Página 1 dos resultados de 3752 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Deficiência e Pobreza no Brasil: a relevância do trabalho das pessoas com deficiência

França, Tiago Henrique de Pinho Marques
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Este trabalho tem por objetivo avaliar o poder do trabalho das pessoas com deficiência como instrumento para a mitigação do risco de pobreza destes indivíduos e dos seus agregados familiares. Estudos em diferentes contextos indicam que a pobreza tem maior incidência nas famílias com pessoas com deficiência. Esta investigação analisa a relação entre pobreza e deficiência na realidade brasileira, a partir da análise dos dados do Censo Demográfico 2010. A tese ancora sua problemática em quatro dimensões analíticas: 1) a temática da deficiência, com ênfase nas elaborações teóricas fundamentadas no materialismo, que defendem a importância do trabalho para o seu processo de inclusão social; 2) o debate sobre a pobreza centrado na ideia de privação material, com especial foco na realidade brasileira; 3) a interseção entre pobreza e deficiência; 4) as possibilidades de investigação empírica destes temas, a partir de uma fonte como o Censo Demográfico. Os resultados obtidos versam sobre: a implicação das deficiências sobre o risco de pobreza; a gravidade da pobreza das famílias das pessoas com deficiência; o impacto das deficiências sobre o trabalho, das pessoas com deficiência e dos seus agregados domésticos; a ocorrência e qualidade do trabalho das pessoas com deficiência...

Ensaios sobre a redução da pobreza no Brasil: mensuração e determinantes; Esays about the poverty reduction in Brazil: measuring and decomposing

Vinhais, Henrique Eduardo Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.23%
Este trabalho analisa a pobreza no Brasil a partir dos micro-dados dos censos demográficos do IBGE dos períodos de 1991 e 2000. Na primeira parte, investiga a construção de uma Linha Híbrida de Pobreza para o Brasil, partindo da estimação empírica da elasticidade-renda da linha de pobreza. A criação desta linha permite contemplar os diferentes aspectos das linhas de pobreza absoluta e relativa, através de uma ponderação entre elas, onde os pesos relativos de cada uma dependem da elasticidade-renda estimada. Com as linhas absoluta e híbrida de pobreza, este trabalho verifica a alteração da incidência da pobreza no período analisado e, em seguida, a mudança dos determinantes desta incidência através de um modelo probit que considera os atributos determinantes da probabilidade de um indivíduo ser pobre. Na segunda parte, este trabalho examina de forma empírica a relação entre crescimento econômico, alteração na distribuição de renda e redução da incidência da pobreza. Além disto, assumindo a hipótese de log-normalidade da distribuição de renda no Brasil, calcula as elasticidades da incidência da pobreza com relação à renda e desigualdade. Por fim, estuda o efeito de variações na renda sobre a pobreza mensurada a partir de uma linha híbrida. Entre os principais resultados...

Pobreza : um diálogo sem consenso

Sousa, Roberta Messiane Gonçalves
Tipo: dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Discutir a pobreza não é uma atividade nova, mas sua importância para o campo das políticas públicas aumenta a cada dia, em parte pela dificuldade de enfrentar e reduzi-la, em parte pelo estímulo crescente dos organismos internacionais, que apontam a pobreza como um dos principais problemas, contribuindo para a introdução e permanência da temática na pauta de discussão mundial. A pobreza durante muito tempo foi entendida e explicada como ausência de renda. Hoje, esta é somente uma das formas de compreensão, sendo que muitos estudos começaram a ser desenvolvidos construindo novos argumentos, bem como incluindo novas abordagens na análise. Esta dissertação busca contribuir para a melhoria do diálogo sobre a pobreza. Para tanto, iremos estudar o Programa de Combate à Pobreza Rural – PCPR, conhecido no Estado do Ceará como Projeto São José. Este programa foi desenvolvido dentro da estratégia do Governo do Estado de combater à pobreza rural no ano de 1995. A idéia deste trabalho será verificar as várias versões construídas para a pobreza nas políticas públicas no Estado do Ceará. Com a realização do trabalho, foi possível perceber que ao longo dos treze anos do Projeto São José houve uma expansão da interpretação da pobreza...

