geografia Física, em eventos científicos, utilizando-se como fonte de informações os Anais e/ou Cadernos de Resumos e Contribuições Científicas de eventos científicos realizados ao longo do período de 1954 a 2004; refletir sobre os direcionamentos da pesquisa em Geografia Física, contribuindo com uma visão crítica dos trabalhos analisados; identificar as tendências teórico-metodológicas e temáticas dos trabalhos publicados nos Anais e/ou Caderno de Resumos e Contribuições Científicas de eventos científicos; discutir e levantar hipóteses dos motivos porque muitos geógrafos físicos participam de eventos ligados à outras áreas de conhecimento fora do âmbito da Geografia; discutir possíveis motivos para que alguns eventos ligados à área de Geografia Física pararam de ocorrer; refletir e analisar o atual momento da Geografia Física. Foi aplicado...

O currículo de geografia: uma análise do documento de reorientação curricular da SEE-RJ; The Geography curriculum: an analysis of the document "curriculum guide" of SEE-RJ

Ferreira, Washington Aldy
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.24%
Trata-se de uma pesquisa sobre o currículo de Geografia da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de analisar a construção da geografia escolar inserida no documento de Reorientação Curricular deste órgão oficial. Neste trabalho, o currículo de Geografia é analisado no atual contexto de transformações do mundo da educação pela perspectiva neoliberal. Tal contexto é marcado por transformações na educação brasileira que ocorre a partir da criação Lei de Diretrizes de Base Nacional (9.394/96), das reformas curriculares como os Parâmetros Curriculares Nacionais para os níveis fundamental e médio, das Diretrizes Curriculares Nacionais e dos sistemas de avaliação como o Exame Nacional do Ensino Médio, cujo objetivo é criar um novo modelo de escola e de ensino no país. No estado do Rio de Janeiro, essas transformações ocorreram dentro de uma mesma lógica global/nacional através de um programa de avaliação das escolas públicas intitulado de Nova Escola. O currículo de Geografia da Secretaria Estadual de Educação é parte desse contexto. Sua análise é feita através de um diálogo com o campo de estudos sobre currículo e a Geografia acadêmica e escolar brasileira, objetivando compreender as concepções de currículo e de Geografia escolar presentes no documento. A pesquisa aborda as relações existentes entre as políticas educacionais dos organismos multilaterais para os países emergentes...

O professor de Geografia e os saberes profissionais: o processo formativo e o desenvolvimento da profissionalidade; The teacher of Geography and professional knowledge: the formation process and the development of professionality

Lopes, Claudivan Sanches
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
Esta tese trata do processo de apropriação, produção e desenvolvimento dos conhecimentos/saberes necessários à docência em Geografia. Considerando a especificidade desse campo disciplinar no currículo escolar, busca identificar e apreender aqueles conhecimentos/saberes que professores de Geografia, ao atuarem na Educação Básica, devem dominar para desenvolver um trabalho pedagógico-geográfico que promova aprendizagens significativas e edifique sua profissionalidade. No bojo das pesquisas que têm por escopo a profissionalização dos professores e seu principal corolário, os saberes docentes, pretende-se contribuir, de maneira geral, para o reconhecimento e maior valorização social do trabalho docente e, particularmente, com a melhoria dos processos de formação do professor de Geografia. Para tanto, além de pesquisa bibliográfica, que focaliza esse campo de investigação, obtiveram-se dados e informações em observações de aula e entrevistas com cinco professores experientes e especialistas nessa área do currículo escolar que atuam no município de Maringá, PR. Orientados pela metodologia de análise de conteúdo, foi construído um conjunto de categorias para explicitar, de acordo com os objetivos propostos...

