Página 1 dos resultados de 174 itens digitais encontrados em 0.050 segundos

Composição nutricional e propriedades funcionais do murici (Byrsomina crassifolia) e moringa (Moringa Oleifera); Nutritional composition and functional properties of nance fruit (Byrsonima crassifolia) and drumstick (Moringa oleifera)

Siguemoto, Érica Sayuri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.85%
Introdução - Algumas espécies vegetais comestíveis, mas ausentes na dieta do brasileiro, podem ser boas fontes de nutrientes e de compostos bioativos, e a falta ou a perda de conhecimento sobre elas desfavorece sua inclusão na dieta. Objetivo - Avaliar a composição nutricional e propriedades funcionais da farinha de folha de moringa (Moringa oleifera) e da polpa de murici (Byrsonima crassifolia). Metodologia Os frutos de murici foram coletados em três cidades diferentes do Pará. A farinha de folha de moringa foi coletada na cidade de Marília (SP), nos períodos de fevereiro (verão), maio (outono), julho (inverno) e outubro (primavera) de 2012. Foi realizada a caracterização físico-química, determinação de vitamina C e carotenoides das amostras. A partir do extrato da farinha da folha de moringa e do murici, foi analisado o teor de compostos redutores totais, o perfil de compostos fenólicos, a atividade antioxidante pela capacidade de captação do radical livre DPPH e pelo método de ORAC, atividade antiglicação e inibição de lipase pancreática. Resultados O murici é um fruto rico em vitamina C (39,1 mg 100 g carotenoides, principalmente, luteína (18,66 mg 100 g -1 -1 de amostra) e de amostra). O extrato de murici contêm flavonoides (epicatequina...

Larvicidal activity of the water extract of Moringa oleifera seeds against Aedes aegypti and its toxicity upon laboratory animals

Ferreira, Paulo M. P.; Carvalho, Ana F. U.; Farias, Davi F.; Cariolano, Nara G.; Melo, Vânia M. M.; Queiroz, Maria G. R.; Martins, Alice M. C.; Machado-Neto, Joaquim G.
Fonte: Academia Brasileira de Ciências Publicador: Academia Brasileira de Ciências
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 207-216
Português
Relevância na Pesquisa
67.49%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Neste trabalho, o extrato aquoso das sementes de Moringaoleifera (EASMO) foi avaliado quanto aos seus efeitos biológicos sobre ovos e larvas de Aedes aegypti no 3ºestágio de desenvolvimento e sua toxicidade sobre animais de laboratório(Daphnia magna, camundongos e ratos). O EASMO bruto revelou uma CL50 de 1.260 µg/mL, causando 99, 2 ± 2, 9% de mortalidade em 24 h na concentração de 5.200 µg/mL, embora o mesmo não tenha sido capaz de impedir a eclosão dos ovos. A atividade larvicida extinguiu-se após aquecimento do extrato a 80ºC/10 min. Diálises sucessivas do EASMO bruto resultaram em duas frações solúveis em água (Fração dializável, FD; Fração nãodializável, FND), dentre as quais apenas a FD mostrou ação larvicida. Testes de toxicidade aguda realizadosem dáfnias (CE50 de 188, 7 µg/mL) e camundongos (DL50 de446,5 mg/kg de peso corpóreo) evidenciaram baixa toxicidade. Apesar da hipertrofia tímica, o EASMO mostrou ser atóxicoapós tratamento subagudo via oral em ratos. Conclui-se, portanto, que o EASMO apresenta substâncias com capacida de larvicida contra Ae. aegypti, as quais possuem massa molecular aparente menor que 12 kDa e potencial tóxico moderado.; In this work...

Morfologia de frutos e sementes e morfofunção de plântulas de Moringa (Moringa oleifera Lam.)

