Página 1 dos resultados de 26093 itens digitais encontrados em 0.033 segundos

Propriedades mecânicas da sínfise púbica e do ligamento cruzado anterior de ratas prenhes e não-prenhes sob ensaio mecânico de tração; Mechanical properties of pubic sinfisis and anterior cruciate ligament from pregnancy mices and non pregnancy under traction trial

Ferreira, Fernando Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/01/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
Os ligamentos são estruturas estabilizadoras estáticas das articulações e desempenham um papel importante na junção mecânica. Podem ser influenciadas por fatores de diversas naturezas, inclusive adaptações sofridas durante o período puerperal. Na gravidez existem grandes modificações hormonais que preparam o organismo materno para o desenvolvimento do embrião e feto, bem como para a parturição. Assim, sob ação hormonal os ligamentos e a sínfise púbica têm suas características mecânicas alteradas preparando a mãe para o parto. Este trabalho teve por objetivo caracterizar mecanicamente as modificações sofridas na sínfise púbica e no ligamento cruzado anterior do joelho, durante a gestação e na fase final. Para o estudo foram utilizadas 44 ratas da raça Wistar, com massa corporal inicial média de 301.1 / 8,1g e idade aproximada de 100 dias. Os animais foram divididos em três grupos experimentais: o grupo controle, grupo prenhez I e o grupo prenhez II. Para constituição do grupo prenhez I e II, fêmeas férteis foram acasaladas com machos e o coito foi comprovado pela presença de espermatozóides no lavado vaginal obtido da fêmea. Confirmando a prenhez, os animais foram mantidos em gaiolas até o décimo sexto dia para o grupo prenhez I e sacrificados...

"Análise dos fatores associados à recorrência de gravidez na adolescência"; Analysis of factors associated to recurrence in adolescent pregnancy

Waissman, Adriana Lippi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
O objetivo desta pesquisa foi estudar um grupo de 106 gestantes adolescentes multigestas, comparando-as com 510 adolescentes primigestas quanto a variáveis demográficas, obstétricas e psicossociais. As pacientes foram recrutadas no ambulatório de obstetrícia no setor de gravidez na adolescência da clínica obstétrica do HC-FMUSP entre janeiro de 2000 a janeiro de 2006. As pacientes tinham até 18 anos e tiveram acompanhamento multiprofissinal. Os dados foram coletados de prontuário eletrônico (Acess-microsoft 98), apresentados de forma descritiva e analisados por teste do ?2, exato de Fisher, t de Student, Mann-Whytney e índice de Kappa, de acordo com a indicação do uso de cada um. Concluiu-se que não ocorrreram diferenças estatisticamente significativas entre multigestas e primigestas quanto a cor, naturalidade, renda familiar, exercício de alguma atividade remunerada, a idade das mães das adolescentes grávidas, a idade gestacional ao iniciar as consultas de Pré-Natal, número de consultas, estatura, peso no início e término do Pré-Natal, índice de massa corpórea, ganho ponderal durante a gravidez, classificação do ganho de peso pelo gráfico de Rosso, presença de doença hipertensiva específica da gravidez...

A depressão no ciclo gravídico-puerperal de mulheres atendidas em um ambulatório de hospital geral; Depression during pregnancy and puerperal cycle of women attended in an outpatient clinic in a general hospital

Sousa, Valéria Feitosa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
O ciclo gravidico-puerperal é um período que envolve transformações profundas para a mulher nos aspectos físicos, psíquicos e sociais, podendo, no seu transcurso, aparecer importantes alterações na sua personalidade e gerar sofrimento psíquico com intensidades variadas, tornando-se um fator que pode dificultar o estabelecimento de um futuro vínculo afetivo seguro entre mãe e filho, interferindo, particularmente, nas relações interpessoais. Este estudo objetivou identificar a existência de quadros depressivos no ciclo gravídico-puerperal, seus fatores de risco biopsicossociais, bem como descrever os resultados obstétricos e pediátricos das mulheres com sintomas depressivos. Trata-se de um estudo do tipo epidemiológico, descritivo, transversal, realizado em um ambulatório de pré-natal de um hospital geral em 3 etapas, sendo uma durante a gestação, outra durante o puerpério, e, numa terceira, foram realizadas buscas em seus prontuários. Os dados foram coletados por meio de 5 instrumentos, sendo dois questionários contendo informações gerais, aplicados na gestação e no puerpério; uma planilha de coleta de dados, para informações referentes ao trabalho de parto, parto, puerpério imediato e dados do recém nascido; o Inventário de Depressão de Beck e a Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo...

