Página 1 dos resultados de 319 itens digitais encontrados em 0.023 segundos

As características pós-modernas na obra Rimsky de Gilberto Mendes; Postmodern characteristics in the work Rimsky by Brazilian composer Gilberto Mendes

PERES, Vera Lúcia Rocha Pedron
Fonte: Escola de Música da UFMG Publicador: Escola de Música da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
O pós-modernismo na música ainda busca critérios que permitam sua compreensão, entre eles traços como fragmentação, descontinuidade, citação, justaposição de estilos e pluralismo. O presente estudo visa demonstrar as características pós-modernas na obra Rimsky de Gilberto Mendes por meio da análise de suas referências existentes, tendo em vista os procedimentos que norteiam as composições e os pressupostos pós-modernos. Além da identificação dos elementos paradigmáticos, e para ir além de uma abordagem indutiva (limitante, porque sincrônica), busca-se a identificação da obra em relação ao modernismo (de crítica e de extensão), enfatizando suas diferenças constatadas na sintaxe, na epistemologia e na ideologia. São abordados os limites conceituais que se aproximam e se distanciam do modernismo buscando contribuir na reflexão da arte na atualidade.; Postmodernism in music still needs criteria to facilitate its understanding, such as traits like fragmentation, discontinuity, quotation, juxtaposition of styles and pluralism. This study aims at demonstrating the postmodern characteristics in the work Rimsky by Brazilian composer Gilberto Mendes by means of analysing its existing references and having in mind the procedures that organize postmodern assumptions and musical compositions. Besides the identification of paradigmatic elements...

As características pós-modernas na obra de Rimsky de Gilberto Mendes; As características pós-modernas na obra de Rimsky de Gilberto Mendes

Peres, Véra Lucia Rocha Pedron
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.55%
O presente estudo visa demonstrar as características pós-modernas na música exemplificadas através da obra Rimsky de Gilberto Mendes. Partimos da análise das referencialidades aí encontradas para informar e elucidar esta modalidade de composição contemporânea. Vincula, ao exame das questões estéticas implícitas na obra, a abordagem do livro do mesmo autor Uma Odisséia Musical dos mares do Sul à elegância pop/art déco procurando desvelar a compreensão do discurso ideológico subjacente. O tema sobre o pós-modernismo, não encerrando um consenso, persegue até hoje a necessidade de busca de um método que contribua para precisar um critério que permita sua devida explicação. Nossa tentativa de análise objetivou esclarecer os procedimentos que norteiam as composições e os pressupostos pós-modernos, a saber: fragmentação, citação, justaposição, descontinuidade. O pós-modernismo instaura um novo paradigma em nossa atualidade que requer (para que possa ser entendido em seu devido alcance) um exame preciso do modo de produção das obras e das conceituações daí decorrentes, sujeitos a polêmicas. Esta constatação demandou, no decurso desta pesquisa que se investigasse sobre questões filosóficas, epistemológicas e ideológicas como parte não só intrínseca...

Fundamentos da arquitetura pós-moderna: anotações sobre o pós-modernismo em Minas Gerais; Foundations of the postmodern architecture: notes on the postmodernism in Minas Gerais

Cremasco, Matteo Santi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
Este trabalho compreende duas partes distintas. Na primeira, dispõe-se, contrariamente aos teóricos pós-modernos e contemporâneos, uma definição geral de pós-modernismo: é pós-moderna a obra de arte ou de arquitetura que reproduz imagens com significados conhecidos e lhes dá um outro, imprevisto. Com tal enunciado, obtido dos dois livros de Robert Venturi, mostra-se que é possível conceituar o pós-modernismo, não obstante as suas múltiplas expressões. Como não existem normas para a escolha do tipo de imagem a ser duplicada pelos artistas ou pelos arquitetos, nem para o significado que elas devem apresentar, as peças pós-modernas podem assumir quaisquer configurações. Logo, a fim de indicar o que é (ou não) pós-moderno, é preciso considerar os atributos subjacentes à forma e aos materiais de cada obra. Na medida em que identificar o pós-modernismo a partir da observação direta é impraticável, os conceitos de arte e de arquitetura (que, de fato, condizem com todos os estilos artísticos e arquitetônicos existentes, inclusive com o pós-moderno) também contam quesitos que não são prontamente acessíveis ao olhar. O advento do pós-modernismo invalidou as teorias que justificavam o estatuto de arte e de arquitetura das obras com base na sua aparência; com efeito...