Ramos, Lina Maria; Costa, Raquel Silva; Môro, Fabíola Vitti; Silva, Roseli Conceição
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 156-160
Português
Relevância na Pesquisa
67.51%
The objective of this work was to characterize external and internal morphologic aspects of the fruit, seed, and plant of Moringa oleifera Lam. The fruits were collected in the forest garden of Falculty of Agrarian and Veterinarian Sciences, São Paulo State University, Jaboticabal-SP, Brazil. It was observed that the Moringa fruits are brown simple darkness, dry of the type capsule, tends on average: 28.50 cm of length, 2.21 cm of width, 9.91 g of mass and with 12 seeds by fruit, it considerated fruits of medium and small size. The seeds are brown dark and they present three lines clear chestnut tree. The embryo is oleaginous, has a pair of cotyledons and the germination is hypogeal-cryptocotyledonary. The seed has1.037 cm of length and 1.0 cm of thickness of average and have a considerate medium and light weight (197g/1000 seeds). The germination began eight days after the planting and in the 25th day they left the primary leaves.

Emprego do extrato de moringa (Moringa oleífera Lamarck) na clarificação do caldo de cana para produção de açúcar

Costa, Gustavo Henrique Gravatim
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: xi, 115 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
67.67%
Pós-graduação em Microbiologia Agropecuária - FCAV; Devido a crescente demanda mundial e rigorosas especificações exigidas pelo mercado para o açúcar, as unidades produtoras investem em inovações e tecnologias de produção, afim de reduzir custos e aprimorar a qualidade deste produto. Entre as possíveis inovações industriais, destaca-se o tratamento do caldo. Tal processo visa remover ao máximo os compostos considerados impurezas para a fabricação de açúcar, como compostos fenólicos, proteínas, sais inorgânicos, aminoácidos, ácidos, entre outros; permanecendo no caldo clarificado apenas sacarose. A remoção de tais elementos é realizada através de reações químicas de produtos adicionados com fosfatos presentes no caldo, os quais formam flocos e precipitam. A fim de aumentar a velocidade de sedimentação, são utilizados polieletrólitos sintéticos, que unem tais compostos, agregando peso e tamanho. Neste contexto, a utilização de produtos originados de plantas para substituição deste insumo, pode trazer benefícios econômicos e ambientais para a unidade de produção, consolidando a marca de sustentabilidade que o setor exige atualmente. Entre tais biomoléculas, destacam-se os extratos de moringa (Moringa oleífera Lam.)...

Caracterização química e nutricional da folha de moringa (Moringa oleifera Lam.)

Teixeira, Estelamar Maria Borges
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 94 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
67.74%
Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; A Moringa oleifera Lam. (família Moringaceae) é uma leguminosa perene e arbórea originária do continente asiático, a qual vem sendo cultivada no Brasil por apresentar baixo custo de produção. Embora algumas populações têm empregado esta planta na alimentação, existem poucas informações sobre suas características químicas e nutricionais. O objetivo do trabalho foi caracterizar parcialmente a proteína da folha e verificar a potencialidade antioxidante em produto cárneo. Foram elaborados hambúrgueres adicionados de farinha de folha de moringa (0,0; 0,10; 0,15; 0,20 e 0,25%) e com antioxidante sintético propil galato (0,01%). A determinação de pH, medidas de cor e TBARS foram realizadas com 1, 30, 60, 90, 120 dias de armazenamento a -18 °C. O fracionamento das proteínas das folhas de moringa pelo critério de solubilidade em diferentes sistemas revelou teores de 3,13% de albuminas, 0,33% de globulinas, 2,16% de prolaminas, 3,45% de glutelinas e 70,1% de proteínas insolúveis. A hidrólise proteica da farinha da folha empregando-se dodecil sulfato de sódio (SDS) e 2-mercaptoetanol (Me) indicou valores de 39,45 % e 29,45%, respectivamente. A proteína total apresentou baixa digestibilidade in vitro (31...

