Página 1 dos resultados de 1575 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Lesões músculo-esqueléticas : perspectivas da saúde ocupacional e da paleopatologia

Pereira, Carmen Sofia Custódio
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
66.66%
Os temas principais de análise desta investigação referem-se à exegese das lesões músculo-esqueléticas, procurando relacioná-las com o trabalho / ocupação (LMERT), com a análise das alterações da entese (AE) no âmbito da disciplina de Paleopatologia, discursando sobre a possibilidade de uma relação entre o diagnóstico e uma actividade profissional. Estas temáticas serão abordadas no contexto da área de conhecimento da Saúde Ocupacional. Assim, na perspectiva da Saúde Ocupacional foram interpretados factores de risco, das metodologias de avaliação e dados relativos à fomentação da prevenção ergonómica que se interligam com o desencadeamento das LMERT. Numa perspectiva paleopatológica a análise versou sobretudo a interpretação de alterações das enteses em material osteológico humano, e como se processa a reconstrução de padrões de comportamento e actividade com base em padrões de alterações da entese. Será também dado ênfase ao papel das AE enquanto Marcador de Stress Ocupacional (MSO). O estudo revelou formas diferenciáveis na elaboração de um diagnóstico clínico e diferencial em Saúde Ocupacional comparativamente à Paleopatologia. Neste último caso, é notória a carência de análise multifactorial de forma a prever a interpretação / actuação de todas as variáveis capazes de interferir na presença de AE e de que forma estas se relacionam com a actividade física / ocupacional. Ambas as perspectivas partilham da necessidade de facultar um diagnóstico fundamentado e credível. Este objectivo caracteriza-se pela interpretação de dados que necessitam de registo detalhado...

"A contribuição da odontologia do trabalho no programa de saúde ocupacional: verificando as condições de saúde bucal de trabalhadores de uma agroindústria do sul do Brasil"; The contribution of odontology at work for the occupational health program : verifying the buccal health condition of a Brazilian southern agroindustry

Tauchen, Ana Luiza de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
A evolução histórica do homem no trabalho demonstra através das condições de trabalho oferecidas, que estas interferem na qualidade de saúde bucal dos trabalhadores, podendo desencadear alterações na mucosa bucal, traumas e outros agravos. O presente estudo destacou principalmente uma visão mais detalhada desta evolução, atuação e conceito da Odontologia em Saúde do Trabalhador, permitindo a delimitação desta nova área de atuação do Cirurgião Dentista. O enfoque principal foi verificar as condições de saúde bucal de trabalhadores de uma Agroindústria do Sul do Brasil, onde os resultados deste estudo epidemiológico por amostragem indicaram um perfil onde maior parte dos examinados era do gênero feminino (58,82%), com grau de escolaridade (52,94%) e renda (R$ 382,06) baixa, com idade média de 28,3 anos, com tempo de empresa de 44,8 meses. Em relação ao nível de satisfação bucal 51,63% classificaram como regular, sendo que a média de última visita ao dentista foi de 25,51 meses alegando falta de tempo e oportunidade apesar da grande maioria ter relatado que já trabalhou com dor de dente (59,47%) e até mesmo fazendo uso de auto medicação para aliviar sintomas. O CPO-D encontrado foi 16,54, com média de 6...

Desenvolvimento de software para a organização da informação de um serviço de saúde ocupacional hospitalar; Software Development for Data Processing in a Hospital Occupational Health Service

Parro, Maria Cláudia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
O propósito deste estudo foi desenvolver um software que possibilite a organização dos dados de acidente de trabalho com material biológico, caracterização epidemiológica e monitoramento da evolução clínica da população, visando o planejamento da assistência de enfermagem em Saúde Ocupacional. A equipe multiprofissional envolvida no desenvolvimento do software foi formada pela pesquisadora, por um analista de sistemas e por um programador. A metodologia empregada fundamentou-se no ciclo de vida de desenvolvimento de sistemas. Dividiu-se em duas fases: a fase de definição e a de desenvolvimento. A fase de definição teve início com a etapa de planejamento, seguida pela etapa de definição e pela análise dos requisitos necessários à construção, e foi concluída com a etapa de produção da especificação de requisitos do software. A fase de desenvolvimento traduziu o conjunto de requisitos em um modelo informatizado, estruturado em quatro módulos referentes à organização das informações, à caracterização epidemiológica e ao monitoramento da evolução clínica da população com vistas ao planejamento da assistência de enfermagem em Saúde Ocupacional. O módulo Cadastro de Funcionários armazena dados relativos à identificação pessoal...

