Página 1 dos resultados de 1441 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Fundamentos filosóficos e políticos da inclusão escolar: um estudo sobre a subjetividade docente; Philosophical and Political Fundamentals of school inclusion: a study on teaching staff subjectivity

Barros, Carlos César
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.69%
Este trabalho busca investigar as bases psicológicas da inclusão escolar. Baseia-se em estudo teórico e numa descrição empírica da subjetividade de professores de alunos com necessidades educacionais especiais. A partir do estudo de documentos e da literatura especializada, depara-se com a fundamentação axiológica da educação inclusiva. Passa, então, a refletir sobre as contradições de sustentar o discurso educacional em valores humanitários universais enquanto a contemporaneidade se desumaniza e considera tais valores ultrapassados ou ilusórios. Tomando como referencial a teoria crítica da sociedade, a Escola de Frankfurt, a pesquisa busca encontrar nas contradições fatores que estimulam e transformam: os próprios valores, que não são ilusórios já que derivados das condições materiais da existência, mas são passíveis de serem ultrapassados no tempo se negados e esquecidos. Ainda que decadentes devido à massificação na sociedade administrada eliminadora de diferenças, as forças sociais libertadoras e transformadoras fazem um retiro na esfera individual. Se o reconhecimento dos valores se dá nas esferas social, jurídica e afetiva, frente à crise das duas primeiras esferas, cabe perguntar como ele subsiste na terceira...

As mútuas influências, família-escola, na inclusão escolar de crianças com deficiência visual; Mutual influence, family - school, on the scholar inclusion of children with visual deficiency

Bazon, Fernanda Vilhena Mafra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.72%
Esta Tese tem como objeto de estudo a compreensão das mútuas influências exercidas entre escola e família no processo de inclusão escolar. Seu objetivo foi o de identificar como a inclusão escolar da criança com deficiência visual influencia sua relação familiar e como esta reflete no processo de inclusão destas crianças. O relacionamento familiar e a inclusão escolar, temas de grande relevância para a compreensão do desenvolvimento e interação dos indivíduos com deficiência, tem sido objeto de investigações, contudo acerca das influências entre eles nada foi encontrado no rastreamento realizado nas fontes pertinentes ao tema. Esta investigação é composta por um estudo em profundidade de quatro famílias nas quais havia crianças com cegueira ou com baixa visão. Pautou-se pela modalidade de abordagem qualitativa, descritiva e exploratória coletando dados das famílias, de professores e da coordenadora de instituição especializada. Foram realizadas entrevistas semi estruturadas com as crianças com deficiência visual, com suas mães e com a coordenadora da instituição especializada e levantados dados por meio de questionário dos professores da escola regular que atuavam com esses alunos. A análise desse material registrado por escrito evidenciou o papel fundamental da interação entre famíliaescola para o processo de inclusão escolar. Ficou assinalado que as famílias ao estabelecerem atitudes cooperativas junto à escola favoreciam a inclusão...

As instituições especializadas e o movimento da inclusão escolar: intenções e práticas; The specialized institutions and the school inclusion movement: intentions and practices.

Neres, Celi Corrêa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.77%
Esta Tese elegeu como tema de investigação as intenções e práticas das instituições especializadas frente ao movimento de inclusão escolar. Assim, a presente pesquisa dedicouse a examinar as práticas educacionais que visam proporcionar a inclusão escolar dos alunos com deficiência na escola comum, por meio da análise do Programa de Apoio à Inclusão, desenvolvido por uma instituição especializada, identificando: a) o lugar que ocupam no interior do movimento de inclusão; b) a efetivação das práticas desenvolvidas pelo Programa para a inclusão escolar dos alunos com deficiência. O termo inclusão escolar foi adotado para referir-se a um grande movimento que surge no bojo das reformas educacionais da década de 1990 como uma proposição política de incorporação dos alunos que, historicamente, têm sido excluídos da escola. A inclusão dos alunos ditos excluídos passa a ser considerada como via de inclusão social, reafirmando o ideário da escola como instrumento de equalização social. Na educação especial, a inclusão em escolas comuns de alunos com deficiência é defendida como via de superação das condições de segregação e de exclusão social às quais foram historicamente submetidos. Para apreensão do objeto de estudo...