Caracterização da pobreza na Região Centro-Sul do Rio Grande do Sul, no período de 1991 a 2000, sob o enfoque das capacitações

Leão, Ricardo de Souza
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Esta dissertação realiza a caracterização da pobreza em municípios da região Centro-Sul do Rio Grande do Sul. Uma ênfase especial é dada a abordagem das capacitações. O conceito de pobreza considerado parte da noção de que ser pobre não significa apenas ter renda insuficiente ou estar situado abaixo de uma determinada linha de pobreza, mas não ter liberdade de escolhas para desenvolver um conjunto de capacitações para alcançar uma vida que o indivíduo julgue digna e satisfatória. A metodologia utilizada é a analítico-descritiva para a análise e crítica dos conceitos monetários de pobreza. Para a caracterização da pobreza nestes municípios realizou-se uma análise descritiva do tipo cross-section entre estes da região em exame, com um conjunto de outros municípios selecionados, considerados menos pobres.Os indicadores selecionados e examinados para a realização da comparação, são aqueles utilizados para mensurar a pobreza sob a ótica da incidência e intensidade da pobreza bem como a desigualdade de renda e aqueles que sobressaltam aspectos qualitativos da pobreza nas áreas de educação, saúde e saneamento básico. Com o objetivo de dar uma contribuição a região Centro-Sul, analisou-se indicativos de políticas voltadas a estas áreas examinadas. Os principais resultados obtidos nesta análise indicaram que a pobreza nos municípios da região Centro-Sul do Rio Grande do Sul é um fenômeno multidimensional não apenas de incidência...

A pobreza na Região Metropolitana de Porto Alegre

Zandonai, Cristiane Oliveira
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.17%
Esta dissertação tem como objetivo estudar a pobreza na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA). Sua mais importante contribuição consiste em apresentar os principais dados, em nível de município, discutindo as possibilidades de representação da pobreza como um conceito multidimensional. Para tal, este trabalho calcula o Índice de Pobreza de Sen (que representa a incidência e intensidade da pobreza) e uma versão do Índice de Pobreza Humana (IPH-1) para os municípios da RMPA que, de fato, representa a natureza multidimensional da pobreza. Para realizar o estudo apresenta-se inicialmente uma taxonomia conceitual, importante para organizar metodologicamente a investigação empreendida. Em seguida, procede-se a uma caracterização da RMPA de acordo com seus indicadores econômicos e sociais mais relevantes. Por último, apresentam-se as linhas de pobreza e de indigência para a Região Metropolitana de Porto Alegre, de forma agregada, no período de 1992 a 2003, bem como uma análise conjuntural do período. Mais importante, contudo, este estudo procede no final ao cálculo de algumas medidas de pobreza e de desigualdade para as cidades que compõem a Região, construindo-se um mapa da pobreza para a RMPA.

Pobreza e vulnerabilidade de agricultores familiares de Santo Cristo/RS : uma análise da seca a partir da abordagem das capacitações

