Página 1 dos resultados de 850 itens digitais encontrados em 0.065 segundos

Letramento em jovens e adultos com deficiência mental; Learning to read and write by mentally deficient young people and adults

Shimazaki, Elsa Midori
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
Alfabetizar e letrar pessoas jovens e adultas constitui uma necessidade e, no caso de indivíduos adultos com deficiência mental, os estudos a respeito de letramento são rarefeitos e demandam, por isso, mais pesquisas e ações políticas que possam modificar as condições desses indivíduos. Letramento significa compreender e elaborar a linguagem e fazer uso social dela em várias situações da vida prática. Nesta pesquisa, objetivou-se comparar o grau de letramento, o nível de compreensão de leitura e produção escrita de adultos deficientes mentais, considerados alfabetizados, antes e depois de um programa de práticas de letramento. Estudou-se, também, a influência da família no nível de compreensão de leitura e escrita dos sujeitos. Participaram da pesquisa 11 sujeitos classificados, por meio de avaliação psicológica, como deficientes mentais moderados ou severos, com idade entre 18 e 34 que eram considerados alfabetizados e tinham freqüentado programa de educação especial por 5 anos ou mais. Foram aplicados questionários aos responsáveis pelos alunos para verificar as suas condições de letramento das famílias. A partir da avaliação inicial, elaborou-se um programa de práticas de letramento, realizado duas vezes por semana...

Os processos de alfabetização e letramento na educação infantil: contribuições teóricas e concepções de professores; Reading-writing processes and literacy in childrens education: theoretical contributions and teachers concepts

Lucas, Maria Angelica Olivo Francisco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
O objetivo desta pesquisa consiste em investigar como os professores de educação infantil compreendem as orientações teóricas e metodológicas fornecidas pela produção bibliográfica voltada para esse nível de ensino sobre os processos de alfabetização e letramento. A dificuldade encontrada pelos professores de educação infantil em justificar teórica e metodologicamente as práticas pedagógicas relacionadas a tais processos, apesar do crescimento da produção bibliográfica sobre a questão, constitui-se no problema desta pesquisa. Esta foi motivada pela necessidade de orientar a elaboração de planejamentos, acompanhar e avaliar o trabalho das alunas-estagiárias do Curso de Pedagogia em instituições de educação infantil e pela inclusão na literatura educacional do conceito de letramento. O recorte temporal final da década de 1970 até 2005 foi estipulado, levando-se em consideração as discussões realizadas nas duas áreas envolvidas. Para a educação infantil, esse período foi marcado por lutas em prol de um atendimento de caráter educativo. Na área da alfabetização e do letramento, buscou-se nesse período explicações para o fracasso de nossas escolas em alfabetizar (ensinar as habilidades necessárias para ler e escrever) e letrar (ensinar a fazer uso competente da leitura e da escrita em diversas práticas sociais). As discussões em ambas as áreas ocorreram simultaneamente e fizeram parte do processo de democratização da educação brasileira. Perseguimos...

A importância do letramento emergente no processo de alfabetização: em foco o primeiro ano do ensino fundamental; The importance of the emergent literacy in the process of reading and writing: In focus the first year of elementary school

Barbosa, Ana Flávia Miranda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
Esta pesquisa tem como objetivo investigar a influência do letramento emergente no processo de alfabetização em um grupo de alunos que cursaram o primeiro ano do Ensino Fundamental de nove anos em uma escola municipal em Santa Isabel. Tendo constatado a necessidade da recuperação lúdica do letramento emergente para estas crianças, buscamos desenvolver atividades que contemplassem habilidades orais, escritas e leitoras, sempre tendo em mente, o desenvolvimento do letramento que permeava tais habilidades. Com a crença no fato de ser o letramento fundamental na constituição de um cidadão que se posicione criticamente na sociedade, desenvolvemos, por meio de uma pesquisa-ação, um trabalho que buscou ampliar o letramento dos alunos, possibilitando uma passagem pelo processo de alfabetização da maneira mais natural possível, tencionando amenizar as eventuais diferenças existentes devido a fatores sócio-culturais, quando do ingresso destes alunos no Ensino Fundamental. Para tanto, lançamos mão de recursos como: diário de bordo com anotações detalhadas sobre o desenrolar das atividades ao longo das aulas, questionários sócio-culturais com as famílias dos alunos, e entrevistas com algumas mães, além de portfólios e atividades diagnósticas recolhidas ao longo dos anos letivos de 2009 e 2010. Autores como Bakhtin...

