Página 1 dos resultados de 150 itens digitais encontrados em 0.375 segundos

Percepções sobre necessidades de saúde na Atenção Básica segundo usuários de um serviço de saúde; Perceptions of primary health care needs according to users of a health center; Percepciones sobre necesidades de salud en la atención básica, según usuarios de un servicio de salud

MORAES, Paulo Alexandre de; BERTOLOZZI, Maria Rita; HINO, Paula
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.89%
Trata-se de pesquisa qualitativa de caráter exploratório, com o objetivo de conhecer o conceito de necessidades de saúde, segundo a percepção de usuários de um serviço de saúde do interior paulista. Realizou-se 15 entrevistas, por meio de roteiro semi-estruturado, em janeiro de 2009. A leitura exaustiva das entrevistas permitiu a apreensão de elementos constitutivos das categorias, definidas a priori, segundo a Taxonomia das Necessidades de Saúde. Identificou-se que os usuários perceberam-se como detentores de necessidades; o contexto social pode apresentar forte influência na sua saúde, verificando-se que a autonomia na tomada de decisões é uma necessidade. Quanto ao vínculo, percebe-se que está intimamente ligado às necessidades de autonomia/autocuidado, pois de certo modo é reforçando a relação de confiança que será possível fortalecer os potenciais para o enfrentamento do processo saúde-doença. Conclui-se que existe a necessidade de instrumentos que auxiliem o profissional da área da Saúde Coletiva a identificar as necessidades de saúde dos usuários.; This qualitative, exploratory study was performed with the purpose of identifying the concept of health needs according to the perception of health service users located in the State of São Paulo. Fifteen interviews were performed using a semi-structured script...

Desigualdades no uso e acesso aos serviços de saúde entre idosos do município de São Paulo; Inequalities in access to health care services and utilization for the elderly in São Paulo, Brazil; Desigualdades en el uso y acceso a los servicios de salud entre ancianos del municipio de São Paulo

LOUVISON, Marília Cristina Prado; LEBRÃO, Maria Lúcia; DUARTE, Yeda Aparecida Oliveira; SANTOS, Jair Lício Ferreira; MALIK, Ana Maria; ALMEIDA, Eurivaldo Sampaio de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
135.9%
OBJETIVO: Analisar os fatores relacionados à determinação e às desigualdades no acesso e uso dos serviços de saúde por idosos. MÉTODOS: Estudo integrante do Projeto Saúde, Bem-estar e Envelhecimento (SABE), no qual foram entrevistados 2.143 indivíduos com 60 anos ou mais no município de São Paulo, SP, em 2000. A amostra foi obtida em dois estágios, utilizando-se setores censitários com reposição, probabilidade proporcional à população e complementação da amostra de pessoas de 75 anos. Foi mensurado o uso de serviços hospitalares e ambulatoriais nos quatro meses anteriores à entrevista, relacionando-os com fatores de capacidade, necessidade e predisposição (renda total, escolaridade, seguro saúde, morbidade referida, auto-percepção, sexo e idade). O método estatístico utilizado foi regressão logística multivariada. RESULTADOS: Dos entrevistados, 4,7% referiram ter utilizado a internação hospitalar e 64,4% o atendimento ambulatorial. Dos atendimentos ambulatoriais em serviço público, 24,7% ocorreram em hospital e 24,1% em serviço ambulatorial; dentre os que ocorreram em serviços privados, 14,5% foram em hospital e 33,7% em clínicas. Pela análise multivariada, observou-se associação entre a utilização de serviços e sexo...

Saúde bucal e uso dos serviços odontológicos em função do Índice de Necessidades em Saúde: São Paulo, 2008; Oral health and access to dental care services in relation to the Health Necessities Index: São Paulo, Brazil, 2008

