Página 1 dos resultados de 349 itens digitais encontrados em 0.052 segundos

Efeito do feijão caupi (Vigna unguiculata L. Walp) e da proteína isolada no metabolismo lipídico em hamsters hipercolesterolemizados; Effect of the whole seed and protein isolate of cowpea (Vigna unguiculata L. Walp) on the lipid metabolism of hypercholesterolemic hamsters

Frota, Karoline de Macedo Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.91%
Introdução - A soja e outras leguminosas são consideradas como alimentos funcionais por apresentarem propriedades hipocolesterlemizantes. Esta propriedade, porém, ainda não foi relatada para o feijão caupi. Um possível componente deste grão responsável pelo feito redutor de colesterol é sua proteína. Objetivo - Produzir isolado protéico de feijão caupi e verificar a influência do grão integral e de sua proteína isolada no metabolismo lipídico de hamsters hipercolesterolemizados pela dieta. Métodos - O isolado protéico de feijão caupi foi produzido por precipitação isoelétrica, utilizando-se pH 8,5 para solubilização da proteína e 4,5 para a sua precipitação, obtendo-se um isolado com 92 % de proteína. O isolado protéico (IP) e o feijão caupi integral (FCI) foram utilizados como fonte protéica em dietas experimentais para hamsters que tiveram hipercolesterolemia induzida por dieta contendo 20 % de caseína, 13,5 % de gordura saturada e 0,1 % de colesterol, por 3 semanas. Os animais foram distribuídos em três grupos, recebendo cada grupo dieta com 20 % de caseína (controle), dieta com 20 % de proteína de isolado de feijão caupi e dieta com 20% de proteína de feijão caupi integral, por 4 semanas. Resultados - Comparando-se à dieta controle...

Estudo do metabolismo lipídico através da espectroscopia de prótons por ressonância magnética em seres humanos obesos pré e pós-gastroplastia correlacionando com dados antropométricos, exames laboratoriais e biópsia hepática; A study of the lipid metabolism through the protons spectroscopy by a magnetic resonance in obese human beings pre and pos gastroplasty with laboratorials exams and hepatic biopsy

Borges, Ana Karina Nascimento
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.77%
A influência da obesidade sobre o fígado e a função hepática é tema ainda pouco estudado e discutido, principalmente no Brasil. O crescente aumento da população obesa de maneira global alerta sobre esse grave problema, que hoje em dia, se torna de saúde pública. Amplia-se, cada vez mais, o número de pessoas e a faixa etária atingida. A doença hepática não alcoólica é uma condição clínico-patológica comum caracterizada por depósitos de lipídios em hepatócitos no parênquima hepático. Um espectro de danos ocorrem no parênquima, desde uma simples esteatose macrogoticular podendo evoluir para esteato-hepatite, fibrose e até cirrose. Os casos de esteatose hepática não alcoólica (EHNA) que progridem para cirrose tem sido reconhecidos como a maior causa de morbidade e mortalidade com potencial para progredir para falência hepática. Apesar de haver um aumento na prevalência da doença hepática não alcoólica, os critérios para seu diagnóstico continuam pobremente definidos. A utilização da espectroscopia de prótons na ressonância magnética auxilia na quantificação do conteúdo lipídico hepático e na musculatura da perna (tibial anterior e sóleo), embora venha sendo utilizada apenas em pesquisas. Tivemos como objetivos o estudo do metabolismo lipídico de humanos xii obesos por espectroscopia por ressonância magnética...

Efeitos da suplementação de manteiga e margarinas no metabolismo lipídico e inflamação de portadores de síndrome metabólica que mantiveram seus hábitos usuais de vida; Effects of butter and margarines supplementation in the lipid metabolism and inflammation of metabolic syndrome individuals in free living state

