Página 1 dos resultados de 2221 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

The effect of irradiation in the preservation of pink pepper (Schinus terebinthifolius Raddi)

Marques de Souza, Adriana Regia; Arthur, Valter; Nogueira, Danielle Pires
Fonte: PERGAMON-ELSEVIER SCIENCE LTD; OXFORD Publicador: PERGAMON-ELSEVIER SCIENCE LTD; OXFORD
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Pink peppers, also known as "pimenta-rosa" and "poivre rose", are the fruit of Schinus terebinthifolius Raddi, a species of pepper cultivated in Brazil, and have great potential for the exploration of uses. In efforts to lengthen the shelf life of this pepper, the purpose of this study was to evaluate the effect of different doses of radiation on its physical composition and color. The pink pepper samples were irradiated with doses of 0, 0.2, 0.4, 0.8 and 1.6 kGy, and the moisture, ash and lipid contents, pH and color were analyzed. The moisture content, lipid content and pH analysis indicated effects due to the irradiation (p > 0.05) in which the higher doses resulted in decreases in the attribute. In contrast, there were no significant differences for the ash analysis (p < 0.05) among the studied doses. The color of the pink peppers were affected by the irradiation: the parameters a* and b* were the most affected by the intermediate doses (0.2 and 0.8 kGy), which induced their elevation, enhancing the reddish and yellowish colors. Based on the presented data, irradiation is as an alternative preservation process for pink peppers. (C) 2012 Published by Elsevier Ltd.

Mutagênese e tecnologia in vitro no melhoramento genético da pimenta-do-reino (Piper nigrum L.).; Mutagenesis and in vitro technology in the genetic improvement of black pepper (Piper nigrum L.).

Lemos, Oriel Filgueira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
O presente trabalho teve por objetivo desenvolver tecnologia in vitro e associá-la à mutagênese, e avaliar plantas V 5 e V6 quanto aos caracteres agronômicos de produção em área de ocorrência da doença fusariose, visando ao melhoramento genético da pimenta-do-reino para obtenção de plantas tolerantes e/ou resistentes à doença fusariose. A aplicação das técnicas in vitro iniciou-se através da obtenção de plantas doadoras de explantes, a partir de estacas em casa-de-vegetação e, de sementes e embriões zigóticos in vitro. O processo de micropropagação foi desenvolvido a partir de gemas de plantas obtidas in vitro através do estabelecimento de condições adequadas de cultivo em meios de cultura apropriados para multiplicação de gemas, enraizamento e obtenção de "plantlets", e de tipo de substrato para aclimatação e formação de mudas. Após a definição deste processo, gemas de plantas de casa-de-vegetação foram submetidas a diferentes tratamentos de assepsia e as sobreviventes micropropagadas. Seleção in vitro foi estabelecida ao cultivar isolados patogênicos do fungo Fusarium solani f. sp. piperis em meio Czapek-Dox e, através da curva de crescimento foi estabelecido o período de 28 dias de cultivo mais adequado para obtenção de filtrado da cultura do fungo. Diferentes concentrações de filtrado e formas de esterilização foram testadas em meio de cultura de multiplicação de gemas e determinou-se a concentração de 55% do filtrado do fungo (v/v) sob a esterilização por duas autoclavagens...

Identificação de raças de Xanthomonas spp. patogênicas a pimentão no estado de São Paulo.; Identification of Races of Xanthomonas spp. pathogenic on pepper in São Paulo State, Brazil.

