Página 1 dos resultados de 13418 itens digitais encontrados em 0.234 segundos

Qualidade de vida dos enfermeiros das equipes de saúde da família: a relação das variáveis sociodemográficas; Quality of life of family health team nurses: the relationships of sociodemographic factors; La calidad de vida de las enfermeras de los equipos de salud familiar: la relación de variables sociodemográficas

FERNANDES, Janielle Silva; MIRANZI, Sybelle de Souza Castro; IWAMOTO, Helena Hemiko; TAVARES, Darlene Mara dos Santos; SANTOS, Claudia Benedita dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
Objetivou-se conhecer a qualidade de vida dos enfermeiros que compõem as equipes de saúde da família da Macrorregião de Saúde do Triângulo Sul, assim como fatores sociodemográficos relacionados. Trata-se de um estudo descritivo e transversal. O universo, composto por 90 enfermeiros, respondeu a um questionário cuja finalidade foi conhecer as variáveis sociodemográficas influentes e o instrumento genérico para avaliar a qualidade de vida WHOQOL-100. Os resultados indicam que indivíduos casados/amasiados obtiveram maiores escores de qualidade de vida comparados aos solteiros, nos domínios psicológico (p=0,013), independência (p=0,021), relações sociais (p=0,000) e ambiente (p=0,022). Aqueles que declararam saúde debilitada apresentaram menores escores nos domínios físico (p=0,000), psicológico (p=0,002) e independência (p=0,000). Os resultados mostram impacto negativo do estado de saúde debilitado nos domínios da qualidade de vida dos enfermeiros. Ressalta-se a importância da promoção de saúde e considera-se necessária a (re)definição de políticas públicas voltadas para a saúde desses profissionais.; This study aimed better understand the Quality of Life among nurses who make up the family health teams of the Brazilian Health Macro-region of its Southern Triangle...

Qualidade de vida de mulheres vivendo com o HIV/aids de um município do interior paulista; Quality of life in women with HIV/aids in a municipality in the state of São Paulo; Calidad de vida de mujeres viviendo con HIV/aids en un municipio del interior paulista

GASPAR, Joice; REIS, Renata Karina; PEREIRA, Fernanda Maria Vieira; NEVES, Lis Aparecida de Souza; CASTRIGHINI, Carolina de Castro; GIR, Elucir
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
A terapia antirretroviral de alta potência beneficia os indivíduos com HIV/aids na sobrevida, cronicidade e qualidade de vida. Este estudo de corte transversal, com abordagem quantitativa, objetivou avaliar a qualidade de vida de mulheres com HIV/aids, utilizando o WHOQOL - HIV bref e sua associação com variáveis sociodemográficas. Foi realizado em dois ambulatórios especializados no atendimento a indivíduos com HIV/aids. De 106 mulheres participantes, 99,1% eram heterossexuais e 92,4% foram infectadas por via sexual. Dentre os domínios de qualidade de vida, espiritualidade obteve maior escore (65,7), seguido pelo físico (64,7), psicológico (60,6), relações sociais (59,5). Menores escores foram atingidos nos domínios nível de independência (58,6) e meio ambiente (54,5). Evidenciou-se que os fatores baixo nível socioeconômico e educacional tiveram associação com diferentes domínios, denotando a relação entre qualidade de vida e condições de vida. Concluiu-se que persistem os desafios no âmbito das relações sociais, afetivas, financeiras, requerendo intervenções efetivas focando o empoderamento das mulheres com HIV/aids.; High potency antiretroviral therapy brings benefits to people with HIV/AIDS, related to survival...