João Melo, pós-modernidade, pós-modernismos: condições contemporâneas globais na produção de O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida; João Melo, postmodernity, postmodernism: global contemporary conditions in the production of O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida

Lima, Emiliano Augusto Moreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.4%
Este trabalho procura estudar as noções de pós-modernidade e pós-modernismo no livro de contos O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida (2006), do escritor angolano João Melo, sob o viés do materialismo histórico. Parte das relações entre fetiche da mercadoria e literatura para estabelecer uma ferramenta de análise que permita ver que o estético não é um campo isolado do conhecimento. Entende que para definir se há ou não uma época pós-moderna é necessário estudar as condições materiais de produção contemporâneas, fá-lo seguindo o que Harvey chamou de acumulação flexível, e vê o pós-modernismo como tratamento estético dessa matéria histórica. Analisa a organização do livro relacionando-a à atual lógica da mercadoria, e compara-a com a organização por tema do livro Filhos da Pátria (2001). Estuda o arranjo das vozes dos contos Tio, mi dá só cem e O feto e a estrutura de Ngola Kiluanje; a lógica do fetiche em O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida, o arranjo das vozes em O Canivete agora é branco e o campo de refugiados como espaço paralelo de construção de Angola em "Angola é toda terra onde planto minha lavra".; This work aims to study the notions of Postmodernity and postmodernism in Angolan writer João Melo's short-story book O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida (2006) from a historical materialist perspective. The work begins analyzing the relations between commodity fetishism and literature to establish an analysis framework that allows understanding aesthetics as not segregated from other knowledge fields. The work assumes that...

A força do estético: reflexões sobre a refuncionalização da arte em "Pós-modernismo ou a lógica cultural do capitalismo tardio", de Fredric Jameson; The power of the aesthetic: reflections on art refunctionalization in "Postmodernism or the Cultural Logic of Late Capitalism", by Fredric Jameson

Tessitore, Gabriela Corbisier
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.46%
Este estudo pretende investigar, a partir do confronto da tese elaborada por Fredric Jamseon em Pós-modernismo ou a lógica cultural do capitalismo tardio com uma análise voltada para a materialidade histórica, o alcance da fusão da base e da superestrutura no capitalismo tardio. Nesse sentido, busca esclarecer em que medida o ensaio de Jameson ajuda a compreender a dominância do pós-modernismo, e o quanto é insuficiente, por outro lado, para explicar a situação da produção material nas regiões em que o neoliberalismo e a globalização não estão desenvolvidos, e que, portanto, não respondem integralmente à lógica cultural que anima o capitalismo financeiro. Noutras palavras, reinvindica-se o teste da realidade da ideologia do pós-modernismo para além das fronteiras do mundo anglo-saxão. Sendo assim, é debatida a possibilidade da tese de Jameson sobre a fusão da base e da superestrutura no estágio do capitalismo tardio estar circunscrita aos países onde ambos, a acumulação flexível e a globalização financeira, de fato, vingaram. Sem prejuízo do conteúdo da crítica, esta pesquisa visa igualmente traçar considerações acerca da prosa jamesoniana, a fim de apontar para alguns de seus efeitos e sua relação com o caráter de denúncia apresentado no ensaio e estabelecer suas correspondências com o método da Escola de Frankfurt...

Dilemas do pós-modernismo na cultura de massa

Lima, Lilian Victorino Félix de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 235 f. : il. color.
Português
Relevância na Pesquisa
56.25%
Pós-graduação em Ciências Sociais - FFC; Investigamos três obras cinematográficas da ficção científica produzidas nos Estados Unidos da América: Homem Bicentenário (EUA, 1999), Inteligência Artificial (EUA, 2001) e Eu, Robô (EUA, 2004), todas obras da indústria cultural cujas narrativas num contexto denominado pós-modernista tematizam a relação entre humano e pós-humano. O cinema é o núcleo central do nosso objeto; observaremos os aspectos ideológicos impressos nas diegeses e nos elementos que as compõem (imagens, planos, seqüências, diálogos, montagem), isto é, a sua construção estética e a moral dela resultante. Também observaremos os usos das novas tecnologias e como seu discurso é trabalhado nestas narrativas, com o intuito de apreender as diferenças entre os discursos científicos e aqueles transmitidos ao público espectador da cultura de massa. Tomamos esses filmes devido a sua notoriedade comercial e apelo popular o que lhes conferem maior amplitude na questão dos mecanismos de manipulação, diversão e degradação, reconhecidamente atuantes na cultura de massa e na mídia. Metodologicamente, discutimos os fundamentos sociais do discurso científico nos filmes, captar suas alegorias, a relação do homem com a tecnologia e as saídas para os conflitos no plano diegético e com isso...

Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago, e a experiência pós-moderna da verdade

Passos, Rodolfo Pereira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 139 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
56.27%
Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; O presente trabalho tem como objetivo pesquisar as relações intertextuais existentes entre o romance Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago, e as reflexões propostas pelo pensamento de Martin Heidegger (1889-1976). Tendo como ponto central a obra Ser e Tempo (1927), e a partir de questões como o ser e a verdade, tentaremos estabelecer parâmetros possíveis de leitura da representação da “cegueira”, apresentada e criada por Saramago, capaz de afetar o homem contemporâneo. Delimitando como palco de atuação o mundo denominado pela crítica como “pós-moderno”, é nosso intuito apresentar e questionar algumas teorizações sobre o pós-modernismo e refletir sobre sua correspondência com a sociedade atual e suas consequentes correlações com a ficção de Saramago. Servirão, também, como acicate ao pensamento interpretativo, conceitos filosóficos heideggerianos, tais como pre-sença, ser-no-mundo, impessoal, angústia, e ser-para-a-morte. A verdade será (des)construída, principalmente no sentido de evidenciar que o sujeito racional perdeu sua força dentro da trama complexa do mundo pós-moderno. Pensaremos, também, neste sujeito cego e sua caminhada por uma cidade labiríntica. A realidade tornou-se plural e o homem não pode enxergar mais sua segurança epistemológica. Procuraremos perceber como o romancista português utilizase destes dados...

Música de câmara e pós-modernismo: os grups Syntagma (CE) e Anima (SP)

Gifoni, Luciana Rodrigues
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 223 f. : il. + acompanha 2 cd áudio e 1 dvd
Português
Relevância na Pesquisa
56.27%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Música - IA; A partir do interesse pelas dinâmicas artístico-culturais brasileiras e seus olhares para as tradições populares, diante do fenômeno da Pós-modernidade , observamos a atuação de dois grupos de música de câmara, objetos deste estudo: são eles o Syntagma, de Fortaleza-CE, e o Anima, de Campinas-SP. Iniciadas com propostas similares, voltadas para o repertório de Música Antiga européia - medieval renascentista e barroca - e utilização de réplicas de instrumentos históricos, como o cravo, as flautas doce, dentre outros, aos poucos, suas experiências de prática em conjunto se direcionam para a música brasileira de tradição oral popular, propondo leituras particulares a este universo, cada um a sua maneira. Como recorte metodológico, busca-se aprender, especialmente, as representações simbólicas feitas pelos grupos em relação ao universo sonoro que se convencionou associar ao Nordeste brasileiro. Que leitura esses grupos fazem do universo sonoro nordestino? Para compreender estas construções de significados, pretende-se analisar não apenas os elementos musicais intrínsecos, mas para interpretá-los frente a outras construções simbólicas (cf. Kramer...

Abordagens do pós-moderno em música: a incredulidade nas metanarrativas e o saber musical contemporâneo

Nascimento, João Paulo Costa do
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 139 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.3%
Pós-graduação em Música - IA; Em 1979, Jean-Fraçois Lyotard publica A Condição Pós-Moderna: Relatório Sobre o Saber sob a encomenda do Conselho da Universidades do estado de Québec. Tal publicação influenciou grande parte do debate sobre pós-modernismo em diversas áreas da pesquisa acadêmica em Humanidades. Tendo em vista tal influência, o presente trabalho tem por objetivo a observação desta influência de A Condição Pós-Moderna sobre as abordagens do pósmoderno em música realizadas posteriormente a década de 1980. Para tal tarefa, será utilizada a noção lyotardiana de pós-moderno como incredulidade nas metanarrativas de legitimação do saber. Esta influência será observada perante importantes textos relativos ao pós-moderno musical e na maneira como algumas obras da música clássica de concerto realizada na década de 1990 e 2000 se relacionam com tal incredulidade.; In 1979, Jean-Fraçois Lyotard published The Postmodern Condition: Report on Knowing made to order by the Council of Universities of the Provincial Government of Québec. Such publication influenced significant part of the debate on postmodernism in different areas of the humanity academical research. In view of such influence, the present work has for objective the comment of this influence of The Postmodern Condition on the approaches of the postmodern in music carried through after the decade of 1980. For such task...

