Página 1 dos resultados de 45 itens digitais encontrados em 0.172 segundos

Reconfigurando a interação entre ensino, serviço e comunidade; Reshaping interaction between professional training, health services, and the community

Ferreira, Janise Braga Barros; Forster, Aldaísa Cassanho; Santos, José Sebastião dos
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
75.77%
O Conselho Municipal da Saúde (CMS) de Ribeirão Preto (SP) conduziu discussões sobre os fundamentos da reconfiguração da interação entre a gestão local do Sistema Único de Saúde (SUS) e as instituições de ensino superior (IES), para promover a reorientação da formação profissional em saúde. Essa iniciativa local foi ao encontro das políticas indutoras nacionais, tais como o Promed, o Pró-Saúde e o PET-Saúde. O relato da experiência desse município expôs os interesses corporativos, políticos e econômicos dos agentes envolvidos. Ainda mostrou que o controle social e a cogestão foram potentes instrumentos para consolidar as instâncias democráticas de decisão, apontando o desafio de regular e avaliar o impacto dessa interação por meio de indicadores de saúde, ensino, pesquisa e deíndices de satisfação dos usuários.

"O gerenciamento na estratégia da saúde da família: o processo de trabalho dos gestores e dos gerentes municipais de saúde em municípios do estado do Maranhão"; El gerenciamiento en la estrategia de salud de la familia: el proceso de trabajo de los gestores y gerentes municipales de salud en el estado de Maranhão.

Vanderlei, Maria Iêda Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2005 Português
Relevância na Pesquisa
85.85%
O estudo tem como objetivo analisar o processo de trabalho da gerência no âmbito municipal através da prática dos gestores e dos gerentes de saúde, enquanto como instrumento que possibilita a mudança e/ou reorientação do modelo assistencial voltado para a integralidade das ações de saúde. O quadro teórico está sustentado nos conceitos do processo de trabalho em saúde, na gerência e na micropolítica do trabalho em saúde, e na compreensão das tecnologias enquanto fruto das relações sociais no trabalho. Utilizamos a abordagem qualitativa e os instrumentos de pesquisa foram a observação sistemática direta do trabalho da gerência das unidades básicas de saúde e a entrevista semi-estruturada. Os sujeitos da pesquisa foram os secretários municipais de saúde, coordenadores do PSF e diretores das unidades básicas de saúde de quatro municípios do estado do Maranhão. Foi possível identificar que o grande volume de atividades dos gerentes se concentra nas ações de organização do processo de trabalho, da infra-estrutura, do planejamento de serviço (ações administrativas) cujo campo de competência e de responsabilidade é comum aos gerentes independente da categoria profissional. Assim, a prática gerencial dos gestores e dos gerentes no cotidiano das secretarias de saúde e unidades básicas de saúde se caracterizou pelos diferentes momentos do processo de trabalho desses trabalhadores de saúde...

Saúde da família: sentidos produzidos em grupo com agentes comunitárias de saúde acerca do HIV/Aids; Family Health: meanings produced in group therapy with communitarian health agents in relation to HIV/AIDS

Silva, Nara Helena Lopes Pereira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
95.85%
As transformações da epidemia do HIV/Aids, principalmente em relação aos avanços na qualidade de vida de pessoas soropositivas, têm gerado novas ações frente à doença. A Estratégia de Saúde da Família (ESF) se configura como uma política pública de atenção primária, que tem como proposta central a reorientação do sistema de saúde, com ênfase na produção do cuidado integral. O Agente Comunitário de Saúde (ACS) emerge, neste contexto, como um ator importante na interface entre a comunidade e o serviço de saúde. O presente estudo tem como objetivo descrever os sentidos produzidos em grupo com agentes comunitárias de saúde acerca do HIV/Aids. Para tal, foram realizadas três entrevistas grupais de sessão única, com três equipes de agentes comunitários de saúde de três Núcleos de Saúde da Família da cidade de Ribeirão Preto, SP, Brasil. Os grupos foram áudio-gravados e transcritos na íntegra. Foi efetuada a escolha de uma sessão de entrevista em grupo para a análise em profundidade. Esta sessão foi analisada à luz do construcionismo social, que considera que as realidades e sentidos são construídos através da relação entre as pessoas, sendo a linguagem entendida em seu caráter performático...