Wierzbicki, Robert
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.22%
A pústula bacteriana é uma das principais doenças que afetam o pimentão em todo o mundo. Seu agente causal pode ser disseminado por sementes, e é capaz de diminuir a produção e depreciar os frutos para comercialização. A bactéria Xanthomonas spp., o agente causal da doença, apresenta alta variabilidade. Três espécies estão associadas à doença: Xanthomonas axonopodis pv. vesicatoria, X. vesicatoria e X. gardneri. Enquanto alguns isolados infectam somente o pimentão, outros infectam pimentão e tomate. Xanthomonas axonopodis pv. vesicatoria é considerada a espécie mais comum em pimentão, e era anteriormente conhecida como o grupo A de Xanthomonas campestris pv. vesicatoria (A1 não amidolítico, A2 amidolítico); e o grupo B era representado por Xanthomonas vesicatoria (fortemente amidolítico). Até agora, 11 raças do patógeno foram relatadas, sendo as raças 1, 2 e 3 as mais comuns. A resistência genética tem sido a mais importante forma de controle e pode ser obtida pelo emprego de 4 genes dominantes (Bs1, Bs2, Bs3, Bs4). Estes genes estão associados à reação de hipersensibilidade e representam a forma mais promissora de resistência atualmente. Mesmo assim, o gene de resistência a ser utilizado depende da correta identificação das raças no campo. Este trabalho teve como objetivo a identificação de raças de Xanthomonas spp. isoladas em áreas de produção no Estado de São Paulo...

Reuso de água residuária tratada na irrigação da cultura do pimentão (Capsicum annun L.); Treated wastewater reuse in the irrigation of pepper culture (Capsicum annun L.)

Duarte, Anamaria de Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.12%
A reutilização de efluentes domésticos tratados para fins agrícolas pode favorecer o desenvolvimento de uma determinada região, particularmente nos casos de escassez de água. Os benefícios econômicos que o reuso pode proporcionar estão relacionados ao aumento da área cultivada e da produtividade agrícola, decorrente do aporte de nutrientes encontrados nestas águas. O objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos do reuso de efluente doméstico tratado na irrigação de pimentão, visando produzir frutos adequados para consumo humano, e aumentar o rendimento da cultura em relação ao rendimento obtido usando água potável. Foram avaliadas características físicas, químicas e microbiológicas do efluente tratado, da água potável utilizada e do solo usado no cultivo. Também se avaliou o efeito do elemento nitrogênio fornecido pelo efluente e suas implicações no estado nutricional das plantas, nas medidas de crescimento, na produção de matéria seca e no rendimento da cultura, bem como as características microbiológicas dos frutos produzidos. Esse estudo foi realizado no período de Maio a Setembro de 2005, com uma variedade de pimentão. O delineamento experimental foi aleatorizado em esquema fatorial 4x2, sendo quatro tipos de água e dois níveis de adubação...

Procedimentos para avaliação do potencial fisiológico de sementes de pimentão e relações com a emergência de plântulas; Procedures for the physiological potential assessment of pepper seeds and relations with the emergence of seedlings.

Gagliardi, Bruna
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
O presente trabalho teve como objetivos verificar a eficiência de procedimentos para avaliação do potencial fisiológico de sementes de pimentão e procurar identificar suas relações com a germinação sob diferentes temperaturas e com a emergência de plântulas. Paralelamente, foram efetuadas análises de imagens obtidas com o emprego de radiações X, procurando associar a morfologia interna das sementes ao seu desempenho e determinar possíveis causas de variações do potencial fisiológico. Utilizaram-se cinco lotes de sementes dos híbridos Reinger e Sentinel. A avaliação do potencial fisiológico das sementes foi realizado mediante a condução do teste de germinação, envelhecimento acelerado com solução saturada de NaCl (48h/41°C), emergência de plântulas (percentagem e velocidade), teste de tetrazólio (3h/45°C para embebição e 2h/5°C para a coloração das sementes) e teste de germinação (percentagem e velocidade) sob cinco faixas de temperatura (15°C, 18°C, 21°C, 25°C e 30°C), em mesa termogradiente. Para o teste de raios X, as sementes radiografadas foram classificadas em função do estádio de desenvolvimento e morfologia dos embriões; posteriormente ao teste de germinação, procurou-se relacionar a estrutura das sementes com as respectivas plântulas/sementes resultantes. Os testes de envelhecimento acelerado com solução saturada de NaCl e de tetrazólio são adequados para a avaliação do potencial fisiológico das sementes e...