Evaluation of the quality of life of clients with chronic ischemic pain; Avaliação da qualidade de vida em clientes com dor crônica isquêmica; Evaluación de la calidad de vida en clientes con dolor crónico isquémico

PEDROSA, Débora Fernanda Amaral; PELEGRIN, Andressa Karina Amaral Plá; SIQUEIRA, Hilze Benigno de Oliveira Moura; SILVA, Talita de Cássia Raminelli da; COLHADO, Orlando Carlos Gomes; SOUSA, Fátima Aparecida Emm Faleiros
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.8%
The evaluation of quality of life (QOL) faced with chronic ischemic pain involves the clients in their subjectivity and multidimensionality. This descriptive study aimed to evaluate the quality of life of clients who presented chronic ischemic pain. A total of 100 clients of hospital institutes participated in the study. The instrument used to assess pain was an 11 point numerical scale, and to assess the quality of life, the World Health Organization Quality of Life-abbreviated questionnaire. The arithmetic mean for chronic pain was 5.59±3.16 points. The means for quality of life were: in the physical domain, 44.75±16.98; in the overall domain, 50.0±22.40; in the environment, 55.06±13.51, in the psychological, 56.21±17.19 and in the social domain, 68.33±21.84. Thus, the physical domain was, among the areas analyzed, the one which presented a greater impact on the quality of life of the clients with chronic ischemic pain.; A avaliação da qualidade de vida (QV), frente à dor crônica isquêmica, envolve o cliente na sua subjetividade e multidimensionalidade. Este estudo descritivo teve como objetivo avaliar a qualidade de vida de clientes que manifestaram dor crônica isquêmica. Participaram da pesquisa 100 clientes de instituições hospitalares. O instrumento aplicado para avaliar a dor foi a escala numérica de 11 pontos e...

Influência do apoio social na qualidade de vida do cuidador familiar de pessoas com dependência; Influence of social support on the quality of life of family caregivers while caring for people with dependence; Influencia del apoyo social en la calidad de vida del cuidador familiar de personas con dependencia

AMENDOLA, Fernanda; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos; ALVARENGA, Márcia Regina Martins
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida de cuidadores familiares de pessoas dependentes atendidas por equipes de Saúde da Família e a relação com o apoio social. Foram entrevistados 66 cuidadores, utilizando o WHOQOL-bref para avaliação da qualidade de vida, e Zarit Burden Interview para a sobrecarga. O domínio Relações Sociais do WHOQOL-bref obteve o segundo melhor escore. Na análise de regressão linear múltipla, cuidadores do sexo feminino com menores escores de sobrecarga e aqueles que recebiam ajuda de alguém para realizar o cuidado alcançaram os maiores escores. Da mesma forma, cuidadoras com companheiros apresentaram maior escore médio na avaliação global da qualidade de vida e saúde do que as sem companheiros. Os resultados fornecem indícios da influência da rede de apoio social na qualidade de vida e sobrecarga dos cuidadores familiares.; The objective of this study was to evaluate the Quality of Life (QOL) of family caregivers of handicapped people attended at home by Family Health Teams and the relationship with their social support. Sixty-six family caregivers were interviewed using the WHOQOL-bref for a QOL evaluation and Zarit Burden Interview for the burden. The Social Relations domain of the WHOQOL-bref received the second best score within the domains of the instrument. During multiple linear regressions analysis...

Qualidade de vida dos cuidadores de pacientes dependentes no programa de saúde da família; Quality of life of family caregivers of patients dependent on the family health program; La calidad de vida de los cuidadores de enfermos dependientes en el programa de salud de la familia

AMENDOLA, Fernanda; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos; ALVARENGA, Márcia Regina Martins
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.74%
O estudo teve como objetivo avaliar a associação entre a percepção subjetiva da qualidade de vida dos cuidadores familiares de pacientes dependentes atendidos pelo Programa Saúde da Família e as características sociodemográficas e de saúde, grau de sobrecarga percebida e grau de independência funcional do paciente. Foram entrevistados 66 cuidadores, de dezembro 2006 a março de 2007, utilizando os instrumentos WHOQOL-bref; Zarit Burden Interview e a Medida de Independência Funcional para os pacientes. Houve o predomínio de mulheres cuidadoras, donas de casa e em média com 50,5 anos. A média da medida de independência funcional foi 57,82 classificando a amostra de pacientes em dependência modificada. A escala Zarit correlacionou-se negativamente com todos os domínios do WHOQOL-bref. As variáveis independentes estatisticamente relacionadas à qualidade de vida geral, no modelo múltiplo, foram: escala de sobrecarga, a presença de companheiro e a presença de doença no cuidador.; The objective of this study was to evaluate the association between the quality of life of family caregivers of dependent patients served by the Brazilian Family Health Program healthcare teams and socio-demographic characteristics, health condition...