Práticas e processos de trabalho no Centro de Atenção Psicossocial III: a perspectiva do campo psicossocial; Practices and processes of work in a Pshychosocial Attention Center III: the pshychosocial field perspective

Figueiredo, Juliana Arantes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
75.95%
O objeto de estudo desta pesquisa qualitativa são as práticas dos trabalhadores de um Centro de Atenção Picossocial III - CAPS III. A finalidade é contribuir para a compreensão das práticas em saúde mental produzidas no CAPS III, por meio da perspectiva crítica e colaborar com a consolidação da Reforma Psiquiátrica brasileira. Tem como objetivos: descrever as práticas de saúde mental dos trabalhadores do CAPS III; verificar se as práticas se articulam às diretrizes da Reforma Psiquiátrica brasileira e analisar os processos de trabalho desenvolvidos pelos trabalhadores nos seus elementos constitutivos, da perspectiva do campo psicossocial. O cenário de estudo é Núcleo de Atenção Psicossocial I da Secretaria Municipal de Saúde de Santo André. Participaram deste estudo 11 (onze) trabalhadores, um de cada categoria profissional, de nível médio e superior. Os dados empíricos foram obtidos por meio de entrevista individual semi-estruturada e para a caracterização do cenário de estudo, o Instrumento de Captação da Realidade Objetiva, método proposto pela Teoria de Intervenção Práxica em Enfermagem em Saúde Coletiva. O material empírico foi analisado de acordo com a orientação de Minayo, baseada na hermenêutica-dialética. A análise dos dados deu origem às categorias: a) o CAPS III e a rede de atenção à saúde mental; b) Organização interna do CAPS III; c) as práticas em saúde mental no CAPS III e as diretrizes da Reforma Psiquiátrica brasileira; d) os processos de trabalho no CAPS III. Os resultados indicam que...

Municipalização dos serviços de saúde e a prevalência de cárie dentária no município de Itapira/SP, no período de 1991 a 2006; Municipality process of health services and dental caries prevalence in the city of Itapira-SP, during the period between 1991 and 2006

Vieira, Vladen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
75.89%
Introdução. A criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e o processo de descentralização que lhe é inerente levaram à municipalização das ações e serviços de saúde. Esse processo vem tendo impacto sobre as políticas públicas de saúde bucal e contribui decisivamente para a reorientação dos programas odontológicos no âmbito do SUS. Objetivo. Analisar o processo de municipalização da saúde bucal no município de Itapira, SP, no período de 1991 a 2006, e verificar seu impacto sobre os níveis de cárie dentária na população escolar de 7 a 12 anos de idade e o acesso ao tratamento odontológico. Método. Trata-se de estudo de caso complementado por levantamento epidemiológico de cárie dentária, realizado em 2006 (n=704), na área urbana. Dados secundários de dois levantamentos, realizados em 1991 (n=1.159) e 1999 (n=749), foram utilizados na análise. Nos estudos de cárie foi utilizado o índice CPOD (em 1991 conforme proposto por Klein & Palmer; em 1999 e 2006 conforme preconizado pela OMS). Entrevistas com informantes-chave foram realizadas com o objetivo de captar sua percepção da municipalização da saúde bucal e reconstruir essa história, uma vez que documentos oficiais não estavam disponíveis. A técnica do Discurso do Sujeito Coletivo foi empregada. Resultados. Os profissionais conseguiram perceber na prática os resultados da municipalização...

