Página 1 dos resultados de 668 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Lesões em atletas de voleibol: uma análise da motivação

Ribeiro, Luciana Botelho
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 65 f. : tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.49%
Pós-graduação em Desenvolvimento Humano e Tecnologias - IBRC; A motivação pode ser considerada uma importante variável a ser estudada na área da Psicologia do Esporte, uma vez que esta influencia o indivíduo de diversas maneiras, tanto na sua vida pessoal, quanto no seu desempenho esportivo. Pensando em esporte, o atleta apresenta grande vulnerabilidade necessitando de um preparo físico e psicológico equilibrado. As lesões são fatores constantes e influentes no esporte podendo levar o atleta a abandonar a carreira. O objetivo desse estudo foi investigar a motivação de atletas de voleibol pós-lesionados de voleibol para voltarem a jogar. Foi realizada uma pesquisa netnográfica com 32 atletas de voleibol acima de 18 anos, com qualquer tipo de lesão que responderam o Inventário de Motivação para Prática de Atividade Física (IMPRAF 54). Foi realizado um método misto explanatório dos dados. Os resultados obtidos pelos atletas nas escalas demonstraram que estes estão mais motivados na dimensão prazer e saúde, tendo como hipótese por estes atletas estarem ou terem sofrido alguma lesão e terem maior interesse e preocupação com essas variáveis no momento. Quando as dimensões foram avaliadas separadamente, os itens variaram um pouco em cada dimensão. No grupo focal via Facebook...

Motivação em jovens jogadores de futebol para as partidas decisivas: um estudo da psicologia do esporte

Lima, Eric Matheus Rocha
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis Formato: 22 f.
Português
Relevância na Pesquisa
46.44%
O futebol é o esporte mais praticado no mundo e conta com a preferência da maior parcela da população brasileira, onde muitas pessoas almejam utilizar o esporte em sua vida profissional. Tendo isso em vista, para um jogador estar em condições ideais, é essencial que seus preparos físico, técnico e tático estejam lapidados, mas o grande diferencial pode ser o seu estado psicológico. Um dos aspectos a se trabalhar é a motivação, pois a mesma é essencial para garantir o foco do jogador e aumentar sua vontade de apresentar o seu melhor em busca das conquistas. Considerando que, fatores como: família, amigos, relacionamentos, pressão da mídia e torcedores, podem interferir negativa ou positivamente no desempenho, ocasionando desequilíbrios emocionais, a questão motivacional mostra-se como uma ferramenta útil para controlar esses fatores e auxiliar na maximização do rendimento do atleta nas partidas importantes. Já a ansiedade, em nível controlado, pode ser benéfica ao provocar no indivíduo atenção e concentração no momento que está vivenciando, mas em uma taxa exorbitada, pode levar o praticante a um desempenho prejudicado, sendo um fator decisivo para dificultar a realização de suas aspirações. Este trabalho teve como objetivo...

Motivação para a prática da natação competitiva

Zorzo, Ana Laura Zanarelli
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorthesis Formato: 27 f.
Português
Relevância na Pesquisa
46.46%
A prática esportiva oferece excelentes oportunidades para o enfrentamento de desafios, desenvolver habilidades, planejar metas a serem atingidas e participar de atividades variadas e complexas. Saber o que leva as crianças e os adolescentes à prática da atividade esportiva é importante, para que sejam criadas melhores estratégias de ensino e aprendizagem e para que o aluno mantenha-se motivado naquela modalidade, visto que aprendizagem e motivação são independentes no ser humano, sendo a motivação um dos temas mais abordados em Psicologia do Esporte. A natação é considerada um dos esportes mais completos, por trabalhar praticamente toda a musculatura ao mesmo tempo, além de auxiliar na melhoria da capacidade respisratória do praticante. Sendo assim, os objetivos do presente estudo foram analisar a relação entre motivação e natação, evidenciando os motivos que levam à prática da natação, tanto por crianças, jovens e adultos, verificar as razões pelas quais nadadores se mantém firmes em seus objetivos e indagas as causas da desistência de nadadores competitivos... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)

A relação entre motivação para aprender, percepção do clima de sala de aula para criatividade e desempenho escolar de alunos do 5 ano do ensino fundamental