Letramento, gênero, raça e ocupação no Brasil

Machado, Nádie Christina Ferreira
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.57%
O estudo buscou identificar as relações entre letramento/alfabetização e gênero, raça e condições de ocupação no Brasil e diferentes Unidades da Federação, tendo como base empírica os microdados da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2002. O modelo de análise foi elaborado com base nos níveis de letramento propostos por Ferraro (2002) a partir da variável “anos de estudo concluídos com êxito”, incluindo-se o nível 0, que corresponde a quem se declarou sem instrução ou com menos de um ano de estudo. Verificaram-se grandes desigualdades entre as regiões e as Unidades da Federação em termos de sua distribuição pelos diferentes níveis de letramento. Apenas o Distrito Federal e os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, da Região Sudeste, e Paraná e Rio Grande do Sul, da Região sul, apresentaram, no nível mais alto de letramento, taxas superiores à do Brasil como um todo. No nível mais alto de letramento (Nível 4 - 11 anos ou mais anos de estudo), as mulheres superam os homens em todos os grupos de idade mais jovens, de 10 a 14 anos até 50 a 54 anos. Apenas nos grupos de idade mais avançada, de 55 ou mais anos...

Letramento em uma escola de educação bilíngüe na fronteira Uruguai/Brasil

Bortolini, Leticia Soares
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.69%
Esta pesquisa tem como objetivo descrever as práticas de letramento realizadas pelos participantes de duas terceiras séries de uma escola de educação bilíngüe por imersão dual espanhol/português, localizada na cidade de Rivera (Uruguai) e levantar as atividades letradas em português e em espanhol realizadas por alunos e seus familiares fora do contexto escolar. A fundamentação teórica que subjaz à análise apresentada está baseada nos Novos Estudos sobre Letramentos (New Literacies Studies) (Heath, 1982; Street, 1984; Barton, 1994; Gee, 2004), os quais entendem letramento como um conjunto de práticas organizadas social e culturalmente (Cole & Scribner, 1981) que envolvem na sua constituição a tecnologia da escrita - ao que Street (1984) se refere como práticas de letramento. Como unidade de análise do letramento em sala de aula, uso o conceito de evento de letramento (Heath, 1982, 1983): atividade social em que a escrita é parte essencial na constituição da interação entre os participantes. A pesquisa foi realizada por meio de trabalho de campo de 27 dias que envolveu a geração de dados etnográficos na escola e na comunidade através de observação participante, gravação de entrevistas em áudio e registro fotográfico. Através da análise dos dados...

Associação entre letramento em saúde e adesão ao tratamento medicamentoso

Maragno, Carla Andreia Daros
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.64%
Objetivo: Desenvolver um questionário em português que avalie letramento em saúde e verificar a possível associação entre letramento em saúde e adesão à terapia medicamentosa. Métodos: Entrevistas foram realizadas enquanto os indivíduos esperavam seu atendimento em postos de saúde da cidade de Bagé, na região sul do Brasil. O letramento em saúde foi avaliado pelo Teste de Letramento em Saúde (TLS). O TLS foi desenvolvido baseando-se na tradução e adaptação do TOFHLA (Test of Functional Health Literacy in Adults) para a realidade brasileira, considerando-se aspectos de linguagem e culturais. A adesão à terapia medicamentosa foi avaliada pelo Morisky e as dificuldades para adesão foram avaliadas pelo BMQ (Brief Medication Questionnarie). Resultados: A consistência interna do TLS foi alta (0,789). Sua pontuação média foi de 87,4 ± 10,2 e mais de dois terços da população (73,7%) tinha no mínimo o ensino médio completo. Aproximadamente 87% dos participantes possuíam letramento em saúde adequado, 10,5% limitado e 2,6% inadequado. Houve diferença estatisticamente significativa entre as pontuações médias obtidas entre as diferentes faixas etárias e de escolaridade. Os indivíduos com baixo letramento em saúde apresentaram mais do que o dobro de probabilidades de encontrarem dificuldades para aderir ao tratamento medicamentoso quando comparados aos indivíduos com letramento em saúde adequado (RP=2...

