Página 1 dos resultados de 150 itens digitais encontrados em 0.120 segundos

A utilização de indicadores sociais na operacionalização do modelo de Vigilância da Saúde; The use of social indicators to implement the Health Surveillance model; La utilización de indicadores sociales en la operacionalización del modelo de vigilancia de la salud

SILVA, Rosemara Melchior Valdevino; FRACOLLI, Lislaine Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.23%
Este estudo objetivou caracterizar a área de abrangência da subprefeitura do Butantã a partir dos indicadores compostos que representam as categorias autonomia, qualidade de vida, desenvolvimento humano e eqüidade; e discutir a adequação da utilização dessas categorias para a operacionalização da vigilância da saúde nesse território. Trata-se de um estudo exploratório e descritivo, com abordagem quantitativa, cujos dados foram obtidos por meio de identificação de bancos de dados de domínio público, com informações relativas a indicadores sociais e de saúde, bem como os índices de exclusão/inclusão social utilizados para a construção das categorias autonomia, qualidade de vida, desenvolvimento humano e eqüidade. Os resultados apontam que os indicadores compostos permitiram revelar as desigualdades nas condições de vida e saúde presentes no território. Os distritos de Raposo Tavares e Rio Pequeno apresentam os piores índices de exclusão/inclusão social na subprefeitura do Butantã, configurando-se como os distritos que mais apresentam exclusão social.; The purpose of this study was to characterize the coverage area of the Butantã sub-district, based on compound indicators that represent the categories autonomy...

Justiça Ambiental: uma abordagem ecossocial em saúde; Environmental Justice: an ecossocial health approach; Justicia Ambiental: un abordaje eco-social en salud

HABERMANN, Mateus; GOUVEIA, Nelson
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.22%
Discute-se a questão do risco das tecnologias contemporâneas em face do atual paradigma tecnológico, a sua percepção e tolerabilidade, assim como sua distribuição desigual na sociedade. A hipótese fundamental que enfatiza a Justiça Ambiental refere-se aos perigos desproporcionalmente ou injustamente distribuídos entre grupos social e economicamente mais vulneráveis, geralmente pobres e minorias, acarretados pelos riscos ambientais relativos à vida moderna. Assim, vulnerabilidade e os diversos níveis de privação agem como propulsores dos níveis diferenciais em saúde entre os grupos populacionais. Embora Justiça Ambiental tenha sido observada inicialmente como movimento popular nos Estados Unidos, seus princípios indicaram compatibilidade em escalas geográficas global e local. Desta forma, o objetivo do estudo foi compreender como os riscos da tecnologia contemporânea afetam desigualmente a população à luz da Justiça Ambiental.; The paper addresses the risk of contemporary technologies in the light of our current technological paradigm, its perception and tolerability, as well as its unequal distribution across society. The fundamental hypothesis, which emphasizes Environmental Justice, refers to hazards that are disproportionately or unjustly distributed across more socially and economically vulnerable groups...

Social inequalities in health among the elderly; Desigualdades sociais em saúde entre idosos

BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; FRANCISCO, Priscila Maria Stolses Bergamo; LIMA, Margareth Guimarães; CÉSAR, Chester Luiz Galvão
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.18%
The aim of the present study was to assess social inequalities in health status, health behavior and the use of health services based on education level. A population-based cross-sectional study was carried out involving 1,518 elderly residents of Campinas, São Paulo State, Brazil. Significant demographic and social differences were found between schooling strata. Elderly individuals with a higher degree of schooling are in greater proportion alcohol drinkers, physically active, have healthier diets and a lower prevalence of hypertension, diabetes, dizziness, headaches, back pain, visual impairment and denture use, and better self-rated health. But, there were no differences in the use of health services in the previous two weeks, in hospitalizations or surgeries in the previous year, nor in medicine intake over the previous three days. Among elderly people with hypertension and diabetes, there were no differences in the regular use of health services and medication. The results demonstrate social inequalities in different health indicators, along with equity in access to some health service components.; O objetivo do estudo foi avaliar desigualdades sociais no estado de saúde, comportamentos de saúde e uso de serviços segundo o nível de escolaridade. É um estudo transversal de base populacional com 1.518 idosos residentes em Campinas...