Aspectos do pós-modernismo e do realismo mágico em Moacyr Scliar

Vilasbôas, Rozângela Alves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 280 f.
Português
Relevância na Pesquisa
66.33%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Este trabalho trata da contemporânea obra de Moacyr Scliar (1937), a qual exibe um verdadeiro cosmos ficcional de temas, abordados à maneira peculiar do escritor, imprimindo o absurdo e o cômico em sua narrativa. Procura-se, ainda, abordar a receptividade da obra junto à reivindicante crítica e ao público. Mostra um painel disjuntivo e esquizofrênico, onde uma diversidade neobarroca de ingredientes e estratégias literárias, típicos também do pós-modernismo, projeta-se aos olhos do espectador/consumidor a fim de problematizar e fazer descrer da performativa hiper-realidade que motiva semiótica e ideologicamente o contexto atual. Apresenta o realismo mágico como uma saída para desconstruir e pôr em xeque a contemporaneidade internacional e latino-americana na qual, por imperar o vazio, a realidade vigente reclama suas faces racional e mágica, de forma contraditoriamente não manifesta, por meio de outras dimensões lingüísticas.; This research focuses on the contemporary work of Moacyr Scliar (1937), which exhibits a true fictitious cosmos of subjects, approached in the writer..s peculiar way, printing the absurd and the comic in his narrative. It intends also to focuse his work reception because of the claiming critics and the public. It presents a disjoint and esquizofrenic panel...

Quem tem medo da teoria? : a historia intelectual e a ameaça do pos-modernismo nas paginas da American Historical Review

Jose Antonio Vasconcelos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2001 Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
Em minha tese, proponho-me a delinear um quadro da conjuntura intelectual norte-americana do final da década de 1980 a nossos dias, buscando assim explicar o confronto entre o pósmodernismo e seus adversários no campo da historiografia. Mais do que uma corrente teórica bem articulada, o pós-modernismo constitui na verdade um conjunto difuso de posicionamentos, cuja característica comum consiste na recusa dos grandes modelos explicativos. No caso específico da historiografia, os autores pós-modernistas revelam uma acentuada tendência a questionar a objetividade na escrita da História. Minha pesquisa tem como ponto de partida uma polêmica desenvolvida nas páginas da American Historical Review, envolvendo autores como David Harlan, David Hollinger, Joyce Appleby, Allan Megill, Russell Jacoby e Dominick LaCapra. O principal ponto de discórdia nesta discussão diz respeito à possibilidade - ou impossibilidade - de recuperar ás intenções primárias dos autores de textos antigos a partir de um estudo do contexto em que tais autores viveram. Se optarmos pela negativa, dizem-nos os teóricos do pós-modernismo, isto significaria um maior grau de autonomia para o historiador com relação à utilização de suas fontes. Ao descartar a necessidade do contexto como referência obrigatória na reconstrução do passado...

Educação infantil e pós-modernismo

Stemmer, Márcia Regina Goulart da Silva
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.; O presente estudo se circunscreve no campo científico da educação e tem como objetivo analisar a relação entre o pensamento pós-moderno e a educação infantil. O pensamento pós-moderno - aqui tratado como uma agenda - adentrou a pesquisa educacional brasileira na década de 1990, passando a influenciar fortemente a produção de conhecimento nas diferentes áreas. A educação infantil não poderia estar alheia a essa influência e, dessa forma, buscou-se, nessa tese, investigar se e como o pós-modernismo se insere neste campo identificando suas possíveis conseqüências para a concepção de criança, infância e educação infantil. Na educação infantil, a partir da década de 1990 se instaurou como ponto fundamental à "construção de uma pedagogia para a infância". Esta "construção de uma pedagogia para a infância" tem como um importante aporte teórico às produções sobre infância, criança e educação infantil oriundas do norte da Itália, notadamente das experiências desenvolvidas no município de Reggio Emilia, na região da Emilia Romagna. Esta experiência, que é também chamada de "abordagem Reggio Emilia"...

