Página 1 dos resultados de 119 itens digitais encontrados em 0.064 segundos

Parceria público privada para investimento em arenas multiuso: estudo de caso da Arena Pernambuco; Private finance initiative for investments in multi-purpose arenas: Arena Pernambuco case study

Costa, Paulo Henrique Vedana da; Kawahira, Leandro Kenji; Alencar, Claudio Tavares de; Silva, Sergio Alfredo Rosa da
Fonte: LARES; São Paulo Publicador: LARES; São Paulo
Tipo: bookpart
Português
Relevância na Pesquisa
66.31%
O Brasil vem experimentando um momento singular no mercado de arenas esportivas. Escolhido como sede da Copa do Mundo de 2014 e com a maioria de seus estádios fora dos padrões internacionais, o país se viu na urgência de renovar sua infraestrutura esportiva. Dado o volume de recursos necessários, a participação da iniciativa privada tem se mostrado essencial para a realização destes investimentos e pode provocar uma quebra de paradigma no cenário nacional, onde a arena passa a ser vista não mais como apenas uma provedora de entretenimento, construída para atender a anseio popular, mas como um ativo capaz de gerar retorno financeiro a seus acionistas, explorando seus diferentes potenciais de uso. Neste contexto, este trabalho buscou analisar a qualidade do investimento de uma das sedes da Copa de 2014, a Arena Pernambuco, através da construção de premissas próprias embasadas nos resultados operacionais do estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi), estudos do histórico de jogos dos principais times do Recife e de potenciais provedores de shows e concertos em sua região metropolitana. O resultado foi comparado com o apresentado no edital de licitação. Adicionalmente, também foi analisada a influência da contratação sob o regime de Parceria Público Privada (PPP)...

Parcerias público-privadas: um estudo de casos no Brasil; Public-private partnerships: a cases study in Brazil

Shinohara, Daniel Yoshio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.49%
A infra-estrutura existente no Brasil, assim como em diversos outros países de economia emergente, é geralmente caracterizada pela ineficiência e pela qualidade inferior dos serviços em comparação a serviços semelhantes prestados por entidades do setor privado. Além disso, o setor público notadamente possui restrições orçamentárias, cujos efeitos incluem a desistência de projetos e postergação de investimentos de grande importância para a sociedade. Esse contexto acaba por limitar o desenvolvimento sócio-econômico do País, visto que reduz ou mesmo inibe a criação de vantagens competitivas nos mais diversos setores da economia. Dessa forma, nota-se a necessidade de adoção de novas formas de contratação e prestação de serviços que permitam inovações e soluções alternativas a tal problema. Dentro desse contexto, surge a Parceria Público-Privada como um instrumento que reconhece as habilidades e capacitações, tanto do setor privado quanto do setor público, com o intuito de se obter parcerias que gerem as maiores sinergias possíveis entre as partes. Internacionalmente, esse tipo de parceria tem sido utilizado há algum tempo, havendo diversas experiências bem-sucedidas em países europeus como Inglaterra...

Formação continuada de professores e a municipalização do ensino: o processo de parceria entre municípios e sistemas privados de ensino no Polo 20 da UNCME-SP; Continuing education for teachers and the municipalization of education: the process of partnership between municipalities and private systems of education in the Polo 20 of UNCME-SP

Prado, Gustavo José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.21%
O objetivo desta pesquisa é conhecer e analisar as ações de formação continuada de professores em municípios que compraram materiais apostilados de sistemas de ensino privados, a partir das percepções desenvolvidas pelos gestores das secretarias municipais de educação e pelos professores. A pesquisa se dividiu em dois momentos: 1) levantamento de dados educacionais dos municípios investigados, nos bancos de dados de vários órgãos governamentais que utilizam metodologias quantitativas de coleta e análise de dados; 2) o emprego de abordagem metodológica de natureza qualitativa, com entrevistas semiestruturadas para a coleta de informações sobre as percepções de gestores e professores das ações de formação continuada realizadas pelas empresas privadas de materiais educacionais via apostilas. As ideias dos agentes de educação foram interpretadas a partir de um referencial teórico pautado em estudos que tentam compreender os fenômenos que se inter-relacionam com o objeto desta pesquisa, tais como: o neoliberalismo, a autonomia, descentralização e municipalização do ensino, pressupostos teóricos relativos à formação continuada de professores. A partir da Constituição Federal de 1988 e da ideia de compartilhamento de poder e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN nº 9.394/09)...