Uso de suspensões preparadas com sementes de moringa oleifera associada a coagulantes químicos no tratamento da água residuária de usinas de concreto; Use of suspensions prepared with moringa oleifera seeds associated with chemical coagulants in the treatment of wastewater concrete plants

Heber Martins de Paula
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.7%
A operação de usinas de concreto gera água residuária que necessita de tratamento antes da disposição ou reuso. O processo de coagulação/floculação com o uso de coagulantes químicos associados à decantação pode gerar resíduos nocivos à saúde humana. Inserido nesse contexto, este trabalho tem como objetivo avaliar a eficiência da Moringa oleifera (MO) como coagulante natural para o tratamento da água residuária do concreto produzido em usinas. A pesquisa foi composta por cinco etapas: (a) caracterização da qualidade da água residuária coletada em uma usina de concreto; (b) avaliação da eficiência, em laboratório, do uso combinado do sulfato de alumínio e da MO em pó no tratamento da água residuária do concreto coletada em campo, com a determinação da concentração e as possíveis combinações entre eles; (c) avaliação da eficiência, em laboratório, do uso combinado de Sulfato de alumínio e da MO na forma solúvel e também do emprego do Cloreto férrico, outro coagulante químico, associado à MO, ambos na forma solúvel, no tratamento das águas residuárias de usinas de concreto; (d) otimização das dosagens de MO e de coagulantes químicos no tratamento da água residuária por meio do Delineamento de Composto Central Rotacional...

Aplicação de coagulante à base de sementes de moringa oleifera confinado em sachês no tratamento de água; Application of coagulant of moringa oleifera using puches in water treatment

Camila Clementina Arantes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.76%
Coagulantes naturais e sistemas de filtração em múltiplas etapas integram as tecnologias de tratamento de água indicadas para comunidades rurais ou isoladas. Esta pesquisa tem como objetivo avaliar a potencialidade do uso do coagulante à base de sementes de Moringa oleifera na forma de sachês no tratamento de água por filtração. Sachês confeccionados com diferentes materiais (filtro de papel e geotêxtil sintético nãotecido com diferentes gramaturas), contendo 2,0 gramas de pó de sementes de Moringa oleifera, foram avaliados quanto à capacidade de dispersão de proteína e elevação da turbidez em água destilada ao longo de 24 horas. Posteriormente, em ensaios de clarificação de água com turbidez de 60,0 NTU foram testados sachês de filtro de papel contendo 0,6; 0,8 e 1,0 grama de pó em diferentes condições de dispersão (gradiente de velocidade de 10 e 20 s-1 por 30, 35 e 40 minutos). Em uma terceira etapa, sachês contendo 0,8 grama de pó foram testados em um sistema de filtração composto por pré-filtro ascendente e filtro lenta. Nos ensaios de dispersão da proteína constatou-se que os cinco tipos de sachês apresentaram potencial para uso, tendo sido adotado o sachê filtro de papel nas demais fases da pesquisa. Na sedimentação...

Antioxidant activity of Moringa oleifera tissue extracts

Santos, Andréa F. S.; Argôlo, Adriana C. C.; Paiva, Patrícia M. G.; Coelho, L. C. B. B.
Fonte: Wiley Publicador: Wiley
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.46%
Moringa oleifera is an important source of antioxidants, tools in nutritional biochemistry that could be beneficial for human health; the leaves and flowers are used by the population with great nutritional importance. This work investigates the antioxidant activity of M. oleifera ethanolic (E1) and saline (E2) extracts from flowers (a), inflorescence rachis (b), seeds (c), leaf tissue (d), leaf rachis (e) and fundamental tissues of stem (f). The radical scavenging capacity (RSC) of extracts was determined using dot-blots on thin layer chromatography stained with a 0.4?mm 1,1-diphenyl-2-picrylhydrazyl radical (DPPH) solution; spectrophotometric assays were recorded (515?nm). Antioxidant components were detected in all E1 and E2 from a, b and d. The best RSC was obtained with E1d; the antioxidants present in E2 reacted very slowly with DPPH. The chromatogram revealed by diphenylborinate-2-ethylamine methanolic solution showed that the ethanolic extract from the flowers, inflorescence rachis, fundamental tissue of stem and leaf tissue contained at least three flavonoids; the saline extract from the flowers and leaf tissue revealed at least two flavonoids. In conclusion, M. oleifera ethanolic and saline extracts contain antioxidants that support the use of the plant tissues as food sources.