Pós-modernismo no capitalismo contemporâneo: uma revisão de literatura

Lange, Elisa Sena
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: tccgrad Formato: 55 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.23%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; A pós-modernidade diz respeito à condição cultural atual, resultado de um período de transitoriedade nos valores culturais a partir da década de 1950. Este movimento tem em si um conceito que se quer contrário à modernidade dos séculos passados que se entende até a Segunda Guerra Mundial. À medida que ascende uma época pós-modernista, os hábitos cotidianos são mudados, os sentimentos e sensações sofrem variações essenciais, muda-se a percepção de mundo e sua estrutura cultural. Data do mesmo período a reinvenção capitalista que resulta em sua forma contemporânea: o regime de acumulação flexível. Transformações nas relações econômicas de troca, na estrutura do sistema produtivo, na política e no comportamento cultural ocorrem em paralelo e tendem a expressar uma lógica comum através da qual acontecem. Neste trabalho é feita uma revisão de literatura acerca do assunto proposto e uma análise das modificações ocorridas na segunda metade do século XX que impactaram definitivamente na estrutura social atual.

Histórias de duplos em labirintos pós-modernos : The New York Trilogy, de Paul Auster

Magalhães, Susana Pinto Leite Vasconcelos Teixeira de
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.4%
Neste trabalho analisa-se a trilogia austeriana enquanto texto pós-modernista e enquanto reflexão parodiante sobre o pós-modernismo, partindo de um motivo central a estes dois ramos da análise: o duplo. A questão do duplo é investigada no âmbito da identidade e linguagem pós-modernos, no âmbito das relações intra e intertextuais da trilogia, ou seja, focalizando os duplos do próprio texto, e no âmbito das relações do romance de Auster com o pós-modernismo. No presente trabalho procura-se demonstrar que The New York Trilogy não é apenas um texto pós-modernista; é também um texto que parodia a ficção pós-moderna, reflectindo sobre dois temas centrais a esta ficção: o amor e a morte.

Narratives of women: gender and magical realism in postcolonial texts; Narrativas femininas: género e realismo mágico em textos pós-coloniais

Rocha, Ana Cristina Gomes da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.3%
Este estudo centra-se na análise de diversos textos pós-coloniais que destacam a relevância de re-imaginar a História através de diferentes perspectivas, nomeadamente a re-invenção do passado com base numa abordagem feminista. A dissolução dos limites entre história e ficção é actualmente aceite como um indicador relevante da "metaficção historiográfica", conforme teorizada por Linda Hutcheon. As obras analisadas neste estudo são, portanto, variantes deste género contemporâneo e das suas interseções com Realismo Mágico. Estas narrativas também têm ainda em comum a preocupação com o papel das mulheres em contextos socio-culturais pós-coloniais, bem como as suas representações nesses mesmos contextos. O presente estudo investiga ainda a forma como determinadas representações são preponderantes na construção de identidades num mundo pós-colonial. As narrativas de mulheres engendram novas histórias que desconstroem, realçam e antecipam várias conclusões oficiais das narrações dominantes da história. Assim sendo, a ficção contemporânea incorpora o Realismo Mágico pelas suas possibilidades subversivas que resistem a um mundo singular com um único conjunto de regras ou leis. Deste modo, rejeita sistemas totalizantes e cria uma "espacialidade dual"...

A Medicina Pós-Moderna

Barros Veloso, AJ
Fonte: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna Publicador: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1996 Português
Relevância na Pesquisa
56.33%
O autor depois de se referir ao modernismo e ao pós-modernismo como os grandes universos culturais que preencheram o século XX, tenta demonstrar que é legítimo falar também de uma Medicina moderna a que se seguiu uma Medicina pós-moderna. A primeira nasceu com a descoberta da penicilina e das sulfamidas e caracteriza-se por um certo optimismo, pelo crescimento de uma poderosa indústria farmacêutica, pelo apogeu da Cirurgia e pela criação do Estado-Providência. A segunda é marcada por um certo desencanto, pela invasão das novas tecnologias, pela redução do espaço ocupado pela Cirurgia tradicional e pelo colapso do Estado-Providência.

