Página 1 dos resultados de 3814 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

A promoção da saúde e a concepção dialógica de Freire: possibilidades de sua inserção e limites no processo de trabalho das equipes de saúde da família; Health promotion and Freire s dialogical conception: possibilities of their insertion and limits on the work process of the care in the Health Family team

Heidemann, Ivonete Teresinha Schulter Buss
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
O estudo teve o objetivo de analisar a incorporação das ações de promoção da saúde no processo de trabalho das equipes de Saúde da Família, em uma Unidade Básica de Saúde. As ações referidas foram política pública saudável; criação de ambiente favorável; desenvolvimento de habilidades pessoais, reforço da ação comunitária e reorientação do sistema de saúde. Como fundamentação teórica buscou-se compreender a origem e as bases da nova promoção da saúde e sua aproximação com o pensamento e a obra de Paulo Freire. Como metodologia de trabalho, foi utilizado o itinerário de pesquisa do educador Paulo Freire (1968), que possui como pano de fundo uma proposta pedagógica libertadora e constitui uma referência internacional para abordagem de promoção à saúde. O trabalho de campo foi realizado através de Círculos de Cultura em diferentes eventos ocorridos com profissionais, usuários e lideranças comunitárias da unidade de estudo. Os dados empíricos foram coletados no período de abril a dezembro de 2005 e constou de 03 etapas: a entrada no campo com investigação dos temas geradores; codificação e descodificação dos temas; desvelamento crítico. Foram identificadas 29 temáticas significativas...

Impacto de ações de promoção da saúde incluídas no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional de empresa do ramo alimentício; Impact of health promotion actions included in a occupational health medical control program on a food company

Bandini, Marcia Cristina das Dores
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
INTRODUÇÃO: Promoção da saúde no ambiente de trabalho é um tema de interesse crescente, em especial nas duas últimas décadas. OBJETIVO: Este estudo foi desenvolvido para medir o impacto das ações de promoção da saúde, entre trabalhadores de uma empresa do ramo alimentício, nos indicadores relacionados a tabagismo, atividade física, alimentação saudável, controle de peso e qualidade de vida em saúde, e estágios de mudança comportamental, durante um período de 12 meses. INTERVENÇÃO: As ações de promoção da saúde incluíram treinamento de médicos do trabalho nas estratégias de aconselhamento em promoção da saúde, supervisão e divulgação de material informativo. Duzentos e um trabalhadores foram divididos em dois grupos (A e B). O Grupo A fez exames periódicos com médicos do trabalho treinados e recebeu material informativo sobre promoção da saúde. O Grupo B fez seus exames com médicos do trabalho sem treinamento. Os trabalhadores responderam a um questionário no início e no final do estudo. RESULTADOS: não houve mudança dos indicadores objetivos relacionados à prática de atividade física, alimentação saudável e Índice de Massa Corpórea. Dados relacionados a tabagismo não puderam ser analisados estatisticamente devido ao pequeno tamanho das amostras. Houve progressão dos estágios de mudança comportamental no Grupo A (p=0...

As concepções do agente comunitário de saúde sobre promoção da saúde; Conceptions of health's community work concerning health promotion

Almeida, Eugênia Zilioli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.44%
Esta pesquisa compreende um estudo de caso do tipo descritivo, que pretende fazer uma abordagem quanti-qualitativa das ações de Promoção da Saúde do Agente Comunitário de Saúde (ACS). Teve como objetivos: descrever e analisar as ações do ACS, buscando identificar as concepções de promoção da saúde que dão suporte as mesmas. A pesquisa foi realizada na cidade de São Paulo, em uma Unidade Básica de Saúde localizada na região central deste município. Foram sujeitos do estudo 16 ACS que atuam na região. Os dados quantitativos foram coletados através de um Formulário, baseado na proposta do Ministério da Saúde para os eixos de Competências do ACS quais sejam aqui citados como: A integração da equipe com a população, Planejamento e avaliação, Promoção da Saúde, Prevenção e monitoramento de risco ambiental e sanitário e a grupos específicos e morbidades. Estes dados foram organizados segundo o programa EXCEL. Os dados qualitativos foram coletados por meio da técnica de Grupo Focal (GF) e visavam aprofundar os dados obtidos com o inquérito. As discussões das ações de promoção da saúde no GF foram analisadas pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Foi possível a constatação de que o ACS investigado tinha mais habilidade com as ações de promoção da saúde que se dispunham informar a família sobre o comportamento adequado à saúde e...