Promoção da saúde e a reorientação dos serviços de saúde no município de Fortaleza: a hipertensão arterial como analisador; Health promotion and reorientation of health services in the city of Fortaleza: hypertension as an analyzer

Almeida, Ana Mattos Brito de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2010 Português
Relevância na Pesquisa
156.1%
Introdução: A Hipertensão Arterial - HA, doença crônica cujas taxas de morbidade atingem no Brasil aproximadamente 17 milhões de pessoas, é um dos principais fatores de risco para doenças do aparelho circulatório. Sua determinação multifatorial exige a adoção de estratégias de controle complexas, que deem conta dos fatores e condições de risco, o que remete a ações sobre estilo de vida e seus determinantes psicossociais, econômicos e ambientais. Nesse sentido, as práticas da Promoção da Saúde, fundadas em um conceito ampliado de saúde, colocam em pauta, juntamente com as ações de prevenção, a discussão sobre a qualidade de vida, relacionando-a às condições de vida e saúde da população. Objetivo: Identificar e analisar as práticas da Promoção de Saúde e sua utilização para reorientação dos serviços de saúde no município de Fortaleza com foco no controle da Hipertensão Arterial. Metodologia: Estudo de caso, contendo em seu desenho três fases: identificação através de análise documental de políticas, planos e ações no nível nacional, estadual e do município de Fortaleza, além de entrevistas em profundidade com gestores ligados ao controle da HA; aplicação de questionários semiestruturados com coordenadores dos Centros de Saúde do município sobre as estratégias de Promoção da Saúde utilizadas no controle da HA; entrevistas em profundidade com enfermeiros...

Busca de sintomáticos respiratórios pelo agente comunitário de saúde em João Pessoa/PB; Search for respiratory symptomatic people by Community Health Aides in J.Pessoa/PB

França, Uthania de Mello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
85.81%
A busca de sintomáticos respiratórios (BSR) é uma ação programática para detecção precoce de casos de tuberculose. O Agente Comunitário de Saúde (ACS) favorece a ação na atenção básica (AB) pelas peculiaridades de seu trabalho na família e comunidade. O objetivo foi avaliar a BSR desempenhada pelo ACS nos serviços de AB, João Pessoa/PB. Estudo epidemiológico descritivo tipo inquérito, realizado nas 53 unidades de saúde da família que compõem o DSIII com uma população de 635 ACS. O cálculo amostral considerou uma variância (Sd2=1); diferença entre a média amostral simples e a média da população (B = 0,2); e probabilidade do erro tipo I igual a (Z? = 1,96) resultando em 108 ACS. Utilizou-se 3 fontes de coleta de dados: Check list (material, insumos e logística para a BSR); entrevista estruturada para os ACS e dados secundários (resultados das baciloscopias). O estudo obedeceu aos preceitos éticos envolvendo seres humanos. Os resultados do desempenho do ACS, relacionado aos componentes da avaliação dos serviços de saúde, revelaram Estrutura quantitativa de recursos humanos (ACS) e materiais suficientes; O Desempenho limitado e deficiente dos ACS que realizaram capacitação em TB foi atribuído à falta de envolvimento da gestão...

O ensino de farmácia e o papel do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) no sul do Brasil

Monteguti, Bruna Ruzza
Tipo: dissertação (mestrado) Formato: 111 p.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
75.85%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Assistência Farmacêutica, Florianópolis, 2014.; A formação dos profissionais de saúde traz reflexos diretos para o desenvolvimento de sistemas públicos de saúde. Atualmente, existem políticas e ações de educação direcionadas para a atuação no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde) e o Programa de Educação pelo Trabalho em Saúde (PET-Saúde) exemplos dessa iniciativa. Além disso, as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs), que orientam atualmente a graduação em Farmácia, estabelecem competências e habilidades necessárias para o exercício da profissão e representam documento norteador com recomendações ou orientações às instituições de ensino para elaboração dos Projetos Políticos Pedagógicos dos Cursos (PPCs). O presente estudo se propõe a analisar a apropriação das DCNs pelos Cursos de Graduação em Farmácia do Sul do Brasil, bem como o papel do PET-Saúde na formação de farmacêuticos, visando atuação nos serviços farmacêuticos do SUS. Foi realizada análise documental das matrizes curriculares e PPCs de Farmácia de Instituições de Ensino Superior públicas e privadas do Rio Grande do Sul...