Desigualdade social no adoecimento e morte por câncer de boca e orofaríngeo no Município de São Paulo, Brasil: 1997 a 2008; Social inequality in morbidity and mortality from oral and oropharyngeal cancer in the city of Sao Paulo, Brazil: 1997-2008

Ferreira, Maria Angela Fernandes; Gomes, Murilo Novaes; Michels, Fernanda Alessandra Silva; Dantas, Aldo Aluisio; Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Fonte: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANIERO Publicador: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANIERO
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.17%
A ocupação do espaço geográfico é determinada historicamente pelo modelo socioeconômico e pelo dinamismo de suas relações sociais, políticas e ideológicas. O objetivo deste trabalho é avaliar a distribuição espacial e o efeito de indicadores socioeconômicos no adoecimento e morte por câncer de boca e orofaríngeo no Município de São Paulo, Brasil, no período de 1997 a 2008. Os dados foram coletados no Registro de Câncer de Base Populacional e no Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade - PRO-AIM e georreferenciados pelos softwares Terraview e GeoDa. O referencial teórico para avaliação dos resultados foi baseado na teoria de Milton Santos. As taxas de incidência apresentaram um índice de autocorrelação Global de Moran de 0,226 e as taxas de mortalidade de 0,337. A Incidência de câncer de boca e orofaríngeo não apresenta um padrão espacial bem definido no Município de São Paulo, mas é bastante desigual no que se refere à Mortalidade, concentrando as suas menores taxas na área central, mais rica e economicamente menos desigual.; Occupation of geographical space is historically determined by the socioeconomic model and the dynamism of its social, political, and ideological relations. This study aimed to evaluate the spatial distribution of morbidity and mortality from cancer of the mouth and oropharynx and related socioeconomic variables in the city of Seto Paulo...

Determinantes sociais da saúde: os olhares dos profissionais da atenção básica do município de Marília-SP; Social determinants of health: primary care professionals eyes in the municipal district of Marilia

Vernasque, Juliana Ribeiro da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.2%
Os Determinantes Sociais da Saúde (DSS) constituem hoje importante objeto de estudo no campo da Saúde Coletiva, pois a compreensão dos mesmos possibilita ações de cuidado e de resposta às necessidades de saúde nos âmbitos de promoção, prevenção, tratamento e recuperação da saúde, além de auxiliar na diminuição das vulnerabilidades, das iniquidades em saúde e concorrer para a promoção da justiça social. O objetivo deste estudo foi identificar quais aspectos dos DSS são reconhecidos pelos profissionais de atenção básica do município de Marília no cotidiano do trabalho em saúde, bem como são apreendidos e manejados como necessidades na produção de cuidados em saúde. Esta pesquisa é de natureza qualitativa, utilizando como método entrevistas semi-estruturadas e observações participantes de tipo etnográfico. Foram entrevistadas cinco profissionais de saúde de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e cinco profissionais de uma unidade de ESF (Estratégia Saúde da Família). Foi realizado tratamento interpretativo-compreensivo do material de campo, baseado nas categorias do modelo de DSS de Dahlgren e Whitehead (1991), no conceito de Cuidado em saúde de Ayres (2009) e no quadro das necessidades de saúde de Schraiber e Mendes Gonçalves (2000) e Cecílio (2001). Para apresentação dos resultados foram agrupados quatro eixos temáticos: 1) Condições de vida e trabalho; 2) O estilo de vida dos indivíduos; 3) Redes sociais e comunitárias e 4) Condições socioeconômicas...

Análise espacial dos óbitos por tuberculose pulmonar e sua relação com indicadores sociais em São Luís - MA; Spatial analysis of deaths by pulmonary tuberculosis and the relation with social indicators in São Luís - MA

Santos Neto, Marcelino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.65%
O objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espacial dos óbitos por tuberculose pulmonar e sua relação com indicadores sociais em São Luís-MA. Trata-se de um estudo ecológico em que foram considerados os óbitos ocorridos na zona urbana do município entre 2008 e 2012, segundo as causas A15.0 a A15.3 e A16.0 a A16.2 (CID-10), disponíveis no Sistema de Informação sobre Mortalidade. Procedeu-se inicialmente as análises univariada e bivariada das variáveis sociodemográficas e operacionais dos óbitos investigados. Para construção dos indicadores sociais utilizou-se a análise de componentes principais, sendo selecionadas variáveis das áreas de ponderação do Censo Demográfico de 2010. Recorreu-se à regressão linear múltipla, pelo método dos mínimos quadrados e à regressão espacial para análise da relação de dependência espacial entre os indicadores sociais e as taxas de mortalidade padronizadas pela idade por meio do Teste Global I de Moran. Utilizou-se ainda técnicas de estatística de varredura para a detecção de aglomerados espaciais e espaço- temporais dos óbitos nos setores censitários do município, sendo empregado o modelo discreto de Poisson. A geocodificação dos óbitos foi processada no TerraView versão 4.2.2...