A promoção da saúde na organização das ações de enfermagem em saúde da criança no município de São Paulo; Health Promotion in organization the nursing practice at child health at São Paulo city

Avila, Livia Keismanas de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
Um dos desafios da Enfermagem em Saúde Coletiva, na realidade de atuação da atenção primária, é incorporar o conceito de geração como categoria para identificação de necessidades e organização das práticas em saúde, sobretudo as relacionadas a assistência da criança na perspectiva da integralidade e maior resolubilidade. A incorporação da Promoção da Saúde, no planejamento das práticas na atenção primária, pode contribuir para a melhoria das mesmas, na medida em que amplia o objeto da doença para as necessidades de saúde dos grupos, contribuindo na superação da ênfase curativista. Assim, torna-se necessário reconhecer as práticas e concepções dos enfermeiros inseridos na atenção primária à saúde sobre a Promoção da Saúde. Este estudo analisou a abordagem das intervenções preconizadas em documentos oficiais, por meio das principais ações e atividades normatizadas e identificou as ações em saúde da criança a partir da percepção dos profissionais enfermeiros dos programas assistenciais. Foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa fundamentada no materialismo histórico-dialético a partir da análise documental das proposições em saúde da criança do município de São Paulo e entrevistas semiestruturadas com enfermeiros da Supervisão Técnica de Saúde do Butantã. A análise documental incidiu sobre três documentos...

Promoção da saúde e o desenvolvimento de habilidades pessoais: representações de idosos usuários de UBS sobre promoção da saúde e contribuição dos serviços; Health promotion and the development of personal skills: representations of elderly users of UBS on health promotion and contribution of services

Perracini, Carolina Pinheiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
INTRODUÇÃO: A promoção da saúde é um tema bastante discutido atualmente. A partir do referencial teórico da Carta de Ottawa (1986), este estudo prioriza o desenvolvimento de habilidades pessoais entre os idosos, um dos campos de ação definidos por este documento. As atividades de promoção da saúde do idoso consideradas neste estudo foram selecionadas em documentos oficiais brasileiros e estudo de literatura sobre o assunto. OBJETIVO: Discutir a inserção da promoção da saúde em práticas de vida de um conjunto de idosos de baixa renda, a partir de suas representações sobre promoção da saúde e a contribuição dos serviços. METODOLOGIA: Foi utilizada metodologia qualitativa, com entrevista semi-estruturada realizada com doze usuários idosos de baixa renda de uma Unidade Básica de Saúde da cidade de São Paulo, e com duas profissionais de saúde dessa UBS. Também foram registradas observações em diário de campo. Utilizouse como critério para seleção dos sujeitos o fechamento do campo por cotas e realizou-se análise de conteúdo e temática do material coletado. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Os idosos foram caracterizados segundo aspectos sócio-demográficos e segundo as representações que apresentaram em relação a seu envelhecimento. Quanto às características sócio-demográficas...

Envelhecimento e qualidade de vida: significados para idosos participantes de grupos de promoção de saúde no contexto da estratégia saúde da família; Ageing and Quality of Life: Meanings for the aged participating in the Health Promotion Groups within the Family Health Strategy context.

Tahan, Jennifer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
O crescimento progressivo no número de idosos nas últimas décadas, resultado da queda das taxas de fecundidade e mortalidade e do conseqüente aumento da expectativa de vida, fez com que se desenvolvesse o interesse pelo estudo do envelhecimento. Na literatura é destacada a relevância científica e social de se investigar as condições que interferem no bem-estar na senescência e os fatores associados à qualidade de vida de idosos, a fim de criar alternativas de intervenção e propor ações e políticas na área da saúde, buscando atender às demandas da população que envelhece. Importantes avanços no campo da saúde têm sido conquistados no Brasil e a Estratégia Saúde da Família surge como meio possível no processo de reorganização da atenção básica em saúde e com grande potencial para tornar concreta a participação da comunidade e à integralidade das ações. Assim este estudo teve por objetivo analisar as percepções dos idosos em relação à sua qualidade de vida, com vistas à integralidade da assistência, após a adesão a Grupos de Promoção de Saúde em funcionamento no Centro de Saúde Escola da Vila Tibério (Ribeirão Preto-SP). A pesquisa foi feita na abordagem qualitativa e a coleta de dados realizada por meio de entrevista semi-estruturada e da observação participante no período de 22 de julho de 2008 a 04 de dezembro de 2008 em três grupos. A análise foi feita através da análise de conteúdo...

