Página 1 dos resultados de 267 itens digitais encontrados em 0.070 segundos

Ação comunicativa no cuidado à saúde da família: encontros e desencontros entre profissionais de saúde e usuários; Communicative Action Toward The Health care of the Family: Meetings and failure in meetings among professionals of health and users.

Craco, Priscila Frederico
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.17%
Na atualidade vivenciamos, nacional e internacionalmente, uma crescente revalorização do tema família com priorização e expansão de serviços de Atenção Primária à Saúde, como estratégia de reorganização do setor saúde e de mudança do modelo assistencial. Novas propostas em discussão e aplicação têm ocupado um lugar de destaque na reconstrução das práticas de saúde no Brasil. Neste cenário, ressalta-se a dimensão comunicacional do encontro entre profissionais de saúde e usuários, como um processo de diálogo, que garanta e estimule uma crescente integração entre as finalidades técnicas do trabalho e os projetos de vida dos usuários. Este estudo teve por objetivo compreender as comunicações e ações dos sujeitos (profissionais de saúde e usuários) envolvidos no cuidado à saúde da família e interpretar as possibilidades e dificuldades da ação comunicativa neste cuidado. A Teoria da Ação Comunicativa defendida por Habermas (1987) é a referência teórica fundamental. A esta foram acrescidas a conceituação de Dialógica do Cuidado proposta por Ayres (2002) e a categoria do trabalho vivo em ato proposta por Merhy (2000). Utilizamos a abordagem qualitativa de pesquisa, com a observação participante e a entrevista semi-estruturada como métodos de coleta de dados. A pesquisa foi desenvolvida em uma Unidade de Atenção à Saúde da Família do município de Ribeirão Preto...

Licença, posso entrar? As visitas domiciliares nos programas de Agentes Comunitários de Saúde e Saúde da Família e a integralidade; Excuse me, may I come in? Home visits in the Brazilian health care programs 'Community Health Agents' and 'Family Health' and the practice of integrality

Mendonça, Margarete Knoch
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
46.14%
O objetivo deste trabalho foi analisar as características das visitas domiciliares nos programas Agentes Comunitários de Saúde e Saúde da Família e sua possível contribuição para o alcance da integralidade. Em ambos os programas, a visita domiciliar apresenta-se como uma ação emblemática, como evidenciado pela designação de um profissional específico para essa atividade (o agente comunitário de saúde), embora se recomende que seja realizada por todos os profissionais de saúde. A integralidade foi buscada como representando um norte para a atenção primária, através de características do processo de trabalho em saúde. A metodologia adotada foi a pesquisa de tipo qualitativo, sendo os dados empíricos obtidos por meio de entrevistas com profissionais e usuários e pela observação do cotidiano de três equipes de agentes comunitários de saúde e três equipes de Saúde da Família em Campo Grande, MS, de novembro de 2005 a julho de 2006. A análise dos dados aponta que as coordenações estadual e municipal dos programas incentivam as visitas, mas consideram serem necessários critérios para as solicitações de visitas, definição do profissional que as realizará e mecanismos de avaliação, especialmente no que se refere às visitas feitas por profissionais com formação universitária. Na dinâmica de trabalho das equipes pesquisadas...

Sexualidade entre jovens das comunidades anfitriãs de turismo: desafios para a prevenção das DST/HIV e o Programa Saúde da Família; Sexuality among the youth of the host communities for tourism: challenges to the STI(s)/HIV prevention and the Family Health Program

Bellenzani, Renata
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
46.15%
A atividade turística em determinadas regiões brasileiras intensifica fluxos populacionais sazonais e gera impactos socioambientais, dentre eles agravos em saúde sexual e reprodutiva dos moradores das comunidades anfitriãs, o que exige respostas programáticas dos sistemas locais de saúde. Uma das estratégias de prevenção e promoção da saúde sexual que tem sido valorizada no debate sobre o tema constitui na maior incorporação de ações de prevenção ao Programa Saúde da Família (PSF), de acordo com suas diretrizes que prevêem a integração entre ações de prevenção, tratamento e reabilitação, de acordo com a realidade epidemiológica e sociocultural. Os objetivos do estudo foram: (1) descrever a vulnerabilidade social e programática às DST/HIV, gravidez não planejada e ao mercado sexual, entre jovens residentes em comunidades anfitriãs de turismo do litoral sul fluminense; (2) compreender de que modo os profissionais da rede básica/Programa Saúde da Família, da mesma localidade, reconhecem os impactos do contexto do turismo sobre a saúde do segmento jovem caiçara e quais as ações de prevenção que desenvolvem. O estudo de desenho qualitativo utilizou a observação etnográfica e entrevistas semi-estruturadas em profundidade realizadas com dois grupos de informantes: 12 jovens e 11 profissionais de saúde (dez da rede básica/PSF e um gestor da Coordenação Estadual de DST/Aids-RJ). RESULTADOS: O gênero...