Irrigação plena e com déficit em pimenta cv. Tabasco em ambiente protegido; Full and deficit irrigation on pepper cv. Tabasco under greenhouse

Marinho, Ligia Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
O déficit de irrigação tem sido utilizado como uma das mais vantajosas estratégias de economia de água, redução dos custos com irrigação e custo de oportunidade de água. O objetivo principal deste trabalho foi avaliar o efeito da irrigação plena e com déficits em duas épocas distintas, no crescimento da planta, nas relações hídricas e parâmetros de produção e qualidade da pimenta cv. Tabasco (Capsicum frutescens). Como objetivo secundário avaliar o método da sonda de dissipação térmica (SDT) na estimativa da transpiração da pimenta Tabasco. O experimento foi desenvolvido em ambiente protegido, no Departamento de Engenharia de Biossistemas na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ-USP, em Piracicaba-SP, de setembro de 2009 a agosto de 2010. O delineamento foi em blocos casualizados, com quatro repetições, lâminas de irrigação de 40, 60, 80 e 100% da evapotranspiração da cultura (Etc), inicializadas aos 39 dias após o transplantio - DAT (E1) e aos 59 DAT (E2). Aferiu-se a altura da planta (AP) e o comprimento de fruto (CF), o diâmetro do fruto (DF) e do caule da planta (DCP). Mediu-se a temperatura da folha aos 176 DAT, com termômetro de infravermelho e o potencial da água na folha antes do amanhecer falv...

Cultivo de pimentão em ambiente protegido utilizando diferentes manejos de fertirrigação; Greenhouse Sweet Pepper production using different fertirrigation management

Oliveira, Francisco de Assis de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.22%
Em busca da máxima produtividade das culturas em ambiente protegido, muitos agricultores aplicam doses excessivas de adubos. Isto, na maioria das vezes, acarreta no aumento dos custos de produção, no baixo rendimento das culturas, contaminação ambiental e acúmulo de sais no solo, podendo torná-lo impróprio para o cultivo. Neste sentido, são realizados estudos para desenvolver um manejo da fertirrigação que propicie maior eficiência produtiva da cultura do pimentão em ambiente protegido. Neste contexto, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de manejos da fertirrigação e níveis de nitrogênio e de potássio na cultura do pimentão em ambiente protegido. O delineamento utilizado foi blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 6, totalizando 18 tratamentos, com quatro repetições. Os tratamentos resultaram da combinação de três manejos de fertirrigação (M1 - Fertirrigação a partir da marcha de absorção de nutrientes pela cultura; M2 - Fertirrigação a partir do monitoramento da concentração de íons de N e K na solução do solo; M3 - Fertirrigação a partir do monitoramento da condutividade elétrica da solução do solo), com seis níveis de nitrogênio e de potássio (0...

A classification of Pepper yellow mosaic virus isolates into pathotypes

Moura, Monika Fecury; Mituti, Tatiana; Marubayashi, Julio M.; Gioria, Ricardo; Kobori, Romulo F.; Pavan, Marcelo A.; da Silva, Norberto; Krause-Sakate, Renate
Fonte: Springer Publicador: Springer
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 549-552
Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pepper yellow mosaic virus (PepYMV) is the most important potyvirus infecting sweet pepper in Brazil. In this study, twenty isolates of PepYMV were obtained from commercial sweet pepper crops. To confirm virus identity, the coat protein gene was completely sequenced for eleven of these isolates, and partially sequenced for the other nine isolates. The amino acid identities obtained were above 93% when compared with the sequence of a characterized PepYMV isolate (AF348610). Extracts of Nicotiana tabacum cv. TNN plants infected with the different isolates were used to inoculate the differential series of Capsicum spp cultivars containing the genes pvr2(1), pvr2(2), pvr2(3), pvr2(4), and Pvr4. Using the same criteria established for Potato virus Y (PVY), fourteen isolates of PepYMV could be classified as known pathotypes described for PVY, that is: 1.2 (2 isolates), 1.3 (6) and 1.2.3 (6). The remaining six isolates, 1.3 (2) and 1.2.3 (4) could not be classified into the typical pathotypes of PVY because they were also virulent on Serrano Criollo de Morellos-334 (C.M 334) which carries the pvr2(3) and Pvr4 genes. To classify the PepYMV into pathotypes and counter the biological diversity found in this species we propose the utilization of 2(x) for the ability to overcome the correspondent allele of the pvr2 locus and 4 for the capacity to break down the Pvr4 gene. Using this criterion we could classify the PepYMV into five pathotypes: 2(1).2(2); 2(1).2(3); 2(1).2(2).2(3); 2(1).2(3). 4 and 2(1).2(2).2(3). 4.