Práticas de promoção da saúde no atendimento fisioterapêutico em uma instituição hospitalar de referência em cardiologia; Health promotion on physical therapy care in a reference heart hospital

Pinheiro, Denise Gonçalves Moura
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
As doenças cardiovasculares representam um elevado índice de morbimortalidade no Brasil e no mundo. Desta forma, as ações de promoção da saúde são essenciais para controle e prevenção de doenças crônicas. O potencial do fisioterapeuta como promotor de saúde é grande, porém pouco explorado. O objetivo desta pesquisa foi identificar as ações relacionadas à promoção da saúde realizadas pelo serviço de Fisioterapia em uma instituição de referência em Cardiologia e verificar as percepções de profissionais e pacientes neste contexto. Utilizou-se a pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso. Foi realizada a triangulação metodológica, e como coleta de dados, realizou-se observação e entrevistas semi-estruturadas com 8 fisioterapeutas e 7 pacientes da instituição. Após a análise temática, emergiram dois grandes temas das entrevistas: A visão dos profissionais frente à promoção da saúde e As ações de promoção de saúde e o autocuidado dos pacientes: convivendo com uma doença crônica. Foram identificadas sete atividades de promoção de saúde oferecidas aos pacientes da instituição nas quais o papel do fisioterapeuta está bem definido. As atividades tinham cunho preventivista e estavam focadas estritamente na doença. Muitos profissionais tinham dificuldade em definir a promoção da saúde...

Promoção da saúde: percepção dos agentes comunitários de saúde a partir da sua formação e da sua prática; Health promotion: perceptions of community health workers from their training and their practice

Silva, Marcia Mulin Firmino da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
Introdução A promoção da saúde visa à melhoria da qualidade de vida, por meio de políticas públicas favoráveis ao desenvolvimento da saúde e do reforço da capacidade dos indivíduos e das comunidades. A estratégia da Saúde da Família trabalha com os referenciais da promoção da saúde e o agente comunitário de saúde é o elemento que agrega esse potencial na equipe de saúde. Objetivo Analisar a percepção dos agentes comunitários de saúde sobre a Promoção da Saúde, a partir da sua formação e da sua prática e discutir sobre as possibilidades e limitações da atuação desses trabalhadores. Metodologia Foi utilizada a pesquisa-ação, que possibilita uma estreita associação entre a investigação e a resolução de um problema coletivo. O estudo envolveu como sujeitos os agentes comunitários de saúde das Unidades Básicas de Saúde, a partir de um grupo composto por dezoito agentes comunitários de saúde, representativos das unidades envolvidas. O trabalho foi construído em conjunto com o grupo, através de: a) oficinas de reflexão, nas quatro unidades de saúde, com o conjunto dos ACS, identificando a percepção dos mesmos em relação ao conceito de promoção da saúde e em relação ao trabalho realizado nessa área; b) oficinas com o grupo de representantes dos ACS...

Promoção da saúde do idoso: revisão de literatura brasileira; Health promotion for the elderly: revision of the Brazilian literature