O termo de parceria como instrumento de relação público/privado sem fins lucrativos : o difícil equilíbrio entre flexibilidade e controle

Trezza, Valéria Maria
Tipo: dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
56.37%
O presente trabalho consiste em um estudo qualitativo exploratório, com o objetivo geral de analisar se o Termo de Parceria, instrumento pelo qual as organizações sem fins lucrativos qualificadas como OSCIPs (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) podem se relacionar com o Poder Público, está cumprindo o objetivo de ser um mecanismo que proporciona ao Poder Público maior flexibilidade, com a garantia de controle, na transferência da provisão de serviços e implementação de políticas públicas para o setor sem fins lucrativos. A qualificação de OSCIP e o Termo de Parceria foram criados em 1999 pela Lei nº 9.790, dentro do cenário em que se discutiu a Reforma do Estado e o papel das organizações do Terceiro Setor como parceiras do Estado na provisão de serviços. A Reforma teve entre outros princípios, o de aumentar a eficiência dos serviços públicos, flexibilizar procedimentos e instituir novas formas de controle focadas na obtenção de resultados. Passados quase oito anos da criação do novo instrumento de parceria, fomos investigar quantos foram firmados, com quais órgãos, para quais objetivos, entre outras informações. Além disso, procuramos saber como o Termo de Parceria tem sido utilizado pelos órgãos públicos...

A gestão da educação no contexto da sociedade capitalista : a parceria público privado

Comerlatto, Luciani Paz
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.34%
A pesquisa A gestão da educação no contexto da sociedade capitalista: a parceria público privado apresenta como tema central a gestão democrática da educação no contexto da sociedade capitalista e, como objetivo geral, a análise das decorrências da lógica do sistema capitalista, através do “Terceiro Setor”, para a gestação dessa gestão democrática. Para isso, contextualiza-se a crise do sistema do capital, a fim de abarcar a conjuntura de desenvolvimento da proposta de gestão democrática da educação, a partir do final dos anos 1990. Trabalha-se também a temática sob o aspecto conceitual, legal e político, para entender a inserção do “Terceiro Setor” na gestão da educação brasileira. Apresenta-se o Instituto Ayrton Senna como um exemplo das novas relações entre Estado e “Terceiro Setor”, a fim de compreender as estratégias de inserção da lógica do capital, na gestão pública da educação. Por fim, observa-se a parceria do Instituto Ayrton Senna (IAS) com a Rede Municipal de Educação e Cultura de Joinville (RMECJ), a fim de entender suas estratégias gerenciais de gestão educacional e as consequências para a gestação da gestão democrática da educação. Com base nesse desenvolvimento...

As parcerias entre o público e o privado na oferta da educação infantil em municípios médios paulistas

Casagrande, Ana Lara
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis Formato: 201 f. : gráfs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
56.44%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação - IBRC; Esta pesquisa busca estudar as parcerias firmadas entre os municípios médios paulistas e instituições privadas para a oferta de educação infantil. Este estudo é parte integrante da pesquisa interinstitucional intitulada A oferta educacional na educação infantil: arranjos entre o público e o privado (BORGHI coord., 2010), financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e desenvolvida no âmbito do Grupo de Estudos e Pesquisas em Política Educacional (Greppe). Mais especificamente, a pesquisa faz uma análise descritiva, no conjunto dos municípios selecionados, considerando: o ano de início da primeira parceria; o tipo da instituição privada parceira; a justificativa para adoção e manutenção da parceria; o termo que regula as parcerias; o formato do subsídio do poder público às instituições parceiras; o ano de integração das instituições ao sistema de ensino; a faixa etária atendida pelas instituições privadas parceiras e a forma de contabilização das matrículas conveniadas no censo escolar. Para subsidiar as análises propostas, foi realizado um levantamento teórico sobre a reforma do Estado empreendida no Brasil na década de 1990 e o contexto político e econômico no qual se insere...