A nova geografia militar: logística, estratégia e inteligência; The new military geography: logistics, strategy and intelligence

Ribeiro, Filipe Giuseppe Dal Bo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
O presente trabalho tem como propósito estabelecer parâmetros de um campo pouco estudado pela ciência geográfica, a geografia militar. O conceito da geografia militar está relacionado com aspecto histórico de cada lugar e não está relacionado a uma escola de pensamento específica, não só a escola de pensamento geográfico, mas às escolas de pensamento marciais, portanto o propósito central é aprimorar e expandir o arcabouço teórico e metodológico da própria geografia. Não se trata aqui de realizar uma história da geografia militar, mas o presente trabalho tem como finalidade demonstrar o papel da geografia como aspecto mais concreto do fenômeno da guerra, da logística, da estratégia e da inteligência. Os temas estratégicos, embora pouco freqüentes na pesquisa geográfica brasileira ultimamente, são cada vez mais comuns em outras áreas do conhecimento, notadamente entre economistas, administradores, e claro, cientistas políticos. A importância de estudarmos a geografia sobre estes aspectos nos permite detectar se a evolução desta ciência influenciou nas concepções da tática e da estratégia; a correspondente relação entre geoestratégia e geopolítica; analisar conflitos específicos como a guerrilha...

A inflexibilidade do espaço cartográfico, uma questão para a geografia: análise das discussões sobre o papel da cartografia; The inflexibility of space cartography, a matter for the geography: analysis of the discussions on the role of cartography

Fonseca, Fernanda Padovesi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
Esta é uma das questões-chave da pesquisa: haveria um consenso que a Cartografia é a linguagem ideal para a expressão da Geografia? O que poderia ser uma óbvia resposta positiva, não o é. Não vivemos em um tempo no qual parece haver uma subtilização da Cartografia pela Geografia? Não estaríamos perdendo esse recurso sem que houvesse reação? Mas, qualquer Cartografia serve à Geografia? A verificação de qual Cartografia serviria à Geografia, um objetivo desse trabalho, leva em consideração a movimentação teórica no interior da disciplina que pode ser qualificada como de renovação. Nossa preocupação fica mais completamente expressa da seguinte maneira: haveria um desenvolvimento da Cartografia em consonância com a renovação da Geografia? Na pesquisa, inicialmente, verificamos se algumas transformações da Geografia escolar, em tese influenciadas pela renovação da Geografia, teriam alcançado a Cartografia escolar. Afinal, o segmento de renovação da Geografia que assume um viés mais epistemológico assumiu a reconstrução teórica do conceito de espaço geográfico, o que seguramente traria conseqüências para a representação cartográfica. Nesse sentido, constatamos uma ausência de novidade no campo da Geografia escolar e na Cartografia que se pratica...

O ensino das temáticas físico-naturais na geografia escolar; The teaching of physical and natural themes in school geography

Morais, Eliana Marta Barbosa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.31%
Entendemos que o sentido da Geografia no currículo do ensino básico é a sua potencialidade para a formação de cidadãos críticos, autônomos e conscientes para atuarem em sociedade. A Geografia escolar pode contribuir para essa formação ao trabalhar, no ensino, as temáticas físico-naturais do espaço geográfico, todavia esta contribuição está vinculada à forma como o ensino é encaminhado. Esta forma se relaciona, além de outros fatores, à formação teórico-metodológica do docente que, bem fundamentada, lhe possibilita desenvolver o processo de ensino e aprendizagem a partir da articulação entre objetivos, conteúdos e métodos. Para refletir sobre esta questão, buscamos analisar a relação existente entre a concepção de professores de Geografia acerca dos conceitos de natureza e ambiente e o ensino realizado por eles sobre as temáticas físico-naturais do espaço geográfico nas Redes Municipal e Estadual de Educação de Goiânia-Goiás nos amparando nos conhecimentos didáticos do conteúdo. Assim, nesta tese tivemos a intenção de verificar se os docentes que atuam nestas redes, ao ensinarem os conteúdos relevo, rochas e solos na Geografia escolar, ratificam a separação entre os aspectos físicos e sociais instituída na dicotomia entre a Geografia Física e a Geografia Humana. Se assim o fazem...