Cavalcanti, Maria Mônica Pinheiro
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
46.6%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2009.; Diversos estudos ressaltam a importância da motivação, do conhecimento e das condições ambientais para o desenvolvimento do potencial criativo dos alunos. Neste sentido, a motivação para aprender e o clima de sala de aula são fatores essenciais que contribuem para o desenvolvimento da criatividade e também para o processo de construção e aquisição de conhecimentos. No Brasil, existem poucos estudos que investigam a inter-relação entre o desenvolvimento do potencial criativo e da motivação para aprender, considerando seus possíveis reflexos no desempenho escolar dos alunos. Portanto, este estudo buscou investigar a relação entre motivação para aprender, percepção do clima de sala de aula para criatividade e desempenho escolar de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, com vistas a refletir sobre o planejamento e implementação de ações escolares que privilegiem a motivação para aprender, incentivem o potencial criativo e contribuam para o progresso escolar de todos os alunos. Participaram da pesquisa 222 alunos, 109 do gênero masculino e 113 do feminino...

Impacto da intervenção assistida por animais nas habilidades sociais, motivação e estresse em crianças cursando o ensino fundamental : um estudo etológico, neurofisiológico e neuropsicológico

Melo, Lucylle Fróis de
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
46.5%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2014.; A Intervenção Assistida por Animais (IAA) dentro do contexto escolar, através da intervenção direcionada e seus possíveis efeitos identificados em medidas etológicas, neurofisiológicas e neuropsicológicas a cerca do comportamento foram os focos deste estudo. Assim, os objetivos foram avaliar em crianças de nove a onze anos, cursando o quarto ano do ensino fundamental: (1) as alterações comportamentais nas etapas de antes, durante e após a IAA por meio de estudo etológico de observação natural destas; (2) avaliar as esferas cognitivas e emocionais, motivação, habilidades sociais e estresse por meio da aplicação de avaliações neuropsicológicas específicas a estas, antes e após a IAA; e (3) por último, aferir por meio de um estudo neurofisiológico o nível de concentração do hormônio do estresse (cortisol) em períodos matutino e vespertino nos dias que ocorreram as atividades estressoras (falar em público) antes e após a IAA. Os instrumentos utilizados na pesquisa foram os formulários de etograma para o estudo etológico, os testes neuropsicológicos (IMHSC-Dell-Prette...

Determinantes psicológicos da motivação para a mudança de hábitos alimentares em pessoas com excesso de peso

Esteves, Cláudia Sofia dos Santos
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.49%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; A obesidade - recentemente considerada uma doença, detentora do título de epidemia do século XXI e considerada a segunda causa de morte passível de prevenção -, o excesso de peso como factor de risco e a constatação de que mais de metade da população adulta Portuguesa padece destas condições, foram os factores que impulsionaram este estudo. Pretendeu-se analisar as diferenças entre indivíduos participantes e não participantes de um programa de perda de peso. Criaram-se duas subamostras: participantes do “Desafio de Perda de Peso”, em Clubes de Nutrição Herbalife (n=27) e indivíduos que, apesar do excesso de peso, não estavam inscritos no programa (n=46). O Modelo Transteórico dos Estádios da Mudança (Prochaska & DiClemente, 1982), foi o principal modelo teórico no estudo, pela sua aplicação se ter vindo a mostrar vantajosa na investigação de comportamentos de saúde. Metodologicamente, este foi um estudo comparativo de dois grupos e um estudo quantitativo/correlacional da relação entre variáveis psicológicas...

O papel moderador da motivação na relação entre a percepção de suporte organizacional e o compromisso afectivo numa amostra de trabalhadores temporários

