Página 1 dos resultados de 4880 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

A pedagogia universitária nas propostas inovadoras de universidades brasileiras: por uma cultura da docência e construção da identidade docente; Higher education pedagogy in innovating projects in Brazilian universities: For a teaching culture and teaching identity construction

Couto, Ligia Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37%
Esta pesquisa de doutorado tem como objetivo principal analisar o papel da pedagogia universitária em projetos inovadores de universidades públicas brasileiras. Analisar a pedagogia universitária em propostas inovadoras no ensino superior não é uma escolha aleatória. Há uma política de expansão da universidade pública, mas há uma política de formação pedagógica dos professores para essa universidade? Determinados autores (SANTOS, 2008; CHAUÍ, 2001, 2003; BUARQUE, 2003) apontam a crise da universidade e a urgência de mudança para que essa instituição não perca sua função e significância social. Dessa maneira, será avaliado em que medida projetos que, a princípio, podem ser classificados como inovadores cooperam para a transformação do ensino superior na direção do que é esperado para o cumprimento de sua função social e de que forma interagem com as discussões no campo da pedagogia universitária, em especial no que se refere à formação pedagógica do professor universitário. Pimenta e Anastasiou (2005) ressaltam a importância da constituição da identidade docente do professor de ensino superior, que também se daria em um processo de formação continuada. As universidades selecionadas foram a USP Leste e a UFPR Litoral. Tal seleção baseou-se no critério dessas universidades afirmarem constituir propostas inovadoras. Como metodologia...

O desenvolvimento da pedagogia social sob a perspectiva comparada: o estágio atual no Brasil e Espanha; El desarrollo de la pedagogía social bajo la perspectiva comparada: el estado actual en Brasil y España

Machado, Érico Ribas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.19%
Em virtude da existência de diversas tradições de Pedagogia Social (HÄMÄLÄINEN, 2003, p. 4) a partir da matriz alemã, é possível identificar um campo de investigação denominado Pedagogia Social Comparada. Sob esta perspectiva teórica e metodológica, a presente pesquisa visa investigar o processo de internacionalização e de consolidação da Pedagogia Social como área de conhecimento das Ciências da Educação na Espanha e o processo, mais recente, de construção da Pedagogia Social no Brasil. Ambos os países têm em comum a adoção da Pedagogia Social como referencial teórico para a Educação Social, empregando-a como disciplina científica, como base para a formação profissional, para a pesquisa e delimitação do campo de trabalho. O espanhol José Luiz García Garrido (1986) e o brasileiro Lourenço Filho (1961) são os autores escolhidos para melhor entendimento e uso da abordagem comparativa. A pesquisa se configura como qualitativa, e, adicionalmente, utiliza a perspectiva da triangulação de metodologias, pautada em Uwe Flick (2009) e Fielding & Schereier (2001), o que permite que outros procedimentos sejam utilizados para acessar os dados e realizar as devidas análises. Jurgen Schriewer (1995) e Roger Dale (2001) fundamentam a discussão sobre os processos de internacionalização da Educação para compreender como isto está ocorrendo com a Pedagogia Social. O contexto espanhol foi estudado a partir do percurso histórico da Pedagogia Social até sua institucionalização como área científica e de formação profissional do Educador Social de nível superior. A metodologia comparativa foi empregada para a análise das ementas das disciplinas de Pedagogia Social do Curso de Graduação em Educação Social de dez universidades espanholas...