Dehydration of dedo de moça pepper: kinetics and phytochemical concentration

Moraes, Izabel Cristina Freitas; Sobral, Paulo José do Amaral; Branco, Ivanise Guilherme; Ré, Tatiana Bazo; Gomide, Catarina Abdalla
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 134-141
Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
A pimenta vermelha é rica em vitamina C e outros fitoquímicos e pode ser consumida como produto desidratado. A avaliação das melhores condições de secagem pode garantir melhor qualidade do produto. Assim, o objetivo deste trabalho foi estudar o efeito da temperatura do ar de secagem (55, 65, 75 ºC) sobre a cinética de secagem, conteúdos de vitamina C e fenólicos totais e cor do produto desidratado, comparando-os à pimenta in natura. A desidratação foi feita por convecção forçada em estufa. A cinética de secagem foi determinada por pesagens periódicas até peso constante. A umidade da pimenta in natura foi de aproximadamente 86%. As curvas de secagem foram ajustadas por três modelos diferentes, avaliados na literatura. O modelo de Page apresentou o melhor ajuste para este processo. A análise de variância mostrou que a temperatura de secagem influenciou significativamente (p < 0,05) os parâmetros de qualidade (conteúdo de vitamina C, conteúdo de fenólicos totais, cor) da pimenta desidratada quando comparados aos da pimenta in natura. Após a secagem, a retenção de vitamina C aumentou com a redução da temperatura de secagem. de maneira geral, a qualidade do produto foi favorecida na secagem com menor temperatura...

Modelagem matemática da transferência de massa no processo de extração supercrítica de pimenta vermelha; Mathematical modeling of mass transfer in supercritical fluid extracion process from red pepper

Luiz Paulo Sales Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este projeto utilizou a tecnologia supercrítica no processo de extração, usando o dióxido de carbono como solvente. Esta tecnologia apresenta-se como uma alternativa para processos que usam solventes orgânicos tóxicos, além de respeitar os princípios da química verde, pautada nos conceitos de desenvolvimento sustentável. Com o objetivo de compreender melhor todos os mecanismos fenomenológicos envolvidos neste processo, bem como poder controlá-los visando à sua otimização, a modelagem matemática é uma opção bastante atrativa. As substâncias capsaicinoides, presente em grandes quantidades em várias espécies de pimenta, responsáveis pela sensação pungente e que, no entanto, possuem comprovadas ações benéficas ao organismo, foram definidas como substâncias alvo. Desta forma, para os estudos dos fenômenos de transferência de massa, três espécies de pimentas, Capsicum frutescens, Capsicum chinense, Capsicum boccatum, foram analisadas quanto aos seus teores de capsaicinoides. A espécie Capsicum frutescens apresentou o maior concentração destas substâncias e foi escolhida como a matéria-prima para etapas posteriores. Um planejamento experimental de extração supercrítica desta espécie de pimenta foi realizado variando a pressão e a temperatura. A partir destas extrações foi observado que a condição de extração de 15MPa e 313 K apresentou a melhor combinação entre rendimento e concentração de capsaicina. Cinéticas de extração realizadas nesta condição...