A outra face dos determinantes sociais de saúde : subjetividades na construção do cotidiano individual e coletivo em uma comunidade rural

Riquinho, Deise Lisboa
Tipo: dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.51%
Com este estudo procurou-se conhecer e compreender as necessidades de saúde constitutivas das práticas e do apoio social, considerando as desigualdades sociais presentes na Comunidade rural de Rincão dos Maia, Canguçu/RS. Utilizou-se a triangulação de métodos por meio de um estudo quantitativo e qualitativo com diferentes técnicas de coleta de dados. Na análise quantitativa utilizaram-se a estatística descritiva no software SPSS 13.0 e a associação entre variáveis de interesse do estudo. A população foi composta por 814 pessoas e 241 famílias. Os dados foram coletados em um inquérito domiciliar, contendo questões sociodemográficas, socioeconômicas e de saúde. Para a etapa qualitativa utilizou-se a análise de conteúdo do tipo temático. A amostra para as entrevistas semi-estruturadas foi intencional, com 20 famílias ilustrativas das características socioeconômicas encontradas, explorando as concepções de saúde e doença; a observação participante foi realizada com seis famílias, ilustrando as práticas em saúde. Os resultados apontaram para uma população de 51,2% do sexo masculino, 48,0% no grupo etário de 25-59 anos de idade, 42,6% possuíam de 1 a 4 anos de estudo, 45,0% tinham a ocupação de agricultor...

Mortalidade precoce por doenças cardiovasculares e desigualdades sociais em Porto Alegre : da evidência à ação; Premature mortality due to cardiovascular disease and social inequalities in Porto Alegre : from evidence to action

Bassanesi, Sergio Luiz; Azambuja, Maria Ines Reinert; Achutti, Aloyzio Cechella
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.18%
Fundamento: Duas perspectivas, a econômica (doença causando empobrecimento) e a social (pobreza causando adoecimento), têm disputado internacionalmente a justificação de políticas públicas de saúde. Objetivo: Investigar a relação entre mortalidade precoce por doenças cardiovasculares (DCV) e condições socioeconômicas (SE) em Porto Alegre (PA), e discutir fundamentos e estratégias para a prevenção das DCV. Métodos: Análise ecológica da associação entre mortalidade por DCV aos 45-64 anos e condições SE de 73 bairros de PA. Estimou-se o risco relativo (RR) e a fração do risco atribuível (FRA) às desigualdades entre bairros agrupados em 4 estratos SE. Resultados: A mortalidade precoce por DCV foi 2,6 vezes maior nos bairros classificados no pior comparado ao melhor de 4 estratos SE. Entre bairros extremos, o RR chegou a 3,3 para as DCV e 3,9 para as doenças cerebrovasculares. Comparada à mortalidade no melhor estrato, 62% dos óbitos precoces do pior estrato e 45% dos da cidade como um todo seriam atribuíveis à desigualdade socioeconômica. Conclusão: Quase a metade da mortalidade por DCV antes do 65 anos pode ser atribuída à pobreza. A doença, por sua vez, contribui para a pobreza e reduz a competitividade do país. É preciso reduzir o adoecimento e recuperar a saúde dos mais pobres com investimentos que resultem em desenvolvimento econômico-nacional e melhoria das condições sociais da população.; Background: Two perspectives...