A agenda de gestão das capitais na década de 1990: os casos de Recife e Salvador

Fernandes, Antônio Sérgio Araújo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.23%
O artigo busca discutir algumas das principais políticas de urbanização desenvolvidas ao longo da década de 1990 por governos locais de capitais brasileiras com participação social e parceria público-privado, que definiram a agenda de gestão urbana no Brasil. Com base nos casos de Recife e Salvador, pretende-se entender os fatores políticos que tornaram diferentes os processos de implementação de políticas semelhantes de urbanização nas duas capitais.; The paper discuss some the main policies of urbanization made in the ninety decade for Brazilian capitals local governments with social part icipat ion and public private paternship that agenda set of urban governance in Brazil. With focus in cases of Recife and Salvador, search it understanding the political aspects of differentiation of the same policies of urbanization in each one city.

Relações público-privado na educação de Mato Grosso; Public-private relationships in education in Mato Grosso

Maria Clara Ede Amaral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
Este estudo tem como objetivo analisar a implementação de duas parcerias público-privado entre a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso e as seguintes entidades: Fundação CESGRANRIO, no ano de 2006, e o Instituto Ayrton Senna, entre 2007 e 2008. Dentre os referenciais teóricos selecionados para análise, destacam-se autores que tratam da reconfiguração do papel do Estado a partir da década de 1990, da diminuição de sua atuação no campo educacional, de organizações do Terceiro Setor em substituição ao papel do Estado e de parcerias público-privado na área educacional. Além disso, utilizamos os conceitos de neoliberalismo e de Terceira Via, qualidade social e suas relações com a Avaliação em Larga Escala e o IDEB. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, cujos instrumentos de coleta de dados constaram de entrevistas individuais, grupos focais e análise dos dados do SAEB/Prova Brasil e IDEB, utilizando-se para análise e organização dos dados, a partir da triangulação de métodos de coleta, a análise de conteúdo. Este estudo teve como campo de investigação os municípios de Cáceres/MT e Cuiabá/MT e compõe-se de três diferentes instâncias da rede: a) a Secretaria de Estado de Educação - SEDUC; b) os CEFAPROs dos polos de Cáceres e Cuiabá; c) as escolas da rede nos dois municípios sede que estiveram envolvidas nas parcerias. Os resultados apontam as contradições que envolvem a relação público-privado na implementação de políticas públicas...

Investimento e financiamento da infra – estrutura rodoviária no Brasil: uma análise das parcerias público – privadas

Silva, Camila Santos
Tipo: tccgrad Formato: 88 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.45%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; A década de 90 caracterizou-se por uma intensa expansão da atuação do setor privado em alguns setores da economia, que por atuarem no fornecimento de serviços públicos, são considerados essenciais à sociedade. Destacam-se como setores chaves desse processo aqueles que constituem a infra – estrutura básica do país, ou seja, energia elétrica, transporte, saneamento e telecomunicações. A inserção do capital privado nessas atividades está fundamentada nas mudanças ocorridas na década passada, iniciadas com Collor e aprofundadas por FHC, como fruto da crise financeira instalada na década de 80 e das propostas da agenda do consenso de Whashington. Esse contexto foi o que deu origem ao surgimento de novas modalidades de financiamento ao Estado, visto os escassos recursos que se destinavam aos investimentos. O presente estudo de monografia está focado em analisar as parcerias entre setor público e privado, mas conhecidas atualmente como PPP (parceria público – privada), principalmente no que tange ao setor de transporte rodoviário no país. O direcionamento do estudo para as rodovias brasileiras se dá, principalmente...

As parcerias público-privadas no Brasil: o caso do Sistema Penitenciário no Estado de Santa Catarina

Miranda, Daniel Francisco
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: tccgrad Formato: 94 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.44%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; O escopo do presente trabalho é identificar os principais aspectos norteadores do sistema de parceria público-privada - PPP, estabelecido no Brasil através da Lei n°. 11.079/2004, e a possibilidade da aplicação deste tipo de contrato na gestão no sistema penitenciário do Estado de Santa Catarina. Para tanto, faz-se uma revisão de literatura a respeito das características das concessões sob forma de parceria e, apresentam-se os principais conceitos desse tipo de contrato, onde o governo presta garantias de receita ao parceiro privado e, em contrapartida, o ente privado financia a obra, assumindo a construção e operacionalização do negócio. Além disso, relacionam-se os principais riscos e benefícios deste tipo de modalidade contratual, apresentando experiências internacionais de casos de concessão, e também contextualizando o cenário catarinense para formação das parcerias. Assim, considerando que as parcerias público-privadas têm sido usadas em todo mundo como uma alternativa para suprir a falta de capacidade fiscal do governo para realizar o volume de investimentos de infra-estrutura necessários e para aumentar a eficiência da gestão do Estado...