A educação de pessoas com deficiência visual: inclusão escolar e preconceito; The education of people with visual impairment: school inclusion and prejudice.

Oliva, Diana Villac
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
O debate sobre a inclusão escolar se fortaleceu no Brasil e no mundo em meados da década de 1990. Segundo o Censo Escolar da Educação Básica de 2009, 61% das matrículas na educação especial foram realizadas em classes comuns de escolas regulares ou na educação de jovens e adultos, contra 39% de matrículas em escolas especializadas e classes especiais. Com isto, há, hoje, mais alunos matriculados em classes regulares do que em segregadas. A ausência de concordância em estudos dos últimos anos sobre o tema da inclusão escolar, além de expressar as contradições da própria sociedade, revela a importância de novas pesquisas para que, em conjunto, apontem os caminhos a serem seguidos. Neste sentido, esta pesquisa, que consiste em um estudo de caso, tem como objetivo geral: compreender o cotidiano escolar de um aluno com deficiência visual (DV) que frequenta classe regular, assim como preconceitos e atitudes em relação a ele dentro da escola. O referencial teórico adotado foi a teoria crítica da sociedade. Os dados foram coletados em uma escola regular particular de uma cidade de médio porte do interior paulista. Foram realizadas observações em sala e no recreio, entrevista com uma aluna com DV, entrevistas com professores e coordenação da escola...

Indicadores de sucesso na inclusão escolar: um estudo exploratório; Indicators of success in school inclusion: an exploratory study

Arantes, Fernanda Ferrari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.68%
Esta dissertação é um estudo exploratório que parte de uma proposta de tomar elementos discursivos de entrevistas realizadas com educadoras que trabalham em escolas de educação infantil da cidade de São Paulo, para constituí-los como indicadores de sucesso da educação inclusiva. Parte-se de uma revisão de literatura a respeito das incidências da inclusão escolar e constata-se que, embora noções de sucesso não tenham sido mencionadas nos trabalhos analisados, há uma preocupação latente quanto ao sucesso e ao fracasso dos processos de inclusão escolar. Tomando este cenário como ponto de partida, buscamos abordar a maneira pela qual a educação inclusiva é entendida na atualidade, tecendo problematizações entre algumas das diferentes perspectivas que embasam esse tema, dentre as quais a psicanalítica mostrou-se uma significativa ferramenta para discutir a natureza das diferentes ocorrências da inclusão escolar, entre elas, os indicadores de sucesso. Procuramos situar indicador quanto ao seu conceito e realizamos uma breve apresentação da origem da utilização de indicadores nas pesquisas psicanalíticas. Esse material nos permitiu realizar uma analogia na elaboração dos indicadores de sucesso da inclusão escolar...

O olhar do professor para a inclusão escolar - possíveis aproximações entre educação e psicanálise; The teacher´s view of the school inclusion: possible approuches between education and psychoanalysis

