Página 1 dos resultados de 3592 itens digitais encontrados em 0.094 segundos

Organização da informação em sistemas eletrônicos abertos de Informação Científica & Tecnológica: Análise da Plataforma Lattes; Scientific and technological information organization in open systems: Lattes database analysis

Silva, Fábio Mascarenhas e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
106.15%
Discussão, avaliação e apresentação de parâmetros para a organização da informação científica e tecnológica (ICT) brasileira em meio eletrônico, enfocando os problemas do acesso à informação em sistemas abertos, especificamente a Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq). Para fundamentação teórico-conceitual da pesquisa fez-se um retrospecto da ICT brasileira a partir da evolução das suas políticas nacionais de Ciência e Tecnologia e, em seguida, analisaram-se criticamente os recursos relacionados à organização da informação. Um estudo exploratório é apresentado, desenvolvido a partir de currículos extraídos da Plataforma Lattes, para identificar se a natureza aberta do sistema compromete a consistência dos dados na recuperação da informação. A análise se deu em duas etapas: a primeira, a partir da lógica dos Arquivos Pessoais e, a segunda, observando-se as formas de preenchimento do sistema a partir de três categorias: campos com Autonomia Total, Autonomia Parcial, e Sem Autonomia. Conclui-se que há comprometimento da consistência na recuperação da informação em sistemas abertos. A partir da sistematização dos resultados, apresentam-se sugestões para aprimorar o sistema.; Discussion...

Ordem dos conceitos na organização da informação e do conhecimento.; Ordem dos conceitos na organização da informação e do conhecimento.

Francelin, Marivalde Moacir
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
106.14%
A abordagem teórica do conceito, que remonta à filosofia clássica, atravessou diversos períodos e correntes de pensamento, até chegar às abordagens contemporâneas. Os conceitos são também objetos de pesquisa consolidados na área da Organização da informação e do conhecimento, tendo recebido influências de algumas correntes filosóficas. Esta pesquisa procurou identificar as principais linhas teóricas que fundamentam as abordagens sobre o conceito na área. Parte da hipótese de que estas linhas não estão suficientemente explicitadas e que novas abordagens sobre o conceito contribuiriam para o fortalecimento da área. Para fundamentar a pesquisa, foi realizada revisão de literatura sobre o conceito na filosofia e na ciência, discutindo, ainda, questões como a metáfora e a linguagem na ordem dos conceitos. Apresenta as concepções sobre o conceito nas perspectivas de Foucault, Deleuze e Guattari, Gilles-Gaston Granger, Eleanor Rosch e Vygotsky. Discute as definições do conceito presentes na literatura da área da Organização da informação e do conhecimento, com ênfase nas abordagens das Teorias da Classificação, da Terminologia e da Teoria Analítica do Conceito. Para identificar as abordagens dos pesquisadores brasileiros sobre o conceito...

Serviço de informação sobre deficiência: desafios para organização da informação; Information service about Disability: challenges for the organization of information.

Goncalves, Aline Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.14%
A área da Deficiência é marcada pela multidisciplinaridade e pela influência de aspectos ideológicos e sociais em sua constituição, o que gera desafios para a identificação de perfis de usuários e as maneiras mais adequadas para organizar informações nesse domínio. Este trabalho é um estudo de caso que busca refletir sobre o conhecimento necessário, no âmbito da Ciência da Informação, para solucionar esses problemas. Para isso, foi tomado como objeto de análise a Rede SACI, um serviço referencial de informação sobre Deficiência, buscando enfatizar como foi feita a estruturação do serviço, as características de seus usuários e seus contextos de uso, bem como as alternativas adotadas para organização informacional. Concluiu-se que alguns modelos teóricos para estudos de usuário, como o modelo social de informação (Moore, 2000, 2002), podem ser aplicados com maior propriedade no âmbito da Deficiência. Por outro lado, a exploração mais aprofundada de relações entre termos e categorias, relações de sinonímia e o uso de qualificadores são apontadas como alternativas para a organização da área. São indicadas ainda possibilidades quanto ao desenvolvimento da Deficiência no plano da Web 2.0 e as perspectivas para estudos futuros envolvendo a Ciência da Informação e aspectos existentes na área da Deficiência...