Coagulant and antibacterial activities of the water-soluble seed lectin from Moringa oleifera

Ferreira, R. S.; Napoleão, Thiago H.; Santos, Andréa F. S.; Sá, R. A.; Cunha, M. G. C.; Morais, M. M. C.; Lucca, R. A. Silva; Oliva, M. L. V.; Coelho, L. C. B. B.; Paiva, Patrícia M. G.
Fonte: The Society for Applied Microbiology; Blackwell Publishing Inc. Publicador: The Society for Applied Microbiology; Blackwell Publishing Inc.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.55%
Aims: The aim of this work was to analyse the coagulant and antibacterial activities of lectin isolated from Moringa oleifera seeds that are used for water treatment. Methods and Results:? The water-soluble M. oleifera lectin (WSMoL) was separated from nonhemagglutinating components (NHC) by chitin chromatography. WSMoL fluorescence spectrum was not altered in the presence of ions that are often present in high concentrations in polluted waters. Seed extract, NHC and WSMoL showed coagulant activity on a turbid water model. Both NHC and WSMoL reduced the growth of Staphylococcus aureus, but only WSMoL caused a reduction in Escherichia coli. WSMoL was also more effective in reducing the growth of ambient lake water bacteria. Conclusions:? Data obtained from this study indicate that WSMoL is a potential natural biocoagulant for water, reducing turbidity, suspended solids and bacteria. Significance and Impact of the Study:?Moringa oleifera seeds are a material effective in the treatment of water.

Antibacterial effect (in vitro) of Moringa oleifera and Annona muricata against Gram positive and Gram negative bacteria

Viera,Gustavo Hitzschky Fernandes; Mourão,Jozeanne Alves; Ângelo,Ângela Maria; Costa,Renata Albuquerque; Vieira,Regine Helena Silva dos Fernandes
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.51%
Antibacterial effects of aqueous and ethanolic extracts of seeds of moringa (Moringa oleifera) and pods of soursop (Annona muricata) in the concentration of 1:5 and 1:10 in volumes 50, 100, 150 and 200 µL were examined against Staphylococcus aureus, Vibrio cholerae, Escherichia coli (isolated from the organism and the aquatic environment) and Salmonella Enteritidis. Antibacterial activity (inhibition halo > 13 mm) against S. aureus, V. cholerae and E. coli isolated from the whiteleg shrimp, Litopenaeus vannmaei, was detected in aqueous and ethanolic extracts of moringa. E. coli isolated from tilapiafish, Oreochromis niloticus, was sensitive to the ethanolic extract of moringa. The aqueous extracts of soursop showed an antibacterial effect against S. aureus and V. cholerae, but the antibacterial activity by the ethanol extracts of this plant was not demonstrated.

CHARACTERIZATION OF MOLLUSCICIDAL COMPONENT OF Moringa oleifera LEAF AND Momordica charantia FRUITS AND THEIR MODES OF ACTION IN SNAIL Lymnaea acuminata

Upadhyay,Aparna; Singh,Vinay K.; Singh,Dinesh K.
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.56%
SUMMARY The molluscicidal activity of the leaf powder of Moringa oleifera and lyophilized fruit powder of Momordica charantia against the snail Lymnaea acuminata was time and concentration dependent. M. oleifera leaf powder (96 h LC50: 197.59 ppm) was more toxic than M. charantia lyophilized fruit powder (96 h LC50: 318.29 ppm). The ethanolic extracts of M. oleifera leaf powder and Momordica charantia lyophilized fruit powder were more toxic than other organic solvent extracts. The 96 h LC50 of the column purified fraction of M. oleifera leaf powder was 22.52 ppm, while that of M. charantia lyophilized fruit powder was 6.21 ppm. Column, thin layer and high performance liquid chromatography analysis show that the active molluscicidal components in M. oleifera leaf powder and lyophilized fruit of M. charantia are benzylamine (96 h LC50: 2.3 ppm) and momordicine (96 h LC50: 1.2 ppm), respectively. Benzylamine and momordicine significantly inhibited, in vivo and in vitro, the acetylcholinesterase (AChE), acid and alkaline phosphatase (ACP/ALP) activities in the nervous tissues of L. acuminata. Inhibition of AChE, ACP and ALP activity in the nervous tissues of L. acuminata by benzylamine and momordicine may be responsible for the molluscicidal activity of M. oleifera and M. charantia fruits...

