Página 1 dos resultados de 28894 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Hardy personality and burnout syndrome among nursing students in three Brazilian universities—an analytic study

Silva, Rodrigo Marques da; Goulart, Carolina Tonini; Lopes, Luis Felipe Dias; Serrano, Patrícia Maria; Costa, Ana Lucia Siqueira; Guido, Laura de Azevedo
Fonte: BMC Publicador: BMC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
Abstract Background Nursing students may exhibit the characteristics of resistance to stress, such as hardiness, which can reduce the risk of burnout. However, we found only one published study about these phenomena among nursing students. Thus, we investigated the association between hardiness and burnout in such students. Methods An analytic, cross-sectional study was conducted among 570 nursing students from three Brazilian universities. Data were collected relating to sociodemographic characteristics, hardiness, and burnout, which we analyzed using inferential statistics. Results We observed that 64.04% of nursing students in the sample had a high level of emotional exhaustion, 35.79% had a high level of cynicism, and 87.72% had a low level of professional efficacy: these are dimensions of burnout. We also found that 48.77% had a high level of control, 61.40% a high level of commitment, and 35.44% a high level of challenge: these are dimensions of hardiness. Only 24.74% of the students experienced burnout...

Análise dos padrões do ciclo vigília-sono de adolescentes trabalhadores e não trabalhadores, alunos de escola pública no município de São Paulo; Evaluation of sleep-wake cycles among high school evening students who work and don?t work from São Paulo, Brazil

Teixeira, Liliane Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.56%
Com o início da puberdade ocorrem modificações nos componentes biológicos do ciclo vigília-sono. Estes estão associados a fatores sociais, como os horários escolares, lazer e trabalho e podem reduzir as horas disponíveis para o sono. Foi objetivo principal deste trabalho avaliar os padrões do ciclo vigília-sono de estudantes trabalhadores e não trabalhadores, alunos de escola pública do município de São Paulo. Vinte e sete adolescentes entre 14-18 anos de idade responderam ao questionário de caracterização das condições de vida, saúde e trabalho, e simultaneamente, utilizaram actígrafos; preencheram o protocolo diário de atividades e o diário de sono por 15 dias consecutivos. As variáveis analisadas durante a semana e nos fins-de-semana foram: horário de início e término do sono noturno, número e duração dos despertares noturnos, duração do sono noturno, latência subjetiva e eficiência do sono noturno, facilidade em adormecer à noite e despertar pela manhã, qualidade subjetiva do sono noturno, número de cochilos, horário de início e término do cochilo, duração do sono diurno e duração do sono diário. As variáveis foram testadas através da análise de variância (ANOVA) de 1 fator e teste t-Student para a comparação de 2 médias. Foram feitas múltiplas comparações utilizando a correção de Tukey-HSD. Os resultados significantes foram: efeito do trabalho nos fins-de-semana para o horário de dormir [F(1...

Avaliação da técnica de lavagem das mãos executada por alunos do curso de graduação em enfermagem; Handwashing, Higher education, Infection control, Nursing students

Felix, Carla Cristiane Paz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.56%
A lavagem das mãos é reconhecida como uma das medidas mais importantes para prevenir as Infecções Hospitalares. Este estudo teve como objetivo comparar a execução e verificar a adesão aos passos da técnica de lavagem das mãos por alunos dos 2º, 3º e 4º anos de um Curso de Graduação em Enfermagem. A amostra constituiu-se de 113 alunos que estavam cumprindo estágio em instituições de saúde do município de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de observação direta para a qual foi utilizado um instrumento em forma de ?check-list? com os passos da técnica de lavagem das mãos, conforme recomendação do Ministério da Saúde do Brasil. Os resultados foram estatisticamente trabalhados, permitindo constatar que: a) os alunos dos 2º e dos 3º anos obtiveram melhor desempenho na execução da técnica de lavagem das mãos, com diferença estatisticamente significante, quando comparados ao 4º ano nos passos da técnica: ?retirou jóias?, ?esfregou palma com dorso?, ?esfregou espaços interdigitais?, ?esfregou polegar? e ?esfregou unhas?. Apenas no item ?fechou a torneira com papel toalha? o 4º ano apresentou-se melhor que os 2º e 3º anos; b) a adesão aos passos da técnica de lavagem das mãos dos alunos de todos os anos do curso foi muito baixa...