Reflexões sobre relações disciplinares a partir do estudo de caso de um serviço universitário de promoção da saúde e prevenção de doenças na prática clínica; Reflections about disciplinary relationships based upon the case study of a university service for education and research in health promotion and disease prevention in clinical practice

Guedes, Lígia Emerita
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
46.04%
Introdução. O trabalho em equipe interdisciplinar é considerado um importante pressuposto para reorganização do processo de trabalho nas práticas de promoção da saúde e prevenção de doenças, visando a uma abordagem mais integral e resolutiva. Objetivo. Discutir aspectos das relações disciplinares entre profissionais de saúde, incluindo barreiras e facilitadores à prática da interdisciplinaridade, tomando como referência o caso de um centro universitário voltado ao ensino e pesquisa em promoção da saúde e prevenção de doenças na prática clínica. Método. Pesquisa qualitativa, realizada no Centro de Promoção da Saúde do Serviço de Clínica Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (CPS-HCFMUSP), com emprego de observação participante e entrevistas semiestruturadas com profissionais de saúde, iniciada após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos entrevistados. Os dados foram submetidos à análise qualitativa, através da análise de conteúdo, modalidade temática. Resultados. Encontram-se práticas realizadas por profissionais com mesmos objetivos, porém com pequena interação entre si, sem método e linguagem comuns...

Avaliação da assistência ambulatorial a pessoas vivendo com HIV/aids em serviços públicos no estado de São Paulo: relações entre qualidade e organização do processo de trabalho; Evaluation of the health care to people living with HIV/AIDS (PLWHA) in the State of São Paulo, Brazil: relationship between organizational dimensions and quality of care

Castanheira, Elen Rose Lodeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2002 Português
Relevância na Pesquisa
46.11%
Trata-se de um pesquisa avaliativa, de caráter qualitativo, que avaliou a qualidade da assistência em 27 serviços públicos de atenção à aids no estado de São Paulo. A assistência ambulatorial foi avaliada enquanto uma ação programática integrada às propostas ético normativas do Programa Nacional de DST/Aids, utilizando-se o conceito de organização tecnológica do trabalho tanto para a montagem dos instrumentos de avaliação, como categoria de análise. Os parâmetros programáticos utilizados foram: clareza na priorização, especificidade na apreensão e manipulação dos objetos, acoplamento amarrado de atividades, acessibilidade do alvo, foco de julgamento e avaliação e compreensão e adesão dos agentes às proposições éticas do Programa. O material empírico foi colhido através de entrevistas com os gerentes e observação do trabalho. A partir desse material, foram definidos como indicadores programáticos da assistência ambulatorial: o fluxo articulado e diversificado de alternativas assistenciais, o acolhimento dos pacientes novos, a atenção integral às gestantes, a abordagem da sexualidade, da concepção e da adesão ao tratamento, o encaminhamento dos pacientes difíceis, as abordagens psico-sociais e os mecanismos de integração da equipe. Os resultados indicaram que a organização tecnológica da assistência na média dos serviços conforma um modelo tecnológico de transição entre a assistência médica ambulatorial tradicional...

A integração das ações no campo da saúde mental entre a estratégia de saúde da família e o núcleo de apoio à saúde da família: desafios para uma prática interdisciplinar; Integration of actions in the field of Mental Health between the Family Health Strategy and the Support Center for Family Health: challenges for an interdisciplinary practice