A Linguística Documentária e a Análise de Domínio na Organização da Informação; Documentary Linguístics and Domain Analysis on Information Organization

Andrade, Julietti de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
106.1%
Análise das abordagens Linguística Documentária e Análise de Domínio na Organização da Informação e Organização do Conhecimento. A análise consiste de um mapeamento da fundamentação teórica, objetivos e funções com base em discursos dos autores mais identificados com as vertentes mencionadas, bem como na literatura da Ciência da Informação, para compreender como cada abordagem concebe e desenvolve os seus principais conceitos, instrumentos e métodos. Após a descrição de cada abordagem foi feita uma análise comparativa com o objetivo de identificar semelhanças e diferenças e possível integração entre as abordagens no que se refere à elaboração e uso dos instrumentos e métodos de organização que visam à recuperação e à comunicação de informações.; Analysis of Documentary Linguistics and Domain Analysis approaches on Information Organization and Knowledge Organization. This analysis consists on a mapping of theoretical foundation, goals and functions based on most identified authors discourses with mentioned approaches, and also with Information Science Literature in order to understand the way each approach conceives and develops its main concepts, instruments and methods. After the description of each approach a comparative analysis was done to identify similarities...

Organização da informação e do conhecimento de documentos artísticos à luz da terminologia; Organization of Artistic Documents in light of the Terminology.

Maimone, Giovana Deliberali
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
106.12%
Apresentação do campo da Organização da Informação e do Conhecimento com o subsídio das disciplinas da Terminologia e da Linguística Aplicada com o intuito de aprofundar os fundamentos da pesquisa terminológica para fins documentários. Com isso, foi possível justificar a eficiência da articulação entre os termos nos tesauros, para permitir melhor acesso aos documentos artísticos dos museus. Assim, o problema de pesquisa pauta-se nas possibilidades informacionais alternativas em relação ao cerceamento representativo dos tesauros. Expõe-se a hipótese de que a expansão das relações terminológicas nos tesauros possibilitaria a integração social do museu por meio da confluência entre o Ciclo da Informação e a Espiral da Cultura Científica, denominada Espiral da Informação. Trata-se de uma pesquisa hipotético-dedutiva que combina indução e dedução, fato que permite a mobilidade essencial do pensamento, de modo que de um contexto específico é retirado o problema de pesquisa e, a ele, formulada uma possível solução que será comprovada ou refutada ao longo do desenvolvimento investigativo. Propostas de aperfeiçoamento são realizadas, a fim de evidenciar a importância da Organização da Informação e do Conhecimento para a comunicação e a geração de conhecimento no âmbito museológico. A interpretação subjetiva do indivíduo no museu deve ser respeitada...

A organização da informação em sebos de Porto Alegre

Antunes, Graciele Andrea da Silva
Tipo: trabalho de conclusão de graduação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.15%
Os sebos, estabelecimentos que comercializam livros usados, utilizam formas de organização em seus acervos. A presente monografia tem como objetivo principal analisar as formas de organização da informação utilizadas pelos sebos em Porto Alegre. O referencial teórico deste estudo define o sebo como um comércio de livros usados e aborda as redes de comércio virtual de sebos. Com ênfase na Estante Virtual, portal iniciado no ano de 2005, que reúne 1.800 sebos e livreiros. Apresenta a história do comércio de livros no mundo, desde a Roma e Grécia Antiga até a Idade Moderna, época em que o comércio se desenvolve de maneira regionalizada. Seguido da história do livro no Brasil, com início no período colonial, com livrarias pobres até o período atual, de grandes megastores. Define informação como um dado dotado de relevância e propósito ao seu receptor e conhecimento como internalização de informações. Explica que as expressões ”Organização da Informação” e “Organização do Conhecimento” são utilizadas de forma indiscriminada e sugere que estudos terminológicos sejam realizados a fim de que se possa esclarecer se há ou não diferenças entre os conceitos. Apresenta a história das classificações bibliográficas...

E-Science e organização da informação : abordagens da Biblioteconomia e da Ciência da Informação para a curadoria de dados de pesquisa

Castro, Julio Cesar de
Tipo: trabalho de conclusão de graduação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
106.14%
Esse estudo tem por objetivo investigar na literatura quais abordagens da Organização da Informação nas áreas da Biblioteconomia e da Ciência da Informação podem contribuir para a curadoria e para o compartilhamento de dados de pesquisa. Para tal, seu referencial teórico está dividido em duas grandes áreas, e-Science e Organização da Informação. A primeira foca na apresentação dos conceitos de compartilhamento e de curadoria de dados de pesquisa, ao passo que a segunda explora as abordagens de indexação, de classificação, de recuperação da informação e de inserção de metadados, bem como os instrumentos de vocabulário controlado, como cabeçalhos de assuntos, taxonomias, tesauros e ontologias. Conclui-se que os movimentos de compartilhamento e de curadoria de dados são importantes tanto para a comunidade científica quanto para a sociedade como um todo, demandando trabalho interdisciplinar entre profissionais da informação, profissionais da TI e pesquisadores responsáveis pela produção de dados. Notou-se, também, que a gama de abordagens provinda da Biblioteconomia e da Ciência da Informação poderá contribuir para a curadoria e o compartilhamento de dados na condição de que seja mediada por profissionais qualificados da área.; This study has as an objective to investigate in the literature which Information Organization approaches in the areas of Librarianship and Information Science can contribute to the research data curation and sharing. In order to do so...

