Página 1 dos resultados de 1354 itens digitais encontrados em 0.220 segundos

Different views on WEB 2.0

Reiter, Johannes; Gouveia, Luís Borges
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.04%
Web 2.0 is nowadays a popular concept. This concept was introduced in 2004 and it fast became widely used. It also produced a number of changes in the way we use and interact with the World Wide Web. From a more technologic oriented view, the Web 2.0 introduced a more distributed and functional approach based on people, in contents and in interaction between groups of individuals. This paper presents the Web 2.0 from a number of perspectives, aiming to show the broad impact that Web 2.0 can achieve as a concept proposal based on the value it can provide to the Internet user. A Web 2.0 é um conceito em voga. Introduzido durante o ano de 2004 rapidamente se tornou bastante popular e produziu mudanças significativas na forma como a Internet e em especial a World Wide Web é explorada. De uma perspectiva mais tecnológica, a Web 2.0 introduziu uma preocupação mais distribuída e funcional, assente em pessoas, nos conteúdos e na interacção proporcionada a grupos de indivíduos. Este trabalho apresenta a Web 2.0 de acordo com diversas perspectivas, demonstrando o impacte alargado que a Web 2.0, enquanto conceito, pode proporcionar ao utilizador da Internet.

Tecnologias Web 2.0 na formação inicial de professores

Patrício, Maria Raquel
Fonte: Universidade do Porto, Faculdade de Engenharia Publicador: Universidade do Porto, Faculdade de Engenharia
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
96.09%
O advento e generalização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e a evolução da Internet provocaram transformações e novas oportunidades na sociedade actual. Com as alterações ocorridas na World Wide Web, o termo Web 2.0 começou a ser amplamente utilizado para descrever um conjunto de tecnologias, atitudes e conceitos. A presente investigação apresenta as ferramentas Web 2.0, como área de estudo no âmbito da tecnologia educativa, da educação no contexto da Sociedade da Informação e do Conhecimento e da formação inicial de professores, num tempo em que se exigem novos papéis e competências à sociedade, em geral, e à escola, em particular. O presente estudo visou, primeiramente, averiguar o nível de utilização das tecnologias Web 2.0 num curso de Educação Básica e, posteriormente, explorar diversas ferramentas Web 2.0 (blog, wiki, podcast, webquest, moodle e del.icio.us) como meio de produção individual e colectiva de informação para suportar os processos de ensino/aprendizagem. Este estudo foi implementado com uma turma de 1º ano da formação inicial de professores, no ano lectivo 2007/2008, no âmbito da unidade curricular de Tecnologias de Informação e Comunicação em Educação (TICE). Foi também aplicado um questionário aos docentes da instituição (IPB) para averiguar a utilização que fazem das ferramentas da Web 2.0 a dois níveis: uso pessoal e académico. Recorrendo a diversos instrumentos de recolha quantitativos e qualitativos - questionários...

Web 2.0: Formas de utilização e estilos de aprendizagem dos alunos do ensino secundário

Vaz, Susana Lopes Ala
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e de Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e de Gestão
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
96.08%
Este estudo centrou-se na Web 2.0 e nos Estilos de Aprendizagem dos alunos do ensino secundário. Dada a relevância deste assunto e a necessidade de desenvolver estratégias de aprendizagem adequadas aos alunos, foram colocadas as seguintes questões de investigação: quais as percepções dos alunos do ensino secundário acerca Web 2.0, que tipo de ferramentas utilizam, qual a frequência dessa utilização e quais os seus objectivos de utilização. Considerando que os alunos percepcionam, interagem e respondem ao ambiente de aprendizagem de modos diferentes, procurou-se investigar também se existe alguma relação entre o tipo de utilização de ferramentas da Web 2.0 e os estilos de aprendizagem dos alunos. Para realizar esta investigação, utilizou-se uma metodologia predominantemente quantitativa. Os instrumentos de recolha de dados foram dois questionários, um sobre a Web 2.0 e o questionário CHEA para identificar os estilos de aprendizagem dos alunos, e um diário onde os alunos registaram as ferramentas da Web 2.0 que usaram durante uma semana, o tempo dedicado e o tipo de tarefas que realizaram. Dos resultados obtidos, salienta-se o desconhecimento da Web 2.0 e as suas potencialidades. Apesar desse desconhecimento, os alunos revelaram grande interesse pelas ferramentas de Comunicação...