Estudo dos aspectos psicológicos e sua influência no desenvolvimento da hipertensão gestacional; Study of psychological aspects and its implications for the occurence of hypertension during pregnancy

Okino, Erika Tiemi Kato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.66%
A gestação pode ser considerada, dentro das etapas de desenvolvimento, para o homem, mas principalmente para a mulher, como um dos momentos de crise dentro desse processo contínuo e dinâmico. É um momento transitório existencial que envolve necessidade de reestruturações e reajustamentos em várias dimensões, verificando-se necessidade de mudança de identidade e redefinição de papéis. Nesse período, existem alguns estados emocionais que são peculiares, com uma variedade de mudanças e nuances cuja etiologia ainda é bastante discutida, pois envolvem complexas inter-relações entre fatores hormonais e psicológicos. Encontra-se na literatura estreita vinculação entre intercorrências clínico-obstétricas e estados emocionais específicos, o que nos levou, neste trabalho, à investigar o porquê de algumas mulheres desenvolverem o quadro hipertensivo durante a gravidez e outras não. Haveria alguma coisa em seu perfil psicológico que as diferenciasse das grávidas normais? A gravidez acompanhada de hipertensão é uma das principais causas de morte materna em todo o mundo e por constituir-se numa gravidez de alto risco, todas as características peculiares a uma gravidez normal mostram-se exacerbadas. Dentro desse contexto...

Experiências, percepções e significados da maternidade para mulheres com gestação de alto risco; Experiences, perceptions and meanings of motherhood for women with high-risk pregnancy

Quevedo, Michele Peixoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.67%
O presente trabalho teve como proposta estudar as representações sociais para mulheres com diagnóstico de gestação de alto risco em decorrência tanto de doenças pré-existentes quanto de doenças adquiridas durante o período gestacional. Foram entrevistadas 100 mulheres na faixa etária dos 18 aos 42 anos, assim divididas em termos de quadros clínicos: 09 com Diabetes mellitus tipo I associada à gestação; 08 com Diabetes mellitus tipo II associada à gestação; 06 com Hipertensão arterial crônica associada à gestação; 16 com Diabetes gestacional; 18 com Rotura Prematura de Membrana; 20 com Trabalho de Parto Prematuro e 23 com Hipertensão induzida pela gestação. Essas gestantes estavam hospitalizadas para monitoração da gestação no Hospital Maternidade-Escola de Vila Nova Cachoeirinha Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva, localizado na região norte da cidade de São Paulo. A metodologia utilizada foi a qualitativa, com respaldo da teoria das representações sociais, e a estratégia metodológica para a análise das entrevistas foi o Discurso do Sujeito Coletivo. Diferentes representações sociais foram extraídas dos depoimentos e classificadas em quatro grupos temáticos: o primeiro grupo temático trouxe representações a respeito da forma como ocorreu a gestação (se foi planejada ou não); o segundo grupo temático trouxe representações sociais relacionadas aos sentimentos das gestantes ao vivenciarem o diagnóstico do alto risco...

Orgulho de pai: cartilha educativa para a promoção do envolvimento paterno na gravidez; Father's pride - educational booklet to promote paternal involvement during pregnancy

Manganiello, Adriana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
A promoção do envolvimento paterno com a gravidez é uma recomendação mundial, considerando o limitado suporte oferecido aos pais no esclarecimento das suas dúvidas para a vivência da paternidade. As mudanças no papel paterno mostram que existe uma busca dos homens pela participação no processo da gestação, o que merece atenção como objeto de pesquisas científicas na área da assistência obstétrica. A exploração das dificuldades e possibilidades de suporte aos homens para a vivência da paternidade são aspectos essenciais a serem estudados. Os objetivos desta pesquisa foram explorar as experiências vividas pelos pais relativas ao processo de gravidez, parto, pós-parto, aleitamento materno e cuidados com o recém-nascido; identificar as dúvidas e necessidades por orientação relativas a este processo e elaborar um material educativo, mediante inclusão de conteúdos que visam sanar as principais dúvidas e suprir as necessidades dos pais. A história oral temática foi utilizada para explorar as experiências e identificar as demandas por orientação de 17 pais que compartilharam com suas esposas do processo de gravidez, parto, pós-parto, aleitamento materno e primeiros cuidados com o recém-nascido. Os dados foram coletados por meio de entrevista não estruturada...

