Página 1 dos resultados de 1177 itens digitais encontrados em 0.025 segundos

Social Vulnerability Indexes as Planning Tools: Beyond the Preparedness Paradigm

Mendes, José Manuel
Fonte: Taylor & Francis Publicador: Taylor & Francis
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
This article draws from the experience of the ongoing drafting of the Regional Plan of the Centre Region of Portugal, and the empirical application of the Social Vulnerability Index proposed by Susan Cutter. It consists in the construction of an index of social vulnerability to natural and technological hazards and to social risks for all the municipalities of the region. Methodologically, it extends the vulnerability analysis to technological hazards and social risks, as a more encompassing view is necessary for the elaboration of prevention and civil protection policies. The results confirm the interactive nature of social vulnerability, and they also reflect the diffuse urbanisation and industrialisation patterns that characterise Portugal. The scattered nature of social facilities and security and health infrastructures pose specific challenges to planners concerning risk prevention and mitigation, and the elaboration of effective risk communication strategies adapted to specific hazards and risks in the studied municipalities. The article concludes with some reflections on the need to revise established paradigms of disaster analysis and emphasise the importance of pre?event planning and the social cartography of vulnerable populations for effective prevention and security policies that take into account social inequalities and citizenship rights.

Social Vulnerability to Natural and Technological Hazards: The Relevance of Scale

Mendes, José Manuel; Tavares, Alexandre; Freiria, Susana; Cunha, Lúcio
Fonte: CRC Press/Taylor & Francis Group Publicador: CRC Press/Taylor & Francis Group
Tipo: bookpart
Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
In this paper it is proposed a new version of social vulnerability indexes to natural and technological hazards that takes into account, beyond the standard analysis of exposure or biophysical vulnerability, social resilience and infrastructural support capabilities. It also intends to be a contribution to the revision of established paradigms of disaster analysis, emphasizing the importance of social cartography about vulnerable communities and citizens, social resilience and infrastructural support capabilities. It contributes also to effective prevention and public security policies that take into account territorial cohesion and social inequalities.We present an evaluation of social vulnerability for all municipalities in Portugal, taking the national framework as reference, and also an evaluation of social vulnerability at the town level within a regional framework. The regional evaluation required a selection of seven municipalities in the Centre region of Portugal, according to their biophysical and socio-economics characteristics to represent an adequate sample for a new scale approach.

Spatial analysis of the social vulnerability of adolescent pregnancy

Feliciano, Rosiane de Araujo Ferreira; Carvalho Ferriani, Maria das Gracas; Mello, Débora Falleiros de; de Carvalho, Ione Pinto; Cano, Maria Aparecida Tedeschi; de Oliveira, Luiz Antonio
Fonte: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANIERO Publicador: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANIERO
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
The purpose of this study was to present a spatial analysis of the social vulnerability of teenage pregnancy by geoprocessing data on births and deaths present on the Brazilian Ministry of Health databases in order to support intersectoral management actions and strategies based on spatial analysis in neighborhood areas. The thematic maps of the educational, occupational, birth and marital status of mothers, from all births and deaths in the city, presented a spatial correlation with teenage pregnancy. These maps were superimposed to produce social vulnerability map of adolescent pregnancy and women in general. This process presents itself as a powerful tool for the study of social vulnerability.

Spatio-temporal patterns of tuberculosis incidence in Ribeirão Preto, State of São Paulo, southeast Brazil, and their relationship with social vulnerability: a Bayesian analysis; Padrões espaço-temporais da incidência de tuberculose em Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, sudeste do Brasil, e suas relações com a vulnerabilidade social: uma análise bayesiana