Yamamoto, Cintia Missue Kitano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.44%
O envelhecimento populacional e a mudança no perfil epidemiológico ocorridos nas últimas décadas trazem novos desafios sociais, políticos e culturais tanto no Brasil como no restante do mundo. A nova Promoção da Saúde tem influenciado o setor saúde propondo uma concepção ampla do processo saúde-doença e de seus determinantes, na articulação de saberes técnicos e populares, e na mobilização de todos os setores da sociedade para seu enfrentamento e resolução. Objetivos: Traçar um panorama da produção bibliográfica sobre Promoção da Saúde do Idoso, no Brasil. Identificar o enfoque conceitual de Promoção da Saúde e o tipo de delineamento de pesquisa dos artigos avaliados.Método: Realizou-se um estudo exploratório descritivo, por meio de levantamento bibliográfico no banco de dados LILACS, mediante descritores do vocabulário DECS. O período pesquisado foi de 1994 a 2009, no Brasil; tendo como marco histórico a promulgação da Política Nacional do Idoso. A análise dos dados foi dividida em duas seções: quanto aos periódicos e quanto aos artigos selecionados. Resultados: Foram obtidos 112 registros de publicações; sendo: 26 teses, 21 livros, 63 artigos, 1 (hum) editorial de saúde e 1 (hum) documento Pelos critérios de inclusão foram analisados 31 artigos em 23 revistas da área da saúde. As áreas dos periódicos que mais publicaram artigos sobre a temática da promoção da saúde do idoso...

Promoção da saúde: percepção e prática de profissionais da Estratégia Saúde da Família; Health promotion: perceptions and practice of professionals in the Family Health Strategy

Lasmar, Marcela Monteiro de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
O Sistema Único de Saúde (SUS) foi criado, a partir do movimento da Reforma Sanitária, como uma necessidade do país em atender às novas demandas em saúde colocadas pelo contexto social. A Estratégia Saúde da Família surgiu como um meio de avançar na construção dos princípios do novo sistema, na busca de romper com antigas concepções na área que centravam na doença, em detrimento de uma visão integral dos sujeitos e comunidades. Neste cenário, a promoção da saúde aparece como um conceito inovador das práticas sanitárias, lançando um novo paradigma com o foco nos aspectos saudáveis dos indivíduos e ambientes, ou seja, o foco na saúde. O presente estudo, de natureza qualitativa, investigou as concepções e práticas de promoção da saúde de profissionais dos Núcleos de Saúde da Família (NSF) da Universidade de São Paulo (USP). Foram entrevistados treze sujeitos de três equipes, a saber: três enfermeiros, três médicos, dois auxiliares e um técnico de enfermagem, dois dentistas e dois agentes comunitários de saúde (ACS). Foi utilizada entrevista semi-estruturada. Foi feita uma descrição das comunidades atendidas pelas respectivas equipes. Ficou evidente a importância do vínculo entre equipe e usuários como subsídio para o trabalho. As atividades denominadas como ações de promoção da saúde...

O enfoque da promoção da saúde nos projetos de extensão universitária na área da saúde; The focus of Health Promotion in the university extension activities in the area of health

Silva, Ayodele Floriano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
Introdução: A extensão universitária é uma das atribuições da universidade. Acredita-se que os projetos de extensão representem um instrumento de formação de profissionais aptos para atuar na perspectiva da Promoção da Saúde preconizada pelo SUS. Nesse contexto, o enfoque da Promoção da Saúde para olhar estas intervenções na área da saúde é pertinente para verificar as potencialidades de tais atividades. Objetivos: Analisar as atividades de extensão universitária desenvolvidas em três unidades da USP - Faculdade de Medicina, Faculdade de Saúde Pública e Escola de Enfermagem -, sob o enfoque da Promoção da Saúde e conhecer a percepção de professores e estudantes quanto à contribuição da extensão universitária em saúde na formação profissional dos estudantes participantes. Material e Métodos: Foram identificadas e quantificadas as atividades de extensão realizadas entre 2005 e 2009. Em seguida, foi feita análise documental dos projetos selecionados (Projeto Assunção, Projeto Bandeira Científica e Jornada Universitária de Saúde) e entrevistados seus professores coordenadores e estudantes participantes. Resultados: A quantidade de projetos foi menor em relação às outras categorias de atividades de extensão universitária existentes. O projeto Assunção foi o que apresentou mais aproximações e convergências com a perspectiva da Promoção da Saúde. Professores e estudantes destacaram as contribuições dos projetos de extensão para a formação profissional. Conclusão: Os projetos de extensão são importantes instrumentos na formação de profissionais aptos para atuar com a perspectiva da Promoção da Saúde junto ao Sistema Único de Saúde; Introduction: The extension is one of the powers of the university. It is believed that the extension projects are a training tool for professionals able to work in the perspective of health promotion proposed by SUS. In this context...