Efeitos das atividades diárias nos níveis de sonolência, em estudantes do Ensino Médio, trabalhadores e não-trabalhadores; Effects of daily activities in patterns of sleepiness among working and non-working high school students in São Paulo

Teixeira, Liliane Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.64%
Introdução - A sonolência é descrita como a interação entre o momento circadiano para adormecer e o aumento da necessidade de sono, e está em geral, associada ao decréscimo do alerta, do tempo de reação, da memória, da coordenação psicomotora, do entendimento da informação, do tempo para se tomar decisões, da maior incidência de uso de substâncias estimulantes e de substâncias álcoolicas. Na adolescência, a sonolência limita as perspectivas dos adolescentes quanto ao seu desenvolvimento intelectual. Muito pouco se conhece sobre a percepção da sonolência em estudantes trabalhadores. Objetivo - Verificar variações da sonolência ao longo do dia e o possível impacto das atividades diárias e estilos de vida na sonolência em estudantes. Metodologia - A população estudada compreendem estudantes trabalhadores e não-trabalhadores, alunos do ensino médio do período noturno de uma escola pública estadual da cidade de São Paulo, SP. Participaram estudantes entre 14 e 21 anos de idade incompletos. Os estudantes selecionados preencheram os questionários de: caracterização das condições de vida, saúde e sono, matutinidade-vespertinidade, caracterização das condições de trabalho e freqüência alimentar. Em seguida foi realizada a obtenção de registros sobre o ciclo vigília-sono dos estudantes através de métodos subjetivos (Protocolo diário de atividades...

Pesquisa-ação sobre sexualidade e vulnerabilidade às IST/aids com alunos de graduação em enfermagem; Research-action on sexuality and vulnerability to sexually transmitted diseases/aids with nursing students

Alencar, Rúbia de Aguiar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.56%
Nesta pesquisa, trabalhou-se com estudantes da graduação em Enfermagem de uma faculdade pública do interior paulista, propondo: avaliar os fatores de vulnerabilidade para o risco de contaminação às IST/aids (Infecções Sexualmente Transmissíveis), levantar informações gerais sobre o comportamento sexual desses sujeitos, consultar o entendimento dos pesquisados sobre o papel da graduação em relação à temática sexualidade e IST/aids e realizar uma oficina pedagógica à respeito da temática estudada. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa mediada pela metodologia da pesquisa-ação, fundamentada em referencial teórico-metodológico de Paulo Freire. Coletou-se os dados, mediante questionário individual, com questões norteadoras cujos resultados evidenciaram haver diferenças entre o 1° e 4° ano em relação ao comportamento sexual, uso de métodos contraceptivos e opiniões sobre o papel da graduação. Houve entre os indivíduos uma mudança entre o método contraceptivo utilizado na primeira relação sexual (preservativo) e o método escolhido para o relacionamento atual (preservativo associado ao uso do anticoncepcional). O uso sistemático do preservativo ocorre mais entre os alunos do 1° ano do que entre os do 4° ano. Para obter conhecimento sobre sexualidade e IST/aids os alunos do último ano sugeriram metodologias de ensino mais participativas (debates...

Formação do psicólogo: perspectivas de alunos de um curso de graduação; Graduation in Psychology: prospects of students of a university

Pires, Louise Helena Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.56%
A profissão e formação do psicólogo vêm sendo discutidas na literatura, assim como o papel do profissional de Psicologia junto à sociedade brasileira, principalmente, a partir de 1975, publicação do estudo pioneiro de Sylvia Leser de Mello. Naquela época, demonstrava-se a preocupação existente em torno das áreas de aplicação da Psicologia e suas funções sociais, mostrando a escassa participação de profissionais fora da clínica. Também se apontava a inadequação do Ensino Superior, que tinha um caráter excessivamente teórico. A crítica ao papel da instituição universitária na formação continua presente em vários estudos mais atuais relativos a este tema. Atualmente, os estudos abordam desde necessidades sociais e o significado social da atuação do psicólogo, até discussões sobre as relações entre concepções ou imagens do psicólogo com o currículo de formação e o efeito sobre a atuação. Alguns autores questionam as formas cristalizadas de saber, que excluem o aluno do processo de construção do conhecimento e impedem a politização do que foi aprendido. Os objetivos deste trabalho consistem em identificar as concepções e relatos de experiências vividas de alunos de Psicologia a respeito de seu curso e sua formação...