Lupinacci, Luciana Gimenez Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Este trabalho discute a questão da inclusão escolar no cenário educacional contemporâneo. O debate acerca do tema tem se tornado fundamental dentro da Educação, pois vai ao encontro do movimento da inclusão nos demais setores sociais e busca a equiparação de oportunidades e a construção de uma sociedade mais democrática e igualitária. Nesse contexto, o professor da escola comum assume papel de destaque, contribuindo com a inclusão no cotidiano das escolas. Neste trabalho, realizamos um viés psicanalítico, para realizar a leitura de fenômenos educativos, dentre os quais se destaca a inclusão escolar. Conceitos da Psicanálise foram utilizados para essa aproximação, em especial, a ideia de objeto a, desenvolvida por Lacan no Seminário X e objeto a olhar no Seminário XI. Nesse último, o psicanalista trata da esquize entre olho e olhar, já que o primeiro está relacionado com a função biológica; e o segundo está atravessado pelo inconsciente dos sujeitos. Ressalta-se aqui também a importância da construção de novos olhares do professor para seus alunos, focando aqueles com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação. Para esta pesquisa, foram realizadas três entrevistas semiestruturadas com professoras e duas com gestoras de Educação Infantil e Ensino Fundamental da rede particular de ensino de São Paulo. Os materiais foram posteriormente organizados de acordo com fragmentos de olhares passíveis de serem capturados por intermédio das falas de cada participante. A análise foi realizada com o objetivo de encontrar as possíveis aproximações entre Educação e Psicanálise. A ênfase no saber técnico está ligada à ideia de que a inclusão escolar possui um preparo prévio e essa constatação foi frequente...

Dizeres, saberes e fazeres do professor, no contexto da inclusão escolar

Guasselli, Maristela Ferrari Ruy
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
Na perspectiva de que a linguagem é linguagem porque faz sentido, partilho esse estudo, para que possamos refletir sobre a temática provocada por discussões que problematizam as relações sociais e políticas quanto à inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais no ensino regular. Volto meu olhar para os diferentes discursos que constituem as práticas diárias dos professores, trazendo como tema central os dizeres, saberes e fazeres do professor no contexto da inclusão escolar como efeitos de sentido produzidos nos/pelos discursos. Meu objetivo é verificar que sentido os professores dão à educação inclusiva, frente aos desafios dessa prática escolar. A investigação sobre a qual me debruço inscreve-se no campo da educação, especialmente no que se refere aos sentidos produzidos pelos discursos acerca da educação inclusiva. Os sujeitos interlocutores dessa pesquisa são quatro professoras que atendem alunos com necessidades educacionais especiais, em uma escola regular da rede municipal de ensino de Novo Hamburgo. Esta escola tem experiência com a proposta de inclusão há mais de seis anos, atendendo desde a educação infantil até a 5ª série do ensino fundamental. Para a realização desta pesquisa...

Políticas públicas de inclusão escolar: "negociações sem fim"

Brizolla, Francéli
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf; application/pdf; application/zip; application/zip
Português
Relevância na Pesquisa
66.61%
Esta tese de doutorado trata de um estudo das políticas públicas de inclusão escolar no Rio Grande do Sul, de acordo com o atual cenário nacional de implantação de políticas de educação inclusiva a partir, principalmente, do ano de 2001. Este objetivo primeiro foi complementado pela construção de “mapas de sentidos” sobre este processo no Estado, apontando o “lugar” da modalidade de educação especial na construção de sistemas de ensino inclusivos, revelando aspectos sócio-histórico-políticos e educacionais constitutivos desta área. Esta conjugação de questões de pesquisa exigiu a construção de instrumentos e estratégias de investigação específicas que foram sistematizados através de coleta de dados em dez localidades (municípios), os quais foram considerados amostra dos comportamentos regionais a respeito do processo de inclusão escolar de alunos com deficiência e demais necessidades educacionais especiais no Estado. A sistematização dos dados coletados nas diferentes localidades proporcionou, de forma integrada à teoria, uma análise da atual configuração destas políticas, revelando um fenômeno de características multifacetadas, com diferentes “mapas de sentidos” sobre o assunto; a variação verificada fica por conta das diferenças regionais...

