Página 1 dos resultados de 170 itens digitais encontrados em 0.069 segundos

Análise da percepção da qualidade de vida e das estratégias de coping familiares na experiência de perda e no processo de luto: um estudo exploratório

Durão, Vera Cristina Costa
Tipo: workingpaper
Português
Relevância na Pesquisa
56.02%
O objectivo do presente estudo exploratório prende-se com a análise da percepção da qualidade de vida e das estratégias de coping familiares numa amostra composta por sujeitos que experienciaram a perda de alguém significativo e o concomitante processo de luto (Grupo A, N=100) e por sujeitos que referiram não ter vivido perda de pessoas significativas (Grupo B, N=20). Os instrumentos utilizados nesta análise foram um Questionário Sócio-Demográfico, o Inventário Qualidade de Vida (QV – Olson & Barnes, 1982, formulário parental na versão portuguesa validada por Simões (2008)) e as Escalas de Avaliação Pessoal Orientadas para a Crise em Família (F-COPES – McCubbin, Olson & Larsen, 1981,versão portuguesa validada por Martins (2008)). Os resultados demonstraram que não existem diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos no que concerne à percepção da qualidade de vida familiar. Relativamente à utilização das estratégias de coping familiares, os resultados revelaram diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos na dimensão Busca de Suporte Social (F-COPES). Por sua vez, no que diz respeito à utilização de estratégias de coping internas e externas, os resultados indicaram que não existem diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos de sujeitos. A análise exploratória realizada ao grupo clínico registou a presença de efeitos estatisticamente significativos ao nível das variáveis sócio-demográficas como a idade...

Análise da percepção das estratégias de coping, qualidade de vida e forças familiares numa amostra composta por idosos da população geral e idosos utentes de centros de dia: um estudo exploratório

Gonçalves, Sara Filipa Fernandes
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
66.03%
O objectivo do presente estudo exploratório prende-se com a análise da percepção das estratégias de coping, qualidade de vida e forças familiares numa amostra composta por idosos da população geral (grupo A, N=27) e por idosos utentes de centros de dia (grupo B, N= 30). Os instrumentos utilizados nesta análise foram as Escalas de avaliação pessoal orientadas para a crise em família (F-Copes – McCubbin, Larsen & Olson, 1981), o Inventário de Qualidade de Vida – versão parental (QV – Olson & Barnes, 1982) e o Questionário de Forças Familiares (Melo & Alarcão, 2007). Além destes, foi também utilizado um Questionário Sócio-Demográfico e uma Ficha de Dados Complementares. Os resultados revelaram diferenças estatisticamente significativas entre o grupo A e o grupo B ao nível da escala total da Qualidade de vida, da satisfação com o tempo, relações sociais e saúde. Em relação ao estilo de coping, detectámos diferenças entre os grupos, sendo que o grupo de idosos em centros de dia mostrou uma tendência significativamente superior na utilização das estratégias relacionadas com a aquisição de suporte social e apoio formal, ambas estratégias de coping externas. Na escala total das Forças Familiares não destacámos diferenças significativas. As análises exploratórias realizadas à amostra geral (N=57) não registaram efeitos estatisticamente significativos das variáveis sócio-demográficas - género...

Percepção das estratégias de coping e das forças familiares numa amostra de pessoas adultas com deficiência visual: um estudo exploratório