Oliveira, Fernanda Rodrigues Leite de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
Com o intuito de superar os modelos tradicionais de atenção à saúde, caracterizados pela fragmentação e pelo elevado grau de especialização das intervenções, a Estratégia de Saúde da Família (ESF) foi criada como dispositivo prioritário para a reorganização do sistema de saúde. Para tanto, é composta por equipe multiprofissional que deve atuar no desenvolvimento de ações de promoção da saúde, prevenção de adoecimento, tratamento e reabilitação com foco no indivíduo, na família e na comunidade. Com o objetivo de ampliar e apoiar o trabalho da ESF, o Ministério da Saúde criou os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). Tais núcleos são compostos por equipes multiprofissionais que devem operar de acordo com a lógica do Apoio Matricial, trabalhando de maneira conjunta com a ESF. Para isso, os profissionais do NASF desenvolvem algumas ações estratégicas, como discussões de casos, realização de atendimentos compartilhados e ações de educação permanente. A partir da experiência profissional junto ao NASF foi possível verificar alguns impasses e dificuldades relacionados ao desenvolvimento das ações em Saúde Mental e também à integração das equipes de ESF e NASF. Que concepções de Saúde Mental e de cuidado guiam as ações? Como se dá a integração dos diferentes saberes e do trabalho entre os profissionais na construção de projetos terapêuticos? Frente a essas questões...

Adaptação e validação de um instrumento para avaliar a coordenação das redes de atenção à saúde pela Atenção Primária à Saúde: fase I; Adaptation and validation of scale to assess the coordination of health care networks by the primary care: preliminary results

Rodrigues, Ludmila Barbosa Bandeira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.17%
As transformações nas estruturas demográfica, epidemiológica e nos padrões de morbimortalidade vêm levantando a necessidade de novas perspectivas de organização dos sistemas de saúde. Com o crescimento da prevalência das condições crônicas, foram notadas mudanças em relação às demandas e às necessidades de saúde da população requerendo a busca premente de novas respostas. Desse modo, os problemas relacionados à integração do sistema e à coordenação dos cuidados vêm recebendo atenção nas reformas dos sistemas de saúde, sobretudo no papel da atenção primária à saúde. Considera-se que os sistemas de saúde organizados em redes de atenção à saúde e coordenados pela atenção primária podem contribuir para a melhoria da qualidade clínica, dos resultados sanitários, da satisfação dos usuários (pela melhoria do acesso e da resolubilidade), além de reduzir os custos dos sistemas locais de saúde. O objetivo do estudo foi adaptar e validar para o Brasil o check list utilizado para avaliar o grau de integração das Redes de Atenção à Saúde. Trata-se de um estudo metodológico de corte transversal. A coleta de dados ocorreu no período de março a outubro de 2013. Participaram do estudo profissionais de saúde que atuam na Estratégia de saúde da família...

Pró-saúde na perspectiva dos profissionais de saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Bauru: análise do discurso; Pro-Health in the perspective of health professionals of the municipal health Bauru: discourse analysis

Souza, Sylvia Helena Scombatti de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.17%
A Estratégia Saúde da Família surgiu como uma proposta para impulsionar a reestruturação da Atenção Básica em Saúde, tendo como foco o núcleo familiar. A inserção da Equipe de Saúde Bucal foi um importante componente nesta proposta de atendimento integral, vislumbrando um paradigma de atenção odontológica que promova melhorias nas condições de vida da população e a perspectiva de atuação dentro dos princípios da integralidade, desenvolvendo atividades de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal. O Agente Comunitário de Saúde é um profissional que emerge da comunidade e integra a equipe de saúde da família tornando-se um vínculo entre esses dois polos, trazendo as demandas da comunidade para a equipe e facilitando o acesso aos serviços. Este estudo teve como objetivo analisar, através dos discursos dos cirurgiões-dentistas, auxiliares em saúde bucal e agentes comunitários de saúde, suas percepções sobre a integralidade das ações, a integração ensino-serviço, através do programa Pró- Saúde, e as implicações na rotina de trabalho desses profissionais. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, onde os profissionais integrantes das Equipes de Saúde Bucal e Agentes Comunitários de Saúde foram entrevistados com auxílio de um roteiro semiestruturado...

Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde na estratégia saúde da família em municípios do sul de Minas Gerais; Evaluation of attributes of Primary Health Care in the Family Health Strategy in municipalities in southern Minas Gerais

Silva, Simone Albino da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.11%
Introdução: a Estratégia de Saúde da Família (ESF) foi instituída nos anos 1990 para expandir os serviços de Atenção Primária à Saúde (APS) no Sistema Único de Saúde (SUS), com os objetivos de reorientar o modelo de atenção e de implantar novas práticas de saúde, superando o padrão hospitalocêntrico. Na década seguinte, ampliaram-se a cobertura populacional e o escopo da ESF, incorporando-se os atributos da APS classificados em essenciais: acesso de primeiro contato; Longitudinalidade; integralidade; coordenação; e derivados: orientação familiar e orientação comunitária. A presença e o alcance destes atributos são referenciais avaliativos para a APS. Objetivo: avaliar se os atributos essenciais e derivados da APS estão incorporados às práticas das equipes da ESF, na perspectiva dos profissionais, usuários adultos e usuários responsáveis por crianças de zero a dois anos. Método: pesquisa avaliativa, de abordagem quantitativa, com delineamento transversal. A coleta de dados foi realizada nos meses de junho e julho de 2012, na região de saúde de Alfenas MG, utilizando-se o instrumento Primary Care Assessment Tool PCATool Brasil, nas versões dirigidas a população alvo deste estudo. Integraram a pesquisa ESFs de zona urbana...

Integralidade e indígenas urbanos: análise dos relatos de profissionais e usuários de uma unidade básica de saúde no município de São Paulo; Comprehensiveness and the indigenous urban population: analysis of reports by professionals and users of a basic health unit in the city of Sao Paulo

Fidelis, Juliana Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.13%
Analisamos a possibilidade de oferta de ações integrais em saúde em um serviço de Atenção Primária na região oeste do município de São Paulo. Esse serviço atende à uma comunidade indígena da etnia Pankararu, residente na favela Real Parque no bairro do Morumbi, através de uma equipe específica da Estratégia Saúde da Família (ESF). Verificamos em que medida o exame de relatos de profissionais e usuários indígenas deste serviço básico de saúde poderia identificar a atenção integral às necessidades de uma comunidade específica. Utilizamos a metodologia qualitativa e examinamos 05 entrevistas realizadas a sujeitos chave, contendo profissionais e usuários indígenas, liderança indígena e profissionais não indígenas. Estas entrevistas foram realizadas por pesquisadores da pesquisa "Caminhos da Integralidade" e sua utilização foi autorizada para nosso estudo. Na análise e interpretação dos dados utilizamos a análise de conteúdo segundo BARDIN. Classificamos o material em quatro categorias pré-definidas segundo os sentidos atribuídos à noção de Integralidade: 1) como boa Medicina, 2) como modo de organizar as práticas de saúde, 3) como demandas específicas e 4) como construção de projetos de felicidade. Identificamos nos relatos expressões favoráveis e desfavoráveis para uma atenção integral à saúde em cada categoria. Destacamos como variáveis favoráveis: o acesso "diferenciado" dos indígenas aos serviços de saúde; a importância da formação profissional e o interesse individual de aproximação com a cultura indígena; e a possibilidade de articulação entre serviços de atendimento ao indígena nos diferentes níveis de atenção. Como variáveis desfavoráveis: a equipe de saúde indígena tomada como "privilégio"; a falta de abertura para expressões culturais no encontro entre profissional e usuário indígena e na relação entre profissionais indígenas e não indígenas; a falta de conhecimento sobre a etnia assistida; dificuldades entre as especificidades da equipe indígena e os protocolos seguidos pela equipe Estratégia Saúde da Família. Constatamos um paradoxo essencial em nossa pesquisa: a presença da equipe de saúde indígena facilitou o acesso dos Pankararu às ações de saúde...

Emergência de realidades no ensino superior da saúde : atos e vozes da área de fisioterapia nas diretrizes curriculares nacionais

Oliveira, Gilnara da Costa Corrêa
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.11%
Esta tese teve como objeto de estudo a compreensão da emergência de realidades no ensino superior da saúde, segundo a singularidade da área de fisioterapia, mediante seus atos e vozes nas Diretrizes Curriculares Nacionais. Entendi ter-se organizado um movimento social por entre o debate das diretrizes curriculares. No encontro com profissionais da fisioterapia, procurei saber em que momento emergiu para esta profissão a possibilidade de mudança – sob a forma das Diretrizes Curriculares Nacionais – no saber-fazer-ensinar fisioterapêutico. Uso um movimento social por entre o debate das diretrizes curriculares. No encontro com profissionais da fisioterapia, procurei saber em que momento emergiu para esta profissão a possibilidade de mudança – sob a forma das Diretrizes Curriculares Nacionais – no saber-fazer-ensinar fisioterapêutico. Uso da ciência da complexidade e da teoria das realidades emergentes, para propor uma imagem e interpretação da conformação de novidades no ensino superior da fisioterapia, considerados os atos e as vozes de profissionais dessa área que militam pela educação e pelo lugar que a formação deve tomar na invenção de mundos (da técnica, do trabalho, das relações sociais, da ciência...