Junqueira, Simone Rennó; Frias, Antônio Carlos; Zilbovicius, Celso; Araujo, Maria Ercilia de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
95.91%
A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo desenvolveu o Índice de Necessidades em Saúde (INS) para identificar áreas prioritárias para a oferta de serviços. Em 2008 realizou um Levantamento das Condições de Saúde Bucal. Pretende-se, neste estudo ecológico, analisar o perfil de saúde bucal em relação ao INS. As variáveis, estratificadas para as idades de 5, 12 e 15 anos, foram: porcentagem de indivíduos com dificuldade no acesso ao serviço odontológico; média do ceod e CPOD; prevalência da necessidade de extração e de livres de cárie. As informações foram analisadas para as 25 Supervisões Técnicas de Saúde (STS). Empregou-se o teste estatístico de covariância, o coeficiente de correlação de Pearson e o modelo de regressão linear. Observou-se uma correlação positiva entre maiores INS e a dificuldade de acesso aos serviços. Nas STS com maiores INS houve maior experiência de cárie, maior necessidade de exodontias e menor prevalência de livres de cárie. Reforça-se a necessidade de priorizar as áreas de privação social para melhorar a condição de saúde da população.

Envelhecimento e qualidade de vida: significados para idosos participantes de grupos de promoção de saúde no contexto da estratégia saúde da família; Ageing and Quality of Life: Meanings for the aged participating in the Health Promotion Groups within the Family Health Strategy context.

Tahan, Jennifer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
105.73%
O crescimento progressivo no número de idosos nas últimas décadas, resultado da queda das taxas de fecundidade e mortalidade e do conseqüente aumento da expectativa de vida, fez com que se desenvolvesse o interesse pelo estudo do envelhecimento. Na literatura é destacada a relevância científica e social de se investigar as condições que interferem no bem-estar na senescência e os fatores associados à qualidade de vida de idosos, a fim de criar alternativas de intervenção e propor ações e políticas na área da saúde, buscando atender às demandas da população que envelhece. Importantes avanços no campo da saúde têm sido conquistados no Brasil e a Estratégia Saúde da Família surge como meio possível no processo de reorganização da atenção básica em saúde e com grande potencial para tornar concreta a participação da comunidade e à integralidade das ações. Assim este estudo teve por objetivo analisar as percepções dos idosos em relação à sua qualidade de vida, com vistas à integralidade da assistência, após a adesão a Grupos de Promoção de Saúde em funcionamento no Centro de Saúde Escola da Vila Tibério (Ribeirão Preto-SP). A pesquisa foi feita na abordagem qualitativa e a coleta de dados realizada por meio de entrevista semi-estruturada e da observação participante no período de 22 de julho de 2008 a 04 de dezembro de 2008 em três grupos. A análise foi feita através da análise de conteúdo...

Reconhecimento e enfrentamento de necessidades de estudantes com uso problemático de drogas em moradia estudantil; Recognition and dealing with the needs of students with problematic drug use in student residence

Zalaf, Marilia Rita Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
95.92%
Este estudo, de caráter exploratório e descritivo, teve como objetivo geral identificar e analisar os limites e possibilidades do Serviço Social da Coordenadoria de Assistência Social da USP do Projeto Na Boca do CRUSP Prevenção e Acolhimento, quanto ao atendimento de necessidades de alunos e ex-alunos com uso problemático de álcool e outras drogas que são ou foram residentes na moradia estudantil da Universidade de São Paulo, localizado na Cidade Universitária, em São Paulo. O Projeto, cenário deste estudo, é desenvolvido pelo Serviço Social da Coordenadoria de Assistência Social. Para a produção do material empírico foi utilizada entrevista semi-estruturada com sete alunos que residem ou já residiram no CRUSP e são ou foram atendidos pelo Projeto, obedecendo todas as exigências da Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde. As entrevistas foram gravadas e transcritas, para o tratamento dos dados foi utilizada a Análise de Conteúdo com a técnica da análise temática e para análise dos resultados foram utilizadas as categorias analíticas processo saúde-doença e necessidades de saúde. Após a análise dos resultados, foi possível conformar oito categorias empíricas: 1. Ser aluno USP; 2. Problematização da doença antes do acompanhamento pelo Projeto; 3. A chegada ao Projeto; 4. Reconhecimento do Serviço pelos usuários; 5. Dependência e recaída; 6. O futuro com a doença; 7. Necessidades atendidas e 8. Demandas para aperfeiçoamento do Projeto. A análise dos dados indicou que: as intervenções promoveram melhoria na qualidade de vida do grupo estudado...