Profissionais de saúde mental: estresse, enfrentamento e qualidade de vida; Mental health professionals: stress, coping and quality of life

SANTOS, Ana Flávia de Oliveira; CARDOSO, Carmen Lúcia
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.74%
Objetivou-se avaliar estresse, enfrentamento e qualidade de vida de profissionais de serviços substitutivos de saúde mental. Participaram 25 profissionais. Aplicaram-se os seguintes instrumentos: Inventário de Sintomas de Stress para Adultos, Inventário de Estratégias de Enfrentamento e Escala de Qualidade de Vida. Os resultados apontaram que 36% dos profissionais apresentavam estresse, maior uso da estratégia de suporte social e maior satisfação com o domínio social da qualidade de vida. Profissionais com presença de estresse utilizaram mais as estratégias de afastamento e fuga-esquiva. Conclui-se que os profissionais de saúde mental, sob estresse, empregam mais estratégias de enfrentamento centradas na emoção. É necessária a elaboração e o desenvolvimento de intervenções que auxiliem esses profissionais no manejo de situações estressantes.; The purpose of the study was to assess stress, coping, and quality of life of professionals in substitutive mental health services. Twenty-five professionals participated in this study. The following instruments were employed: Stress Symptoms Inventory for Adults, Coping Strategies Inventory and the Quality of Life Scale. The results showed that 36% of the professionals presented stress...

Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de cortadores de cana-de-açúcar nos períodos de entressafra e safra; Assessment of health-related quality of life of sugarcane cutters in the pre-harvest and harvest periods; Evaluación de la calidad de vida relacionada con la salud de cortadores de caña de azúcar en los períodos de entre-cosecha y cosecha

Carvalho Junior, Luiz Carlos Soares de; Ramos, Ercy Mara Cipulo; Toledo, Alessandra Choqueta de; Ceccato, Aline Duarte Ferreira; Macchione, Mariângela; Braga, Alfésio Luis Ferreira; Ramos, Dionei
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde de cortadores de cana-de-açúcar. MÉTODOS: Estudo longitudinal em uma usina sucroalcooleira no Oeste do estado de São Paulo de abril (final da entressafra) a outubro (final da safra) de 2010. Foram avaliados 44 cortadores de cana-de-açúcar tabagistas e não tabagistas em três períodos: ao final da entressafra, no fim do terceiro mês de safra e no final da safra. A qualidade de vida relacionada à saúde foi avaliada pelo questionário Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36). Foram realizados análise de variância para medidas repetidas e teste de Friedman para comparar a qualidade de vida entre os períodos. Utilizou-se o teste de Goodman para identificar a frequência dos trabalhadores cujo escore aumentou nos períodos de safra em comparação com a entressafra (respondedores positivos), considerando-se as variáveis qualitativas dos domínios do SF-36. RESULTADOS: Ao final da entressafra, 23% dos trabalhadores desistiram do trabalho; 27% eram tabagistas. Houve decréscimo significativo no domínio vitalidade no final da safra em comparação com a entressafra. Os desistentes apresentaram maior escore no domínio aspecto social em relação ao grupo que permaneceu no trabalho. Não houve diferença na qualidade de vida relacionada à saúde entre tabagistas e não tabagistas. No entanto...