Roza, Daiane Leite da; Caccia-Bava, Maria do Carmo Gullaci Guimarães; Martinez, Edson Zangiacomi
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
INTRODUCTION: The purpose of this ecological study was to evaluate the urban spatial and temporal distribution of tuberculosis (TB) in Ribeirão Preto, State of São Paulo, southeast Brazil, between 2006 and 2009 and to evaluate its relationship with factors of social vulnerability such as income and education level. METHODS: We evaluated data from TBWeb, an electronic notification system for TB cases. Measures of social vulnerability were obtained from the SEADE Foundation, and information about the number of inhabitants, education and income of the households were obtained from Brazilian Institute of Geography and Statistics. Statistical analyses were conducted by a Bayesian regression model assuming a Poisson distribution for the observed new cases of TB in each area. A conditional autoregressive structure was used for the spatial covariance structure. RESULTS: The Bayesian model confirmed the spatial heterogeneity of TB distribution in Ribeirão Preto, identifying areas with elevated risk and the effects of social vulnerability on the disease. We demonstrated that the rate of TB was correlated with the measures of income, education and social vulnerability. However, we observed areas with low vulnerability and high education and income...

Individual and social vulnerabilities upon acquiring tuberculosis: a literature systematic review

Lacerda, Sheylla Nadjane Batista; Temoteo, Rayrla Cristina de Abreu; Figueiredo, Tânia Maria Ribeiro Monteiro de; Luna, Fernanda Darliane Tavares de; Sousa, Milena Alves Nunes de; Abreu, Luiz Carlos de; Fonseca, Fernando Luiz Affonso
Fonte: BioMed Central Publicador: BioMed Central
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
Abstract Tuberculosis is a contagious infectious disease mainly caused by the bacteria Mycobacterium tuberculosis that still meets the priority criteria - high magnitude, transcendence and vulnerability - due to the threat it poses to public health. When taking into consideration the vulnerability conditions that favor the onset of the disease, this article aimed to investigate the implications originated from individual and social vulnerability conditions in which tuberculosis patients are inserted. Databases like MEDLINE, LILACS and SciELO were searched in Portuguese, Spanish and English using the descriptors tuberculosis and vulnerability, and 183 articles were found. After the selection criterion was applied, there were 22 publications left to be discussed. Some of the aspects that characterize the vulnerability to tuberculosis are: low-income and low-education families, age, poor living conditions, chemical dependency, pre-existing conditions/aggravations like diabetes mellitus and malnutrition, indigenous communities, variables related to health professionals, intense border crossings and migration, difficulty in accessing information and health services and lack of knowledge on tuberculosis. Much as such aspects are present and favor the onset of the disease...

Diferenciais de mortalidade em estratos homogêneos de vulnerabilidade social de municípios do Estado de São Paulo, 2003-2005; Mortality differentials registered in homogeneous strata of social vulnerability in cities of the State of São Paulo 2003 to 2005

Prado, Marlí de Fátima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.48%
Trata-se de um estudo ecológico exploratório tipo comparação de múltiplos grupos. Objetivo: descrever o padrão de mortalidade da população a partir de estratos homogêneos de vulnerabilidade social dos municípios no Estado de São Paulo de 2003 a 2005. Método: Construção de estratos homogêneos, através de indicador composto por variáveis socioeconômicas e demográficas e comparação dos padrões de mortalidade através de taxas padronizadas. Resultados: Construção de cinco estratos homogêneos de vulnerabilidade social (Muito Fraca, Fraca, Intermediária, Intensa e Muito Intensa). Estimativas de risco mais elevadas para mortes maternas (27,82 a 56,22 %000 nascidos vivos), mortes infantis (12,48 a 16,20%0 nascidos vivos) e acidentes de transporte (14,68 a 24,06%000 hab.) foram mostradas nos estratos de maior vulnerabilidade declinando para os de menor vulnerabilidade. Para as Neoplasias (80,85 a 104,96 %000 hab.) e D. Infecciosas e Parasitárias (23,21 a 27,52 a %000 hab.) as mais elevadas ocorreram nos estratos de menor vulnerabilidade, declinando para os de maior vulnerabilidade. Para Diabetes Mellitus (17,36 a 23,57%000 hab.), D. Circulatórias (174,03 a 206,87%000 hab.), Homicídios (11,50 a 21,24%000 hab.) e...