Da pedagogia à escola : sentidos sobre profissão professora

Castilho, Maria Fátima
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37%
Este trabalho de dissertação tem como objetivo contribuir para os estudos sobre os processos formativos (universidade e escola) do sujeito – professora, graduado em Pedagogia, licenciado para atuar como professora, no sistema de ensino, na especificidade dessa graduação. Ao enfocar este tema entendo ser a formação inicial importantíssima e o curso um lugar muito precioso para formar o profissional da educação. A investigação sobre a qual me debruço inscreve-se no campo da educação, especialmente na área de formação de professores, no campo da Pedagogia e na Análise de Discurso, conforme a linha teórica de Pêcheux. O meu estudo é guiado pelas noções teóricas que envolvem sujeito, discurso e produção de sentidos, na inter-relação entre língua e acontecimento. Ao situar a problemática na perspectiva discursiva, busco saber como os discursos produzidos no curso de formação inicial e no trabalho pedagógico têm contribuído e interferido na produção de sentidos sobre " ser professora " Sem me esquecer que o sujeito significa a partir de outros " já ditos " que povoam o seu dizer, busco evidenciar efeitos de sentidos manifestados na linguagem das professoras egressas do curso de Pedagogia de Sinop/MT...

A pedagogia nas malhas de discursos legais

Costa, Jociane Rosa de Macedo
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37%
Esta dissertação se ocupa de discursos da legislação educacional brasileira e documentos correlatos de uma formação particular (em que aconteceram mudanças significativas na sociedade e na cultura) ? a pedagogia. Seu objetivo é mostrar como esses discursos, ao prescreverem sobre a formação da pedagoga, produzem uma pedagogia que se constitui como prática de governo. Trata-se de uma pedagogia específica, fabricada nas malhas dos discursos legais e colocada a serviço da nação para a produção de sujeitos de determinado tipo. Ao tomar como objeto de estudo os discursos que produzem a pedagogia como prática de governo, esta dissertação está tratando de poder; um poder sobre a ação das pessoas; um poder, que atinge tanto a pedagoga através de sua formação, quanto o alunado por intermédio dos efeitos de sua atuação. Enfim, um poder que incita, constitui o que a pedagoga deve ser e saber, e que move suas ações para a participação numa operação que não cessa, até que todos sejam atingidos, atravessados e, finalmente, engajados em um modelo de sociedade em formação. Para realização das análises que desenvolvo neste trabalho, busquei inspiração em algumas formulações desenvolvidas pelo filósofo francês Michel Foucault...

A racionalidade da pedagogia e perspectiva de construção de uma pedagogia do entendimento intersubjetivo com base na razão comunicativa

Martinazzo, Celso José
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
A presente tese resulta de uma pesquisa teórico-empírica e tem como propósito, à luz dos pressupostos da Teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas compreender a racionalidade da Pedagogia, bem como, apresentar argumentos para a construção de uma outra racionalidade com vistas a uma nova identidade pedagógica centrada na razão comunicativa numa perspectiva que cunhamos de Pedagogia do Entendimento Intersubjetivo. Com apoio na hermenêutica filosófica, na dialética, na teoria crítica e na razão comunicativa buscamos compreender as premissas filosóficas e pedagógicas da modernidade, enfatizando os movimentos que constituíram o chamado paradigma metafísico moderno da filosofia do sujeito e da consciência e fundamentaram os discursos identitários da Pedagogia Moderna. A racionalidade comunicativa, que resulta da virada lingüística, analisa o estreitamento da razão decorrente da filosofia mentalista moderna, reformula os pilares dos ideais iluministas e amplia o sentido de razão substantiva para um conceito aberto e amplo de razão exercida de forma processual e intersubjetiva cujo propósito visa produzir entendimentos entre os sujeitos capazes de linguagem e ação. A Pedagogia contemporânea, analisada sob os dois padrões de racionalidade - o paradigma da subjetividade moderna e o paradigma da razão comunicativa - embora adote uma linha crítica em relação às premissas da modernidade ainda permanece sustentada pelos seus pressupostos. A Pedagogia do Entendimento Intersubjetivo ao ressignificar o sentido dos princípios pedagógicos formulados pela filosofia moderna...