Acidentes com material biológico entre estudantes de enfermagem de um município do interior paulista; Accidents involving biological material among nursing students in a city in São Paulo State.

Canalli, Rafaela Thaís Colombo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com abordagem de análise quantitativa, cujo objetivo foi verificar os acidentes com material biológico potencialmente contaminado, ocorridos entre acadêmicos de enfermagem de três instituições de ensino de um município do interior paulista. Para a coleta de dados aplicou-se um questionário com questões abertas e fechadas, após a observação dos aspectos ético-legais. Participaram do estudo 355 alunos que estavam presentes em sala de aula por ocasião da coleta de dados e que já realizavam atividades de ensino-aprendizagem. Os dados foram analisados em Epi Info versão 3.4.3. Verificou-se que, 44 (12,4%) estudantes referiram ter sofrido exposição acidental a material biológico. A maioria era do sexo feminino (93,1%), tinha entre 22 a 25 anos (56,8%), cursava o quarto ano do curso de enfermagem (68,1%), em período integral (75%). O número de acidentes mencionados pelos alunos totalizou 55. Quanto ao tipo de exposição, a de pele íntegra foi a mais freqüente (70,9%), seguida de acidente percutâneo (25,5%), exposição em mucosa (1,8%) e pele lesada (1,8%). As topografias mais afetadas nesses acidentes foram os dedos e as mãos (74,6%). As agulhas foram citadas como o objeto causador de 64...

Intervenção breve para os problemas relacionados ao uso do álcool: avaliação de atitudes entre estudantes de enfermagem; Brief intervention addressing alcohol consumption and related problems: evaluation of attitudes among nursing students

Junqueira, Marcélle Aparecida de Barros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
O estudo teve como objetivo avaliar o efeito de um curso de intervenção breve sobre o uso de álcool, as atitudes e os níveis de conhecimento dos estudantes de enfermagem quanto ao uso, uso nocivo e dependência de álcool. A amostra foi constituída por 120 estudantes de um curso de graduação em enfermagem. Trata-se de estudo da abordagem quantitativa, analítico, experimental, de coorte prospectiva. Os estudantes foram divididos em dois grupos, um grupo que recebeu o curso (grupo experimental) e um grupo que não recebeu o curso (grupo comparado). O instrumento de coleta de dados foi um questionário estruturado, contendo: identificação sociodemográfica, o Teste de Identificação do Uso do Álcool.,o conhecimentos sobre o consumo de álcool e a assistência, e a escala de atitudes The Seaman & Mannello Nurse's Attitudes Toward Alcohol and Alcoholism Scale. Os dados foram coletados antes do curso e um mês após a realização do mesmo. Verificou-se que a média de idade foi de 20,7 anos, predominantemente do sexo feminino, solteiros, católicos, 81,6% não possuíam outro curso técnico ou de graduação, residindo com os pais; 63,3% dos alunos grupo experimental e 36,6% dos alunos do grupo comparado frequentam festas uma vez por mês ou menos. A maioria dos estudantes respondeu que não dorme em sala ou chega atrasado após frequentarem festa na noite anterior. Quanto ao consumo de álcool...