Da Web 2.0 ao E-learning 2.0 : aprender na rede

Mota, José Carlos
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
Dissertação de Mestrado em Pedagogia do E-Learning apresentada à Universidade Aberta; A emergência da Web 2.0, ou Read/Write Web, é algo que vai muito para além do mero domínio tecnológico: ela é, mais do que uma revolução tecnológica, uma revolução social e cultural, estendendo-se a todas as áreas da sociedade. Em poucos anos, a Web 2.0 mudou radicalmente a forma como as pessoas utilizam a Internet e interagem com os outros, com a informação e com o conhecimento. De consumidores de conteúdos e informação, estes novos cidadãos digitais passaram também a ser produtores de informação, criando conteúdos que partilham e que passam a fazer parte do corpus de informação e de conhecimento disponíveis na Web, tomando para si o controlo de muitos processos e espaços tradicionalmente dominados por corporações e instituições. Do citizen journalism ou jornalismo participatório aos sistemas de recomendação dos próprios consumidores, é o embrião de uma democracia digital solidária, empenhada e voluntária que parece tomar forma. Quando vista na perspectiva do e-Learning, esta nova realidade provoca mudanças muito significativas, podendo falar-se na emergência do e-Learning 2.0. Os utilizadores trazem para as situações de aprendizagem uma série de necessidades e expectativas...

Contextos de aprendizagem 2.0: a utilização de ferramentas Web 2.0 para uma aprendizagem em contexto

Jorge, Nelson; Morgado, Lina
Fonte: ADIE, Asociación para el Desarrollo de la Informática Educativa Publicador: ADIE, Asociación para el Desarrollo de la Informática Educativa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.03%
O presente artigo aborda a utilização de ferramentas Web 2.0 no ensino online como potenciadoras de ambientes sociais interactivos e culturais, promovendo uma aprendizagem em contexto. O estudo realizou-se com estudantes de um curso de mestrado na área do e-Learning que participaram numa actividade sobre a temática Web 2.0 onde caracterizaram este conceito e exploraram várias destas ferramentas. A actividade foi planeada e desenvolvida de acordo com os princípios teóricos revistos, nomeadamente a criação e gestão de contextos de aprendizagem numa perspectiva construtivista, o conceito Web 2.0 e a utilização deste tipo de ferramentas em estratégias de ensino e aprendizagem em ambientes online. Os resultados obtidos através da análise das contribuições dos estudantes ao longo da actividade revelaram que as ferramentas Web 2.0 potenciam a comunicação, interacção, colaboração e socialização, promovendo uma aprendizagem em contexto.; This paper refers to the use of Web 2.0 tools in online education to support interactive, cultural and social environments, in the promotion of learning in context. The study was conducted with online learners, attending an online course integrated in a master’s degree on e-Learning...

A Web 2.0 nas bibliotecas escolares

Silva, Zélia Maria Delgado da
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
96.05%
Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares apresentada à Universidade Aberta; Na sociedade actual, a informação constitui-se como elemento chave da vida eco-nómica, social, cultural e política e o seu acesso condiciona o percurso individual e co-lectivo dos cidadãos. A informação tornou-se um instrumento indispensável aos indiví-duos, que se querem activos, participantes, críticos e úteis nesta sociedade, cada vez mais exigente e competitiva. Este crescente reconhecimento da importância da informação no desenvolvimento dos indivíduos e das sociedades e as novas possibilidades que o advento da Web 2.0 trouxe exigem transformações profundas ao nível da educação a que as bibliotecas esco-lares não podem ficar alheadas. Partindo destas premissas, o presente trabalho teve como objectivos conhecer a aplicabilidade das ferramentas da Web 2.0 no contexto educacional, averiguar em que medida a sua utilização pode influenciar o cumprimento da missão das bibliotecas esco-lares e conhecer o nível de implementação deste tipo de ferramentas nas escolas com 3º ciclo e/ou secundário da área de influência da Direcção Regional de Educação do Alen-tejo. A documentação consultada e a análise de exemplos de aplicação permitiram-nos perceber que as ferramentas e serviços Web 2.0 têm...