Influência da gestação, da parição e do puerpério sobre o hemograma de caprinos (Capra hircus) da raça Saanen, criados no Estado de São Paulo; Influence of pregnancy, parturition and puerperium in the hemogram of Saanen goats (Capra hircus), bred in the State of São Paulo

Viana, Rinaldo Batista
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2001 Português
Relevância na Pesquisa
36.66%
Com o objetivo de avaliar a influência da gestação, da parição e do puerpério sobre o quadro hemático de caprinos (Capra hircus) da raça Saanen foram colhidas amostras de sangue de animais criados em sistema intensivo, de acordo com o manejo tradicional empregado nas propriedades produtoras de leite do Estado de São Paulo. Nas amostras de sangue, colhidas em frascos contendo EDTA como anticoagulante, foram realizadas as seguintes provas: contagem do numero de hemácias, em câmara de Neubauer modificada, utilizando-se líquido de Gower como diluidor; determinação do volume globular, pelo método do microematócrito; dosagem de hemoglobina, pelo método da cianometaemoglobina; cálculo dos índices hematimétricos (VCM volume corpuscular médio; HCM hemoglobina corpuscular média; CHCM concentração de hemoglobina corpuscular média), contagem do número total de leucócitos, em câmara de Neubauer modificada, utilizando-se o líquido de Thoma como diluidor; e a contagem diferencial de leucócitos, efetuada em esfregaços sanguíneos, corados pelo método de Rosenfeld. No primeiro experimento, delineado para avaliar a influência da gestação e do puerpério foram colhidas amostras de sangue de 150 cabras...

Gravidez não planejada: a experiência das gestantes de um município do interior do estado de São Paulo; Unplanned pregnancy: the experience of the women in a municipality in the state of São Paulo

Sanches, Natália Canella
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.64%
A gestação, o parto e o puerpério são saberes especiais no universo da mulher, do parceiro, da família e de sua comunidade. A gestação pode gerar diversos sentimentos, tais como: o de surpresa, o de castigo, o de prêmio, o de motivação para continuar a viver, o de realização de um projeto antigo, o de competição em família, o de problema, o de estorvo, o de descuido ou de irresponsabilidade. Confirmada a gravidez, a mulher, o parceiro e os familiares podem vivenciar diferentes reações diante dessa novidade. A reação inicial depende do desejo e planejamento da gravidez (gestação), podendo ser desejada, planejada, ou acidental, não planejada e, até mesmo indesejada. Gravidez não planejada é toda a gestação que não foi programada pelo casal ou, pelo menos, pela mulher. A sua ocorrência tem impacto importante na oferta de cuidados de pré-natal, na orientação sobre aleitamento materno, no estado nutricional infantil e nas taxas de morbimortalidade materno-infantil. Embora pouco estudada, a gravidez não planejada representa risco aumentado de ansiedade e de depressão, sobretudo no período puerperal. Tendo em vista estes aspectos, o objetivo deste estudo foi compreender como as gestantes vivenciaram/experienciaram uma gravidez não planejada e suas consequências à vida familiar/conjugal. O estudo baseou-se na metodologia de análise de dados qualitativos...

Índice de massa corporal pré-gestacional, fatores relacionados à gestação e ganho de peso materno em unidades básicas de saúde no Sul do Brasi : estudo do consumo e do comportamento alimentar na gestação - ECCAGe; Pre-pregnancy body mass index, pregnancy related factors and maternal weight gain in general practices in southern Brazil – The ECCAGe Study