Avaliação da satisfação do usuário com os serviços de Atenção Básica do Distrito de Saúde Sul da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas/SP, no ano de 2011; Evaluation of users satisfaction with primary care services in South District of health department in Campinas city - SP, in the year 2011

Fernandes, Jorge Luís Marques
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
95.86%
Neste estudo foi verificada a satisfação dos usuários com os serviços de atenção básica de saúde, pertencentes ao Distrito de Saúde Sul, da cidade de Campinas, São Paulo, no ano de 2011. Trata-se de um inquérito domiciliar, com abordagem quantitativa, realizado através de um questionário semi-estruturado. As avaliações da satisfação deram-se através do prisma da humanização dos serviços, da integralidade do sistema, da participação do controle social, da resolutividade dos serviços, das atividades de promoção da saúde e da atenção à saúde bucal. Verificou-se uma alta utilização dos serviços pelos usuários, com absoluto predomínio do sexo feminino, com média de idade de 48,7 anos. Constatou-se que a busca pelos serviços de saúde deveu-se a procura por consultas médicas e a medicamentos. Os usuários em sua maioria estão satisfeitos com o atendimento recebido. Os resultados encontrados demonstram o alto nível de humanização dos serviços de saúde, ratificados pelos índices de aprovação do tempo de espera pelas consultas e exames, pela condição das estruturas física das unidades, pela aprovação do atendimento da recepção, pelo horário de funcionamento das unidades, pelo acolhimento destinado aos usuários e pelos meios de informação destinados aos usuários. Verificou-se um alto índice de encaminhamentos para outros níveis de atenção...

O processo da judicialização da saúde como via de acesso à atenção integral: o retrato de um município de grande porte do Estado de São Paulo; The judicialization process of health as an access route to comprehensive health care: the picture of a large city in the state of SP

Rodriguez, Anna Maria Meyer Maciel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
95.89%
A Judicialização da Saúde é um fenômeno atual e relevante tanto no contexto das políticas públicas quanto no da garantia constitucional do direito à saúde. Considerando sua importância no cenário nacional, o objetivo deste trabalho, de abordagem quanti-qualitativa, foi analisar os elementos do processo de decisão e os procedimentos administrativos para apuração de lesão a direitos individuais dos cidadãos residentes em Ribeirão Preto, SP, solicitados à Gestão Pública de Saúde na Promotoria de Justiça Civil do Ministério Público do município. Na primeira etapa da pesquisa foi realizada análise documental, tendo como fonte primária, dados secundários dos procedimentos, coletados diretamente na Promotoria. As variáveis coletadas foram: sexo, data de nascimento, procedência e agravo dos usuários; demanda; serviço de saúde que solicitou as demandas; providências tomadas pela Promotoria e as ferramentas utilizadas na análise dos pleitos. Os dados foram analisados considerando o cálculo da frequência simples das variáveis. Na segunda etapa da pesquisa foram produzidos dados primários por meio da realização de entrevistas semiestruturadas, a partir de uma amostra intencional, com sujeitos envolvidos no processo. Os dados foram analisados utilizando alguns elementos da análise de conteúdo na vertente temática e norteados por temas previamente definidos. Os desfechos da etapa quantitativa revelaram que: do total de 674 itens solicitados...

Fluxos e utilização de serviços de saúde : mobilidade dos usuários de média complexidade; Flujos y utilización de servicios de salud: movilidad de los usuarios de mediana complejidad; Flow and use of health services: medium complexity users’ mobility

Roese, Adriana; Gerhardt, Tatiana Engel
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
125.88%
A organização dos serviços de saúde, em redes ou não, devem responder às demandas populacionais resultantes da complexa conjugação de fatores sociais, individuais e culturais. O objetivo deste estudo é construir um perfil socioeconômico e demográfico dos usuários, de forma a ilustrar a utilização de dois serviços de saúde de média complexidade, por meio do mapeamento dos fluxos de usuários de municípios da Metade Sul do Estado do Rio Grande do Sul. O estudo é descritivo, transversal, com 150 usuários dos referidos serviços. Foram utilizadas análise estatística univariada e bivariada e análise espacial. A análise dos fluxos revelou um descompasso entre o Plano Diretor de Regionalização da Saúde (PDR) e a prática dos usuários, sendo que os recortes propostos pelo Estado não respondem às suas reais necessidades de movimentação no espaço local (territorialidade). Evidencia-se o inevitável engajamento político em prol da regionalização, observando-se a mobilidade dos usuários e a construção das trajetórias terapêuticas como um novo desafio à Saúde Pública.; La organización de los servicios de salud debe responder a las demandas poblacionales resultantes de la compleja conjugación de factores sociales...