Biblioteca escolar e Web 2.0 : questões em torno de algumas práticas em implementação e perceção do impacto no trabalho da biblioteca

Proença, João Paulo da Silva
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.07%
Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares; Se o advento da sociedade da informação e a generalização da Internet mudaram a forma como o aluno acede e produz informação, a partir de 2005, com o surgimento da “Web 2.0”, estas mudanças tiveram ainda um maior impacto para a sociedade e para a Escola. Neste novo contexto, as atividades escolares deixaram de estar ligadas apenas à sala de aula e puderam passar a ser realizadas no comboio, no carro, no café, na biblioteca, em casa, … e, sobretudo, podem ser realizadas em rede. As redes constituem-se no século XXI como sendo, de facto, uma nova forma de aprender e ensinar, valorizando a participação de cada um no sentido de contribuir para a construção da inteligência coletiva … A BE deverá adaptar-se a estes novos tempos, fornecendo, a par com os serviços tradicionais, novos e inovadores serviços e ainda novas experiências multimédia, centradas no utilizador, através de uma presença estratégica na Web 2.0 e em rede. A esta nova biblioteca chamamos Biblioteca 2.0. O estudo que aqui se apresenta procura dar a conhecer a dimensão do trabalho que algumas BE, integradas na RBE, já fazem no âmbito da Web 2.0 de acordo com o contexto em que se inserem...

Framework for the development of successful web 2.0 tools and application

Pífano, Sara Cristina Soares
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
Tese de Doutoramento em Gestão na especialidade de Gestão de Informação apresentada à Universidade Aberta; A incerteza inicial associada à célere disseminação da Web 2.0 está a dissipar-se cada vez mais. A natureza social e colaborativa da Web 2.0 suscitou curiosidade na educação, na saúde, no mundo empresarial e em outras arenas centrais da sociedade. A passividade de uma Web de informação imóvel foi substituída por uma Web dinâmica, de conteúdo vívido gerado pelo utilizador. Esta evolução tem levado muitas instituições, de todos os setores, a implementar componentes da Web 2.0 nos seus websites como uma estratégia para melhorar a relação com o seu público-alvo. Apesar da pesquisa nesta área ser abundante, muitas entidades permanecem irresolutas quanto ao tipo de aplicações e ferramentas que devem selecionar para atingir os seus objetivos específicos. O presente estudo aborda este desafio, através do esboço de uma framework, que pode ser usada por qualquer pessoa ou entidade que pretenda criar e implementar aplicações Web 2.0 bem-sucedidas. A framework foi baseada na revisão da literatura, numa recolha documental e nos resultados obtidos mediante a aplicação de dois questionários online...

