Página 1 dos resultados de 952 itens digitais encontrados em 0.033 segundos

Relações entre preconceito, ideologia e atitudes frente à educação inclusiva; Relationships between prejudice, ideology and attitudes towards inclusive education

CROCHÍK, José Leon; CASCO, Ricardo; CERON, Mariane; CATANZARO, Fabiana Olivieri
Fonte: PPG em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: PPG em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.52%
Este artigo analisa atitudes de alunos de um curso de pedagogia frente à educação inclusiva. Parte da hipótese de que o preconceito e a ideologia podem ser obstáculos à inclusão de crianças com deficiência na escola. Foram aplicadas quatro escalas: Manifestação de Preconceito, Atitudes Frente à Educação Inclusiva e Ideologia da Racionalidade Tecnológica, elaboradas por Crochík em 2000, 2003 e 2006, e a escala F, construída por Adorno, Frenkel-Brunswik, Levinson e Sanford em 1950. O estudo foi realizado com 188 estudantes de pedagogia. Os alunos desta amostra tenderam a ser mais favoráveis do que desfavoráveis à educação inclusiva, e foi possível verificar que o preconceito, a adesão à ideologia da racionalidade tecnológica e, implicitamente, ao fascismo, são variáveis que se relacionam às atitudes acerca desse tipo de educação.; This article studies the attitudes of pedagogy students towards inclusive/integrated education. It begins with the hypothesis that prejudice and ideology can be obstacles to the inclusion of children with intellectual disabilities at school. Four ranking scales were applied to 188 pedagogy students: manifestation of prejudice, attitudes towards inclusive/integrated education and the ideology of technological rationality...

Análise de atitudes de professoras do ensino fundamental no que se refere à educação inclusiva; Analysis of the attitudes of fundamental education teachers towards inclusive education

CROCHÍK, José Leon; PEDROSSIAN, Dulce Regina dos Santos; ANACHE, Alexandra Ayach; MENESES, Branca Maria de; LIMA, Maria de Fátima Evangelista Mendonça
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.53%
Este artigo, que tem como referência a teoria crítica, relata o resultado de uma pesquisa sobre atitudes em relação à educação inclusiva, realizada com doze professoras do 5º ano do ensino fundamental; dentre elas, seis tinham experiência de ter em sala de aula alunos com deficiência, e seis não tinham. A análise qualitativa dos dados decorrentes do levantamento realizado em seis escolas da rede municipal de Campo Grande (MS) demonstrou que, de modo geral, as professoras foram favoráveis à educação inclusiva. Contudo, ficou evidente a expressão de atitudes preconceituosas veladas ou explícitas no âmbito escolar. A formação para experiência com quem é "diferente" ainda encontra barreiras por conta do preconceito e da discriminação presentes nesta sociedade que tem como lógica uma "inclusão marginal". Em suas manifestações, apontaram dificuldades de trabalhar com alunos com deficiência intelectual severa; assinalaram que a responsabilidade de trabalhar sob a predominância da educação centrada no desempenho, com foco na inserção das pessoas no mercado de trabalho, gerava um "sentimento de impotência". Diante das contradições existentes, a educação inclusiva não deixa de evidenciar a presença das injustiças que ainda se apresentam no processo educativo. Apesar disso...

Revealing the whiteboard to blind students: An inclusive approach to provide mediation in synchronous e-learning activities

FREIRE, Andre P.; LINHALIS, Flavia; BIANCHINI, Sandro L.; FORTES, Renata P. M.; PIMENTEL, Maria da Graca C.
Fonte: PERGAMON-ELSEVIER SCIENCE LTD Publicador: PERGAMON-ELSEVIER SCIENCE LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
Promoting the inclusion of students with disabilities in e-learning systems has brought many challenges for researchers and educators. The use of synchronous communication tools such as interactive whiteboards has been regarded as an obstacle for inclusive education. In this paper, we present the proposal of an inclusive approach to provide blind students with the possibility to participate in live learning sessions with whiteboard software. The approach is based on the provision of accessible textual descriptions by a live mediator. With the accessible descriptions, students are able to navigate through the elements and explore the content of the class using screen readers. The method used for this study consisted of the implementation of a software prototype within a virtual learning environment and a case study with the participation of a blind student in a live distance class. The results from the case study have shown that this approach can be very effective, and may be a starting point to provide blind students with resources they had previously been deprived from. The proof of concept implemented has shown that many further possibilities may be explored to enhance the interaction of blind users with educational content in whiteboards...