Costa, Ana Monteiro
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
A noção de desenvolvimento rural aqui apresentada tem como fundamento a Abordagem das Capacitações, proposta por Amartya Sen. O desenvolvimento é ético e multidimensional, e envolve a necessidade de se enfrentar a pobreza e a vulnerabilidade. A pobreza é tida como a falta de liberdade para as pessoas levarem a vida que julgam ser a melhor. A vulnerabilidade é uma situação sócio-econômica na qual a pessoa está piorando a sua situação de bem-estar e tende a acentuar isto mediante um fator exógeno. A pobreza e a vulnerabilidade estão próximas, mas não são a mesma coisa: a vulnerabilidade está no limiar da pobreza, assim a pessoa que está mais vulnerável tende a ficar pobre, ou se já é, pode ter sua pobreza intensificada. Como fator exógeno que tende a aumentar a vulnerabilidade e a pobreza foi estudado o caso da seca no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, mais propriamente no município de Santo Cristo. A seca é um fenômeno sócio-econômico que começa em uma situação prévia de vulnerabilidade, já vivida pelas pessoas, e que tende a acentuar a pobreza e a vulnerabilidade com a estiagem e suas decorrentes conseqüências. Para dar conta da multidimensionalidade e complexidade desses fatores, sua análise foi feita a partir da Abordagem das Capacitações...

Pobreza rural no Brasil : um enfoque comparativo entre a abordagem monetária e a abordagem das capacitações

Mattos, Ely José de
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.13%
Esta dissertação faz uma análise da pobreza rural no Brasil a partir de duas abordagens distintas. Uma delas, a mais tradicional, unidimensional, baseada exclusivamente na renda: a abordagem monetária. A outra, de natureza multidimensional, relativamente recente, baseada naquilo que as pessoas são capazes de ser e fazer: Abordagem das Capacitações, de Amartya Kumar Sen. A questão investigada neste trabalho é se as compreensões de pobreza rural fornecidas por cada uma destas abordagens diferem entre si. Para tal, foram utilizados dados secundários da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE), trazendo, além do Brasil de forma agregada, os estados do Rio Grande do Sul (RS), Minas Gerais (MG) e Rio Grande do Norte (RN). Foram selecionados estes três estados, de regiões diferentes, para captar a heterogeneidade de realidades do país. Subliminar a esta problemática da comparação de abordagens estão duas contribuições específicas desta dissertação: o avanço na discussão sobre o entendimento da pobreza no meio rural e uma contribuição na consolidação da operacionalização da Abordagem das Capacitações a partir de dados secundários. Na parte teórica deste trabalho foram analisados os elementos centrais de cada uma destas abordagens...

As contribuições das organizações não-governamentais (ONGS) na redução da pobreza : estudo de caso em duas comunidades rurais da Guatemala

Tzay, Gladys Yolanda Bala
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
Com o objetivo de realizar uma análise das contribuições das Organizações Não- Governamentais (ONGs) na redução da pobreza, foi feito um estudo de caráter exploratório em San Gaspar Chajul e em Santa Bárbara, comunidades localizadas na região noroeste da Guatemala. Os principais informantes foram os dirigentes e os técnicos das sete ONGs estudadas - três, em San Gaspar Chajul, e quatro, em Santa Bárbara, assim como os seus beneficiários, além das principais lideranças locais. O trabalho empírico teve como base a abordagem de um enfoque metodológico qualitativo. As técnicas utilizadas para a coleta de dados primários foram entrevistas semi-estruturadas e observação participante. Nas duas comunidades de estudo, elementos físico-geográficos, bem como sociais, econômicos, políticos e históricos incidem na configuração da pobreza. Mas, também, os aspectos históricos influenciam na configuração das ONGs que atualmente trabalham nestas localidades. Em Santa Bárbara, onde o conflito armado interno limitou o processo organizativo, estas entidades são organizadas e dirigidas por pessoas externas às comunidades; enquanto em San Gaspar Chajul, onde a população apresenta uma história de maior participação sócio-organizativa...