Web 2.0 : formas de interação por estudantes de Biblioteconomia

Gomes, Elisângela
Tipo: trabalho de conclusão de graduação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.04%
Busca compreender os recursos e a forma como estudantes de Biblioteconomia utilizam a Web 2.0 para acessar e compartilhar informações e a maneira como interagem com outros usuários nas redes. O estudo teve abordagem qualitativa, com a finalidade de compreender o fenômeno dentro de um contexto. Utilizou-se a descrição e a interpretação da realidade dos sujeitos no acesso, compartilhamento e interação nos recursos informacionais disponíveis na Web 2.0. Para isso, foi realizada uma entrevista com 07 (sete) estudantes de Biblioteconomia pertencentes à comissão organizadora de eventos de estudantes de Biblioteconomia no ano de 2011. As categorias de análise foram ambientes e recursos utilizados da Web 2.0 assuntos abordados, forma de interação e frequência. Para representar os dados a partir de uma perspectiva mais próxima do sujeito, foram utilizados trechos das entrevistas. É possível afirmar que os estudantes de Biblioteconomia entrevistados, utilizam os recursos de sites especializados, e de notícias, redes sociais e recursos de conversação online para acessar, produzir e compartilhar informações interagindo com os recursos de forma reativa e com outros usuários de forma mútua. Conclui-se que os estudantes de Biblioteconomia acompanham os avanços das novas demandas informacionais utilizando os recursos disponíveis na Web 2.0 para inovar e aprimorar os serviços oferecidos e assim disseminar informações relevantes a comunidade de usuários que atendem.; It seeks to understand the features and how students use the Library Web 2.0 to access and share information and how they interact with other users on the networks. The study was a qualitative approach...

Formação continuada de professores de matemática com enfoque colaborativo: contribuições para o uso reflexivo dos recursos da Web 2.0 na prática pedagógica

Sanavria, Claudio Zarate
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 283 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
96.03%
Pós-graduação em Educação - FCT; This thesis, part of the research line 2: Practices and Formative Processes in Education, aimed to investigate how the continuing teacher education with collaborative approach can contribute to a reflexive use of Web 2.0 resources for Mathematics Teachers. For the definition of the objectives, the following questions were established: how the Mathematics teachers are organized as a group, and how to go from a workgroup perspective to a group with collaborative features? What are the ideal characteristics of a continuing education for the use Web 2.0 features with collaboration as a guideline? How to perform a training that contributes to the effective use of technologies that aim to transform the practice? Within a qualitative descriptive-explanatory nature approach and intervening nature, we developed a continuing education with a group of Mathematics teachers in Nova Andradina - MS, which had the collaboration as a guideline, and through the data that emerged from it, we tried: 1) To analyze the composition of the group showing how mathematics teachers were organized in it, and identifying activities and knowledge that formed within this collaborative training process; 2) Identify and analyze the perceptions of mathematics teachers on the possibilities of use of Web 2.0 resources as a result of continuing education with collaborative approach; and 3) analyze the characteristics of the training process...

Modelo de planeamento de sistemas de informação para a era da colaboração, a era WEB 2.0

Sousa, José Luís da Rocha
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em 18/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
96.03%
Dissertação de mestrado em Sistemas de Informação; Suportado pela WEB 2.0, o paradigma actual dos sistemas de informação é a colaboração em rede com a criação do conhecimento em rede. Confrontada com este conhecimento as organizações estão a convergir para a sua adopção, estamos na era da WEB 2.0 . Esta WEB não é apenas tecnologia mas uma nova forma de utilização dessa tecnologia para produção de conhecimento. As organizações enfrentam novos desafios na adopção e integração de soluções e metodologias, colocando na linha da frente sistemas actualmente protegidos pelos limites físicos das organizações. A arquitectura destes sistemas não foi desenvolvida com a colaboração ou mesma a partilha em mente, sendo usados no seu planeamento modelos tradicionais, incapazes de gerir os novos limites das organizações. Esta evolução está a criar a uma economia em rede e a alterar o forma como as organizações interagem com os seus recursos. Estando a evoluir do computador em rede para o utilizador em rede. Os modelos tradicionais definem a forma como os sistemas de informação devem suportar as actividades das organizações. Este é um aspecto chave, mas o novo paradigma coloca um novo desafio...