A relação dos aspectos profissionais na qualidade de vida dos enfermeiros das equipes Saúde da Família; The effects of professional factors on the quality of life of family health team nurses; La relación de los aspectos profesionales en la calidad de vida de los enfermeros de los equipos de salud de la fa

Fernandes, Janielle Silva; Miranzi, Sybelle de Souza Castro; Iwamoto, Helena Hemiko; Tavares, Darlene Mara dos Santos; Santos, Claudia Benedita dos
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.78%
Este estudo teve como objetivo conhecer os aspectos profissionais relacionados à Qualidade de Vida dos enfermeiros das equipes saúde da família da Macrorregião de Saúde do Triângulo Sul. Trata-se de um estudo descritivo e transversal. Os 90 enfermeiros sujeitos da pesquisa responderam a um questionário contendo as variáveis profissionais e o instrumento para avaliação da Qualidade de Vida WHOQOL-100. Os resultados mostram o impacto negativo do número de vínculos, do vínculo empregatício inseguro, da excessiva carga horária de trabalho e da insatisfação com o trabalho nos domínios da Qualidade de Vida dos enfermeiros. Considera-se necessária a (re)definição de políticas públicas voltadas para as condições de trabalho desses profissionais. Ações que contribuam no desenvolvimento da Qualidade de Vida dos enfermeiros são importantes considerando sua forte influência na qualidade da assistência prestada.

Amnésia pós-traumática e qualidade de vida pós-trauma; Post-traumatic amnesia and post-trauma quality of life; Amnesia post-traumática y calidad de vida post-trauma

Silva, Silvia Cristina Fürbringer e; Settervall, Cristina Helena Constanti; Sousa, Regina Marcia Cardoso de
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
Este estudo compara a qualidade de vida das vítimas que apresentaram amnésia pós-traumática de longa duração com as demais e analisa a relação entre qualidade de vida e duração da amnésia pós-traumática, computando ou não o período de coma. Estudo de coorte prospectivo, com coleta de dados durante a internação hospitalar e avaliação da qualidade de vida no período de estabilidade da recuperação pós-traumática. Participaram desta investigação vítimas de trauma crânio-encefálico contuso, maiores de 14 anos, sem antecedentes de demência ou trauma crânio-encefálico, internadas em hospital de referência para atendimento de trauma nas primeiras 12 horas pós-evento. Os resultados referentes à qualidade de vida foram mais desfavoráveis em três domínios do grupo com amnésia de longa duração. Correlações entre duração da amnésia e domínios de qualidade de vida foram mais expressivas quando excluído o período de coma, indicando que este tempo não deve ser computado na duração da amnésia pós-traumática.

Validade discriminante do questionário de qualidade de vida da Universidade de Washington no contexto brasileiro; Discriminant validity of the University of Washington quality of life questionnaire in the Brazilian context

Andrade, Fabiana Paula de; Biazevic, Maria Gabriela Haye; Toporcov, Tatiana Natasha; Togni, Janina; Carvalho, Marcos Brasilino de; Antunes, Jose Leopoldo Ferreira
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.78%
OBJETIVO: Avaliar a validade discriminante do questionário de qualidade de vida da Universidade de Washington para pacientes com câncer de cabeça e pescoço e identificar possíveis fatores sociodemográficos que modifiquem seus resultados. MÉTODOS: Foram entrevistados 47 pacientes com câncer de boca e orofaringe em estágio pré-cirúrgico em um hospital no sul do município de São Paulo em 2007, e 141 pacientes sem câncer, pareados por sexo e idade em uma proporção de três para um, que foram atendidos em ambulatórios do mesmo hospital em 2008. Os resultados obtidos para os dois grupos foram comparados pelo teste t de Student. Para os pacientes sem câncer utilizou-se análise de regressão de Poisson para avaliar possíveis fatores de modificação da qualidade de vida. RESULTADOS: O escore geral de qualidade de vida foi significantemente mais elevado (p < 0,001) para os pacientes sem câncer (91,1) do que para os pacientes com câncer (80,6). Observações análogas foram efetuadas para oito dos doze domínios de qualidade de vida compreendidos no questionário (dor, aparência, deglutição, mastigação, fala, ombros, paladar e ansiedade). Como possíveis fatores de modificação dos escores de qualidade de vida foram identificados renda familiar (com impacto nos domínios de recreação...