Possibilidades e limites de execução das ações de promoção de saúde nos moldes da educação popular em saúde na estratégia saúde da família

Sales, Cibele de Moura
Tipo: tese / thesis
Português
Relevância na Pesquisa
75.97%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009.; Executar ações de promoção de saúde é uma das prioridades da Estratégia de Saúde da Família (ESF), onde o programa de controle da hipertensão arterial e diabetes, o HiperDia, é um dos espaços privilegiados para a realização dessas ações, pois suas medidas de controle e prevenção estão localizadas em suas maioria no componente estilo de vida do campo da saúde. No entanto, na prática, as ações de promoção de saúde estão restritas a atividades educativas no modelo tradicional de educação, onde o profissional de saúde tem o conhecimento biomédico e os transmite aos usuários do serviço e à comunidade. A Educação Popular em Saúde (EPS), que tem seu suporte teórico na Educação Popular, cujo maior expoente intelectual foi Paulo Freire, propõe uma metodologia de educar em saúde partindo do conhecimento do outro, da complexidade da realidade, buscando o despertar de uma consciência crítica ara a construção de saberes, autonomia e cidadania. Como princípio da promoção da saúde há um compromisso com a busca da transformação social e assim, através da democratização da informação, redução de injustiças sociais e organização social há...

Educação popular como instrumento de reorientação das estratégias de controle das doenças infecciosas e parasitárias

Vasconcelos,Eymard Mourão
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 Português
Relevância na Pesquisa
95.85%
Tem havido um amplo debate entre diferentes concepções metodológicas que orientam as estratégias de combate às doenças infecciosas e parasitárias nos serviços de atenção primária à saúde, algumas delas enfatizando o envolvimento da população na busca de soluções. Este trabalho se baseia em pesquisa realizada em um centro de saúde da periferia de Belo Horizonte entre 1994 e 1997, com o objetivo de contribuir na explicitação, de forma mais clara, da metodologia de educação popular em saúde adequada ao atual contexto institucional e de analisar o seu significado no combate às doenças infecciosas e parasitárias. Neste centro de saúde, ao se procurar dinamizar as suas práticas educativas, buscou-se identificar e entender os bloqueios e potencialidades existentes no relacionamento entre os profissionais e a população. Procurou-se esclarecer a forma como as questões culturais, cognitivas e subjetivas dificultam e favorecem o funcionamento de um serviço de saúde. Trata-se, portanto, de uma pesquisa-ação com ênfase na observação participante em que o envolvimento com os problemas de saúde de crianças desnutridas foi desencadeando uma série de mudanças no relacionamento do serviço de saúde com a comunidade local.

Práticas em saúde no contexto de reorientação da atenção primária no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, na visão das usuárias e dos profissionais de saúde

Tavares,Maria de Fátima Lobato; Mendonça,Maria Helena Magalhães de; Rocha,Rosa Maria da
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
95.83%
Estudo avaliativo sobre a expansão da Estratégia Saúde da Família em grandes centros urbanos no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, analisando funcionamento das modalidades de atenção, desempenho e oferta de atenção integral em si e em sua articulação com serviços de outro nível. O eixo de análise foi a integralidade do cuidado no cotidiano dos serviços, com foco nas mulheres em idade reprodutiva, tendo a gestação como condição traçadora. Os resultados decorreram de análise permitida pela realização de grupos focais com usuárias e profissionais de saúde, tendo-se em conta: caracterização dos atores; suas percepções sobre saúde, modelo de atenção, forma de organização dos serviços e práticas da atenção primária à saúde. Esses grupos sugeriram que os atores envolvidos percebem a saúde identificada em seus determinantes sociais. O acesso ao serviço e às ações se diferenciou na unidade de saúde da família pela adscrição da clientela e busca ativa, observando-se inexistência de uma rede estruturada. O estudo indica que processos de trabalho que contemplem a determinação social da saúde e a intersetorialidade conduziriam à ampliação do acesso e do cuidado integral da saúde da mulher na fase reprodutiva.