Pobreza e exclusão feminina nos territórios do agronegócio : o caso de Cruz Alta/RS

Campos, Christiane Senhorinha Soares
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.13%
Esta pesquisa tem como objeto de estudo a relação entre dois processos que se espacializam, simultaneamente, em dezenas de pequenos e médios municípios brasileiros: o aumento da riqueza do agronegócio e da pobreza feminina. Ambos tem seu crescimento estimulado pelas políticas neoliberais, que são implementadas no Brasil a partir da década de 1990. Do ponto de vista geográfico o fundamento teórico desta pesquisa é o conceito de Território, em uma abordagem multidimensional. Outros conceitos relevantes são agronegócio, gênero, neoliberalismo, pobreza e exclusão social, sempre analisados em uma perspectiva crítica. Para atingir o objetivo de verificar a relação entre agronegócio e pobreza feminina, além do levantamento de dados secundários, realizamos um estudo de caso tendo como base a seguinte hipótese: o agronegócio não contribui para reduzir as desigualdades de gênero nos espaços urbanos e rurais em que se territorializa, por promover a exclusão ou a inclusão de forma precária das mulheres no mundo do trabalho. O estudo de caso foi realizado no município de Cruz Alta – RS, um dos grandes produtores de soja do estado, e utilizou como principal procedimento metodológico uma pesquisa quantitativa para identificar o perfil do emprego gerado pelos vários segmentos do agronegócio no município. Os resultados validaram a hipótese ao revelar que o perfil hegemônico do emprego gerado pelo agronegócio em Cruz Alta pode ser assim resumido: masculino...

Os mercados da pobreza ou a pobreza dos mercados? : as instituições no processo de mercantilização da agricultura familiar na Microrregião de Pitanga, Paraná

Plein, Clério
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.17%
Esta tese de doutorado investiga a estrutura e a dinâmica dos mercados acessados pelos agricultores familiares na Microrregião de Pitanga, uma das mais pobres do estado do Paraná, que apresenta um histórico com baixos índices de desenvolvimento. Através das contribuições do economista institucional Douglass North, complementada pelos contributos da Sociologia Econômica, e, de uma intensa pesquisa de campo, pretende-se fazer uma análise institucional do desenvolvimento rural, com ênfase em três dinâmicas de troca mercantil (leite, plantas medicinais e Programa Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar). Pretende-se demonstrar de que forma as instituições interferem (motivando ou restringindo) no funcionamento dos mercados e estabelecer a sua relação com a pobreza rural. Os resultados obtidos permitem dizer que, apesar das novas possibilidades de comercialização que promoveram uma mudança institucional, com a criação dos novos mercados a partir da década de 1990 (leite e plantas medicinais) e 2000 (Programa Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar), persiste um conjunto de instituições que caracterizam a “pobreza” das formas de inserção mercantil, tais como questões de gênero, analfabetismo...

Os programas sociais de combate à pobreza na Argentina e no Brasil : uma abordagem da Filosofia da Libertação

Camara, Guilherme Dornelas
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Esta Tese analisa a implementação de Programas Sociais de Combate à Pobreza nos municípios mais pobres do Rio Grande do Sul e nas capitais de Províncias do noroeste argentino, região mais pobre daquele país. Esses Programas são: Asignación Universal por Hijo para la Protección Social (AUH); Argentina Trabaja; Programa Bolsa Família (PBF); e Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). Trata-se de uma análise qualitativa, que compreende os Programas na continuidade de um histórico de políticas sociais compensatórias que marca o combate à pobreza na América Latina desde a década de 1970. Essas políticas são informadas pela articulação de um conjunto de conceitos e definições de orientação liberal, formulados por instituições e autores como o Banco Mundial, John Rawls, Amartya Sen e o PNUD. Subjaz a essa abordagem liberal a separação entre as dimensões econômica e social que compreende a pobreza como um problema social de responsabilidade dos pobres. Para autores vinculados a essa abordagem, o combate à pobreza é feito através da inclusão dos pobres nos mecanismos de mercado, espaço onde eles podem realizar os estados e as escolhas que valorizam. No entanto, a formulação dos Programas de Combate à Pobreza na Argentina e no Brasil estudados nesse trabalho é influenciada...