Potencialidades do "WHOQOL - BREF" para a identificação das esferas de promoção da saúde: opinião de especialistas; Potential of the WHOQOL-bref" to identify the areas of health promotion: opinions of experts

Barros, Débora Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/07/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
No Brasil, desde a constituição do SUS, a Promoção da Saúde encontra-se dentre suas tarefas, compondo a linha de cuidado integral dos sujeitos. No entanto, ainda há o despreparo dos profissionais para captar e trabalhar com as dimensões subjetivas. Dessa forma, surge a necessidade de instrumentos que permitam indicar as ações de promoção da saúde para a prática de uma clínica com olhar mais ampliado. Neste trabalho optou-se como base teórica a perspectiva de Promoção da Saúde de Labonte, pois articula a abordagem biomédica e comportamental das ações em saúde e agrega à perspectiva sócio-ambiental e emocional intrínseca ao processo saúde doença. Teve como objetivo verificar e descrever os limites e possibilidades do WHOQOL-bref para identificar as dimensões de saúde e bem estar proposta por Labonte. Como metodologia, utilizou-se a técnica Delphi, que consiste em consultar um grupo de especialistas em determinado assunto, por meio de um questionário repassado entre todos os respondentes. Para selecionar os especialistas foram consultados os bancos on-line de teses e dissertações da USP e Unicamp, sendo procurados trabalhos com o descritor WHOQOL e promoção da saúde, dos últimos três anos. A partir da leitura do resumo destes trabalhos foram escolhidos os especialistas cujas temáticas tivessem uma proximidade com o foco deste estudo. Portanto...

As potencialidades do agente comunitário de saúde para ações de promoção da saúde: em foco o  colegiado gestor regional de Alto Capivari; The potentialities of the community health worker on the actions of health promotion: into focus the Regional Management Collegiate of Alto Capivari

Gomes, Maria Fernanda Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.48%
O Ministério da Saúde atribui cinco competências aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), uma delas é a Promoção da Saúde. As particularidades da inserção do ACS na comunidade e sua identidade cultural podem facilitar ou não o desenvolvimento de ações de Promoção da Saúde. As questões colocadas para esta pesquisa foram: O ACS tem potencial para promover a saúde? Que tipo de ações de Promoção da Saúde esses ACS realizam? Existe investimento diferenciado nas ações de Promoção da Saúde, por parte dos municípios? Com base nesse contexto, o objetivo geral desta pesquisa foi descrever e analisar as potencialidades do ACS para a Promoção da Saúde. E, como objetivos específicos: caracterizar o perfil sócio-demográfico dos ACS; caracterizar as competências dos ACS; caracterizar as ações vinculadas à competência Promoção da Saúde e analisar o potencial destas para o fortalecimento das comunidades. Os referenciais teóricos utilizados para análise e discussão dos resultados foram o modelo de Promoção da Saúde proposto por Labonté (1993) e o modelo teórico de organização e construção da comunidade para Promoção da Saúde, proposto por Nutbeam e Haris (2005). Trata-se de uma pesquisa de abordagem quanti-qualitativa...

Os significados das práticas de promoção da saúde na infância: um estudo do cotidiano escolar pelo desenho infantil; The significance of the practices of health promotion in childhood: a study of daily school life through children's drawings

Lucas, Eduardo Alexander Julio Cesar Fonseca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
No Brasil os modelos de atenção à saúde, em particular os direcionados à promoção da saúde da população infantil, têm sido caracterizados por um enfoque primordialmente direcionado aos determinantes biológicos, e enfrenta diversas dificuldades na sua implementação. Vários fatores podem ser relacionados a essa problemática, tais como carência de recursos materiais e humanos, falta de infraestrutura organizacional e de gestão, além dos aspectos socioculturais imbricados na adoção ou não das práticas de promoção à saúde. Essa Tese de doutorado teve como objetivos: descrever as práticas de promoção da saúde desenvolvidas numa comunidade escolar do Município do Rio de Janeiro à luz das políticas públicas e da cultura escolar; analisar os significados atribuídos pelos escolares a essas práticas; e, discutir o modelo de atenção e as práticas de promoção da saúde desenvolvidas na escola, a partir dos significados atribuídos pelos sujeitos de estudo a essas práticas. A abordagem qualitativa a partir da perspectiva etnográfica apoiada nos pressupostos de Geertz permitiu compreender os significados emergentes das produções simbólicas (desenhos e seus respectivos relatos) acerca do tema saúde. Os resultados demonstraram que as ações de promoção da saúde estão incorporadas ao cotidiano da escola...