Activity and Process Stability of Purified Green Pepper (Capsicum annuum) Pectin Methylesterase

Castro, Sónia Marília; Van Loey, Ann; Saraiva, Jorge Alexandre; Smout, Chantal; Hendrickx, Marc
Fonte: American Chemical Society Publicador: American Chemical Society
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.12%
Pectin methylesterase (PME) from green bell peppers (Capsicum annuum) was extracted and purified by affinity chromatography on a CNBr-Sepharose-PMEI column. A single protein peak with pectin methylesterase activity was observed. For the pepper PME, a biochemical characterization in terms of molar mass (MM), isoelectric points (pI), and kinetic parameters for activity and thermostability was performed. The optimum pH for PME activity at 22 °C was 7.5, and its optimum temperature at neutral pH was between 52.5 and 55.0 °C. The purified pepper PME required the presence of 0.13 M NaCl for optimum activity. Isothermal inactivation of purified pepper PME in 20 mM Tris buffer (pH 7.5) could be described by a fractional conversion model for lower temperatures (55?57 °C) and a biphasic model for higher temperatures (58?70 °C). The enzyme showed a stable behavior toward high-pressure/temperature treatments. Keywords: Capsicum annuum; pepper; pectin methylesterase; purification; characterization; thermal and high-pressure stability

Process stability of Capsicum annuum pectin methylesterase in model systems, pepper puree and intact pepper tissue

Castro, Sónia Marília; Loey, Ann; Saraiva, Jorge Alexandre; Smout, Chantal; Hendrickx, Marc
Fonte: Springer Verlag Publicador: Springer Verlag
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
Process stability studies towards temperature and/or pressure on pepper pectin methylesterase (PME) were carried out in different systems (purified form, crude extract, pepper pieces and puree) at pH 5.6. Within the temperature range studied (22–80 °C, 5 min), pepper PME in pure form and crude extract was gradually inactivated showing a biphasic inactivation behaviour, indicating the presence of isoenzymes of different thermostability. Pepper samples heated for 15 min showed a maximum of residual PME activity around 55 °C. Isothermal inactivation of pepper PME in purified form and crude extract at pH 5.6 could be described by a biphasic inactivation model for the temperature range studied (62–76 °C). A stable behaviour towards high-pressure/temperature treatments (400–800 MPa/25–60 °C) was observed for crude extract and purified pepper PME. PME in pepper puree samples revealed to be very pressure stable. Mild temperatures combined with pressure treatments seem to increase the extractability from PME in pepper tissue, probably due to the effect on the cell structure.

Identification of pressure/temperature combinations for optimal pepper (Capsicum annuum) pectin methylesterase activity

Castro, Sónia Marília; Loey, Ann Van; Saraiva, Jorge Alexandre; Smout, Chantal; Hendrickx, Marc
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Pectin methylesterase (PME) was extracted from green bell peppers and purified by affinity chromatography. The optimal pectin and salt concentrations for the PME catalysed reaction were investigated. Purified pepper PME activity was studied during combined high-pressure/temperature treatments (18–65 °C, 0.1–600 MPa) in a model system of pectin at pH 5.6. The activity of purified pepper PME showed a maximum at 200 MPa and 55 °C. A third-degree polynomial model (derived from a thermodynamic model) was successfully used to describe the heat–pressure dependence of the initial rates of purified pepper PME-catalyzed methanol formation.

Effect of drying on the textural attributes of green pepper and pumpkin.