Avaliação da aprendizagem e inclusão escolar : trajetórias nos ciclos de formação

Christofari, Ana Carolina
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
Esta pesquisa apresenta a análise dos processos de avaliação da aprendizagem associados aos movimentos de inclusão escolar e a organização curricular por Ciclos de Formação. A pesquisa ocorreu em uma escola da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre e teve como elementos desencadeadores a busca de compreensão dos procedimentos e critérios que comumente são considerados orientadores da prática da avaliação da aprendizagem. A investigação, do tipo qualitativa, envolveu ações como: observações do cotidiano escolar, análise dos relatórios descritivos de avaliação individual dos alunos e dossiês, participações em reuniões pedagógicas e Conselhos de Classe, entrevista semi-estruturada, construção de um Diário de Campo e análise de documentos internos da escola, assim como análise de documentos legais relativos à organização educacional da Rede em questão. Os estudos que constituem esta pesquisa encontram-se em consonância com os fundamentos teóricos da pedagogia dialógica e da abordagem histórico-cultural. Nesse sentido, predomina uma concepção de avaliação como processo que envolve a participação de todos oferecendo informações sobre o ensino e a aprendizagem que podem auxiliar na qualificação da prática pedagógica. A pesquisa possibilita inferir que...

Inclusão escolar e a educação para todos

Santos, Iolanda Universina Montano dos
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.7%
Esta Tese tem o objetivo de problematizar como a inclusão escolar, como um processo político-educacional, se intensifica na sociedade atual. Discuto como a inclusão escolar está implicada na inclusão social em termos de cidadania, de participação e de acesso a diferentes espaços sociais. O problema central aqui tratado é a discussão de que na atualidade não é suficiente integrar os sujeitos, mas é preciso incluí-los na vida escolar e social da sua comunidade. Utilizo os conceitos de governamentalidade, governamento, biopoder e norma para compreender algumas práticas de inclusão escolar e social e suas estratégias a partir das noções desenvolvidas por Michel Foucault. A investigação foi construída a partir de dois eixos: os significados de inclusão e o governamento dos sujeitos. Para realizar o trabalho, tomei como material de pesquisa alguns documentos internacionais e nacionais, assim como alguns artigos de revistas nacionais direcionadas a educadores. O modo como vi e interagi com os materiais levou-me a organizá-los pela ordem da regulamentação e pela ordem da regulação. O primeiro eixo tem por finalidade verificar quais os significados e os usos que têm sido atribuídos à inclusão escolar. Analiso as rupturas e as continuidades provocadas pelos discursos inclusivos...

Sentidos da inclusão escolar em uma escola da rede municipal de Porto Alegre-RS

Mesomo, Juliana Feronatto
Tipo: trabalho de conclusão de graduação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.62%
Este trabalho teve como objetivo investigar quais os sentidos que a política de educação inclusiva adquire no contexto de uma escola da rede municipal de Porto Alegre-RS. Compreendo a inclusão escolar como política educacional ligada ao “imperativo da inclusão” na contemporaneidade (LOPES, LOCKMANN, HATTGE E KLAUS, 2010) e também às lutas de diferentes grupos por reconhecimento de seus diretos. A partir de Ball (2010) e Mainardes (2006) problematizo as singularidades que dinamizam a implementação das políticas educacionais em espaços escolares, buscando mostrar como a inclusão aparece no pensar e no agir desta escola. Trata-se de uma investigação de inspiração etnográfica, por ter sido construída com base em ferramentas de pesquisa empírica tais como a observação participante e o diário de campo – foram observadas aulas, reuniões de professores e dois Conselhos de Classe. Também foram analisados pareceres descritivos de quatro turmas do terceiro ano do III Ciclo. A partir dos estudos teóricos e da leitura das informações coletadas, observei que circula, na escola, a noção de que as “necessidades educacionais especiais” de seus alunos dizem respeito ao contexto social adverso em que vivem e a “inclusão escolar” destes alunos adquire o sentido de “inclusão social”. A inclusão escolar é recebida e interpretada na escola...