Miguel, Ana Carolina Moron Gagliardi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.85%
Introdução: O consumo de manteigas e margarinas faz parte do hábito alimentar da população e é uma forma eficaz de suplementação de ácidos graxos. No entanto, até o momento se desconhece os efeitos de ácidos graxos saturados, trans, monoinsaturados, poliinsaturados e de fitosteróis no perfil lipídico, inflamatório, de marcadores de disfunção endotelial e no metabolismo da HDL em indivíduos com síndrome metabólica (SM). Objetivo: Examinar os efeitos do consumo diário de manteiga, margarina com ácido graxo trans, margarina com fitosterol e margarina sem ácido graxo trans, em quantidades recomendadas por diretrizes, sobre: 1) o perfil lipídico, apolipoproteínas (Apo), marcadores inflamatórios e de disfunção endotelial e transferência de lipídeos para HDL, em indivíduos com SM, sem alterar seus hábitos usuais de vida, 2) a associação desses parâmetros com a composição nutricional das dietas dos indivíduos estudados. Métodos: Este estudo foi randomizado, cego, onde 100 indivíduos receberam porções diárias isocalóricas de manteiga ou margarina com ácido graxo trans ou margarina com fitosterol ou margarina sem ácido graxo trans em adição às suas dietas usuais, por 5 semanas. Foram determinados: perfil lipídico...

O exercício intermitente modula o metabolismo lipídico em ratos: o fígado como órgão gerenciador; Intermittent exercise modulates the lipid metabolism in rats: the as the manager

Eder, Robson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.65%
A associação de uma série de influências ambientais como dietas com excesso de gordura ou falta de atividade física regular (sedentarismo) são importantes fatores que podem levar ao desenvolvimento da obesidade e dislipidemias. Portanto, a prática de atividade física regular, caracterizada pelo treinamento, mostra-se atualmente como parte de estratégias para combater problemas como dislipidemias. Sabe-se que o aumento do gasto calórico e a melhora no desempenho podem ser atingidos com treinamentos de endurance ou intermitentes, uma vez que ambos levam à alterações fisiológicas e metabólicas semelhantes. O treinamento intermitente é caracterizado pela execução de repetidas sessões de curtos ou longos períodos, preferencialmente de alta intensidade (aproximadamente 100% do VO2máx.), intercaladas por pausas ou períodos de menor intensidade, visando a recuperação do indivíduo. Dada a importância do fígado no metabolismo lipídico em repouso e no exercício foi nosso interesse avaliarmos o comportamento do fígado frente a oito semanas de treinamento intermitente de alta intensidade e comparar tais alterações às promovidas pelo treinamento de endurance em ratos, com especial atenção a síntese e secreção de VLDL. Os animais foram divididos em três grupos: sedentário (SD)...

Efeitos do ácido linoléico conjugado sobre parâmetros do metabolismo lipídico alterados pela caquexia.; Effects of conjugated linoleic acid upon lipid metabolism in cachexia.

Gonçalves, Daniela Caetano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.83%
Este trabalho investigou os efeitos do CLA sobre o metabolismo lipídico na caquexia. Grupos controle ou tumor foram suplementados com CLA, óleo de girassol ou salina, por gavagem, por 14 dias. O peso corporal, ração, glicose, colesterol, TAG, insulina e leptina plasmáticos, glicogênio, proteína, TAG, expressão gênica da CPT I and II, MTP, L-FABP, PPAR-α e apoB, o conteúdo proteíco da apoB e a atividade máxima da CPT I e II no fígado, o conteúdo de gordura no TAE e TARP e a concentração proteíca e de IL-1β,IL-6,TNF-α e IL-10 desses tecidos foram determinados. A atividade da CPT II mostrou-se reduzida em todos os grupos em relação a C. o mRNA da MTP, apoB e FABP foi inferior em todos os grupos TB, mas no TBCLA esta redução foi maior. Todos os grupos mostraram expressão diminuída de proteína apoB em relação a C. TBCLA aumentou o TAG hepático e plasmático, assim como colesterol e glicose quando comparado com os grupos TB. O TAG no TAE diminuiu em TBCLA em relação a C, TBSF e CCLA. Houve diminuição de IL-1β no CCLA em relação a C, mas em TBCLA a IL-1β foi superior em relação a C, TB e TBSF. TBCLA mostrou um aumento de IL-6 em relação a TB e CCLA. O TBCLA mostrou aumento de TNF-α quando comparado com TB e CCLA. O CLA falhou em promover a recuperação do metabolismo lipídico em animais caquéticos.; We investigated the effects of CLA upon lipid metabolism in cachexia. Male Wistar rats were assigned to a control or cachetic rats...