Relação entre comportamento na infância e a vulnerabilidade social na cidade de Belo Horizonte - MG; Relationship among behavior in the childhood and the social vulnerability in the city of Belo Horizonte MG

Araujo, Lucirley Guimarães de Sousa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.47%
O campo de estudo dos primeiros anos da vida escolar da criança ainda é carente de novas investigações. Resultados de pesquisas têm demonstrado que o desenvolvimento de competências e a exposição a situações de adversidade apresentados nessa etapa do desenvolvimento predizem a qualidade do funcionamento social, do sucesso acadêmico e da saúde mental do indivíduo. Nesse contexto, este trabalho buscou verificar a relação entre o nível de vulnerabilidade social e comportamento na infância. Participaram do estudo pais e professores de 248 crianças com idades entre 6 e 11 anos, alunas do primeiro e segundo ciclo do Ensino Fundamental de escolas públicas municipais de Belo Horizonte. Essas escolas situavam-se, respectivamente, em dois bairros com as classes de vulnerabilidade investigadas (I e IV), a partir do Índice de Vulnerabilidade Social da cidade. Os instrumentos utilizados foram o Inventário dos Comportamentos de Crianças e Adolescentes (CBCL/6-18), respondido pelos pais, e o Inventário dos Comportamentos de Crianças e Adolescentes Relatório para os Professores (TRF/6-18). A análise dos dados incluiu comparações entre médias de escores T (Teste T de Student ou Mann Whitney U) para as duas amostras de vulnerabilidade nas escalas de competências (CBCL)...

Vulnerabilidade social e funcionalidade familiar de idosos com sintomas depressivos; Social vulnerability and family functioning of older people with depressive symptoms

Souza, Rosely Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.44%
Os sintomas depressivos na velhice são um transtorno que interfere na qualidade de vida, nas relações sociais e na capacidade de autocuidado dos idosos. A vulnerabilidade social da família pode influenciar os agravos em saúde, uma vez que as condições de pobreza impossibilita atender as necessidades básicas de seus membros. A disfunção familiar também provoca o distanciamento entre os membros, interferindo no relacionamento entre o idoso e seus familiares. Este estudo teve como objetivo avaliar a associação entre a presença de sintomas depressivos em idosos, a vulnerabilidade social da família e a funcionalidade familiar. Estudo analítico, observacional, do tipo caso-controle, realizado em 33 Unidades da Estratégia Saúde da Família de Dourados, MS. A amostra foi composta por 374 idosos, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 60 anos. Os 187 que apresentaram sintomas depressivos avaliados pela Escala de Depressão Geriátrica constituíram os 187 casos e os demais, os 187 controles. As entrevistas foram realizadas no período de novembro de 2012 a março de 2013, sendo utilizados os seguintes instrumentos: formulário para caracterização sociodemográfica, Escala de Depressão Geriátrica de 15 itens, Apgar de Família e Índice de Desenvolvimento da Família. Verificou-se que maioria dos idosos era do sexo feminino...

Fragilidade ambiental e vulnerabilidade social para análise integrada do espaço geográfico: bacia hidrográfica no Jardim Ângela (São Paulo-SP); Environmental fragility and social vulnerability for integrated analysis of geographic space: watershed in Jardim Angêla (São Paulo-SP)