Couto, Vânia Isabel dos Santos
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
O objectivo do presente estudo exploratório prende-se com a análise das estratégias de coping e das forças familiares percebidas, numa amostra composta por adultos normovisuais (grupo 1, n= 28) e por adultos com deficiência visual (grupo 2, n= 20). Os instrumentos utilizados nesta análise foram as Escalas de avaliação pessoal orientadas para a crise em família F-COPES (Escalas de avaliação pessoal orientadas para a crise em família) (Versão Portuguesa de Vaz Serra, Firmino, Ramalheira, & Canavarro, 1990; Versão NUSIAF – Sistémica, 2008) e o Questionário de Forças Familiares (QFF - Melo & Alarcao, 2007). Além destes, foi também utilizado um Questionário Sócio-Demográfico, uma Ficha de Dados Suplementares e ainda uma entrevista para análise qualitativa sobre a parentalidade nas pessoas com deficiência visual. Os resultados revelaram diferenças estatisticamente significativas entre o grupo 1 e o grupo 2 ao nível do reenquadramento ( F-Copes) e Apoio Social (QFF). As análises exploratórias realizadas entre a amostra específica (deficientes visuais) e a amostra de comparação (normovisuais) (N= 48) registaram efeitos estatisticamente significativos de algumas variáveis sócio-demográficas (profissão, estatuto socioeconómico) sobre a dimensão Apoio Social do Instrumento QFF; contrariamente as análises não encontraram efeitos estatisticamente significativos nas variáveis sociodemográficas avaliadas (género...

Duas faces da vinculação em grávidas e mães adolescentes: “Bonding” e percepção das relações devinculação com os pais

Silva, Joana Santos
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
55.96%
Quando estudamos a gravidez e/ou maternidade na adolescência, constatamos que a vinculação perpassa toda essa área de investigação. Nesse sentido, o estudo apresentado destina-se a investigar o modo como grávidas e mães adolescentes se encontram emocionalmente envolvidas com o bebé e também, o modo como percepcionam as relações de vinculação com a sua mãe e com o seu pai. Desse modo, a nossa amostra (N=37), foi avaliada através dos seguintes instrumentos: Questionário sócio-demográfico; Escala Bonding (Figueiredo, Marques, Costa, Pacheco & Pais, in press); Inventário da Vinculação na Adolescência (IPPA – Neves, 1995). Não encontrámos qualquer correlação estatisticamente significativa entre o Bonding e a percepção das relações de vinculação com os pais em grávidas e/ou mães adolescentes. Contudo, algumas das variáveis sócio-demográficas e outras associadas à gravidez influenciaram os resultados do Bonding e do IPPA. Curiosamente, verificámos que o “estado civil dos pais”, o “estado civil da própria”, a “conjugalidade” e a “atitude do pai” da própria se destacavam, quando analisávamos os resultados obtidos na escala Bonding e no IPPA. Enfatizou-se ainda, a importância em investigar...

Variáveis sócio-demográficas e formação no CTCV: um novo caminho para formar

Formigo, Fátima Antunes
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
116.26%
A formação, como instrumento estratégico de gestão, intervém sobre o seu factor chave: os Recursos Humanos. No entanto, no que se refere à percepção que os indivíduos têm das actividades de formação em que se inserem, é uma questão ainda pouco explorada pela literatura da especialidade. Num contexto de investigação firmado nos contributos partilhados entre a formação e as variáveis sócio-demográficas, este estudo procura indagar a existência desta relação em 14 organizações industriais do tecido cerâmico português. As variáveis sócio-demográficas incidem na antiguidade na organização, no tipo de contrato com a empresa, na função e há quanto tempo esta é desempenhada, no departamento em que se está inserido, na idade, no género e nas habilitações escolares/académicas. Este estudo pretende averiguar quais delas são significativas nas percepções que os indivíduos detêm acerca da formação.; Training is a strategic instrument of management that interfere in or own key factor: Human Resources. However, when talking about the perception that individuals are about our training activities which they are insert, is a issue yet little explored by literature of expertise. In a context of investigation firm lean sign on shared contributes between training and socio-demographic variables...

Variáveis sócio-demográficas e formação no CTCV:um novo caminho para formar

Formigo, Fátima Antunes
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
116.26%
A formação, como instrumento estratégico de gestão, intervém sobre o seu factor chave: os Recursos Humanos. No entanto, no que se refere à percepção que os indivíduos têm das actividades de formação em que se inserem, é uma questão ainda pouco explorada pela literatura da especialidade. Num contexto de investigação firmado nos contributos partilhados entre a formação e as variáveis sócio-demográficas, este estudo procura indagar a existência desta relação em 14 organizações industriais do tecido cerâmico português. As variáveis sócio-demográficas incidem na antiguidade na organização, no tipo de contrato com a empresa, na função e há quanto tempo esta é desempenhada, no departamento em que se está inserido, na idade, no género e nas habilitações escolares/académicas. Este estudo pretende averiguar quais delas são significativas nas percepções que os indivíduos detêm acerca da formação.; Training is a strategic instrument of management that interfere in or own key factor: Human Resources. However, when talking about the perception that individuals are about our training activities which they are insert, is a issue yet little explored by literature of expertise. In a context of investigation firm lean sign on shared contributes between training and socio-demographic variables...