Crianças com implante coclear: habilidades comunicativas e qualidade de vida; Children with cochlear implants: communication skills and quality of life

Fortunato-Tavares, Talita; Befi-Lopes, Debora; Bento, Ricardo Ferreira; Andrade, Claudia Regina Furquim de
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.8%
Dado o âmbito multidimensional do implante coclear, há crescente necessidade em avaliar não somente medidas clínicas de eficácia relacionadas às habilidades comunicativas, mas também aspectos mais genéricos envolvidos na efetividade do tratamento, como a qualidade de vida. OBJETIVOS: Tradução e adaptação de questionário internacional para o Português Brasileiro; análise das correlações entre fatores relacionados à qualidade de vida; análise das correlações entre qualidade de vida e medidas clínicas de resultado. MATERIAL E MÉTODO: Estudo prospectivo realizado com pais de crianças com implante coclear consistindo na aplicação de instrumentos validados para avaliar aspectos de qualidade de vida e habilidades comunicativas. RESULTADOS: A tradução e adaptação cultural do questionário foi satisfatoriamente realizada e este estudo proporciona a disponibilização do questionário em versão para o Português Brasileiro. Pelos dados obtidos, o implante coclear apresentou efeito positivo na qualidade de vida das crianças implantadas e de suas famílias. As correlações observadas para a variável comunicação demonstram uma relação direta entre comunicação oral e outras variáveis de qualidade de vida. CONCLUSÃO: Este estudo disponibiliza o questionário em versão para o Português Brasileiro. Para os pais de crianças brasileiras usuárias de implante coclear...

Avaliação da qualidade de vida após sinusectomia endoscópica para rinossinusite crônica; Assessment of quality of life after endoscopic sinus surgery for chronic rhinosinusitis

Bezerra, Thiago Freire Pinto; Piccirillo, Jay F.; Fornazieri, Marco Aurelio; Pilan, Renata Ribeiro de Mendonça; Pinna, Fabio de Rezende; Padua, Francini Grecco de Melo; Voegels, Richard Louis
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
125.76%
A rinossinusite crônica é uma doença de etiologia não definida que impacta significativamente a qualidade de vida dos pacientes. A sinusectomia endoscópica foi demonstrada como um tratamento eficaz em melhorar a qualidade de vida dos pacientes em outros países; contudo, não existem estudos nacionais. OBJETIVO: Avaliar a associação cirurgia endoscópica nasossinusal com a qualidade de vida doença-específica dos pacientes com rinossinusite crônica com e sem polipose nasossinusal pelo SNOT-20. Desenho: Estudo prospectivo. PACIENTES E MÉTODOS: Pacientes submetidos à sinusectomia endoscópica após ausência de melhora ao tratamento medicamentoso foram avaliados pelo questionário SNOT-20p antes e 12 meses após a cirurgia. Avaliou-se a melhora na pontuação total e nos cinco itens considerados mais importantes por cada paciente. Avaliamos também a presença de correlação entre a pontuação pré-operatória e a melhora pós-operatória e se havia diferença entre a melhora segundo sexo. RESULTADOS: Incluímos 43 pacientes com idade de 44 (19), md (IIQ); e 60,5% (26/43) do sexo masculino. Os pacientes apresentaram melhora estatisticamente significativa no SNOT-20 e SNOT-20 (5+), e correlação entre a pontuação pré-operatória e a melhora da pontuação (p

Avaliação da qualidade de vida em pacientes adultos com fissura labiopalatina; Quality of life assessment on cleft lip and cleft palate adult patients

Veronez, Fulvia de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
125.82%
Objetivo: A pesquisa objetivou avaliar a qualidade de vida de pacientes adultos com fissura labiopalatina, analisando-a a partir das condições sociodemográficas dos mesmos e do instrumento WHOQOL-BREF. Modelo: O estudo engloba a pesquisa de campo sobre a qualidade de vida de pacientes adultos com fissura labiopalatina. Local de Execução: Setor de Psicologia, Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC) USP. Participantes: 120 pacientes de ambos os gêneros, com idade entre 18 e 30 anos. Todos em fase final de tratamento, sem nenhuma síndrome ou outra patologia associada. Variáveis: gênero, idade, origem, situação conjugal, filhos, moradia, interesse vocacional e escolaridade; e resultados dos domínios do instrumento de avaliação da qualidade de vida WHOQOL-BREF. Resultados: os resultados apontaram um índice de qualidade de vida no geral de bom a muito bom. Todos os domínios da qualidade de vida estavam acima da média; o domínio relações sociais ficou em primeiro, seguido do psicológico, físico e meio ambiente. Não houve correlações estatisticamente significativas entre os domínios da qualidade de vida e as variáveis sociodemográficas levantadas. Conclusões: os pacientes adultos atendidos pelo HRAC possuem índices gerais de qualidade de vida acima da média. Embora não tenha havido correlação entre a qualidade de vida e os aspectos sociodemográficos...