Diversidade e adversidade na escola: queixas e conflitos de professores frente à educação inclusiva.; Diversity and adversity in the school - teachers complains and conflicts at inclusion education.

Prioste, Claudia Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
Este trabalho, situado na linha de pesquisa Psicologia e Educação, teve como objetivo identificar as adversidades produzidas no ambiente escolar mediante as propostas textuais da educação inclusiva. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo que contou com vinte e seis professores de uma escola pública Estadual de São Paulo. Os professores foram convidados a participarem colaborativamente de dezesseis encontros que tiveram como proposta o debate sobre o tema da inclusão. Nestes debates, predominaram queixas e relatos de caso. Para a organização dos dados, agrupamos as reclamações produzindo tabelas e gráficos de freqüência, que, aliados aos casos relatados pelos professores, nos ofereceram um panorama do mal-estar e do descontentamento docente. O bloco de queixas mais enfáticas refere-se à falta de estrutura e suporte ao professor (58%); em seguidas, estão as reclamações que recaem sobre os alunos (29,3%) com destaque para os problemas de comportamento e de aprendizagem. No terceiro bloco foram reunidas as queixas sobre família, sociedade e imposição da lei (12,6%). Na análise qualitativa dos casos e queixas, utilizamos recursos teóricos da psicanálise que nos possibilitaram algumas reflexões sobre o teor das interações escolares e sua relação com o mal-estar docente. Os resultados apontam para dificuldades no estabelecimento de laços entre professores e alunos. Dificuldades intensificadas tanto pelas condições de trabalho desfavoráveis...

Educação inclusiva: princípios e representação.; Inclusive education: principles and representation.

Nakayama, Antonia Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
O objetivo geral desta tese é definir os princípios da Educação Inclusiva, organizados a partir da Legislação atual, principalmente da Declaração de Salamanca de 1994, com o intuito de apontar parâmetros de avaliação da escola em seus processos de ensinar cada uma das crianças e jovens. Tem como objeto de estudo as questões de preconceito e discriminação, que geram mecanismos de exclusão, principalmente os referentes às questões de capacidade, étnico raciais, gênero e socioeconômicas. O intuito do estudo teórico foi o de conceituar a inclusão e a exclusão, historicamente presentes nos processos escolares, numa abordagem sociológica e crítica, que permita a reflexão para a superação desses fatores nos procedimentos curriculares. Foram utilizados os documentos do MEC referentes à Educação Especial e principalmente autores como Amaral, Coll, Macedo, Nóvoa, Perrenoud, Sacristán, Stainback x Stainback e Zabala. A metodologia adotada na investigação realizada numa escola pública estadual, da cidade de São Paulo, foi a pesquisa-ação, pela possibilidade de compreender a situação vivenciada, bem como oferecer elementos para a superação dessa realidade. Este trabalho também objetivou mapear, por meio da aplicação de um questionário...

Tangências, adjacências e enviesamentos dos discursos brasileiros sobre educação inclusiva: educação, aprender e ensinar.; Tangencies, adjacencies and biaging of the brazilian discourse about inclusive education: education, teaching and learning.

Nogueira, José Roberto Netto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.57%
A proposta desta dissertação consiste em discutir as expressões educação inclusiva e necessidades educacionais especiais, de uso corrente no campo educacional, tendo em vista a suposição de representarem conceitos ambíguos, cuja elucidação pode ter importância para a estruturação de referências práticas para o trabalho de escolas regulares inclusivas. Pareceram noções ambíguas por não apresentarem com clareza os espaços escolares onde se realizar (se especiais ou comuns, no caso das noções sobre educação inclusiva) e público-alvo preferencial de atendimento escolar (no caso das noções sobre necessidades educacionais especiais e sua relação com a educação de deficientes e de não deficientes). Foram analisadas algumas passagens de documentos oficiais brasileiros e internacionais sobre educação escolar, especial e inclusiva, referentes a apresentação de conceitos sobre educação, aprender e ensinar, objetos de estudo principais dessa pesquisa. Definiu-se como objetivo de pesquisa analisar as noções de educação, aprender e ensinar à luz das propostas e definições encontradas nos documento estudados. Foram realizadas análises de discursos inspiradas nas proposições de Scheffler (1974), inclusive no que se refere às considerações dos discursos sobre educação como discursos gerais de base programática...