Drehner, Michele
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.63%
Introdução: O ganho de peso gestacional é um indicador de saúde materno-fetal, estando associado com duração da gestação, tipo de parto, peso do bebê ao nascer e retenção de peso materno pós-parto, cujos determinantes podem ser o estado nutricional prégestacional, o consumo alimentar e os fatores sociais. Objetivos: Descrever o ganho de peso total de gestantes atendidas em unidades básicas de saúde e sua associação com o estado nutricional pré-gestacional, com fatores sóciodemográficos e relacionados à gestação. Delineamento: Estudo de coorte prospectivo de gestantes arroladas consecutivamente entre a 16a e 36a semanas e seguidas até o parto. Cenário: Serviços de pré-natal na rede básica de saúde em duas cidades do Rio Grande do Sul, Brasil. Método: Na linha de base, foram realizadas entrevistas padronizadas incluindo questionários de freqüência alimentar, de características sócio-demográficas e de dados clínicos das gestantes. O seguimento ocorreu até o pós-parto imediato, sendo coletado o peso da gestante registrado em cada consulta de pré-natal. O ganho de peso foi classificado em “adequado”, “insuficiente” e “excessivo” conforme recomendação do Institute of Medicine (1990). Regressão logística polinomial foi utilizada para estimar a associação entre categorias de ganho de peso e estado nutricional pré-gestacional e fatores sóciodemográficos e gestacionais. Resultados: As incidências de ganho de peso insuficiente e excessivo das 667 gestantes amostradas foram de 29...

Associations among milk production and rectal temperature on pregnancy maintenance in lactating recipient dairy cows

Vasconcelos, J. L. M.; Cooke, R. F.; Jardina, D. T. G.; Aragon, F. L.; Veras, M. B.; Soriano, S.; Sobreira, N.; Scarpa, A. B.
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 140-147
Português
Relevância na Pesquisa
36.62%
The objective of this study was to evaluate the associations among milk production, rectal temperature, and pregnancy maintenance in lactating recipient dairy cows. Data were collected during an 11-mo period from 463 Holstein cows (203 primiparous and 260 multiparous) assigned to a fixed-time embryo transfer (ET) protocol. Only cows detected with a visible corpus luteum immediately prior to ET were used. Rectal temperatures were collected from all cows on the same day of ET. Milk production at ET was calculated by averaging individual daily milk production during the 7 d preceding ET. Pregnancy diagnosis was performed by transrectal ultrasonography 21 d after ET. Cows were ranked and assigned to groups according to median milk production (median = 35 kg/d; HPROD = above median; LPROD = below median) and rectal temperature (39.0 degrees C = HTEMP). A milk production x temperature group interaction was detected (P = 0.04) for pregnancy analysis because HTEMP cows ranked as LPROD were 3.1 time more likely to maintain pregnancy compared with HTEMP cows ranked as HPROD (P = 0.03). Milk production did not affect (P = 0.55) odds of pregnancy maintenance within LTEMP cows, however, and no differences in odds of pregnancy maintenance were detected between HTEMP and LTEMP within milk production groups (P > 0.11). Within HTEMP cows...

Incontinencia urinaria no ciclo gravidico-pueral e impacto na qualidade de vida; Urinary incontinence in the pregnancy-perperium cycle and impact in the quality of life

Junia Leonne Dourado de Almeida Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
Objetivos: avaliar a incontinência urinária (IU) no ciclo gravídico-puerperal; verificar em qual fase do ciclo inicia-se a IU, a característica da perda urinária, os tipos de IU e a associação com fatores considerados de risco, e avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) de puérperas incontinentes. Método: tratou-se de estudo transversal do tipo correlacional, no qual 220 puérperas foram entrevistadas, no período entre 30 a 180 dias de pós-parto, por meio de um formulário construído e validado para esse estudo e dois instrumentos de avaliação de QVRS, um genérico, o SF-36 e outro específico para mulheres incontinentes, o King?s Health Questionnaire (KHQ). Resultados: a IU foi observada desde o início da gravidez, porém foi mais freqüente no último trimestre. É mais comum na gestação (43,6%) do que no puerpério (10%). A maioria das mulheres apresentava perda pequena tanto na gravidez como no puerpério e, 13% referiram perda de grande volume. A IU mista foi o tipo mais frequente na gravidez (20%) e a IU de esforço, no puerpério (4,5%). A presença de IU na gravidez foi associada com o aumento da idade materna, multiparidade, parto normal em gravidez anterior e ocorrência de perda de urina na gravidez anterior. Em relação ao puerpério...