A pedagogia socialista e a formação do educador do campo no século XXI : as contribuições da Pegagogia da Terra

Casagrande, Nair
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.1%
O presente estudo se insere na Linha de Pesquisa ‘Trabalho, Movimentos Sociais e Educação’, e no Núcleo TRAMSE, do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEDU/UFRGS). Tem como foco de interesse ‘A formação de educadores do campo’. O objetivo geral da pesquisa foi analisar o desenvolvimento do currículo do curso de Pedagogia da Terra, realizado pela Via Campesina Brasil, no Instituto Técnico de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária (ITERRA)/Instituto Josué de Castro (IEJC) no período de 2003 a 2007, em Veranópolis, Rio Grande do Sul, Brasil. Com isso, pretendemos contribuir com a elaboração teórica acerca da teoria pedagógica, especificamente na formação dos educadores, a luz do projeto histórico socialista que vem sendo desenvolvido e defendido pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e incorporado pela Via Campesina Brasil, através do curso de Pedagogia da Terra realizado pelo ITERRA/IEJC. A tese principal apresentada é: os cursos de formação de Pedagogia da Terra, realizados pela Via Campesina Brasil no ITERRA/IEJC, vêm desenvolvendo uma proposta de formação de educadores do campo apoiados em projeto histórico e projeto político-pedagógico revolucionários...

As diretrizes curriculares nacionais na prática de um curso de pedagogia : estudo de caso na Faculdade de Educação da UFRGS/Porto Alegre-RS

Moreira, Adriana Longoni
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.09%
Esta dissertação apresenta um estudo de caso de natureza qualitativa e dialética, baseado no referencial teórico marxista. Neste estudo se buscou analisar as mudanças ocorridas no currículo de um curso de Pedagogia, a partir da Resolução CNE/CES nº1 de 15/05/2006, onde foram instituídas as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia - Licenciatura. Através da análise do currículo atual e de currículos anteriores (da extinta habilitação magistério dos anos iniciais do Ensino Fundamental - EF), buscamos a origem da Pedagogia na história da Educação Brasileira e a constituição da profissão professora na escolarização inicial, dando ênfase principalmente, a feminilização da mesma ao longo dos anos. Para conhecer e compreender como se desenvolveu o currículo que hoje está em vigor na formação de professores deste curso de Pedagogia, procuramos também estudar como a LDBEN 9394/96 se constituiu enquanto movimento político e social dos educadores brasileiros. Apresentamos ainda as influências da política neoliberal, principalmente a partir dos anos 90, nas políticas educacionais de nosso país. Para realizar a pesquisa, utilizamos a revisão de bibliografia pertinente ao tema, observações de aulas e reuniões...

Da pedagogia às pedagogias : formas, ênfases e transformações

Camozzato, Viviane Castro
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.14%
A partir da noção de que o conceito de pedagogia é histórico e mutável, produzido e reproduzido nas contingências de cada tempo-espaço, nesta tese problematizo as novas formas e ênfases que a pedagogia vem adquirindo. O objetivo central é investigar as transformações no conceito de pedagogia, especificando suas articulações com as transformações culturais, vendo e procurando mostrar, por outro lado, o quanto essas tem sido elementos importantes nas flexões, formas e ênfases da pedagogia, fazendo com que seja pluralizada em sua denominação e em seus espaços de atuação. Devido a isso, a tese trabalha sobre a tensão da pedagogia às pedagogias, procurando mostrar, a partir dos Estudos Culturais pós-estruturalistas e da fecunda discussão sobre as pedagogias culturais, que há múltiplas pedagogias em funcionamento na sociedade contemporânea. Pedagogias tão díspares quanto forem as intencionalidades que as movimentem. Há a preocupação em circundar o conceito de pedagogia principalmente a partir das produtivas transformações no estado da cultura e nas relações com os saberes que tem sido perceptíveis a partir de meados da metade do século XX – abordando um espectro temporal que engloba discussões do que tem sido chamado de pós-moderno. O suporte teórico foi buscado em autores e autoras que problematizam questões referentes à condição pós-moderna...