A construção de um conjunto de dados essenciais de enfermagem na área da saúde ocupacional

Silveira, Denise Tolfo
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.8%
Sendo o cuidado o foco de atenção da enfermagem, seus profissionais são responsáveis pela produção e gerenciamento de informações que influenciam direta e indiretamente a qualidade e o resultado dos serviços prestados. Este estudo teve como objetivo construir um conjunto de dados essenciais de enfermagem na área da saúde ocupacional, no sentido de promover a comparabilidade de dados entre diferentes populações e diferentes práticas para descrever as suas contribuições no cuidado à saúde da população atendida nessa área de atuação. Estudo descritivo retrospectivo. Os dados para análise tiveram como fonte a agenda de Enfermagem em Saúde Ocupacional (ESO) do Ambulatório do Serviço de Enfermagem em Saúde Pública do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Foram selecionados 106 prontuários de clientes atendidos na agenda ESO, nos quais foram identificados 777 registros de primeira consulta e de consultas de retorno de enfermagem entre agosto de 1998 e agosto de 2003. Para selecionar os termos utilizados a partir dos registros de consulta de enfermagem, foram adotados as categorias e elementos para análise com base nos conceitos do conjunto de dados mínimos de enfermagem (Nursing Minimum Data Set – NMDS) e do conjunto de dados mínimos de gerenciamento de enfermagem (Nursing Management Minimum Data Set – NMMDS). Em uma segunda etapa...

A adaptação do homem à máquina: um retrato da saúde ocupacional relativa ao uso do computador junto aos secretários das escolas da rede estadual de ensino em Quaraí-RS

Knierim, Silvia Cristina Nunes
Tipo: trabalho de conclusão de especialização Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
Este estudo envolve a análise ergonômica no ambiente escolar, mais especificamente nas secretarias escolares, enfatizando os aspectos biomecânicos e posturais, bem como, a gestão da organização do trabalho, sendo desenvolvido junto aos secretários de oito instituições da rede estadual de ensino estabelecidas em Quaraí, no Estado do Rio Grande do Sul. Teve como objetivo avaliar a saúde ocupacional dos servidores públicos secretários de escola, os quais são usuários de computador, demonstrando se há ou não adaptação das condições de trabalho às características biotípicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente. A metodologia elaborada compreendeu, em cada instituição, primeiramente a aplicação de duas rodadas de entrevistas - uma junto aos dirigentes institucionais e outra junto aos secretários; posteriormente fez-se, no mínimo, uma visita semanal para observação e análise das condições do posto de trabalho de cada servidor e para detecção do risco de desenvolvimento de distúrbios musculoesqueléticos de membros superiores relacionados ao trabalho. Sequencialmente, foram aplicados dois questionários – um, adaptado de Corlett & Manenica...

A importância da saúde ocupacional numa instituição de ensino superior: proposta de modelo para o Instituto Politécnico de Lisboa

Ramos, Sónia Dalila Milho da Fonseca
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
66.74%
A exigência do trabalho e as condições em que é prestado interferem com a vida do trabalhador, melhores condições proporcionam uma maior qualidade do trabalho desenvolvido. A Saúde Ocupacional revela-se importante como área de intervenção prioritária que valoriza o local de trabalho, tendo atenção à prevenção primária dos riscos ocupacionais, a proteção e promoção da saúde e ainda promovendo o acesso aos serviços de saúde por parte dos colaboradores das organizações. Considerando o exposto e, não apenas por imperativos legais e institucionais, importa que o Instituto Politécnico de Lisboa considere a Saúde Ocupacional como algo fulcral e com impacto direto na atividade desenvolvida pelos seus colaboradores. Constituiu objetivo do presente trabalho conhecer a realidade no que concerne aos Serviços de Saúde Ocupacional existentes no Instituto Politécnico de Lisboa e estudar a possibilidade de a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa desenvolver esses serviços. Para alcançar este objetivo desenvolveu-se um estudo que incluiu a pesquisa bibliográfica e a entrevista estruturada aplicada especificamente a representantes do Instituto e das suas Unidades Orgânicas e a docentes da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa...