Conhecer e utilizar a Web 2.0 : um estudo com professores do 2º e 3º ciclos das escolas do concelho de Viana do Castelo

Domingues, Luísa
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.05%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Tecnologia Educativa); A segunda geração da World Wide Web transformou a Web num verdadeiro espaço para a colaboração, meio de interacção, comunicação global e compartilhamento de informações, construindo aquilo que designamos por inteligência colectiva, indo, por isso, de encontro à visão original idealizada por Tim Berners-Lee. Conceito plural e polissémico, a Web 2.0 oferece ao utilizador uma multiplicidade de aplicativos gratuitos e versáteis potenciadores do desenvolvimento de múltiplas aprendizagens e de experiências colaborativas entre professores e alunos, já que cada um pode publicar, compartilhar e editar as suas experiências e conhecimentos. Por outro lado, o desenvolvimento do Plano Tecnológico da Educação possibilitou o reforço dos recursos tecnológicos existentes nas escolas portuguesas, bem como as condições de acesso a Internet de alta velocidade a todos os estabelecimentos do 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário. Tendo como pano de fundo esta realidade, teve o presente estudo como principal objectivo averiguar se os professores do 2º e 3º ciclos do ensino básico das escolas do concelho de Viana do Castelo...

Investigar o conhecimento pelos professores da Escola Básica de Rio Tinto nº 2 das ferramentas Web 2.0 e a sua utilização na prática letiva

Bragado, Luís Manuel Claro
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterthesis
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Tecnologia Educativa); O avanço e a inovação tecnológica, com destaque para as tecnologias de informação e comunicação, transformaram a World Wide Web fruto dos estudos de Tim Berners-Lee, na sua essência original fornecedora de informação, numa plataforma global, de partilha de informação e de conhecimento, dinâmica e interativa. Esta segunda geração da Web caraterizada pela interação com o utilizador, denominada Web 2.0, oferece aos utilizadores uma multiplicidade de ferramentas e aplicativos online, permitindo a possibilidade de publicar, editar, colaborar e partilhar experiências, informações e conhecimentos de forma fácil e simples. A implementação do Plano Tecnológico da Educação permitiu reforçar, equipar e modernizar as escolas públicas portuguesas do 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário com meios tecnológicos e o acesso à Internet através de banda larga de alta velocidade. Estando as escolas equipadas com meios tecnológicos e infraestruturas que permitem o acesso rápido à Internet, a utilização de algumas ferramentas da Web 2.0 em contexto educativo são um potencial para o ensino aprendizagem. O presente estudo...

A construção de uma memória colectiva com recurso a Mashups web 2.0: o caso do Sport Lisboa e Benfica

Lopes, Celso Farias Duarte
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
96.06%
Este estudo procura investigar uma forma de auxiliar a construção de uma memória colectiva com recurso a Mashups Web 2.0, tendo como foco a memória existente relacionada com a instituição desportiva Sport Lisboa e Benfica, com uma clara preocupação com a conservação e salvaguarda do património material e imaterial da mesma. As Instituições de Memória têm regulado até agora a selecção, documentação, contextualização, preservação, indexação e valorização dos elementos da cultura da humanidade, narrativas históricas e memórias individuais e colectivas. Grande parte dessas memórias, que se consideram como património cultural, está dispersa pela memória colectiva viva que existe nos membros das comunidades. Como medida de apoio a actividades relacionadas com a preservação desta memória, exprimese uma necessidade de fomentar a criação de mecanismos eficazes que permitam identificar, proteger, conservar, valorizar e transmitir esse património cultural material e imaterial às gerações futuras. Com a Web 2.0 e todas as possibilidades que oferece, as instituições de memória têm à sua disposição ferramentas Web 2.0 que podem permitir o desenvolvimento de soluções propícias a serem utilizadas para a comunicação da memória...