Guiné, Raquel; Barroca, Maria João
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferenceobject
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.22%
Pumpkin and bell pepper are very popular in Portuguese cuisine; however, their processed form is scarce in the market. Therefore, the drying, which is one of the oldest methods for preservation of foods, may represent a possible method to commercialize these vegetables. The most popular drying process uses convection though hot air, but the high temperatures can change the composition and nutritional value as well as the organoleptic quality of the products. Despite the high costs and time consuming of freeze drying, this process generates minor changes in colour, flavor, texture, and chemical composition [1]. Apart from the perceived primary characteristics, texture and flavor play also an important role on the acceptability of foods by the consumers. Hence, it is crucial to determine and control the texture of the processed foods. The present work aims to study the effect of freeze-drying and air drying at different temperatures on the texture of pumpkin and green pepper. The texture attributes (hardness, adhesiveness, springiness, cohesiveness, and chewiness) were estimated after measurements made with a texturometer. Measurements to the fresh green pepper were done on both sides of the pepper tissue, that is from the skin (external) and the flesh (internal) sides. Rupture of the skin from the flesh side required a lower force (10.9 N) when compared with the same action from the skin side (13.8 N). The fresh pumpkin was peeled and texture profile analysis was carried out on cylindrical samples removed at 1...

Pollination efficiency of the stingless bee Melipona subnitida on greenhouse sweet pepper

Cruz,Darci de Oliveira; Freitas,Breno Magalhães; Silva,Luis Antônio da; Silva,Eva Mônica Sarmento da; Bomfim,Isac Gabriel Abrahão
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.12%
The present study was carried out in Northeastern Region of Brazil, in order to investigate the use of stingless bee Melipona subnitida Ducke in the pollination of greenhouse sweet pepper (Capsicum annuum L.). Treatments of hand cross-pollination, hand self-pollination, pollination by bees and restricted pollination were performed. Results showed that despite sweet pepper flowers are considered autogamous, this crop benefits from pollination by M. subnitida, producing fruits significantly heavier and wider, containing a greater number of seeds and of better quality (lower percentage of malformed fruits) than self-pollinated sweet pepper. Thus, M. subnitida can be considered an efficient pollinator of greenhouse sweet pepper.

Dehydration of "dedo de moça" pepper: kinetics and phytochemical concentration

Moraes,Izabel Cristina Freitas; Sobral,Paulo José do Amaral; Branco,Ivanise Guilherme; Ré,Tatiana Bazo; Gomide,Catarina Abdalla
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
Red pepper is rich in vitamin C and other phytochemicals and can be consumed as a dehydrated product. The evaluation of the best drying conditions can ensure a better quality product. This study aimed to investigate the effect of air temperature (55, 65, and 75 ºC) on drying kinetics of red peppers and on vitamin C, total phenolic content, and color of dried pepper as compared to the fresh product. Dehydration was carried out in a forced convection oven. Drying kinetics was determined by periodic weighting until constant weight. The moisture content of the fresh pepper was approximately 86%. The drying curves were fitted to three different models available in the literature. The Page model showed the best fit for this process. Analysis of variance revealed that the air drying temperature significantly influenced (p < 0.05) the quality parameters (vitamin C content, total phenolic content, and color) of the dried pepper as compared to the fresh pepper. After drying, the vitamin C retention increased with reduced air-drying temperature. In general, products dried at lower temperatures exhibited better quality due to reduced losses of bioactive compounds.

Antioxidant activity and prevention of pork meat lipid oxidation using traditional Mexican condiments (pasilla dry pepper, achiote, and mole sauce)

Alvarez-Parrilla,Emilio; Mercado-Mercado,Gilberto; La Rosa,Laura Alejandra De; Díaz,José Alberto López; Wall-Medrano,Abraham; González-Aguilar,Gustavo Adolfo
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
Considering the extensive use of hot peppers and spicy sauces in the Mexican cuisine, in the present paper, three widely consumed Mexican condiments (mole sauce, achiote, and pasilla hot pepper) were analyzed for their total phenols, flavonoids and proanthocyanidins, antioxidant activity, and protective effect against lipid oxidation in chopped pork meat. All samples were extracted first with methanol and then with acetone, and the extracts were compared. Pasilla pepper showed the highest phenolic and flavonoid content in both solvents, followed by mole and achiote. Achiote showed the highest proanthocyanidin concentration. All samples showed high antioxidant activity, and good correlations with phenolic compounds and flavonoids, while no correlation was observed in the case of condensed tannins. Mole sauce methanolic extract showed the highest inhibition of pork meat oxidation, followed by pasilla pepper, and finally achiote paste extracts. These results suggest that these condiments are useful to prevent meat lipid oxidation during storage.