Enfermagem em Saúde Ocupacional

Oliveira, António José Eugénio de; Suzana, Maria Serrano André
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.58%
Nos dias de hoje, continua a assistir-se a elevados níveis de sinistralidade, no eventual reflexo de deficientes ou inexistentes estruturas de prevenção de riscos profissionais em muitos locais de trabalho. A necessidade de segurança, higiene, prevenção e formação no trabalho é, simultaneamente, uma reflexão sobre nós mesmos e as nossas atitudes, intervenientes prioritários, cada vez mais dependentes e exigentes com o trabalho e com tudo o que ele implica. A enfermagem do trabalho tem vindo a assumir um papel cada vez mais importante na Área da Saúde Ocupacional. O Enfermeiro do Trabalho tem competências que lhe permitem realizar atividades de promoção da saúde, prevenção de acidentes e doenças relacionadas com o trabalho, bem como preparar os trabalhadores para situações de emergência. Estas atividades revestem-se de grande importância uma vez que diminuem o absentismo por doença, melhorando a produtividade. O presente artigo expõe os principais objetivos e áreas de intervenção da Saúde Ocupacional, com o objetivo de consciencializar os leitores para a sua verdadeira importância para o trabalhador e entidades empregadoras.

Estudo de caso : programa de gestão do stress organizacional enquanto projeto de promoção de saúde ocupacional num contexto empresarial português

Dias, Liliana Marisa de Pinho
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.48%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; Atendendo à crescente necessidade de desenho e implementação de programas de promoção de bem estar nas organizações, a consultoria na área da Psicologia da Saúde Ocupacional necessita oferecer soluções cada vez mais integradas, estratégicas e sustentáveis. O presente trabalho apresenta um estudo de caso de um Programa de Gestão do Stress Organizacional, desenvolvido entre 2007 e 2010 numa empresa multinacional portuguesa do setor energético. O programa destinou-se a duas populações, a equipa de atendimento a cliente que incluía os colaboradores das lojas nacionais da empresa (N=339), e a equipa de gestão da dívida (N=32). Foi aplicado presencialmente um questionário antes de cada intervenção constituindo-se uma linha de base comparativa, das percepções de stress e bem-estar dos colaboradores. A intervenção primária foi desenhada de forma a avaliar os níveis de stress e bem-estar dos colaboradores e determinar os fatores de stress e bem-estar, através de uma metodologia de focus group. Depois de realizada a análise qualitativa e quantitativa dos resultados gerados pela intervenção primária...

Odontologia e saúde ocupacional

Nogueira,Diogo Pupo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1972 Português
Relevância na Pesquisa
76.42%
Depois de considerar que a prática da Saúde Ocupacional depende, essencialmente, de um trabalho de equipe onde o dentista tem papel de grande importância devido ao fato de que numerosas doenças profissionais apresentam manifestações orais precoces, são descritos, de forma geral, diversos quadros patológicos decorrentes de doenças profissionais causadas por agentes mecânicos, físicos, químicos e biológicos.

Incorporação da saúde ocupacional à rede primária de saúde

Nogueira,Diogo Pupo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1984 Português
Relevância na Pesquisa
76.52%
Os trabalhadores em geral constituem uma das frações mais importantes das comunidades e a proteção à sua saúde é elemento indispensável para o desenvolvimento social e econômico dos países. Muito tem sido feito, em todo o mundo, para proteger os trabalhadores contra acidentes do trabalho e doenças profissionais, mas muito pouco tem sido feito no sentido de se estudar o efeito do trabalho sobre doenças de natureza não-profissionais. Essa situação é especialmente grave quando se considera os trabalhadores de médias e pequenas empresas e os trabalhadores rurais que, em geral, não tem acesso aos centros de saúde ocupacional e que procuram atendimento para seus problemas de saúde na rede primária de saúde. Tal situação levou a Organização Mundial da Saúde a propor, a todos os países, especialmente os em desenvolvimento, que desenvolvam programas especiais de proteção à saúde dos trabalhadores a serem levados a efeito pela rede geral de saúde, especialmente pelos Centros de Saúde, quando existentes. São apresentados exemplos de planos-piloto já realizados em alguns países em desenvolvimento, e mesmo no Brasil, recomendando-se que o Brasil passe a adotar essa estratégia para proteger integralmente a saúde de seus trabalhadores conforme o propõe aquela agencia internacional.