O papel moderador de algumas características sócio-demográficas na relação entre a regulação emocional e o bem-estar: um estudo com trabalhadores portugueses

Rocha, Teresa Isabel Cardoso
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.1%
As emoções exercem um papel essencial na existência humana. Estas influenciam o modo como o ser humano actua nas diferentes situações da sua vida e interage com os outros. Concretamente, o contexto do trabalho tem sido alvo de uma constante evidência da sua importância na medida em que é, cada vez mais, reconhecido como sendo pertinente e útil investigar o modo como os indivíduos gerem e regulam as suas emoções e de que modo isso afecta o seu comportamento nos mais variados domínios da sua vida. A Regulação Emocional pode ser vista como um processo pelo qual o indivíduo influencia a experiência subjectiva e psicológica das suas emoções.1 O presente estudo insere-se no âmbito do projecto de investigação “Emoções, Sentimentos e Afetos em Contexto de Trabalho”, numa parceria entre a Faculdade de Psicologia e de Ciências de Educação da Universidade de Coimbra|Portugal (FPCEUC) e a Universidade Federal de S. Salvador da Bahia|Brasil (UFBA). É objectivo da presente investigação explorar o impacto da regulação emocional (e suas estratégias) no bem-estar dos trabalhadores, tendo em conta o papel moderador exercido por algumas variáveis sócio-demográficas nesta relação. Foram utilizadas, para o presente fim...

Características do trabalho, variáveis sócio-demográficas como determinantes da satisfação no trabalho na marinha portuguesa

Cordeiro, Susana; Pereira, Fernanda
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
Este trabalho estuda a relação entre, por um lado, as características do trabalho e as variáveis sócio-demográficas e, por outro lado, a satisfação no trabalho, num grupo de oficiais, sargentos e praças pertencentes à Marinha Portuguesa. Para a mensuração das variáveis utilizou-se uma adaptação do questionário Job Diagnostic Survey (Hackman & Oldhan, 1980) e o questionário Job Satisfaction Survey (Spector,1985), para as características do trabalho e para a satisfação no trabalho, respectivamente. As hipóteses procuram estudar as associações existentes nas variáveis em estudo, bem como a existência de diferenças estatisticamente significativas, no que diz respeito às variáveis satisfação no trabalho e antiguidade na instituição. Da análise efectuada aos dados obtidos, recorrendo a estatística multivariada, designadamente correlações e análise de variância, conclui-se existir uma associação positiva estatisticamente significativa entre as características do trabalho e satisfação no trabalho, verificando-se a mesma relação para as variáveis satisfação no trabalho e categoria. Na análise da associação entre as variáveis satisfação no trabalho, idade e antiguidade na instituição os resultados demonstram que o grau de associação não é estatisticamente significativo.

Qualidade de vida no trabalho e sua associação com o estresse ocupacional, a saúde física e mental e o senso de coerência entre profissionais de enfermagem do bloco cirúrgico; Quality of Working Life and its association with occupational stress, physical and mental health and sense of coherence among nursing professionals in surgical settings.