Letramento e alfabetização : práticas que se cruzam na construção da leitura e da escrita em uma turma de 1º ano do ciclo de alfabetização em português e espanhol

Lazarotto, Carmen Ângela
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.64%
Esta pesquisa busca compreender a constituição do letramento em língua portuguesa e em espanhol, como língua adicional, na escola municipal de Ensino Fundamental Cinderela, no ciclo de alfabetização, no município de Santa Helena, extremo-oeste de Santa Catarina. Foram utilizados procedimentos metodológicos da pesquisa qualitativa de cunho etnográfico (ERICKSON, 1990; HEATH e STREET, 2008; MASON, 1996; JUNG, 2003). A geração de dados envolveu participação em eventos de letramento nas aulas de língua portuguesa e nas aulas de espanhol, participação em conselhos de classe, em reuniões com os pais, observação da hora do recreio e visita às famílias. O trabalho de campo foi realizado através de observação participante, e os dados consistiram de registros audiovisuais e fotográficos, notas em diário de campo, recolha e organização documental, e gravação de entrevistas. A análise de 12h/a de espanhol, 39 h/a de língua portuguesa (outras matérias escolares com a professora de referência), 2 horas e 30 minutos de recreio, e cerca de 11 horas nas famílias ocorreu em três etapas: análise dos registros audiovisuais a partir de uma revisão teórica focalizando os conceitos de letramento e eventos de letramento (HEATH...

É na creche que se aprende a ir pra escola : um estudo sobre as orientações de letramento das crianças em uma creche comunitária na periferia de Porto Alegre

Silva, Bibiana Cardoso da
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.61%
Esta pesquisa tem como objetivo descrever as orientações de letramento das crianças de uma creche comunitária, localizada na zona norte de Porto Alegre, e analisar os eventos de letramento dos quais as crianças participam dentro e fora do contexto escolar. A fundamentação teórica que subjaz à análise apresentada está baseada nos Novos Estudos sobre Letramento (cf. Heath, 1982; Street, 1984; Barton, 1994; Gee, 1990), os quais entendem letramento como um conjunto de práticas organizadas social e culturalmente (Scribner & Cole, 1981) que envolvem na sua constituição a tecnologia da escrita. A pesquisa foi realizada por meio de trabalho de campo de dezoito meses que envolveu a geração de dados etnográficos na creche e na comunidade através de análise documental, observação participante, gravação de entrevistas em áudio, registro audiovisual das aulas e registro fotográfico. Através da análise dos dados, concluímos que os alunos da creche estudada são membros de um grupo social que participa de diferentes tipos de eventos de letramento cotidianamente. Dentro da creche, observamos dois tipos de eventos de letramento principais: as práticas pedagógicas de letramento e os eventos de letramento emergentes. As educadoras propõem atividades pedagógicas de letramento com o objetivo de preparar os alunos para a escola. Este trabalho pretende dar visibilidade as diferentes práticas de letramento em diferentes contextos...