Efeito da ingestão do óleo de amaranto no metabolismo lipídico de hamsters; Effect of amaranth oil on lipid metabolism of hamsters

Castro, Luíla Ivini Andrade de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.9%
Introdução. O amaranto é um pseudocereal de alto valor nutritivo, além de apresentar propriedade de redução do colesterol plasmático. O conteúdo lipídico de seus grãos é superior ao dos cereais comuns, com elevado teor de ácidos graxos insaturados, além de apresentar quantidade significante de esqualeno, um dos possíveis compostos bioativos responsáveis pela redução do colesterol. Objetivo. Verificar o efeito do óleo de amaranto e do esqualeno no metabolismo lipídico de hamsters alimentados com gordura saturada e colesterol. Metodologia. O óleo de amaranto foi extraído por solvente orgânico (n-hexano) e analisado nos seus conteúdos de esqualeno. O potencial efeito hipocolesterolemizante deste óleo foi avaliado mediante um ensaio biológico, em que foram utilizados 40 hamsters recémdesmamados. Os animais foram divididos em 4 grupos de 10, diferenciados pelas dietas: controle [dieta normal com 20% de óleo de milho] (C), hipercolesterolêmica [dieta com 12% de gordura de côco, 8% de óleo de milho e 0,1% de colesterol] (H), óleo de amaranto [idêntica à (H) com óleo de amaranto substituindo o de milho] (A) e esqualeno [idêntica à (H) + esqualeno na proporção encontrada no óleo de amaranto] (E), formuladas segundo as recomendações da NRC (1995) e AIN-93. Após 28 dias de experimento...

Efeitos do treinamento físico sobre o metabolismo lipídico no fígado de ratos com caquexia associada ao câncer: papel do PPAR?.; Effects of physical training exercise upon liver lipid metabolism of tumour-bearing rats: role of PPAR?.

Carnevali Junior, Luiz Carlos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.83%
A caquexia é uma síndrome paraneoplásica caracterizada pelo comprometimento do metabolismo lipídico levando à marcadas alterações fisiológicas no fígado, entre estas o desenvolvimento de esteatose. O treinamento conhecidamente melhora a capacidade metabólica do fígado. O presente projeto verificou os efeitos do treinamento em ratos com caquexia induzida pelo tumor. Ratos Wistar machos foram divididos nos seguintes grupos: ratos sedentários controle (SC), sedentários portadores de tumor (ST), treinados controle (TC) e treinados portadores de tumor controle (TT). A expressão gênica de proteínas reguladoras do metabolismo lipídico e do processo inflamatório (CPT I e II, L-FABP, PPAR-alfa, NFB, IB, RXR, COX-2, assim como o conteúdo protéico de NFB, PPAR? e CPT II e a atividade máxima do complexo CPT foram medidos. Ainda, avaliou-se a concentração de IL-6, TNF-? e IL-10 a concentração de PGE2. Os resultados obtidos apontam restabelecimento da capacidade de oxidar e secretar lipídios pelo fígado, bem como o efeito anti-inflamatório deste. Em conclusão, sugere-se uma associação entre a redução na concentração de PGE2 ao aumento na expressão gênica e protéica do PPAR? pelo treinamento no controle da inflamação...

Efeito de duas variedades de feijão (Phaseolus vulgaris) no metabolismo lipídico de hamsters; Effect of two beans varieties (Phaseolus vulgaris) in hamster lipid metabolism [Dissertation].

Dias, Jéssica Mascaretti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.77%
Introdução Os feijões comuns, da espécie Phaseolus vulgaris, são amplamente produzidos e consumidos no Brasil. As variedades, carioca e preto ganham destaque na região Sudeste do país. Encontra-se descrita na literatura a ação hipocolesterolemizante de algumas leguminosas, tais como, soja, tremoço e feijão caupi, que podem estar associados à redução do risco de doenças cardiovasculares. Objetivo Avaliar o potencial efeito da adição de farinhas de feijões carioca e preto (Phaseolus vulgaris) no metabolismo lipídico de hamsters alimentados com dieta contendo gordura saturada e colesterol. Métodos A produção das farinhas dos feijões envolveu as etapas de autoclavagem, congelamento, liofilização e moagem. As propriedades hipocolesterolemizantes destas farinhas foram avaliadas por meio de dois ensaios biológicos. Foram utilizados hamsters Golden Syrian, machos com 21 dias, pesando 60 ± 4g, que receberam as dietas experimentais ad libitum. No Ensaio A, os animais foram separados em 3 grupos, diferenciados pela dieta. Todas as dietas eram hipercolesterolemizantes [13.5 por cento de gordura de coco e 0.1 por cento colesterol] e tinham as mesmas quantidades de proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais. O Grupo Controle (C) tinha como fonte protéica a caseína; no Grupo Feijão Carioca (FC) a farinha de feijão carioca representou 15 por cento do peso total da dieta e no Grupo Feijão Preto a farinha de feijão preto representou 15 por cento do peso total da dieta. No Ensaio B...