Encontros entre usuarios, profissionais da saude e suas representações sobre o urgente; Meeting between users, health professionals concerning theirs urgent social representations

Arine Campos de Oliveira Assis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
A Saúde como direito é uma prerrogativa da Constituição vigente no Brasil, que nasceu intrinsecamente ligada à idéia de que os homens têm direitos inalienáveis decorrentes de sua condição humana. No entanto, milhares de cidadãos brasileiros fazem uma leitura reducionista, entendendo-a como restrita ao acesso à consulta médica, realizada de forma imediata nos diversos Serviços de Saúde. Um dos fatos paradigmáticos desta cultura instituída é a tradicional superlotação dos Pronto-Socorros com pacientes portadores de casos de baixa complexidade clínica, passíveis de resolução em outros serviços de menor complexidade, que será tomada como objeto deste estudo. O ponto de partida foi o questionamento sobre quais fatores seriam condicionantes e moduladores desta configuração de demanda, optando por uma abordagem do problema numa perspectiva simbólica, tendo o estudo por objetivo compreender os significados que os usuários atribuem às suas necessidades de procura por algum cuidado em caráter de urgência. O caminho percorrido para chegar aos resultados foi o Método Qualitativo utilizando-me dos conceitos de urgência e emergência, articulados ao Modelo Teórico das Representações Sociais. Foi realizada uma investigação em um Pronto-Socorro Hospitalar em quatro Unidades Básicas de Saúde do município de Campinas...

Equipes de saúde da família em Manaus : aspectos administrativos e operacionais; Family health team in Manaus : administrative and operational aspects

Olavo das Neves Júnior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.25%
A implantação do Programa de Saúde da Família (PSF), com as Equipes de Saúde da Família (ESF) e as Equipes de Saúde Bucal (ESB), representou uma possibilidade de mudança no modelo de atenção vigente no Brasil. Os modelos assistenciais em saúde implantados anteriormente não conseguiram dar uma resposta satisfatória às necessidades da população. Em Manaus, capital do Estado do Amazonas, o PSF, iniciou-se em março de 1999. Buscou-se neste trabalho descrever os aspectos administrativos e operacionais das equipes de saúde da família no município de Manaus. Todos os Coordenadores do PSF e todos os 387 profissionais de saúde, entre os quais, 167 Médicos, 167 Enfermeiros e 53 Cirurgiões-Dentistas, integrantes do PSF na cidade de Manaus, receberam dois tipos de questionários: um abordando aspectos administrativos, tendo sido dirigido aos coordenadores do programa, e o segundo abordando aspectos operacionais das ESF, aos demais profissionais; desse total, 103 profissionais do PSF aceitaram participar da pesquisa, perfazendo uma taxa de resposta de 26,6%, retornando, portanto os questionários. O percentual de Médicos respondentes correspondeu a 33,9% (35), de Enfermeiros respondentes 47,6% (49), e de Cirurgiões-Dentistas respondentes 18...

Participação de usuários de serviços de saúde mental em pesquisas : um olhar a partir dos conceitos de empowerment e recovery; Participation of users of mental health services in research : a view from the concepts of empowerment and recovery

Rodrigo Fernando Presotto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.02%
O Sistema Único de Saúde (SUS) inaugurou no Brasil uma nova concepção de saúde fundamentada em doutrinas e princípios norteadores da forma como são pensadas, elaboradas e executadas a ações e as políticas públicas de saúde. Assim sendo, é preconizada pelo SUS a participação dos cidadãos usuários do sistema por meio dos órgãos de controle social, o que tem proporcionado um espaço privilegiado de discussão entre usuários, profissionais e gestores dos serviços de saúde, estratégia que claramente sinaliza para a equiparação e valorização do conhecimento da população usuária ao conhecimento de técnicos e gestores da saúde. O SUS foi concebido em um período de enorme efervescência política e social, em um contexto de contestação do estado militar ditatorial e reivindicação pela reabertura democrática de nosso país por inúmeras classes, instituições e movimentos sociais, o que contribuiu para o surgimento e o ressurgimento de diversos movimentos sociais que, além de apoiar o movimento de contestação da ditadura, defendiam reformas, mudanças radicais em diversas áreas e a efetiva implementação das políticas sociais brasileiras. Como por exemplo, os movimentos da Reforma Sanitária e da Luta Antimanicomial...