O saber estatístico como dizer verdadeiro sobre a alfabetização, o analfabetismo e o alfabetismo/letramento

Sperrhake, Renata
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
Nesta Dissertação de Mestrado tenho como objetivo compreender de que modo o saber estatístico se constitui em um dizer de verdadeiro e como ele opera na produção discursiva da alfabetização, do analfabetismo e do alfabetismo/letramento. Tal estudo se inscreve no referencial teórico-metodológico dos Estudos Culturais em Educação em vertente pós-estruturalista. Inspiro-me nas teorizações de Michel Foucault e utilizo os conceitos de discurso, verdade, biopolítica e governamentalidade. Com o primeiro movimento que realizei no trabalho busquei elencar alguns aspectos históricos e técnicos da constituição da estatística, pois se supõe que esses elementos (históricos e técnicos) conferem às estatísticas um status de verdade. Também trouxe as contribuições de Michel Foucault ao estudo do saber estatístico como um saber necessário ao governamento da população. O segundo movimento consistiu-se em pesquisar as maneiras pelas quais os saberes sobre a leitura e a escrita são quantificados, com quais instrumentos, a partir de quais entendimentos sobre alfabetização e alfabetismo/letramento. Assim, analisei algumas formas de produção de estatísticas sobre alfabetização, analfabetismo e alfabetismo/letramento. O material empírico da pesquisa é composto por artigos acadêmicos de revistas de Educação e de Estatística...

Praticas de letramento no meio rural brasileiro

Samuel Pereira Campos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
Nesta tese, discutimos a influência do Movimento Sem Terra (MST), entendido como uma comunidade discursiva, que atua institucional e intencionalmente na formação dos trabalhadores rurais brasileiros. Focalizamos nossa discussão nas práticas de letramento construídas em uma escola pública de assentamento de reforma agrária, que nos revelam o projeto de letramento Sem Terra em conflito com o projeto escolar oficial, construído na escola pesquisada a partir de sua institucionalização. A escola pesquisada e os sujeitos que a compõem apresentam práticas de letramento relacionadas a dois projetos em disputa na escola, caracterizados como projeto de letramento emancipatório e projeto de letramento escolar, a partir da perspectiva dos ?novos estudos lingüísticos?. Desse lugar, caracterizamos o projeto de educação Sem Terra como um projeto de letramento ideológico, situado, emancipatório (Street, 1984, 1995; Barton, 1998; Freire, 1978, 1987, 1995), dado seu caráter político e de inclusão ao mundo letrado, e discutimos sua influência nas práticas de letramento construídas em uma escola de assentamento de reforma agrária, focalizando salas de aula de duas professoras de Língua Portuguesa, que expressam práticas representativas dos projetos em disputa na escola.; In this thesis we discuss the influence of Movimento Sem Terra (MST)...

A leitura do professor em formação : o processo de engajamento em praticas ideologicas de letramento; Teachers in continuing professional development and their reading : the process of engagement in ideological practices

Maria Emilia Almeida da Cruz Torres
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
Este trabalho em Lingüística Aplicada tem como tema a elaboração da concepção de leitura como prática social, por um grupo de professoras da rede municipal de uma cidade do interior de Minas Gerais. O objetivo é investigar as mudanças nas práticas de letramento desenvolvidas pelas professoras, ao serem expostas a uma visão de leitura que concebe o texto como objeto constituinte das práticas sociais. Privilegiando-se um contexto de ensino que focaliza, portanto, o modelo ideológico de letramento, procurou-se analisar, pelos fenômenos que se manifestaram nessas práticas, como essas professoras elaboram a mesclagem dos discursos teórico-acadêmicos ou Secundários, em face aos escolares e aos Primários, ao caminharem em direção à aceitação do modelo de leitura proposto. Os fundamentos teórico-metodológicos que embasaram as análises se sustentam nas teorias do letramento preconizadas pelos New Literacy Studies. Para a introdução do conceito de prática de letramento e para se analisar o histórico de letramento das professoras recorreu-se à Teoria Social do Letramento, que aliada às noções de Discurso, como o engajamento do indivíduo aos modos de pensar e agir dos grupos sociais configuraram os aportes conceituais que nortearam as observações sobre os movimentos desenvolvidos ao longo do processo de elaboração da concepção de texto como objeto social. Concluiu-se que as professoras desenvolvem modelos variados de letramento...