Gayoso, Rogério Caron
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
O presente trabalho é um estudo de Geomorfologia aplicada com o objetivo de analisar, de forma integrada, um ambiente urbanizado, em uma sub-bacia do manancial da Guarapiranga, na cidade de São Paulo. O enfoque é o diagnóstico da Fragilidade Ambiental e sua correlação com o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS Fundação SEADE). Para isso, foi elaborado um mapeamento geomorfológico, em escala de detalhe - como suporte para o entendimento da dinâmica dos processos morfológicos - e o mapa de uso e cobertura da superfície da Terra, que expressa as concretudes das ações antrópicas e a conjuntura de flora presente na área, para obtenção de informações sobre a proteção da superfície contra intemperismos. Em seguida foi feita uma intersecção entre estes dois mapas e foi elaborado o mapa de Fragilidade Ambiental. Em um segundo momento, foi feito um mapa com a espacialização SEADE do Índice Paulista de Vulnerabilidade Social, para representar os dados socioeconômicos especializados conforme setores censitários. Por fim, foi elaborada uma correlação entre os mapas de Vulnerabilidade Social e Fragilidade Ambiental. Com isso, foi possível demonstrar que as áreas de vulnerabilidades mais altas foram assentadas em terrenos de fragilidade forte e muito forte e que as áreas precisam de cuidados específicos para a devida ocupação.; The present work is a study of Applied Geomorphology...

Vulnerabilidade social e os acidentes de trânsito em Campinas - SP; Social vulnerability and traffic accidents in Campinas - SP

Ana Carolina Soares Bertho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
Diante da redução da mortalidade por homicídios no Brasil na última década,especialmente no estado de São Paulo, as mortes por acidentes de transportes vêm ganhando importância entre as causas externas. Com a implantação do Código de Trânsito Brasileiro, que entrou em vigor em 1998, houve uma queda significativa dos óbitos, mas os acidentes ainda constituem uma grande preocupação para o Poder Público. O objetivo geral do presente estudo é contribuir para o conhecimento sobre os padrões e tendências recentes dos acidentes de trânsito no município de Campinas, verificando se, além de idade e sexo, as características relacionadas às condições sociodemográficas tornam determinados grupos populacionais mais vulneráveis frente ao risco de se ferir ou morrer em acidentes de trânsito. O trabalho parte de uma análise sobre a tendência recente da mortalidade por acidentes de trânsito na Região Metropolitana de Campinas no período 1996-2006, verificando o perfil por idade, sexo e tipo de veículo que as vítimas ocupavam. A partir de 4.171 registros em Boletins de Ocorrência de acidentes ocorridos nas vias municipais de Campinas, é feita análise mais aprofundada sobre características das vítimas e eventos...

Família, educação e vulnerabilidade social : o caso da Região Metropolitana de Campinas; Family, education and social vulnerability : the case of the Metropolitan Region of Campinas

Sergio Stoco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.5%
O sistema de ensino brasileiro conquistou a universalização do Ensino Fundamental, mas carrega na sua organização e estrutura uma divisão, que segrega as crianças oriundas das famílias mais pobres. Neste contexto, educar para quê? Partindo da perspectiva da família, tendo o domicílio como unidade de análise, este trabalho irá recuperar os processos sociais, em uma abordagem materialista (capitais), que definem os sentidos e as ações familiares na sua função educacional, sistematizados por referenciais teóricos heurísticos que definem o grupo e o sentido social da família, suas motivações econômicas, seus processos simbólicos de legitimação e suas relações e interações. Estes atributos conceituais teóricos e empíricos serão operacionalizados na forma de ativos disponíveis ou não, utilizáveis ou não pelas famílias pesquisadas considerando sua posição social, seu lugar no espaço habitado e suas relações, configurando o espaço social como uma estrutura de oportunidades, estratificadas a partir do conceito de vulnerabilidade social. A metodologia empregada foi desenvolvida na pesquisa "Dinâmica Intrametropolitana e Vulnerabilidade Sócio-demográfica nas Metrópoles do Interior Paulista: Campinas e Santos"...