Estratégias de governamento dos sujeitos surdos na e para a inclusão escolar

Kraemer, Graciele Marjana
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
Esta dissertação analisa as estratégias de governamento dos sujeitos surdos na e para a inclusão escolar. O corpus da investigação foi constituído de documento produzido pela comunidade surda e documentos legais do Ministério da Educação e Cultura (MEC) referentes à educação de surdos e à educação inclusiva, compreendendo o recorte temporal de uma década – período de 1999 a 2009. Dentre os documentos analisados estão: A educação que nós surdos queremos (1999), a Lei Nº 10172 de 09 de Janeiro de 2001 que aprova o Plano Nacional de Educação (2001-2010), o Decreto 5626 de 22 de Dezembro de 2005 que regulamenta a Lei Nº 10436 de 24 de Abril de 2002 que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008), entre outros. Como referencial teórico-metodológico, utilizo as produções de Michel Foucault e outros autores pós-estruturalistas que me auxiliam nas análises dos documentos e das estratégias que deles resultam para o governamento dos surdos na Contemporaneidade no Brasil. Como ferramenta analítica utilizo a noção de governamento, especialmente produtiva e útil ao trabalho proposto. Entendo a inclusão escolar dos sujeitos surdos como uma estratégia de governamento que contribui para o funcionamento de uma racionalidade econômica neoliberal e que convoca a todos para participarem do jogo do mercado. Nesse jogo...

Inclusão escolar : formação docente para o uso das TICs aplicada como tecnologia assistiva na sala de recurso multifuncional e sala de aula

Emer, Simone de Oliveira
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.58%
A inclusão sócio-digital é uma das possibilidades que a educação inclusiva propõe para a atualidade. Nesse sentido, as Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais (PNEEs) possuem o direito que os sistemas de ensino também se organizem para desenvolverem processos de inclusão. Diante disso, as salas de recursos e a Tecnologia Assistiva (TA) apresentam-se como alternativas possíveis e viáveis cedidas pelo governo federal para as escolas públicas. O objetivo dessa pesquisa foi analisar a percepção dos professores, da rede municipal de ensino das cidades de Caxias do Sul e Farroupilha, sobre o processo de inclusão escolar de alunos com deficiência, considerando as ações e o apoio da Sala de Recurso Multifuncional com a TA, na prática pedagógica. A abordagem da pesquisa foi qualitativa, usando-se do procedimento estudo de campo, para isso, o foco de investigação foi a integração das salas citadas utilizando a Tecnologia Assistiva no processo de desenvolvimento dos alunos, visando à inclusão escolar. Caxias do Sul possui 26 escolas e Farroupilha 10 escolas com os equipamentos cedidos pelo MEC para a estruturação da sala de recurso multifuncional, das quais foram selecionadas, para coleta de dados, 10 escolas de Caxias e 05 de Farroupilha. A coleta dos dados foi através de uma entrevista com o uso do questionário referente a pesquisa de opinião e observação. E para a análise dos dados coletados utilizou-se das categorias da Análise de Conteúdo. A base teórica desse estudo foi a Teoria Sócio-Histórica de Vygotsky...

Práticas pedagógicas com o plano ceibal para a inclusão escolar : estudo de caso em escolas do Uruguai

Martins, Maria Del Carmen Cabrera
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
Na presente pesquisa, busca-se apresentar a contribuição nas práticas pedagógicas, através do uso da tecnologia, para alunos incluídos, em escolas públicas na cidade de Taquarembó - Uruguai, a partir do projeto denominado de Plano Ceibal. O mencionado projeto buscou a inclusão digital a partir da distribuição de um computador por aluno, sendo implementado no ano de 2007, em uma cidade chamada Vila Cardal, e finalizado em agosto de 2012, abrangendo desde o 1º ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio e as Escolas Técnicas. A investigação visava a analisar de que forma as práticas pedagógicas, promovidas a partir da implementação do Plano Ceibal em Escolas Públicas do Uruguai, propiciam a inclusão escolar e digital de alunos com deficiência. A finalidade dessa investigação foi compreender as potencialidades e as limitações que as práticas educativas com uso de tecnologias oportunizam na efetivação do processo de inclusão de alunos com deficiência e como essas tecnologias configuram tais práticas, identificando a representação construída por professores e alunos, sobre a função das ditas tecnologias (XO) no processo escolar. Este estudo partiu de uma concepção sócio histórica, com cunho qualitativo...