Os modelos de letramento subjacentes em uma nova proposta oficial para o ensino de língua materna : novas ideias, novos rumos?; The underlying models of literacy in a new official proposal for the teaching of Mother tongue : new ideas, new directions?

Gisele Alves Nascimento
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
Há uma crescente discussão acerca do fracasso escolar brasileiro no que tange a formação de um cidadão que seja capaz de utilizar a escrita de forma eficiente. No entanto, pouco se tem investigado sobre os modelos de letramento que subsidiam essas práticas escolares e seus efeitos. Apoiada em Street (1984) e nos Novos Estudos do letramento, a análise aqui empreendida buscou investigar o(s) modelo(s) de letramento subjacente em um novo material docente produzido e distribuído, a partir de 2008, pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo para o ensino de Língua Portuguesa. Procurou-se também, por meio da análise, discutir em que medida as concepções de letramento, expressas ou implícitas, contribuem para o preparo dos alunos para o uso social da escrita. Nesse intuito, foi examinado tanto o material didático, constituído por caderno do aluno e do professor, quanto a proposta oficial que os suporta. A análise da proposta curricular revelou a não explicitação teórica sobre o modelo de letramento orientador. No entanto, foi possível a sua identificação por meio de conceitos tais como escola, professor, currículo, competência leitora/escritora, língua/linguagem, texto e nos objetivos de ensino. Já no material didático...

Letramento acadêmico : concepções divergentes sobre o gênero resenha crítica; Academic literacy : divergent conception about the genre critical review

Eliane.Feitoza Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.52%
Este trabalho analisa os conflitos que emergem da escrita de resenha crítica por parte de alunos calouros, quando precisam produzir o gênero com base em concepções e orientações de letramento divergentes. A identificação, a compreensão e a análise dos conflitos dão-se a partir das postulações teóricas dos Novos Estudos do Letramento (STREET, 1984; GEE, 1996; LEA E STREET, 1998; LILLIS, 1999, entre outros) e de estudos que visam o ensino ou a análise de gêneros acadêmicos (MATENCIO, 2002; MACHADO, LOUSADA, ABREU-TARDELLI, 2004A; 2004B, entre outros). Nessa perspectiva, considera-se que o letramento acadêmico difere do letramento de outras esferas, visto apresentar formas particulares de ser, pensar, agir, ler e escrever que são próprias deste domínio - de modo que o aluno, a fim de adquirir fluência no Discurso Acadêmico, deve acessá-las, com o auxílio dos professores, sem, no entanto, abrir mão de sua história prévia de letramento e de Discursos aos quais teve acesso antes de ingressar na universidade. No entanto, esse acesso não se dá sem conflitos, tendo em vista que a história e os Discursos refletem em suas produções escritas e entram em conflito com os Discursos dos professores, uma vez que estes não consideram a condição letrada dos alunos que ingressam na universidade. Sendo assim...

O lugar das práticas de letramento na esfera escolar

Pereira, Hellen Melo
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: 287 p.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2015.; Esta dissertação compreende estudo inserido no universo temático do ensino e da aprendizagem de língua materna, com foco na aula de Língua Portuguesa - na busca de concebê-la como encontro (PONZIO, 2013; 2014) entre professor e alunos ? e com destaque para os espaços da modalidade escrita da língua. A partir desse recorte temático, e no intuito de delinear inteligibilidades (MOITA LOPES, 2006) para problemas linguísticos socialmente relevantes, o estudo organizou-se com o objetivo de depreender implicações das práticas de letramento de professor e alunos em processo de escolarização que objetiva a apropriação dos letramentos dominantes. O estudo orientou-se, para tanto, na seguinte questão geral de pesquisa: ?Considerando práticas de letramento que caracterizam grupos culturais historicizados e constituem subjetivamente alunos e professor como usuários da escrita, que implicações de tais práticas são depreensíveis no encontro aula de Língua Portuguesa, compreendido como processo de escolarização que objetiva a apropriação, por parte dos alunos...