Relações entre a vulnerabilidade social e a fragilidade ambiental no litoral norte paulista : o caso dos municípios de Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba; Relations between the environmental fragility and social vulnerability on this coast : the case of municipalities in Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba and Caraguatatuba

Kenia Nogueira Diógenes da Rocha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.37%
O objetivo deste trabalho é entender a relação entre fragilidade ambiental e vulnerabilidade social no litoral norte do Estado de São Paulo, que é composto pelos municípios Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba. A fragilidade ambiental entendida aqui é o resultado da relação entre as características do sítio natural, com seus limiares e potencialidades e as características de valorização do espaço, fruto da apropriação capitalista deste. O ambiente litorâneo em questão tem, dentre suas características naturais, uma complexa combinação entre grandes diferenças altimétricas (0m a 1000m), a proximidade da Serra do Mar com a praia, e altos índices pluviométricos (1700mm a 2500mm), que tornam os sítios urbanos bastante suscetíveis a eventos que podem deflagrar em situação de risco para sua população, além das pequenas enseadas que abrigam as cidades. Associada a essa questão natural temos a apropriação dos espaços naturais sob a ótica capitalista, onde os principais agentes produtores capitalistas do espaço tem na especulação imobiliária, nas atividades portuárias e de exploração do pré-sal seu principal caminho. O litoral norte paulista tem sido o destino de dois principais grupos populacionais distintos...

Associação entre indicadores de vulnerabilidade e condições de saúde bucal em adolescentes de Piracicaba; Association between indicators of vulnerability and oral health conditions of adolescents in Piracicaba

Martha Furlan de Aguiar Taglietta
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.36%
O presente estudo objetivou avaliar a associação entre a vulnerabilidade social e o Programa Bolsa Família com as doenças bucais e fatores socioeconômicos em adolescentes do município de Piracicaba-SP. A amostra consistiu de 1179 indivíduos de 15 a 19 anos de idade provenientes de 34 Unidades de Saúde da Família e 21 escolas estaduais. Os exames clínicos foram realizados sob luz artificial, utilizando-se sonda periodontal IPC e espelho bucal plano. Foram coletados dados de variáveis clínicas (cárie, doença periodontal, fluorose e risco à cárie) e socioeconômicas (renda familiar mensal, número de pessoas na família, habitação, escolaridade do pai e da mãe, Índice Paulista de Vulnerabilidade Social - IPVS e Programa Bolsa Família - PBF). Para verificar a associação entre as variáveis dependentes (IPVS e PBF) com as variáveis independentes (clínicas e socioeconômicas) foi utilizada análise bivariada pelo teste de Qui-quadrado ao nível de significância de 5%. Verificou-se que 60,9% dos indivíduos que não tiveram dente perdido, 67,4% daqueles que os pais tinham ensino médio e superior e 58,3% com risco à cárie A, B, C e D pertenciam ao grupo com baixa vulnerabilidade. Os adolescentes com ausência do componente cariado (81...

Conte comigo : a migração abrindo portas: migração interna, redes de suporte social e vulnerabilidade social na Região Metropolitana de Campinas; Stand by me : the migration provinding a gateway: internal migration, social support networks, social vulnerability in Campinas Metropolitan Area

Tiago Augusto da Cunha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.39%
Não é de hoje que diversos estudos se propõem a analisar o processo migratório a partir da perspectiva das redes sociais. Para tanto, tais estudos basicamente investigam tanto os efeitos que elas possuem no direcionamento do fluxo populacional, quanto as possíveis mitigações dos riscos e custos inerentes ao processo e, consequentemente, a provável maior facilidade de integração do recém-aportado migrante às regiões de destino. Contudo, não é este necessariamente o objetivo final e geral do presente estudo, senão o contrário. Interessa-nos observar o caminho inverso, ou seja, quais os impactos nas redes sociais derivados do próprio ato de migrar? Considerando que a resposta a essa pergunta seria algo relativamente simples de se verificar, sugerimos uma nova indagação: que efeitos (benefícios ou não) são ocasionados por prováveis modificações à estrutura das redes sociais dos envolvidos pós-migração? A partir daí, duas novas dimensões são aqui abarcadas: além das alterações experienciadas pelo componente formal das redes sociais (sua estrutura), há ainda transformações no seu componente substantivo, ou seja, no capital social derivado desta mesma estrutura de relações sociais, bem como das possibilidades de transformações sociais mais gerais (suas vantagens ou limitações). Como ilustração desse último domínio toma-se como conceito operativo o de vulnerabilidade social. Em suma...