O primeiro esboço do método geográfico de Vidal de La Blache a partir dos estudos do Mediterrâneo. Permanências e rupturas no contexto da institucionalização da geografia (1872-1918); The first draft of the geographic method of Vidal de la Blache based on studies of the Mediterranean. Continuities and ruptures in the context of the institutionalization of geography (1872-1918)

Lira, Larissa Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.28%
Vidal de la Blache (1845-1918) é considerado um dos mestres de fundação da geografia universitária francesa. Tendo ministrado aulas de geografia de 1873 a 1914, na França, muitos estudos existem a seu respeito, principalmente sobre anos finais da carreira. O objetivo deste trabalho é esclarecer a concepção do método geográfico a partir dos estudos do geógrafo Vidal de la Blache sobre o Mediterrâneo. Apoiados em uma concepção de uma história social das ideias e das permanências, o Mediterrâneo foi visto como o objeto inicial (escritos existem a partir de 1872) e duradouro (até 1918) da obra do historiador que se tornou geógrafo em fins do século XIX. Portanto, foi possível observar as transições metodológicas dentro de um quadro de permanências e rupturas. O Mediterrâneo também é uma zona de interesse da geografia botânica e das expedições científicas do século XIX que ajudaram a estabelecer a glória do império napoleônico, além de zona de cobiça da sociedade francesa, que leva a cabo seus objetivos imperiais na África do Norte. Inserido neste contexto e apoiando-se na sua formação de historiador, Vidal elaborará uma concepção geográfica do Mediterrâneo. Assim, este trabalho assinala como pano de fundo alguns percursos da institucionalização da geografia...

A consciência e a mediação: um estudo sobre as didáticas contemporâneas de professores de geografia da rede pública de São Paulo e do Rio de Janeiro; The consciousness and mediation: a study about the contemporary teaching of geography teachers from public schools in São Paulo and Rio de Janeiro

Sacramento, Ana Claudia Ramos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
Nesta investigação, tivemos como problema central a análise sobre a consciência e a mediação no ato didático dos professores de Geografia de sete escolas nos municípios de São Gonçalo-RJ, Itaboraí-RJ e São Paulo-SP. Partimos do pressuposto que a consciência é o ato primitivo do ser humano em agir sobre sua necessidade. Desta maneira, a necessidade do professor seria mediar os conhecimentos no caso da pesquisa os geográficos. Assim, a mediação seria o processo de conhecimento significativo que se caracteriza em transmitir para o outro, o próprio conhecimento e as experiências para uma aprendizagem significativa. Entender como os professores organizam as suas ações em sala de aula, é uma forma de refletir sobre as concepções didático-pedagógicas e geográficas contemporâneas. A partir da percepção sobre a consciência e a mediação, pudemos pensar sobre quem são eles, como são as escolas, os alunos e as possíveis ações intencionais nas práticas educativas cotidianas, na elaboração do processo de ensino e de aprendizagem em Geografia. Para tanto, como fundamentos metodológicos utilizamos a etnografia escolar, que tem como objetivo a interpretação de como compreender o mundo do outro ou de aprender como as pessoas agem sobre algo...

O ensino de Geografia Física no Ensino Médio: qual seu lugar?; Physical Geography teaching in High School: what is its place?

Furim, Adenezile de Fátima Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
Este trabalho consiste numa análise de livros didáticos para se verificar de que forma vem se dando a organização ou disposição dos conteúdos de geografia física ou natureza, como denominado pelos PCN, nesses materiais. Para se iniciar tal análise, foi necessário levantar os conceitos de Geografia elaborados ou usados como referência por alguns daqueles que produzem ou produziram o conhecimento geográfico e como esses conceitos podem ter contribuído para o entendimento que se tem do seu objeto de estudo, levando ou não a ser definida como uma ciência dicotômica. O entendimento do que é natureza também se fez pertinente para o desenvolvimento da pesquisa, isso porque tem havido uma incorporação da temática ambiental junto aos conteúdos de geografia. Com a análise de tais materiais foi possível constatar os conteúdos citados já foram alocados em diferentes lugares nos livros didáticos de geografia, seguindo das mudanças sofridas por essa ciência no Brasil, bem como das mudanças políticas ocorridas no País.; This paper is an analysis of textbooks to verify how the organization has been taking or disposition of the contents or nature of physical geography, as named by the NCP, in these materials. To start this analysis...