Prevenção do dirigir sob efeito de álcool entre estudantes de medicina; Prevention of driving under the influence of alcohol among medical students

Amaral, Ricardo Abrantes do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
INTRODUÇÃO: Estudantes universitários apresentam frequências maiores de Dirigir sob efeito do álcool (DEA) e de uso pesado de álcool, assim como de uso nos últimos trinta dias, do que não-estudantes da mesma idade. O objetivo principal deste estudo foi avaliar a efetividade da Intervenção Preventiva (IP) relacionada a esses comportamentos entre estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), da cidade de São Paulo. Este estudo teve como objetivo secundário a tradução e a validação do Questionário baseado na Teoria de Proteção e Motivação (QPMT) para identificar aspectos cognitivos relacionados à avaliação de ameaças e de adaptação quanto ao DEA. MÉTODOS: O QPMT foi traduzido pela equipe técnica de acordo com metodologia da Organização Mundial da Saúde. A etapa de validação (EV), com desenho de estudo transversal, ocorreu entre estudantes do 1º ano da FMUSP/2007. Na Etapa de Intervenção (EI), o desenho do estudo foi o de seguimento. Estudantes do 2º ano da FMUSP/2007 responderam o QPMT e o AUDIT, para avaliação do padrão de consumo de álcool, no tempo zero (T0), no tempo um (T1) logo após as IP, e após um ano, no tempo dois (T2). Em T0, os estudantes foram divididos por sorteio em dois grupos...

Avaliação da percepção do ambiente de ensino e sua relação com a qualidade de vida em estudantes de medicina; Assessment of learning environment perception and its relationship to quality of life in medical students

Enns, Sylvia Claassen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.63%
INTRODUÇÃO: O ambiente de ensino da faculdade de medicina influencia a aprendizagem e o bem-estar dos estudantes. O objetivo do nosso estudo foi avaliar a percepção do ambiente de ensino e sua associação com a qualidade de vida de estudantes de 22 escolas médicas brasileiras. MÉTODOS: Este é um estudo multicêntrico, com coleta de dados em uma plataforma eletrônica (plataforma VERAS), no qual foram utilizados os questionários: DREEM (Dundee Ready Education Environment Measure) para avaliação da percepção do ambiente de ensino e VERAS-Q, WHOQOL-BREF e a autoavaliação para a avaliação da percepção da qualidade de vida. Foram comparadas as diferenças de percepção do ambiente de ensino e qualidade de vida entre os sexos e os diferentes anos do curso. RESULTADOS: De 1.650 estudantes randomizados, 1.350 (81,8%) completaram todos os questionários da plataforma VERAS. A média do escore total do DREEM (119,4 ± 27,1) revelou que a percepção do ambiente de ensino é mais positiva que negativa. Houve uma pequena diferença significativa entre a média dos escores dos estudantes do sexo masculino (121,0 ± 27,2) e feminino (118,0 ± 27,0) (p=0,048). Estudantes do sexo feminino apresentaram médias dos escores significativamente menores nos domínios Acadêmico e Social do DREEM (p < 0...

The use of software Mapavox for teaching graphics and games to blind and low vision students: a development through practices

Zucherato, Bruno; Castreghini de Freitas, Maria Isabel
Fonte: Iated-int Assoc Technology Education A& Development Publicador: Iated-int Assoc Technology Education A& Development
Tipo: info:eu-repo/semantics/conferencepaper Formato: 1515-1523
Português
Relevância na Pesquisa
36.56%
Current policies on education to visually impaired point for a growing trend of including students with special educational needs in regular schools. However, most often this inclusion is not accompanied by an appropriate professional trained or infrastructure, which has been presented as a big problem for regular school teachers who have students with visual impairments in their classroom. Based on this situation, the Group of Extension in Tactile Cartography from UNESP - University of the State of São Paulo - Campus de Rio Claro - SP - Brazil has been developing educational material of geography and cartography to blind students at a special school. Among the materials developed in this study highlight the development of graphics and board games provided with sound capabilities through MAPAVOX, software developed in partnership with UFRJ - Federal University from Rio de Janeiro - RJ - Brazil. Through this software, sound capabilities can be inserted into built materials, giving them a multi-sensory character. In most cases the necessary conditions for building specific materials to students with visual impairments is expensive and beyond the reach of features from a regular school, so the survey sought to use easy access and low cost materials like Cork...