Do especial ao inclusivo? : um estudo da proposta de inclusão escolar da rede estadual de Goias, no municipio de Goiania

Dulce Barros de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2003 Português
Relevância na Pesquisa
66.58%
No presente trabalho, buscamos compreender a implantação e a operacionalização da Proposta de Inclusão Escolar da Rede Estadual de Educação de Goiás, em seus pressupostos teóricos e práticos. Essa ação ocorreu no município de Goiânia e essa Proposta é proveniente da Superintendência de Ensino Especial ? SUEE e é por ela gerenciada. Trata-se de um órgão pertencente à estrutura da Secretaria Estadual de Educação ? SEE. Para tanto, revimos a trajetória histórica da educação especial na rede estadual a partir da década de 1970 e observamos, descrevemos e analisamos como esta Proposta realiza-se nas salas de aula das escolas inclusivas, por meio das práticas de ensino desenvolvidas. Participaram deste estudo 40 salas de aula de 16 escolas do ensino regular denominadas Escolas Inclusivas de Referência e os órgãos da Secretaria Estadual de Educação diretamente envolvidos na implementação da Proposta, a saber: Superintendência de Ensino Especial, Superintendência de Ensino Fundamental, Setores de Apoio à Inclusão, Conselho Estadual de Educação e Subsecretaria Metropolitana de Educação. Realizamos uma investigação qualitativa de abordagem descritivo-reflexiva. Como instrumentos de coleta de dados utilizamos...

O conforto luminoso como fator de inclusão escolar do portador de baixa visão nas escolas públicas regulares do Distrito Federal

Blanco, Mônica Andréa
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
66.58%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2007.; Esta dissertação apresenta um estudo das condições espaciais arquitetônicas das Escolas Inclusivas (EI) do Distrito Federal (DF) para Portadores de Baixa Visão (PBV) quanto ao Conforto Luminoso e Apreensão Espacial entendidos como elementos para inclusão escolar. A arquitetura das escolas públicas construídas no DF até o ano de 2005 não foi concebida com a proposta de inclusão e visava apenas o cumprimento do programa espacial estabelecido pelas normas vigentes locais e/ou da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, quanto a índices gerais de conforto térmico, acústico e luminoso e acessibilidade. Esta pesquisa analisa alguns ambientes escolares de uma Escola Inclusiva Pública (SQS 410), a partir das necessidades especiais específicas de conforto luminoso e apreensão espacial para a aprendizagem dos alunos Portadores de Baixa Visão. Verificando-se que a concepção dos ambientes escolares atuais não atende às necessidades físicas para promoção da inclusão social através da inclusão escolar, propõe-se subsídios para reforma de projetos atuais semelhantes e para o projeto arquitetônico de novas edificações escolares inclusivas. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This dissertation presents a study of the architectural spatial conditions of the inclusive Schools (IS) of the Federal District (FD) for Low Vision Carriers (LVC)...

Atando laços e desatando nós : reflexões sobre a função do acompanhamento terapêutico na inclusão escolar de crianças autistas

Parra, Luciana Sime
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
66.61%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2009.; A vivência com crianças autistas, principalmente em atividade de Acompanhamento Terapêutico (AT), inspirou a realização deste estudo, que tem como proposta refletir sobre a função do AT na inclusão escolar dessas crianças. Em primeiro lugar, realiza-se breve resgate do contexto histórico de surgimento do AT. Em seguida, delineia-se o caminho percorrido pelo AT desde que surgiu na América Latina até sua chegada ao Brasil. Discute-se a respeito das expressões utilizadas para nomear a prática e são traçados os pressupostos nos quais se baseiam o presente trabalho, refletindo-se sobre a função do AT a partir de conceitos criados por Winnicott. Posteriormente, introduz-se o tema do AT com crianças e são apresentadas três instituições uma estrangeira e duas brasileiras importantes por trabalharem com princípios adotados na prática que motivou este estudo: École Expérimentale de Bonneuil-sur-Marne, fundada na França, Pré-Escola Terapêutica Lugar de Vida, em São Paulo e Centro de Pesquisa em Psicanálise e Linguagem (CPPL), em Recife. Introduz-se a questão da Inclusão Escolar e apresenta-se o tema do AT com crianças nesse contexto. Há o relato de duas experiências de AT com crianças autistas. Por fim...