Constituintes químicos voláteis e não-voláteis de Moringa oleifera Lam., Moringaceae

Barreto,Milena B.; Freitas,João Vito B. de; Silveira,Edilberto R.; Bezerra,Antônio Marcos E.; Nunes,Edson P.; Gramosa,Nilce V.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.49%
O estudo fitoquímico do extrato etanólico das folhas de Moringa oleifera Lam., Moringaceae, resultou no isolamento dos derivados benzilnitrilas niazirina, niazirinina e 4-hidroxifenil-acetonitrila, enquanto que das cascas dos frutos somente o octacosano foi obtido. Os óleos essenciais das folhas, flores e frutos foram analisados por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massa. Os constituintes principais identificados foram: fitol (21,6%) e timol (9,6%) nas folhas, octadecano (27,4%) e ácido hexadecanóico (18,4%) nas flores e docosano (32,7%) e tetracosano (24,0%) nos frutos. As estruturas dos compostos isolados foram identificadas a partir de técnicas espectroscópicas (RMN, IV e EM). A 4-hidroxifenil-acetonitrila está sendo citada pela primeira vez para o gênero Moringa e os óleos essenciais das flores e frutos estão sendo citados pela primeira vez para a espécie M. oleifera.

Hypolipidemic activity of Moringa oleifera Lam., Moringaceae, on high fat diet induced hyperlipidemia in albino rats

Jain,Pankaj G.; Patil,Savita D.; Haswani,Nitin G.; Girase,Manoj V.; Surana,Sanjay J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.75%
The leaves of Moringa oleifera Lam., Moringaceae, are used by the Indians in their herbal medicine as a hypolipidemic agent in obese patients. Albino Wistar rats were fed with methanolic extract of M. oleifera (150, 300 and 600 mg/kg, p.o.) and simvastatin (4 mg/kg, p.o.) along with hyperlipidemic diet for 30 days. Moringa oleifera and simvastatin were found to lower the serum cholesterol, triacylglyceride, VLDL, LDL, and atherogenic index, but were found to increase the HDL as compared to the corresponding high fed cholesterol diet group (control). The Moringa oleifera methanolic extract was also investigated for its mechanism of action by estimating HMG CO-A reductase activity. Moringa oleifera was found to increase the excretion of fecal cholesterol. Thus, the study demonstrates that M. oleifera possesses a hypolipidemic effect.

Hypolipidemic activity of Moringa oleifera Lam., Moringaceae, on high fat diet induced hyperlipidemia in albino rats

Jain,Pankaj G.; Patil,Savita D.; Haswani,Nitin G.; Girase,Manoj V.; Surana,Sanjay J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.75%
The leaves of Moringa oleifera Lam., Moringaceae, are used by the Indians in their herbal medicine as a hypolipidemic agent in obese patients. Albino Wistar rats were fed with methanolic extract of M. oleifera (150, 300 and 600 mg/kg, p.o.) and simvastatin (4 mg/kg, p.o.) along with hyperlipidemic diet for 30 days. Moringa oleifera and simvastatin were found to lower the serum cholesterol, triacylglyceride, VLDL, LDL, and atherogenic index, but were found to increase the HDL as compared to the corresponding high fed cholesterol diet group (control). The Moringa oleifera methanolic extract was also investigated for its mechanism of action by estimating HMG CO-A reductase activity. Moringa oleifera was found to increase the excretion of fecal cholesterol. Thus, the study demonstrates that M. oleifera possesses a hypolipidemic effect.