A inadequação dos exames radiológicos periódicos indiscriminados em saúde ocupacional: resultados do censo de 1984 em uma empresa de grande porte

Algranti,Eduardo; Ali,Salim Amed; Cuginotti,Aloisio Punhagui
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1986 Português
Relevância na Pesquisa
76.42%
São aqui relatados os resultados do censo abreugráfico de 1984 de uma empresa de grande porte, isenta de riscos ocupacionais para o aparelho respiratório. Em 5,308 abreugrafias realizadas foram detectados 53 casos de anormalidades abreugráficas (1%), dos quais apenas 4 de tuberculose ativa. O rendimento foi de 0,75/1,000 abreugrafias. O custo médio de detecção de cada caso de tuberculose ativa foi de 256,32 ORTN (ao redor de 1.850 dólares). Foi também constatado um menor comparecimento de funcionários ao exame abreugráfico periódico, 1,6% de ausências em 1982 e 7,8% em 1984, causado provavelmente pelo crescente conhecimento leigo sobre radiações ionizantes, Os resultados são discutidos e é apresentada uma revisão sobre o emprego de exames radiológicos periódicos em saúde ocupacional.

Da medicina do trabalho à saúde do trabalhador

Mendes,René; Dias,Elizabeth Costa
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1991 Português
Relevância na Pesquisa
66.61%
Ensaio de revisão sobre a evolução dos conceitos e práticas da medicina do trabalho à saúde do trabalhador, passando pela saúde ocupacional. Busca-se responder às seguintes questões: quais as características básicas da medicina do trabalho (na sua origem e na sua evolução); como e por que evoluiu a medicina do trabalho para a saúde ocupacional; por que o modelo da saúde ocupacional se mostrou insuficiente; em que contexto surge a saúde do trabalhador; quais as principais características da saúde do trabalhador.

Saúde do trabalhador no Brasil: pesquisa na pós-graduação

Santana,Vilma Sousa
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.52%
OBJETIVO: Estudar as tendências da produção de teses e dissertações em saúde do trabalhador no País. MÉTODOS: As unidades de estudo foram teses e dissertações elaboradas por pesquisadores brasileiros em cursos de pós-graduação no país ou no exterior. Buscaram-se teses e dissertações em acervos previamente compilados, na base LILACS e no portal Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), por meio dos termos saúde do trabalhador, ergonomia, higiene ocupacional, toxicologia e saúde ocupacional. RESULTADOS: Foram encontrados 1.025 documentos, sendo sete anteriores a 1970. Entre 1970 e 2004, foram publicados 31 na década de 70, 121 na de 80, 533 na de 90 e 333 entre 2000 e 2004. O crescimento foi geométrico com fator aproximadamente igual a 4 a cada década. A maioria dos estudos trata de questões de grande relevância para a saúde pública no País, como doenças ósteo-musculares, saúde mental e trabalhadores da área de saúde. Chamou a atenção o pequeno número de trabalhos sobre o desemprego, o câncer e suas relações com a ocupação, trabalhadores do setor primário da economia e da construção civil, reconhecidos como os de maior risco para acidentes de trabalho fatais. CONCLUSÕES: O crescimento dos programas de pós-graduação em saúde pública e saúde coletiva no País nos últimos anos foi o fator mais importante para o aumento da produção de estudos na área da saúde do trabalhador. Embora exista um número crescente de estudos acadêmicos...

Aspectos de saúde coletiva e ocupacional associados à gestão dos resíduos sólidos municipais

Ferreira,João Alberto; Anjos,Luiz Antonio dos
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
O artigo objetiva despertar a atenção para os problemas de saúde coletiva e saúde ocupacional associados aos resíduos sólidos municipais, particularmente, em função da má gestão dos mesmos e de um modelo de desenvolvimento no qual o meio ambiente, a saúde pública e a saúde do trabalhador são relegados a um plano secundário. Escrito com base em uma revisão bibliográfica, o artigo foi enriquecido por alguns resultados de estudos recentes dos quais os autores participaram. São apontados alguns eixos principais da questão que ajudam a compreender a ausência, quase total, de estudos e pesquisas que possam embasar uma gestão dos resíduos, que considere a preservação do meio ambiente e da saúde humana. Ao procurar ampliar a discussão sobre os resíduos sólidos o que se busca é a sua inserção, de forma mais significativa, como tema da saúde pública.