A não realização de cirurgia reconstrutiva de mama: fatores associados, qualidade de vida e auto-estima; Not having breast reconstruction: factors involved, quality of life and self-esteem

Braganholo, Larissa de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
125.75%
A reconstrução mamária visa melhorar a qualidade de vida e auto-estima da mulher após câncer de mama. Atualmente, existe uma baixa procura pela cirurgia, e poucos estudos apontam os fatores relacionados à não-realização do procedimento. Objetivo: Descrever os fatores relacionados à não-realização da reconstrução mamária e investigar a qualidade de vida e auto-estima de mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama. Métodos: A amostra constituiu de 53 mulheres submetidas à cirurgia por neoplasia mamária, freqüentando um núcleo de reabilitação durante o período de agosto a dezembro de 2006, e que responderam a um formulário acerca da doença, do tratamento e dos fatores relacionados à não-realização de reconstrução. Foi aplicado o instrumento The Medical Outcomes Study 36-item Short Form Health Survey - MOS-SF36 - e a Escala de Auto-estima de Rosemberg. Resultados: A maioria das mulheres tinha idade superior a 50 anos, era casada, raça branca, baixa escolaridade e baixa classe econômica. Houve predomínio da cirurgia de mastectomia, com tempo médio decorrido após a cirurgia de 5,8 anos. A maioria das mulheres realizou radioterapia e quimioterapia e algumas evoluíram com limitação na amplitude de movimento e nas tarefas domésticas...

Distúrbios do sono, sintomas de ansiedade e de depressão e qualidade de vida em trabalhadores rurais em período de entressafra cafeeira; Sleep disorders, symptoms of anxiety, depression and quality of life in rural laborers between coffee harvests

Lima, Joseane Mendonça Monteiro de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
INTRODUÇÃO: O desemprego e o trabalho precário podem alterar o sono e comprometer a qualidade de vida e a saúde mental do trabalhador. O trabalho por safra na colheita de café expõe o trabalhador às condições climáticas, ao excesso de atividade física, ao ganho por produtividade e à falta de garantia de estabilidade do trabalho. São elementos que podem acarretar doenças e aumentar a busca por atendimento médico e psicológico, sobrecarregando os serviços de saúde. OBJETIVOS: 1) avaliar o padrão e a qualidade do sono de trabalhadores rurais safristas; 2) investigar a presença e o nível dos sintomas de ansiedade e de depressão; 3) avaliar a percepção da qualidade de vida (QV); 4) verificar possíveis associações entre o trabalho temporário e a presença de sintomas de ansiedade e de depressão e o prejuízo no sono; 5) comparar o padrão e a qualidade do sono, sintomas de ansiedade, de depressão e QV do grupo-estudo com os resultados do grupo-controle. MÉTODOS: O grupo-estudo foi composto por 40 pacientes, com idade média 37,43 (DP= 10,68), sendo sete homens e 33 mulheres, trabalhadores rurais safristas na agricultura cafeeira. Como grupo-controle 40 pacientes trabalhadores rurais fixos. Os dois grupos foram escolhidos entre agricultores do Sul de Minas...