Como crescimento e desigual afetam a pobreza; How growth and inequality affect poverty

Rodrigo Octavio Orair
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.19%
Este trabalho apresenta as fórmulas e discute os procedimentos para estimação das elasticidades-crescimento e das elasticidades-desigualdade das medidas de Foster, Greer e Thorbecke (FGT), que medem a magnitude dos efeitos das mudanças na renda média e na desigualdade sobre a pobreza. Utilizando uma análise de regressão, concluímos que os modelos com as elasticidades em relação à medida de desigualdade L de Theil pelo Método Log-normal foram capazes de explicar razoavelmente bem as mudanças observadas nas medidas de pobreza nas Unidades da Federação no Brasil (UF) de 1992 a 2004, verificando-se que esse modelo mostra desempenho significativamente melhor do que os demais. Argumentamos que a aplicação empírica das estimativas das elasticidades-desigualdade da classe de medidas de FGT pelo Método Log-normal, cuja expressão geral para foi deduzida neste trabalho, é mais adequada do que a utilização das elasticidades derivadas por Kakwani (1990) e amplamente difundidas na literatura. Recorrendo às elasticidades da medida de FGT com , demonstramos que aumentos no rendimento médio e reduções na medida de desigualdade sempre determinam reduções na medida de pobreza e que a extensão pela qual cada um destes fatores altera a medida de pobreza depende das propriedades da distribuição de renda inicial...

Pobreza absoluta e classes sociais no Brasil : o saldo do periodo de estagnação economica, 1981-2003 : uma abordagem socio-ocupacional

Everton Dab da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
O presente trabalho teve como objetivo principal estudar a evolução da magnitude da pobreza e da miséria no Brasil, bem como as transformações em seu perfil sócio-ocupacional nas últimas duas décadas; de outra forma, investigar como a pobreza evoluiu no período de estagnação econômica, em que classes ou camadas sociais - definidas a partir das categorias ocupacionais - a pobreza concentrou-se e em que camadas sociais mais cresceu nesses 23 anos de crescimento econômico lento. Tendo em vista essa proposta, a pesquisa desenvolveu-se a partir de dois eixos principais: em primeiro lugar, da crítica à forma como o debate teórico sobre o tema está atualmente colocado no Brasil e às propostas de políticas públicas que derivam dele. Em segundo, de uma avaliação e revisão dos métodos empíricos de abordagem do tema, as chamadas "estatísticas da pobreza". Em razão da forma como o problema foi encaminhado nas últimas duas décadas, não causa surpresa que, em termos de evolução da pobreza no período de 1981 a 2003, tenha havido um sensível agravamento dessa, com o crescimento tanto absoluto quanto relativo do problema, como demonstram alguns resultados do trabalho. À semelhança do que ocorreu no quadro nacional...

Pobreza urbana em Florianópolis no início do século XXI

Witt, Fabiani Erli
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: 184 p.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2010; A pobreza é um fenômeno precedente ao modo de produção capitalista, no entanto, as novas relações sociais e de produção, que emergiram no interior do capitalismo se encontram, historicamente, relacionadas ao agravamento das condições de pobreza dos indivíduos. O capitalismo sacramentou a divisão de trabalho entre campo e cidade, ampliou-a com maior intensidade no interior das manufaturas e, em seguida, dentro das fábricas. Do artesão, homem que detinha a habilidade necessária para a produção e arte final de um produto determinado, nasceu o trabalhador destituído dos meios pelos quais realiza o seu trabalho, dependente do assalariamento urbano e pobre. Deste modo, compreendemos em primeira análise, que o agravamento da pobreza no modo de produção capitalista pode ser considerado como resultado direto do processo pelo qual acontece a acumulação de capital, através da exploração do trabalho excedente do trabalhador, da produção da mais-valia e, da manutenção de um exército de trabalhadores reserva. Sabemos que ao longo da história recente da humanidade...