Políticas de inclusão escolar: produção da anormalidade

Lasta,Leticia Lorenzoni; Hillesheim,Betina
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
Este trabalho tem como objetivo apresentar reflexões acerca das políticas públicas de inclusão escolar, as quais regulamentam o atendimento dos sujeitos com necessidades educativas especiais na rede regular de ensino em nosso país. Inicialmente, são apresentadas as políticas públicas de inclusão escolar que tratam de uma inclusão específica, produzida nas malhas de discursos legais e colocada a serviço do Estado-Nação para a produção de sujeitos de determinado tipo. Em um segundo momento, se discute a complexidade e os impasses de um intricado jogo de inclusões e exclusões, a partir do qual se busca pensar quem são os sujeitos da inclusão escolar. E, por fim, em uma tentativa de lidar com a complexidade desse jogo, sustentamos que as práticas discursivas postas por tais políticas de inclusão escolar são estratégias de governamento da diferença, ou seja, o Estado passa a atuar por meio de políticas públicas de domesticação.

A inclusão escolar de alunos com deficiência mental: uma proposta de intervenção do terapeuta ocupacional no cotidiano escolar

Jurdi,Andréa Perosa Saigh; Amiralian,Maria Lúcia Toledo de Moraes
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Parte-se do princípio de que, apesar da legislação existente em relação à inclusão escolar de alunos com deficiência mental, ainda ocorre sua exclusão nas relações cotidianas que se estabelecem na escola. O objetivo desta pesquisa foi compreender como a atividade proposta pela terapia ocupacional poderia interferir e modificar as relações estabelecidas em relação aos alunos com deficiência mental no ambiente escolar. Por meio do relato de uma experiência de intervenção realizada por estagiários de Terapia Ocupacional no horário de recreio de uma escola estadual de ensino fundamental da cidade de São Paulo, procuramos verificar se a atividade proposta - a atividade lúdica - provocaria possibilidades de encontro entre os alunos da classe especial e os outros alunos, propondo mudanças no processo de inserção escolar dos alunos com deficiência mental. A análise qualitativa da intervenção realizada vem apontar as dificuldades que o ambiente escolar apresenta ao estabelecer relações cotidianas de qualidade com o aluno com deficiência mental. Permeada por preconceitos e desconhecimento, as relações que se desenrolam no ambiente escolar reforçam, para o aluno com deficiência, o papel cristalizado no insucesso e no fracasso escolar...

Inclusão escolar: representações compartilhadas de profissionais da educação acerca da inclusão escolar

Gomes,Claudia; Rey,Fernando Luis Gonzalez
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.61%
Este trabalho objetivou explorar as representações, compartilhadas por vinte e cinco profissionais da educação da rede regular de ensino fundamental, acerca da inclusão escolar de alunos com necessidades especiais. Para tanto, priorizaram-se os sistemas conversacionais mantidos na vivência da instituição escolar durante sete meses de desenvolvimento da pesquisa. As análises das informações constataram que os aspectos implícitos da instituição escolar acerca da inclusão escolar estão atrelados a distintas representações: possibilidade de desenvolvimento educacional, espaço de socialização e práticas compensatórias. Pôde-se concluir que, enquanto não forem compreendidos as crenças, os desejos, as frustrações e os afetos dos professores quanto a sua ação profissional, eles não poderão a assumir o papel de educar todo e qualquer aluno e, dessa forma, a instituição escolar continuará reproduzindo o círculo cruel da diferenciação e exclusão dos alunos. Somente seus sentidos singulares direcionarão posturas na construção e desenvolvimento de uma escola inclusiva aos alunos indistintamente.