Schmidt, Denise Rodrigues Costa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
46.2%
As seguintes hipóteses foram testadas neste estudo: (H1) após o controle das variáveis sócio-demográficas e profissionais, a adição do estresse ocupacional, da ansiedade e da depressão irá contribuir de forma expressiva para a redução da medida da Qualidade de Vida no Trabalho (QVT); e (H2) após o controle das variáveis sócio-demográficas e profissionais, da presença de ansiedade e depressão, a adição do senso de coerência (SC) irá contribuir de forma expressiva para aumentar a medida de QVT. O objetivo do estudo foi avaliar a QVT, o perfil de saúde física e mental, a presença de estresse ocupacional e o SC entre profissionais de enfermagem lotados no Bloco Cirúrgico (BC). Trata-se de um estudo observacional, descritivo e correlacional, tipo corte transversal do qual participaram 211 trabalhadores de enfermagem. A coleta de dados foi realizada por meio de seis instrumentos: caracterização sócio-demográfica e profissional, Escala Visual Analógica para QVT, Job Stress Scale (versão resumida), Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS), instrumento derivado do Questionário Nórdico para Distúrbios Músculo-esqueléticos e o Questionário de Senso de Coerência de Antonovsky (QSCA). Os instrumentos escalares obtiveram de forma geral valores aceitáveis para o alfa de Cronbach. O alfa de Cronbach das dimensões da Job Stress Scale variou de 0...

Estimativa do tamanho da porção alimentar de indivíduos com diabetes mellitus tipo 2 utilizando o álbum fotográfico; Estimating the size of food portions of individuals with diabetes mellitus type 2 using a photo album.

Barbieri, Anelise Faloni Siman
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
46.23%
Trata-se de um estudo transversal, realizado em uma instituição de saúde, em uma cidade do interior de São Paulo, em 2009. Objetivo Geral: avaliar a estimativa da porção alimentar auto-referida do indivíduo com diabetes mellitus tipo 2. Objetivos específicos: caracterizar as pessoas com diabetes mellitus tipo 2 segundo as variáveis sócio-demográficas e clínicas; quantificar e avaliar o consumo alimentar de indivíduos com diabetes mellitus tipo 2; analisar a estimativa da porção de alimento auto-referida utilizando o álbum fotográfico; e relacionar a estimativa da porção de alimento autoreferida segundo algumas variáveis sócio-demográficas e clínicas. A amostra foi constituída por 48 indivíduos com diabetes mellitus tipo 2 que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Para a coleta de dados foram utilizados três instrumentos: um questionário para a obtenção das variáveis sócio-demográficas e clínicas; um questionário de frequência de consumo alimentar QFCA e um álbum fotográfico. Os dados foram obtidos mediante entrevista no domicílio. Para a análise utilizou-se estatística descritiva e análise de correspondência simples. Os resultados mostraram que houve predomínio de indivíduos do sexo feminino...

Estudo do HPV e variáveis sócio-comportamentais em mulheres com lesão intra-epitelial de alto grau; HPV and sociodemographic characteristics in women with highgrade squamous intraepithelial lesion.

Ramos, Karina Serravalle
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
55.96%
A infecção pelo HPV em mulheres abaixo de 30 anos é transitória, entretanto, algumas destas mulheres progridem para Lesão Intra-Epitelial de Alto Grau (LIAG). Este estudo investigou características virais, morfológicas e variáveis sócio-comportamentais em mulheres com LIAG, entre estas a determinação dos genótipos oncogênicos do HPV, a carga viral total e específica de HPV 16, a expressão da proteína p16INK4a assim como variáveis epidemiológicas. Foram selecionadas 88 mulheres provenientes de dois serviços de oncologia ginecológica de Salvador, Bahia, a Clínica IDEM e o CICAN, entre julho de 2006 e janeiro de 2009 com diagnóstico citopatológico de LIAG. As pacientes preencheram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e responderam um questionário contendo informações sócio-demográficas e clínicas. Em seguida, foi realizada a colheita de células esfoliadas do colo uterino para genotipagem através da técnica Linear Array e avaliação da carga viral do HPV por PCR em tempo real, e a biópsia para análise histopatológica. Destas 88 mulheres, apenas 41 (46,6%) tiveram o diagnóstico de LIAG confirmado através do exame histopatológico. Desta forma, as pacientes foram divididas em 3 grupos: sem LIAG (< NIC 2)...