Papel do receptor toll-like 4 no metabolismo lipídico hepático; Role of toll-like receptor 4 in hepatic lipid metabolism

Ferreira, Darkiane Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.76%
Estudos recentes têm demonstrado uma participação importante do receptor toll-like 4 (TLR4) na evolução de doenças envolvendo desordens metabólicas, como a doença do fígado gorduroso não-alcoólico (NAFLD). No entanto, as alterações do metabolismo lipídico que poderiam ser influenciadas pela ativação do TLR4 são desconhecidas. Neste estudo propomos caracterizar o papel do receptor TLR4 no metabolismo de lipídios no fígado de camundongos deficientes para o receptor de LDL, um modelo que desenvolve NAFLD quando submetido a uma dieta rica em gordura saturada e colesterol. Camundongos controle (C57 black6), deficientes para o receptor de LDL (LDLrKO), deficientes para o receptor TLR4 (TLR4KO) ou deficientes para ambos (duplo KO) receberam dieta controle ou hiperlipídica por quatro, oito ou doze semanas. Após o tratamento e sacrifício dos animais, avaliamos o perfil de lipídios plasmáticos, o conteúdo de lipídios do fígado e a expressão gênica de enzimas relacionadas à síntese e degradação de triglicerídeos (TG) e colesterol no fígado. O perfil inflamatório no fígado também foi avaliado. A dieta hiperlipídica induziu uma hipertrigliceridemia e hipercolesterolemia nos animais LDLr KO e duplo KO, sendo que o grupo duplo KO apresentou níveis séricos inferiores de triglicérides (TG) e ácidos graxos livres a partir de oito semanas de tratamento em comparação aos animais LDLrKO. A dieta hiperlipídica também induziu um aumento significativo no conteúdo de TG e de colesterol no fígado de todos os grupos. Na análise da expressão gênica não foram encontradas diferenças na expressão de proteínas relacionadas à síntese de triglicérides e colesterol (ApoB100...

Resposta inflamatória sistêmica e alterações no metabolismo lipídico em crianças e adolescentes gravemente doentes; Systemic inflammatory response and changes in lipid metabolism in critically ill children and adolescents

Bermudes, Ana Carolina Gouvêa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
56.96%
Introdução: Durante a síndrome da resposta inflamatória sistêmica acontecem importantes alterações no metabolismo lipídico. Estas alterações são descritas nos pacientes adultos com sepse grave, porém o perfil lipídico no paciente pediátrico gravemente doente é pouco conhecido. Além disso, nos pacientes gravemente doentes baixas concentrações de colesterol foram associadas a maior gravidade da doença e aumento na mortalidade. Objetivos: Avaliar a relação entre a intensidade da reposta inflamatória e alterações no perfil lipídico em crianças e adolescentes gravemente doentes à admissão na UTI e se estas alterações se atenuam à medida que há resolução do processo inflamatório. Métodos: Analisamos o perfil lipídico de 40 pacientes com SIRS/sepse admitidos numa UTI Pediátrica de nível I. A Proteína C Reativa (PCR) foi utilizada para caracterizar resposta inflamatória. Mensuramos os níveis séricos de triglicerídeos (TG), colesterol total (CT), lipoproteína de alta densidade (HDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL) e apolipoproteínas à admissão e no sétimo dia de internação. Utilizamos um grupo controle de 42 pacientes pediátricos avaliados no pronto socorro que não apresentavam sinais de sepse. Foi utilizado o Pediatric Risk of Mortality Score nos pacientes admitidos na UTI e realizada avaliação nutricional nos dois grupos. Resultados: As concentrações de PCR apresentaram-se bastante elevadas no 1º dia do estudo e tiveram uma redução significativa durante a evolução. Os pacientes internados na UTI tiveram níveis significativamente mais baixos de CT...