Promoção da saúde na educação básica: possibilidades e desafios para Licenciatura em Enfermagem; Health promotion in primary education: ossibilities and challenges for nursing degree

Novaes, Camila Bernardi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
Vivencia-se, no Brasil, o desafio do desenvolvimento de ações multidisciplinares e intersetoriais de Promoção da Saúde no contexto escolar. Diante deste panorama, a necessidade não apenas da abordagem temática da saúde, como também a preparação dos profissionais para desenvolver este trabalho, devem ser discutidas. As atuais diretrizes nacionais do curso de Licenciatura em Enfermagem indicam que se espera, entre outros, o perfil de enfermeiros capacitados para atuar na Educação Básica. Considerando-se que existem políticas públicas que vêm promovendo e incentivando a Promoção da Saúde na Educação Básica, é importante estudar a formação e atuação do futuro enfermeiro em tal contexto. Diante disso, este trabalho teve como objetivo principal analisar a inserção de estagiários do Curso de Licenciatura em Enfermagem na Educação Básica em atividades de Promoção da Saúde. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, e a participação foi espontânea, após conhecimento da proposta do estudo e consentimento por meio de assinatura do TCLE. A coleta de dados se deu por meio de dois encontros de Grupos Focais realizados com estagiários licenciandos em enfermagem e observações das atividades realizadas por eles...

Prevalence of health promotion programs in primary health care units in Brazil

Ramos, Luiz Roberto; Malta, Deborah Carvalho; Gomes, Grace Angélica De Oliveira; Bracco, Mário M; Florindo, Alex Antonio; Mielke, Gregore Iven; Parra, Diana C; Lobelo, Felipe; Simoes, Eduardo J; Hallal, Pedro Curi
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 837-844
Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); OBJECTIVE: Assessment of prevalence of health promotion programs in primary health care units within Brazil’s health system. METHODS: We conducted a cross-sectional descriptive study based on telephone interviews with managers of primary care units. Of a total 42,486 primary health care units listed in the Brazilian Unified Health System directory, 1,600 were randomly selected. Care units from all five Brazilian macroregions were selected proportionally to the number of units in each region. We examined whether any of the following five different types of health promotion programs was available: physical activity; smoking cessation; cessation of alcohol and illicit drug use; healthy eating; and healthy environment. Information was collected on the kinds of activities offered and the status of implementation of the Family Health Strategy at the units. RESULTS: Most units (62.0%) reported having in place three health promotion programs or more and only 3.0% reported having none. Healthy environment (77.0%) and healthy eating (72.0%) programs were the most widely available; smoking and alcohol use cessation were reported in 54.0% and 42.0% of the units. Physical activity programs were offered in less than 40.0% of the units and their availability varied greatly nationwide...

Novos arranjos institucionais e sua relação com a promoção da saude : a visão dos agentes comunitarios de saude; New institutional arrangements and its relation with health promotion : the health community agents point of view

Svetlana Bacellar Aguirre
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
A Promoção da saúde tem encontrado inúmeras dificuldades em sua implantação principalmente devido a predominância do modelo biomédico nas ações de saúde que exclui a determinação social do processo saúde-doença e acaba limitando o objetivo maior da Atenção primária de Prevenção e Promoção da saúde. A Promoção da saúde considerada neste trabalho, que tem como eixos principais a intersetorialidade e o empoderamento, busca ampliar o paradigma biomédico incorporando outras variáveis que influenciam tanto o tratamento das doenças e a prevenção delas, quanto a busca pela saúde, em toda a sua extensa e complexa teia de determinantes. No intuito de pensar alternativas para que ações de Promoção da saúde fossem implantadas com maior força tomamos nesta pesquisa arranjos institucionais e estratégias de gestão como ferramentas para a ampliação da clínica, para a criação de espaços de co-gestão e organização do processo de trabalho.Com isso, objetivamos avaliar se a maior ou menor implantação de arranjos de gestão pelas unidades básicas de saúde interferem, sob o ponto de vista dos Agentes Comunitários de saúde (ACS) na implantação da Promoção da saúde. Pensa-se que a possibilidade de trocas de valores...