Fatores sócio-demográficos e clínicos relacionados à adesão ao tratamento e sucesso na cessação tabágica de pessoas que procuraram atendimento; Sociodemorafic and clinical factors related to adherence to treatment and sucess in smoking cessation of people search attendance

Rejane Firmino Fernandes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.15%
Introdução: O tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Dados epidemiológicos revelam uma elevada prevalência de tabagismo na população brasileira, ocasionando graves conseqüências à saúde pública em função das patologias tabaco relacionadas. Paralelamente, existe uma demanda crescente por tratamento de tabagismo, todavia, as ofertas de intervenções para auxílio à cessação do uso do tabaco ainda não estão integradas às rotinas dos serviços de saúde no Brasil. Objetivos: Investigar as características sócio-demográficas e clínicas, além de motivos de busca e fatores relacionados à adesão e ao sucesso na cessação tabágica em fumantes que procuraram atendimento. Métodos: Estudo quantitativo, descritivo e prospectivo, avaliou 100 tabagistas que procuraram atendimento pela primeira vez em um ambulatório especializado no tratamento de tabagismo em uma instituição pública universitária. Foram avaliados em seu primeiro comparecimento ao serviço e reavaliados após 4, 8, 12 e 24 semanas. Foram investigadas variáveis sócio-demográficas, clínicas e o questionário de dependência de Fagerström, o Teste URICA, a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão, o Teste AUDIT e o Questionário CAGE foram aplicados. Foram levantadas razões para busca de tratamento através do questionário sobre fatores motivacionais para cessação...

Características sócio-demográficas, reprodutivas, clínicas, nutricionais e de estresse oxidativo de mulheres com câncer de mama

Vieira, Francilene Gracieli Kunradi
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: xii, 92 f.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.09%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição.; Este estudo teve como objetivo descrever as características sócio-demográficas, reprodutivas, clínicas e nutricionais, bem como verificar se há associação entre determinadas características e o estresse oxidativo de mulheres com câncer de mama, atendidas na Maternidade Carmela Dutra, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Todos os dados foram coletados a partir de um inquérito padronizado e de um questionário de freqüência alimentar validado. O estresse oxidativo foi avaliado através da determinação das concentrações plasmáticas das substâncias que reagem com o ácido tiobarbitúrico, hidroperóxidos lipídicos e proteínas carboniladas, capacidade antioxidante total sérica e glutationa reduzida eritrocitária. A associação entre o estresse oxidativo e as variáveis investigadas foi avaliada usando um modelo de regressão logística. Quarenta mulheres entre 30 e 60 anos, idade média de 48 ± 7,43 anos foram selecionadas para o estudo. Entre os fatores que apresentam forte associação com o câncer de mama, foram encontradas prevalências de 40% para menarca até os 12 anos...

Características sócio-demográficas e componentes alimentares dos pratos de comensais em restaurantes por peso

Santos, Melina Valério dos
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: 118 f.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.1%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Florianópolis, 2009; Há indícios de que o crescimento do mercado de alimentação fora de casa possa estar trazendo conseqüências negativas para a saúde da população. Estudos demonstram que, em restaurantes, atributos como o custo acessível, a conveniência e a variedade podem estimular escolhas alimentares saudáveis. Assim, acredita-se que os restaurantes self-service por peso, modalidade difundida no Brasil, possam representar uma opção para alimentação saudável fora de casa. Porém, poucos são os estudos realizados neste tipo de restaurante. Diante disto, o objetivo principal deste trabalho foi identificar as possíveis relações entre as características sócio-demográficas de comensais que almoçam em restaurantes por peso comerciais e os componentes alimentares de seus pratos. O caminho percorrido para alcançar este objetivo incluiu o desenvolvimento de um método que pudesse ser aplicado em restaurantes por peso comerciais. A revisão bibliográfica considerou: as características de consumo alimentar das populações em âmbito internacional e nacional, a escolha alimentar e a alimentação saudável fora de casa...