Banasol, Maria João da Costa
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.65%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014; O presente estudo tem como objectivo investigar o papel moderador da motivação, mais concretamente da motivação integrada, na relação entre a percepção de suporte organizacional e o compromisso afectivo, no contexto dos trabalhadores temporários. Os dados foram recolhidos em 13 empresas de trabalho temporário (N=3755). Mais concretamente, pretendia-se explorar a relação entre a percepção de suporte organizacional da empresa cliente e o compromisso para com esta através da teoria da troca social e da norma da reciprocidade, prevendo-se uma relação positiva entre estas duas variáveis. Para além disso, previa-se a existência de uma relação mediadora do compromisso afectivo para com a empresa cliente entre a percepção de suporte organizacional por parte da cliente e o compromisso afectivo para com a agência de trabalho temporário. O presente estudo tinha, também, como objectivo verificar o efeito moderador da motivação integrada, incorporada na teoria da auto-determinação, prevendo-se que a relação entre a percepção de suporte da empresa cliente e o compromisso afectivo do cliente seria mais forte quando esta motivação era baixa do que quando esta motivação era elevada. As hipóteses foram testadas através da análise de regressões lineares...

Adaptabilidade, empenhamento e motivação : estudo exploratório com uma amostra de jovens e adultos

Simplício, Raquel Custódio Caló
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.52%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014; Este estudo investiga a possível relação entre adaptabilidade de carreira, empenhamento organizacional e motivação. São utilizados como modelos teóricos a teoria construtivista de Savickas e a teoria dos três componentes de Meyer e Allen. A amostra é constituída por 239 participantes, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 22 e os 72 anos, (considerando-se jovens os participantes com idade; This study examines the relationships between Career Adaptability, Organizational Commitment and Motivation. The career construction theory by Savickas and the Meyer and Allen three component theory are used as theoretical background to support the investigation. The sample consists of 239 participants, both female and male, between the ages of 22 and 72 years old (we considerate young people the participants that are

O modelo informação-motivação-aptidões comportamentais: Estudo dos determinantes dos comportamentos preventivos na transmissão do VIH em jovens adultos

Carvalho, Marina A. D
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //1999 Português
Relevância na Pesquisa
46.7%
Dissertação de mestrado em Psicologia da Saúde; Esta investigação teve como objectivo o estudo dos determinantes dos comportamentos preventivos associados à transmissão do Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), através do teste empírico do Modelo Informação-Motivação-Aptidões Comportamentais (Fisher & Fisher, 1992), o qual postula que a informação relativa à prevenção da SIDA, a motivação para desempenhar comportamentos preventivos e as aptidões comportamentais para o desempenho desses comportamentos são preditores dos comportamentos preventivos ao nível da transmissão do vírus. Participaram neste estudo 412 jovens adultos, 80 do sexo masculino e 332 do sexo feminino, com uma média de idades de 24.6 anos (DP = 4.6 anos), os quais frequentavam os vários anos do curso de Psicologia numa universidade de Lisboa. Após o seu consentimento informado, todos os participantes preencheram um protocolo de investigação constituído por uma folha de dados demográficos, por um questionário para avaliar a informação relativa à prevenção da SIDA, a motivação para desempenhar comportamentos preventivos, as aptidões comportamentais e os comportamentos preventivos relacionados com a transmissão da doença (Misovich...

O currículo no jardim de infância como veículo de motivação para a aprendizagem no 1º ano do ensino básico

Gil, Helena Isabel Gonçalves de Miranda
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2001 Português
Relevância na Pesquisa
46.5%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Neste trabalho pretendeu-se investigar a influência dos currículos utilizados em educação pré-escolar têm sobre os níveis de motivação para a aprendizagem no 1o ciclo. Pretendeu-se também saber se a idade de entrada para a escolaridade obrigatória tem influência nessa mesma motivação. O referencial teórico em que assenta esta investigação tem como pontos principais os estudos efectuados por Stipek (1997), de quem foram utilizadas as Provas em estudo, Fontaine (1985, 1988), e de Mata e Peixoto (1993). Foram estudadas 40 crianças (de 5/6 anos e de 6/7 anos) sendo metade frequentadoras de um currículo directivo e estruturado e os restantes frequentadores de currículos mais centrado nas crianças. Foi utilizada uma bateria de testes, Prova de Motivação com vários itens ligados à percepção de competências, atitude face à escola, emoções, preferência pelo desafio e expectativas de sucesso. Do estudo exploratório elaborado concluiu-se que a partir dos dados obtidos que as hipóteses levantadas não foram confirmadas. O currículo mais estruturado e orientado obteve valores mais elevados em alguns dos subtemas estudados como seja a auto-percepção, a atitude face à escola e as emoções sentidas em relação às mesmas. Em relação às expectativas de sucesso e preferência pelo desafio tidos por parte das crianças os dados não são muito conclusivos e homogéneos. Pensamos que estes dados se devem ao modo de transição realizado a nível de jardim-de-infância/1ºciclo...