Percepções de profissionais da estratégia saúde da família sobre o processo de trabalho em equipe; Perceptions of professionals in the family health strategy on the process of teamwork

Lilian Mieko Mine
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.24%
O trabalho em equipe é considerado essencial para o funcionamento da Estratégia Saúde da Família na busca por uma abordagem integral e resolutiva, contudo, esbarra em alguns obstáculos que resultam na desarticulação do processo de trabalho, provocando descontinuidade de ações e fragmentação do cuidado. Foi proposto um estudo de natureza quali-quantitativa, com o intuito de investigar as percepções de cirurgiões-dentistas, agentes comunitários de saúde e enfermeiros a respeito da integração entre a equipe de saúde bucal (ESB) e os outros integrantes da equipe de saúde da família (ESF), sob a ótica de uma atuação interdisciplinar, procurando identificar as dificuldades e limitações no processo de trabalho. Foram selecionadas doze unidades de saúde da família no município de Piracicaba, SP, que possuíam ESB instaladas, totalizando uma amostra de 60 indivíduos. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista individual seguindo um roteiro semi-estruturado, específico para cada categoria profissional. A análise dos dados foi realizada por meio de uma análise descritiva para as questões fechadas e as questões abertas foram analisadas pela teoria do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Os discursos revelaram que a maioria dos profissionais possui uma concepção teórica adequada sobre a definição do trabalho em equipe...

Percepção dos profissionais inseridos na Estratégia Saúde da Família, em relação à intersetorialidade no município de Piracicaba = : Perception of health professionals involved in the Family Health Strategy in relation to intersectionality in Piracicaba; Perception of health professionals involved in the Family Health Strategy in relation to intersectionality in Piracicaba

Darlene Glória de Ávila Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.16%
A articulação intersetorial é um desafio para o fortalecimento das ações em saúde, valorizando as redes e espaços de construção coletiva. Promover a saúde é um desafio que exige considerar a contribuição dos diversos setores da sociedade, com seus aspectos socioeconômicos, históricos e culturais, estabelecendo conexões e redes para o fortalecimento da ação intersetorial. Essa pesquisa tem por objetivo avaliar a percepção dos profissionais inseridos na Estratégia Saúde da Família, em relação à importância da intersetorialidade, como ferramenta e a dificuldade de sua implementação. A pesquisa foi realizada com todas as equipes completas da Estratégia Saúde da Família, do Município de Piracicaba, no Estado de São Paulo, Brasil, composta por profissionais médicos, enfermeiros e dentistas, no período de 2012 a 2013. A coleta dos dados foi realizada por meio da apresentação de um caso aos profissionais, os quais elaboraram seus planos de cuidados. As respostas foram analisadas por meio do Discurso do Sujeito Coletivo, que é uma técnica de análise de dados quanti qualitativa que expõe detalhes de conteúdos e argumentos dos pensamentos coletivos. Após análise dos dados das 10 equipes completas, os discursos demonstram que alguns profissionais desconhecem a existência de equipamentos sociais municipais que atuam junto à comunidade. A maioria dos discursos revelou que os profissionais pesquisados possuem uma concepção teórica adequada sobre a intersetorialidade e acolhimento...

Terapias complementares na perspectiva de profissionias de saúde em cuidados paliativos

Lopes, Nádia Andreia Amaro
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 14/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.18%
Contexto: A utilização das TCs é, hoje em dia, uma realidade presente na sociedade portuguesa e a nível mundial sendo a sua integração nos SNSs; a sua disponibilidade e acessibilidade; a sua qualidade e eficácia e o seu uso racional por profissionais e consumidores focos de investigações e desenvolvimento, nos diversos países do mundo, após a WHO Traditional Medicine Strategy 2002-2005. Este estudo evidencia o interesse e a utilização das TCs por parte de profissionais de saúde em Cuidados Paliativos e teve como objetivo geral: conhecer a perspetiva de profissionais de saúde em CP sobre a utilização de TCs no seu quotidiano profissional e por objetivos específicos: identificar o interesse dos profissionais de saúde em CP por TCs; identificar as TCs mais utilizadas pelos profissionais de saúde em CP e identificar as formações em TCs efetuadas por profissionais de saúde em CP. Metodologia: Consiste num estudo exploratório descritivo com uma abordagem quantitativa em que os dados foram obtidos mediante a aplicação de um questionário constituído por três partes A, B e C, correspondentes às características pessoais e profissionais; ao interesse e à utilização das TCs pelos profissionais de saúde em Cuidados Paliativos...