Pedagogia de projetos : depoimentos de estagiárias de pedagogia

Costa, Catarine Machado
Tipo: trabalho de conclusão de graduação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este trabalho de conclusão tem como tema a Pedagogia de Projetos e pergunta: como alunas-estagiárias do curso de graduação em Pedagogia da UFRGS vivenciaram a prática da Pedagogia de Projetos? Fez-se um estudo de caso utilizando como ferramenta metodológica a entrevista semiestruturada com quatro estudantes de Pedagogia. Tal estudo foi motivado pela experiência na prática de estágio docente obrigatório, em que se encontraram algumas dificuldades para colocar em prática os conceitos da pedagogia de projetos. Este trabalho apoia-se centralmente em autores como Dewey (2002), Hernández (1998) e Jolibert (1994) no que se refere aos estudos sobre o trabalho por projetos. Para a análise, procurou-se refletir sobre o que compreendem as estagiárias por Pedagogia de Projetos, como se deu o planejamento pedagógico, e se tiveram dificuldades no desenvolvimento do trabalho por projetos e quais foram elas. O estudo mostrou que as preocupações das professoras eram dar conta de todos os conteúdos em um projeto e partir somente do interesse dos alunos e de suas realidades. É importante valorizar a realidade dos alunos, entretanto a Pedagogia de Projetos afirma que é função do professor oferecer possibilidades novas, às quais...

História da disciplina Pedagogia nas Escolas Normais do Estado de São Paulo: (1874-1959)

Trevisan, Thabatha Aline
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 333 f. : il. color.
Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Educação - FFC; Visando a contribuir para a história da formação de professores no Brasil e para aspectos ainda pouco explorados da história das disciplinas escolares, desenvolvi pesquisa de doutorado com o objetivo de compreender a história da disciplina Pedagogia no currículo dos cursos de formação de professores das escolas normais do estado de São Paulo, entre 1874 e 1959. Para o desenvolvimento dessa pesquisa, optei por abordagem histórica do tema, centrada em pesquisa documental e bibliográfica, por meio de procedimentos de localização, recuperação, reunião, seleção, ordenação de documentos fontes e de análise da configuração textual do documento selecionado como corpus da pesquisa, pelo seu caráter emblemático. Para apresentar o desenvolvimento da disciplina Pedagogia apoiei-me em documentos, tais como: manuais de ensino de Pedagogia, programas, atas, provas, ofícios e outros documentos. O documento emblemático intitulado O futuro da pedagogia é scientifico, publicado em 1914 e escrito por Oscar Thompson...

Ensino de filosofia e pedagogia das competências : análise da proposta curricular do Estado de São Paulo a partir da pedagogia histórico-crítica; Philosophy teaching and pedagogy of competences : analysis of the curricular proposal of the State of São Paulo from the historical-critical pedagogy

Manoel Francisco do Amaral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Esta pesquisa tem como objetivo a compreensão da pedagogia das competências, na perspectiva de Philippe Perrenoud, e da Proposta Curricular do ensino de Filosofia do estado de São Paulo, lançada em 2008, a qual, acredita-se, tem na primeira uma de suas bases teóricas. Para a crítica de ambas, toma-se como principal referencial teórico a pedagogia histórico-crítica, formulada por Dermeval Saviani. Tal escolha se justifica pelo caráter contra-hegemônico desta pedagogia, o que a torna um instrumento adequado para a análise crítica da pedagogia das competências que, por sua vez, caracteriza-se como uma pedagogia hegemônica. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, realizada a partir do exame da literatura levantada sobre o tema e, também, de documentos oficiais, tanto federais quanto estaduais, com destaque para aqueles relacionados à Proposta Curricular do estado de São Paulo e ao ensino de Filosofia de um modo geral. Quanto aos resultados obtidos, pode-se afirmar que, a pedagogia das competências, assim como da Proposta Curricular de Filosofia do estado de São Paulo, podem ser enquadradas no rol das chamadas "teorias não-críticas da educação" (SAVIANI, 2009). Isso porque ambas creditam à escola a responsabilidade por resolver certas mazelas da sociedade capitalista...