Saúde Ocupacional na região central do estado de Nova York: um ambulatório de doenças ocupacionais com financiamento público 25 anos depois

Lax,Michael B.
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
Para tratar o problema do sub-reconhecimento de agravos relacionados ao trabalho, em 1987, o estado de Nova York utilizou financiamentos públicos para criar uma rede de ambulatórios de saúde ocupacional, que continua sendo o único projeto de seu tipo nos Estados Unidos. Sua missão é o diagnóstico, o tratamento e a prevenção de doenças ocupacionais. O financiamento público foi necessário para sustentá-la e permitir que funcionasse de forma independente e universalmente acessível. Este artigo relata as experiências dos Ambulatórios de Saúde Ocupacional (Occupational Health Clinical Centers - OHCC) ao longo dos últimos 25 anos. Cada serviço é parte da rede e atende grande parte da região central do estado de Nova York. Durante este período, os ambulatórios construíram uma experiente equipe multidisciplinar e um programa multifacetado, que inclui atividades clínicas, ações de capacitação e educação, assessoria técnica e pesquisa. Alcançaram considerável sucesso em estabelecer-se como um recurso para os trabalhadores acidentados na região e como defensores, do ponto de vista clínico, de trabalhadores acidentados nos seus locais de trabalho e junto ao sistema de compensação. Como os OHCCs se movem em direção à nova fase...

Perfil audiométrico de indivíduos expostos ao ruído atendidos no núcleo de saúde ocupacional de um hospital do município de Montes Claros, Minas Gerais

Leão,Rejane Noronha; Dias,Fernanda Abalen Martins
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.57%
OBJETIVO: traçar o perfil audiométrico de pacientes expostos a ruído, atendidos no Núcleo de Saúde Ocupacional da Fundação Hospitalar de Montes Claros (Hospital Aroldo Tourinho) em Minas Gerais. MÉTODOS: análise de prontuários audiológicos do Núcleo de Saúde Ocupacional da Fundação Hospitalar de Montes Claros/MG de trabalhadores expostos a ruído ocupacional no período de junho a dezembro de 2006. RESULTADOS: a amostra de prontuários caracterizou-se por predominância do sexo masculino (98,3%), com média de 34,7 anos idade. Dos dados obtidos: 37,9% dos trabalhadores não usavam nenhum tipo de protetor auditivo; 19,8% dos trabalhadores foram expostos a um ou mais agente químico; 17% descreveram alguma queixa auditiva; 6,3% usavam algum medicamento; 7,4% citaram doenças prévias; 6,7% relataram deficientes auditivos na família. Identificou-se que 13,2% dos trabalhadores apresentaram perda auditiva na orelha direita (31,8% destas perdas auditivas foram sugestivas de perda auditiva induzida por níveis elevados de pressão sonora) e 15,5% na orelha esquerda (36,77% destas perdas auditivas foram sugestivas de perda auditiva induzida por níveis elevados de pressão sonora). CONCLUSÃO: nesta pesquisa houve uma alta prevalência de alterações audiométricas sugestivas de perda auditiva induzida por níveis elevados de pressão sonora...

Conflito de deveres do médico de saúde ocupacional face à entidade patronal no Brasil

Ramos,João Pereira
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
O artigo faz reflexão ética e bioética da atuação do médico enquanto profissional de saúde ocupacional. Seja qual for o ramo da medicina ela estará abordando: saúde, doença e doente, cabendo análises individuais ou coletivas. É função do médico trabalhar a saúde ocupacional dentro da empresa. A medicina do trabalho existe pelo fato da saúde ser um direito imprescíndivel ao cidadão. Nesta perspectiva, os sistemas empresariais contratam médicos para cuidarem da saúde de seus trabalhadores, primeiro para não infrigirem leis vigentes segundo, aumentar o lucro através do acréscimo de produções ou trabalho das pessoas saudáveis. Nestes aspectos enumeram-se conflitos de deveres do médico e de interesses da empresa para qual trabalha. O médico contudo, mesmo em situação peculiar deverá manter a observância de princípios éticos e bioéticos.