Os sentidos da exclusão social na bibliografia da educação física brasileira; The meanings of social exclusion in the bibliography of brazilian physical education; Los sentidos de la exclusión social en la bibliografía de la educación física brasilera

Thomassim, Luís Eduardo Cunha
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.22%
Neste trabalho, realizo uma revisão de literatura do tema da exclusão social na bibliografia da Educação Física brasileira. O objetivo foi identificar os diferentes usos das expressões exclusão e inclusão, para o qual foram analisados trabalhos publicados nos últimos anos. O estudo permite apontar duas perspectivas distintas: um sentido, em que os autores se referem à exclusão como condição (individual ou coletiva), e outro, em que caracterizam exclusão como processo social. Assinalo também as oposições e ausências significativas desta noção na literatura.; In this work I review the theme of social exclusion in the bibliography of Brazilian physical education. The aim was to identify the different uses of the expression exclusion and inclusion, base don a determined number of works published in the last few years. I point to two different perspectives: a meaning in which the authors refer to exclusion as a condition (individual or collective) and another in which they characterize the exclusion as a social process. I also point to the oppositions and significant absences of this notion.; En este trabajo realizo una revisión de literatura del tema exclusión social en bibliografía de la Educación Física brasilera. El objetivo fue identificar los diferentes usos de las expresiones: exclusión e inclusión...

Medicinas tradicionais, alternativas e complementares como marcadores de diferenciação social; Traditional medicine, complementary and alternative medicine as marker of social differentiation

Cristiane Spadacio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 013/02/04 Português
Relevância na Pesquisa
46.22%
Apesar dos notáveis avanços alcançados pela Medicina Ortodoxa - Biomedicina, tem havido um crescimento exponencial no interesse e no uso de Medicinas Tradicionais (MT), Alternativas e Complementares (MAC). O tema deste estudo ancora-se nas discussões sobre as MT e MAC e sua utilização por diferentes grupos sociais em situação de adoecimento crônico, especificamente o Diabetes Mellitus tipo 2. A pesquisa tem como objetivo compreender em que medida o uso de MT e MAC por pacientes com diabetes tipo 2 está relacionado com diferenças entre grupos sociais no Brasil. Foram entrevistados 80 pacientes de serviços público e privado de saúde. Sendo 40 pacientes em tratamento do diabetes tipo 2 no Ambulatório de Diabetes Mellitus, Hipertensão e Obesidade, da Disciplina de Medicina Interna e Semiologia Médica, do Departamento de Clínica Médica da Unicamp, e 40 pacientes em uma clínica particular na Cidade de Campinas, no período de abril de 2009 a maio de 2010. Nesta pesquisa serão utilizadas as informações socioeconômicas e demográficas dos pacientes, que possibilitam inferir a "posição social" dos entrevistados, assim como aspectos relacionados às percepções dos pacientes, principalmente no que diz respeito ao acesso e à escolha por tratamentos heterodoxos. Teoricamente...

Social inequalities in health among the elderly

BARROS, Marilisa Berti de Azevedo; FRANCISCO, Priscila Maria Stolses Bergamo; LIMA, Margareth Guimarães; CÉSAR, Chester Luiz Galvão
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.18%
The aim of the present study was to assess social inequalities in health status, health behavior and the use of health services based on education level. A population-based cross-sectional study was carried out involving 1,518 elderly residents of Campinas, São Paulo State, Brazil. Significant demographic and social differences were found between schooling strata. Elderly individuals with a higher degree of schooling are in greater proportion alcohol drinkers, physically active, have healthier diets and a lower prevalence of hypertension, diabetes, dizziness, headaches, back pain, visual impairment and denture use, and better self-rated health. But, there were no differences in the use of health services in the previous two weeks, in hospitalizations or surgeries in the previous year, nor in medicine intake over the previous three days. Among elderly people with hypertension and diabetes, there were no differences in the regular use of health services and medication. The results demonstrate social inequalities in different health indicators, along with equity in access to some health service components.; O objetivo do estudo foi avaliar desigualdades sociais no estado de saúde, comportamentos de saúde e uso de serviços segundo o nível de escolaridade. É um estudo transversal de base populacional com 1.518 idosos residentes em Campinas...

Social protection systems in vulnerable families: their importance for the public health

Arcos,Estela; Sanchez,Ximena; Toffoletto,Maria Cecilia; Baeza,Margarita; Gazmuri,Patricia; Muñoz,Luz Angélica; Vollrath,Antonia
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.15%
OBJECTIVE To analyze the effectiveness of the Chilean System of Childhood Welfare in transferring benefits to socially vulnerable families. METHODS A cross-sectional study with a sample of 132 families from the Metropolitan Region, Chile, stratified according to degree of social vulnerability, between September 2011 and January 2012. Semi-structured interviews were conducted with mothers of the studied families in public health facilities or their households. The variables studied were family structure, psychosocial risk in the family context and integrated benefits from the welfare system in families that fulfill the necessary requirements for transfer of benefits. Descriptive statistics to measure location and dispersion were calculated. A binary logistic regression, which accounts for the sample size of the study, was carried out. RESULTS The groups were homogenous regarding family size, the presence of biological father in the household, the number of relatives living in the same dwelling, income generation capacity and the rate of dependency and psychosocial risk (p ? 0.05). The transfer of benefits was low in all three groups of the sample (? 23.0%). The benefit with the best coverage in the system was the Single Family Subsidy...