Laço social e educação: um estudo sobre os efeitos do encontro com o outro no contexto escolar; Social bond and education: a study on the effects of the meeting with the other in an educational context.

Rahme, Monica Maria Farid
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.51%
Esta tese tem como objetivo geral investigar o laço social na educação e, em particular, de alunos que apresentam necessidades educacionais especiais, considerando seus efeitos para os sujeitos. Para tanto, analisam-se perspectivas educacionais endereçadas a esse grupo, assim como, o estabelecimento de laços entre as crianças em contexto escolar dito inclusivo, tendo como referência a interface Psicanálise e Educação. Esta pesquisa se divide em três eixos principais: no primeiro, é abordada a noção de laço social pela Psicanálise, indicando seus desdobramentos para o estudo do campo educacional. No segundo, enfoca-se os principais elementos que constituíram a Educação Especial e a Educação Inclusiva como discursos, fundamentando o laço social proposto por essas. Retoma-se, assim, o percurso histórico que desencadeou a emergência de movimentos como o de normalização, mainstreaming, integração e, mais recentemente, o de inclusão. Tendo esse contexto como referência, analisa-se o processo de internacionalização do direito à educação escolar para todos, problematizando suas particularidades nos rumos adotados em políticas educacionais em curso no Brasil, Estados Unidos, França e Itália. No terceiro eixo...

Programa Educação Inclusiva: direito à diversidade - proposição/implementação no município de Feira de Santana-BA; Inclusive Education Program: the rigth to diversity - proposition/implementation in the municipality of Feira de Santana-BA

Soto, Ana Paula de Oliveira Moraes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.57%
No Brasil, a partir dos anos de 1990, na esteira de conferências internacionais que visaram à proposição da universalização da educação básica nos países em desenvolvimento, acentua-se o debate sobre "educação para todos". Nesse período, foram desenvolvidas políticas na área da educação especial pautadas na perspectiva da educação inclusiva. Em 2003, o Ministério da Educação, por meio da então Secretaria de Educação Especial, lança o Programa Educação inclusiva: direito à diversidade com o fito de transformar os sistemas educacionais em "sistemas educacionais inclusivos". Buscando compreender como essas políticas são gestadas e implementadas, a presente pesquisa trouxe como objeto de estudo as políticas de educação especial no município de Feira de Santana-BA, sob a influência do referido programa, no período de 2003-2010, com o objetivo de analisar as suas implicações no âmbito da gestão das políticas de educação especial neste município. A investigação pautou-se na abordagem qualitativa, norteada pela perspectiva de análise de políticas públicas. Para coleta de dados foram utilizadas a entrevista semiestruturada e a análise documental. A aplicação das entrevistas ocorreu também na Secretaria de Educação Especial...

A educação especial na perspectiva da educação inclusiva: ajustes e tensões entre a política federal e a municipal; The special education from the inclusive education perspective: adjustments and tensions between federal and municipal politics

Fagliari, Solange Santana dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.62%
A perspectiva da construção de uma educação inclusiva em nossa realidade brasileira acentuou-se a partir dos anos 90, em um contexto desencadeado por reformas significativas que envolveram a educação básica e, mais especificamente, o ensino fundamental, com vistas a responder ao desafio de promover uma educação para todos. Com a democratização do acesso, em meio a essa diversidade de alunos que necessita ser incluída nos sistemas de ensino, encontra-se o público-alvo da educação especial. Se desde o final da década de 1980 o locus prioritário de atendimento desse público tem sido, preferencialmente, a classe comum, identifica-se, a partir de 2008, uma série de diretrizes e documentos legais que anunciam e induzem que a classe comum seja o seu espaço de matrícula. O documento Política Nacional de Educação Especial na perspectiva de educação inclusiva, publicado em 2008, preconiza o acesso, a participação e a aprendizagem dos alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação nas escolas regulares, e foi reiterado em legislação posterior, regulamentadora do financiamento do atendimento educacional especializado. Diante do exposto, essa pesquisa investigou como o município de São Bernardo do Campo...