Dietas ricas em amido resistente de bananas verdes (Musa AAA-Nanicão e Musa AAB-Terra) promovem alterações na função intestinal, no metabolismo lipidico e glicidico e na microbiota intestinal

Maria Cristina Jesus Freitas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //2001 Português
Relevância na Pesquisa
56.65%
Todo amido ingerido não é sempre digerido e absorvido pelo intestino delgado. Uma parte do amido de certos alimentos resiste a digestão enzimática no intestino delgado e ao atingir o intestino grosso é hidrolisado parcialmente pela microflora. Nesta circunstância será denominado amido resistente (AR). O AR é encontrado em alimentos cozidos, resmados e processados, mas ocorre também in natura em batata crua e banana verde e outras fontes naturais. O fruto verde é rico em AR nativo. No presente estudo foram extraídos os amidos de duas espécies de banana (Musa AAA -Nanicão e Musa AAB - Terra) com rendimento total de 5 e 8%, respectivamente. Os grânulos de amido de ambas as bananas demonstraram-se química e morfologicamente semelhantes apresentando elevada resistência à a-amilase pancreática in vtro 84,61 e 84,81%para Musa AAA - Nanicão e Musa AAB - Terra, respectivamente. Os grânulos são ovalados e polimorfos de comprimento entre 30-40 J.lmpara Musa AAA - Nanicão e 20-40 J.lmpara Musa AAB - Terra, predominando formas ovais, alongadas e superfície lisa. Sob ação da a-amilase pancreática apresentaram corrosão apical e estrias equatoriais. O amido de Musa AAA - Nanicão foi caracterizado pela difração de raio-X em tipo B. O amido de Musa AAB - Terra teve difração de tipo C e apresentou melhor estabilidade de pasta no perfil amilográfico. O trabalho foi dividido em duas etapas: a primeira avaliou o efeito no trato intestinal de ratos alimentados com dietas contendo...

Avaliação da expressão hepática de microRNAs relacionados ao metabolismo lipídico na prole de camundongos com obesidade induzida por dieta; Evaluation of hepatic expression of microRNAs related to lipid metabolism in the offspring of mice with diet-induced obesity

Rafaela Benatti de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.88%
O consumo materno de uma dieta rica em gordura (HFD), durante a gestação e lactação, está intimamente relacionado com o acúmulo de lipídios no fígado, o desenvolvimento de resistência à insulina e o aumento de citocinas no soro na vida adulta da prole. MicroRNAs (miRNAs) têm sido relacionados com a biossíntese do colesterol e com o metabolismo dos ácidos graxos. No presente estudo nós avaliamos a modulação da síntese hepática de ácidos graxos (de novo), bem como a modulação da oxidação de ácidos graxos e a expressão dos microRNAs miR-122 e miR -370 na prole de camundongos recém desmamados (d28), cuja mãe foi alimentada com dieta hiperlipídica (grupo HFD-O) ou com ração padrão (grupo SC-O) durante a gestação e lactação. Comparado com os camundongos SC-O, os camundongos HFD-O apresentaram um maior peso corpóreo, maior massa de tecido adiposo e intolerância à glicose e à insulina. Camundongos do grupo HFD-O também apresentaram níveis séricos elevados de colesterol, triglicérides, ácidos graxos não esterificados e maior fosforilação hepática de IKK e JNK em comparação com camundongos SC-O. Os níveis proteicos de FAS, ACC e HMGCR foram semelhantes entre os camundongos HFD-O e SC-O, enquanto os níveis de proteína e de RNAm de SCD1 foram mais abundantes nos camundongos HFD-O comparados com camundongos SC-O. Curiosamente...