Efeitos de Crescimento e Bem-estar da Lei de Parceria Público-Privada no Brasil

Pereira,Ricardo A. de Castro; Ferreira,Pedro Cavalcanti
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.2%
Este artigo utiliza um modelo dinâmico de equilíbrio geral para investigar os impactos de crescimento econômico e bem estar associados à política de parceria público-privada (PPP) no Brasil. Assume-se uma economia com capital privado e infra-estrutura pública e privada e um governo que, além de investir, arrecada impostos, recebe renda de seus serviços e transfere renda para os indivíduos. O modelo é calibrado para a economia brasileira, buscando reproduzir os mecanismos da Lei 11.079, de dezembro de 2004, que criou a PPP no Brasil. Especial atenção foi dada à mensuração da parcela dos serviços públicos de infra-estrutura que não é paga pelos indivíduos e para estimação das alíquotas dos diferentes impostos. As simulações indicam que o impacto potencial da Lei das PPPs sobre o crescimento é pouco significativo. Entretanto, a magnitude dos ganhos de bem-estar pode ser expressiva, dependendo do efeito externo da infra-estrutura, um parâmetro de mensuração delicada.

Meio ambiente, empresário e gorverno: conflitos ou parceria?

Carneiro,José Mário B.; Magyar,Ana Lúcia; Granja,Sandra Inês B.
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1993 Português
Relevância na Pesquisa
56.33%
O processo de concessão de licença ambiental para determinado tipo de atividade é o exemplo escolhido neste artigo para qualificar pontos de contato, mostrando que - no âmbito da gestão do meio ambiente, que se define tendencialmente conflituosa - essa interface é, em geral, problemática. Sugere-se que algumas premissas básicas devam nortear a relação público-privado, como a da coresponsabilidade, em prol de resultados menos agressivos ao ambiente. Através da apresentação de uma experiência bem­sucedida de integração das atuações dos setores em questão, mostra-se como se pode conduzir esforços para o alcance de uma interação mais eficaz entre o público e o privado.

Para silenciar os campi

Leher,Roberto
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 Português
Relevância na Pesquisa
56.47%
O artigo examina se as medidas encaminhadas pelo governo de Lula da Silva, como o Programa Universidade para Todos (PROUNI), o Sistema Nacional de Educação e o Projeto de Lei de Inovação Tecnológica, configuram uma ação articulada sobre a educação superior e, em caso afirmativo, se é possível apreender um eixo que torne inteligível o curso dessas ações. O trabalho sustenta que é a Parceria Público-Privado que conecta estas iniciativas e que, por isso, é possível captar um sentido para as mudanças esperadas na universidade pública brasileira. A investigação analisa os pressupostos e as conseqüências prováveis do Projeto de Parceria Público-Privado, discute as suas expressões na educação superior - o PROUNI e a Inovação -, concluindo que estas movimentações estabelecem que o veio axial da expansão da educação superior se dará por meio do fornecimento privado subsidiado por verbas públicas, opção que reduz o número de novas matrículas. As parcerias público-privado (Inovação e PROUNI) redefinem as instituições públicas, contribuindo para o apagamento da fronteira moderna entre o público e o privado, convertendo a educação em mercadoria e a universidade em lugar de capitalismo acadêmico. Com a erosão do conceito de "espaço público de produção do conhecimento"...

Formulação e implementação das políticas públicas em educação e as parcerias público-privadas: impasse democrático ou mistificação política?