Sobre a natureza da geografia entre Richard Hartshorne e Fred K. Schaefer: um fragmento inacabado; Over the nature of geography between Richard Hartshorne and Fred K. Schaefer: an unfinished fragment

Lima Neto, Everaldo Macena de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.26%
A presente pesquisa refletiu sobre a natureza da geografia de Richard Hartshorne e de Fred K. Schaefer na busca por compreender elementos fundamentais da metodologia em geografia. Para tal, é apresentado um documento de Schaefer inédito na língua portuguesa, intitulado A Natureza da Geografia. O ponto de partida é uma introdução à trajetória intelectual de Richard Hartshorne, na qual são apontadas as principais questões envoltas ao seu pensamento. É destacada sua postura frente à caracterização metodológica da geografia, principalmente na explicação do conceito de região, da diferenciação e a integração de áreas, assim como a exposição filosófica sobre a corologia. A seguir, faço breve contextualização sobre o caminho acadêmico de Fred. K. Schaefer e volto esforço para a compreensão de seus trabalhos, em especial, seu único artigo publicado, Excepcionalismo na Geografia e o manuscrito A Natureza da Geografia. O documento traduzido para a língua portuguesa foi analisado, sucintamente, para que algumas questões já levantadas em seu artigo fossem explicadas com maior rigor. Essas questões dizem respeito aos aspectos metodológicos da disciplina, como a posição da ciência geográfica, enquanto sistemática ou idiográfica. Seguinte a exposição desses dois estudiosos...

As condições dos cursos de licenciatura em Geografia no Brasil: uma análise territorial e de situação.; The conditions of teaching courses of geography in Brazil: a territorial and situational analysis

Fiori, Vivian
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.24%
Esta tese trata da análise das condições existentes nos cursos de licenciatura em Geografia com a mediação do território brasileiro. A existência destes cursos tem relação com os processos históricos, sociais, políticos e espaciais. Os eventos, sobretudo os relativos à educação superior, são fundamentais para o entendimento de algumas de suas principais características. Nesta pesquisa, constatou-se que algumas das problemáticas destes cursos, embora em novas condições políticas, educacionais e espaciais, permanecem ainda hoje, tais como: a relação dos perfis dos cursos de licenciatura e bacharelado, a dicotomia entre Geografia Física e Humana, bem como a falta de professores, entre outras. Para operacionalizar esta pesquisa, privilegiou-se a análise dos cursos no período pós 1996, devido à influência das políticas estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (1996), pela legislação própria das licenciaturas (2002), pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Geografia (2002), pelo sistema de avaliação de cursos e pelo Plano de Expansão das IES Federais (2007). Os dados qualitativos e quantitativos nesta tese são, principalmente, provenientes de depoimentos de docentes...

A geografia nas escolas das comunidades ribeirinhas de Parintins: entre o currículo, o cotidiano e os saberes tradicionais; Geography in schools of riverside communities in the city of Parintins: between the curriculum, daily life and traditional knowledge

Souza, José Camilo Ramos de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
O estudo da Geografia nas escolas das comunidades ribeirinhas amazônicas permite leitura da complexidade do ambiente de várzea, terra firme e das relações socioeducativas, socioculturais e socioambientais, no sentido de perceber o mundo vivido por cada sujeito aprendente a partir da relação currículo-cotidiano-saberes tradicionais ou historicamente construídos, com a finalidade de exponenciar o mundo local, regional, nacional e global para que todos possam compreendê-lo e se posicionar como cidadãos e leitores críticos da realidade sistêmica que os envolve. Esta tese procura, através de seu objetivo geral, compreender a articulação entre o currículo, o cotidiano e os saberes tradicionais preexistentes na história de vida dos estudantes que frequentam as escolas ribeirinhas do município de Parintins, evidenciando os tipos de efeitos que geram nos seus matizes e nas suas representações sociais, culturais e históricas do lugar. Para adentrar no universo ribeirinho do município de Parintins foi necessário ter um olhar multirreferencial, alicerçado na fenomenologia; a navegação pelos trajetos da pesquisa permitiu desvendar parte das comunidades ribeirinhas de Parintins, quando se procura conhecer cada lugar para perceber a geografia existente e assim poder justificar...