Promoção à saúde: trajetória histórica de suas concepções

Heidmann,Ivonete T.S. Buss; Almeida,Maria Cecília Puntel de; Boehs,Astrid Eggert; Wosny,Antonio de Miranda; Monticelli,Marisa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
105.77%
Este artigo aborda uma revisão da literatura das cartas e declarações sobre a estratégia da promoção à saúde a partir da Carta de Ottawa, em 1986, e busca um resgate histórico das suas correntes e concepções a fim de trazer subsídios para compreendê-la no momento atual. Conclui-se que a Carta de Ottawa ainda permanece como peça central de direcionamento da estratégia de promoção à saúde em todo o mundo. Ela tem orientado as demais conferências, principalmente quando enfatiza a dimensão social e a importância de cinco estratégias fundamentais para se alcançar plena saúde: política pública, ambiente saudável, reforço da ação comunitária, criação de habilidades pessoais e reorientação do serviço de saúde.

Proposta e análise de indicadores para reorientação do serviço na promoção da saúde: um estudo de caso no Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria

Reis,Inês Nascimento de Carvalho; Vianna,Marcos Besserman
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 Português
Relevância na Pesquisa
106.07%
O Centro de Saúde Escola pertence a uma instituição de pesquisa, ensino, desenvolvimento tecnológico e prestação de serviços em saúde pública. O artigo apresenta marcos conceituais sobre promoção da saúde, um dos objetivos deste centro de saúde, e lista indicadores para serem avaliados por seus trabalhadores e usuários. Utilizaram-se questionários aplicados em entrevistas. Conclui que o Centro tem muitas ações de promoção da saúde, ainda não auto-sustentáveis, e mostra que está caminhando para ser um centro de referência em promoção da saúde. Os indicadores propostos foram aprovados para avaliar a reorientação do serviço e, ao final, sugeridos mais dois: análise da multidisciplinaridade e do ambiente construído.

Ações educativas no pré-natal: reflexão sobre a consulta de enfermagem como um espaço para educação em saúde

Rios,Claudia Teresa Frias; Vieira,Neiva Francenely Cunha
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
85.8%
Na busca de novos caminhos que melhor refletissem sobre a consulta de enfermagem como um espaço para a educação em saúde no pré-natal, realizamos um estudo reflexivo através de uma avaliação qualitativa, onde a participação dos sujeitos envolvidos foi um fator preponderante. Para tanto, lançamos mão de um novo paradigma como referencial metodológico, a avaliação emancipatória, que norteou esta pesquisa e trouxe a descrição da realidade. Além da observação não participante, utilizamos para a coleta de dados a entrevista com as cinco enfermeiras que atuam no ambulatório do Hospital Universitário, local escolhido para a pesquisa. Frente aos resultados encontrados, a ação educativa realizada pela enfermeira durante a consulta do pré-natal caracteriza-se como uma ação rotineira, pouco participativa, com predominância informativa apesar da existência do bom propósito de educar, onde questões relacionadas ao modelo assistencial, estrutural e organizacional da Instituição emergiram como obstáculos para a realização da educação em saúde, como tendência libertadora, crítico-social e transformadora. A pesquisa aponta para a reorientação do serviço de enfermagem na atenção à gestante; a criação de um ambiente físico adequado para o atendimento da consulta de enfermagem e a participação da gestante em grupos.