Web 2.0 na biblioteca escolar: seu papel na aprendizagem

Alves, António José Coelho
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: masterthesis
Português
Relevância na Pesquisa
96.07%
A explosão informacional associada ao advento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), especialmente as relacionadas com a Web 2.0, configura uma nova sociedade onde a informação, caminho para o conhecimento, ocupa um lugar cimeiro. A Web 2.0 veio tornar o ambiente online mais dinâmico, onde predomina uma nova filosofia de interação, colaboração e participação. Neste contexto, a Biblioteca Escolar, enquanto unidade responsável pela organização e disseminação da informação nos mais diferentes suportes, não poderia ficar imune a essas mudanças já que as diversas ferramentas da Web 2.0 podem ser utilizadas para permitir a troca de conteúdos, a disseminação de informação e fundamentalmente a interação colaborativa. Palchevich (2008) salienta que as ferramentas da Web 2.0 servem para optimizar os recursos existentes, aumentar o acervo, ampliar a comunidade de utilizadores e dar maior visibilidade à Biblioteca Escolar. Com este estudo pretendeu-se analisar de que forma as ferramentas Web 2.0 são utilizadas na Biblioteca Escolar, como ambiente de ensino e de aprendizagem por alunos, professores e pelo professor bibliotecário. Formulada a questão de investigação e respetivos objetivos, optou-se por uma metodologia essencialmente qualitativa...

Competências na utilização das ferramentas/serviços Web 2.0

Barbosa, Isabel Maria Monteiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
96.04%
A evolução da sociedade e da tecnologia sustenta a globalização da sociedade atual e exige aos cidadãos novas literacias. A educação na sociedade do conhecimento é indissociável das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), tanto como elemento mediador como potenciador das aprendizagens. A Web 2.0, entendida como Web social, potencia o acesso à informação, faculta aos docentes a oportunidade de desenvolver os seus conhecimentos e competências, e oferece oportunidades de construção de situações inovadoras de educação no seu percurso profissional, promovendo condições de aprendizagem ao longo da vida. O presente estudo, formalmente integrado no Programa Doutoral em Multimédia em Educação da Universidade de Aveiro, valoriza o levantamento da perceção da necessidade de envolvimento dos docentes em processos informais de aprendizagem ao longo da vida, na promoção do seu desenvolvimento profissional, salientando o papel das redes sociais neste contexto. Adotou-se como metodologia de investigação o survey, com o objetivo de realizar o levantamento das competências de utilização da Web 2.0 pelos professores do ensino básico e secundário, das escolas do ensino público do concelho de Aveiro, no contexto da aprendizagem informal. Através do survey procurou-se caracterizar o contexto profissional em que estes professores estão inseridos...

Web 2.0 no desenvolvimento profissional docente do ensino não superior: o caso da interactic 2.0

Antunes, Paula Maria Barreto
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
96.05%
O surgimento da Web 2.0 imprimiu uma mudança na postura dos utilizadores da Web que passaram a poder não apenas ler e pesquisar, como também colaborar e produzir e publicar informação, adotando uma postura ativa. As redes sociais são uma poderosa ferramenta à qual recorrem movimentos sociais e políticos, o mundo da publicidade e do marketing, com evidentes efeitos nos indivíduos e na sociedade. Por seu lado, o desenvolvimento profissional de professores é um processo permanente, pelo que é reconhecida a importância da aprendizagem ao longo da vida em ambientes formais, não-formais e informais. Neste contexto, as redes sociais surgem como potenciais instrumentos de comunicação, interação, partilha e trabalho colaborativo, determinantes para o crescimento profissional dos docentes que almejam uma contínua aprendizagem. Este estudo de caso, que se centra na Interactic 2.0, uma rede social profissional essencialmente dirigida a educadores e criada numa aplicação Web 2.0 (Ning), teve como principal objetivo verificar em que medida esta rede social, ao possibilitar a formação e o desenvolvimento de uma comunidade de prática online, contribui para o desenvolvimento profissional dos docentes do ensino não superior. Os dados obtidos através da aplicação de inquéritos por questionário aos membros da Interactic 2.0...