Phonological remediation program in students with developmental dyslexia

Salgado, Cíntia Alves; Capellini, Simone Aparecida
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 31-36
Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
Background: program for phonological remediation in developmental dyslexia. Aim: to verify the efficacy of a program for phonological remediation in students with developmental dyslexia. Specific goals of this study involved the comparison of the linguistic-cognitive performance of students with developmental dyslexia with that of students considered good readers; to compare the results obtained in pre and post-testing situations of students with dyslexia who were and were not submitted to the program; and to compare the results obtained with the phonological remediation program in students with developmental dyslexia to those obtained in good readers. Method: participants of this study were 24 students who were divided as follows: Group I (GI) was divided in two other groups - Gle with 6 students with developmental dyslexia who were submitted to the program; and Glc with 6 students with developmental dyslexia who were not submitted to the program; Group II (GII) was also divided in two other groups - GIIe with 6 good readers who were submitted to the program, and GIIc with 6 good readers who were not submitted to the program. The phonological remediation program (Gonzalez & Rosquete, 2002) was developed in three stages: pre-testing...

Estudantes de graduação da UNICAMP : saude mental auto-avaliada e uso de risco de alcool e de outras substancias psicoativas; Undergraduate students from Unicamp : self-assessed mental heath and risk behavior related to alcohol and drug

Marly Coelho Carvalho Neves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: dissertação de mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
Objetivo: Verificar as prevalências de transtorno mental auto-avaliado, de uso de risco de álcool, de uso de outras substâncias psicoativas e de comportamentos de risco decorrentes de uso de álcool e de outras substâncias psicoativas entre estudantes de graduação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), identificando os fatores sócio-demográficos, culturais e estudantis associados a apresentar tais comportamentos. Métodos: Foi realizado um estudo de corte transversal de outubro de 2005 a novembro de 2006, com estudantes de ambos os sexos, regularmente matriculados nos cursos das áreas de ciências básicas, exatas, tecnológicas, humanas, artes e profissões da saúde, dos períodos diurno e noturno e dos campi Barão Geraldo (Campinas) e CESET (Centro Superior de Educação Tecnológica de Limeira). Um questionário anônimo e de auto-preenchimento foi aplicado dentro de sala de aula, utilizando-se um tipo de amostra proporcional por áreas dos cursos. Foi construído um questionário para a coleta dos dados sócio-demográficos, culturais e estudantis. Foram utilizados instrumentos quantitativos para a avaliação de saúde mental (M.I.N.I.: Mini International Neuropsychiatric Interview); de uso de risco de álcool (AUDIT: The Alcohol Use Disorder Identification Test); e de uso de outras substâncias psicoativas (questionário baseado no método do Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas - CEBRID). O procedimento estatístico consistiu em análise de associação das variáveis (teste qui-quadrado) e análise de regressão logística (univariada e multivariada). O nível de significância adotado para a análise estatística foi de 5%. Resultados: Foi analisado um total de 1.290 questionários...

As dimensões contextuais das práticas de linguagem e os processos de elaboração do conhecimento sobre gêneros midiáticos de jovens universitários; The contextual dimensions of language practice and the process of construction of media genreknoelodge of graduated students

Vívian Cristina Rio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.59%
Inscrita no campo da sociolinguística, dos estudos de recepção e da teoria da prática, de base sociológica, esta pesquisa de natureza interdisciplinar tem como principal postulação que o contexto da entrevista sociolinguística (Schiffrin, 1994), que privilegiou a forma de recepção do ?Brava Gente?, revela e é constituído pelo habitus (Bourdieu, 1977) dos estudantes universitários. Procuramos, então, investigar como o que é constitutivo do contexto local é, ao mesmo tempo, incorporado a um campo social mais amplo; e também analisar como o contexto mais global e previsível pode ser modificado pela emergência de práticas e de ações singulares no curso das interações sociais. Realizamos uma análise comparativa de dois perfis sociais diferentes de estudantes, a fim de correlacionar o habitus de cada um deles às formas como eles interagem (mais especificamente como se dá a dinâmica de turnos e o desenvolvimento tópico) e à sua competência metagenérica (Koch, Bentes & Nogueira, 2003; Koch, 2004; Koch & Elias, 2006) exibidas no contexto de uma entrevista sociolinguística. Para a coleta de dados, elaboramos um instrumento de pesquisa que consiste na exibição de um episódio do ?Brava Gente? e a realização de uma entrevista sociolinguística. A partir das análises desse corpus...