Utilização do Serviço de Emergência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre por usuários com demandas não urgentes

Abreu, Kelly Piacheski de
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
95.9%
A utilização de serviços de emergência por usuários não urgentes contribui para a superlotação e interfere na capacidade da equipe para atender toda a demanda, prejudicando a prestação de cuidados aos usuários urgentes. O objetivo deste estudo foi analisar a utilização do Serviço de Emergência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre por usuários com demandas não urgentes. Estudo epidemiológico analítico, transversal do tipo inquérito/survey. Utilizou-se uma amostra aleatória simples com 386 usuários não urgentes do grupo etário de 18 a 59 anos. Os dados foram coletados de maio a junho de 2012, por meio de aplicação de questionário. Para análise dos dados utilizou-se estatística descritiva e analítica. Entre os respondentes 68,4% eram do sexo feminino, a média de idade foi de 36,7 anos, 60,1% eram procedentes do município de Porto Alegre e 40,7% pertenciam ao nível econômico C. Dos participantes, 51,3% possuíam doença crônica, 88,6% aguardaram pelo menos 24 horas para procurar atendimento após o início dos sintomas e aproximadamente 53% procuraram o serviço de emergência por conta própria. Os motivos de utilização do serviço de emergência por usuários não urgentes referentes à preferência do usuário se associaram a estar trabalhando...

Impacto das más oclusões nas atividades diárias de adolescentes; Impact of malocclusion on adolescents daily performances

Gustavo Antônio Martins Brandão
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
195.79%
Este estudo foi composto por dois artigos cujo objetivo principal foi determinar as necessidades de tratamento ortodôntico em adolescentes e avaliar o impacto que as más oclusões possuem nas atividades diárias desses indivíduos. A amostra probabilística por conglomerados contou com 528 escolares de 15 anos selecionados em 10 escolas públicas de Piracicaba no ano de 2010. Os exames foram realizados por dois examinadores calibrados seguindo recomendações da OMS. Um questionário semi-estruturado foi enviado aos pais para a obtenção das informações socioeconômicas e obtenção do TCLE. A avaliação dos impactos orais nas atividades diárias (Oral Impacts on Daily Performances - OIDP) foi avaliada através de medida de condição específica (CS-OIDP). Os índices DAI (Dental Aesthetic Index), IOTN (Index of Orthodontic Treatment Need) e ICON (Index of Complexity, Outcome and Need) foram utilizados para a obtenção das características específicas da oclusão e categorização das necessidades de tratamento ortodôntico. A auto-percepção da estética dental foi avaliada através do Oral Aesthetic Subjective Impact Scale (OASIS) e a auto-estima através do Global Self-evaluation (GSE). O interesse em realizar tratamento ortodôntico foi avaliado através de ferramenta específica. Artigo 1: Avaliou a concordância diagnóstica dos índices DAI...

Cuidados paliativos : caracterização assistencial e identificação de necessidades num serviço de medicina interna

Silva, Maria João Filipe Nunes da, 1956-
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
135.83%
Tese de mestrado, Cuidados Paliativos, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa - 2012; Os Cuidados Paliativos (CP) são um elemento fundamental dos Sistemas de Saúde. Não existem em Portugal estudos detalhados sobre CP em Serviços de Medicina Interna. O presente trabalho visou caracterizar as necessidades em CP num Serviço de Medicina Interna de um Hospital Central Universitário, definir o perfil dos doentes, determinar as suas necessidades assistenciais e avaliar a adequação dos cuidados prestados. Na primeira parte da Tese procede-se a um breve enquadramento teórico sobre as perspectivas actuais dos CP e a revisão bibliográfica sobre a recente inclusão dos doentes não oncológicos na população com necessidade deste tipo de cuidados. Procede-se ainda a uma análise de estudos sobre uma abordagem da agonia como período privilegiado na prestação de CP, onde se destaca que a melhoria da abordagem paliativa dos doentes agónicos exige o reconhecimento do início da agonia, permitindo por sua vez a limitação de terapêuticas agressivas ou desnecessárias, a implementação de um plano de cuidados de conforto e controlo sintomático atempado no decurso do internamento e o apoio psicológico espiritual/religioso ao doente e à família. Na segunda parte da Tese apresenta-se um estudo prospectivo observacional englobando 670 doentes internados num Serviço de Medicina Interna de um Hospital Central Universitário num período de 9 semanas consecutivas...