Cidadãos peregrinos: os "usuários" do SUS e os significados de sua demanda a prontos-socorros e hospitais no contexto de um processo de reorientação do modelo assistencial

Oliveira,Lúcio Henrique de; Mattos,Ruben Araújo de; Souza,Auta Iselina Stephan de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
95.93%
Apesar da ênfase dada à lógica territorial no processo de reorientação do modelo assistencial e da definição da atenção básica como porta de entrada do sistema, os usuários do SUS, em sua busca por assistência médica, vêm demonstrando historicamente preferência por prontos-socorros e hospitais. Para tentar entender esse comportamento, realizou-se pesquisa com grupos focais de usuários, em que se verificou que a imagem que o usuário faz dos serviços de saúde se relaciona com a acessibilidade, a confiabilidade e a resolubilidade do serviço buscado. Os usuários se referem à organização dos serviços básicos de saúde com o significado de barreiras ao acesso e demonstram ter em relação às UBS uma imagem de grande limitação de recursos humanos e materiais. Por outro lado, prontos-socorros e hospitais se apresentam para eles, por várias razões, como espaços de maior resolubilidade. A partir de sua necessidade de acesso, os usuários apreendem determinadas "regras sociais" vigentes nos serviços de saúde e constroem diversas estratégias que visam lhe abrir as portas do sistema.

Formação do fonoaudiólogo no município de Salvador e consolidação do SUS

Lemos,Marcio; Bazzo,Leda Maria Fonseca
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
75.83%
A formação dos Recursos Humanos em Saúde (RHS) é reconhecidamente área crítica do processo de reorientação do setor saúde. A construção do SUS apresenta desafios ao processo de formação, em especial, ao se tratar de profissões recentes, como a fonoaudiologia, pois se verifica pouca familiaridade com a saúde coletiva e com históricos de lutas que reafirmaram uma política pública de saúde no Brasil, além da forte tendência ao modelo de atendimento à demanda espontânea e terapêutica reabilitadoras. O objetivo deste estudo foi analisar o perfil da formação do fonoaudiólogo no município de Salvador (BA). Utilizaram-se a análise documental e entrevista com coordenadores, investigando como a área da Saúde Pública está disposta em três cursos. Observouse pouca aderência das instituições de ensino superior (IES) à legislação do campo; reduzido contato dos graduandos com a área da Saúde Coletiva e desarticulação ensino-serviço. A formação do fonoaudiólogo se mostrou incipiente em relação as políticas de consolidação do SUS. Identificar os desafios e oportunidades de mudança na formação dos RHS no âmbito das IES pode se reverter em melhores níveis de assistência à população, qualidade de ensino e expansão do conhecimento dos modelos práticos e teóricos.

Trabalho e sofrimento psíquico na estratégia saúde da família: uma perspectiva Dejouriana

Katsurayama,Marilise; Parente,Rosana Cristina Pereira; Moraes,Rosângela Dutra de; Moretti-Pires,Rodrigo Otávio
Fonte: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
75.82%
O presente trabalho propõe uma análise teórica do constructo "sofrimento psíquico" do trabalhador na Estratégia Saúde da Família (ESF). Para isso, optou-se pelo uso da teoria da psicodinâmica do trabalho do autor Christophe Dejours, visando a uma articulação entre a teoria e os aspectos da práxis do modelo de reorientação da atenção primária no Brasil. Nesse aspecto, a análise da saúde mental dos trabalhadores inseridos na linha de frente da atenção à saúde mostra-se de suma importância, uma vez que pode auxiliar na construção de propostas avaliativas que superem perspectivas tradicionais e excludentes, indicando caminhos para a superação de entraves nas políticas públicas, a fim de que seja oferecido aos usuários serviço satisfatório na Atenção Básica. Ainda, foi possível por meio dessa articulação teórica permitir uma ampliação acerca das possibilidades de falar sobre o trabalho, ser escutado, exercitar a mobilização subjetiva e buscar a transformação das condições patogênicas, esperando causar um reflexo direto na organização do trabalho.