Entre as ruínas do muro: a história da geografia crítica sob a ótica da ideia de estrutura ; Among the ruins of the wall: the history of the critical geography under the perspective of the idea of structure

Pedrosa, Breno Viotto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.33%
Esta tese busca analisar a história da geografia crítica na França e nos Estados Unidos, principalmente através da concepção de estrutura. A partir de uma compreensão preliminar dos geógrafos anarquistas do século XIX, seguimos para a análise do marxismo e do debate sobre o materialismo geográfico entre geopolíticos e intérpretes do pensamento marxiano na geografia. Após a limitação da possibilidade histórica do desenvolvimento de uma geografia de esquerda na Alemanha, nos voltamos para a análise da geografia francesa que interage com o marxismo devido à resistência ao nazismo e à necessidade de emancipar-se de algumas concepções do pensamento vidaliano. Acompanhamos, então, o rico desenvolvimento da geografia de esquerda como as análises de geografia urbana e econômica, assim como a introdução da temática do subdesenvolvimento. A geografia de esquerda desacelera-se com a crise do marxismo e a ascensão da nova geografia. Contudo, pouco tempo depois, o descrédito da geografia quantitativa, o contexto mundial de lutas revolucionárias e os eventos de maio de 68 fazem surgir a geografia crítica. No caso francês, exploramos as relações entre a geografia de esquerda e o surgimento da geografia crítica; para os Estados Unidos...

As imagens na sala de aula: produção de conteúdo visual no ensino de História e Geografia local; Images in the classroom: the production of visual content for teaching local History and Geography

Godoy, Adriana Cristina de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
A pesquisa envolve uma escola da Rede Pública Municipal de Ribeirão Preto-SP que participou de um Projeto denominado Curtas de Animação, promovido pelo Núcleo de Cinema de Animação de Campinas-SP e financiado pelo Instituto Algar, no ano de 2010. Um dos produtos finais gerados nessa escola foi um curta de animação de quatro minutos e onze segundos de duração. O referido projeto teve duas fases. A primeira incluiu vários alunos do Ensino Fundamental que foram envolvidos por pesquisas e aulas sobre a localidade. Aspectos históricos, culturais e relacionados ao meio ambiente foram priorizados. Na segunda fase, participaram treze alunos e esta pesquisadora (que atuava como professora de História na escola). Junto com a equipe do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas, esse grupo iniciou um processo de produção de um curta de animação denominado pelos alunos como Ribeirão Preto - terra do café. A pesquisa foca no contexto do estudo da imagem e da produção imagética feita pelos próprios alunos no Projeto. As questões principais são: Como a leitura e a produção de material imagético pelos alunos podem colaborar (ou não) com o aprendizado e o interesse pelo estudo da História e Geografia local? Passado o tempo da realização do projeto...

A cartografia no processo de formação acadêmica do professor de geografia; Cartography in the process of geography teachers' formation

Vieira, Eliane Ferreira Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.26%
As discussões em âmbito nacional e internacional sobre a Cartografia Escolar apontam que a compreensão da linguagem cartográfica é passo importante na leitura das realidades geográficas. Tais discussões apontam para a necessidade de se repensar a Cartografia na formação do professor. Esse é o debate que nos interessa e sobre o qual nos debruçamos neste trabalho. Os estudos nesse campo apresentam formulações que abrem problemas específicos, também relevantes, que suscitam ângulos diversos de análise. Norteados por questionamentos acerca da inadequação da formação acadêmica no tocante à Cartografia para os professores, defendemos a seguinte tese: a potencialidade da Cartografia na construção do raciocínio espacial impõe repensar a maneira como os conhecimentos cartográficos são construídos ao longo do processo de formação acadêmica dos professores de Geografia. Diante de tal tese, elegemos como principal foco, investigar o seguinte problema: como deveria ser o ensino de Cartografia no curso de Licenciatura de maneira que os futuros professores fossem capacitados para lidar com os conhecimentos cartográficos no ensino de Geografia? Sendo assim, o objetivo geral dessa pesquisa é analisar as contribuições e limitações das disciplinas específicas de Cartografia no curso de licenciatura em Geografia para o exercício da prática docente. Neste sentido...