Elementos de linguística e semiologia na organização da informação

Almeida, Carlos Cândido de
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: info:eu-repo/semantics/book
Português
Relevância na Pesquisa
96.14%
Pós-graduação em Ciência da Informação - FFC; Carlos Cândido de Almeida busca neste trabalho trazer mais elementos teóricos à discussão sobre a natureza interdisciplinar da organização da informação, com ênfase especial à contribuição da linguística e da semiologia para esta realidade. Hoje, tem-se como assente que é por meio dos processos de organização - inclusive a organização documental - que se estabelece a ponte entre a produção, o uso e apropriação da informação, que geram por sua vez a produção de novas informações. Estudioso e crítico da obra do filósofo e linguista Charles S. Peirce (1839-1914), o autor lança um olhar abrangente sobre a construção histórica e as interlocuções teórico-metodológicas que caracterizam o universo dessa área de estudos. A pesquisa, segundo o autor, tem como principal finalidade complementar a bibliografia básica das disciplinas Linguística e Documentação, Linguística Documental e Semiologia Aplicada à Análise Documental, ministradas nos cursos de graduação em Biblioteconomia e pós-graduação em Ciência da Informação. Mas Almeida também fornece uma leitura crítica e contextualizada do tema.

Modelo genérico de relacionamentos na organização da informação jurídica e legislativa

Lima, João Alberto de Oliveira
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
106.15%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2008.; A informação, normalmente, não se apresenta de forma isolada, estando quase sempre inserida em um contexto, relacionando-se com outras entidades. A informação legislativa e jurídica, de forma especial, caracteriza-se por um alto grau de relacionamentos. As normas jurídicas, proposições legislativas, acórdãos e doutrina interligam-se de várias formas, criando uma rica rede de informações. Os esforços para a organização da informação geram modelos artificiais que tentam representar o mundo real, criando sistemas e esquemas de conceitos utilizados nos processos de classificação e indexação de recursos informacionais. Esta pesquisa teve como objetivo principal propor o Modelo Genérico de Relacionamentos (MGR) que, baseado em constructos simples, permite estabelecer, de maneira uniforme, relacionamentos entre conceitos e unidades de informação. A concepção do MGR apoiou-se sobretudo na Teoria do Conceito de Ingetraut Dahlberg e nos modelos CIDOC CRM (ISO 21.117:2006)...

Organização da informação e bibliometria; Information organization and bibliometry

Café, Ligia Maria Arruda; Medeiros, Marisa Bräscher Basílio
Tipo: artigo / article
Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
22 p.; Padrões de organização da informação são necessários em pesquisas bibliométricas para que documentos que possuam características similares possam ser recolhidos em fontes primárias e secundárias e para que se possa atingir confiabilidade na análise dos dados. Com o objetivo de identificar as dificuldades encontradas por pesquisadores quanto aos aspectos de organização da informação, efetuou-se um levantamento de 59 relatos de teses e dissertações e realizaram-se entrevistas com especialistas da área. Conclui-se que, de maneira geral, as dificuldades se concentram principalmente na padronização de títulos de periódicos e de nomes de autor (descrição física), assim como na diversidade de representações de assunto (descrição de conteúdo). A necessidade de controle da literatura por meio da manutenção de bases de dados atualizadas é apontada pelos especialistas entrevistados como uma das principais dificuldades encontradas na realização de pesquisas na área de bibliometria no Brasil. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; Standards of information organization are imperative in bibliometric research, so that documents with similar characteristics may be efficiently collected from primary and secondary sources. Standards are also needed in order to improve the reliability of the data analysed. In order to identify the difficulties encountered by researchers within the field of information organization...