Desigualdades no uso e acesso aos serviços de saúde entre idosos do município de São Paulo

Louvison,Marília Cristina Prado; Lebrão,Maria Lúcia; Duarte,Yeda Aparecida Oliveira; Santos,Jair Lício Ferreira; Malik,Ana Maria; Almeida,Eurivaldo Sampaio de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
125.84%
OBJETIVO: Analisar os fatores relacionados à determinação e às desigualdades no acesso e uso dos serviços de saúde por idosos. MÉTODOS: Estudo integrante do Projeto Saúde, Bem-estar e Envelhecimento (SABE), no qual foram entrevistados 2.143 indivíduos com 60 anos ou mais no município de São Paulo, SP, em 2000. A amostra foi obtida em dois estágios, utilizando-se setores censitários com reposição, probabilidade proporcional à população e complementação da amostra de pessoas de 75 anos. Foi mensurado o uso de serviços hospitalares e ambulatoriais nos quatro meses anteriores à entrevista, relacionando-os com fatores de capacidade, necessidade e predisposição (renda total, escolaridade, seguro saúde, morbidade referida, auto-percepção, sexo e idade). O método estatístico utilizado foi regressão logística multivariada. RESULTADOS: Dos entrevistados, 4,7% referiram ter utilizado a internação hospitalar e 64,4% o atendimento ambulatorial. Dos atendimentos ambulatoriais em serviço público, 24,7% ocorreram em hospital e 24,1% em serviço ambulatorial; dentre os que ocorreram em serviços privados, 14,5% foram em hospital e 33,7% em clínicas. Pela análise multivariada, observou-se associação entre a utilização de serviços e sexo...

Utilização dos serviços de saúde pela população coberta pela Estratégia de Saúde da Família

Fernandes,Léia Cristiane L; Bertoldi,Andréa D; Barros,Aluísio J D
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
95.84%
OBJETIVO: Analisar os padrões de utilização dos serviços de saúde em comunidades cobertas pela Estratégia de Saúde da Família. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra de 2.988 indivíduos, de todas as idades, residentes em áreas de abrangência da Estratégia de Saúde da Família, em Porto Alegre (RS), entre julho e setembro de 2003. Foram aplicados questionários pré-codificados a todos os moradores dos domicílios sorteados sobre informações demográficas, socioeconômicas e de saúde. Nas análises foram calculadas razões de prevalências, intervalos com 95% de confiança e aplicados testes do qui-quadrado. Realizou-se regressão de Poisson na análise multivariável para possíveis fatores de confusão. RESULTADOS: Pessoas do sexo feminino, com 60 anos ou mais, com cor da pele branca, com menor nível socioeconômico, sem cobertura por plano de saúde e com autopercepção de saúde ruim tiveram maior probabilidade de utilizar a unidade de saúde da família local. Em relação aos usuários de outros serviços de saúde, o padrão foi semelhante para as variáveis sexo, idade e autopercepção de saúde, mas foi encontrada uma maior utilização por pessoas com maior nível socioeconômico e com cobertura por plano de saúde. CONCLUSÕES: A utilização da unidade de saúde da família local foi maior entre as pessoas com menor nível socioeconômico e sem cobertura por plano de saúde...

Uso de serviços básicos de saúde por idosos portadores de condições crônicas, Brasil