Caracterização molecular das fases de separação, relaxamento e remodelação da sínfise púbica do camundongo, durante a prenhez, parto e pós-parto; Molecular characterization of separation, relaxation and remodeling of the mouse pubic symphysis during pregnancy, partum and postpartum

Renata Giardini Rosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.63%
A remodelação que a sínfise púbica (SP) sofre durante a prenhez, parto e pós-parto é um dos eventos importantes para o parto normal, e ocorre no trato reprodutor feminino como útero, cérvice uterina e sínfise púbica em alguns mamíferos. Durante a prenhez de alguns roedores ocorre um acentuado processo de remodelação da sínfise púbica (SP). No camundongo, esta articulação fibrocartilaginosa é gradativamente modificada, formando o ligamento interpúbico (LI) da etapa final da prenhez. Logo após o parto, este ligamento é rapidamente remodelado e o espaço entre os ossos púbicos se fecha, por volta do quinto dia pós-parto. Contudo, alterações no metabolismo celular durante o relaxamento da sínfise púbica do camundongo durante a prenhez, parto e pós-parto não foram extensivamente estudadas. Neste trabalho, foram utilizadas sínfises de camundongos virgens (V) e de animais prenhes como também no pós-parto. Os experimentos evidenciaram que as enzimas Metaloproteinases (MMPs) -2, -9, Tissue Inhibitors of Metalloproteinases (TIMPs) -1, -2 assim como as catepsinas B e K foram detectadas em todos os dias estudados. Por meio do Western Blotting foi observado que a MMP-8 teve sua maior expressão protéica no (12º Dia de prenhez) D12...

A prática de atividade física na gestação e puerpério e suas repercussões perinatais= : Physical activity during pregnancy and postpartum period and the effects on perinatal outcomes; Physical activity during pregnancy and postpartum period and the effects on perinatal outcomes

Simony Lira do Nacimento
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.67%
Introdução: Tanto o nível de atividade física quanto a prática regular de exercícios físicos durante a gestação são fatores que podem influenciar na evolução da gestação e nos desfechos materno-fetais. Desde a década de 1980, a prática regular de exercício físico durante a gestação e no período pós-parto vem sendo cada vez mais estudada e estimulada por se associar a benefícios para saúde física e psicológica da gestante e por não influenciar adversamente nos desfechos neonatais. Um melhor entendimento dos níveis habituais de atividade física entre gestante e puérperas, os fatores e repercussões relacionados à sua prática ajudariam num melhor delineamento de políticas públicas voltadas para o seu incentivo. Objetivo: Avaliar a prática de atividade física, suas características, fatores relacionados e as repercussões durante a gestação e após o parto. Métodos: Para esta tese de doutorado, foram realizadas diferentes abordagens sobre a prática de atividade física na gestação e puerpério. Primeiramente, foi realizada uma revisão sistemática da literatura, com ensaios clínicos randomizados, publicados entre julho de 2010 e julho de 2012, sobre a prática de exercício na gestação e seus efeitos na saúde materno-fetal...

Contraceptive Choices Pre and Post Pregnancy in Adolescence

Correia, L; Martins, I; Oliveira, N; Antunes, I; Palma, F; Alves, MJ
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.63%
STUDY OBJECTIVE: The main aim of this study is to evaluate the impact of adolescent pregnancy in the future contraceptive choices. A secondary aim is to verify whether these choices differ from those made after an abortion. DESIGN: Retrospective study. SETTING:Adolescent Unit of a tertiary care center. PARTICIPANTS:212 pregnant teenagers. INTERVENTIONS: Medical records review. MAIN OUTCOME MEASURES:Intended pregnancy rate and contraceptive methods used before and after pregnancy. For contraceptive choices after pregnancy we considered: Group 1 - teenagers who continued their pregnancy to delivery (n = 106) and Group 2 - the same number of adolescents who chose to terminate their pregnancy. RESULTS: The intended pregnancy rate was 14.2%. Prior to a pregnancy continued to delivery, the most widely used contraceptive method was the male condom (50.9%), followed by oral combined contraceptives (28.3%); 18.9% of adolescents were not using any contraceptive method. After pregnancy, contraceptive implant was chosen by 70.8% of subjects (P < .001) and the oral combined contraceptives remained the second most frequent option (17.9%, P = .058). Comparing these results with Group 2, we found that the outcome of the pregnancy was the main factor in the choices that were made. Thus...