Alunos internacionais na Universidade do Minho : motivações, fontes de informação e fatores de decisão na seleção de uma universidade de destino; International students at the University of Minho : motivations, information sources and decision factors selecting a destination university

Oliveira, Diana Branco de
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação de mestrado em Marketing e Estratégia; Num ambiente mundial competitivo, as instituições de ensino superior (IES) devem procurar estratégias que lhes permitam ser mais competitivas, procurando atrair mais e melhores alunos, não só nacionais, mas também internacionais. Neste trabalho procuramos contribuir para a compreensão da escolha de uma IES por parte dos alunos internacionais: pretendemos conhecer as motivações que levam um aluno internacional a sair do seu país de origem e selecionar determinada instituição estrangeira, as fontes de informação a que recorre durante o processo de seleção, bem como as razões da escolha da Universidade do Minho. Recorrendo a quadros teóricos do marketing nas instituições de ensino superior e da compreensão do processo de decisão dos alunos na escolha de uma instituição de destino (incluindo as motivações de saída do país de origem, as fontes de informação consultadas e os fatores de decisão que influenciaram os alunos na sua escolha), foram realizadas entrevistas semiestruturadas a alunos internacionais inscritos em projetos de ensino de 2º e 3º ciclos na Escola de Engenharia da Universidade do Minho no ano letivo 2013/2014. Concluímos com este estudo que a principal motivação de saída do país de origem é a procura de uma experiência internacional...

HEPATITIS B VACCINATION COVERAGE AND POSTVACCINATION SEROLOGIC TESTING AMONG MEDICAL STUDENTS AT A PUBLIC UNIVERSITY IN BRAZIL

Souza,Eduardo Pernambuco de; Teixeira,Marcelo de Souza
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
The aim of this cross-sectional study was to determine the hepatitis B vaccination coverage among medical students at a public university in Rio de Janeiro, Brazil, and their compliance with the postvaccination serologic testing recommendations. Of the total of 858 students, 675 (78.7%) participated in the study. Among the participants, 48.9% (95% CI: 45.1% to 52.7%) were vaccinated against hepatitis B (received ? 3 doses of the vaccine), 31.6% were not (received 0, 1 or 2 doses), and 19.6% did not know their vaccination status. Hepatitis B vaccination coverage increased from 26.0% among first-year students to 70.6% among sixth-year students while the prevalence of unknown vaccination status decreased from 39.7% among first-year students to 2.4% among sixth-year students. The frequency of unvaccinated students ranged from 23.7% among fifth-year students to 34.4% among first-year students. Only 34.8% of the vaccinated students performed the anti-HBs testing after vaccination. Among these medical students, we found a low adherence to the hepatitis B vaccination and to the postvaccination serologic testing. A comprehensive hepatitis B immunization program should be offered to students at this medical school.

Stress and coping in a sample of medical students in Brazil

BASSOLS,ANA MARGARETH SIQUEIRA; CARNEIRO,BRUNA BRASIL; GUIMARÃES,GUILHERME CORREA; OKABAYASHI,LUCAS MESTRE SEIKI; CARVALHO,FELIPE GUTIERREZ; DA SILVA,ANAIS BACK; CORTES,GABRIELA NEUBARTH; ROHDE,LUIS AUGUSTO PAIM; EIZIRIK,CLAUDIO LAKS
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
Background Medical training is a stressing situation, making medical students vulnerable to psychiatric disorders, such as depression and anxiety. Objective The study aimed to assess the prevalence of stress and coping in students of a public medical school in Brazil, comparing the groups from the first and sixth years of training. Methods Through a cross-sectional, observational study, a sample of 232 first and sixth-year regularly registered medical students has been evaluated. Students filled a socio-demographic questionnaire, the Lipp Inventory of Stress Symptoms (ISSL), and the Coping Strategies Inventory (CSI). Results From the total sample of 232 students, 110 were first-year students and 122 sixth-year students. Stress symptoms were significantly higher in first-year students (49.1%) than in the sixth-year group (33.6%; p = 0.018). Variables significantly associated with stress were: year of the training (1st year > 6th year), income (lower > higher income), satisfaction with the training (dissatisfied > satisfied) and the use of escape/avoidance copying strategy (positive association). Discussion Considering the higher stress symptoms among first-year medical students and the positive association of the escape/avoidance copying strategy with stress...