Rodrigues,Maria Aparecida P; Facchini,Luiz Augusto; Piccini,Roberto Xavier; Tomasi,Elaine; Thumé,Elaine; Silveira,Denise Silva; Siqueira,Fernando Vinholes; Paniz,Vera Maria Vieira
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
95.84%
OBJETIVO: Avaliar a utilização de serviços de saúde entre idosos portadores de doenças crônicas. MÉTODOS:Estudo transversal realizado com 2.889 indivíduos com idade a partir de 65 anos, portadores de condições crônicas - hipertensão arterial, diabetes mellitus e doença mental -, residentes em áreas de abrangência de unidades básicas de saúde em 41 municípios das regiões Sul e Nordeste do Brasil em 2005. Os dados analisados foram obtidos do estudo de linha de base do Programa de Expansão e Consolidação da Saúde da Família. As variáveis estudadas foram sexo, idade, cor da pele, situação conjugal, escolaridade, renda familiar, tabagismo, incapacidade funcional e modelo de atenção da unidade básica de saúde. A análise ajustada dos desfechos foi realizada com regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de consulta médica nos últimos seis meses foi de 45% no Sul e de 46% no Nordeste. A prevalência de participação em grupos de atividades educativas no último ano foi de 16% na região Sul e de 22% na região Nordeste. Nas duas regiões, o uso dos serviços foi maior por idosos com idade inferior a 80 anos, baixa escolaridade e residentes em áreas de abrangência de unidades básicas de saúde com Programa Saúde da Família. Apenas na região Sul os idosos com incapacidade funcional apresentaram maior prevalência de consultas médicas. CONCLUSÕES: As prevalências de consulta médica e de participação em grupos de atividades educativas foram baixas...

Instrumentos de avaliação de necessidades em saúde aplicáveis na estratégia de Saúde da Família

Egry,Emiko Yoshikawa; Oliveira,Maria Amélia de Campos; Ciosak,Suely Itsuko; Maeda,Sayuri Tanaka; Barrrientos,Dora Mariela Salcedo; Fonseca,Rosa Maria Godoy Serpa da; Chaves,Maria Marta Nolasco; Hino,Paula
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
115.83%
Este estudo, descritivo e exploratório, teve como objetivo geral conhecer os instrumentos utilizados para o reconhecimento das necessidades de saúde da população no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Abrangeu dois Distritos do Município de São Paulo. A base teórico-metodológica consistiu da Teoria de Intervenção Práxica de Enfermagem em Saúde Coletiva. Os dados foram coletados junto a unidades de saúde e equipes de saúde da família. Os resultados mostraram a inexistência de instrumentos específicos para o reconhecimento das necessidades em saúde da população. Discutem-se três contradições presentes no fenômeno estudado: a polaridade estrutural na conceituação de necessidade contida no SUS; o princípio da integralidade postulado pelo SUS e a possibilidade operacional das unidades de saúde e a antinomia teoria-prática no processo de trabalho das equipes da ESF. Conclui-se que é imperativo superar as contradições para redirecionar as políticas e as práticas rumo ao enfrentamento das necessidades em saúde.

Percepções sobre necessidades de saúde na Atenção Básica segundo usuários de um serviço de saúde

Moraes,Paulo Alexandre de; Bertolozzi,Maria Rita; Hino,Paula
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
115.84%
Trata-se de pesquisa qualitativa de caráter exploratório, com o objetivo de conhecer o conceito de necessidades de saúde, segundo a percepção de usuários de um serviço de saúde do interior paulista. Realizou-se 15 entrevistas, por meio de roteiro semi-estruturado, em janeiro de 2009. A leitura exaustiva das entrevistas permitiu a apreensão de elementos constitutivos das categorias, definidas a priori, segundo a Taxonomia das Necessidades de Saúde. Identificou-se que os usuários perceberam-se como detentores de necessidades; o contexto social pode apresentar forte influência na sua saúde, verificando-se que a autonomia na tomada de decisões é uma necessidade. Quanto ao vínculo, percebe-se que está intimamente ligado às necessidades de autonomia/autocuidado, pois de certo modo é reforçando a relação de confiança que será possível fortalecer os potenciais para o enfrentamento do processo saúde-doença. Conclui-se que existe a necessidade de instrumentos que auxiliem o profissional da área da Saúde Coletiva a identificar as necessidades de saúde dos usuários.

Avaliação de uma metodologia de alocação de recursos financeiros do setor saúde para aplicação no Brasil