A Constituição da pedagogia social na realidade educacional brasileira

Machado, Érico Ribas
Tipo: dissertação (mestrado)
Português
Relevância na Pesquisa
37.03%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2010; Esta pesquisa analisa o processo de constituição da Pedagogia Social como um sub-campo da Educação brasileira, a partir do conceito de campo de Pierre Bourdieu. Tem como objetivo geral compreender o percurso histórico da constituição da Pedagogia Social como um sub-campo da educação no Brasil, seus fundamentos, origens e suas relações com a Educação Popular. O levantamento bibliográfico e documental, a consulta em sites da área, a participação em eventos e os depoimentos de pesquisadores reconhecidos fizeram parte do processo de coleta de dados. Foram identificadas diferentes perspectivas teóricas que podem servir como fundamentos para a área e que, dependendo da perspectiva utilizada, as práticas desenvolvidas atenderão a uma determinada visão de sociedade, influenciando diretamente em suas finalidades. A Pedagogia Social surge na Alemanha, no final do século XIX e início do século XX, atrelada a um contexto social, buscava a organização de uma área que pretende atuar em diferentes ambientes educativos, sendo reconhecida como uma área acadêmica e de formação profissional. No Brasil...

O curso de pedagogia : perfil de ingresso, inserção profissional e promoção social

Ferreira, Marcos Felipe
Tipo: dissertação / dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
37.03%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado em Educação, 2014.; Compreende-se a importância da área de educação como meio de emancipação da sociedade e das políticas públicas elaboradas com esse fim. A Pedagogia, como área profissional cujo principal objeto de trabalho é a educação, formação do indivíduo para a vida, recebe do Poder Público ações resultantes das políticas públicas que visam, dentre outras coisas, o aperfeiçoamento na formação para a carreira docente. Nessa visão, o professor formado em Pedagogia é, em última análise, o produto de um esforço também proporcionado pelas políticas públicas de educação. Nesse contexto, surgem algumas questões, dentre as quais: o que leva os estudantes ao curso de Pedagogia? As políticas públicas têm tornado a carreira atrativa ou proporcionado facilidade ao acesso à profissão? Procurando responder essas questões, o trabalho de pesquisa em questão faz um breve apanhado histórico sobre o curso, expõe alguns dos seus desafios e mostra um comparativo de dados com cursos de mesma relevância numérica no contexto da educação superior no Brasil. Além disso, identifica a atratividade da carreira docente por meio de um conjunto de dados...

TEORIA E PRÁTICA DOS GRADUADOS DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ (BRASIL): UM ESTUDO AVALIATIVO

Rabelo, Arnaldo; Bonito, Jorge
Fonte: Departamento de Pedagogia e Educação da Universidade de Évora Publicador: Departamento de Pedagogia e Educação da Universidade de Évora
Tipo: bookpart
Português
Relevância na Pesquisa
46.85%
O estudo busca caracterizar o processo teórico-prático dos graduados do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), ao abrigo do Convénio nº 006/2001 UNIFAP/Fundação do Desenvolvimento Administrativo (FUNDAP)/Prefeitura de Manaus (PMM), e a sua relação com o desenvolvimento profissional. Foi realizada uma abordagem quanti-qualitativa, desenvolvida em duas partes: a primeira, caracteriza os graduados quanto aos dados pessoais demográficos e socioculturais; a segunda, destaca as habilidades e competências dos mesmos. A recolha de informação foi realizada através de questionário e de análise documental ao citado convénio. Os sujeitos da pesquisa foram os graduados do curso de Pedagogia, professores da rede municipal de ensino da PMM. Os resultados indicam que o curso contribuiu para o enriquecimento pessoal e profissional dos graduados, mas não articulou a teoria e prática que continuam presentes no cotidiano escolar.