Moringa oleifera Lam. seeds as a natural solid adsorbent for removal of AgI in aqueous solutions

Araújo,Cleide S. T; Melo,Edmar I; Alves,Vanessa N; Coelho,Nívia M. M
Fonte: Sociedade Brasileira de Química Publicador: Sociedade Brasileira de Química
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.55%
This work describes the sorption potential of Moringa oleifera seeds for the decontamination of AgI in aqueous solutions. Infrared spectroscopy was used for elucidating possible functional groups responsible for uptaking AgI. Sorption studies using AgI standard solutions were carried out in batch experiments as functions of adsorbent mass, extraction time, particle size and pH. The AgI was quantified before and after the removal experiments using flame atomic absorption spectrometry. Furthermore, based on adsorption studies and adsorption isotherms applied to the Langmuir model, it was possible to verify that M. oleifera seeds present a high adsorption capacity. The optimum conditions were: 2.0 g of adsorbent with particle size of 75-500 µm, 100 mL of 25.0 mg L-1 AgI, extraction time of 20 min and pH at 6.5. The results show that Moringa oleifera seeds can be used for removing AgI in aqueous solutions.

Moringa oleifera: bioactive compounds and nutritional potential

Ferreira,Paulo Michel Pinheiro; Farias,Davi Felipe; Oliveira,José Tadeu de Abreu; Carvalho,Ana de Fátima Urano
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.61%
This work aims to review the nutritional properties of the Moringa oleifera tree, emphasizing its main constituents and nutritional applications for humans and animals. Moringa oleifera (Moringaceae) is a cosmopolitan tree that grows in many tropical countries showing uncountable folk uses due to its various nutritional and pharmacological applications. The young leaves, flowers and pods are common vegetables in the Asian diet. All parts of this plant are renewable sources of tocopherols (? and ?), phenolic compounds, ?-carotene, vitamin C and total proteins, including the essential sulfur amino acids, methionine and cysteine. The seed protein and fat contents are higher than those reported for important grain legumes and soybean varieties, respectively. Unsaturated fatty acids, especially oleic acid, carbohydrates and minerals are present in the seed in reasonable amounts. In general, there are low concentrations of antinutritional factors in the plant, although the seeds possess glucosinolates (65.5µmol/g dry matter), phytates (41g/kg) and hemagglutination activity while the leaves have appreciable amounts of saponins (80g/kg), besides low quantity of phytates (21g/kg) and tannins (12g/kg). Taking into consideration the excellent nutritional properties...

Biological evaluation of crude and degummed oil from Moringa oleifera seeds

Fátima Andrade,Graziela de; Melo,Tânia Márcia Sacramento; Guedes,Cláudia Dumans; Novack,Kátia Monteiro; Santos,Rinaldo Cardoso dos; Silva,Marcelo Eustáquio
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.63%
The aim of this work was to evaluate the oil extracted from Moringa oleifera (fam. Moringaceae) seeds from the nutritional standpoint. Nutritional evaluation of crude or degummed moringa oil or soybean oil (as a control) involved the determination of the Food Efficiency (FE) in male Fisher rats and the fatty acid composition of the moringa oil. Hepatic and renal functions were assessed by measuring serum transaminases activity and urea and creatinine concentrations, respectively. Serum cholesterol and triglycerides, alkaline phosphatase, total proteins and albumine were also measured. Results showed that FE was slightly increased by the crude moringa oil while no differences were found between the soybean and degummed moringa oil regarding this parameter. Renal or hepatic injures as well as major alterations in serum proteins were not induced by the tested oils. These results suggested that degummed M. oleifera oil possessed adequate biological quality as compared to the crude oil.