Modelo genérico de relacionamento e a organização da informação; Generic model of relationships and learning

Lima, João Alberto de Oliveira; Cunha, Murilo Bastos da
Tipo: trabalho / paper
Português
Relevância na Pesquisa
106.13%
18 p. : il.; A informação, normalmente, não se apresenta de forma isolada, estando quase sempre inserida em um contexto, relacionando-se com outras entidades. A informação legislativa e jurídica, de forma especial, caracteriza-se por um alto grau de relacionamentos. As normas jurídicas, proposições legislativas, acórdãos e doutrina interligam-se de várias formas, criando uma rica rede de informações. Os esforços para a organização da informação geram modelos artificiais que tentam representar o mundo real, criando sistemas e esquemas de conceitos utilizados nos processos de classificação e indexação de recursos informacionais. Esta pesquisa teve como objetivo principal propor o Modelo Genérico de Relacionamentos (MGR) que, baseado em constructos simples, permite estabelecer, de maneira uniforme, relacionamentos entre conceitos e unidades de informação. A concepção do MGR apoiou-se, sobretudo na Teoria do Conceito de Ingetraut Dahlberg e nos modelos CIDOC CRM (ISO 21.117:2006), FRBROO e Topic Maps (ISO 13.250:1999). A identificação dos relacionamentos e das características das unidades de informação do domínio jurídico foi coletada no contexto do projeto Coletânea Brasileira de Normas e Julgados de Telecomunicações...

Organização da informação para dar suporte à arquitetura orientada a serviços : reuso da informação nas organizações

Victorino, Marcio de Carvalho
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
96.24%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2011.; Até o fim do século XX as organizações eram predominantemente estruturadas em departamentos e centradas em funções. Porém, com o aumento da competitividade gerado pela globalização, as estruturas organizacionais se tornaram progressivamente mais flexíveis e horizontais, substituindo as tradicionais estruturas funcionais. Nas proximidades da transição do século XX para o século XXI, as empresas começaram a se organizar em torno de seus processos de negócio e, para atingir o máximo de reuso dos mesmos, independente de automação, os processos foram decompostos em conjuntos de unidades bem definidas denominadas “Serviços”. Uma organização para ter o seu negócio modelado segundo esse paradigma precisa de uma arquitetura para dar suporte, denominada “Arquitetura Orientada a Serviços”. Neste ambiente, a demanda por informação é grande e seu tratamento é extremamente complexo. Esta pesquisa teve por objetivo geral desenvolver um processo de modelagem da informação para ser empregado, em conjunto com as metodologias de modelagem de processos e as metodologias de engenharia de software utilizadas para a modelagem e o desenvolvimento de sistemas de informação...

Processo de organização da informação para a aprendizagem sob a ótica da arquitetura da informação

Steinmetz, Edeuzane de Fátima Pereira da Silva
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
106.12%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2013.; Considerando que o processo de organização da informação é importante para que aconteça uma aprendizagem significativa, essa dissertação tem o propósito de investigar como o aluno de graduação registra, comunica, organiza e recupera suas produções científicas durante o período de graduação. Para isso, foi desenvolvida uma pesquisa sob a ótica da Arquitetura da Informação, com discentes, no último ano de gradução, de algumas instituições de ensino superior no Distrito Federal para compreender sobre o comportamento informacional desses alunos e sobre suas práticas investigativas. É uma pesquisa empírica, com abrodagem qualitativa, quantitativa e análise exploratória. Busca-se descobrir o nível de Competência Informacional dos graduandos, baseado no padrão da Association of College and Research Libraries – ACRL (2000), e investiga-se o que eles pensam sobre pesquisa, produção de conhecimento e Iniciação Científica. Portanto, o estudo caracteriza-se pela utilização de abordagem multimétodo que foi feito com alunos cujo perfil é o de ser parte de uma comunidade onde a prática de pesquisa e de Iniciação Científica ainda não está bem consolidada. Considerando que a informação tem o poder de direcionar o estudante e que a Arquitetura da Informação contribui para organizar e recuperar informação...

Fundamentos da organização da informação frente à produção de documentos

Ortega,Cristina Dotta
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
96.12%
Explora a noção de organização da informação documentária na perspectiva da produção de documentos. Compreende a produção de documentos como processo de elaboração de registros de informação que dão acesso às unidades de conhecimento, e não como produção desse conhecimento. Parte do pressuposto de que a noção de produção de documentos torna-se mais evidente na produção do documento eletrônico, quando ocorre uma aproximação entre as etapas de edição do texto do autor e as de representação, visando à sua recuperação em sistemas de informação. Traça e discute histórica e conceitualmente a produção de documentos, explorando o documento por meio dos seus componentes, de suas etapas de produção, e como produto dos processos documentários. Conclui pela noção de produção de documentos (no sentido documentário) como aquela realizada em um sistema de informação documentária, por meio da transformação do texto do autor em documento, o que implica a elaboração de formas de apresentação e formas de representação e acesso a esses documentos. Por fim, aponta a necessidade de ampliação e fundamentação da noção de organização da informação documentária, pela agregação da noção de produção de documentos.