Consequências éticas da leitura psicanalítica dos quatro discursos para a educação inclusiva; Ethical implications of psychoanalytic reading of the four speeches for inclusive education

Lerner, Ana Beatriz Coutinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Esta tese tem como objetivo central investigar as formas que o discurso sobre a Educação Inclusiva assume na contemporaneidade e os efeitos desse discurso para a subjetividade das crianças, pais e profissionais da escola. Para isso, realizamos inicialmente um levantamento bibliográfico acerca da inclusão escolar, apresentando as origens desse movimento, os principais marcos legais que organizam o campo e as perspectivas teórico-críticas atuais. Em seguida, analisamos a emergência da temática da diferença na educação e apresentamos a abordagem psicanalítica da diferença e sua função na constituição do sujeito a partir das obras de Freud e Lacan. A partir da psicanálise, propomos uma articulação entre ética e inclusão, destacando o alinhamento do discurso sobre a educação inclusiva com os fundamentos éticos e morais previamente apresentados. Nosso referencial teórico-metodológico é a psicanálise de orientação lacaniana, em especial o instrumento dos quatro discursos formalizado por Lacan no Seminário 17: O avesso da psicanálise. O corpus de nossa pesquisa é composto por fragmentos discursivos oriundos de duas fontes: do atendimento de um grupo de profissionais que trabalham com educação inclusiva...

Educação inclusiva: para todos ou para cada um? Alguns paradoxos (in)convenientes; Inclusive education: Is it for everyone or for each one? Some (in)convenient paradoxes.

Silva, Kelly Cristina Brandão da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
Podemos considerar que a inclusão escolar no Brasil tem sido propagandeada como um progresso da sociedade, um avanço em comparação com a histórica Educação Especial. O que se propõe discutir nesse trabalho é justamente o avesso desse discurso oficial. A fim de analisar as vicissitudes e contradições que se destacam no processo de implementação da Educação Inclusiva no Brasil, principalmente no que concerne ao retorno revigorado da lógica clássica da Educação Especial, assim como a supremacia do saber especializado, optou-se pela seleção e análise da legislação federal específica, na forma de leis, decretos, portarias e resoluções, além de documentos internacionais. Outro material escolhido para análise foi uma publicação da mídia dirigida aos professores, a revista Nova Escola (Editora Abril), no período de 1994 a 2012. Todo o material selecionado a partir da pesquisa bibliográfica e documental foi cotejado com alguns pressupostos psicanalíticos, com destaque para a teorização lacaniana dos discursos e também com reflexões filosóficas de autores expressivos, como Hannah Arendt e Walter Benjamin, primordialmente, os quais nos auxiliam a circunscrever certos traços característicos da contemporaneidade...

Política de educação especial da Secretaria Municipal de Educação de Campinas no período de 2005 a 2012; Special education policy of the Secretary of Municipal Education of Campinas, from 2005 to 2012

Sotero, Mariana da Cunha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.48%
Esta pesquisa, de natureza qualitativa, tem como objetivo analisar os princípios, finalidades e diretrizes da política de educação especial da Secretaria Municipal de Educação de Campinas, bem como seus pontos, contrapontos e ajustes às políticas federais na perspectiva inclusiva. Para cumprir este objetivo, compilamos dados de matrícula, legislação e documentos produzidos por esta Secretaria, de 2005 a 2012. A análise dos dados considerou os documentos orientadores e legislação federal, o referencial teórico concernente à regulação e análise de política pública, ao federalismo brasileiro e à educação especial. A pesquisa evidencia que na política municipal a dimensão quantitativa do direito à educação das pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, que se refere ao seu acesso à classe comum, originou-se no bojo da proposta de integração escolar e de universalização da educação, instituída pela Constituição Federal de 1988. A dimensão qualitativa do direito à educação desse público, que diz respeito às formas e funções que o ensino deve assumir, foi introduzida timidamente na política municipal em 1991, com a instituição do apoio especializado do professor de educação especial na classe comum...