O bullying nas prisões; Bullying in prisons

Moreira, Susana Alexandra Leite
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.13%
Dissertação de mestrado em Administração da Justiça; O que se pretendeu com o presente estudo foi analisar questões relacionadas com a agressividade e bullying em contexto prisional ao nível de ofensores masculinos. Houve a necessidade de percepcionar se variáveis sócio-demográficas e jurídico-penais favorecem o desencadeamento de um aumento de comportamentos agressivos, bem como a possibilidade de existirem factores facilitares do surgimento dos mesmos, aspirando-se a compreensão da realidade prisional masculina, perspectivando a adopção de medidas de prevenção situacional da violência neste meio tão específico. Assim, tornou-se imprescindível um olhar atento no plano de comportamentos agressivos, nomeadamente o psicológico, coercivo e indirecto. Para tal, utilizou-se a Direct and Indirect Prisoner Behaviour Checklist - Revised (DIPC-R) (Ireland 2002) no sentido de averiguar a existência de correlação entre a existência de bullying e as diversas variáveis sócio-demográficas e jurídico-penais, as quais foram recolhidas através de um questionário. Não se observou uma grande diversidade de reclusos, pois o estudo foi realizado apenas num Estabelecimento Prisional. Embora pequena, a amostra incluiu reclusos de diversas idades...

Auto-percepção materna das competências no cuidar do recém-nascido de termo

Ferreira, Susana Cristina Gomes; Coutinho, Emília Carvalho, orient.; Duarte, João Carvalho, co-orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.06%
Enquadramento: Cuidar do recém-nascido (RN) no domicílio é uma experiência exigente que envolve os pais, altura que enfrentam muitas dificuldades relacionadas com o desenvolvimento de competências cuidativas. Objectivos: Analisar o nível de competências maternas auto-percebidas (CMAP) das puérperas no cuidar do RN de termo entre as 24 e as 72 horas pós-parto, quanto às dimensões cognitivo-motora e cognitivo-afectiva. Avaliar o nível de conhecimento das puérperas relativamente ao transporte seguro do RN de termo. Determinar a relação entre as variáveis sócio-demográficas e obstétricas e a CMAP das puérperas no cuidar o RN de termo. Métodos: Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, analítico-correlacional, de corte transversal. A amostra é constituída por 212 puérperas internadas no serviço de Obstetrícia de um Centro Hospitalar da região centro de Portugal. A colheita de dados foi realizada através da aplicação de um questionário subdividido em três partes: dados sócio-demográficos e obstétricos, dados sobre o transporte do RN e Escala de Auto-percepção Materna das Competências Cuidativas Neonatais de Santos & Mendes (2004). Resultados: A maior parte das puérperas (55,7%) apresenta um alto nível de competência cuidativa...

Burnout, ansiedade e depressão nos professores

Gouveia, Carina José Berenguer
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.11%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010; A carreira docente é apontada como uma das profissões que podem desencadear o burnout. O presente trabalho apresenta dados de um estudo realizado com 513 professores de várias escolas do Concelho de Odivelas e teve como objectivos: 1) investigar eventuais diferenças nas dimensões do instrumento CBP-R em função dos níveis de burnout nos professores; 2) observar eventuais diferenças nas 6 dimensões do CBP-R em função das variáveis sócio-demográficas e profissionais Sexo, Idade, Estado Civil, Tipo de Ensino, Situação Profissional e Tipo de Vínculo e 3) verificar se existe uma correlação entre os níveis de Ansiedade e de Depressão e a síndrome de Burnout. Os instrumentos utilizados neste estudo foram o Questionário de Dados Sócio-demográficos e Profissionais, o CBP-R e o EADS-21. Os resultados mais relevantes prendem-se com o facto de os professores deste grupo, que apresentavam níveis característicos de burnout, terem apresentado as maiores pontuações em todas as dimensões do CBP-R. Relativamente ao objectivo 2, foram encontradas diferenças significativas nas dimensões do CBP-R em função das variáveis sócio-demográficas e profissionais...