A cartografia e seus saberes na atualidade : uma visão a partir do ensino superior de geografia no estado de São Paulo; The cartography and knowledge in your top news : a view from the higher education of Geography in São Paulo State

Clezio Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.36%
A área de cartografia é entendida como os saberes básicos da representação gráfica do espaço utilizada para produzir o conhecimento cartográfico e vem sendo ministrada como disciplinas curriculares nos cursos de Geografia no Brasil. A pesquisa procura responder a seguinte questão: Qual a relevância da Cartografia para a formação e utilização dos profissionais de Geografia? A problemática apontada acima, norteou nossa pesquisa e nosso objetivo geral de realizar uma análise de como os saberes cartográficos são efetivados na atualidade no ensino superior de Geografia no estado de São Paulo. Os objetivos específicos são: caracterizar a relação entre o saber cartográfico no ensino superior de Geografia e no ensino básico de Geografia; analisar criticamente os conteúdos de cartografia que são ensinados nos cursos superiores em geografia; analisar em que medida a formação profissional em Geografia influencia no seu modo de ver e trabalhar com os saberes cartográficos no ensino de Geografia; e identificar a necessidade e a existência de novas temáticas cartográficas que devam estar presentes no ensino superior de Geografia. As instituições escolhidas para a pesquisa são as três universidades estaduais públicas e seus cursos de Geografia: Universidade de São Paulo (USP)...

Geotecnologias no ensino de geografia : livros didáticos e práticas educativas para o ensino médio em Feira de Santana, BA; Geotechnologies and geography teaching : textbooks and educational practiceto secondary school in Feira de Santana, BA

Fabio Gonçalves da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
Nos últimos anos a Geografia diversificou a utilização de tecnologias para análise espacial. As geotecnologias permitem olhares diferenciados sobre o espaço. É oportuno pensar como as geotecnologias (sensoriamento remoto, SIG e GPS) são abordadas em livros didáticos de geografia do ensino médio e apontar possibilidades de uso no contexto da Geografia escolar. O objetivo geral da pesquisa, caracterizada como um estudo de caso pela particularidade do fenômeno em estudo e possível aplicabilidade em outras situações, é investigar o uso das geotecnologias como recurso didático para ensino de Geografia em dois contextos: (a) em livros didáticos adotados no ensino médio, e (b) em oficinas aplicadas para alunos do ensino médio de escolas públicas estaduais do município de Feira de Santana (BA). A seleção de livros foi feita com base no catálogo de livros didáticos aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio (PNLEM); foram analisados, dentre outros aspectos, os conceitos e a presença de atividades que envolvam geotecnologias. A aplicação das oficinas nas escolas foi precedida por visitas às escolas participantes e diálogos com os professores de Geografia para elaboração das atividades. A análise dos livros didáticos mostrou que imagens orbitais e fotografias aéreas estão presentes nos oito livros investigados...

A ontologia da Geografia à luz da obra de arte : o embate Terra-mundo em "Out of Africa"; The ontology of Geography in light of the artwork : the strife Earth-world in "Out of Africa"

Priscila Marchiori Dal Gallo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
O diálogo entre a Geografia e Filosofia e Geografia e Arte têm lançado possibilidades para o pensar dos geógrafos sobre "que significa Geografia?" cuja compreensão têm se realizado pela construção de uma ontologia da geografia. Tal construção tem envolvido um cuidado com o conceito fundamental da geograficidade no sentido de ampliar a sua compreensão ao buscar o seu fundamento ontológico. A Arte sob uma perspectiva heideggeriana oferece uma abordagem para pensar a geograficidade a partir das reflexões em torno da origem da obra de arte, isto é, o embate Terra-mundo que dá as bases para se pensar a origem do conhecimento sob uma perspectiva existencial na medida em que tal embate se dá enquanto a abertura de um horizonte de compreensão, isto é, o mundo pelo desvelamento da Terra. Em outras palavras, é o próprio existir enquanto um colocar-se em relação com a Terra que traz à luz o ser abrindo um horizonte de compreensão onde o ser pode permanecer desvelado. De modo que o fundamento da geograficidade reside em um movimento existencial de compreensão do ser. Exploramos tal fundamento a partir da geopoética tendo-a como uma via metodológica para deixar-se revelar a geograficidade na obra de arte tratando as discussões ontológicas desde uma linguagem poética...