Training the trainers and disseminating information: a strategy to educate health professionals on epilepsy

Fernandes,Paula T.; Noronha,Ana L.A.; Sander,Josemir W.; Bell,Gail S.; Li,Li M.
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
56.07%
PURPOSE: To evaluate the knowledge, attitudes and perceptions of epilepsy in primary care system health professionals prior to and after an educational intervention. METHODS: Educational interventions were delivered to three groups of people with an interest in epilepsy: 1. Information courses for physicians (241 subjects); 2. Social re-integration course for health professionals and community leaders (631 subjects); 3. "Training the Trainers" Course for physicians (11 subjects). The whole program is flexible and can be tailored for local or regional needs. For the evaluation of this process, health professionals completed a quantitative and qualitative questionnaire to assess their knowledge, attitudes and perception (KAP) of epilepsy prior to the training (pre-test) and 6 months after it (post-test). RESULTS: Comparison of knowledge scores prior to (mean=55.8, standard deviation=14.0) and after (mean=71.5, standard deviation=12.0) the intervention showed that physicians had improved knowledge after the training (t-test=7.8, p

Professional profile of dentists who are members of the Family Health Strategy city of Marília, São Paulo: the challenge of interprofessional work

Padula,Mirella Gonçalves Caldeira; Aguilar-da-Silva,Rinaldo Henrique
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.09%
INTRODUCTION: The inclusion of oral health professionals within the Family Health Strategy was legislated in December, 2000, by the Ministery of Health. These professionals are included in a new context which challenges the traditional education of fragmented knowledge and presents the challenge of interprofessional work. OBJECTIVE: To analyze the profile and the interprofessional practice of dentists working in the FHS in the city of Marília, São Paulo. MATERIAL AND METHOD: In 2012, a structured questionnaire and an adaptation of the Readiness Interprofissional Learning Scale (RIPLS), given to 34 dentists working in the FHS in the city of Marília, São Paulo, were used to collect data. Descriptive statistics and the nonparametric Kruskal-Wallis analysis of variance with SNK multiple comparisons post-test, at a significance level of p < 0.05, were used for data analysis. RESULT: The dentists are in the 31 to 40 year age range (70.6%), are mostly women (82.4%) and 79.41% hold a specialization in Public and Family Health. Comparisons of the differences of the mean scores of the responses among professionals, with and without graduate study in this area, were statistically significant in the statements regarding the amount of human resources and interprofessional work. CONCLUSION: Graduate study in Public and Family Health provides dentists with background on the integration of teamwork...

Religion and HIV/AIDS stigma: Implications for health professionals in Puerto Rico

Varas-Díaz, N.; Neilands, T.B.; Malavé Rivera, S.; Betancourt, E.
Tipo: text
Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
HIV/AIDS stigma continues to be a barrier for prevention efforts. Its detrimental effects have been documented among people living with HIV/AIDS and encompass loss of social support and depression. When it is manifested by health professionals, it can lead to suboptimal services. Although strides have been made to document the effects of HIV/AIDS stigma, much needs to be done in order to understand the structural factors that can foster it. Such is the case of religion’s role on HIV/AIDS stigma in Puerto Rico. The Caribbean Island has a Judeo-Christian based culture due to years of Spanish colonisation. This religious influence continued under Protestantism as part of the Island’s integration as a non-incorporated territory of the USA. The main objective of this study was to explore the role of religion in HIV/AIDS stigma manifested by Puerto Rican health professionals in practice and in training. Through a mixed method approach, 501 health professionals completed qualitative interviews (n=80) and self-administered questionnaires (n=421). Results show that religion plays some role in conceptualisations of health and illness among participants in the study. Furthermore, the importance placed on religion and participation in such activities was related to higher levels of HIV/AIDS stigma.