Spatio-temporal patterns of tuberculosis incidence in Ribeirão Preto, State of São Paulo, southeast Brazil, and their relationship with social vulnerability: a Bayesian analysis

Roza,Daiane Leite da; Caccia-Bava,Maria do Carmo Gullaci Guimarães; Martinez,Edson Zangiacomi
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
INTRODUCTION: The purpose of this ecological study was to evaluate the urban spatial and temporal distribution of tuberculosis (TB) in Ribeirão Preto, State of São Paulo, southeast Brazil, between 2006 and 2009 and to evaluate its relationship with factors of social vulnerability such as income and education level. METHODS: We evaluated data from TBWeb, an electronic notification system for TB cases. Measures of social vulnerability were obtained from the SEADE Foundation, and information about the number of inhabitants, education and income of the households were obtained from Brazilian Institute of Geography and Statistics. Statistical analyses were conducted by a Bayesian regression model assuming a Poisson distribution for the observed new cases of TB in each area. A conditional autoregressive structure was used for the spatial covariance structure. RESULTS: The Bayesian model confirmed the spatial heterogeneity of TB distribution in Ribeirão Preto, identifying areas with elevated risk and the effects of social vulnerability on the disease. We demonstrated that the rate of TB was correlated with the measures of income, education and social vulnerability. However, we observed areas with low vulnerability and high education and income...

Impact of social vulnerability on the outcomes of predialysis chronic kidney disease patients in an interdisciplinary center

Tirapani,Luciana dos Santos; Pinheiro,Hélady Sanders; Mansur,Henrique Novais; Oliveira,Dilmerson de; Huaira,Rosália Maria Nunes Henriques; Huaira,Carlos Contreras; Grincenkov,Fabiane Rossi dos Santos; Bastos,Marcus Gomes; Fernandes,Natália Maria da Sil
Fonte: Sociedade Brasileira de Nefrologia Publicador: Sociedade Brasileira de Nefrologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.19%
Introduction: Numerous studies examined the associations between socio-demographic, economic and individual factors and chronic kidney disease (CKD) outcomes and observed that the associations were complex and multifactorial. Socioeconomic factors can be evaluated by a model of social vulnerability (SV). Objective: To analyze the impact of SV on the outcomes of predialysis patients. Methods: Demographic, clinical and laboratory data were collected from a cohort of patients with predialysis stage 3 to 5 who were treated by an interdisciplinary team (January 2002 and December 2009) in Minas Gerais, Brazil. Factor, cluster and discriminant analysis were performed in sequence to identify the most important variables and develop a model of SV that allowed for classification of the patients as vulnerable or non-vulnerable. Cox regression was performed to examine the impact of SV on the outcomes of mortality and need for renal replacement therapy (RRT). Results: Of the 209 patients examined, 29.4% were classified as vulnerable. No significance difference was found between the vulnerable and non-vulnerable groups regarding either mortality (log rank: 0.23) or need for RRT (log rank: 0.17). In the Cox regression model, the hazard ratios (HRs) for the unadjusted and adjusted impact of SV on mortality were found to be 1.87 (confidence interval [CI]: 0.64-5.41) and 1.47 (CI: 0.35-6.0)...

Social vulnerability and health status: a household survey in the central area of a Brazilian metropolis

Barata,Rita Barradas; Ribeiro,Manoel Carlos Sampaio de Almeida; Cassanti,Ana Carolina
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.36%
The self-rated health in a sample of adults living in the central area of São Paulo, Brazil, was studied by comparing a group of residents in census tracts without social vulnerability, identified using an indicator developed by the SEADE Foundation, and a group of residents in census tracts with middle, high or very high social vulnerability. Subject age and sex were used as control variables while family income, education level, degree of happiness, adequacy of income, satisfaction with the neighborhood and sense of discrimination were the intervening variables selected. After adjustment in the hierarchical model the self-rated health status was inversely associated with social vulnerability, age and sense of discrimination, and directly related to income, education level and degree of happiness. Satisfaction with the neighborhood and adequacy of income lose significance after adjustment. The degree of happiness is the variable with the greatest strength of association with health status even after controlling for other variables.