Porto,Silvia; Martins,Mônica; Travassos,Claudia; Viacava,Francisco
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
105.89%
No início da década de 1990, foi desenvolvida na Inglaterra uma nova metodologia para alocação de recursos financeiros aos serviços de saúde baseada nas necessidades de saúde da população. Essa metodologia caracteriza-se por adotar o modelo teórico de demanda aos serviços de saúde e por empregar dados de utilização dos serviços para estimar o uso com base na necessidade de saúde. Este artigo objetivou avaliar a aplicabilidade dessa metodologia para alocação de recursos federais no Brasil. Empregaram-se dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde sobre as internações de curta permanência ocorridas no Brasil em 1999. Foram analisadas 134 áreas geográficas, que cobrem o país como um todo. Os modelos estatísticos para estimar o uso testaram as seguintes variáveis de necessidades: mortalidade infantil; mortalidade geral padronizada; percentual de analfabetos; percentual de domicílios permanentes chefiados por mulheres e média de pessoas por domicílio. Todos os modelos de estimativa do uso de testados apresentaram coeficientes de regressão com sinal negativo, o que indica que a metodologia estudada apresenta restrições em contextos com grandes desigualdades sociais no uso de serviços de saúde...

Estratégias tecnológicas de ensino associadas ao treinamento em Suporte Básico de Vida

Mori,Satomi; Whitaker,Iveth Yamaguchi; Marin,Heimar de Fátima
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
105.61%
Neste estudo objetivou-se analisar a eficácia e as vantagens do uso dos recursos tecnológicos para o ensino em Suporte Básico de Vida (SBV) por meio de revisão narrativa. Foram analisados 29 artigos publicados e indexados nas bases de dados MedLine, PubMed e LILACS que utilizaram vídeo, CD-ROM, DVD, websites e programas computacionais para o ensino em SBV. Observou-se que a utilização desses recursos pode favorecer a aquisição de conhecimento em níveis similares ou superiores aos métodos tardicionais de ensino. Dentre as vantagens observadas citam-se a redução dos custos de treinamento, a facilidade de acesso e padronização das informações.

Demandas de saúde mental: percepção de enfermeiros de equipes de saúde da família

Souza,Jacqueline de; Luis,Margarita Antonia Villar
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
115.82%
OBJETIVO: Descrever como são identificadas e acolhidas as necessidades de saúde mental (SM) por equipes de saúde da família, conforme a concepção de enfermeiros. MÉTODOS: Estudo exploratório, descritivo de caráter qualitativo. Utilizaram-se entrevistas semiestruturadas junto a cinco enfermeiros e a interpretação foi norteada pelas preconizações do Ministério da Saúde Brasileiro sobre a inclusão das ações de SM na atenção básica. RESULTADOS: Identificou-se que a falta de indicadores no Sistema de Informações da Atenção Básica (SIAB) afeta o planejamento das ações de SM e que outras doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, são prioritárias para as equipes. As ações de SM vêm sendo incorporadas gradativamente no processo de trabalho das equipes de saúde da família, e a consultoria de psiquiatria exerce importante papel nisso. CONCLUSÃO: Reconhece-se a necessidade de educação permanente, revisão do SIAB e, sobretudo, criação de projetos terapêuticos sistematizados e à disposição para novos modos de cuidar.

Pronto atendimento a usuários de dispositivos de amplificação sonora

Araujo,Tiago de Melo; Mendes,Beatriz de Castro Andrade; Novaes,Beatriz Cavalcanti de Albuquerque Caiuby
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
115.65%
OBJETIVO: Estabelecer características demográficas e audiológicas de sujeitos usuários de aparelhos de amplificação sonora individuais (AASI) que solicitaram retorno em um Serviço de Saúde Auditiva e identificar e analisar os motivos do retorno e condutas geradas durante o Pronto Atendimento (PA). MÉTODOS: Os participantes foram 440 sujeitos de idade superior a três anos, com diagnóstico e concessão do AASI no serviço onde foi realizada a pesquisa. Características demográficas, audiológicas e referentes ao uso do AASI foram coletadas em prontuários e ficha específica para o PA. Os dados obtidos foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial. RESULTADOS: O grupo estudado foi caracterizado, em sua maioria, por indivíduos do gênero feminino, idosos, grau de escolaridade no ensino fundamental incompleto, perda auditiva de grau moderado e perda auditiva do tipo neurossensorial bilateral. Quanto ao uso do AASI, a maioria dos sujeitos utilizava aparelho do tipo retroauricular com adaptação binaural. Quanto ao tempo de uso, mais de 70% utilizava o AASI pela primeira vez, 38% o fazia por um período de até 12 meses, e mais de 65% por um período maior que oito horas diárias. As condutas ajuste do AASI e orientação foram mais frequentes para sujeitos com menor tempo de uso do aparelho...