Práticas de letramento em um grupo social urbano de cultura oral : uma abordagem etnográfica

Carvalho, Maria Avelina de
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, 2011.; Esta pesquisa pretende investigar as práticas sociais de letramento em comunidades de Catadores de Materiais Recicláveis e observar como essas práticas interferem ou não na rotina desses Catadores e na vida deles, por meio de observação-participante. Os sujeitos pesquisados pertencem a uma das camadas mais pobres da sociedade e chegam a ser invisíveis. São homens e mulheres com idade de 18 a 70 anos. As análises foram desenvolvidas através do método qualitativo a partir da proposta de Malinowski (1922) e Hammersley (2007). Desta forma, inspirada em Duranti (1977) apresento algumas considerações em tópicos que nortearam o olhar da pesquisadora para completar questões feitas anteriormente. A coleta de dados foi realizada em uma Cooperativa de Materiais Recicláveis, uma Associação e um Depósito. Em cada ambiente foram observados o contato dos sujeitos com o texto escrito, as suas rotinas, as redes sociais e os eventos de letramento. Esta pesquisa embasou-se na teoria do Letramento - Letramento Social - segundo Street (1995), Soares (2002), Kleiman (1995), Bortoni-Ricardo (2005), entre outros estudiosos que tomaram o letramento social como foco de seu estudo. O estudo justifica-se pela necessidade de se compreender o significado do texto escrito para os Catadores que...

Letramento & letramentos: uma perspectiva sócio-cultural dos usos da escrita

Terra,Márcia Regina
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
O objetivo deste artigo é apresentar uma retrospectiva de estudos sobre o letramento(s), para defender os usos da escrita em contextos educacionais a partir de proposições dos Novos Estudos do Letramento, uma visão transdisciplinar que assume uma abordagem sócio-cultural da linguagem e do letramento (Cf. Barton, Heath, Gee, Graff, Marcushi, Rojo, Signorini, Soares, Ribeiro etc.). São problematizadas questões tais como: se existe ou não consenso no campo do letramento; a natureza da crise do letramento escolar; se a tecnologia demanda letramentos mais sofisticados; as relações entre leitura/escrita poder e cultura; como novos letramentos impactam os letramentos na sala de aula etc. Concluo que a perspectiva dos Novos Estudos do Letramento é um caminho profícuo para a (re)definição de um letramento escolar capaz de possibilitar ao aluno chances de aplicar em sua vida extraclasse os conteúdos que ele está aprendendo na escola.

Letramento e construção de identidade na terceira idade: um estudo de caso

Silva Filho,Vidomar; Rodrigues,Rosângela Hammes
Fonte: Universidade do Sul de Santa Catarina Publicador: Universidade do Sul de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
Este artigo apresenta estudo de caso sobre o letramento, na esfera literária, de D., uma mulher idosa, com quatro anos de escolaridade formal. A partir da análise do histórico de letramento de D., investiga-se a relação entre letramento e construção de identidade. Para fundamentar teoricamente o estudo, estabelecem-se distinções entre os modelos de letramento autônomo e ideológico. Apresentam-se os conceitos de prática, evento, agente e agência de letramento. Também se revisa o conceito de identidade. No estudo de caso, apresenta-se o histórico de letramento de D., buscando-se resgatar os usos da modalidade escrita por ela e sua família, desde a infância de D. até os dias atuais. Observa-se uma estreita relação entre o letramento de D. na esfera da literatura e a constituição paulatina de uma identidade de escritora, a qual lhe faculta expressar seu estar-no-mundo, recuperar e reconstruir suas memórias de infância e inserir-se em novos grupos sociais.