A proposta da educação inclusiva : contribuições da abordagem vygotskiana e da experiência alemã; Inclusive education proposal: contributions of Vygotskian approach and German experience

Beyer, Hugo Otto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
O artigo enfoca a temática da inclusão escolar. Inicia com considerações pertinentes à abordagem precoce de Lev Vygotski sobre tal questão. Verifica-se que Vygotski, muito antes das atuais idéias que fundamentam a concepção da educação inclusiva, já articulava conceitos semelhantes. O texto passa, a seguir, a historiar a educação inclusiva no sistema alemão, ao longo de três décadas (70 a 90). Na década de 70, iniciam-se os primeiros movimentos rumo ao conceito de inclusão escolar, porém, de forma localizada. Decisivo, neste momento, é a recomendação do Conselho Alemão de Educação, em 1973, da educação comum de crianças com e sem necessidades especiais. A década de 80 registra o amadurecimento das discussões e experiências da inclusão escolar, em que se soma uma variedade de posições (favoráveis e contrárias) de educadores alemães. A década de 90 apresenta o abrandamento das posições mais radicais, enquanto se abrem espaços para debates menos tensos e mais frutíferos. Wocken (2003) expõe princípios importantes da educação inclusiva. Uma opinião a destacar é a de Speck (1996), que vai alertar para o não desmantelamento da educação especial, já que tem espaço importante no atendimento das crianças com necessidades educacionais especiais. Neste sentido...

Políticas de educação inclusiva : análise das condições de desenvolvimento dos alunos com deficiência na instituição escolar : Flavia Faissal de Souza; Inclusive education policies : analysis of the development conditions of students with disabilities at a school

Flávia Faissal de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
O objetivo deste estudo é analisar as condições de desenvolvimento de alunos com deficiência, em uma escola da rede pública de ensino do Município de Campinas, considerando as diretrizes e as estratégias para implementação das políticas de Educação Inclusiva. Integrando um projeto coletivo de pesquisa ancorado na perspectiva histórico-cultural, o estudo envolveu uma equipe de pesquisadores que acompanhou o trabalho de uma professora em uma turma de 5o ano, durante um ano letivo. Paralelamente ao estudo de campo, efetuou-se uma análise dos pressupostos e das diretrizes que orientam as políticas no âmbito internacional, nacional e municipal. Dos registros feitos em diário de campo e videogravações foi destacada a análise de uma aula, que dá visibilidade analítica às profundas contradições que caracterizam tanto as concepções das políticas como as prescrições para sua efetivação e as condições para realização do trabalho no interior da sala de aula, que marcam o desenvolvimento dos alunos com deficiência.; The objective of this study is to analyze the development conditions of students with disabilities at a school within the public education board of the Municipality of Campinas, considering the guidelines and the strategies to implement the policies on Inclusive Education. Integrating a collective research project anchored to a historical-cultural perspective...

Proceedings of Braga 2014 Embracing Inclusive Approaches for Children and Youth with Special Education Needs Conference

Embracing Inclusive Approaches Conference, Braga, 2014
Fonte: University of Minho. Research Center on Education (CIEd)/Institute of Education Publicador: University of Minho. Research Center on Education (CIEd)/Institute of Education
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em /07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.61%
This e-book, which is published under the title Braga 2014: Embracing Inclusive Approaches for Children and Youth with Special Education Needs contains a set of papers submitted by the authors in an international conference during July 2014 with the same name. Practitioners, researchers, policy makers, and NGOs from around the world joined their international colleagues to engage in lively and informed discussions about the current state of the art in meeting the needs of children and youth with special educational needs. Topic areas included research, practice, policy, advocacy, and the arts in special education. The conference was co–hosted by The Division of International Special Education and Services (DISES) and the University of Minho in cooperation with the Council for Exceptional Children (CEC). As more and more countries around the world strive towards the goals of the Education for All initiative, education systems are turning to increasingly inclusive approaches in order to meet the needs of children and youth who have traditionally been excluded from mainstream education. Research and practice have shown abundant benefits, both academic and social, to all children and youth involved in inclusive education programs. However...

The need for a more dynamic and ecological assessment of children experiencing barriers to learning to move towards inclusive education: a summary of results of the Daffodil project