A Medicina Pós-Moderna

Barros Veloso, AJ
Fonte: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna Publicador: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1996 Português
Relevância na Pesquisa
56.33%
O autor depois de se referir ao modernismo e ao pós-modernismo como os grandes universos culturais que preencheram o século XX, tenta demonstrar que é legítimo falar também de uma Medicina moderna a que se seguiu uma Medicina pós-moderna. A primeira nasceu com a descoberta da penicilina e das sulfamidas e caracteriza-se por um certo optimismo, pelo crescimento de uma poderosa indústria farmacêutica, pelo apogeu da Cirurgia e pela criação do Estado-Providência. A segunda é marcada por um certo desencanto, pela invasão das novas tecnologias, pela redução do espaço ocupado pela Cirurgia tradicional e pelo colapso do Estado-Providência.

Moderno e pós-moderno: definições e interpretações sociológicas (Colaboração Especial)

Featherstone, Mike
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/1990 Português
Relevância na Pesquisa
56.6%
Qualquer referência ao termo pós-modernismo expõe-nos, de imediato, ao risco de sermos acusados de aderir a um movimento popular, de perpetuar uma moda intelectual frívola e sem significado ou de, no limite, não ser efectivamente entendida a nossa argumentação. Um dos problemas reside em que o termos está, simultaneamente, na moda, e o seu conteúdo é difícil de definir. O principal objectivo do presente texto é pois reflectir sobre as possíveis definições e contextos de utilização de expressões como moderno e pós-moderno, modernidade e pós-modernidade, modernismo e pós-modernismo, modernização e pós-modernização. São passadas em revista algumas das principais obras teóricas, no âmbito da sociologia, em que tais designações são empregues, procurando reflectir-se os significados adoptados, suas potencialidades e limites.; Any reference to the term postmodernism immediately exposes us to the risk of being accused of adhering to a popular movement, of perpetuating a frivolous and meaningless intellectual format and, at worst, of seeing our arguments fail to be really understood. One of the problems lies in the fact that the term is simultaneously fashionable and possesses a content that is hard to define. The main objective of this article is thus to reflect on the possible definitions of expressions such as modern and post-modern...

A imagem na cultura do pós-modernismo

Aguiar,João Valente
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
Neste ensaio tem-se como objetivo fornecer pistas acerca da inserção da imagem na configuração cultural do pós-modernismo. Ao mesmo tempo, dá-se espaço a uma breve digressão em torno da relação entre pós-modernismo e acumulação flexível, substrato matricial de onde emana o objeto de estudo em questão. Daqui em diante conceitualizam-se teses acerca da transmutação imagética, do primado da imagem e do efeito de desmaterialização instilado por aquela na percepção das relações sociais. Constitui-se, assim, uma cadeia conceitual com o propósito de interligar fenômenos e processos sociais apenas aparentemente dispersos entre si, como a organização da base produtiva do capitalismo contemporâneo, a realidade cultural deste último e o posicionamento da imagem dentro de todo esse enquadramento mais vasto.

As características pós-modernas na obra Rimsky de Gilberto Mendes

Peres,Vera Lúcia Rocha Pedron
Fonte: Escola de Música da UFMG Publicador: Escola de Música da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
O pós-modernismo na música ainda busca critérios que permitam sua compreensão, entre eles traços como fragmentação, descontinuidade, citação, justaposição de estilos e pluralismo. O presente estudo visa demonstrar as características pós-modernas na obra Rimsky de Gilberto Mendes por meio da análise de suas referências existentes, tendo em vista os procedimentos que norteiam as composições e os pressupostos pós-modernos. Além da identificação dos elementos paradigmáticos, e para ir além de uma abordagem indutiva (limitante, porque sincrônica), busca-se a identificação da obra em relação ao modernismo (de crítica e de extensão), enfatizando suas diferenças constatadas na sintaxe, na epistemologia e na ideologia. São abordados os limites conceituais que se aproximam e se distanciam do modernismo buscando contribuir na reflexão da arte na atualidade.