Repercussoes do pet-saude na formacao de estudantes da area da saude

Freitas,Paula Hubner; Colome,Juliana Silveira; Carpes,Adriana Dornelles; Backes,Dirce Stein; Beck,Carmem Lucia Colome
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
75.83%
OBJETIVO: O estudo teve como objetivo conhecer as repercussões do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde/PET-Saúde na formação de estudantes da área da saúde. METODOS: Configura-se como exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa.Fizeram parte do estudo, vinte estudantes participantes do PET-Saúde. A técnica de coleta de dados foi a entrevista semi-estruturada e o método de análise dos dados empregado, a análise de conteúdo temática. RESULTADOS: Os dados sinalizam que o PET-Saúde configura-se como um programa facilitador para a busca da integralidade e que proporciona articulação teórica-prática entre estudantes, serviço de saúde e comunidade, o que é imprescindível para a reorientação da formação em saúde. CONCLUSÃO: Conclui-se que o desafio centra-se na formação crítico-reflexiva de profissionais da área da saúde, apontando para novos comportamentos e atitudes.

Percepções de usuários e trabalhadores de saúde sobre a implantação do acolhimento em uma unidade de saúde em Porto Alegre-RS, Brasil

Neves,Matheus; Pretto,Salete Maria; Ely,Helenita Corrêa
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
75.84%
INTRODUÇÃO: Este estudo aborda os usos e os sentidos da ferramenta do acolhimento na organização e na redefinição dos processos de atenção em saúde bucal. OBJETIVO: Avaliar a percepção dos usuários e dos trabalhadores de saúde do Centro de Extensão Universitária da Vila Fátima (CEUVF) sobre a implantação do acolhimento no acesso ao serviço de saúde bucal, por meio de uma abordagem metodológica qualitativa. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa qualitativa com amostra intencional de cinco usuários cadastrados e cinco trabalhadores de saúde do Centro de Extensão Universitária da Vila Fátima (CEUVF) - PUCRS, unidade de ensino e saúde vinculada à rede pública do município de Porto Alegre. Por meio de entrevistas semiestruturadas e subsequente análise de conteúdo, objetivou-se descrever e avaliar a percepção de usuários e de trabalhadores de saúde sobre o acolhimento frente a conceitos, como: acesso, universalidade, resolutividade, humanização, integralidade e reorientação do modelo de atenção. RESULTADO: A análise de implantação do acolhimento revelou entraves e dificuldades relatados pelos atores envolvidos neste processo. Há dificuldades em garantir o acesso universal, mesmo após a implantação do acolhimento...

A reorientação do ensino e da prática em enfermagem: implantação do Pró-Saúde em Mossoró, Brasil

Morais,Fátima Raquel Rosado; Leite,Ilana Deyse Rocha; Oliveira,Lucineire Lopes de; Verás,Renata Meira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
86.09%
A Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, através do Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde) visa articular ensino/serviço contribuindo na reflexão da formação em enfermagem em Mossoró, Rio Grande do Norte. Esta pesquisa objetivou conhecer a implantação e inserção do Pró-Saúde nas Unidades Básicas de Saúde do município de Mossoró, para entender como os enfermeiros se posicionam diante da articulação ensino/serviço. Foram realizadas entrevistas com seis profissionais que atuam nas Unidades de Saúde parceiras neste projeto. Os resultados demonstraram que estes trabalhadores detinham poucos conhecimentos acerca do Pró-Saúde. Essa falta de conhecimento, associada às dificuldades na integração ensino/serviço, não contribuía para a reflexão e reorientação das práticas de enfermagem. Portanto, é necessário repensar saberes e práticas, pactuando mudanças que contribuam com uma formação em saúde que estabeleça um cuidado de qualidade, baseado nos princípios estabelecidos pelo Sistema Único de Saúde.