Obesidade materna na gestação e/ou lactação : impacto sobre o metabolismo lipídico e sensibilidade à dieta hiperlipídica na prole; Maternal obesity during gestation and/or lactation : impact on lipid metabolism and HFD sensibility in offspring

Laís Angélica de Paula Simino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
56.98%
O estado nutricional no início da vida está criticamente envolvido no fenótipo metabólico da prole na idade adulta. No entanto, as mudanças provocadas pelo consumo materno de dieta rica em gordura (DH) no período pré ou pós-natal devem ser melhor exploradas. No presente trabalho, avaliamos a contribuição do consumo de DH materna durante a gestação e lactação sobre os danos no metabolismo lipídico hepático da prole. Além disso, investigamos se a supernutrição precoce é capaz de programar a prole a uma resposta mais prejudicial à DH na vida adulta. No dia do nascimento (d0), a prole de mães obesas apresentou uma diminuição na expressão de Cpt1a e Acadvl, aumento na expressão de Agpat e Gpam, e menor conteúdo de miR-122 no fígado. Para confirmar a hipótese de que o período gestacional, por si só, poderia alterar o metabolismo lipídico da prole, foi utilizado o modelo de crossfostering. A prole gerada por mãe obesa, que foi amamentada por mãe controle, apresentou aumento no peso corporal e aumento da expressão de Agpat e Gpam no d28 em comparação com a prole de mãe controle que foi amamentada por mãe obesa. Na vida adulta (d82), a reintrodução de DH resultou em maior ganho de peso e maior teor de lipídio hepático na prole de mães obesas. Estes efeitos foram acompanhados por um desbalanço no metabolismo lipídico...

Alterações no metabolismo lipídico e glicídico de crianças portadoras de HIV/aids atendidas na Unidade Mista de Saúde da Regional Sul (Hospital Dia) no Distrito Federal, Brasil

Sleegers, Willeke Clementino
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
46.8%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2006.; A sobrevivência de crianças infectadas com o vírus da imunodeficiência humana aumentou significativamente após a introdução da terapia antiretroviral (TARV) altamente potente. Estas, entretanto, estão vulneráveis aos efeitos adversos da terapia já que devem ficar expostas por longo período ao tratamento. Os efeitos metabólicos, tanto da infecção como da TARV altamente potente, têm sido pouco estudados entre crianças. Este estudo teve por objetivo avaliar as alterações do metabolismo lipídico e glicídico em crianças portadoras de HIV/aids, atendidas na Unidade Mista de Saúde da Regional Sul da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, no período de junho a dezembro de 2005. Tratou-se de um estudo transversal, com enfoque clínico e laboratorial. Foram descritas as principais alterações encontradas e avaliada a presença de lipodistrofia na amostra analisada. Incluiu-se no estudo 60 crianças de 18 meses a 12 anos de idade, portadoras de HIV/aids, após consentimento de seus responsáveis. A definição de lipodistrofia englobou apenas alterações físicas, sem considerar a presença de dislipidemias. Foram realizadas avaliação nutricional simplificada e dosagens de glicemia de jejum...

O stress do retículo na remodelação do perfil lipídico do macrófago

Martins, Ana Sofia da Costa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
57%
As doenças cardiovasculares representam a principal causa de mortalidade nos países desenvolvidos. Na sua génese encontra-se frequentemente a aterosclerose, um processo inflamatório crónico de origem multifatorial caracterizado pela acumulação e oxidação de lipoproteínas e recrutamento de macrófagos para o subendotélio arterial. A progressão da patologia encontra-se intimamente ligada à disfunção e morte dos macrófagos após fagocitose de lipoproteínas oxidadas. Embora não totalmente conhecido sabe-se que este processo envolve o desenvolvimento de stress do reticulo e ativação dos vários ramos da unfolded protein response (UPR). Neste contexto definiram-se dois objetivos a serem desenvolvidos no presente trabalho. No primeiro pretendeu-se compreender a influência do stress do retículo no metabolismo lipídico de macrófagos e as suas possíveis relações com a progressão da aterosclerose. Para tal foi usada como modelo experimental a linha celular de macrófagos de murganho RAW 264.7 estimulada com os indutores de stress Tunicamicina e 7-Cetocolesterol. Através de uma abordagem lipidómica determinou-se o efeito do stress do retículo no perfil lipídico do macrófago e através de qPCR foi avaliado o seu efeito num painel de genes envolvidos no metabolismo lipídico. Sucintamente...