Social inequalities in health among the elderly

Barros,Marilisa Berti de Azevedo; Francisco,Priscila Maria Stolses Bergamo; Lima,Margareth Guimarães; César,Chester Luiz Galvão
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.17%
The aim of the present study was to assess social inequalities in health status, health behavior and the use of health services based on education level. A population-based cross-sectional study was carried out involving 1,518 elderly residents of Campinas, São Paulo State, Brazil. Significant demographic and social differences were found between schooling strata. Elderly individuals with a higher degree of schooling are in greater proportion alcohol drinkers, physically active, have healthier diets and a lower prevalence of hypertension, diabetes, dizziness, headaches, back pain, visual impairment and denture use, and better self-rated health. But, there were no differences in the use of health services in the previous two weeks, in hospitalizations or surgeries in the previous year, nor in medicine intake over the previous three days. Among elderly people with hypertension and diabetes, there were no differences in the regular use of health services and medication. The results demonstrate social inequalities in different health indicators, along with equity in access to some health service components.

The relationship between social capital, social support and the adequate use of prenatal care

Leal,Maria do Carmo; Pereira,Ana Paula Esteves; Lamarca,Gabriela de Almeida; Vettore,Mario Vianna
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.23%
This study investigated the relationship between social capital and social support and the adequate use of prenatal care. A follow-up study involving 1,485 pregnant women was conducted in two cities in the Rio de Janeiro State, Brazil. Demographic and socioeconomic characteristics, social support and social capital data were collected during the first trimester of pregnancy. The post-partum period included information on levels of prenatal care utilization, social networks, parity, obstetric and gestational risk and prenatal care attendance. Hierarchized multinomial logistic regression was used in the statistical analysis. Prenatal care use above adequate levels was associated with high social capital at the city level (aggregated social capital), socioeconomic status and working during pregnancy. Lower non-aggregated contextual and compositional social capital, gestational risk and pattern of prenatal care were associated with inadequate prenatal care utilization. Contextual social capital and social support were found to be social determinants for the appropriate use of prenatal care.

The right to health and environment in times of social exclusion

Vargas,Liliana Angel; Oliveira,Thaís Fonseca Veloso de; Garbois,Júlia Arêas
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
46.11%
This article is a theoretical reflection on the trajectory of the right to health and to the environment in the political Brazilian scenario and in the health sector. It aims to discuss the possibilities of these rights to be effectively guaranteed, out of the rhetorical sphere, in order to structure a fairer and healthier society. We observed that the Brazilian scenario evidences that the complex problems associated to the environmental and health injustices are materialized in social exclusion and environmental degradation, compromising these rights. We concluded that the assurance of these rights is linked to the possibilities of a collective achievement of the Brazilian society, to which Nursing can provide an important contribution.

Social determinants of intra-urban differentials of admissions by respiratory diseases in Salvador (BA), Brazil

Antunes,Fernanda Pedro; Costa,Maria da Conceição Nascimento; Paim,Jairnilson Silva; Cruz,Álvaro; Silva,Ligia Maria Vieira da; Barreto,Mauricio
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.15%
INTRODUCTION: Respiratory diseases (RD) represent a significant cause of hospitalization in Brazil, occupying the first position in the rank by group of diseases. OBJECTIVE: To identify social determinants (SD) of intra-urban differentials of hospitalizations by RD and their main types (asthma and pneumonia) a study of spatial aggregation was carried out in Salvador (BA), between 2001 and 2007, taking Information Zones (IZ) as unit of analysis. METHODS: Data on hospitalizations were provided by the Health Department of Bahia State. Socioeconomic indicators were obtained from the Demographic Census carried out in 2000, and the number of health centers was acquired from the National Register of Health Services. RESULTS: Multiple linear regression analysis indicated association between spatial variation of the rates of hospitalization due to RD and income (? = 0.54, p < 0.001) and rate of health facilities per 10,000 inhabitants (? = 2.91, p < 0.001). Crowding was not associated. CONCLUSION: The identification of variation in SD in hospitalizations by RD in the IZ of Salvador will help in the decision-making process by public managers in defining goals and effective measures to reduce inequities in health.