Usos sociais da escrita: um estudo sobre práticas e eventos de letramento na vivência de professoras alfabetizadoras

Euzébio,Michelle Donizeth; Cerutti-Rizzatti,Mary Elizabeth
Fonte: Universidade do Sul de Santa Catarina Publicador: Universidade do Sul de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
Este artigo aborda o fenômeno do letramento. O estudo foi realizado durante dois meses com professores alfabetizadores. Trata-se de abordagem qualitativa de implicações etnográficas que visa responder às seguintes questões: Como se caracterizam os usos sociais da escrita no cotidiano desses professores? Que práticas e eventos de letramento é possível depreender/descreverem sua vida cotidiana e em seu trabalho? A base teórica é Street (1984, 1988, 2003), Barton (1994), Barton Hamilton e Ivanic (2000), Hamilton (2000) e outros autores dos Novos Estudos do Letramento. Os resultados indicam que os alfabetizadores mencionam eventos de letramento dominantes como parte de sua vida cotidiana - remetendo a concepções do modelo autônomo de letramento. Em seu trabalho, por outro lado, mencionam muitos eventos de letramento vernaculares, remetendo a concepções do modelo ideológico de letramento. Dissonâncias dessa ordem sugerem uma ação docente ancorada em modismos pedagógicos e não em construtos teoricamente consolidados nessa área.

Práticas de Letramento e Interação Sócio-Cultural: Um olhar sobre a experiência da Associação de Apoio à Criança e ao Adolescente

de Oliveira Santos, Jailze; Lucia Ferreira de Figueiredo Barbosa, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
A sociedade contemporânea, extremamente grafocêntrica, tem exigido que os indivíduos se utilizem da escrita de forma dinâmica, nas mais diversas situações de interação social. Na esfera da Educação, o termo letramento vem significar as diversas dimensões e funções que a escrita desempenha na sociedade e tem despertado interesse de muitas áreas, sejam elas ligadas à educação como também à lingüística. Na busca de uma compreensão mais acurada das práticas sociais intermediadas pela escrita, esta dissertação procura identificar, em uma Organização Não Governamental AACA -, que atua na educação não-formal, as práticas e os eventos de letramento propostos pelos educadores e os modos particulares destes desenvolverem tais práticas e eventos em suas aulas. Para tal, realizamos uma pesquisa qualitativa de cunho etnográfico, na qual foram usados, como instrumentos de pesquisa, observações em sala de aula e ambiente extra-classe, entrevistas com educadores e relatos das atividades realizadas. Verificamos que as práticas de letramento desenvolvidas na ONG valorizavam, sobremaneira, práticas ideológicas de letramento. Os eventos mostravam que as práticas de letramento observadas eram permeadas por crenças e valores que subjazem aos princípios éticos...

Alfabetização e consciência metatextual : uma análise do conceito de letramento

Santos Arruda, Alberto; Galvao Spinllo, Alina (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
Este trabalho foi desenvolvido com a finalidade de estudar a contribuição do letramento para o desenvolvimento da consciência metalingüística de indivíduos com diferentes níveis de alfabetização escolar. Vários estudos como os de Albuquerque (1994), Barrera (2003), Gombert (2003) e Spinillo (2003), entre outros, têm mostrado que as capacidades metalinguísticas se instalam paralelamente à alfabetização, processo que exige reflexão deliberada e consciente. Não obstante, Vygotsky (1991, 1993) ressalta que a produção dos conceitos científicos e espontâneos são processos dialeticamente relacionados, e autores como Rogoff (2005), Oliveira (1995, 1999), Ratto (1995) e Luria (1990, 1988) verificaram que contextos não escolares podem apresentar práticas culturais capazes de promover a metacognição em indivíduos com pouca ou nenhuma escolaridade. Partindo dessas considerações, buscou-se estudar a relação à consciência metatextual e o letramento, termo que designa o uso efetivo de habilidades de leitura e escrita em situações e práticas cotidianas. Julgou-se ser a consciência metatextual a habilidade metalingüística mais adequada a essa finalidade, por considerar-se o texto simultaneamente um artefato cultural empírico encontrado cotidianamente e uma unidade lingüística sujeita a reflexão consciente em meio às práticas do cotidiano escolar e não escolar. Na pesquisa realizada foram individualmente entrevistadas 48 crianças do ensino fundamental e 49 jovens e adultos freqüentando um programa municipal de educação de jovens e adultos (EJA)...