Efeitos da atorvastatina e do polimorfismo T-786C do gene eNOS sobre parâmetros do metabolismo lipídico plasmático

Zago,Vanessa Helena de Souza; Santos,José Eduardo Tanus dos; Danelon,Mirian Regina Gardin; Silva,Roger Marcelo Mesquita da; Panzoldo,Natália Baratella; Parra,Eliane Soler; Alexandre,Fernanda; Virgínio,Vítor Wilson de Moura; Quintão,Eder Carlos Rocha;
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.83%
FUNDAMENTO: A atividade do óxido nítrico sintase endotelial (eNOS) pode ser modulada pelo colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-C), estatinas ou polimorfismos, como o T-786C de eNOS. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar se o polimorfismo T-786C está associado a alterações nos efeitos da atorvastatina no perfil lipídico, nas concentrações de metabólitos de óxido nítrico (NO) e da proteína C reativa de alta sensibilidade (PCR-as). MÉTODOS: Trinta voluntários do sexo masculino, assintomáticos, com idade entre 18-56 anos foram genotipados e classificados de acordo com a ausência (TT, n = 15) ou presença (CC, n = 15) do polimorfismo. Eles foram selecionados aleatoriamente para a utilização de placebo e atorvastatina (10 mg/dia por 14 dias). Após cada tratamento foram medidos lípides, lipoproteínas, frações HDL2 e HDL3, atividade da proteína de transferência de colesteril éster (CETP), metabólitos de NO e PCR-as. RESULTADOS: As comparações entre genótipos após a administração de placebo mostraram aumento da atividade da CETP polimorfismo-dependente (TT, 12 ± 7; CC, 22 ± 12, p < 0,05). As análises da interação entre os tratamentos indicaram que a atorvastatina tem efeito sobre colesterol...

Efeitos da atorvastatina e do polimorfismo T-786C do gene eNOS sobre parâmetros do metabolismo lipídico plasmático

Zago,Vanessa Helena de Souza; Santos,José Eduardo Tanus dos; Danelon,Mirian Regina Gardin; Silva,Roger Marcelo Mesquita da; Panzoldo,Natália Baratella; Parra,Eliane Soler; Alexandre,Fernanda; Virgínio,Vítor Wilson de Moura; Quintão,Eder Carlos Rocha;
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.83%
FUNDAMENTO: A atividade do óxido nítrico sintase endotelial (eNOS) pode ser modulada pelo colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-C), estatinas ou polimorfismos, como o T-786C de eNOS. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar se o polimorfismo T-786C está associado a alterações nos efeitos da atorvastatina no perfil lipídico, nas concentrações de metabólitos de óxido nítrico (NO) e da proteína C reativa de alta sensibilidade (PCR-as). MÉTODOS: Trinta voluntários do sexo masculino, assintomáticos, com idade entre 18-56 anos foram genotipados e classificados de acordo com a ausência (TT, n = 15) ou presença (CC, n = 15) do polimorfismo. Eles foram selecionados aleatoriamente para a utilização de placebo e atorvastatina (10 mg/dia por 14 dias). Após cada tratamento foram medidos lípides, lipoproteínas, frações HDL2 e HDL3, atividade da proteína de transferência de colesteril éster (CETP), metabólitos de NO e PCR-as. RESULTADOS: As comparações entre genótipos após a administração de placebo mostraram aumento da atividade da CETP polimorfismo-dependente (TT, 12 ± 7; CC, 22 ± 12, p < 0,05). As análises da interação entre os tratamentos indicaram que a atorvastatina tem efeito sobre colesterol...