Contraceptive Choices Pre and Post Pregnancy in Adolescence

Correia, L; Martins, I; Oliveira, N; Antunes, I; Palma, F; Alves, MJ
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.63%
STUDY OBJECTIVE: The main aim of this study is to evaluate the impact of adolescent pregnancy in the future contraceptive choices. A secondary aim is to verify whether these choices differ from those made after an abortion. DESIGN: Retrospective study. SETTING:Adolescent Unit of a tertiary care center. PARTICIPANTS:212 pregnant teenagers. INTERVENTIONS: Medical records review. MAIN OUTCOME MEASURES:Intended pregnancy rate and contraceptive methods used before and after pregnancy. For contraceptive choices after pregnancy we considered: Group 1 - teenagers who continued their pregnancy to delivery (n = 106) and Group 2 - the same number of adolescents who chose to terminate their pregnancy. RESULTS: The intended pregnancy rate was 14.2%. Prior to a pregnancy continued to delivery, the most widely used contraceptive method was the male condom (50.9%), followed by oral combined contraceptives (28.3%); 18.9% of adolescents were not using any contraceptive method. After pregnancy, contraceptive implant was chosen by 70.8% of subjects (P < .001) and the oral combined contraceptives remained the second most frequent option (17.9%, P = .058). Comparing these results with Group 2, we found that the outcome of the pregnancy was the main factor in the choices that were made. Thus...

Physical activity, health-related quality of life and depression during pregnancy

Tendais,Iva; Figueiredo,Bárbara; Mota,Jorge; Conde,Ana
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
This study examines physical activity patterns among women, from pre-pregnancy to the second trimester of pregnancy, and the relationship between physical activity status based on physical activity guidelines and health-related quality of life (HRQoL) and depression over pregnancy. 56 healthy pregnant women self-reported physical activity, HRQoL and depression at 10-15 and 19-24 weeks of pregnancy and physical activity before pregnancy. Whereas vigorous leisure physical activity decreased after conception, moderate leisure physical activity and work related physical activity remained stable over time. The prevalence of recommended physical activity was 39.3% and 12.5% in the 1st and 2nd trimesters of pregnancy respectively, and 14.3% pre-pregnancy. From the 1st to the 2nd pregnancy trimester, most physical HRQoL dimensions scores decreased and only mental component increased, independently of physical activity status. No changes in mean depression scores were observed. These data suggest that physical activity patterns change with pregnancy and that physical and mental components are differentially affected by pregnancy course, independently of physical activity status.

Changes in maternal body composition and metabolism of dairy goats during pregnancy

Castagnino,Douglas de Souza; Härter,Carla Joice; Rivera,Astrid Rivera; Lima,Lisiane Dorneles de; Silva,Herymá Giovane de Oliveira; Biagioli,Bruno; Resende,Kleber Tomás de; Teixeira,Izabelle Auxiliadora Molina de Almeida
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
The objective of this study was to evaluate the mobilization of nutrients in goats of different gestation types and pregnancy stages. Forty-four Saanen and Oberhasli goats were studied. The goats of each breed and gestation type (single or twin) were slaughtered at different gestational ages (80, 110, and 140 days of pregnancy), forming a completely randomized design in a 2 × 3 × 2 factorial arrangement (two breeds, three gestational ages, and two types of pregnancy). The slaughter procedure involved separating the empty body, mammary glands, uterus with membranes and fetal fluid, and fetus(es). For the females slaughtered at 140 days of pregnancy, blood was collected to analyze metabolites and hormones every 15 days during gestation. The dry matter (DM) intake was lower in goats with twin pregnancies. The relative daily retention rate of the nutrients in the body was positive at 100 days of pregnancy but became negative at 140 days (-0.18±0.25 g DM kg-1 of maternal body d-1) and did not differ with breed or number of fetuses. Fetal growth in twin pregnancies was 66% higher than in single pregnancies. The highest levels of ß-hydroxybutyrate and non-esterified fatty acids were observed beginning at 100 days of gestation. Serum total protein and albumin levels decreased after 125 days of gestation. Serum urea levels were reduced after 80 days of gestation. Plasma 17ß-estradiol levels increased with the advance of pregnancy...