Motivação para a aprendizagem escolar e práticas familiares de literacia: Análise da relação em crianças no 1º ano de escolaridade

Martins, Cátia Sofia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
46.63%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; A temática da motivação tem sido alvo de muito trabalho e ampla discussão. Várias têm sido as teorias elaboradas na tentativa de encontrar uma definição uníssona e respectivos mecanismos de funcionamento. Mas os estudos têm procurado esgotar a multiplicidade de relações que influenciam este tema. Nesta linha de investigação, surge o presente estudo, que pretende relacionar a motivação para a aprendizagem com as práticas de literacia familiar em crianças do primeiro ano de escolaridade (seis anos). Um dos instrumentos utilizados foi uma escala de motivação para a aprendizagem inicialmente desenvolvida por Stipek e Ryan (1997), que se encontra sub-dividida em seis dimensões (competência percepcionada, satisfação, ansiedade, expectativa para o sucesso e preferência pelo desafio). Na continuidade de um estudo elaborado por Mata (2002), aplicou-se um questionário de práticas e hábitos de literacia parentais desenvolvido pela autora a 115 crianças no início da escolaridade. Também participaram neste trabalho 49 pais, que responderam a uma versão do questionário elaborada por Mata (2002). Deste modo, a hipótese geral deste trabalho assenta na existência de uma relação positiva entre a motivação para a aprendizagem (através dos valores revelados pela escala) e o nível de literacia familiar relatado pelas crianças e respectivos pais. No que concerne as sub-escalas da motivação...

De pequenino se motiva o menino: Motivação para a aprendizagem no 1º ano do ensino básico

Mendes, Ana Isabel Nunes
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2003 Português
Relevância na Pesquisa
46.54%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Esta investigação propõe-se analisar e caracterizar, a motivação das crianças do 1° ano do Ensino Básico, verificando a coincidência entre as percepções destes com as dos seus professores. A Escala de Motivação utilizada para os alunos adaptou as "Provas de Motivação" de Deborah Stipek (1997). As percepções dos professores foram avaliadas por um Questionário similar. Por sua vez, os resultados estatísticos foram obtidos pela aplicação de outras ferramentas teóricas, nomeadamente o reste de Wilcoxon, o teste de Mann-Whitney e o Coeficiente de Correlação de Spearman. Os resultados da nossa amostra (114 crianças e 7 professores) insinuam um nível de percepção mais favorável dos discentes, que se torna mais coincidente nos níveis extremos da escala de avaliação do estatuto escolar, ou seja, nos alunos fracos e muito bons. Acresce que os resultados do nosso estudo ora confirmam ora infirmam os pressupostos teóricos assinalados pela literatura nesta matéria, devendo as suas inferências ser entendidas em função do contexto e significância desta amostra.

Efeito de um programa de leitura a par no desempenho em leitura, na motivação e na autonomia de crianças do 1º ciclo: Análise das dinâmicas interactivas

Parente, Sónia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
46.54%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Esta investigação teve dois objectivos. O primeiro foi de avaliar o impacto de um Programa de Leitura a Par (Monteiro, 2003), que utiliza o método tutorial, no desempenho em leiura, na motivação para a leitura e na autonomia das crianças. O segundo objectivo foi o de analisar quais os processos envolvidos nas dinâmicas interactivas das díades, de forma a caracterizar as dinâmicas promotoras e as não fomentadoras de aprendizagem, tendo como base as dinâmicas apresentadas nas sessões de leitura e os ganhos no desempenho em leitura obtidos pelas crianças. Neste estudo participaram 32 crianças com dificuldades em leitura, assinaladas pelos seus professores, 16 crianças que frequentavam o 2º ano de escolaridade e 16 crianças que frequentavam o 4º ano de escolaridade. Dos sujeitos de cada um dos anos de escolaridade, foram seleccionados de forma aleatória 8 sujeitos para o grupo experimental e 8 sujeitos para o grupo de controlo. Assim, obtivemos um total de 8 díades, formadas por um tutor do 4º ano e por um tutorando do 2º ano, que participaram no Programa de Leitura a Par, que teve a duração de 7 semanas, com 3 sessões semanais com a duração de 30 minutos cada. As 16 crianças do grupo de controlo não participaram nesse Programa mas realizaram actividades de leitura individual...