Lebeer, Jo; Partanen, Petri; Candeias, Adelinda; Grácio, Maria Luísa; Bohacs, Krisztina; Sønnesyn, Gunvor; Van de Veire, Hugo; Van Trimpont, Inge; Orban, Reka; Schraepen, Beno; Dawson, Lorna; János, R; Demeter, K
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
Although governments have recognized the need to make education more accessible to children with developmental disabilities and/or learning difficulties, many children remain excluded from participation in regular school settings, let alone receive adequate education. Though every country which ratified the United Nations (UN) 2006 Convention on the Rights of People with Disability has committed itself to inclusive education, there are many obstacles. One of them is the currently preferred way of assessing children with standardized, psychometric diagnostic tests, with a comparative and classifying purpose. This type of assessment, based on a medical impairment model and a static model of intelligence, results in reports which are sometimes not very useful for educational advice. This paper reports an overview of the results of the DAFFODIL project (Dynamic Assessment of Functioning and Oriented at Development and Inclusive Learning), created by a consortium of eight European partners in order to research more inclusive alternatives and suggest reforms to assessment and coaching procedures. It starts with a critical review of current assessment practices; then it presents criteria for good practices for assessing children with additional educational needs in a more dynamic...

Education for all- Inclusive education

Lebeer, Jo; Schraepen, Beno; Grácio, Luísa; Sart, Hande
Tipo: bookpart
Português
Relevância na Pesquisa
56.49%
Education for all is the slogan of UNESCO. During the last decades a worldwide movement towards inclusive education is taken place. The idea is to make the school accessible to all children, whatever their differences or background. Not only accessible but also to give every child, together with its peers, a good education. Inclusive education also means that children with special needs and/or disability are integrated into regular education settings. Article 24 of the 2006 United Nations Convention on the rights of people with disability states that children with a disability have the right to be educated in regular school settings together with non-disabled peers, and that governments should take measures to grant them that right. A number of countries have adapted their laws to make education more inclusive. But practice is lagging behind policies: teachers hardly know how to deal with the diversity of student´s needs and performance levels and there are many organizational gaps.

The need for a more dynamic and ecological assessment of children experiencing barriers to learning to move towards inclusive education: a summary of results of the Daffodil project.

Lebeer, J.; Partanen, P.; Candeias, A. A.; Birta-Szekely, N.; Demeter, K.; Bohács, K.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
Although governments have recognized the need to make education more accessible to children with developmental disabilities and/or learning difficulties, many children remain excluded from participation in regular school settings, let alone receive adequate education. Though every country which ratified the United Nations (UN) 2006 Convention on the Rights of People with Disability has committed itself to inclusive education, there are many obstacles. One of them is the currently preferred way of assessing children with standardized, psychometric diagnostic tests, with a comparative and classifying purpose. This type of assessment, based on a medical impairment model and a static model of intelligence, results in reports which are sometimes not very useful for educational advice. This paper reports an overview of the results of the DAFFODIL project (Dynamic Assessment of Functioning and Oriented at Development and Inclusive Learning), created by a consortium of eight European partners in order to research more inclusive alternatives and suggest reforms to assessment and coaching procedures. It starts with a critical review of current assessment practices; then it presents criteria for good practices for assessing children with additional educational needs in a more dynamic...

Expressive arts in Education and Therapy: a Special Encounter

Santos, Graça Duarte
Fonte: Research Center on Education (CIEd)/Institute of Education University of Minho Publicador: Research Center on Education (CIEd)/Institute of Education University of Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.16%
In this paper we sustain the importance of Expressive Arts in Education and Therapy, and highlight its relevance in the context of Special Education and/or Inclusive Education. As evidence we present two researches conducted in this field: The first study investigates the impact of a multimodal methodology of Expressive Therapies in children/adolescents with aggressive behavior (in a school context). Aggressive behavior, pro-social disposition and other emotional, cognitive and behavioral dimensions were evaluated. The second study presents an intervention through expressive arts with children with Autism Spectrum Disorders. This work was developed in a Specialized Autism unit

Expressive arts in training of teachers to inclusive education

Santos, Graça Duarte; Carvalho, Alexandra
Fonte: Research Center on Education (CIEd)/Institute of Education University of Minho Publicador: Research Center on Education (CIEd)/Institute of Education University of Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
86.56%
Considering the importance given to creativity and to cooperative and active learning as facilitator methods of an Inclusive Education, on this paper we present a study that identifies the place given to active and expressive techniques in the initial training of educators/teachers. The Higher Education Institutions that provide training components within the inclusive education, active and expressive techniques were identified, characterizing those same components by analyzing the curricula of all courses of Initial Teacher Education in Portugal which qualify for teachers from pre-school education to the 2nd cycle of basic education. Data analysis will allow us to further reflect on the contribution of these areas to build positive models of Inclusive Education.