From feeding one to feeding many: hormone-induced changes in bodyweight homeostasis during pregnancy

Augustine, Rachael A; Ladyman, Sharon R; Grattan, David R
Fonte: Blackwell Science Inc Publicador: Blackwell Science Inc
Tipo: text
Português
Relevância na Pesquisa
36.62%
Pregnancy is associated with hyperphagia, increased fat mass, hyperleptinaemia and hyperprolactinaemia. The neuroendocrine control of bodyweight involves appetite-regulating centres in the hypothalamus, containing both orexigenic and anorexigenic neurons that express leptin receptors (LepR). In the rat, central leptin resistance develops during mid pregnancy, well after hyperphagia becomes apparent, to negate the appetite suppressing effects of leptin. We have investigated the hypothalamic response to leptin during pregnancy and examined the role of pregnancy hormones in inducing these changes. We have shown that there are multiple levels of leptin resistance during pregnancy. Despite elevated serum leptin, neuropeptide Y and agouti related peptide mRNA in the arcuate nucleus are not suppressed and may even be increased during pregnancy. LepR mRNA and leptin-induced pSTAT3 expression, however, are relatively normal in the arcuate nucleus. In contrast, both LepR and leptin-induced pSTAT3 are reduced in the ventromedial hypothalamic nucleus. Injecting ?-melanocyte-stimulating hormone (?-MSH) into the brain, to bypass the first-order leptin-responsive neurons in the arcuate nucleus, also fails to suppress food intake during pregnancy...

Hepatic Cyp2d and Cyp26a1 mRNAs and Activities Are Increased During Mouse Pregnancy

Topletz, Ariel R.; Le, Huong N.; Lee, Nora; Chapman, John D.; Kelly, Edward J.; Wang, Joanne; Isoherranen, Nina
Fonte: The American Society for Pharmacology and Experimental Therapeutics Publicador: The American Society for Pharmacology and Experimental Therapeutics
Tipo: text
Português
Relevância na Pesquisa
36.62%
There is considerable evidence that drug disposition is altered during human pregnancy and based on probe drug studies, CYP2D6 activity increases during human pregnancy. The aim of this study was to determine whether the changes of CYP2D6 activity observed during human pregnancy could be replicated in the mouse, and explore possible mechanisms of increased CYP2D6 activity during pregnancy. Cyp2d11, Cyp2d22, Cyp2d26 and Cyp2d40 mRNA was increased (P < 0.05) on gestational days (GD) 15 and 19 compared with the non-pregnant controls. There was no change (P > 0.05) in Cyp2d9 and Cyp2d10 mRNA. In agreement with the increased Cyp2d mRNA, Cyp2d-mediated dextrorphan formation from dextromethorphan was increased 2.7-fold (P < 0.05) on GD19 (56.8±39.4 pmol/min/mg protein) when compared with the non-pregnant controls (20.8±11.2 pmol/min/mg protein). An increase in Cyp26a1 mRNA (10-fold) and retinoic acid receptor (Rar)? mRNA (2.8-fold) was also observed during pregnancy. The increase in Cyp26a1 and Rar? mRNA during pregnancy indicates increased retinoic acid signaling in the liver during pregnancy. A putative retinoic acid response element was identified within the Cyp2d40 promoter and the mRNA of Cyp2d40 correlated (P < 0.05) with Cyp26a1 and Rar?. These results show that Cyp2d mRNA is increased during mouse pregnancy the and mouse may provide a suitable model to investigate the mechanisms underlying the increased clearance of CYP2D6 probes observed during human pregnancy. Our findings also suggest that retinoic acid signaling in the liver is increased during pregnancy...

Pregnancy as a cardiac stress model

Chung, Eunhee; Leinwand, Leslie A.
Fonte: Oxford University Press Publicador: Oxford University Press
Tipo: text
Português
Relevância na Pesquisa
36.62%
Cardiac hypertrophy occurs during pregnancy as a consequence of both volume overload and hormonal changes. Both pregnancy- and exercise-induced cardiac hypertrophy are generally thought to be similar and physiological. Despite the fact that there are shared transcriptional responses in both forms of cardiac adaptation, pregnancy results in a distinct signature of gene expression in the heart. In some cases, however, pregnancy can induce adverse cardiac events in previously healthy women without any known cardiovascular disease. Peripartum cardiomyopathy is the leading cause of non-obstetric mortality during pregnancy. To understand how pregnancy can cause heart disease, it is first important to understand cardiac adaptation during normal pregnancy. This review provides an overview of the cardiac consequences of pregnancy, including haemodynamic, functional, structural, and morphological adaptations, as well as molecular phenotypes. In addition, this review describes the signalling pathways responsible for pregnancy-induced cardiac hypertrophy and angiogenesis. We also compare and contrast cardiac adaptation in response to disease, exercise, and pregnancy. The comparisons of these settings of cardiac hypertrophy provide insight into pregnancy-associated cardiac adaptation.