Estudo da personalidade, motivação e variáveis psicossociais de mulheres candidatas a doação de ovócitos

Pereira, Ana Maria Vieira de Oliveira
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
46.44%
Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde; A doação de ovócitos como técnica de Reprodução Medicamente Assistida permite ultrapassar a maior parte das situações de infertilidade de factor feminino. A principal fonte de ovócitos é constituída por mulheres presumivelmente férteis, que de forma anónima se dispõem a entrar neste processo. Estando suficientemente estabelecida a inexistência de patologia nesta população e constatando-se a existência de diferenças nas motivações inferidas ou apresentadas pelas dadoras, uma das explicações possíveis para a doação poderá ser a existência de determinadas características de personalidade específicas destas mulheres. Neste estudo avaliou-se a personalidade de um grupo de mulheres, bem como as motivações para a doação apresentadas por estas dadoras. Considerou-se pertinente verificar também qual o tipo de informação desejada sobre o resultado da doação. A nossa amostra é constituída por um grupo de 37 mulheres, com uma média de idades de 30,4 anos, que se dispuseram a doar os seus ovócitos numa clínica privada. Os materiais utilizados neste estudo foram as Fichas de Entrevista clínica, um questionário de Caracterização da Amostra e o Inventário de personalidade NEO-PI-R na sua versão portuguesa. Os resultados deste estudo mostram que...

A relação familiar e o desempenho académico: Estudo das relações entre percepção da relação familiar, motivação, autoconceito e resultados académicos em alunos do 7º e 9º anos de escolaridade

Ravara, Patícia Castanheira
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
46.57%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Ao debruçarmo-nos sobre os resultados académicos é fundamental ter presente a influência de múltiplas variáveis que os podem condicionar. Dessas destacam-se a relação familiar, a motivação e o autoconceito. Neste estudo pretendemos estudar a relação entre essas variáveis. Primeiramente é feita uma análise, tendo sempre a relação familiar como ponto central. Para tal foram aplicadas três escalas que visam avaliar essas variáveis: Escala de Percepção da Relação com a Família, Escala de Motivação de Skaalvik e Escala de Autoconceito. A avaliação foi feita em dois momentos por forma a verificar se existia continuidade dos resultados obtidos. Verificou-se quais as correlações mais significativas entre relação familiar e motivação, relação familiar e autoconceito e relação familiar e resultados académicos. Com vista a analisar a relação entre todas as variáveis, foi construído um modelo hipotético posteriormente testado, onde é possível verificar de que forma as diferentes variáveis se relacionam ou exercem efeito entre si. Os resultados evidenciam a influência da relação familiar sobre a orientação motivacional para a tarefa, sobre a auto-estima e sobre o autoconceito global...

Motivação para a aprendizagem e auto-conceito em crianças do 1º ano de escolaridade de um concelho interior local

Serra, Vanda Raquel Mansinho
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
46.68%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; O presente estudo teve como objectivo analisar e caracterizar a motivação e o auto-conceito das crianças, dum modo gerai e em função do estatuto do aluno (elevado, médio e fraco aluno) e do tipo de escola (vila e aldeia) nas crianças do 1o ano do ensino básico, num Concelho do interior rural, caracterizado por um grande número de crianças desfavorecidas socioculturalmente. A sua base teórica é sustentada nas teorias da motivação e que são concomitantes com as da aprendizagem, tendo como pontos principais os estudos efectuados por Stipek (1997), ligados a populações economicamente desfavorecidas e, de quem foram retiradas as provas que levaram à construção do Questionário de Motivação para a Aprendizagem (adaptado por Matta, I., Fidalgo, Z., Mata, L. e colaboradoras, 2002), o qual foi utilizado. Foram previstas 4 hipóteses. As duas primeiras hipóteses sugeriam que existiam diferenças entre o sentimento de competência cognitiva e aceitação de pares entre as crianças da vila e da aldeia e em função do estatuto escolar. As outras hipóteses postulam que existe diferenças nas sub-escalas do questionário de motivação para a aprendizagem, em função do estatuto escolar do aluno e do tipo de escola (vila/aldeia). Para testarmos as hipóteses foram avaliadas 50 crianças...