Estudo comparativo entre a percepção da qualidade do sono, qualidade de vida, sintomas depressivos e de ansiedade em portadores de transtorno bipolar na fase eutímica; Comparative study between the perception of quality of sleep and quality of life, depressive and anxiety symptoms in euthymic bipolar disorder

Angelis, Geisa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
125.83%
INTRODUÇÃO: O transtorno bipolar é caracterizado por episódios alternados e recorrentes de mania ou hipomania com depressão e períodos de eutimia, com prevalência entre 1% e 8% na população geral. Os transtornos mentais influenciam consideravelmente a qualidade de vida, prejudicando as relações familiares, sociais e ocupacionais. O sono que influi diretamente na qualidade de vida, também pode alterar-se no transtorno bipolar. OBJETIVOS: a) Verificar se existe diferença entre a percepção da qualidade de vida e qualidade do sono em portadores de transtorno bipolar quando comparados a um grupo-controle; b) verificar a associação entre qualidade de vida e qualidade do sono em cada grupo; c) avaliar a intensidade de sintomas depressivos e de ansiedade e verificar se essas variáveis são diferentes entre os grupos; d) investigar se existe associação dos sintomas depressivos e de ansiedade na qualidade de vida e na qualidade do sono; e) verificar se a latência, duração e eficiência do sono nos maus dormidores do grupo-estudo são diferentes dos maus dormidores do grupo-controle. MÉTODOS: A pesquisa foi do tipo caso-controle e a amostra foi caracterizada como não probabilística por conveniência. Grupoestudo (n=43) e grupo-controle (n=80). A seleção do grupo-estudo seguiu os seguintes critérios de inclusão: pessoas com transtorno bipolar na fase estabilizada que participavam do grupo de psicoeducação em um Hospital Dia Psiquiátrico...

Medo, ansiedade e dor de dente em adolescentes: impacto na qualidade de vida, na saúde bucal e no acesso aos serviços de saúde; Fear, anxiety and dental pain in adolescents: impact on quality of life, oral health and access to health services

Carvalho, Fábio Silva de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
125.78%
O medo e a ansiedade odontológica estão frequentemente associados a experiências traumáticas ocorridas no ambiente odontológico durante a infância. A dor de dente parece ser o problema de saúde bucal de maior impacto sobre o bemestar dos indivíduos, interferindo diretamente na qualidade de vida, pois provoca desordens no sono, diminuição do rendimento no trabalho, faltas escolares e dificuldades na alimentação. Além disso, tem sido identificada como forte preditor de restrição ao acesso aos serviços de saúde bucal, bem como importante elemento no planejamento dos serviços de saúde. O presente estudo teve como objetivos verificar a prevalência e intensidade do medo, da ansiedade e da dor de dente em adolescentes e estimar o impacto dessas variáveis na qualidade de vida, na saúde bucal e no acesso aos serviços de saúde. A amostra foi composta por 101 adolescentes, matriculados na única escola estadual do município de Reginópolis- SP. Foram aplicados cinco questionários para verificar a prevalência e intensidade do medo (Dental Fear Survey), da ansiedade (Modified Dental Anxiety Scale) e da dor de dente, além de verificar o impacto na qualidade de vida (Oral Health Impact Profile, OHIP-14) e o acesso aos serviços de saúde. Para avaliar as condições de saúde bucal foram utilizados os índices CPOD (cárie dentária) e CPI (doença periodontal). O teste de Mann-Whitney foi usado para verificar as diferenças entre os grupos (idade...

Qualidade de vida, impacto do tratamento e níveis de concordância entre avaliações de crianças e adolescentes em tratamento de câncer e seus cuidadores; Quality of life, impact of treatment and agreement between evaluations of children and adolescents in cancer treatment and their caregivers.