A Pedagogia de Leonardo Coimbra

Patrício, Manuel Ferreira
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
"Sem resumo feito pelo autor"; INTRODUÇÃO - Objecto e propósito do estudo Desejamos que o presente trabalho seja um estudo da pedagogia de Leonardo Coimbra, nas vertentes complementares da teoria e da prática. As relações entre a teoria e a prática são complexas. Essa complexidade é particularmente acentuada no que concerne às questões pedagógicas que são, por sua natureza, indissoluvelmente teórico-práticas. No seu nível de maior exigência analítica, uma teoria da educação tem que envolver uma teoria da teoria e uma teoria da prática. Aceitamos, mas não prezamos muito, o termo consagrado "pedagogia". Com efeito, não pensamos que a educação diga respeito apenas à criança. Convénio preferiu dizer "paideía", como é visível e inteligível na sua famosa P"aedía (1). No final do século XV já se dizia em língua francesa "pedagogia", e o termo vingou (2). No nosso século, sensível de certos modos à problemática e ã programática da educação dos adultos (outros dizem, decerto melhor, da educação permanente), Pierre Furter lançou a dado passo e a UNESCO aceitou e difundiu — o termo "andragogia"(3). É um termo obviamente cheio de defeitos. Nas nossas meditações e na nossa modesta docência universitária temos proposto...

Da pedagogia como arte às artes da pedagogia

Camozzato,Viviane Castro; Costa,Marisa Vorraber
Fonte: UNICAMP - Faculdade de Educação Publicador: UNICAMP - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Interessa-nos discutir a condição própria da pedagogia de pretender dar forma ao atuar sobre os sujeitos. Focamos, sobretudo, uma das definições (contestadas) de pedagogia: a que a compreende como arte. Discutimos tal definição, evidenciando que, no tempo presente, com as transformações culturais, parece imperar, muito mais, a noção de artes da pedagogia. Tal noção pode indicar um refinamento que vem ocorrendo nas condições culturais contemporâneas para que os sujeitos se voltem sobre si mesmos, refinem suas artes e passem a operar incessantemente sobre si. Desponta, assim, esse deslocamento da pedagogia como arte (na qual há a necessidade de um educador-artista para dar forma aos sujeitos) para as artes da pedagogia, em que cada um se torna o mestre de si mesmo e atua sobre si, a fim de produzir formas díspares e variadas de vida.

Pedagogia: concepções e práticas em transformação

Paula,Ercília Maria Angeli Teixeira de; Machado,Érico Ribas
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este artigo apresenta uma análise das concepções educacionais do curso de Pedagogia voltadas para a formação social do Educador ao longo da história. Neste curso, ainda não existe uma clareza em relação a sua identidade. Os documentos oficiais e algumas entidades representativas priorizam a docência como base de formação, outras priorizam o Pedagogo como cientista da educação. Nas últimas décadas no Brasil, surgiu a Educação Popular, precursora da Pedagogia Social, que aborda o trabalho com os grupos sociais historicamente excluídos e valoriza a diversidade cultural nos processos de Educação Não Formal. Este artigo faz parte de uma pesquisa que analisa os documentos e produções bibliográficas a respeito das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia, instituída pela Resolução CNE/CP n. 1 de 15/05/2006. Percebe-se nas produções acadêmicas analisadas, que existem avanços no sentido de uma abordagem mais social no aspecto de formação nos cursos de Pedagogia. Mas, ao mesmo tempo, existem incoerências na base de formação dos profissionais, pois a ênfase na docência restringe sua atuação. Esses estudos revelaram que a Pedagogia tem tornado-se, ainda que superficialmente, mais social e a Educação Popular tem tido a necessidade de organizar o seu trabalho de forma mais pedagógica. Ou seja...