Organização da informação em sistemas eletrônicos abertos de Informação Científica & Tecnológica: análise da Plataforma Lattes

Silva,Fábio Mascarenhas; Smit,Johanna Wilhelmina
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
116.1%
Discussão, avaliação e apresentação de parâmetros para a organização da informação científica e tecnológica brasileira, enfocando os problemas do acesso à informação em sistemas abertos, especificamente a Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Desenvolveu-se um estudo exploratório para identificar se a natureza aberta do sistema compromete a consistência dos dados na recuperação da informação, concluindo-se que há comprometimento. A partir da sistematização dos resultados, apresentam-se sugestões para aprimorar o sistema.

Estudos da Semiótica na Ciência da Informação: relatos de interdisciplinaridades

Barros,Camila Monteiro de; Café,Lígia Maria Arruda
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.09%
Semiótica e Ciência da Informação (CI) apresentam linhas interdisciplinares de estudo, uma vez que a primeira explora os processos de significação com específica propriedade e a segunda tem, nos processos de significação, um importante aspecto que impacta no dimensionamento e tratamento do seu objeto de estudo. O intuito deste artigo é investigar a interdisciplinaridade entre a Semiótica e a CI, por meio do mapeamento dos temas das duas ciências, que são postos em convergência. A pesquisa se caracteriza como bibliográfica, cujo levantamento foi realizado em periódicos brasileiros da área de CI, de qualis A2 a B2, no período entre 2000 e 2011. Foram recuperados 15 documentos e os resultados mostram que mais de 60% dos artigos abordam a teoria da tricotomia do signo de Peirce, sendo que quase todos os artigos abordam, de alguma forma, a noção da significação ad infinitum. No âmbito da Ciência da Informação, 60% dos artigos abordam a organização e representação do conhecimento e da informação. Conclui-se que o âmbito de estudo mais produtivo da Semiótica na CI seria aquele relacionado à organização e representação do conhecimento e, também, à organização da informação.

Contexto de desenvolvimento da Organização da Informação, com enfoque para a Catalogação, na Escola de Ciência da Informação da UFMG

Ortega,Cristina Dotta
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
116.15%
A Catalogação envolve o estudo dos modelos aplicáveis a registros de bases de dados, assim como a etapa da representação descritiva da produção desses registros. Enquanto tema que vem ganhando cada vez mais espaço de discussão entre professores e profissionais no Brasil, o objetivo deste trabalho é identificar os aspectos contextuais da Organização da Informação e, especificamente, da Catalogação, na Escola de Ciência da Informação (ECI) da UFMG, por meio da observação da trajetória desta Escola na eleição de temas e no modo de abordá-los, buscando fomentar a compreensão de seu momento atual e a memória institucional e nacional. Após a explicitação da abordagem do tema da Catalogação adotada neste trabalho, tratamos: da criação da graduação em Biblioteconomia em 1950, e da constituição da Escola, do percurso curricular deste curso e da análise dos trabalhos de conclusão de curso, realizados até o início da década de 1970; da constituição da pós-graduação, em 1976, seguida de análise das teses e dissertações defendidas entre 1978 (ano da primeira defesa) e 2011; e dos resultados de pesquisa dos professores, indicando alguns destaques. Finalizamos constatando a identificação de dois períodos da Escola: de meados da década de 1950 até o início da década de 1970...

O papel das instituições museológicas na sociedade da informação/conhecimento

Padilha,Renata Cardozo; Café,Ligia; Silva,Edna Lúcia da
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
105.92%
Reflexão sobre o papel das instituições museológicas, no que se refere à atual sociedade da informação/conhecimento. Destaca-se a importância desses espaços de memória e cultura na construção do conhecimento humano e como eles podem contribuir no desempenho e aprendizado do indivíduo, por meio das novas tecnologias. Apresenta o conceito de patrimônio digital e a ideia de exposição virtual para exemplificar como os museus estão se utilizando dos mecanismos tecnológicos e informacionais, para não caírem no esquecimento coletivo. Considera-se a evolução dos museus, tanto no que diz respeito à organização da informação como, também, na difusão dessa na atual sociedade da informação/conhecimento.