Influência do baço, da asplenia e do implante esplênico autógeno no metabolismo lipídico de camundongos

Rezende,Alice Belleigoli; Nunes,Sérgio Ibañez; Farias,Rogério Estevam; Vieira,Fernando Rocha; Petroianu,Andy; Teixeira,Henrique Couto
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
56.65%
OBJETIVO: Estudar a influência do baço, da asplenia e do implante esplênico autógeno no metabolismo lipídico, por meio da avaliação do lipidograma sérico de camundongos e da verificação do efeito do transplante autógeno de baço em diferentes locais do abdome. MÉTODO: Foram utilizados camundongos BALB/c distribuídos em sete grupos de 10 animais: controle normal (CN); controle obeso (CO); operação simulada (OS); esplenectomia total (ET); três grupos submetidos ao transplante autógeno do baço: omento maior (OM), retroperitônio (RP), tecido subcutâneo da parede abdominal (PA). Os animais, com exceção do grupo CN, foram submetidos a dieta com 1,25% de colesterol. A intervenção cirúrgica foi realizada 30 dias após o início da dieta. A coleta de sangue ocorreu no 60º dia pós-operatório. Foram dosados os níveis de triglicérides, de colesterol total e de suas frações, bem como a glicemia. O baço, os implantes esplênicos e o fígado foram submetidos a estudo histológico. RESULTADOS: A dieta aumentou os níveis plasmáticos de colesterol total, HDL e LDL dos camundongos (p < 0,05 versus CN). Entre os animais em uso da dieta, não houve diferença no lipidograma dos grupos controles (CO e OS) quando comparados ao grupo esplenectomizado (ET)...

O uso de anti-retrovirais em gestantes modifica o perfil lipídico?

El Beitune,Patrícia; Duarte,Geraldo; Santos,José Ernesto dos; Quintana,Silvana Maria; Figueiró-Filho,Ernesto Antonio; Marcolin,Alessandra Cristina
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 Português
Relevância na Pesquisa
56.67%
OBJETIVO: avaliar o efeito das medicações anti-retrovirais sobre o metabolismo lipídico em gestantes portadoras do HIV. MÉTODOS: estudo prospectivo realizado em 57 gestantes que foram divididas em três grupos: grupo AZT, com 20 pacientes portadoras do HIV em uso de AZT; grupo TT, com 25 pacientes portadoras do HIV em uso de esquemas contendo três anti-retrovirais (AZT + 3TC + NFV) e grupo controle, com 12 pacientes. Os dados demográficos e antropométricos foram homogêneos entre os grupos estudados. Foram excluídas as pacientes com antecedentes pessoais ou familiares de hiperlipidemia. Amostras sanguíneas foram obtidas para avaliação dos lipídeos (colesterol total, frações LDL e HDL-colesterol e triglicerídeos) em quatro oportunidades durante a gravidez (1º = 14-20 semanas; 2º = 21-26 semanas; 3º = 27-32 semanas e 4º = 33-38 semanas). Os dados foram analisados utilizando-se os testes não paramétricos do chi², teste de Friedman e teste de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: o uso de anti-retrovirais durante a gestação não induziu diferenças nas taxas do colesterol total e HDL, no entanto, o uso destes agentes esteve associado a elevação de 76,5 mg/dL e 84 mg/dL para 96 mg/dL e 105 mg/dL na concentração da fração LDL-colesterol para os grupos AZT e TT...

Aspectos funcionais das catequinas do chá verde no metabolismo celular e sua relação com a redução da gordura corporal

Lamarão,Renata da Costa; Fialho,Eliane
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.83%
O chá é uma bebida amplamente utilizada, perdendo apenas para a água como a bebida mais consumida no mundo. O chá verde é rico em polifenóis, principalmente catequinas. Entre uma variedade de efeitos benéficos à saúde atribuídos ao consumo do chá verde, grande atenção tem sido focalizada no seu efeito na redução da gordura corporal. Este estudo tem como objetivo apresentar uma descrição dos estudos com o chá verde e/ou seus compostos bioativos relacionados à biologia celular, estudos experimentais e epidemiológicos associados ao metabolismo lipídico e à redução da gordura corporal. Galato de epigalocatequina é o principal composto bioativo presente no chá verde e seus efeitos anti-obesidade estão sendo investigados. Tais efeitos estão associados a diversos mecanismos bioquímicos e fisiológicos, dentre eles podem-se destacar a estimulação do metabolismo lipídico pela combinação da ingestão de catequinas e a prática de exercícios físicos regulares. Apesar do efeito promissor do chá verde e seus compostos bioativos no tratamento da obesidade, estudos clínicos controlados devem ser conduzidos. Finalmente, um plano alimentar adequado associado à prática regular de atividade física constitui a principal ferramenta para a prevenção da obesidade e de suas comorbidades.