Paula, Lívia Loamí Ruyz Jorge de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
125.76%
Introdução: As repercussões causadas pelo diagnóstico de câncer na vida de uma criança ou adolescente vão além dos danos físicos diretamente relacionados ao tratamento. O medo, a dor e a incerteza relacionada à cura passam a fazer parte de sua vida e de sua família e as desestruturações na rotina familiar pelas constantes idas ao hospital, pelo afastamento da escola, assim como pelos diversos efeitos que o tratamento traz, alteram a qualidade de vida desses indivíduos. Os profissionais de saúde, destacando-se aqui a enfermagem, devem estar atentos para essas alterações, a fim de planejar e executar uma assistência eficiente e promotora de bem estar. Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) e o impacto do tratamento em crianças e adolescentes com câncer, mediante aplicação dos inventários PedsQL 4.0 Generic Core Scale e PedsQL 3.0 Cancer Module. Material e métodos: Estudo descritivo, transversal, realizado com 215 crianças e adolescentes brasileiros e seus cuidadores, com idade entre dois e 18 anos e tempo de tratamento entre um e 12 meses. Para avaliação da QV geral, utilizou-se o inventário PedsQL 4.0 Generic Core; já para análise do impacto do tratamento, o inventário utilizado foi PedsQL 3.0 Cancer Module...

Avaliação da qualidade de vida em adolescentes vivendo com HIV/Aids acompanhados em um centro de referência do Município de São Paulo; Quality of life Assessment in adolescents living with HIV / Aids followed up in a referral Center in Sao Paulo

Oliveira, Sofia de Fátima da Silva Barbosa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
125.79%
INTRODUÇÃO: com o desenvolvimento de novas terapias antirretrovirais houve um aumento da sobrevida de crianças/adolescentes infectados pelo HIV e é relevante a avaliação dos efeitos da doença e do impacto do tratamento nos aspectos físico, psicológico e social. OBJETIVOS: avaliar a qualidade de vida em adolescentes vivendo com HIV/Aids e sua correlação com fatores sócio-demográficos e clínicos. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal aninhado a uma coorte de pacientes com HIV/Aids em acompanhamento na Unidade de infectologia do Instituto da Criança (ICr-SãoPaulo). Foram avaliados 61 adolescentes com HIV/Aids (idade 1218 anos). Informações sobre o histórico da doença e uso de medicamentos foram obtidas a partir de prontuários médicos. Os dados de qualidade de vida foram coletados por meio do questionário de Avaliação da Qualidade de Vida - Quality of Life Assessment, na sua versão para adolescente de 12 a 20 anos de idade. A consistência interna dos questionários foi verificada pelo cálculo do coeficiente a de Cronbach. Foram utilizados os testes de Mann Whitney e de Kruskal-Wallis na comparação dos escores dos domínios de qualidade de vida e variáveis sociodemográficas e clínicas e calculado o coeficiente de correlação de Spearman. RESULTADOS: Na avaliação da qualidade de vida...

Correlações entre achados ecocardiográficos e parâmetros de qualidade de vida em cães com doença degenerativa crónica da válvula mitral

Botte, José Martins de Carvalho Sacadura
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 08/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
125.8%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; Contexto: A doença degenerativa crónica da válvula mitral (DDCVM) é a doença cardíaca adquirida mais frequente em canídeos adultos e, pelo seu carácter de progressão crónica, tem um impacto negativo marcado na qualidade de vida dos doentes. A ecocardiografia transtorácica é considerada o método de diagnóstico de eleição para esta doença, e algumas variáveis ecocardiográficas ajudam a identificar animais em risco acrescido de morte. Objectivos: Analisar a existência e significância de correlações entre achados ecocardiográficos e parâmetros de qualidade de vida em cães com DDCVM, de forma a determinar a utilidade desta ferramenta de diagnóstico por imagem como método de avaliação objectiva da qualidade de vida de cães com a referida doença. Animais: Dezoito cães de clientes particulares, 9 machos e 9 fêmeas, de diversas raças e idades, com DDCVM de vários graus de gravidade. Materiais e Métodos: Estudo prospectivo observacional. A qualidade de vida dos cães foi avaliada por um questionário online entregue aos donos; foi realizada ecocardiografia transtorácica 2B, modo-M e Doppler a todos os animais. Utilizou-se o teste de correlação de postos de Spearman para determinar as correlações entre as variáveis de interesse. Resultados: Foram encontradas múltiplas correlações entre as variáveis ecocardiográficas e os parâmetros de qualidade de vida em análise. A gravidade de regurgitação mitral destacou-se pelo número e significância das correlações encontradas. Os índices ecocardiográficos de função diastólica...