First- and last-year medical students: is there a difference in the prevalence and intensity of anxiety and depressive symptoms?

Bassols,Ana M.; Okabayashi,Lucas S.; Silva,Anais B. da; Carneiro,Bruna B.; Feijó,Fernando; Guimarães,Guilherme C.; Cortes,Gabriela N.; Rohde,Luis A.; Eizirik,Claudio L.
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
Objective: Medical training is considered a significant stress factor. We sought to assess the prevalence and intensity of anxiety and depressive symptoms in medical students and compare samples of first-year and sixth-year students. Method: This was a cross-sectional study of first- and sixth-year medical students who attended classes regularly. The study instruments were a sociodemographic questionnaire, the Beck Depression Inventory (BDI), and the Beck Anxiety Inventory (BAI). Results: A total of 232 students (110 first-year, 122 sixth-year) completed the questionnaires, for a response rate of 67.4%. Overall 50.4% of respondents were male (56.4% of first-year and 45.1% of sixth-year students). Anxiety symptoms were reported by 30.8% of first-year students and 9.4% of sixth-year students (p < 0.001). Female students were more affected by anxiety. There were no significant between-group differences in depressive symptoms. Conclusion: A higher prevalence of anxiety symptoms was found in first-year medical students as compared with sixth-year students. Strategies should be developed to help medical students, particularly female students, manage these symptoms at the beginning of their medical training.

First- and last-year medical students: is there a difference in the prevalence and intensity of anxiety and depressive symptoms?

Bassols,Ana M.; Okabayashi,Lucas S.; Silva,Anais B. da; Carneiro,Bruna B.; Feijó,Fernando; Guimarães,Guilherme C.; Cortes,Gabriela N.; Rohde,Luis A.; Eizirik,Claudio L.
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
Objective: Medical training is considered a significant stress factor. We sought to assess the prevalence and intensity of anxiety and depressive symptoms in medical students and compare samples of first-year and sixth-year students. Method: This was a cross-sectional study of first- and sixth-year medical students who attended classes regularly. The study instruments were a sociodemographic questionnaire, the Beck Depression Inventory (BDI), and the Beck Anxiety Inventory (BAI). Results: A total of 232 students (110 first-year, 122 sixth-year) completed the questionnaires, for a response rate of 67.4%. Overall 50.4% of respondents were male (56.4% of first-year and 45.1% of sixth-year students). Anxiety symptoms were reported by 30.8% of first-year students and 9.4% of sixth-year students (p < 0.001). Female students were more affected by anxiety. There were no significant between-group differences in depressive symptoms. Conclusion: A higher prevalence of anxiety symptoms was found in first-year medical students as compared with sixth-year students. Strategies should be developed to help medical students, particularly female students, manage these symptoms at the beginning of their medical training.

Dental anxiety among university students and its correlation with their field of study

AL-Omari,Wael Mousa; AL-Omiri,Mahmoud Khalid
Fonte: Faculdade De Odontologia De Bauru - USP Publicador: Faculdade De Odontologia De Bauru - USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
OBJECTIVE: This study was designed to investigate the subjective ratings of dental anxiety levels among university students enrolled at Jordan University of Science and Technology. In addition, the present study aimed to explore the sources of dental anxiety and the impact of gender on the perceived dental anxiety and the correlation between field of study and dental anxiety level. MATERIAL AND METHODS: The Modified Corah Dental Anxiety Scale was used to measure dental anxiety among the study population. Six hundred subjects were recruited into the study from Jordanian undergraduate students from the faculties of Medicine, Engineering, and Dentistry. RESULTS: Five hundred and thirty five complete questionnaires were returned, which accounts for a response rate of 89.2%. The totals of the mean anxiety scores were the following: Medical students, 13.58%; Engineering students, 13.27% and dental students, 11.22%. About 32% of the study population has scored 15 or more. Dental students had the lowest percentage of those who scored 15 or more. Surprisingly, the medical students were responsible for the highest percentage of those who scored 15 or above. Although women demonstrated statistically higher total dental anxiety scores than men (p= 0.03)...