Estratégias de utilização de ferramentas web 2.0 e a promoção do pensamento crítico

Eduardo, Feliciana
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
96.05%
O desenvolvimento das ferramentas Web 2.0 tem estado a impulsionar mudanças significativas no modo de interação entre os utilizadores da Internet. No âmbito educacional, estas ferramentas podem enriquecer as práticas pedagógicas e promover ações que envolvam a participação ativa, a colaboração, a cooperação e a partilha de saberes. Num contexto de ensino e aprendizagem em que se assume que, os estudantes de pós-graduação em Ciências de Educação apresentam deficiências ao nível do pensamento crítico, a utilização pedagógica das ferramentas Web 2.0 pode ser, deste modo, considerada como um fator promotor do pensamento crítico. Nesta linha de pensamento, o presente estudo surge com o objetivo principal de contribuir para uma compreensão mais profunda relativamente à utilização de tecnologias Web 2.0 como um fator potencial de promoção do desenvolvimento do pensamento crítico na Universidade Eduardo Mondlane (UEM) através da aplicação e análise de algumas estratégias pedagógicas baseadas em blogs e wikis. Em função do objetivo do estudo, a parte empírica foi conduzida na forma de uma investigação-ação e compreendeu dois ciclos. A seleção dos participantes foi feita por conveniência. O 1º ciclo de investigação incidiu sobre catorze participantes matriculados no ano académico de 2009/2010 para o módulo Desenvolvimento Profissional e Aprendizagem ao Longo da Vida...

A web 2.0 ao serviço da língua portuguesa

Lucas, Joana
Tipo: bachelorthesis
Português
Relevância na Pesquisa
96.04%
O termo Web 2.0 surgiu como forma de descrever a segunda geração da World Wide Web: um espaço de colaboração, interacção, comunicação global e partilha de informações, construindo aquilo que designamos por inteligência colectiva. O “trunfo” da Web 2.0 reside na facilidade e rapidez com que permite a publicação e o armazenamento de conteúdos, tornando-a num ambiente social, acessível a todos os utilizadores, um espaço onde cada um modifica e controla a informação de acordo com as suas necessidades e interesses. Tendo como base este quadro conceptual foi desenvolvido um inquérito por questionário em que se procurou saber se os professores de Língua Portuguesa conhecem as ferramentas da Web 2.0 e se as utilizam na sua prática lectiva. Participaram no estudo professores do 2º e 3º Ciclos do ensino básico e do ensino secundário de quatro escolas públicas da cidade do Porto. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que a Web 2.0 é, na generalidade, ainda pouco conhecida da classe docente, sendo muitas das suas ferramentas completamente desconhecidas.; The term Web 2.0 has emerged as a way to describe the second generation of World Wide Web: a collaborative space, interaction, global communication and information sharing...

Autoria na Web 2.0 no contexto da educação e a ética dos hackers.

SOUZA, M. I. F.; AMARAL, S. F. do; SILVA, L. C.; ARAÚJO, I. C.
Fonte: In: AMARAL, S. F. do; PRETTO, N. de L. (Org). Ética, Hacker e a Educação. 2. ed. Campinas: Faculdade de Educação/UNICAMP, 2012. Publicador: In: AMARAL, S. F. do; PRETTO, N. de L. (Org). Ética, Hacker e a Educação. 2. ed. Campinas: Faculdade de Educação/UNICAMP, 2012.
Tipo: capítulo em livro técnico-científico (alice) Formato: p. 48-61.
Português
Relevância na Pesquisa
105.93%
Este artigo discute a importância do exercício da autoria em ambiente virtual da Web 2.0, considerando que se trata de fundamento essencial à aprendizagem, no professor e no aluno. Autoria na Web 2.0 é apresentada como estratégia pedagógica para ambientes de aprendizagem virtuais, que se utilizam principalmente de ferramentas como blog, wiki e redes sociais. Embora não sejam determinantes essas, tecnologias digitais são condicionantes para que a aprendizagem e a autoria ocorram. Autoria na Web 2.0, além do estabelecimento de novos aparatos tecnológicos, requer novos modos de produção, nos quais prevaleça a postura ética dos hackers, favorecendo a participação, a colaboração, a liberdade e o compartilhamento.; 2012; Artigo publicado na revista ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 12, n. esp., p. 154-173, mar. 2011.