Health promotion and health education conceptions of future nurses and other university students : influence of the initial training

Carvalho, Graça Simões de; Carvalho, Amâncio
Fonte: International Union of Health Promotion and Education (IUHPE) Publicador: International Union of Health Promotion and Education (IUHPE)
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em 09/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
76.25%
The general aim of the present study was to compare the system of values in HP/HE conveyed in courses in the area of health, pre-school teaching, basic teaching and social service, in order to understand the relation between the conceptions to be taught and the taught conceptions. For this purpose, we first carried out a content analysis of HP/HE models in national and international publications and developed a descriptive, comparative and cross-sectional study. For the latter an auto-filling questionnaire was applied to a sample of 709 students of seven university courses. The mental representation of the health concept by the total of the students’ sample was expressed in five key words (by decreasing order): Well-being, Hospital, Disease, Doctors and Nurses. The predominance of these key words is connected to a reductionist vision of the health determinants, centred in the system of health, excluding the other ones. When looking at the evolution of the concept of health from the 1st to the 4th year of university training, the Braga Nursing course (BR-N) was the one with higher decrease in the key words associated to the reductionist vision of the term and, similarly, the course of Basic Teaching Teachers (BTT) was the one with more increases associated to the wide concept of health. In contrast...

Teacher training in the field of health promotion : a proposal for International collaboration and preparation of a symposium for the 20th IUHPE World Conference

Jourdan, Didier; Simovska, V.; Valiama, R.; Pakkarár, L.; Simar, C.; Mannix-McNamara, P.; Samdal, O.; Viig, N.G.; Carvalho, Graça Simões de; Diagne, F.; Guével, M-R.; Buijs, G.; Young, I.
Fonte: IUHPE - International Union for Health Promotion and Education Publicador: IUHPE - International Union for Health Promotion and Education
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em 09/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
86.43%
Schools are considered to be settings for both health education and health promotion. But the core business of schools is actually focussed on educational outcomes, not reducing health problems. In most countries, schools give low priority to health promotion and school staffs, mainly teachers, are not aware of their role in health promotion. Studies show that teachers who have received health promotion training tend to be involved more frequently in health promotion projects and have a more comprehensive approach to health education. Pre-service and In-service staff training is then a main challenge. That’s the reason why we have launched an initiative to join international forces to strengthen and advocate for teacher training in health promotion. The main goals are: develop research, affirm and reinforce the work done in teacher training in health promotion, support the institutes/colleges/universities in the provision of initial and in-service teacher training and stimulate international partnership work.; LIBEC/CIFPEC - unidade de investigação 16/644 da FCT.

Prevalence of health promotion programs in primary health care units in Brazil

Ramos,Luiz Roberto; Malta,Deborah Carvalho; Gomes,Grace Angélica de Oliveira; Bracco,Mário M; Florindo,Alex Antonio; Mielke,Gregore Iven; Parra,Diana C; Lobelo,Felipe; Simoes,Eduardo J; Hallal,Pedro Curi
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
OBJECTIVE Assessment of prevalence of health promotion programs in primary health care units within Brazil’s health system. METHODS We conducted a cross-sectional descriptive study based on telephone interviews with managers of primary care units. Of a total 42,486 primary health care units listed in the Brazilian Unified Health System directory, 1,600 were randomly selected. Care units from all five Brazilian macroregions were selected proportionally to the number of units in each region. We examined whether any of the following five different types of health promotion programs was available: physical activity; smoking cessation; cessation of alcohol and illicit drug use; healthy eating; and healthy environment. Information was collected on the kinds of activities offered and the status of implementation of the Family Health Strategy at the units. RESULTS Most units (62.0%) reported having in place three health promotion programs or more and only 3.0% reported having none. Healthy environment (77.0%) and healthy eating (72.0%) programs were the most widely available; smoking and alcohol use cessation were reported in 54.0% and 42.0% of the units. Physical activity programs were offered in less than 40.0% of the units and their availability varied greatly nationwide...