Delinquência juvenil : estudo de algumas variáveis psicológicas e relacionais com ênfase nos traços psicopáticos

Pechorro, Pedro Fernandes dos Santos, 1975-
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.1%
Tese de doutoramento, Ciências e Tecnologias da Saúde (Medicina Legal e Ciências Forenses), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2012; Na presente investigação pretendeu-se analisar a influência de algumas variáveis psicológicas e relacionais na delinquência juvenil, com especial ênfase nos traços psicopáticos, mas focando também outras variáveis como problemas de comportamento, delinquência auto-relatada, auto-estima e desejabilidade social. Foi também analisada a influência de variáveis sócio-demográficas e de tipo criminal. Para avaliação dos constructos em estudo efectuou-se a validação de diversos instrumentos psicométricos, nomeadamente do Dispositivo de Despiste de Processo Anti-social versão de auto-resposta (APSD-SR; Muñoz & Frick, 2007), do Questionário de Capacidades e de Dificuldades versão de auto-resposta (SDQ-SR; Goodman et al., 1998), da Escala de Delinquência Auto-relatada Adaptada (ASDS; Carroll et al., 1996), da Escala de Auto-estima de Rosenberg (RSES; Rosenberg, 1989) e da Escala de Desejabilidade Social de Marlowe-Crowne (Ballard, 1992) versão curta, além de se ter construído um questionário sócio-demográfico e um questionário de tipo criminal. Recorreu-se a uma amostra total de 760 participantes...

Suporte social e auto-estima em jovens adultos: ligação ao par amoroso

Freitas, Vânia Alexandra Sousa
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
46.2%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica; A presente investigação de natureza transversal debruça-se sobre a vinculação amorosa e a sua ligação com o suporte social e a auto-estima. O estudo é composto por uma amostra de 334 jovens adultos a frequentar o ensino universitário, de ambos os géneros, com idades entre os 18 e os 25 anos. A recolha foi efectuada na universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Os instrumentos utilizados nesta investigação, o Social Support Appraisals, o Questionário de Vinculação Amorosa e o Rosenberg Self-Esteem Scale revelaram qualidades psicométricas adequadas, de acordo com as análises de consistência interna e a análise factorial confirmatória. O trabalho divide-se em duas partes. Na primeira parte foi realizada uma abordagem teórica em torno das temáticas, de acordo com os constructos inerentes e a abordagem a estudos empíricos já realizados. Na segunda parte, deu-se lugar ao estudo empírico que teve como objectivo verificar associações entre a vinculação amorosa, a percepção de suporte social e a auto-estima, seguidamente foram averiguadas análises diferenciais destas dimensões em função das variáveis sócio-demográficas, nomeadamente a idade, o género...

Utilização de medicamentos por aposentados brasileiros: 2 - Taxa de resposta e preenchimento de questionário postal em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Ribeiro,Andréia Queiroz; Acurcio,Francisco de Assis; César,Cibele Comini; Rozenfeld,Suely; Klein,Carlos Henrique
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
55.84%
São descritos a taxa de resposta e o preenchimento de questionários auto-administrados num inquérito postal sobre o perfil de utilização de medicamentos por aposentados e pensionistas do INSS, de 60 anos ou mais de idade no Município de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, em 2003. Os questionários foram enviados duas vezes para os endereços de 800 indivíduos sorteados por amostragem aleatória simples, com base no banco de dados do INSS. A taxa de resposta ao inquérito postal foi de 47,8% e não houve diferença significativa tanto entre participantes e não participantes quanto entre respondentes iniciais e tardios em relação às características selecionadas. Para a maioria das variáveis sócio-demográficas e de saúde, os percentuais de omissão de respostas não ultrapassaram 5%, tanto no total da amostra, quanto em cada um dos subgrupos de respondentes. As informações mais omitidas ocorreram para as variáveis relativas ao uso de medicamentos, com destaque para a não-utilização de medicamentos que deveriam ser usados, a dose e laboratório fabricante do medicamento. Nossos resultados indicam que o detalhamento de aspectos relacionados ao uso de medicamentos deve ser reconsiderado em questionários de autopreenchimento.