Sources of resistance against the Pepper yellow mosaic virus in chili pepper

Bento,Cíntia dos S; Rodrigues,Rosana; Zerbini Júnior,Francisco Murilo; Sudré,Cláudia P
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.05%
The Pepper yellow mosaic virus (PepYMV) naturally infects chili and sweet pepper, as well as tomato plants in Brazil, leading to severe losses. This work reports the reaction to the PepYMV of 127 Capsicum spp. accessions, aiming at identifying resistance sources useful in breeding programs. The experiment was carried out in a completely randomized design, with eight replications, in greenhouse conditions. Plants were protected with an insect-proof screen to avoid virus dissemination by aphids. Leaves of Nicotiana debneyi infected with the PepYMV were used as the inoculum source. Plants were inoculated with three to four fully expanded leaves. A second inoculation was done 48 hours later to avoid escapes. Only the youngest fully expanded leaf was inoculated. Two plants were inoculated only with buffer, as negative control. Symptoms were visually scored using a rating scale ranging from 1 (assymptomatic plants) to 5 (severe mosaic and leaf area reduction). Nine accessions were found to be resistant based on visual evaluation. Their resistance was confirmed by ELISA. Two resistance accessions belong to the species C. baccatum var. pendulum, while the seven other were C. chinense. No resistant accessions were identified in C. annuum var. annuum...

Phosphite effect on hot and sweet pepper reaction to Phytophthora capsici

Sala,Fernando Cesar; Costa,Cyro Paulino da; Echer,Márcia de Moraes; Martins,Marise Cagnin; Blat,Sally Ferreira
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.12%
Phosphite has been recommended to enhance plant resistance against Phytophthora. This work evaluated the response of hot and sweet pepper (Capsicum annuum L.) to Phytophthora capsici from juvenile up to the adult stage following treatment with phosphite. Sweet pepper hybrids considered to be resistant to P. capsici, like Reinger, Nathalie and Athenas, were evaluated. The susceptible checks were hybrid Magali R and cvs. Myr 10 and Ikeda. Hot pepper Criollo de Morelos 328, CM 334, BGH 3756, BGH 5122, CNPH 294 and Locorte were used as referential resistant lines. Phosphite did not have an effect on the hot pepper resistant lines because of their genetic homozygozity, while no protection was observed for the Athenas hybrid claimed to be resistant. Heterozygous hybrids recognized as resistant, like Reinger and Nathalie, showed higher survival following phosphite treatment, and their reaction was equivalent to the resistant cvs. CM 328 and CM 334, except for the fruiting stage. Depending of the hybrid heterozygous genotype, phosphite possibly acts through indirect phytoalexin induction through the inhibited pathogen.

Pollination efficiency of the stingless bee Melipona subnitida on greenhouse sweet pepper.

CRUZ, D. de O.; FREITAS, B.M.; SILVA, L.A. da; SILVA, E.M.S. da; BOMFIM, I.G.A.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.40, n. 12, p. 1197-1201, dez. 2005. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.40, n. 12, p. 1197-1201, dez. 2005.
Tipo: artigo em periódico indexado (alice)
Português
Relevância na Pesquisa
37.12%
The present study was carried out in Northeastern Region of Brazil, in order to investigate the use of stingless bee Melipona subnitida Ducke in the pollination of greenhouse sweet pepper (Capsicum annuum L.). Treatments of hand cross-pollination, hand self-pollination, pollination by bees and restricted pollination were performed. Results showed that despite sweet pepper flowers are considered autogamous, this crop benefits from pollination by M. subnitida, producing fruits significantly heavier and wider, containing a greater number of seeds and of better quality (lower percentage of malformed fruits) than self-pollinated sweet pepper. Thus, M. subnitida can be considered an efficient pollinator of greenhouse sweet pepper.; 2005