O conceito de natureza como ponto de partida na pedagogia de Rousseau

Pereira, Vilmar Alves
Fonte: PEREIRA, Vilmar Alves. O conceito de natureza como ponto de partida na pedagogia de Rousseau. Ambiente e educa????o, v. 15, n. 2, p. 69-90, 2010. Dispon??vel em: . Acesso em: 26 out. 2011. Publicador: PEREIRA, Vilmar Alves. O conceito de natureza como ponto de partida na pedagogia de Rousseau. Ambiente e educa????o, v. 15, n. 2, p. 69-90, 2010. Dispon??vel em: . Acesso em: 26 out. 2011.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.77%
Este ensaio te??rico tem a pretens??o de demonstrar a import??ncia que o conceito de natureza ocupa na pedagogia de Rousseau. Marcado pelo esp??rito de seu tempo e longe de ser considerado um ing??nuo, Rousseau inverte a l??gica do pensamento vigente quando considera que naturalmente tudo sai bem das m??os do autor das coisas, defendendo, desse modo, que naturalmente os homens s??o bons. Que bondade ?? essa? Se naturalmente somos bons, qual ?? a necessidade da educa????o? Essas e outras quest??es s??o discutidas neste ensaio. Tamb??m ser?? aqui apresentada a defesa de uma educa????o que respeite o desenvolvimento natural, a partir da retomada de alguns aspectos da leitura de sua obra Em??lio ou da Educa????o. Fica evidente que, a partir do conceito de natureza, n??o ?? pensada apenas a educa????o, mas o modelo de sociedade que se almeja no contexto do s??culo XVIII.; This theoretical essay aims at showing the importance of the concept of Nature in Rousseau???s pedagogy. Since he was influenced by his time and could not be considered na??ve at all, Rousseau inverted the logics of the prevailing thoughts regarding the belief that everything turns out well in the hands of its author, thereby arguing that men are naturally good. What kind of goodness is this? If we are naturally good...

Pedagogia como ciência, afinal é possível isso? contribuições de Dermeval Saviani para o debate epistemológico

Soares Celestino, Rafaela; Rörh, Ferndinand (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.03%
Este trabalho teve como objetivo analisar a concepção da Pedagogia como ciência, de Dermeval Saviani. Sabe-se que no Brasil não são comuns estudos que se debrucem sobre a questão da cientificidade da área. Entre os alemães isso pode ser encontrado com mais frequência, além disso, foram os mesmos na figura de Herbart os pioneiros nessa busca científica. Nos estudos que advogam a Pedagogia como ciência não há consenso sobre quais pressupostos básicos devem compor tal ciência, muitos deles chegam a caminhar em direções contrárias. Nessa perspectiva, Saviani (2008) mostra alguns fundamentos que ele acredita fazer parte de uma ciência da Pedagogia. Como todos os outros autores, Saviani busca elementos em teorias que acreditam contribuir para compreender com propriedade o pensamento pedagógico. Diante disso, utiliza alguns pressupostos da teoria de Gramsci (1979), tais como: cultura, intelectuais e escola. Para analisar tais conceitos foram utilizados dois textos como mediadores do debate: Intelectuais e a organização da cultura de Gramsci (1979), e, o de Saviani (2008): Pedagogia e ciência (s) da educação . Nestes textos foram encontrados subsídios que comprovam que Saviani segue pressupostos da teoria gramsciana. Dentre os indícios encontrados...

A formação inicial em pedagogia e o ensino da arte: um estudo em instituições de ensino superior do Estado de Pernambuco

Souto Lima Vidal, Fabiana; Martins de Araújo, Clarissa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.03%
O presente estudo foi elaborado na linha de Formação de Professores e Prática Pedagógica do Programa de Pós-Graduação em Educação UFPE. Teve como objetivo geral compreender o Ensino da Arte na Formação Inicial do(a) Pedagogo(a) em Instituições do Ensino Superior do Estado de Pernambuco. Apresenta um diálogo com autores que discutem o campo da Pedagogia, a formação de professores(as), o currículo e o Ensino da Arte. Elegemos como campo de investigação três Universidades que se caracterizam como referência na formação inicial em Pedagogia do Estado: uma privada, uma pública federal e uma pública estadual. Tivemos como colaboradores(as) os(as) coordenadores(as) dos cursos de Pedagogia e os(as) professores(as) formadores(as) responsáveis pela(s) disciplina(s) relacionada(s) ao Ensino da Arte nos cursos investigados. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram a pesquisa documental (os documentos legais que norteiam os cursos de Pedagogia DNC/Pedagogia, os documentos que orientam a formação inicial em cada Instituição investigada , Projetos Políticos Pedagógicos), o questionário, a entrevista semiestruturada e a observação, que nos possibilitaram uma maior aproximação com os sujeitos e com o objeto do nosso estudo. A Análise de Conteúdo (BARDIN...