Arelaro,Lisete R.G.
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
Dois impasses estão presentes na gestão dos sistemas escolares no Brasil: o discurso sobre a gestão democrática na formulação e implementação das políticas públicas em educação e a prática "produtivista" que prescinde da mesma. Concomitante aos movimentos de pressão social para o estabelecimento da "transparência" das ações governamentais, exigindo participação ampliada da população - por meio de conselhos ou equivalentes -, a pressão pela "qualidade" do ensino e de gestão educacional "competente" vem exigindo dos dirigentes públicos respostas imediatas. Na ausência de condições para efetivá-las, estabelecem "parcerias" público-privado que implementam a lógica do mercado nas orientações dadas às escolas e nos sistemas públicos de ensino, gestando um novo e contraditório conceito de eficiência educacional, em que a participação dos diferentes segmentos da comunidade escolar é dispensada.

Saúde suplementar no Brasil: abordagens sobre a articulação público/privada na assistência à saúde

Sestelo,José Antonio de Freitas; Souza,Luis Eugenio Portela Fernandes de; Bahia,Lígia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.24%
Este artigo parte de uma revisão de 270 textos sobre saúde suplementar publicados entre 2000 e 2010, e seleciona 17 que abordam a questão da articulação entre o público e o privado na assistência à saúde. A análise do seu conteúdo considera os conceitos e expressões utilizadas, os elementos teóricos relacionados e as linhas argumentativas predominantes. A leitura das estratégias argumentativas aponta a existência de uma visão crítica sobre o atual modus operandi da articulação público/privado, fundamentada na Medicina Social e nas bases teóricas do movimento da Reforma Sanitária Brasileira, ao lado de contribuições que, apoiadas em visões empresariais inspiradas por uma perspectiva neoliberal, tomam os aspectos econômicos em seu sentido estrito como foco da discussão sobre saúde suplementar. Resta evidente que a compreensão da articulação público/privada na saúde requer o desenvolvimento de uma sólida base empírica, analisada com base em pressupostos teóricos adequados ao grau de complexidade inerente à zona de fronteira da articulação entre o público e o privado na assistência à saúde.

A gestão democrática da educação em tempos de parceria entre o público e o privado

Peroni,Vera Maria Vidal
Fonte: UNICAMP - Faculdade de Educação Publicador: UNICAMP - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
O objetivo deste artigo é analisar a relação público/privado e suas consequências para a gestão democrática da educação. Apresenta o contexto atual, pois entende a inserção da lógica privada nas escolas públicas como parte de mudanças ocorridas, neste período particular do capitalismo, que redefinem o papel do Estado e as políticas sociais. Em termos gerais, concluiu-se que as relações entre o público e o privado se manifestam, no período atual, tanto no que se refere à alteração da propriedade quanto em relação ao que permanece na propriedade estatal, além de reorganizarem os processos educacionais na lógica do mercado.

Relação entre Público e Privado na Atenção Primária à Saúde: considerações preliminares

Carneiro Junior,Nivaldo; Nascimento,Vânia Barbosa do; Costa,Ieda Maria Cabral
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.49%
Esse artigo tem como objetivo apresentar alguns apontamentos sobre a relação público e privado na organização e prestação de serviços primários em saúde no contexto das políticas atuais do Sistema Único de Saúde. O debate público e privado na saúde tomou fôlego no contexto do movimento de reforma do Estado a partir de 1980, apresentando concepções que questionam o papel do Estado na execução direta de bens sociais, em que foi criticada sua eficiência para operar os serviços públicos. Nessa perspectiva, as instituições sem fins lucrativos colocaram-se como agentes sociais privilegiados para assumir essa função em parceria com o Poder público. Nos sistemas nacionais de saúde a atenção primária tem sido historicamente responsabilidade direta do Estado. Contudo, no contexto das reformas aparecem proposições para a flexibilização a centralidade estatal, passando para o setor privado a função de viabilizar os serviços primários. No Brasil, essa questão surgiu fortemente a partir de 1990 com a estratégia saúde da família, na contratação de profissionais, através de parcerias entre o Poder público e entidades filantrópicas e sem fins lucrativos, possibilitando sua implantação e ampliação...