A pobreza do homem

Garcia, Adir Valdemar
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.13%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Sociologia Política; Este estudo tem por objetivo apresentar reflexões em torno da pobreza no capitalismo. Inicialmente, faço um levantamento bibliográfico visando mostrar como o fenômeno pobreza tem sido definido. De modo especial, estabeleço um diálogo com teóricos social-democratas que estudam esse fenômeno, buscando apresentar as limitações das explicações oferecidas por eles a este respeito. Tais teóricos entendem que a pobreza pode e deve ser diminuída/erradicada no interior do capitalismo, o que leva à compreensão de que o fenômeno pode ser definido como conjuntural. Ao compreender dessa forma, a análise das causas, bem como a sugestão de soluções para a pobreza apresentam-se descoladas da realidade social fazendo com que o discurso dos social-democratas, apesar de crítico, apareça como discurso ideológico que favorece a manutenção da ordem do capital. Dentre os problemas da análise social-democrata sobre a pobreza, o maior está relacionado à defesa da possibilidade de controle do sistema sociometabólico do capital a partir da ação do Estado, tanto no que diz respeito ao âmbito nacional como ao global. Como contraposição a este tipo de compreensão e análise...

Pobreza e programas de transferência condicionada de renda

Apolinário, Vanessa Cristina Duarte
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: 148 p.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Economia, Florianópolis, 2012; Apesar da queda da pobreza verificada no Brasil e no México nos últimos anos, o número de pessoas nesta situação ainda é significativo. A proporção de pessoas consideradas pobres em relação à população total no ano de 2009 no Brasil foi de 21,42% (40 milhões de brasileiros) e, quanto à população extremamente pobre, a taxa é de 7,28% (13,5 milhões de pessoas). Neste sentido, a superação da pobreza e pobreza extrema continua sendo um grande desafio. Os programas de transferência de renda condicionada PTCs, considerados inovação das políticas sociais na América Latina, são defendidos e disseminados por agência multilaterais como modelo de combate a pobreza. Assim, o objetivo deste trabalho é realizar um estudo analítico-descritivo dos programas Bolsa Família (Brasil) e Progresa/Oportunidades (México) buscando verificar as semelhanças e divergências entre os programas, e seus respectivos modelos de PTCs. Para isso foi realizada uma revisão bibliográfica sobre concepções de pobreza, políticas públicas e estratégias de combate à pobreza, além de uma descrição da estratégia de combate a pobreza nos dois países selecionados...

Visões da pobreza na primeira pessoa : contributos para o entendimento do fenómeno social da pobreza na cidade de Beja

Fernandes, Ana Isabel Lapa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 18/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Esta investigação consta de um estudo qualitativo que incide na forma como as pessoas pobres vivem a sua situação, pretendendo compreender o modo como são experienciadas as situações de pobreza na primeira pessoa, visando enquadrar o fenómeno social da pobreza nas suas formas de territorialidade, ao analisar as respostas sociais existentes, num território concreto e definido – a cidade de Beja. O procedimento metodológico foi o indutivo uma vez que se partiu do estudo de uma situação concreta do real para a compreensão e interpretação dessa mesma realidade, sem que o propósito fosse a concretização de uma explicação do problema plausível de ser generalizável. Os instrumentos de observação utilizados foram as entrevistas semi-directivas para indagar os profissionais de Serviço Social vinculados a instituições da cidade de Beja, com intervenção no fenómeno, sendo igualmente construídas entrevistas em profundidade para estudar e compreender as vivências, discursos e trajectórias de vida das pessoas em situação de pobreza. As referências teóricas de suporte basearam-se nas consistentes contribuições de diversos autores como: Alfredo Bruto da Costa, Serge Paugam, Luis Capucha, Francisco Branco, José Pereirinha...