Moléculas bioativas extraidas de sementes de Moringa oleifera

da Silva Ferreira, Rodrigo; Maria Guedes Paiva, Patrícia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
67.61%
Moléculas bioativas têm sido isoladas de sementes de Moringa oleifera. As sementes têm sido usadas para tratamento da água para consumo humano devido às suas propriedades coagulantes. Adicionalmente a ausência de contaminação bacteriana em água tratada com sementes de Moringa tem sido descrita. Sementes de plantas são fontes de lectinas, proteínas que interagem com carboidratos e promovem aglutinação de eritrócitos. A capacidade de interação de lectinas com carboidratos resulta nas atividades antimicrobiana e inseticida detectadas nessas proteínas. Atividade hemaglutinante (AH) foi identificada no extrato de sementes de M. oleifera e a lectina (WSMoL) foi isolada por cromatografia em coluna de quitina. Os objetivos deste trabalho foram determinar parâmetros físico-químicos em águas tratadas com extrato aquoso de sementes (MoW), isolar WSMoL através de protocolo previamente estabelecido, caracterizar WSMoL, avaliar as atividades coagulante, antimicrobiana sobre Staphylococcus aureus e Escherichia coli e inseticida sobre Callosobruchus maculatus de preparações de sementes de Moringa. Para isolamento de WSMoL, o extrato de sementes (10%) foi fracionado com sulfato de amônio e a fração (F) de maior AH específica (F0-60%) foi cromatografada em coluna de quitina. WSMoL foi eluída com ácido acético 1 M. Para caracterização estrutural de WSMoL foram realizados ensaios de AH em diferentes condições experimentais...

Moléculas bioativas de Moringa Oleifera: detecção, isolamento e caracterização

de Fátima Silva Santos, Andréa; Cassandra Breitenbach Barroso Coelho, Luana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
67.56%
Moringa oleifera é uma planta tropical com grande importância econômica e de usos industriais e medicinais. Diferentes partes da planta são aplicadas e o extrato de sementes é comumente usado na purificação de água para consumo humano. Ácidos húmicos constituem uma significante fração de matéria orgânica natural que ocorre em rios e constituem o maior problema nas estações de tratamento de água, porque reagem com o cloro formando subprodutos indesejáveis. O objetivo deste trabalho foi investigar a atividade hemaglutinante (AH) em tecidos de M. oleifera, purificar uma lectina de sementes solúvel em salina (SSMoL), avaliar a atividade coagulante de preparações lectínicas e SSMoL na água tratada com caolin e em solução de ácido húmico, caracterizar a afinidade de SSMoL com ácido húmico e investigar a atividade antioxidante em tecidos desta planta. A lectina foi isolada após extração da farinha em NaCl 0,15 M e cromatografia em gel de guar. Ensaios de AH foram realizados na presença de carboidratos, glicoproteínas, ácido húmico e compostos orgânicos halogenados. Experimentos de difusão com o ácido húmico e preparações lectínicas foram efetuados em gel de agarose. Atividade antioxidante foi investigada em extratos etanólicos (E1) e salinos (E2) de M. oleifera a partir de flores...

Caracterização estrutural e aplicações biológicas da lectina coagulante de sementes de Moringa oleifera (cMoL)

Luz, Luciana de Andrade; Coelho, Luana Cassandra Breitenbach Barroso (Orientadora); Paiva, Patrícia Maria Guedes de (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: thesis
Português
Relevância na Pesquisa
67.53%
Moringa oleifera é uma planta pantropical cujos tecidos têm sido descritos como fontes de compostos com as mais diversas aplicações. As sementes são consumidas como alimento e fonte de fitoquímicos bastante utilizados na medicina popular em países tropicais e subtropicais. Sementes de M. oleifera contêm óleos e proteínas coagulantes naturais, dentre elas as lectinas, uma classe de proteínas que reconhecem e se ligam específica e reversivelmente a carboidratos. Muitas lectinas já foram purificadas e suas especificidades a carboidrato identificadas, permitindo sua utilização como poderosas moléculas de reconhecimento no interior das células, nas superfícies celulares e em fluidos fisiológicos, podendo assim desempenhar diversas atividades biológicas. cMoL (Lectina coagulante de M. oleifera) é uma proteína básica, com atividade coagulante para contaminantes da água, a mesma já foi purificada e parcialmente caracterizada anteriormente. Dessa forma, o presente trabalho descreve: a caracterização estrutural de cMoL, a avaliação de seu efeito na coagulação sanguínea in vitro; bem como seu efeito citotóxico em células de melanoma B16-F10. A sequência primária revelou que cMoL é uma proteína com 101 aminoácidos...