Da inclusão à evasão escolar: o papel da motivação no ensino médio

Mendes,Marcelo Simões
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.42%
Neste artigo procurou-se refletir a respeito dos processos de inclusão e evasão escolar no Ensino Médio sob o enfoque de como a motivação pode se associar aos mesmos. Para este fim, foi realizada uma análise sobre as implicações que tais processos acarretam na vida dos estudantes, procurando-se perceber como a variável motivacional pode apresentar-se tanto como consequência do processo de inclusão como estar relacionada às causas da evasão por parte do aluno. Fica evidente a importância que o papel da motivação adquire no contexto escolar, o que vem a fomentar um campo de discussões cada vez mais abrangente e significativo na área de Psicologia da Educação.

Avaliação da Escala de Motivação Acadêmica em estudantes paulistas: propriedades psicométricas

Joly,Maria Cristina Rodrigues Azevedo; Prates,Eli Andrade Rocha
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.52%
A motivação de estudantes se tem destacado no contexto educacional como um construto importante em função do ensino eficaz e aprendizagem significativa. Nesse sentido, este estudo investigou as propriedades psicométricas de uma versão brasileira da Escala de Motivação Acadêmica (EMA) aplicada em 170 universitários paulistas, sendo 71% do gênero feminino, com faixa etária de 18 a 25 anos, dos cursos de ciências biológicas, educação física, nutrição, pedagogia e psicologia. Constatou-se que os estudantes apresentaram média maior no fator motivação intrínseca e menor média para o fator motivação externa por recompensas sociais. Verificou-se diferença estatisticamente significativa na autopercepção da motivação para a universidade dos estudantes apenas em função do curso frequentado. Houve correlação dos escores da escala com o rendimento acadêmico. A precisão da escala aferida pelo alfa de Cronbach é muito boa. Os resultados referentes à validade e precisão obtidos atribuem características psicométricas à EMA para universitários paulistas.

Motivação nas aulas de educação física em uma escola particular

Bidutte,Luciana de Castro
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 Português
Relevância na Pesquisa
46.5%
Este estudo objetivou verificar o nível de motivação dos alunos nas aulas de Educação Física e caracterizar os motivos que os levam a essas aulas. Os sujeitos foram quarenta alunos de 5a à 8a séries do ano de 1.999 de uma escola particular. Utilizou-se como instrumento um questionário com dez questões fechadas referindo-se: aos motivos que os levam às aulas, ao conteúdo das atividades, ao relacionamento com o professor e ao sistema de avaliação. Encontrou-se um nível de motivação maior para os alunos do sexo masculino e diferenças em suas razões de acordo com o gênero e a série. Ressalta-se a necessidade de contribuições da Psicologia para a disciplina de Educação Física.

Psicologia educacional nos cursos de licenciatura: a motivação dos estudantes

Guimarães,Sueli Édi Rufini; Bzuneck,José Aloyseo; Sanches,Samuel Fabre
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
46.55%
Estudo de natureza exploratória, investigou as orientações motivacionais e o envolvimento na disciplina Psicologia Educacional de 246 alunos de cursos de licenciatura da Universidade Estadual de Londrina. Foram administradas a todos os participantes escalas de avaliação da motivação intrínseca e extrínseca (Work Preference Inventory) e do esforço alegado na disciplina. Os participantes também responderam a um questionário referente aos dados demográficos e à intenção de atuar no ensino. Análises de variância e estudos correlacionais revelaram diferenças significativas entre as medidas empregadas e as variáveis demográficas investigadas. Os resultados são discutidos em termos de sua contribuição para compreensão aprofundada dos padrões motivacionais dos estudantes e para a melhoria do ensino da disciplina Psicologia educacional em cursos de formação de professores.