Impactos da educaçãona pobreza e na privação material das famílias em Portugal

Neves, Susana Paula Pereira de Faria das
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em /10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
Mestrado em Eeconomia e Políticas Públicas; Esta dissertação tem como objetivo central analisar os impactos da educação na pobreza e na privação material das famílias em Portugal, evidenciando os canais através dos quais esses impactos se processam. Para tal, utilizaram-se os dados do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (ICOR), de 2010, do Instituto Nacional de Estatística (INE), a fonte oficial de estatísticas sobre a distribuição do rendimento, as condições de vida, a definição da linha de pobreza e para a estimação da taxa de pobreza. Seguindo a literatura relativa à natureza multidimensional da pobreza, iniciada por Sen, os principais referenciais teóricos desta problemática foram abordados numa tripla perspetiva: colocando os retornos monetários (rendimento) e não monetários (privação material) no centro da equação da relação entre educação e pobreza; discutindo a importância do contexto familiar na mobilidade intergeracional; sublinhando a importância de uma perspetiva multidimensional da pobreza. Discutiu-se também a relevância dos indicadores de pobreza e exclusão social definidos no âmbito da Estratégia Europeia 2020. Os resultados obtidos confirmam a heterogeneidade do efeito da educação nos diferentes percentis da distribuição do rendimento...

O tema da pobreza na imprensa escrita de Moçambique (2001-2005): o caso do Jornal “Notícias”

Chefo, Carlos Augusto
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.18%
Mestrado em Estudos Africanos; Partindo do pressuposto de que os media têm o poder de definir a agenda dos temas importantes da actualidade e de fazer os respectivos enquadramentos na abordagem desses temas, esta dissertação visa analisar o discurso da imprensa escrita (no caso do Jornal Notícias) no contexto da cobertura do tema da pobreza, com vista a perceber o papel que aquele jornal desempenha nessa cobertura. Baseada na metodologia de análise de conteúdo, a pesquisa permitiu constatar que, na maioria das vezes, a temática da pobreza figura como notícia associada às declarações das autoridades governamentais. Dos 173 jornais recolhidos referentes ao período entre 2001 e 2005, foram analisados 64 artigos com o tema da pobreza. As notícias incidem, sobretudo, nas mensagens governamentais que destacam a pobreza como desafio nacional, apelando a participação de todos os cidadãos para o seu combate, negligenciando as pessoas que no seu dia-a-dia vivem em situação de pobreza absoluta. Deste modo, conclui-se que no Jornal Notícias privilegiam-se as informações de fontes oficiais e governamentais referindo-se a pobreza. Investe-se menos na abordagem do tema de pobreza em si enquanto problemática social. Não se informa sobre a pobreza reproduz-se o discurso oficial e governamental sobre a pobreza. Por consequência...

Programas de Garantia de Renda Mínima no Brasil: análise do impacto das transferências de renda sobre a pobreza

Satie Hamasaki, Cláudia; Katarina Telles de Novaes Campello, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
37.15%
A motivação desta tese esteve nas constantes discussões em torno da persistência dos números sobre a pobreza no Brasil. As experiências de redução dos níveis de pobreza estiveram associadas aos períodos de crescimento econômico, que se esgotou a partir da década de oitenta. Os indicadores têm apresentado uma proporção de pobres de cerca de 30% da população, número que não tem recuado nas últimas duas décadas. Sendo assim, os esforços, neste trabalho, se voltam para a discussão dos temas relacionados ao problema da pobreza e suas armadilhas, e de como as políticas públicas de combate ao problema se inserem dentro do atual contexto social e econômico do País. A solução dos problemas sociais se configura como importante desafio em termos de política pública, e, neste sentido, cresce a importância dos programas de garantia de uma renda mínima. Este trabalho de tese está centrado na avaliação dos impactos das políticas de combate à pobreza e à desigualdade. Para tanto, o objetivo é avaliar o impacto dos diferentes programas de garantia de renda mínima sobre a pobreza, focando a análise sobre a sua eficácia em atender a quem necessita mais. Dada a pressão sobre os sistemas sociais de proteção que encontram cada vez mais dificuldades em dar respostas à necessidade de combate à pobreza...