Social determinants and their interference in homicide rates in a city in northeastern Brazil

Sousa,Geziel dos Santos de; Magalhães,Francismeire Brasileiro; Gama,Isabelle da Silva; Lima,Maria Vilma Neves de; Almeida,Rosa Lívia Freitas de; Vieira,Luiza Jane Eyre de Souza; Bezerra Filho,José Gomes
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.19%
OBJECTIVE: This paper aims to analyze the possible relationship between social determinants and homicide mortality in Fortaleza (CE), Brazil. METHOD: To investigate whether the rate of mortality by homicides is related to social determinants, an ecological study with emphasis on spatial analysis was conducted in the city of Fortaleza. Social, economic, demographic and sanitation data, as well as information regarding years of potential life lost, and Human Development Index were collected. The dependent variable was the rate of homicides in the period 2004 to 2006. In order to verify the relationship between the outcome variable and the predictor variables, we performed a multivariate linear regression model. RESULTS: We found associations between social determinants and the rate of mortality by homicides. Variables related to income and education were proven determinants for mortality. The multiple regression model showed that 51% of homicides in Fortaleza neighborhoods are explained by years of potential life lost, proportion of households with poor housing, average years of schooling, per capita income and percentage of household heads with 15 or more years of study. The coefficients for years of potential life lost and households with poor housing were positive. CONCLUSION: The findings indicate that the mortality by homicide is associated with high levels of poverty and uncontrolled urbanization...

Bi-directional Exchange: the Cornerstone of Globally Focused Social Work

Parker, Gary; Ali, Samira; Ringell, Kassia; McKay, Mary
Tipo: text
Publicado em 01/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.49%
Social work holds a unique place relative to other professions in that it prioritizes the elimination of human suffering as its primary goal. The roots of the profession are firmly planted in Western theories, historically and culturally specific perspectives, and knowledge. History has repeatedly demonstrated an association between the arrival of Westerners and the subsequent control of natural resources. Some argue that the development of global social work practice has serious pitfalls, including diverting needed resources away from local contexts and inadvertently spreading western world-views, paradigms and practices. However, the social work profession is uniquely positioned to offer expertise and collaborate with those experiencing the serious consequences of social inequity and the dearth of economic and social resources locally and across the globe. Grounded in anti-oppressive theory, guided by the difficult, yet acute awareness of western privilege and racism, and drawing from social/collective action and collaborative paradigms, a bi-directional exchange and action are detailed as the foundations for globally focused social work. The skills and knowledge base for global social work are essential as populations locally and worldwide are impacted by a global economic system that innately increases serious social inequity. Comprehensive training and preparation for globally focused social work...

Informal politics and inequity of access to health care in Lebanon

Chen, Bradley; Cammett, Melani Claire
Fonte: BioMed Central Publicador: BioMed Central
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.24%
Introduction: Despite the importance of political institutions in shaping the social environment, the causal impact of politics on health care access and inequalities has been understudied. Even when considered, research tends to focus on the effects of formal macro-political institutions such as the welfare state. We investigate how micro-politics and informal institutions affect access to care. Methods This study uses a mixed-methods approach, combining findings from a household survey (n = 1789) and qualitative interviews (n = 310) in Lebanon. Multivariate logistic regression was employed in the analysis of the survey to examine the effect of political activism on access to health care while controlling for age, sex, socioeconomic status, religious commitment and piety. Results: We note a significantly positive association between political activism and the probability of receiving health aid (p < .001), with an OR of 4.0 when comparing individuals with the highest political activity to those least active in our sample. Interviews with key informants also reveal that, although a form of “universal coverage” exists in Lebanon whereby any citizen is eligible for coverage of hospitalization fees and treatments, in practice...

The Evolution and Development of Inequity Aversion

McAuliffe, Katherine Jane
Tipo: thesis or dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
Humans show such strong sensitivity to whether resources are distributed fairly that they sacrifice personal gain to avoid distributional inequity. This inequity aversion plays an important role in guiding human social decision-making and appears to be ubiquitous across human populations. However, we currently do not understand whether or how inequity aversion evolved over the course of human evolution or how it develops in children.; Human Evolutionary Biology