Parceria público privado na educação profissional técnica de nível médio no Estado de Pernambuco

Silva, Roseane Nascimento da; Oliveira, Ramon de (orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: dissertacao
Português
Relevância na Pesquisa
96.49%
estudo teve como objetivo analisar a relação de Parceria Público Privado em educação e elegeu como fio condutor a educação profissional técnica de nível médio no estado de Pernambuco, no contexto da política de expansão de escolas técnicas, inseridas na lógica do Programa de educação em tempo integral. Assim, é feita uma análise sobre o papel do poder público e da iniciativa privada a partir de uma abordagem crítica, considerando a primeira década de 2000. Enquanto procedimento de pesquisa, foi adotada a análise de conteúdo, a partir de temáticas pré-estabelecidas, com foco nos documentos selecionados e nas entrevistas semi-estruturadas realizadas mediante critérios de pertinência ao tema. A tese defendida na pesquisa desvela um fenômeno real encoberto pelo conceito ideológico e mistificado de parcerias entre o setor público e as organizações de natureza privada: as estratégias do sistema “sociometabólico” do capital de apropriação dos recursos públicos. Nesse contexto, identifica-se a sintonia do governo estadual de Pernambuco com as diretrizes e legislações de reforma do Estado brasileiro, em prol de um modelo gerencial na administração pública e injunções do setor privado na rede pública de ensino. No estado de Pernambuco...

Parceria público/privada em educação: análise do projeto alfabetizar com sucesso/programa circuito campeão no município de Surubim/PE

Silva Filho, Antonio Agostinho da
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: dissertacao
Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
A dissertação Parceria Público/Privada em Educação: análise do Projeto Alfabetizar com Sucesso/Programa Circuito Campeão no Município de Surubim/PE aborda as parcerias do setor privado com o setor público no setor educação focalizando uma organização privada, o Instituto Ayrton Senna e seu modelo de atuação junto às redes municipais e estadual, tendo como campo empírico o município de Surubim, no Estado de Pernambuco. Identifica as repercussões do Programa na política de alfabetização das redes, na gestão escolar e nas práticas pedagógicas dos professores. Tendo como abordagem metodológica o estudo de caso, a pesquisa traz um desenho da trajetória de implantação do Programa em Pernambuco a partir de uma análise conjuntural e histórica dos elementos sociopolíticos e educacionais das políticas públicas de alfabetização voltadas às redes de ensino no Estado. Adentrando no debate sociológico da educação (AFONSO, 2001, 2003, 2007; AZEVEDO, 2001, 2002; ADRIÃO; PERONI, 2005, 2008, 2010, 2013, CURY, 2002, 2008); e da administração da educação (AGUIAR, 2011, 2013; OLIVEIRA, 2001, 2005, 2011), centra as discussões em torno das relações público/privada, destacando a sua importância nas políticas educacionais recentes. Com base numa contextualização histórica das relações entre o público e o privado no sistema estadual de educação e na política educacional de Pernambuco...

Governança inversa: o papel da parceria público-privada na construção da arena da Copa 2014 em PE

Costa, José Carlos da; Leal, Suely Maria Ribeiro (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: dissertacao
Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
Esta dissertação tem por objetivo investigar a governança exercitada entre o governo do estado de Pernambuco e a empresa privada multinacional Construtora Norberto Odebrecht (CNO) durante o processo de construção da Arena Multiuso da Copa 2014 -em decorrência de um contrato de parceria público-privada, para construção e exploração daquele estádio, na modalidade concessão administrativa, pelo prazo de 33 anos- no Oeste da Região Metropolitana do Recife (RMR) em São Lourenço da Mata. Adota-se esta experiência como estudo de caso, investigando-se a hipótese de que a governança em apreço se deu com o ator privado tomando iniciativas, decisões e assumindo postura que caracterizam inversão na hierarquia, na hegemonia e na correlação de forças entre ambos. A tal governança se houve por bem denominar de governança inversa. Nesta dissertação, são empregados dois métodos de investigação: i) o método indutivo é usado para -com base em elementos que embora aparentemente esparsos têm interação e formam um quadro de referência, quando analisados sob a ótica do Referencial teórico-conceitual aqui construído- retratar Pernambuco como empreendedor ou como estado-empresa, ideando a Cidade da Copa e dentro dela o monumental artefato arquitetônico...