Family and social vulnerability: a study with octogenarians

Pavarini,Sofia Cristina Iost; Barha,Elizabeth Joan; Mendiondo,Marisa Silvana Zazzetta de; Filizola,Carmen Lucia Alves; Petrilli Filho,José Fernando; Santos,Ariene Angelini dos
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
In order to guide the development of dementia-related public policies for the elderly, it is important to identify factors that vary together with the social vulnerability of this population. This study aimed to identify the relationship between the São Paulo Social Vulnerability Index (IPVS) and various indicators of family support for elderly people over 80 years of age, who presented cognitive alterations (N=49). All ethical guidelines were followed. Data were collected at the homes of the elderly people. A large majority of the respondents lived with family members (88%). In half of the cases, the respondents lived with one (41%) or two (9%) other elderly persons. On average, there was one more non-elderly person living in the high vulnerability family context (M = 3.6, sd = 1.70) than in contexts of very low vulnerability (M = 2.4, sd = 1.07), F(2.43) = 3.364, p < 0.05. However, the functionality of the support provided by these family members needs to be verified, in each of these contexts.

Temporal and spatial changes in social vulnerability to natural hazards

Cutter, Susan L.; Finch, Christina
Fonte: National Academy of Sciences Publicador: National Academy of Sciences
Tipo: text
Português
Relevância na Pesquisa
56.47%
During the past four decades (1960–2000), the United States experienced major transformations in population size, development patterns, economic conditions, and social characteristics. These social, economic, and built-environment changes altered the American hazardscape in profound ways, with more people living in high-hazard areas than ever before. To improve emergency management, it is important to recognize the variability in the vulnerable populations exposed to hazards and to develop place-based emergency plans accordingly. The concept of social vulnerability identifies sensitive populations that may be less likely to respond to, cope with, and recover from a natural disaster. Social vulnerability is complex and dynamic, changing over space and through time. This paper presents empirical evidence on the spatial and temporal patterns in social vulnerability in the United States from 1960 to the present. Using counties as our study unit, we found that those components that consistently increased social vulnerability for all time periods were density (urban), race/ethnicity, and socioeconomic status. The spatial patterning of social vulnerability, although initially concentrated in certain geographic regions, has become more dispersed over time. The national trend shows a steady reduction in social vulnerability...

O discurso da vulnerabilidade social e os processos de constitui????o dos sujeitos "asematiz??veis"

Silva, Rose M??ri Santos da
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.51%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o Ambiental, Instituto de Educa????o, 2008.; A trama constitutiva dessa disserta????o foi elaborada com o objetivo de problematizar o processo de constru????o dos discursos que nomeiam e constituem determinadas crian??as e/ou adolescentes como sujeitos em vulnerabilidade social, assim como os efeitos produzidos por essas pr??ticas discursivas, dentro do contexto em que est??o inseridos. Destaca-se que a presente investiga????o est?? localizada no campo da Educa????o Ambiental, pois muitos de seus fundamentos trabalham na perspectiva de uma articula????o bastante peculiar entre ser humano, natureza e sociedade, tratando-as como inst??ncias em constru????o e, assim sendo, em conson??ncia com os princ??pios que fundamentam esse trabalho. Utilizou-se como corpus de an??lise os documentos que implementaram as institui????es ASEMA (Apoio S??cio Educativo em Meio Aberto), sendo que o presente trabalho se comp??s a partir de uma fundamenta????o te??rica pautada nos pressupostos de Michel Foucault, assim como, do ponto de vista metodol??gico, foram colocadas em opera????o algumas ferramentas da genealogia. Nesse sentido, foi organizada uma primeira parte visando mostrar os caminhos percorridos at?? chegar ?? proposta de trabalho. Nela...