Um estudo sobre a teoria geral de sistema na gestão de segurança e saúde ocupacional em empresas construtoras certificadas em OHSAS 18001

Lacerda Almeida, Marcos; Jéferson do Rêgo Silva, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
Este trabalho apresenta uma investigação teórica sobre as razões da melhoria do desempenho de Segurança e Saúde Ocupacional em organizações de Construção Civil que adotaram o Sistema de Gestão em Segurança e Saúde Ocupacional (SGSSO), através da OHSAS 18001 (Occupational Health Safety Assessment Series) no Brasil. Investiga também, se as empresas alcançaram um melhor desempenho de Segurança e Saúde Ocupacional (SSO), pela adoção da norma e as possíveis razões para um desempenho superior de empresas construtoras brasileiras. As empresas pesquisadas estão sediadas na cidade de São Paulo, por este ser o ambiente mais competitivo e por concentrar a maior quantidade de empresas certificadas pela OHSAS 18001. O texto apresenta a Teoria Geral de Sistemas, tendo como principal referência o trabalho de Ludwig Von Bertalanffy e procura fazer sua aplicação a contexto dos SGSSO, tomando como caso de análise a OHSAS 18001, e das NRs, no contexto brasileiro; Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Uma contribuição à formulação de uma matriz de seleção de indicadores de desempenho para avaliação de sistemas de gestão da qualidade, segurança e saúde ocupacional em empresas da construção civil: um estudo de caso

Frederico de Azevedo Ferreira, Carlos; Cavalcanti de Lemos Duarte, Dayse (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: other
Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
No cenário competitivo atual, cercados de variáveis externas e de incertezas, a tomada de decisões não deve ser baseada no senso comum ou intuição. Buscando adaptar-se a estas circunstâncias, empresas de diversos segmentos vêm adotando ações gerenciais que contribuam com a eficiência do emprego de seus recursos a fim de reduzir custos, eliminar perdas, aumentar a produtividade e garantir a sustentabilidade dos negócios. Nesse contexto, destaca-se a adoção de modelos sistêmicos de gestão. A indústria da construção civil, em especial o subsetor edificações, destaca-se pela demanda por uma gestão ampla e direcionada à melhoria contínua da capacidade de atendimento dos requisitos dos clientes e das demais partes interessadas. Nesse sentido, a implementação de sistemas de gestão da qualidade, segurança e saúde ocupacional tem se mostrado coerente e oportuna com as necessidades e peculiaridades do setor. Entretanto, tendo em vista a visão econômica atual e o consumo de recursos necessários a implantação desses sistemas, é preciso avaliar seu papel quanto aos ganhos competitivos reais. Viabiliza-se, pois, a determinação de procedimentos relacionados à avaliação da efetividade dessas ferramentas gerenciais e a análise crítica que esta proporciona. Assim...

Proposta de sistema de gestão de segurança e saúde ocupacional com ênfase na norma Ohsas 18001:2007

Santos, Beroaldo Rodrigues dos; Medeiros, Denise Dumke de (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: dissertacao
Português
Relevância na Pesquisa
66.53%
O objetivo geral deste estudo é propor um Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional baseado na norma OHSAS 18001:2007 direcionado para a EEC, mas podendo ser adaptado nas organizações que atuam nos mais diversos seguimentos produtivos. Observa-se que por força da Lei, numerosas organizações já adotam o sistema tradicional de segurança e saúde do trabalho, voltados unicamente para a redução dos acidentes no ambiente de trabalho. Logo, estão longe de um Sistema de Gestão, onde este pode ser entendido como uma combinação de planejamento e revisão, com metas definidas e planejamentos organizacionais para serem alcançados. O sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional proposto foi aplicado em uma Instituição de Ensino Superior que já tem um sistema de proteção à segurança e saúde do trabalhador, e que esse sistema atende apenas as exigências dos órgãos fiscalizadores, atuando de forma pontual na eliminação ou redução dos acidentes. Para maiores esclarecimentos sobre o Sistema de Gestão proposto, foram analisados estudos de outros pesquisadores do tema, onde os resultados finais foram sempre positivos e motivadores, com tendência ascendente para intenção de adoção do sistema. Em complemento ao convencimento...